revista_solucao_16

96 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
96
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

revista_solucao_16

  1. 1. 6 3N O V E M B R O N º 1 6 2 0 1 1 Service A falta de profissionais qualificados afeta 69%1 das indústrias do País, de acordo com pesquisa recente da CNI (Confederação Nacional da Indústria). Esse cenário no mercado brasileiro demonstra um dos prin- cipais impedimentos para o aumento da competitividade de uma empresa: a falta de capacitação de seus funcionários. O ser humano é o único recurso de uma organização capaz de desenvolver-se, adaptar-se e transmitir conhecimentos em um curto espaço de tempo. Uma boa política de Recursos Humanos, associada a treinamen- Treinamentos técnicos de aperfeiçoamento ESAB Divisão oferece cursos personalizados e de alta qualidade para a sua empresa Bernardo Hermont B. Gonçalves Luís Otávio Silveira Martins ESAB Service Brasil 1 Pesquisa realizada pela CNI no período de 3 a 26 de janeiro de 2011. 6 3O U T U B R O N º 1 6 2 0 1 1
  2. 2. 6 4 N O V E M B R O N º 1 6 2 0 1 1 tos eficientes, favorece a capacitação, atua- lização e motivação dos participantes, além de gerar como principais benefícios redução de custos de retrabalho, aumento da produ- tividade, diferenciação frente à concorrência, mais segurança no trabalho e maior satisfação do cliente final. O treinamento é um processo educacio- nal que tem como objetivo gerar crescimento e mudanças comportamentais através da transmissão de informações, atitudes e con- ceitos. Esses ensinamentos visam a preparar o colaborador para o desempenho imediato de sua função. A maioria das companhias que informa enfrentar o problema de falta de profissio- nais qualificados (78%)1 procura capacitar o trabalhador na própria empresa. Nesses casos, o treinamento interno torna-se one- roso e ineficaz, pois a capacidade produtiva é desviada para uma atividade que não é de sua especialidade nem de sua função original. Considerando isso, treinamentos minis- trados por organizações especializadas vêm se mostrando uma boa opção, tendo forte demanda na indústria nacional. Essa é ainda mais acentuada no ramo da soldagem, que atualmente acumula um grande déficit de mão de obra especializada devido ao recente crescimento acelerado do segmento metal- mecânico no mercado brasileiro. Deste modo, essas empresas geralmente não conseguem formar pessoas totalmente qualificadas e prontas para os mais diversos desafios nas aplicações industriais específi- cas relacionadas a soldagem e corte. Isso faz com que o profissional se aperfeiçoe lentamente, através da prática de seu dia a dia, podendo utilizar técnicas não adequadas e onerar a empresa. Dessa forma, visando a atender a essa crescente necessidade, a ESAB oferece treinamentos de aperfeiçoamento de mão de obra na área de soldagem através de uma divisão especializada, a ESAB Service. Os treinamentos são ministrados por equi- pes altamente comprometidas, qualificadas e preparadas para o aperfeiçoamento de profissionais. Características dos treinamentos Público-alvo – A ESAB Service oferece dois tipos de treinamentos: Aperfeiçoamento em soldagem e corte e Manutenção em equipamentos ESAB. O primeiro é indicado para soldadores, ajudantes de solda, líderes e supervisores. Já o segundo tem como público-alvo técnicos para manutenção de equipamentos de solda e corte ESAB. Ambos os tipos são oferecidos diretamente para as empresas nas quais esses profissio- nais estão empregados. In company – Máxima conveniência e aproveitamento das horas de trabalho da equipe de funcionários do cliente sem desperdícios de tempo e de custos com deslocamentos. Por serem realizados na realidade de trabalho dos participantes – máquinas e ambiente de trabalho da empre- sa –, permitem melhor aplicação prática das informações. Personalização – Levantamento minu- cioso das atividades, necessidades e proble- mas da empresa em assuntos relacionados à soldagem, tanto em termos de equipamentos quanto em processos. Através dessas infor- mações, os temas pertinentes são combi- nados e formam um plano de treinamento completo, focado nas necessidades espe- cíficas do cliente. Prática aliada à teoria – Aspectos teóricos aliados a procedimentos práticos são abordados, proporcionando um aperfei- çoamento completo do profissional. Comunicação – Desenvolvidos de acordo com a linguagem do público-alvo, o que os torna de fácil assimilação pelos participantes. Avaliações e resultados – Aplicação de avaliações teóricas e práticas aos parti- cipantes antes e após os treinamentos. Os resultados fornecem uma base de dados valiosa para o cliente, permitindo-lhe men- surar o aproveitamento da turma e identificar pontos ainda carentes de melhoria na rotina de trabalho. Material didático – Fácil entendimento e grande aplicação prática. É desenvolvido com base em literaturas técnicas e atuali- zado com foco nas dificuldades e necessi- dades dos clientes nas diversas aplicações industriais. Acompanhamento técnico – Este é um serviço opcional de acompanhamento técnico posterior, realizado por instrutores especialistas ESAB. Visa a assegurar a melhor aplicação das informações e técni- Service
  3. 3. 6 5N O V E M B R O N º 1 6 2 0 1 1 cas aprendidas durante o treinamento na rotina de trabalho, além de indicar possíveis soluções para situações de soldagem espe- cíficas do cliente. Certificados – Os certificados de treina- mento emitidos por instituições de referência no mercado são exigências cada vez mais frequentes por parte dos clientes finais. Com esse enfoque, após o curso são entregues certificados ESAB de conclusão do treina- mento. Esses documentos são um modo de garantir ao cliente que o serviço será execu- tado por mão-de-obra preparada. Módulos Soldagem e corte: Soldagem 1 – Introdução técnica e concei- tos básicos em soldagem – teórico Soldagem 2 – Processos de soldagem e suas melhores práticas • Aperfeiçoamento em Soldagem com Eletrodos Revestidos (SMAW) – Teórico e Prático • Aperfeiçoamento em Soldagem TIG (GTAW) – Teórico e Prático • Aperfeiçoamento em Soldagem MIG/MAG (GMAW) com Arames Sólidos – Teórico e Prático • Aperfeiçoamento em Soldagem MIG/MAG (FCAW) com Arames Tubulares – Teórico e Prático • Soldagem ao Arco Submerso (SAW) – Teórico e Prático Soldagem 3 – Soldagem na aplicação específica • Soldagem de Aços de Alta Resistência para a Indústria de Implementos Rodoviários, Ferroviários e de Guindastes – Teórico e Prático • Soldagem de Aços Resistentes à Fluência Ligados ao Cr-Mo – Teórico e Prático Service
  4. 4. 6 6 N O V E M B R O N º 1 6 2 0 1 1 • Soldagem de Aços Inoxidáveis – Teórico e Prático • Soldagem de Reparo & Manutenção – Teórico e Prático • Soldagem de Aços Navais & Offshore – Teórico e Prático • Soldagem de Tubulações de Aços Carbono – Teórico e Prático Soldagem 4 – Complementação técnica • Simbologia da Soldagem – Teórico • Soldagem com Backings Cerâmicos – Teórico e Prático • Defeitos e Descontinuidades em Soldagem, Suas Causas e Soluções – Teórico e Prático Soldagem 5 – Gestão em soldagem – Teórico Manutenção em equipamentos ESAB Manutenção de equipamentos 1 – Introdução técnica e conceitos básicos em manutenção de equipamentos ESAB – Teórico Manutenção de equipamentos 2 – Princípios de funcionamento – Teórico • Princípio de funcionamento – Máquinas de Núcleo Móvel / Transformadores • Princípio de funcionamento – Máquinas tiristorizadas • Princípio de funcionamento – Máquinas inversoras • Princípio de funcionamento – Máquinas retificadoras Manutenção de equipamentos 3 – Processos de soldagem e sua relação com a manuten- ção – Teórico • Processo Eletrodo Revestido (SMAW) na Manutenção • Processo TIG (GTAW) na Manutenção • Processo MIG/MAG (GMAW) na Manutenção • Processo de Arame Tubular (FCAW) na Manutenção • Processo de Corte Plasma na Manutenção Manutenção de equipamentos 4 – Manutenção no equipamento ESAB específico – Teórico e Prático Manutenção de equipamentos 5 – Noções práticas dos processos de soldagem – Prático • Noções práticas – Processo Eletrodo Revestido (SMAW) • Noções práticas – Processo TIG (GTAW) • Noções práticas – Processo MIG/MAG (GMAW) • Noções práticas – Processo Arame Tubular (FCAW) • Noções práticas – Processo de corte plasma Para mais informações sobre os Treinamentos Técnicos de Aperfeiçoamento ESAB, visite o site www.esab.com.br ou entre em contato com a Filial ESAB mais próxima de você.

×