Transformadores de solda slides

544 visualizações

Publicada em

Trabalho de Processo de fabricação

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Transformadores de solda slides

  1. 1. TRANSFORMADORES DE SOLDA Processos de fabricação III Prof. Paulo lagos Alunos: Guilherme Novakoski Wellington Vieira Thiago José
  2. 2. Transformadores de solda SOLDAGEM Essencial para diversos setores industriais. • Automobilísticos, Aeronáutico, naval, construção civil, mineração entre muitos outros. • Processo mecânico metalúrgico. • Fonte de calor promove a união entre duas ou mais peças de diversos materiais de maneira física e/ou quimicamente.
  3. 3. Transformadores de solda SOLDAGEM • Avanço tecnológico / eletrônica em geral. Necessidade Necessidade industrial para obtenção de melhor qualidade em seus processos, mobilidade, praticidade e facilidade. Surgimento de diferentes tipos de solda e diferentes tipos de maquinas de solda para o mesmo processo.
  4. 4. Transformadores de solda CONCEITO Equipamento que utiliza o Arco elétrico para realizar soldagem. •Fonte de calor através da criação de um curto circuito. •Tensão de saída corrente alternada. •Corrente elétrica em valores elevados possuem a propriedade de geração de luz intensa e alta quantidade de calor.
  5. 5. Transformadores de solda FUNCIONAMENTO São compostos por: • Transformador monofásico do tipo abaixador – Transformador possui um núcleo móvel entre enrolamentos fixos. • Cooler para resfriamento • Manivela – Mecanismo mecânico. – Manivela presa ao núcleo móvel sendo possível diminuir e aumentar a corrente elétrica entre os enrolamentos do transformador.
  6. 6. Transformadores de solda FUNCIONAMENTO O aumento e diminuição da corrente elétrica ocorre da seguinte maneira: ● Núcleo móvel e núcleo fixo são feitos do mesmo material. ● Composto por dois enrolamentos, um enrolamento primário na alimentação e um enrolamento secundário na saída de tensão. Enrolamentos normalmente fabricados de cobre eletrolítico revestidos por uma camada de verniz sintético. ● A relação de números de expiras primarias e segundarias determinam a variação de tensão de entrada e saída no transformador.
  7. 7. Transformadores de solda FUNCIONAMENTO O aumento e diminuição da corrente elétrica ocorre da seguinte maneira: ● Ao girar a manivela é possível ajustar a posição do núcleo móvel. ● Posicionamento do núcleo móvel altera a quantidade de fluxo magnético que atravessa o núcleo móvel e fixo. ● A corrente induzida ela é proporcional o fluxo magnético que atravessa a bobina no instante.Sendo essa a corrente que passa pelo cabo Fase até a ponta do eletrodo.
  8. 8. Transformadores de solda FUNCIONAMENTO Passagem de corrente elétrica em condutores e componentes elétricos gera uma dissipação de calor, em maquinas de solda em especial que trabalham com correntes elétricas da ordem de centenas de Amperes intensificam a concentração de energia térmica. Calor em excesso diminui em muito a vida útil do equipamento. • Cooler para resfriamento.
  9. 9. Transformadores de solda FUNCIONAMENTO Ciclos de trabalho • Estipulado por fabricantes dos equipamentos. • Razão entre o tempo em que a máquina fica ligada e o tempo em que a máquina fica em operação de soldagem. Exemplo - Máquina ciclo de trabalho de 60%. Aconselha-se que em 10 minutos ligada á rede elétrica: •6 minutos (60%) a máquina deve estar soldando. •4 minutos (40%) a máquina deve estar no vazio.
  10. 10. TIPOS DE TRANSFORMADORES • Os transformadores são classificados de acordo com vários critérios. • Quanto ao tipo • Á finalidade • ao material do núcleo • número de fases
  11. 11. TIPOS DE TRANSFORMADORES • Quanto à finalidade Transformadores de corrente Transformadores de potência Transformadores de distribuição Transformadores de força • Quanto ao tipo Dois ou mais enrolamentos Autotransformador
  12. 12. TIPOS DE TRANSFORMADORES • Quanto ao material do núcleo Ferromagnético Núcleo de ar • Quanto ao número de fases Monofásico Trifásico Polifásico
  13. 13. VANTAGENS DOS TRANSFORMADORES ∀ Eliminam o risco de surgimento do sopro magnético, que provoca uma fusão desigual do eletrodo e defeito na solda, principalmente inclusões de escória. ∀ Baixo custo de equipamento. ∀ Baixo custo de manutenção.
  14. 14. DESVANTAGENS DOS TRANSFORMADORES ∀ Desequilibram a rede de alimentação, devido à sua ligação monofásica. • Não podem ser usados com eletrodos que não proporcionem boa ionização da atmosfera por onde flui o arco elétrico.
  15. 15. INVERSOR X TRANSFORMADOR
  16. 16. INVERSOR X TRANSFORMADOR • Diferença para o transformador • Os inversores são constituídos por circuitos eletrônicos, garantindo eficiência e conforto na mudança de corrente e tensão. gerando um menor consumo. • Os transformadores são basicamente constituídos por um núcleo revestido por enrolamento de bobinas de cobre.
  17. 17. INVERSOR X TRANSFORMADOR • O inversor é um polivalente solda todos os tipos de eletrodos, ele te da um corrente melhor, por isso derrete melhor o eletrodo, você terá um acabamento muito melhor. • Já o transformador, sendo máquinas para soldagem com corrente alternada, não têm polaridade definida e só permitem o uso de eletrodos apropriados para esse tipo de corrente
  18. 18. INVERSOR X TRANSFORMADOR • Principal diferença para o transformador seria o tamanho, chegando até 6 vezes menor, pode possuir uma alça de transporte, facilitando o profissional que necessitara fazer uma soldagem um lugar alto, ou de difícil acesso. • os inversores são mais eficazes nos seus ciclos, conseguindo manter um determinado valor de corrente por mais tempo.
  19. 19. PRODUTOS E FABRICANTES Há um gama gigantesca de transformadores de solda no mercado brasileiro O preço varia de acordo com sua: Potência Nominal [em kva] Ciclo de Trabalho [em %] Números de Fases [Monofásico, bifásico,...] Tipo de Processo [Eletrodo Revestido, por exemplo] TRANSFORMADORES DE SOLDA
  20. 20. Balmer Vulcano IND4000 TRANSFORMADORES DE SOLDA Balmer Vulcano IND4000 Especificações Técnicas: Tensão: 220/380/440 V – Bifásico Frequência (Hz): 50/60 Faixa de Corrente (A): 45 – 270A Fator de trabalho (A@%): 270@20 Tensão a vazio (V): 77 Dimensões (mm): 490 x 370 x 500 Norma: Classe III - NBR 9378
  21. 21. ESAB Super Bantam 256 TRANSFORMADORES DE SOLDA ESAB Super Bantam 256 Tensões nomimais de entrada Super Bantam® 256 (110/220V-60 Hz) - Fases 1 - Hz de frequência 60 Hz - Tensão AC 110/220 VAC - kw 15.2 kVA Tensões nominais de saída - Ciclo de Trabalho 20 % - Corrente - Alta 250 A - Corrente - Baixa 50 A - Corrente de Saída AC 250 A - Tensão de Saída (AC) 25 VAC
  22. 22. REFERÊNCIA •TCC- Desenvolvimento de Máquinas de Soldas- Pedro Henrique Alves.

×