VEJA  só  que  títulos! JULIANA BANDEIRA
Deíctico
Deíctico Título com sonoridade interessante
Memória Colectiva e Chavões Capas com títulos que recorrem à memória colectiva e usam chavões
Chavão político utilizado em campanha eleitoral
Glosando cantiga popular
Ciranda, Cirandinha   I  Ciranda, cirandinha,  Vamos todos cirandar,  Vamos dar a meia volta  Volta e meia, vamos dar  II ...
 
Recolha de Juliana Bandeira
<ul><li>13.04.2000 </li></ul>Mais exemplos de deícticos 13.04.2000
 
<ul><li>16.02.2006 </li></ul>16.02.2006
PRONOME  Segundo o prof. Celso Cunha,  pronomes são palavras que servem para representar um substantivo, ou para acompanhá...
DÊIXIS  é a propriedade que têm alguns elementos linguísticos, tais como pronomes pessoais e demonstrativos, de fazer refe...
Quando o pronome demonstrativo é empregado para lembrar ao ouvinte ou ao leitor o que já fora mencionado, pode-se dizer qu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

VEJA só que títulos, Deus meu…!

2.047 visualizações

Publicada em

Trabalho de Juliana Bandeira (aluna brasileira cumprindo programa de intercâmbio com o Instituto Superior Miguel Torga), sobre as manchetes da revista “VEJA”.
Deícticos, memória colectiva, chavões, função anafórica, função endófora…
Trabalho para a unidade curricular de “Arte e Técnicas de Titular” (Curso de Licenciatura em Comunicação Social, 1.º ano, Instituto Superior Miguel Torga, 2006/2007).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt ,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

VEJA só que títulos, Deus meu…!

  1. 1. VEJA só que títulos! JULIANA BANDEIRA
  2. 2. Deíctico
  3. 3. Deíctico Título com sonoridade interessante
  4. 4. Memória Colectiva e Chavões Capas com títulos que recorrem à memória colectiva e usam chavões
  5. 5. Chavão político utilizado em campanha eleitoral
  6. 6. Glosando cantiga popular
  7. 7. Ciranda, Cirandinha I Ciranda, cirandinha, Vamos todos cirandar, Vamos dar a meia volta Volta e meia, vamos dar II O anel que tu me deste Era vidro e se quebrou , O amor que tu me tinha Era pouco e se acabou, III Por isso menina bonita Sai de dentro dessa roda, Diga um verso bem bonito, Diga adeus e vá embora
  8. 9. Recolha de Juliana Bandeira
  9. 10. <ul><li>13.04.2000 </li></ul>Mais exemplos de deícticos 13.04.2000
  10. 12. <ul><li>16.02.2006 </li></ul>16.02.2006
  11. 13. PRONOME Segundo o prof. Celso Cunha,  pronomes são palavras que servem para representar um substantivo, ou para acompanhá-lo, determinando-lhe a extensão do significado. Os pronomes que acompanham o substantivo são chamados pronomes adjetivos ; os que fazem as vezes de substantivo, isto é, vêm no lugar do substantivo, são os pronomes substantivos , conforme a NGB.           Os pronomes podem ser de seis tipos: pessoais , demonstrativos , possessivos , indefinidos , relativos e interrogativos .           Existem também os pronomes de tratamento que não podem ser olvidados, uma vez que muitos concursos, em suas questões, cobram o emprego deles.           Estreitamente relacionados com os pronomes pessoais estão os pronomes possessivos e demonstrativos . Se os pronomes pessoais denotam as pessoas gramaticais, os pronomes possessivos denotam aquilo que cabe ou pertence a elas (posse) e os pronomes demonstrativos , aquilo que delas se aproxima ou se distancia no espaço e no tempo.              
  12. 14. DÊIXIS é a propriedade que têm alguns elementos linguísticos, tais como pronomes pessoais e demonstrativos, de fazer referência ao contexto situacional ou ao próprio discurso, em vez de serem interpretados semanticamente por si sós.             A FUNÇÃO DÊITICA – capacidade de mostrar um objeto sem nomeá-lo – é a que caracteriza fundamentalmente a classe dos pronomes demonstrativos . Ex.: Esta cidade continua, apesar de tudo, a ter aqueles sequestros.              
  13. 15. Quando o pronome demonstrativo é empregado para lembrar ao ouvinte ou ao leitor o que já fora mencionado, pode-se dizer que ocorre a FUNÇÃO ANAFÓRICA ; quando for um conjunto de elementos, FUNÇÃO ENDÓFORA ; ou que se vai mencionar, FUNÇÃO CATÁFORA .             Ex.: A rotina urbana, em hipótese alguma, pode-se comparar com a rotina rural. Esta é marcada pela calma, pelo silêncio, pela paz. Aquela tem como característica a agitação, o barulho, a desordem.          Esta = a rotina rural; Aquela = a rotina urbana.            A ternura não embarga a discrição, nem esta diminui aquela . (MA, OC, I, 1124.)            esta = discrição; aquela = ternura.            O mal foi este : criar os filhos como dois príncipes. (M.T, V, 309.)            este = criar os filhos como dois príncipes (vai ser mencionado = CATÁFORA )            FUNÇÃO EXÓFORA são os pronomes pessoais, advérbio de lugar e de tempo ( eu , esse , ali , agora ) quando fazem referência a pessoa, lugar e tempo, e são decodificados à medida que se sabe quem é o falante, onde se situa espacialmente e quando proferiu o enunciado. Ex.: Na ficção, o autor pelo menos não está neutro, ali cabe a ele decidir que dia é, se chove, se faz sol...

×