Definição de uma política deacessibilidade web para Portugal     o que nos dizem os últimos 12 anos         da Administraç...
Sumário– Elementos para definir uma política de acessibilidade  web   • adopção directa das WCAG ou criação de uma norma  ...
ADOPÇÃO DIRECTA DAS WCAG OUCRIAÇÃO DE UMA NORMA INTERNA
Adopção directa das WCAG ou criação      de uma norma interna                  (docs que reescrevem as WCAG 1.0)Section 50...
Quadro IberoAmericano das                   WCAG 1.0 e 2.0                                            (impulsos legislativ...
GRUPO-ALVO
Grupo-alvo (*)                    (para Conteúdos e Utilizadores)                                                         ...
CONFORMIDADE & PRAZO LIMITE(DEADLINES)
Conformidade                                        (Conformances & Deadlines)                                    Dez. 200...
SELO DE CERTIFICAÇÃO ESTÁTICOOU DINÂMICO
Municípios Portugueses(baixa conformidade; boa utilização do SAW)
Municípios Portugueses                (baixa conformidade; boa utilização do SAW)                          • Relação inver...
Selo de certificação estático ou                dinâmico              A fiabilidade do logo estático de auto-certificação ...
MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃOPERICIAL
Web@x 2006 - 2011            The 15 Ministries of Portuguese Public Administration 2006                                   ...
Por detrás da conformidade                             (é preciso descer ao patamar dos                        pontos de v...
Por detrás da conformidade                             (é preciso descer ao patamar dos                        pontos de v...
Última avaliação Internacional                          1º estudo aos 192 Estados-Membros da ONU (1)•   Análise a 6 sítios...
Ensino Superior (2010 – principais erros)MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃOPERICIAL - ENSINO SUPERIOR
Javascript               dados Ensino Superior                                                Atenção aos                 ...
Cabeçalhosdados Ensino Superior 83% das páginas usam incorrectamente a marcação de cabeçalhos Fonte: UMIC, Junho 2011.
Tabelas                dados Ensino Superior75%das páginas usam o elemento <table> para efeitos de layout
Formulários               dados Ensino Superior70%dos controlos de formulário não têm uma etiqueta (elemento <label>
Imagens                 dados Ensino Superior55%das páginas têm TODAS as imagens legendadas11% das páginas têm uma imagem ...
LIDERANÇA DA INICIATIVA
AP Central Portuguesa2010: 75% Homepages em conformidade ‘A’                      fonte: FCT / DSI – Unidade ACESSO – julh...
AP Central Portuguesa                2010: 75% Homepages em conformidade ‘A’                           • Algo de muito pos...
O que se passou entre 2006 – 2008?• Publicada a RCM nº 155/2007 de 2 de outubro   – O que tinha de novo?       • WCAG 1.0 ...
CONSULTORIA OU FORMAÇÃOFORMAL
Consultoria ou Formação formal?  A consultoria (em fase de desenvolvimento dos sítios)   funciona melhor do que a formação...
Passos para as WCAG 2.0DOCUMENTAÇÃO EFERRAMENTAS
Documentação e Ferramentas• O que já temos:  – (fev. 2009). WCAG 2.0 em português;  – (set. 2009). Understanding WCAG 2.0 ...
Documentação e Ferramentas• O que vamos ter:  – Criação de um sistema de monitorização (fusão de    validação automática e...
REFERÊNCIA EXPLICITA A TECNOLOGIASWEB OU FÓRMULA GENÉRICA
Referência explicita a Tecnologias Web• Metodologia Google PageRank 100 aplicado à  AP Portuguesa revela forte presença de...
DEFINIÇÃO
Definição (I)• Adopção directa das WCAG (ainda mais porque agora é tb  norma ISO)• Grupo-alvo (serviço público é diferente...
Definição (II)• Conformidade: Duplo AA até dez. 2015 (em linha com Agenda  Digital)• Adoptar Símbolo de Acessibilidade à W...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Definição de uma política de acessibilidade web para Portugal

410 visualizações

Publicada em

Definição de uma polí1ca de acessibilidade web para Portugal - o que nos dizem os úl1mos 12 anos da Administração Pública?

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Definição de uma política de acessibilidade web para Portugal

  1. 1. Definição de uma política deacessibilidade web para Portugal o que nos dizem os últimos 12 anos da Administraç̧ão Pública?Jorge FernandesFCT Fundação para a Ciência e a TecnologiaDSI / Unidade ACESSO / julho 2012 APDSI / DSAI ‘12
  2. 2. Sumário– Elementos para definir uma política de acessibilidade web • adopção directa das WCAG ou criação de uma norma interna? • grupo-alvo? • conformidade e prazos limite? • selo de certificação estático ou dinâmico? • monitorização automática e manual? • quem pode liderar a iniciativa? • é preciso consultoria ou formação formal? • documentação e ferramentas de avaliação? • Devemos fazer referência explicita a tecnologias web ou usar uma fórmula genérica?
  3. 3. ADOPÇÃO DIRECTA DAS WCAG OUCRIAÇÃO DE UMA NORMA INTERNA
  4. 4. Adopção directa das WCAG ou criação de uma norma interna (docs que reescrevem as WCAG 1.0)Section 508 RGAA 1.0 USA 1998 AccessiWeb 1.0 França 2008 França 2003 UNE 139803 eMAG 2 Espanha 2004 Brasil 2005 WCAG Samurai 2006 Lei Stanca Itália 2005 UWEM 1.0 / 1.2 UE 2006 / 08 IITAA 1.0 Illinois state 2007 ICITIA Illinois Univ. PAS 78 Inglaterra 2006 BS 8878 Inglaterra 2010
  5. 5. Quadro IberoAmericano das WCAG 1.0 e 2.0 (impulsos legislativos) 99 00 01 02 03 04 05 06 07 08 09 2010 Argentina pl pl Brasil l r n p n Chile g n Colombia pr g n Espanha l l n o l g México pr Panamá pr Perú l r Portugal l o pr l g Porto Rico l Uruguai g plLEGENDA:pl = projecto lei wcag1.0 abortadopl = projecto lei wcag1.0 em cursopl = projecto lei wcag2.0pr = programas globais SIl = leio = departamentos / organizações específicas responsáveis pelo follow-upr = regulamentação da lein = norma / subset de wcag1.0n = norma em preparaçãog = guias / manuais / directrizes / doc técnicos wcag1.0g = guias / manuais / directrizes / doc. Técnicos wcag2.0
  6. 6. GRUPO-ALVO
  7. 7. Grupo-alvo (*) (para Conteúdos e Utilizadores) PcD DV 9 países Brasil 2005 DV Perú 2009 GovernoGoverno Central e Brasil Municípios Porto Rico indústria e Governo Chile Prog Governo Adm Directa e Colombia Indirecta do Estado Portugal AP ou financiado AP Ent Públicas e Espanha Universidades Perú
  8. 8. CONFORMIDADE & PRAZO LIMITE(DEADLINES)
  9. 9. Conformidade (Conformances & Deadlines) Dez. 2007/Mar. 08 Portugal 2010 [‘AA’ WCAG 2.0] Dez. 2000 Uruguai Portugal ’AA’ WCAG 2.0 Dez. 2005 ColombiaCoimas até $2500 [1 ano A; 2 anos AA]Director, chefe, funcionário, ... Chile Nov. 2010 Set. 2003 Dez 2007 e Mar 2008 México [3 meses] [3 meses; 6 meses] Porto Rico Portugal Dez. 2005 [1 ano] Dez. 2010 Brasil [1 ano] Perú Dez. 2005 Dez. 2008 Espanha Espanha
  10. 10. SELO DE CERTIFICAÇÃO ESTÁTICOOU DINÂMICO
  11. 11. Municípios Portugueses(baixa conformidade; boa utilização do SAW)
  12. 12. Municípios Portugueses (baixa conformidade; boa utilização do SAW) • Relação inversa entre ‘A’ e o SAW; • Baixo nível de conformidade ‘A’; ano SAW ‘A’ 2005 19% 15% 2009 38% 2%Universo (2009):Homepage de 307/308 sítios webTAW + eXaminator + validação pericial
  13. 13. Selo de certificação estático ou dinâmico A fiabilidade do logo estático de auto-certificação é duvidosa.• Certificação dinâmica: – O logo dinâmico “Certified Accessibility” da UMIC mostrou maior aderência à realidade. – A publicação de rankings e tops dos melhores gera uma competição saudável – Municípios e Ensino Superior foram exemplo disso em 2006. – Desafios: • Monitorização tipo-filme (constante) VS Monitorização tipo-fotografia (periódica no tempo)? • Como balancear a Validação Automática com a Validação Manual?
  14. 14. MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃOPERICIAL
  15. 15. Web@x 2006 - 2011 The 15 Ministries of Portuguese Public Administration 2006 2011 2006 - 2011 MAI -1- MAI MADRP -2- MADRP MCTES -3- MCTES MC -4- MC MDN -5- MDN MEI -6- MEID ME -7- ME MJ -8- MJ MS -9- MS MF - 10 - MFAP MOPTC - 11 - MOPTC MAOTDR - 12 - MAOTDR MTSS - 13 - MTS MNE - 14 - MNEAverage Score: 3.8 MP - 15 - PCM Average Score: 5.8Sample 2006: Sample 2011:Sites: 333 Sites: 351Pages: 605 Pages: 42010eXaminator tests: 61 eXaminator tests: 61
  16. 16. Por detrás da conformidade (é preciso descer ao patamar dos pontos de verificação / critérios de sucesso) % páginas em que todas as imagens localizadas têm texto alternativo Legenda nas imagens O Melhor PV WCAG1.01 - MAI2 - MADRP3 - MCTES4 - MC5 - MDN6 - MEID7 - ME8 - MJ9 - MS10 - MFAP11 - MOPTC Recolha eXaminator:12 - MAOTDR13 - MTS14 - MNE Sites: 35115 - PCM Páginas: 40853Fonte: UMIC, IP / Maio 11 Imagens: 639877
  17. 17. Por detrás da conformidade (é preciso descer ao patamar dos pontos de verificação / critérios de sucesso) % páginas em que todos os scripts localizados no <body> da página têm <noscript> (i.e. afixado equivalente alternativo) Uso de <noscript> O Pior PV WCAG1.01 - MAI2 - MADRP3 - MCTES4 - MC5 - MDN6 - MEID7 - ME8 - MJ9 - MS10 - MFAP11 - MOPTC Recolha eXaminator:12 - MAOTDR13 - MTS14 - MNE Sites: 35115 - PCM Páginas: 31164Fonte: UMIC, IP / Maio 11 Scripts in body: 185189
  18. 18. Última avaliação Internacional 1º estudo aos 192 Estados-Membros da ONU (1)• Análise a 6 sítios: Portal Governo, Saúde, Educação, Segurança Social, Trabalho, Finanças• Metodologia UWEM - Unified Web Evaluation Methodology (usaram 23/144 testes)• Portugal é 2º em 192 países – Score PT = 2.43%, o que significa que em 100 testes efectuados falharam 2• A Alemanha, que ocupa o 1º lugar, tem um score de 1.28%• Europa - score 24,9% (1) Goodwin, M., Susar, D., Netzio, A., Snapruda, M. & Jensend, C. (Fev. 2011). Global Web Accessibility Analysis of National Government Portals and Ministry Web Sites. Journal of Information Technology & Politics, issue 8: vol. 1, pages 41 - 67. Consultado a 1 Março 2011 em: http://dx.doi.org/10.1080/19331681.2010.508011
  19. 19. Ensino Superior (2010 – principais erros)MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃOPERICIAL - ENSINO SUPERIOR
  20. 20. Javascript dados Ensino Superior Atenção aos Menus principais dos Sítios!92%das páginas têm elementos <script> sem um equivalente alternativo- em 41% das páginas apenas se usam manipuladores de eventos dependentesdo RATO
  21. 21. Cabeçalhosdados Ensino Superior 83% das páginas usam incorrectamente a marcação de cabeçalhos Fonte: UMIC, Junho 2011.
  22. 22. Tabelas dados Ensino Superior75%das páginas usam o elemento <table> para efeitos de layout
  23. 23. Formulários dados Ensino Superior70%dos controlos de formulário não têm uma etiqueta (elemento <label>
  24. 24. Imagens dados Ensino Superior55%das páginas têm TODAS as imagens legendadas11% das páginas têm uma imagem sem legenda34% das páginas têm VÁRIAS imagens sem legenda74%das páginas têm TODOS os botões gráficos legendados19% das páginas têm um botão gráfico sem legenda 7% das páginas têm VÁRIOS botões gráficos sem legenda51%das páginas têm TODAS as áreas do mapa de imagem legendadas
  25. 25. LIDERANÇA DA INICIATIVA
  26. 26. AP Central Portuguesa2010: 75% Homepages em conformidade ‘A’ fonte: FCT / DSI – Unidade ACESSO – julho 2012
  27. 27. AP Central Portuguesa 2010: 75% Homepages em conformidade ‘A’ • Algo de muito positivo se passou entre 2006 e 2008; • O único ano em que a %SAW < ‘A’ é 2002; • Há uma relação directa entre o SAW e a ‘A’;ano SAW ‘A’2002 18% 30%2003 33% 27%2006 31% 24%2008 69% 63%2010 89% 75%Universo (2008 – 2010):333 sítios web de 14 Ministérios + PCMTAW + validação pericial
  28. 28. O que se passou entre 2006 – 2008?• Publicada a RCM nº 155/2007 de 2 de outubro – O que tinha de novo? • WCAG 1.0 explicitamente citada; • Objectivos: – ‘A’ para todos os sites que não tenham serviços transaccionais – até dez 2007; – ‘AA’ para serviços transaccionais – até mar. 2008; • Liderança do processo (Champion): – PCM <- SG Ministérios <- Inst. Públicos – reports mensais • Grupo de trabalho: – UMIC, AMA, CEGER, INR, PCM – Acções de sensibilização; HelpDesk; Difusão de materiais de apoio; disponibilização de ferramentas (TAW, Hera, eXaminator)
  29. 29. CONSULTORIA OU FORMAÇÃOFORMAL
  30. 30. Consultoria ou Formação formal? A consultoria (em fase de desenvolvimento dos sítios) funciona melhor do que a formação formal em sala de aula.• Para uma equipa pequena como é a da ACESSO: – temos optado nos últimos anos mais pela consultoria.
  31. 31. Passos para as WCAG 2.0DOCUMENTAÇÃO EFERRAMENTAS
  32. 32. Documentação e Ferramentas• O que já temos: – (fev. 2009). WCAG 2.0 em português; – (set. 2009). Understanding WCAG 2.0 em português; – (set. 2009). Techniques to WCAG 2.0 em português; – (dez. 2010). Validador AccessMonitor (WCAG 1.0 e 2.0) – www.acessibilidade.gov.pt/
  33. 33. Documentação e Ferramentas• O que vamos ter: – Criação de um sistema de monitorização (fusão de validação automática e manual pericial). – Sessões de esclarecimento / Consultoria
  34. 34. REFERÊNCIA EXPLICITA A TECNOLOGIASWEB OU FÓRMULA GENÉRICA
  35. 35. Referência explicita a Tecnologias Web• Metodologia Google PageRank 100 aplicado à AP Portuguesa revela forte presença de ficheiros PDF – p.e. site da UMIC em 100 páginas, 96 são PDF.• Outros países têm revelado preocupação com ficheiros PDF; – Governo Australiano revela forte preocupação com ficheiros PDF (1) – faz menção explícita ao PDF no seu Guia de Boas Práticas(1) The Australian Government’s study into the Accessibility of the Portable Document Format for people with a disabilityhttp://www.finance.gov.au/publications/pdf-accessibility-study/docs/PDF_study.pdf
  36. 36. DEFINIÇÃO
  37. 37. Definição (I)• Adopção directa das WCAG (ainda mais porque agora é tb norma ISO)• Grupo-alvo (serviço público é diferente de administração pública - central ou local) – AP Central e Local – Instituições de ensino – Banca online – Utilities (EDP, Telecoms) – Media (TV, rádio, jornais) – Comércio electrónico (pertencente a grandes cadeias comerciais)
  38. 38. Definição (II)• Conformidade: Duplo AA até dez. 2015 (em linha com Agenda Digital)• Adoptar Símbolo de Acessibilidade à Web e ligar o selo dinâmico a um sistema de monitorização automático e manual pericial• Necessidade de forte liderança transversal a toda a AP. Liderança ao nível da PCM.• Publicação de rankings sectoriais de Boas Práticas (AP Central, Institutos Públicos, Municípios, …)• Consultoria, Acções de formação e Acções de sensibilização• Localização de Documentação de referência para Português• Desenvolvimento e localização de Ferramentas de validação• Referência explicita à necessidade de se melhorar a acessibilidade dos ficheiros PDF, atendendo à sua forte expressão na AP

×