Enchentes e deslizamentos... girlaine e fernanda

289 visualizações

Publicada em

Enchentes e Deslizamentos

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
289
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Enchentes e deslizamentos... girlaine e fernanda

  1. 1. ENCHENTES E DESLIZAMENTOS DE TERRA NO RIO DE JANEIRO EM 2011 Colégio Estadual Dr. Roberto Santos Gislaine e Fernanda 3ª Ano b Noturno Pró Mabel Disciplina: Português
  2. 2. O QUE SÃO CATÁSTROFES NATURAIS? • Uma catástrofe natural é um fenômeno da natureza que freqüentemente provoca uma grande destruição natural. • Perda de vida humana e alterações na superfície terrestre
  3. 3. ESTE FATO OCORREU NO RIO DE JANEIRO EM 2011 • Onde tive varias vitimas mortas por causa das enchentes que levou grandes feridos, casas desabadas pessoas desabrigadas e varias crianças órfãs • Esta triste tragédia teve em faixa de mortes.
  4. 4. Enchentes e deslizamentos de terra atingiram o estado do Rio de Janeiro, localizado no Sudeste do Brasil, em janeiro de 2011. Os municípios mais afetados foram Nova Friburgo, Teresópolis, Petró polis,Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto, Bom Jardim e Areal naRegião Serrana do estado.
  5. 5. Táxi soterrado em deslizamento no Rio de Janeiro, que foi inundado pelas chuvas
  6. 6. Abrigo improvisado em um ginásio, para famílias desabrigadas em Teresópolis.
  7. 7. AUSÊNCIA Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto. No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida De repente o céu nublado daquele jeito que faz o dia virar cair a noite de repente... Ai, bateu uma preocupação... Roupa no varal calção janela aberta, menino na escola e o medo da inundação O céu desabou Ah meu Deus! Tomara que eu chegue a tempo Que não deu tempo de chegar não te quero Por que em mim tudo estaria terminado Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados Crianças gritando e sendo levados pela correnteza O desespero! Desesperador das pessoas casas caindo cachorro latindo Parecia que o mundo iria acabar Pessoas que tentaram lutar pela sua vida Ah meu Deus! Tomara que chegue a tempo Que não deu tempo de chegar

×