A Tranquilidade das Ovelhas

314 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Tranquilidade das Ovelhas

  1. 1. A TRANQÜILIDADE DAS OVELHAS – Rubem Alves
  2. 2. A noite estavaescura, céu semestrelas.De vez emquando ouvia-seo uivo de umlobo bem longe,misturado como barulho dovento.
  3. 3. As crianças reunidas natenda do Mestre Benjaminestavam com medo.Mestre Benjamim sentiu omedo nos seus olhos.Foi então que uma delasperguntou:- Mestre Benjamim, háum jeito de não termedo? Medo é tão ruim!
  4. 4. Mestre Benjamim respondeu: -Há sim... E ficou quieto. Veio então a outra pergunta: -E qual é esse jeito? -É muito fácil. É só pensar como as ovelhas pensam...-Mas como é que vou saber o que as ovelhas estão pensando?
  5. 5. Mestre Benjamim respondeu:-Quando durante a noite, as ovelhas estãodeitadas na pastagem, os lobos estão àespreita. E eles uivam. As ovelhas têm medo.
  6. 6. Mas aí, misturado ao uivo doslobos, elas ouvem a músicamansa de uma flauta. É opastor que cuida delas e nãodorme nunca. Ouvindo amúsica da flauta elas pensam:
  7. 7. Há um pastor que me protege.Ele me leva aos lugares de grama verdeE sabe onde estão as fontes de águas límpidas.Uma brisa fresca refresca a minha alma.
  8. 8. Durante o dia ele me pega nocolo e me conduz por trilhasamenas.Mesmo quando tenho depassar pelo vale escuro damorte eu não tenho medo.A sua mão e o seu cajado metranqüilizam.
  9. 9. Enquanto os lobos uivam,ele me dá o que comer.Passa óleo perfumado naminha cabeça para curarminhas feridas.E me dá água fresca parasarar o meu cansaço.
  10. 10. Com ele não terei medo, eternamente... (Salmo 23, paráfrase)
  11. 11. Mestre Benjamim parou defalar.Os olhos de todas as criançasestavam nele.Foi então que uma delaslevantou a mão e perguntou:-E os lobos? Eles vãoembora? Eles morrem?
  12. 12. -Os lobos continuam a uivar. E continuam a ser perigosos. O pastor nãoconsegue espantar todos eles. E por vezes eles atacam e matam.
  13. 13. Mas as ovelhas, ouvindo a música da flauta do pastordormem sem medo, não porque não haja mais perigo, mas a despeito do perigo. Não há jeito de acabar com o perigo. Mas há um jeito de acabar com o medo.
  14. 14. Coragem é isso: dormir sem medo a despeito do perigo...As crianças voltaram para suas tendas e dormiram sem medo, pensando nos pensamentos das ovelhas.
  15. 15. De vez em quando, lá fora, ouvia-se o uivo de um lobo faminto.Desde então, tornou-se costume contar ovelhinhas para dormir.
  16. 16. Do livro de Rubem Alves: “Perguntaram-me se acredito em Deus”. Editora Planeta, 2007 FORMATAÇÃO: Mima (Wilma) Badan mimabadan@hotmail.com MÚSICA: Dance of the forest Interpretação: Zamphir IMAGENS: Diversos Internet (Repasse com os devidos créditos)

×