Aula 02 - AUH582: Internet de Quais Coisas?

804 visualizações

Publicada em

Aula 02 da disciplina Intervenções em Redes Urbanas (espaços cíbridos e expandidos na cidade contemporânea) - Pós-graduação FAU-USP. Profa. Dra. Giselle Beiguelman

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
804
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
254
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Os materiais dos objetos que nos rodeiam são fruto de equações químicas,
    that animates unlike even the most forward-thinking sci-fi film, using nanobots that can shape themselves along programmed paths to become dynamic kitchen fixtures that flex out and fold right back into the wall
  • as pessoas são remodeladas em centros cirúrgicos que nos transformam em compostos de botox, silicone, carne e sangue.
  • A qualquer momento vamos encontrar pedaços de DNA no Google
  • Nossa comida nasce em laboratórios e os cientistas nos prometem um mundo povoado de clones e novos seres artificiais
  • ´EH a era Design Food
  • E das paisagens fabricadas
  • Vivemos mediados por redes sociais, como Twitter e Facebook
  • , e a internet é um dos palcos privilegiados de mobilização política e das relações interpessoais.
  • Não há dúvida. A era do virtual ficou na primeira década do século. O real engole tudo e nos põe no centro de redes interconectadas acessíveis, literalmente, na palma da mão
    Vivemos no mundo do pós-virtual e isso não significa apostar numa volta ao mundo analógico.
  • O mundo da Internet das Coisas já se anuncia no presente, prevendo que todos os objetos do cotidiano estarão conectados às redes e entre si.

  • Estamos no munso da IC e Isso demandará profundas transformações tecnológicas e impõe um amplo espectro de discussões éticas e políticas

  • Não chegamos ainda nessa escala de interconectividade, que deixará nos arquivos da história a definição de internet como uma rede mundial de computadores. Mas ela deverá ser atualizada em breve como rede mundial de computadores, pessoas, geladeiras e tudo mais que nos cerca.
  • 6: 25 19
  • uso cada vez mais comum de etiquetas inteligentes baseadas em códigos de barra com grande capacidade de aramazenamento são um bom indicativo

    Interpretadas pela câmara do celular, por meio de um programa leitor de código, essas etiquetas expandem as informações contidas na legenda de um quadro em um museu, por exemplo, ou em um túmulo, como no jp,
    adicionando conteúdos como textos e links que se abrem para áudio, vídeo e imagens, que são apresentadas na tela do aparelho
  • INFOTATUAGEM DAS CIDADES DO SECULO 21
  • Não invejaremos orelógio faz tudo do dick tracy, nem o spatofone do Agente 86
  • projeto Aphrodite, iniciado em 2000 por Norene Leddy
  • Operar a crítica> obsolecencia, e-lixo
  • 1:32:20 hiperlocatividade e encerro com um video de um projeto meu e de fernando velazquez
  • Aula 02 - AUH582: Internet de Quais Coisas?

    1. 1. Internet de Quais Coisas? AUH5862 – Intervenções em Redes Urbanas (espaços cíbridos e expandidos na cidade contemporânea) Profa. Dra. Giselle Beiguelman Pós-graduação FAUUSP Textos : Hal Foster. Design and Crime G. Beiguelman. Arte pós-virtual
    2. 2. DESIGN> RESISTÊNCIA À INDÚSTRIA [INDIVIDUALIZAÇÃO] ART NOVEAU:
    3. 3. DESIGN É O TODO (OU TUDO) Século 21
    4. 4. Design Total • Design de interiores • Design de exteriores • Design dos corpos • Design de personalidades • Design de crianças • Design de memória histórica
    5. 5. Inflação do Design • Personalização das commodities • Branding (marca x produto) • Centralidade economica das empresas de mídia – “economia política do design” • Produto = dados a serem manipulados • Dissolução das fronteiras entre real/virtual
    6. 6. A OPOSIÇÃO REAL/VIRTUAL É UM ANACRONISMO DO SÉCULO 20
    7. 7. SOMOS SUJEITOS “NODULARES” W. Mitchell
    8. 8. CORPOS EXPANDIDOS
    9. 9. Google Glass. Projeto (2013)
    10. 10. Michael Harboun Living Kitchen
    11. 11. Uli Westphal. The Mutato Project. (2006 - ). http://uliwestphal.de/
    12. 12. San Alfolso del Mar. Resort, Algarrobo, Chile
    13. 13. #Occupy Wall Street
    14. 14. IC = AMBIENTES EM QUE ENDEREÇOS IP ESTARÃO RELACIONADOS A TUDO – DE OBJETOS DE CONSUMO A LUGARES
    15. 15. Pranav Mistry. Sixth Sense Lab
    16. 16. Pranav Mistry. Sixth Sense Lab
    17. 17. Beiguelman, G. e Fleury, M. Suite 4 Mobile Tags. 2009
    18. 18. Norene Leddy. Projeto Aphrodite. (2000 - )
    19. 19. L. Bambozzi. Das Coisas Quebradas. (2013)
    20. 20. Beiguelman, G. e Velazquez, F. Vc Não Está Aqui, 2012
    21. 21. X2T.COM/AUH5862

    ×