PCII 
ETEC MONSENHOR ANTONIO 
MAGLIANO 
2014 
Prof. Aloisio
Java Persistence API (JPA) 
Java Persistence API (JPA) é um framework leve, baseado em POJOs, para 
persistência em Java e...
CAMADAS 
Em aplicativos de grande e médio porte é interessante organizá-los em 
camadas. Normalmente estas camadas dividem...
Persistência de Dados 
Entre as alternativas para persistência de dados em sistemas orientados a 
objetos, pode-se citar o...
Modelo O.O. Versus Modelo Relacional 
No entanto, as diferenças entre o modelo orientado a objetos e o modelo 
relacional,...
Mapeamento ORM 
O JPA cuida de forma automatizada e transparente dos problemas de acesso 
ao banco, evitando que seja nece...
Mapeamento ORM 
O Mapeamento Objeto-Relacional com JPA é totalmente orientado por 
metadados. Isso pode ser feito quer pel...
ANOTAÇÕES 
É uma maneira simples e elegante de passar instruções que auxiliam no 
mapeamento e persistência de uma entidad...
ENTIDADE 
Tudo que tiver atributos e relacionamentos e vá ser persistido em um banco de 
dados relacional. 
Classe Aluno a...
PROVEDOR DE PERSISTÊNCIA 
Provedor de Persistência (Persistence Provider). É a implementação das 
interfaces definidas pel...
Linguagem JPQL 
Recuperar dados através de consultas é tão importante quanto o 
armazenamento de dados. Para isto o JPA po...
EXEMPLOS JPA
Crie um projeto chamado ConexaoJPA 
No projeto crie uma pacote: 
br.com.etecmam.conexaojpa
Configure o Conector MySql e o JPA 
1 - Adicione o driver mysql 
(Veja como fazer em aulas anteriores) 
2- Converta seu pr...
Configure o Conector MySql e o JPA
Configure o Conector MySql e o JPA
Crie uma classe chamada Produto 
Crie campos conforme figura
Adicione as anotações JPA ao Produto
Configure o arquivo Persistence.xml
Crie uma classe chamada CriaBanco
Log da Criação do Banco de Tabelas
Crie uma classe chamada PesquisarProduto
Em PesquisarProduto, teste outra maneira de Pesquisar
Crie um Classe chamada AtualizarProduto
Crie um Classe chamada DeletarProduto
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

JPA INTRODUÇÃO

494 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
494
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JPA INTRODUÇÃO

  1. 1. PCII ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO 2014 Prof. Aloisio
  2. 2. Java Persistence API (JPA) Java Persistence API (JPA) é um framework leve, baseado em POJOs, para persistência em Java e Mapeamento Objeto-Relacional (ORM) que surgiu na plataforma Java EE 5. Os POJOs (Plain Old Java Objects) são objetos que seguem um desenho simplificado.
  3. 3. CAMADAS Em aplicativos de grande e médio porte é interessante organizá-los em camadas. Normalmente estas camadas dividem-se em: camada de apresentação, camada de negócios e de persistência.
  4. 4. Persistência de Dados Entre as alternativas para persistência de dados em sistemas orientados a objetos, pode-se citar os bancos orientados a objetos, que deveriam ser a alternativa mais lógica, visto que se comungam o mesmo modelo. Por que não ? ●Tecnologia ainda desenvolvimento ●Incompatibilidade com os sistemas legados das empresas, Assim, na maioria das vezes a escolha recai sobre bancos de dados relacionais que são uma tecnologia madura e confiável.
  5. 5. Modelo O.O. Versus Modelo Relacional No entanto, as diferenças entre o modelo orientado a objetos e o modelo relacional, geram um problema conhecido como incompatibilidade de impedância e é foi para resolver este problema que surgiu o Mapeamento Objeto-Relacional (ORM). O desafio de mapear de um para o outro não está em suas semelhanças, mas nos conceitos onde não há equivalente lógico para o outro. O problema não está na complexidade de um mapeamento único, mas na existência de múltiplas possibilidades, visto que há diversas maneiras de se mapear no modelo relacional.
  6. 6. Mapeamento ORM O JPA cuida de forma automatizada e transparente dos problemas de acesso ao banco, evitando que seja necessária a utilização, ou mesmo o conhecimento de comandos SQL como insert, update e select pelo desenvolvedor, o que proporciona alta produtividade e baixo acoplamento com o modelo de dados.
  7. 7. Mapeamento ORM O Mapeamento Objeto-Relacional com JPA é totalmente orientado por metadados. Isso pode ser feito quer pela inclusão de anotações para o código ou usando XML definido externamente.
  8. 8. ANOTAÇÕES É uma maneira simples e elegante de passar instruções que auxiliam no mapeamento e persistência de uma entidade e são embutidas nos bytecodes e lidas em tempo de execução. No caso do JPA são lidas na inicialização do sistema. Anotação Descrição @Entity Define o POJO, indicando o conceito a ser persistido. @Transient Informa que o atributo não será persistido. @Column Usado quando o atributo não possui o mesmo nome que o campo da tabela. @Id Quanto o atributo será o identificador do objeto. @Table Permite definir o nome da tabela diferente do nome da classe @OneToOne Define o relacionamento um-para-um @ManyToOne Define o relacionamento muitos-para-um @OneToMany Define o relacionamento um-para-muitos @ManyToMany Define o relacionamento muitos-para-muitos @Inheritance Permite utilizar herança.
  9. 9. ENTIDADE Tudo que tiver atributos e relacionamentos e vá ser persistido em um banco de dados relacional. Classe Aluno anotada como entidade
  10. 10. PROVEDOR DE PERSISTÊNCIA Provedor de Persistência (Persistence Provider). É a implementação das interfaces definidas pela JPA, que é apenas uma especificação, como exemplos pode-se citar: ●Oracle TopLink ●Hibernate ●Apache OpenJPA, ●EclipseLink ●Etc.
  11. 11. Linguagem JPQL Recuperar dados através de consultas é tão importante quanto o armazenamento de dados. Para isto o JPA possui a JPQL (Java Persistence Query Language), uma linguagem de consulta ORM que opera sobre classes e objetos, diferente do SQL que opera sobre tabelas.
  12. 12. EXEMPLOS JPA
  13. 13. Crie um projeto chamado ConexaoJPA No projeto crie uma pacote: br.com.etecmam.conexaojpa
  14. 14. Configure o Conector MySql e o JPA 1 - Adicione o driver mysql (Veja como fazer em aulas anteriores) 2- Converta seu projeto para JPA: 2.1 Configure – Convert to JPA Project
  15. 15. Configure o Conector MySql e o JPA
  16. 16. Configure o Conector MySql e o JPA
  17. 17. Crie uma classe chamada Produto Crie campos conforme figura
  18. 18. Adicione as anotações JPA ao Produto
  19. 19. Configure o arquivo Persistence.xml
  20. 20. Crie uma classe chamada CriaBanco
  21. 21. Log da Criação do Banco de Tabelas
  22. 22. Crie uma classe chamada PesquisarProduto
  23. 23. Em PesquisarProduto, teste outra maneira de Pesquisar
  24. 24. Crie um Classe chamada AtualizarProduto
  25. 25. Crie um Classe chamada DeletarProduto

×