Manual contagem carboidratos

2.577 visualizações

Publicada em

contagem carboidratos

Publicada em: Alimentos
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.577
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual contagem carboidratos

  1. 1. Manual de Contagem de Carboidratos
  2. 2. Autores Rodrigo Nunes Lamounier Endocrinologista o CRM-MG 31.293 Doutor em Endocrinologia pela Faculdade de Medicina da USP Prof. Visitante da Fac. Medicina da Universidade da Pensilvânia (UPenn), Filadélfia, EUA Médico Assistente Clinica de Endocrinologia Hospital Mater Dei Diretor Clinico do Centro de Diabetes de Belo Horizonte (CDBH) Débora Bohnen Guimarães Nutricionista - CRN-MG 04101334 Especialista em Nutrição Clinica Nutricionista do CDBH Nutricionista do Ambulatório de Diabetes tipo 1 da Santa Casa de Belo Horizonte Marcella Lobato Consoli Nutricionista 0 CRN-MG 101512 Mestre em Ciência de Alimentos pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Doutoranda em Nutrição pela Faculdade de Medicina da UFMG Nutricionista do CDBH cdbh ühvúülàúil Nosso FOEU E A SAÚDE Material Cientifico e Educativo produzido pelo Centro de Diabetes de Belo Horizonte (CDBH)
  3. 3. Prefácio O tratamento do diabetes é algo desafiador Especialmente no diabetes tipo l o controle glicêmico adequado depende de complexa interação entre dose de insulina, ingestão alimentar e ainda a prática de exercicios físicos. Antes, prevalecia o conceito da "dieta do diabético": “não pode isso, não pode aquilo. " i/ las o que se busca com o tratamento? Saúde? lVIas o que é saúde, senão um estado de espírito, a capacidade de uma pessoa de encarar a vida, com tempo, energia e disposição para perseguir seus sonhos, alavancar projetos, lidar com as frustrações A saúde não é um objetivo de vida em si, mas a ferramenta necessária para alcançá-los. O ato de alimentar-se é a essência da noção do conceito de saudável O controle glicêmico é também um meio de buscar saúde no tratamento, com menos restrições, mais equilíbrio e responsabilidade O mais moderno no tratamento é fazer dele uma capacitação da pessoa com o diabetes para o auto~ cuidado, para gerenciar seu tratamento e II' em frente. A técnica de contagem de carboidratos é aceita por diversas instituições, como a Associaçao Americana de Diabetes (ADA) e a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), como uma ferramenta muito importante para a melhora do controle glicêmico e da adesão do paciente ao tratamento Correlacionar a quantidade de carboidratos ingerida com a dose de insulina a ser aplicada, além de ser algo bastante lógico ao olhar da pessoa com diabetes, permite maior flexibilidade na escolha dos alimentos e faz do suieito o principal ator do seu próprio tratamento Para sua aplicabilidade, e importante um treinamento inicial e um período de adaptação, além de dedicação e disponibilidade do paciente e da equipe (médicos e nutricionistas), especialmente no momento inicial. Apresentamos este manual como uma ferramenta prática, eesperamos que auxilie no melhorcontrole da glicemia e no uso de insulina dentro de sua rotina diária de atividades, contribuindo para que a pessoa com diabetes esteja sempre apta e disposta para as mais diversas atividades e desafios que a vida lhe oferecer. Rodrigo Lamounier
  4. 4. Índice A nova pirâmide alimentar . ... ... ... ... ... ... . . . 08 Como funciona a contagem de carboidratos . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. 19 Escolhas de alimentos para tratamento de hipoglicemia . ... ... ... ... ... .. . . 26 Aprendendo a ler os rótulos . ... ... ... ... ... .. . . 27 "Diet" e "Light": entenda a diferença. .., 31 Medidas caseiras . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . . 33 Tabela de contagem de carboidratos . ... . . . 37 Nota dos autores . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . . 78
  5. 5. A nova pirâmide alimentar Álcool Enem miami lpreñiiovlnholhtnl Comum¡ com modernçno Wgms Ricos Efi' mai-mas e horas suma : rn abzmdãncn cereais img-ni¡ wc, max, rnnssn . i ñbm consuma nn maioria das vetniçõnu Humans e Carnes VETEÍMS mms em gorrhiras e calorias consuma esporadicamente ÀÇIFAIES, lotes Cereais Reinado! , bitaias e relligeranles Bans cm caiorias Pobres err¡ nutrientes. Construa esporadicamente lecrlclnio; au uiplementaçño de cálcio nim uniram/ m e como (ont: oor maduro; magias! rm . ui- l l . . y . um. e l Pe xa, mes. Mes a ? mtos do mar Rins em . .mem e gain-as consuma 0 a 2 vezes no da . egninnosas, Legumes e Olezginasas , . Picos em viram; n fbris p¡ ee- consuma l a a vezes 1m u. . l n11¡ Ricos em virar-rings e Ebm: lsemre are rossi/ el. cairia com a izsca¡ rnnsuma 7 a 'i vous an --ia Azeite, óleos Vegetais lmnolanoh, miinagirassol. airiendoim n outro) : um en¡ anima PHi-ivuuwrodn Consumo na maioria das : eleiçoes Pratiqu- exndclo¡ nico¡ flúllamnnh “dedo-n om ¡hndàncla
  6. 6. A pirâmide alimentar é um guia com noção de proporcionalidade entre os grupos alimentares e quantidade dos alimentos que devem ser consumidos ao longo do dia. Ela foi desenvolvida para orientar as pessoas a fazer escolhas alimentares saudáveis incentivando uma alimentação rica em nutrientes funcionais (com funções benéficas à saúde), além de estimular uma postura fisicamente ativa todos os dias O grupo dos carboidratos inclui pães, cereais, farinhas, biscoitos integrais, arroz e massas São os chamados alimentos energéticos, ricos em carboidratos complexos, cuja absorção ê mais lenta que a do açúcar simples. A nova pirâmide reforça a importância dos cereais integrais, ricos em fibras, deixando pães, cereais, arroz e massas integrais na base e pão branco, arroz branco, batatas, massas comuns e farinhas refinadas no ápice, emparelhados com os doces que devem ser consumidos com moderação. Os vegetais (verduras e legumes) e as frutas são alimentos reguladores, sendo fontes de vitaminas, minerais e fibras e seu consumo diário é importante para o bom funcionamento do organismo Esses alimentos possuem, em sua composição, os fitoesterõis e antioxidantes, que ajudam a reduzir o colesterol LDL (ruim) e neutralizam os radicais livres diminuindo o envelhecimento das células Os alimentos construtores são requeridos pelo organismo em menor proporção, mas não em menor importância, são aqueles ricos em proteínas As proteínas podem ser animais (carnes, ovos, peixes e aves) e vegetais (feijões, soja, leguminosas em geral) e ainda proteínas animais ricas em cálcio (leite, queijo, iogurte) Na nova pirâmide houve desmembramento de mais um setor dos alimentos construtores As carnes brancas de 0 frango e peixe juntaram-se aos ovos como incentivo a escolha, na parte mais baixa da pirâmide. As carnes vermelhas foram para o topo indicando consumo moderado juntamente com a manteiga, por serem alimentos ricos em gorduras saturadas Óleos vegetais de boa qualidade como azeite de oliva, óleo de canola, milho, girassol e soja ganharam espaço na base da pirâmide por serem ricos em gorduras polinsaturadas, monoinsaturadas e os chamados õmegas que ajudam o sistema cardiovascular e o controle dos lipídeos sanguíneos (colesterol). Em outras palavras, a nova pirâmide salienta que nem todos os carboidratos são bons e nem todas as gorduras são más. Duas outras grandes novidades da nova pirâmide alimentar são e Um degrau exclusivo para as oleaginosas e leguminosas (castanhas, nozes, amêndoas, feijões e soja), que são fontes de proteinas vegetais, gorduras insaturadas (ômega 3), selênio, vitaminas antioxidantes, e fibras, - Uma dose de vinho tinto (100 ml). O consumo moderado de etanol produz efeito cardioprotetor, principalmente pelo aumento nos níveis de HDL (bom colesterol). O vinho tinto, alem de conter etanol, é rico em polifenõis ou compostos fenólicos, que estão presentes nas cascas e nas sementes das uvas vermelhas e comprovadamente possuem atividade antioxidante. Atenção: o beneficio só ê visto com o consumo leve do álcool¡ A ingestão excessiva, acima dessas quantidades recomendadas, pode trazer sérios prejuízos à saúde 0
  7. 7. Entendendo o efeito dos nutrientes na glicemia com a Pirâmide Alimentar A alimentação de quem tem diabetes segue os mesmos padrões das recomendações nutricionais para a população geral, podendo ter como guia a mesma pirâmide alimentar da dieta saudável O termo "dieta para diabetes" está em desusol A prioridade nutricional é escolher bem os alimentos no dia a dia, ingerindo mais alimentos naturais como vegetais, frutas frescas, cereais integrais e laticínios desnatados, e menos alimentos ricos em gorduras saturadas e açúcar simples. A escolha e a quantidade que se ingere de cada alimento são a chave para uma alimentação saudável. Os alimentos são ricos em nutrientes Cada grupo a imentar tem seus nutrientes específicos. Alimentos ricos em carboidratos devem fornecer50 a 60% da nossa energia diária, são a base de uma alimentação adequada. No entanto, são os que mais afetam a glicemia. Por isso deve-se ter bastante a enção na quantidade e na fonte do carboidrato a ser ingerido. Lembrando-se que o mais importante, para o aumento da g icose, é a quantidade de carboidrato. O carboidrato é o nutriente diretamente relacionado à glicemia põs-prandial (em geral medida 2 h após início da refeição). 100% do carboidrato ingerido é convertido em g icose sanguínea entre 15 minutos e 2 horas após a ingestão. Esse porcentual para as proteínas é de 35 a 60% com tempo maior de absorção, variando de 3 a 4 horas. As gorduras têm menor efeito na elevação da glicose sanguínea, com absorção anda mais lenta (Fig. l) O conteúdo de gorduras de uma Q refeição pode, inclusive, contribuir para lentificar a absorção do carboidrato Apesardo efeito menor na glicemia em relação ao carboidrato, a ingestão exagerada de proteínas e gorduras pode também levar a hiperglicemia (aumento da glicose). Os carboidratos podem ser simples ou complexos. Os carboidratos simples (í ou 2 moléculas de glicose) são moléculas menores que dispensam processos digestivos demorados, já os carboidratos complexos (mais de 3 moléculas) como o amido, por exemplo, demandam digestão e quebra das moléculas para ficarem na forma simples e serem absorvidas. Figura 1: Efeito dos nutrientes na glicemia. 15 min - 2h 3 -4h I 5h _ _ Í. carboidrato Proteína Gordura 100% 60% 10% Forcentual de conversão em glicose Fonte: Material didatico elaborado pelo CDBH.
  8. 8. As fontes dos diferentes tipos de carboidratos são Simples : açúcar, doces, frutas, leite e iogurte. Complexos : massas, arroz, batata, mandioca, farinhas, pães etc Portanto, é sabido que a prioridade é quanto, em gramas de carboidrato, é ingerido e não a fonte (Fig 2). lvlas a escolha do carboidrato para cada situação pode ajudar no controle glicêmico Como? Levando em consideração o índice glicêmico (IG) dos alimentos' Toda vez que se ingere carboidratos, estes entram na corrente sanguínea com diferentes velocidades O IG permite diferenciar os carboidratos e classificã~los de acordo com a velocidade com que são absorvidos e entram no sangue Carboidratos com baixo IG atingem a corrente sanguínea de forma lenta e contínua promovendo maior estabilidade da glicemia Por isso, deve-se dar preferência aos alimentos que tenham IG menor que 60. O iG é influenciado por diversos fatores, como maturidade do alimento, quantidade de fibra e gordura que possui o alimento, o que foi ingerido Juntamente com ele, digestão de cada pessoa e se o alimento é refinado ou processado Isso dificulta o uso deste conceito na prática diária. lvlas alguns princípios podem ser seguidos como - alimentos ricos em açúcar e os refinados ou processados tendem a ter maior IG - alimentos ricos em fibras e gorduras tendem a ter menor IG. Contudo a escolha de alimentos ricos em gorduras Figura 2: Efeito na glicemia de acordo com a qualidade de alimento ingerida. . E e . ê t» a 'u D uu LP E e IU › Quantidade de carbaidvat; 14 a ía g 42 g Fonte: imaterial didatico elaborado pelo CDBH. não é a melhor Por isso o melhor é investir nas fibras e usar o bom sensol Como referência de comparação, a tabela a seguir classifica os alimentos quanto ao índice glicêmico, tendo como referência o pão branco (IG:100)
  9. 9. no_ í Kit. .umçt-. ii-. iatuctii : sr . tio V, i im. ;im . «UE ; E Ameixa 55 Aveia 78 Batata assada 121 Cereja 32 Arroz branco 81 Batata cozida em vapor 93 Damasco seco 44 Arroz integral 79 Batata frita 107 Ervilha seca 56 AII bran 60 Beterraba 91 Frutose 32 Batata doce 77 Bolo 37 Grão de bico 47 Banana 83 Biscoitos 90 Grão de cevada 49 Cenoura 70 Cookies 90 Iogurte com açúcar 48 Chocolate 84 Corn flakes 119 Iogurte com adoçante 27 En/ ilha fresca 68 Cream cracker 99 Leite desnatado 46 Feijão cozido 69 Croissant 95 Leite de soja 43 Grão de centeio 71 Farinha de centeio 92 Leite integral 39 Inhame 73 Farinha de cevada 95 Lentilha 38 Kiwi 75 Farinha integal 99 Maçã 52 Laranja 62 Fubá 93 Nozes 21 Macarrão 64 Glicose 133 Pera 54 Manga 80 Mandioca 115 Soja 23 Müsli ao Mel 104 Sopa de Tomate 54 Pão de centeio 78 Melancia 103 Suco de maçã 58 Pêssego 60 Milho 93 Pipoca 79 Pão branco 100 Sorvete light 71 Pão francês 135 Sorvete 87 Pão de hambúrger 87 Suco de abacaxi 66 Pão integral 97 Suco de laranja 74 Passas 91 Uva 66 Pizza de qieijo 35 Tapioca 115 Trigo branco 101 Sacarose 87 k o; Fonte/ Adaptação FAOIWHO, 1998.
  10. 10. Quando se considera tanto a quantidade de carboidratos ingerida quanto o índice glicêmico dos alimentos, têm-se o conceito de CARGA GLICEMICA. O tipo de alimento e a quantidade consumida é o que determina o quanto e quão rápido a glicemia se elevará. Como funciona a contagem de carboidratos A terapia de contagem de carboidratos (CHO) é um método que leva em conta o total de ca rboidratos consumidos por refeição. Dentre os métodos de contagem de CHO existem dois que são amplamente utilizados' 1. Método de substituições ou Lista de equivalentes: Os alimentos são agrupados de forma que cada porção do alimento escolhido pela pessoa corresponde a 15g de carboidrato (podendo variar de 8 a 22 gramas) Veja o exemplo abaixo illiiiêfiifi 1 fatia de pão de forma 1 copo duplo de leite desnatado 1 fatia de mamão 14 gramas 12 gramas 16 gramas Tabela 1: Exemplo de cardápio segu-ido contagem de carboidratos pelo método de substituição (ou escolhas)
  11. 11. 2. Método de contagem em gramas de carboidratos: A contagem por gramas consiste em somar os gramas de carboidratos de cada alimento por refeição, obtendo-se informações em tabelas e rótulos dos alimentos. É importante lembrar que o peso do alimento (em gramas) é diferente do peso (também em gramas) de carboidratos daquela porção Razão insulina / carboidrato É a relação entre a quantidade de insulina rápida ou ultrarrápida a ser aplicada em função da quantidade de carboidratos por refeição (bolus de alimentação). Essa razão pode ser mais bem definida de acordo com a monitoração glicêmica e com a evolução das glicemias pós-prandiais. Exemplo: Café da manhã. Razão insulina/ carboidrato de 1U/15g, ou 1U para cada escolha (15g) de CHO. Carboidratos gramas (método 2) 1 copo de leite (240 ml) 2 fatias de pão integral 2 pontas de faca de margarina 1 kiwi médio Café com adoçante TOTAL 45 gramas Unidades de insulina 3 UI Tabela zzExemplo de cardápio segindo contagem de carboidratos pelo método de gramas.
  12. 12. Pode-se observar a comparação entre os dois métodos na tabela abaixo Substituição de Carboidratos carboidratos gramas imétodo 1) (método 2) 1 copo de leite (240 ml) 2 fatias de pão integral 2 colher de chá de margarina 1 kiwi médio 1 1 Café com adoçante O TOTAL 45 gramas Unidades de insulina 3 UI 3 UI L Tabela 3: Comparação dos dois métodos de contagem de carboidratos: substituição (escolhas) vs gramas. ê Qual o melhor método? O método de contagem por gramas de carboidrato oferece informações mais precisas porque considera o peso ou medida dos alimentos, assim como informações de embalagens e tabelas de referência. Entretanto, estimar carboidratos por substituições é mais simples e preserva as informaçoes mais importantes. Cada pessoa apresenta necessidades diferentes e pode ter indicação de um ou de outro método, sendo que muitas vezes eles podem ser utilizados ao mesmo tempo Conversando com seu médico e nutricionista, vocês irão definir o melhor método. Definindo a dose de insulina às refeições Ao se definir a dose (ou bolus) de insulina antes da refeição, deve-se considerar dois componentes principais, o bolus de alimentação e o bolus de correção. Fator Sensibilidade (FS) Estima o quanto 1 unidade de insulina rápida ou ultrarrápida diminui a glicose no sangue. O médico é o responsável por fazer o cálculo do seu fator de sensibilidade.
  13. 13. ;a Ennio: de Alimentação (BA) É a quantidade de insulina rápida ou ultrarrápida que o organismo necessita para metabolizar a quantidade de carboidratos consumida em uma refeição BONS de Correção (BC) É a quantidade de insulina rápida ou ultrarrápida necessária para a correção da glicemia antes das refeições, calculada de forma individual por meio do fator de sensibilidade (FS) Íaligil; i_lv; › BC Glicemia do momento - meta de glicemia FS L rrirnwrtancia das fibras Como mencionado, as fibras pertencem ao grupo dos carboidratos, mas não são digeridas e absorvidas como os demais da sua referida classe. Entre as funções das fibras está seu poder de tornar a absorção da glicose mais lenta Alguns vegetais como os dos grupos A e B (ver tabela) não necessitam de quantificação de seus carboidratos, porapresentarem menor quantidade de CHO que os demais alimentos e possuírem alto teor de fibras Exceção deve ser feita quando for ingerido mais que 4 colheres de sopa de vegetais A ou B por refeição ç 'fait-amu Then-abri: 'film-mlk Lñliliêliiilâl 7 Abóbora verde, Abóbora moranga, Batata baroa, Folhas verdes, Beterraba, Batata inglesa, Couveflor, Repolho, Cenoura, Batata doce, Cará, Brócolis, Berinjela, Chuchu, Nabo, Mandioca, Inhame, Pepino, Tomate, Vagem, Quiabo. Milho verde. Pimentão, Rab anete, Palmito, Cebola, Jiló, Abobrinha, Pode-se comer açúcar e doce: O uso de açúcares e doces deve ser feito com moderação É importante alertar que eles não possuem fibras, vitaminas ou minerais e, além disso, mesmo que em pequenas porções, contêm muitas calorias, podendo levar ao ganho de peso Quando for ingerir açúcar ou algum doce, consulte sempre sua tabela de gramas de carboidratos e faça o uso da insulina correspondente
  14. 14. Escolhas de alimentos para tratamento de hipoglicemia Na presença de glicemias inferiores a 60mg/ dL, deve~ se por em prática a regra dos 15' ingerir 15g de carboidrato, esperar 15 minutos e medir a glicemia novamente “Emilia-m . I-Ríltc-il-Jxwñiilgllzé: itzunigftihnfiinl-Jlfl-xsñ-h ' X . 1 colher de sopa rasa de açúcar em 1 copo d'água 1 sachê de açúcar líquido instantâneo - Gli Instan® (Lowçúcar) 3 balas moles 3 sachês ou 1 colher de sopa de mel 150 ml de suco de laranja ou melanda 1 fatia grande de melancia 150 ml de refrigerante comum 150 ml de suco artificial com açúcar (ex: Tang) 1 pedaço pequeno (15g) de rapadura 1 unidade de bananinha comum 2 colheres de sopa de leite condensado * 3 biscoitos waffer * 1 bombom Sonho de Va| sa® l Serenata de amor® l' 2 chocolates Alpino® * 1 barra de chocolate de 30g * 3 brigadeiros pequenos " *a presença de gordura nestes alimentos pode aumentar o tempo para resolução de hipoglicemia. Aprendendo a ler os rótulos Os rótulos dos produtos industrializados nos dão muitas informações importantes, como quanto de energia possui o alimento, quanto de carboidratos e de outros nutrientes Para a contagem de carboidratos, basta observar o tamanho da porção sugerida no rótulo e fazer o cálculo de carboidratos correspondentes ao quanto foi ingerido. O rótulo abaixo se refere a uma embalagem de biscoito recheado Um exemplo para aprender a ler rótulos
  15. 15. ;o *uma aiutturasqimr ãlíiu_ j-IÊP-; dliañ E › vuinn-m-rov @riu- Nutrientes Quantidade %VD* na porção na porção Valor Calórico 144 kcal 7 Carboidratos 21 g 7 Proteínas 1,8 g 2 Gorduras Totais 5,7 g 10 Gord. Saturadas 1,5 g 7 Gord. Trans 2,1 g a l-'ibra Alimentar 0 g 0 Sódio 80 mg 3 *Valores Diários de referencia com base em uma dieta de lüüükcal ou 8.400ki. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. Ingredientes: farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, açúcar, gordura vegetal, amido ou creme de milho, açúcar imerudo, cacau, sal, corante caramelo, fermentos químicos: bicarbonato de amônio, bicarbonato de sódio, pirofosfato ácido de sódio, estabilizante: leciona de 501a, aromatizai-ite. Deve-se observar primeiro o tamanho da porção sugerida Neste exemplo são 30g, o que equivale a 2 e V¡ biscoitos recheados Atenção Os dados que devem ser considerados são os da coluna que indica quantidade por porção (2a coluna) e não da %VD na porção (33 coluna) A coluna °/ o/ D indica quanto representa aquela porção indicada na 2** coluna, em relação ao que é considerado como ingestão adequada de cada nutriente, considerando uma dieta de 2000 kcal/ dia. Por exemplo, uma porção do biscoito (30g) tem 144 kcal (2a coluna), o que representa 7% das 2000 kcal usadas como referência As necessidades nutricionais de uma determinada pessoa podem ser maiores ou menores e estão de acordo com idade, sexo, peso e atividade fisica Para as pessoas que fazem contagem de carboidratos é muito importante que se tenha a exata noção do tamanho da porção. Por exemplo, se a pessoa comeu 5 biscoitos recheados, segundo o rótulo desse exemplo ela terá ingerido 42 gramas de carboidratos e não 21 gramas como está no rótulo, pois o rótulo se refere a uma porção de 2 e i/ z biscoitos Para analisar o alimento como um todo, levando em consideração se ele é saudável ou não, deve-se observar também outros nutrientes na tabela nutricional, como calorias, gorduras e sódio Alimento rico em caloria ; iu “ Õíltlulkldl' É importante reconhecer se um determinado produto é rico em calorias com base na sua alimentação habitual Um alimento é dito “rico em gorduras" quando o valor da gordura total ultrapassa 3g para cada iSg de carboidratos, o que acontece no exemplo do biscoito. O alimento em questão contém também gorduras saturadas e trans, as quais podem afetar os níveis de colesterol A tolerância da Organização Mundial de Saúde para ingestão de gorduras trans é de até 2g/ dia. Em nosso exemplo ha 2,1 g em 2 e V2 biscoitos Ou seia, iá ultrapassa a recomendação diária de ingestão de gordura trans somente com essa porção deste biscoito recheado Em nosso exemplo há Og de fibra e 80mg de sódio por porção. Deve-se considerar a importância dos alimentos ricos em fibras e da necessidade de controlar a ingestão de sódio 37+
  16. 16. Mas atenção: fibras e sódio devem ser analisados como escolha do alimento somente após a análise dos parâmetros já ditos anteriormente - carboidratos e calorias Pode-se ainda analisar os ingredientes procurando gorduras e açúcar. Exemplo do biscoito recheado Ingredientes: fzinha de trigo enriquedda com ferro e ácido fólico, açúcar, gordura vegetal, amido ou creme de milho, açúcar invertido, cacau, sal, corante caramelo, fermentos químicos. bicarbonato de amônio, bicarbonato de sócio, pirofosfato áúdo de sóiio, estabilizante: lecitina de soja, aromatizante. "Diet" e "Light": entenda a diferença Os termos "DIET" e "LIGHT" foram criados para facilitar e ajudar na identificação de diferentes tipos de alimentos Os alimentos diet se destinam a grupos populacionais com necessidades específicas e significa que o produto é isento de um determinado nutriente. É importante que fique claro que nem todos os alimentos diet apresentam diminuição significativa na quantidade de calorias e, portanto, podem não ser adequados para pessoas que querem emagrecer. Um exemplo clássico é o chocolate diet que apresenta teor calórico próximo do chocolate normal. O chocolate diet pode ser indicado para as pessoas com diabetes, pois é isento de açúcar (carboidrato de absorção rápida), mas não para as que desejam reduzir o peso já que tem maior adição de gordura. Já o produto light é direcionado a pessoas que buscam uma alimentação mais saudável e apresenta redução mínima de 25% em determinado nutriente ou calorias quando comparado ao produto convencional A redução de calorias pode vir da diminuição no teor de qualquer nutriente (carboidrato, gordura ou proteina)
  17. 17. Veja o eaerzigili : › attiaixc» Balas sem açúcar Capuccino sem adição de açúcar ma¡ _ _ , Geleia sem adição de açúcar Biscoito waffer sem adição de açúcar L Bolo light v com teor reduzido de açúcar Açúcar light - com teor reduzido de açucar e inclusão de adoçante mm¡ Margarina light - com teor reduzido de gordura Refrigerante light ~ com teor reduzido de calorias pela retirada do açúcar (pode ser chamado também de diet) PARA MINIMIZAR AS DÚVIDAS, NA HORA DA COMPRA, DEVE-SE SEMPRE LER OS RÓTULOS DOS ALIMENTOS! Banana grande: Sem casca: 88g (om casca: l30g “. _._/ 4 colheres de sopa ou um pegador* 100g Medidas caseiras i * l i / . Banana média: Banana pequena: Sem casca: 55g Sem casca:40g (om cascazBüg (om casca: 55g k”%'_/ “ Pa; Z colheres de sopa ou l colher de sopa: 25g uma colher de servir: 50g
  18. 18. l colher de sopa: i 5g 6!: É te¡ F3'- “alga 4,. . _ 1 . ~ é? b 222.43%? Jg'. tn. ; . E. créu? ;S335 @eo _o . ã Faria Faria média: grande: i60g ziog x , l colher de servir ou um pegador: 30g 1 escumadeira: 50g l fatia média:40g l"dedo" ou 5X5 cm / n iii) ' lj Col. café 'l l Colher de chá l: _ Col. sobremesa / f Colher de sopa Colher de servir
  19. 19. ,ç 'gi ç XL “a Copo americano Copo duplo r TABELA DE CONTAGEM l l DE CARBOIDRATOS 9o*
  20. 20. 'V . 'I= ¡¡¡; jiu= r;i¡: l-1d= _il[çi~ l'll= l¡ . es-emma "litüllhiirwiltliiiihçlnt út-: híhnmrsw-«ftni #um 12kg¡ y ailiiãxaa-ir-n mtiiirânqiit-ss , Qualis Abóbora moranga 1 colher de sopa 3 Beterraba 1 colher de sopa 14 Abobrinha 1 colher de sopa 4 Brócolis 1 colher de sopa 10 1 Acelga 1 prato de sobremesa 60 11 Cebola l colher de sopa 10 ll Agrião 1 prato dieio 80 14 Cenoura 1 colher de sopa 15 7 Aipo inteiro (picado) 1 colher de sopa 10 2 Chicória 1 colher de sopa 20 18 Alcachofra 1 unidade média 80 40 Chuchu 1 colher de sopa 15 4 Alface 1 prato sobremesa 30 5 Cogumelo em conserva l colher de sopa 27 5 O Alho 3 dentes pequenos 3 4 Couve 1 folha média 20 10 2 Alhoporó 1 colher de sopa dieia 10 4 Couveflor 1 colher de sopa 25 6 1 Almeirão 1 prato de sobremesa 3D 7 1 Couve~flor à milanesa l ramo médio 90 11 Aspargo em conserva 1 unidade média 8 2 0 Escarola 1 prato raso 100 3 Batata barôa (mandioquinha) 1 colher de sopa 35 36 9 Espinafre 1 colher de sopa 25 1 Batata doce 1 colher de sopa 30 31 7 Inhame l colher de sopa 22 6 Batata inglesa cozida l colher de sopa 30 26 6 Jiló l colher de sopa 30 2 Batata inglesa frita 1 colher de sopa 15 42 5 Mancioca (Aipim) l pedaço pequeno 50 13 Batata palha 1 colher de sopa 23 2 Mandioca cozida 1 colher de sopa rasa 20 5 Batata "sauté" 1 colher de sopa 25 37 4 Mc Fritas grande® 1 pacote 56 Brócolis cozido (picado) 1 colher de sopa dieia 10 2 2 Mc Fritas média® 1 pacote 39 Caldo de mandioca 1 concha média 150 312 21 Mc Fritas peqiena® 1 pacote 28 Cara cozido 1 colher de sopa 25 29 7 Mc Premium Salad® 1 porção e 4 Berinjela 1 fatia média 20 6 l Mc Premium Salad Crispy® 1 porção 12 @é
  21. 21. 'l "liril-_inryñll-¡itlllsr-. Le Ílltííhbv-; Éñíízflm : l-an» [hall @ELF v ! Kaká-lira ñrbiit-n 1'¡ 1745mb winx-mol › ? allllilãíqilt-L-u buullê Q? f_ _r Mc Premium Salad Gri| l® l porção 224 4 ActimeI® l frasco 100 80 13 Mc Salad Shaker® 1 porção 23 1 Chandelle d1oco| ate® 1 copinho 110 157 23 Mini Mc Salad Shaker® 1 unidade 40 3 Cream cheese Danúbio® l colher de chá 9 32 0 Milho verde - espiga 1 espiga gande 100 138 28 Cream cheese | ightDanúbio® 1 colher de chá 9 17 0 Milho verde conserva 1 colher de sopa 15 15 3 Coalhada 1 colher de sopa 30 77 2 Mostarda (folha cozida) 1 colher de sopa 45 8 l Creme de leite 1 colher de sopa 15 37 0 Nabo l colher de sopa 20 4 1 Creme de leite light 1 colher de sopa 15 25 0 Palmito 1 unidade média 100 18 4 Cremutcho® 1 colher de sopa 10 65 0 Pepino 1 unidade média 100 13 3 Danette choco| ate® 1 copinho 110 166 25 Pimentão 1 colher de sopa 8 2 0 Danoninho® 1 potinho 45 67 8 Pinhão cozido l unidade média 10 17 4 Iogirte Aclivia 1 potinho 100 110 16 Quiabo 1 colher de sopa 20 6 1 Iogme Aclivia light l potinho 100 62 11 Rabanete 1 unidade méiña 12 2 O Iogirte Acúvia natural 1 pote 170 132 12 Repolho 1 colher de sopa 12 3 0 Iogirte com mel 1 potinho 100 98 15 Rúcula 1 prato de sobremesa 100 17 2 Iogirte Corpus light® 1 potinho 100 42 7 Salada de legimes 1 colher de sopa cheia 30 25 4 Iogurte Corpus light® 1 garrafinha 170 56 9 Seleta de legumes 1 colher de sopa 20 15 3 Iogirte Dan'up 1 garrafinha 180 157 28 Taioba (folha) 1 colher de sopa 20 7 1 Iogxrte de frutas (média) 1 potinho 100 90 17 Tomate l unidade pequena 50 10 2 Iogirte de frutas diet (média) 1 potinho 100 42 7 Vagem 1 colher de sopa 15 5 l Iogme fruta e cereal 1 potinho 100 113 18 Iogirte natural desnatado 1 copo 200 82 12 à
  22. 22. rk-rttasnpianwnr-'t-ra Iogurte natural integral Leite de cabra Leite de soja Leite de soja Ades 0rigina| ® Leite de sojaAdes Original Iight® Leite de soja em pó Leite de vaca desnatado Leite de vaca integral Leite de vaca semidesnatado Leite em pó desnatado Leite em pó integral Leite materno Mc Iogurte Parfait® Queijo Catupiry Queijo cottage Queijo cheddar cremoso Queijo minas frescal Queijo minas lrescal light Queijo mussarela Queijo parmesão Queijo prato o) l'lI: tilT›P›rI]= i1ílIñ 1 copo 1 copo 1 copo 1 copo 1 copo 1 colher de sopa 1 copo 1 copo 1 copo 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1I2 copo 1 unidade 1 fatia média 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 fatia média 1 fatia média 1 fatia 1 colher de sopa ralado 1 fatia ! lux-i n v (Nina-Cl 200 240 200 200 200 10 200 200 200 10 10 100 w 0'! m N 30 20 : tail q; :à b! ? 4 . .uma _ãwmmsaam @GGCGCG l JtâÍIÍá-JaPIaÍLWHSt-m Queijo ricota Requeijão Uernoso Requeijão cremoso light Toddynho® Toddynho Fit® Yakult® r 7l'll= I¡mkl'.7lx*l'-llr= › 1 fatia grande 1 colher de sobremesa 1 colher de sobremesa 1 unidade 1 unidade 1 frasco M415» [gil l illa 40 15 15 200 200 11H l 56 40 28 185 1 26 59 j? aãBcocíg
  23. 23. 343mm Achocolatado diet GOLD® Achocolatado dietíal & Qual® Achocolatado Nescau® Achocolatado light Nescau® Achocolatado | ightTaeq® Achocolatado Toddy® Achocolatado lightToddy® Achocolatado (média) Água de coco verde Aguardente Batida de fruta Bebida energética Red Bull® Caldo de cana Café com açúcar Café sem açúcar Caipirinha com açúcar Capuccino em pó tradicional Capuccino em pó diocolate Capucdno em pó diet Capuccino em pó light Cerveja 51x41» 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa l colher de sopa l colher de sopa 1 colher de sopa l colher de sopa 1 copo 1 dose l taça l lata 1 copo 1 xícara de café l xícara de café 1 dose 2 colheres de sopa 2 colheres de sopa 2 colheres de sopa 2 colheres de sopa 1 lata w-Pi¡ pihill N' __ gÉ“Éco3““ cn C 5 c: : N U1 Q 200 Is. ) C ru Ç 100 E E 335 : tell j-ràwwma- ¡Nxíàküíl/ "Ê à à cri É w w o . _¡ ag . ag a 4': wobwwmücmggãc_ààmxi~qwwwgêl ; ra-mm Cerveja Bock® Cerveja sem álcool Chá com limão® Chá sem açúcar Gita Coca cola® Coca cola lidit l zero® Conhaque Champagne Fanta Laranja® Fanta Laranja diet® Gatorade® Gim Laranjada Licor Limonada sem açucar Martini Nesquik pó Nestlé ® Novomilk d1oco| ate® (pó) 0vomaltine® Refresca comum com açúcar 1 lata 1 lata 1 copo 1 xícara 1 dose 1 copo 1 copo 1I2 copo 1 taça 1 copo 1 copo 1 copo 1 dose 1 copo 1 dose 1 copo 1 taça 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 copo ÉS$EWO°SFÊISGSSG0BBGESÉ$ E ê
  24. 24. ;naun . ra » . n. : mr gira» ; ramsm- 2 : mr urinll mr bvhr l m* Refresco diet C| idit® 1 copo 200 5 0 Suco Mc Laranja® 1 copo 300 160 34 Refrigerante comum (média) l copo 200 88 22 Suco Tang® 1 copo 200 84 21 Refrigerante diet (média) l copo 200 1 0 Suco Maguary® sem açúcar 1 copo 200 14 3 Saque l dose 50 63 3 Sustagem® 1 colher de sopa 18 70 12 Suco Ades® (média) 1 copo 200 88 20 ñnho branco seco 1 taça 80 53 0 SUCO liglltAdes® (média) l COPO 200 32 7 Vinho branco suave 1 taça 80 70 10 Suco artificial 1 copo 200 56 14 nnho tinto seco 1 taça 80 5B 1 SUCO artificial diet l COPO 200 3 0 ñtanina com leile/ frutaiaçúcar 1 copo 200 133 22 Suco de abacaxi sem açúcar 1 copo 200 108 26 htanina cl leite/ fruta s¡ açúca 1 copo 200 105 15 Suco de açaí com xarope 1 copo 200 365 60 Vodka 1 medida 30 70 0 Suco de acerola sem açúcar l copo 200 25 5 Whisky 1 dose 50 120 O Suco de caju sem açiimr 1 copo 200 1 l 3 Suco de laranja sem açúcar 1 copo 200 90 21 Suco de maçã l copo 200 100 22 Suco mamão cl laranja sl açúcar l copo 200 110 26 Suco de melancia sem agitar 1 copo 200 88 19 Suco de melão sem açúcar 1 copo 200 33 6 Suco de morango sem açúcar 1 copo 200 43 9 Suco de pêssego 1 copo 200 32 7 Suco Mais® (média) 1 copo 200 105 26 Suco lightMais® (média) l copo 200 32 8 É
  25. 25. :inibe i'll-Julina¡ ; mnn : taum j bunrlr Abacate 114 unidade pequena 92 Abacaxi 1 fatia média 75 Açaí com xarope, suco 1 copo 300 Açaí com banana, granola e mel 1 pote pequeno 200 Acerola 1 unidade pequena 12 Acerola polpa congelada 1 saquinho 100 Ameixa vermelha 1 unidade média 42 Ameixa preta seca 1 unidade média 5 Amora 16 unidades metias 128 Banana (media) 1 unidade média (sem casca) 55 Banana à milanesa 1 unidade media 100 Cajá-manga 1 unidade media 55 Caju 1 unidade média 120 Caqui 1 unidade pequena 85 Carambola 1 1I2 unidades 100 Cereja 1 unidade media 4 Coco da Bahia 1 pedaço médio 40 Damasco seco 1 unidade métia 7 Figo fresco 1 unidade grande 70 Framboesa 1 unidade media 15 Fnitadorconde, ata ou pinha 1 unidade média 60 : tir-Jr I 148 à u: ru gÉÊÇÚ3à U1 ma” wmwm OOWNNSWwmc/ wm 7 9 90 84 _oe: ',§ox§$; wmi amiaàa filiar» Goiaba Graviola polpa congelada Jabuticaba Jaca Jambo Jamelão Kiwi Laranja Lima Maçã Mamão Man ga Marauijá Melanda Melão Mexerica Morango Nectarina Nêspera Pequi refogado Pera fila-mk» _zw-Jin 1 unidade méda 1 saquinho 10 unidades 1 bago médio 1 unidade méda 1I2 xícara 1 unidade métia 1 unidade meda 1 unidade méda 1 unidade pequena 1 fatia média 1 unidade meda 1 unidade métia l fatia média 1 fatia grande 1 unidade mecia 8 unidades grandes 1 unidade meda 1 unidade grande 4 unidades medias 1 unidade métia ? zum canil: - 10o 100 5o 12 4o 50 76 100 10o 30 160 140 45 200 115 135 160 100 40 70 10o : tail cj ààwawww @©7)IJU'| ®* wmaààwwmàumààà Lowxlnoooscwoàawxiàw 12 10 5 3 5 10 11 12 9 12 16 21 10 12 8 15 11 12 5 1 15 @l n: L
  26. 26. Frutas Pêssego Pitanga Romã Salada de frutas íamarindo Tangerina Umbu polpa congelada Uva Uva passa Medida Caseira 1 unidade media 1I2 xícara 1 unidade 1 copo pequeno dieio 1 colher de sopa cheia 1 unidade média 1 saquinho 10 gomos medios 1 colher de sopa cheia Peso (gl ml) 60 35 50 150 12 135 100 80 18 Kcal wwwmwwmaw INIàNIUUSQOÓà-d CHO (g) 6 3 7 19 15 14 14 Arroz, Massas e Farinhas Amido de milho N19" Arroz à grega Arroz carreteiro Arroz com leniilha Arroz com pequi Arroz branco Arroz integral Canelone ncoia d espinai ao m. branco Capelete de carne/ frango Cup Noodles® Espagrete ao sugo Farinha de centeio integral Farinha de mandioca Farinha de milho Farinha de rosca Farinha de soja Farinha de trigo Fecula de batata Fubá Lasanha Medida Caseira 1 colher de sopa dieia 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 unidade méria 1 esaimadeira 1 unidade comercial 1 esuimadeira 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 oolher de sopa dieia 1 colher de sopa dieia 1 colher de sopa 1 colher de sopa dieia 1 colher de sopa 1 colher de sopa Peso Kcal (grmll 20 72 35 22 25 35 25 38 20 34 30 50 25 31 25 19 30 50 50 141 64 300 110 112 15 50 16 57 16 58 15 59 15 65 20 74 20 66 20 72 50 68 CHO lgl 18 4 7 3 5 8 5 4 2 26 38 24 11 E N 053339"
  27. 27. Arroz. Massas e Farinhas Macarrão Nissin Miojo® Macarronada Milharina® Mucilon de arroz® Mudlon de milho® Nhoque de batata Panqueca Polenta Polvilho Purê de batatas Ravióli de carne Tapioca com queijo e coco Tapioca Medida Caseira 1 pacote comercial 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 unidade média 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 escumadeira 1 unidade media 1 unidade pequena Peso lgirril 90 25 20 9 9 30 80 35 15 25 50 100 50 Kcal CHO lgl 355 42 32 6 71 15 34 8 33 8 35 6 1 30 12 36 8 53 13 27 4 1 41 25 430 62 174 43 Pães, Biscoitos, Cereais e Bolos All Bran Original Kellogg's® 1I2 copo (10g Fibras) Aveia em flocos Barra de cereais (media) Barra de cereais diet (meda) Barra de cereais light (média) Biscoito água Biscoito água e sal Biscoito amanteigado Biscoito Champanhe Biscoito Cream Uacker® Biscoito de Leite diet Biscoito de maisena Biscoitão de polvilho Biscoito de polvilho lrosquinlia) Biscoito frito salgado Biscoito Maria® Biscoito redieado Biscoito redieado diet Biscoito Salpet ® Biscoito tipo sequilhos Biscoito Club Social® (média) Medida Caseira 1 colher de sopa 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade pequena 1 unidade 1 unidade 1 unidade 3 unidades 1 unidade 1 unidade 1 unidade pequena 1 unidade 1 unidade pequena 1 pacotinho Peso lgl ml) Kcal Nmximuau-ioo KGLAJU1NI~J@Ô N) C5 M C 110 a-xwcsuüd LAJ&)A-aLUàbU 134 CHO E . .. r~. › w êgNummàãwgàwwmwwwââgw
  28. 28. 'l : marcaria-n 'pio v 'mánçll-ic-ñç-u . hrs, 214-1- (alf-õñí-íaãtcliciv» i punir Kalmilmzuíívlkisn blliill' Biscoito tipo cookies (média) 1 unidade 10 47 Corn Flakes Kellogg's® 1 xícara 30 Biscoito tipo cookies diet 1 unidade 10 43 Creme de arroz/ milho cozido 1 colher de sopa 33 Biscoito waffer 1 unidade 7 40 Crenede baun/ choc/ cocolcaarrl 1 colher de sopa 33 37 7 Biscoito waffer diet 1 unidade 7 39 (ZremogemaTradidona| ® 1 colher de sopa 20 72 18 Bisriaguinha 1 unidade 20 60 11 Croissant 1 unidade méda 40 162 18 Bolinho de diuva 1 unidade pequena 20 54 8 Crouton l colher de sopa 10 35 6 Bolo de festa (recheio/ cobertura) 1 fatia média 100 320 54 Farelo de aveia 1 colher de sopa 9 28 4 Bolo de festa diet 1 fatia média 80 220 20 Farelo de trigo 1 colher de sopa 18 39 12 Bolo simples sem coberuira 1 fatia média 40 143 21 Farinha Láctea® 1 colher de sopa dieia 20 83 15 Bolo simples sem cobertura diet 1 fatia média 40 103 14 Germe de trigo 1 colher de sopa dieia 10 37 4 Bolo de aipim 1 fatia média 40 130 19 Granola sem açúcar 1 colher de sopa 1 1 42 8 Bolo de diocolate 1 fatia média 40 164 22 Muflin (média) 1 unidade 30 121 17 Bolo de coco 1 fatia média 40 133 21 Mus| i® 1 colher de sopa 14 52 11 Bolo de milho 1 fatia média 40 124 18 Nesfit® 3I4 xícara 30 110 23 Bolo redieado light Suavipan® 1 unidade 40 1 17 18 Neston® 1 colher de sopa 8 28 6 Broa de fubá/ milho 1 fatia média 60 154 30 Panetone (média) 1 fatia grande 60 216 33 Cereais diet (media) 3I4 de xícara 40 90 17 Panetone diet (média) l fatia grande 60 150 28 Cereal matinal de milho sl açúcar 1 xícara média 40 146 33 Pão de batata simples 1 unidade 50 137 29 Cereal matinal de milho cl açúcar 1 xícara média 40 151 36 Pão de centeio 1 pedaço médio 50 179 32 Chocotone 1 fatia grande 60 240 33 Pão de forma 1 fatia 25 70 14 Chocotone diet 1 fatia grande 60 180 26 Pão de forma light 1 fatia 25 50 9 f? ?
  29. 29. Pães, Biscoitos, Cereais e Bolos Pão de forma integral Pão de hambúrguer Pão de leite Pão de mel Medida Caseira 1 fatia 1 unidade 1 fatia 1 unidade pequena Pão de mel com chocolate Pan® 1 unidade Pão de milho Pão de queijo Pão de queijo Pão doce Pão francês Pão tipo ciabatta Pão tipo hot dog Pão italiano Pão sírio Pão sovado Rocambole Pu| |man® Rocambole de doce de leite 1 unidade 1 unidade grande 1 unidade pequena 1 unidade 1 unidade 1 fatia grande 1 unidade 1 fatia 1 unidade média 1 fatia média 1 pedaço médio 1 pedaço médio Peso (gl ml) 25 70 mmaàxiaaN @CCQÇL/ 'luña U1 ê U1 U1 U1 ê oo C oo Q Kcal 58 188 61 37 65 200 109 27 134 143 125 150 136 158 155 294 232 CHO (g) 11 40 11 8 10 42 14 4 28 Pães, Biscoitos, Cereais e Bolos Suoilhos® Torrada de pão frances Torrada industrializada Trigo para kibe Trigo em gão Medida Caseira 1 copo pequeno cheio 1 unidade pequena 1 unidade 1 colher de sopa 1 colher de sopa dieia Peso (gl ml) 38 10 828 25 Kcal CHO (g)
  30. 30. 11111135_ nu. = aicllufiurrtitasa Almôndega de came frita Atum em água Atum em óleo Atum fresco ou Bacalhoada Bacon Bife à milanesa Bife à parmegana Bife de fígado grelhado Bife frito (média) Bife de boi grelhado (média) Blanquet de Pem Camarão frito Caranguejo Came assada Came de boi cozida Came de frango cozida Came de boi moída Carpaccio de Carne Clara de ovo Costela de porco assada llilnihi N41- [glliill 1 unidade pequena 30 1 lata (drenado) 120 1 lata (drenado) 120 1 file grande 100 1 colher de sopa 30 1 faria pequena 10 1 unidade 100 1 unidade 150 1 unidade grande 100 1 unidade 100 1 unidade media 100 1 faria pequena 10 1 colher de sopa (4 und) 20 1I2 unidade média 100 1 fatia pequena 60 1 colher de sopa 30 1 pedaço 60 1 colher de sopa 25 1 fatia média 30 1 unidade 30 1 pedaço 115 1h21 l 82 1 27 200 1 18 51 89 283 490 225 297 225 13 37 87 163 103 86 462 111m bl* ZONQÓOà w QCGÔGGGCCCQCà 011-159_ wi. ai! i-, il'i'›= rit-s~ Coxa de frango File de frango grelhado Gema de ovo Gemada Hambúrguer (méiia) Língua de boi cozida Linguiça calabresa Linguiça de frango Linguiça vaca/ porco Lombo de porco assado Mc Nuggefs® Mortadela Nuggets® (média) Omelete simples Ovo cozido Ovo de codorna Peito de frango cozido Peixe grelhado Pemil de porco a$ado Presunto de peru Presunto de porco ! na-m 1 unidade méda 1 unidade méáa 1 unidade 1 colher de sopa 1 unidade 1 fatia média 1 gomo 1 gomo 1 gomo 1 fatia media 4 unidades 1 fatia média 1 unidade 1 unidade (1 ovo) 1 unidade 1 unidade 1I2 unidade l posta ou 1 filé 1 bife medio l fatia 1 fatia "mg urliill 50 100 20 15 56 as o 60 120 100 : tail 187 159 117 *HL* ' b! ? @ooccocooàouococowmocü
  31. 31. *gilll$_ wi. uicllufiurti tm Presunto magro Salame Salame tipo italiano Salmão Salsidia comum Salsicha de frango Sadia® Salsidia de peru light Sadia® Salsidião Sardnha em óleo Sashimi de atum Sashimi de salmão ikraiilrr 1 fatia 1 fatia média 1 fatia 1 file pequeno 1 unidade 1 unidade média 1 unidade media 1 unidade métña 1 lata (drenado) 1 unidade mecha 1 unidade média 5141. [glliill 25 100 35 35 100 20 R121 l 117 116 312 103 111m bl* @CCUO CQCGC I1l_: .__› 04m? Azeite de dendê Azeite de oliva Banha de porco Maionese Maionese light Manteiga Margarina Margarina light Óleo vegetal (media) Patê (mecha) 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de cha' 1 ponta de faca 1 ponta de faca 1 ponta de faca 1 ponta de faca 1 ponta de faca 1 colher de sobremesa 1 colher de chá oowwwwwwwoooo wàawwaNàxixi NNNNU1NLf| Lña@ É¡ occcoocococííj
  32. 32. !prev Abacaxi em calda Açúcar comum Açúcar mascavo Adoçante em póTal 8¡ Qual® AllajorToddy® Ambrosia Amendocrern® Amendoim caramelizado Arroz doce Baba de moça Bala de caramelo (média) Bala de jenipapo Bala Freegels® Bala Mentex® Banana caramelada Bananada Bananada diet Bananinha Bananinha det Beijinho Beiju com coco c? ) 1 fatia média 1 colher de sopa rasa l colher de sopa rasa 1 colher de sopa 1 unidade média 1 colher de sopa rasa l colher de sopa dieia 1 pacote pequeno l taça de sobremesa 1 colher de sopa dieia l unidade 1 unidade 5 unidades 1 unidade l unidade média 1 unidade média 1 fatia média 1 unidade l tablete 1 unidade peqiena 1 unidade grande ; Nwmwa ccwmco ln. : gasàa v! D 11 229 115 127 622 ___r: "-_: ' 49119'- *l VN-? iíãdhn í IQHHi 'iHU uwmàwuwwwmàmwwwow” _ ! luar Bolo Petit Gateau Bolo Petit Gateau light Bomba de chocolate Bombom Alpino® BombomAmandita Lacta® Bombom Chokito® Bombom Ouro Branco® Bombom Sonho de Va| sa® Brigadeiro Brigadeiro diet Cacau em pó Cajuzinho Calda de caramelo Calda de drocolate Calda de morango Canjira doce Canjica doce diet Caramelo diet Hué® Chantilly Chiclete Bubba| oo® Chiclete de hortelã 1 unidade 1 unidade 1 unidade pequena 1 unidade l unidade l unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade pequena l unidade pequena 1 colher de sopa l unidade pequena 1 colher de sopa 1 colher de sopa l colher de sopa 1 condiz média l concha média l unidade l colher de sopa 1 unidade 1 unidade 50 15 32 22 10 10 13 12 10 10 10 120 120 25 . nos 226 156 à xr à Q 141 117 118 w 05 _a ru wwwàmm mmgwã c__. >wm 24 13 14 @wàwàamumumwà
  33. 33. Doces Chiclete Trident® Chocolate ao leite Chocolate ao leite diet Chocolate Batom® Chocolate Bis® Chocolate com castanha Chocolate Diamante Negro® Chocolate Ga| ak® Chocolate meio amargo Chocolate Ta| ento® Chocolate Talento diet® Churros com doce de leite Comda Cocada diet Curau Doce de abóbora Doce de banana em calda Doce de batata doce Doce de cidra Doce de leite Doce de leite diet @ Medida Caseira 1 unidade 1 barra pequena 1 barra pequena 1 unidade 1 unidade l barra pequena 1 barra pequena 1 barra pequena 1 unidade pequena 1M de barra 1 barrinha 1 unidade 1 unidade pequena 1 tablete 1 porção pequena 1 colher de sopa cheia 1 colher de sopa cheia 1 colher de sopa dieia 1 colher de sopa 1 colher de sopa dieia 1 colher de sopa cheia Peso (gl ml) 1,5 3D 30 Nivsriww mmcoo 100 100 ààiñààà coceira Kcal 160 157 168 164 156 169 256 137 129 322 185 103 39 116 122 cHo (g) . .x _iumiuw_¡_n_nruã_aru___w___ @Néêà 0°O5©® NJUJ®UWRDOH 009300 Doces Doce de leite oom coco diet Doce de mamão verde Doce de mamão det Ego aistalizado Figo enlatado em calda Figo em calda diet Flan de baunilha Flan de baunilha tiet Frutas iristalizadas Gelatina (média) Gelatina diet (média) Geleia de mocotó Geleia de frutas (medal Geleia de frutas det (média) Glucose de milho Goiabada Goiabada diet Leite condensado Leite condensado diet Manjar braico cl aneixa calda Manjar pronto Royal® Medida Caseira 1 fatia pequena 1 colher desopa dieia 1 colher de sopa 1 unidade méda 1 unidade 1 unidade peqiena 1 potinho 1 potinho 1 colher de sopa 1 potinho 1 potinho 1 colher desopa dieia 1 ponta de faca 1 ponta de faca 1 colher de sopa dieia 1 fatia peqiena 1 fatia pequena 1 colher de sopa 1 colher de sopa l porção 1 porção Peso (glml) 20 4o 20 55 60 20 100 100 2o 100 100 Kcal 80 78 15 171 110 a Ln §a~a9~as2s$ ru w . là R0 157 109 CHO (g) 10 19 3 41 30 15 16 13 14 11 26 30 20
  34. 34. Doces Maria mole Nutrimental® Marmelada Marron-glace Marshmallow Mc Casquinh a® Mc Choco Mac® Mc Colosso® Miflurry M&M® Mc Mix M&M® Mc Sundae caramelo® Mc Sundae choc0|ate® Mc Sundae morango® McShake morangolchocolate® McShale morangolchocolate® McTop Sundae diocolate® McTorta de banana® McTorta de maçã® Mel Merengue Millrshake (média) Mousse de chocolate ê Medida Caseira 1 porção 1 fatia pequena em corte 1 fatia pequena em corte 1 colher desopa cheia 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 copo pequeno 1 copo gande 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 colher de sopa 1 colher de sopa cheia 1 copo 1 colher de sopa Peso (gl ml) 44 : na-J: - co: : 300 500 U1 290 Kcal 165 100 100 113 200 240 283 445 370 306 299 286 235 411 482 210 220 46 95 w w U5 R9 J: - cHo (g) ru ED ãBããàâñàãããfüüãã wâü: : Doces Mousse de maracujá Nutella® Ovo de páscoa (média) Paçoqiinha Paçoqiinha diet Pamonha doce Pavê de amendoim Pavê de diocolate Pavê de fruta Pé de moleque Pé de moleque diet Hué® Pêssego enlatado em mlda Pêssego enlatado em calda diet Picolé Chicabon® Picolé Chokito® Picolé de coco Picolé de fruta Kibon® Picolé de limão Picolé Tablito® Pipoca doce Pipoca doce industrializada Medida Caseira 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 pedaço médio 1 unidade 1 unidade 1 unidade grande 1 colher de sopa dieia 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 unidade méda 1 tablete 1 metade 1 memde 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 saco peq ou 1 xícara 1 xícara Peso (glml) 35 ; mwàm : como wmmwww Dwcwmw w o marasmo! oowwow Kcal 99 106 96 125 103 274 120 333833 106 156 241 xi CHO (g) 11 11 14 21 8 51 9 7 7 14 13 5 3 19 14 16 16 14 17 15 17 Q
  35. 35. Doces Pirulito Pucim industrializado Pudim industrializado diet Pudm leite condensado Quindim Rabanada Rapadura Sagu em vinho Sorvete light Sorvete (média) Sorvete diet (média) Stiudel de banana Sundae Ki bon® Suspiro Torta cheesecake cl calda de fruta Torta de limão Torta de maçã Truta de chocolate Medida Caseira 1 unidade 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa cheia 1 unidade pequena 1 unidade média 1 pedaço pequeno 1 colher de sopa l bola 1 bola média 1 bola média 1 fatia média 1 unidade 1 unidade média 1 fatia média 1 fatia pequena 1 fatia média 1 unidade grande Peso (glml) 20 smoomwwmwwàa cccccoccocc E w woomood Dinamo Kcal 76 41 19 108 55 187 112 29 62 161 62 390 266 26 229 237 191 140 cHo (g) _. SD ãüâãmñããããmãüwüà* Feijões, oleaginosas, Medida Caseira e Sementes Amêndoa 10 unidades Amendoim torrado 1 colher de sopa Amendoim Japonês 1 colher de sopa Avelã 10 unidades Caldo de feijão 1 concha média Castanha de mju 10 unidades Castanha do Pará 3 unidades Ervilha enlatada 1 colher de sopa Ervilha vagem cozida 1 colher de sopa Feijão comum (média) 1 colher de sopa Grão de bico 1 colher de sopa Lentilha 1 colher de sopa Pistadie 1I2 xícara Proteína texmrizada de soja 1 colher de sopa Nozes 1 unidade Soja 1 colher de sopa Tremoço 1 colher de sopa Peso (glml) 1 i-Alxáué Soon Nygmamauawmdw Nlê ©à®NlN©NlU© Kcal 60 108 100 70 254 170 iuwdiuwxi üO5-àà©l 400 awww ONU-imã CHO (gl 3 8 z. 16 ill 2 5. 4 3 6 4 10 3. 1
  36. 36. »urge-bica . feitor-ruins : A *ã 'l*7l¡“: "'¡'l*" Uullll Baconzitos® 1 pacote pequeno 55 Batata Chips RuffIes® 1 pacote pequeno 55 Beirute de frango 1 unidade 240 Big Bob® Frango l unidade e Big Bob® Carne 1 unidade Big Bob Junior® l unidade e Big Mac® 1 unidade Big Tasty® 1 unidade e Bob's Frango® 1 unidade Bob's Picanha® 1 unidade e Bob's Burguer® 1 unidade e Bolinha de queijo 1 unidade pequena 10 Cachorro quente simples 1 unidade 125 Cheddar Mc Melt® 1 unidade ~ Cheeseburger (medal 1 unidade 140 Cheeseburguer Bob's® Came 1 unidade Cheeseburguer Bob's® Frango l unidade Cheetos® 1 pacote pequeno 55 Chicken Classic Crispy® 1 unidade Chicken Classic Grill® 1 unidade e Chicken Club Crispy® 1 unidade r 'Mat 259 302 470 621 535 404 504 843 647 734 344 377 507 358 300 316 274 490 425 610 . n Un¡ (a) N. ) LA) 77 u¡ oo à Ê à u-v à vw_- LAJLAJàLUN) UJLH à# àrvowcawàwgms ! E33 -721ÊbI¡i-¡J. »W= lrl¡lIlHir-x a¡ . ix-traziam Chicken Club GriI| ® Chicken Lemon Crispy® Chicken Lemon Grill® Coxinha de frango Coxinha de frango (festa) Croqu ete de came Doritos® Double Cheddar Bob's® Double Cheeseburg Bob's® Frango Double Cheeseburg Bob's® Carne Double Grill Baoon Bob's® Empada Empada (festa) Enroladinho de salsicha Esfiha grande (media) Esfiha aberta Fandangos® Franfilé Bob's® McClieeseburger® McChidten® McChid<en Ju nior® 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade grande 1 unidade (fala) 1 unidade méda 1 pacote pequeno 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade mexia 1 unidade festa 1 unidade festa 1 unidade méda 1 unidade méda 1 pacote pequeno 1 unidade l unidade 1 unidade l unidade 10 25 55 12 18 'Suri 545 454 389 187 37 86 269 476 476 444 980 256 56 53 203 78 253 376 310 454 365 oiii» bl' 46 54 46 20 11 30 32 40 36
  37. 37. mlbletílrlxj. õeiitilllldiizk* a-: Eiiu: -nnr~ McCrispy Chicken® Mc Duplo® Mc Fish® Mcl-Iamburguer® Mdvlax® McNíñco Bacon® McQuarteirão com qu eijo® McQueijo Quente McSalad Burger Jr® Mega Big Bob® Misto quente Pastel Pastel (festa) Pingo d'Ouro Elma Giips® Quibe frito Quibe frito (festa) Risole Ruffles® Sanduíche americano Sanduíche de atum Sanduíche de frango o L-llilll 1 unidade l unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade l unidade e 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade 1 unidade média 1 unidade pequena 1 pacotinho 1 unidade média 1 unidade festa 1 unidade média wawwmàm U-! Ncc em 1 pacote pequeno 55 1 unidade média 190 1 unidade média 120 1 unidade média 120 ; m 400 405 373 257 745 625 558 250 290 826 283 1 16 149 103 149 291 278 372 299 «l í a N) LA) N. ) (A) LJJ à LM CA) LAJ ta) 77' n¡ 3 oo W à xa Ê N u: os oo cri - eo N -› rw; - ww~m_w kUUJ®0°© I M: brit-igcafirritvirdix. x K Lt-rt @Ill- q . immune um¡ m» Sanduíche Sdada deAtnm Bob's® 1 unidade - 377 27 Saidiídie Salada de Frango Bob's® 1 unidade r 375 28 Sanduíche Peito de Peru Bob's® 1 unidade - 262 26 Sanduíche natural 1 unidade métia 120 265 29 Wrap Grill Maionese® 1 unidade - 340 29 Wrap Crispy Maionese® 1 unidade e 372 33 Wrap Grill Lemon® 1 unidade - 306 30 Wrap Crispy Lemon® 1 unidade › 338 34
  38. 38. Preparações Acarajé Baião de Dois Bobó de camarão Bolinho de aipim com carne seca Bolinho de arroz Bolinho de bacalhau Buchada de Bode Caldo verde Canelone à bolonhesa Canja de galinha Carum (prato baiano) Charuto de folha de uva Charuto de repolho Cuscuz de milho Cuscuz paulista Dobradinha Empadão Estrogonofe de Carne I Frango Farofa Farofa com linguiça Feijão tropeiro ü Medida Caseira 1 unidade média 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 unidade média 1 unidade média 1 unidade pequena 1 porção 1 condia média 1 unidade média 1 condia media 1 colherde sopa 1 unidade 1 unidade 1 pedaço pequeno 1 pedaço pequeno 1 colher de sopa 1 fatia média 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 colher de sopa cheia 1 colher de sopa Peso (gl ml) 100 ààlülü “amena/ w 100 130 45 130 30 15 15 115 100 35 110 20 15 15 15 Kcal 289 34 46 86 110 20 129 79 76 110 40 15 10 180 142 44 513 43 58 54 49 CHO (g) 19 5 6 12 17 2 5 7 5 12 2 1 NNSGHDBÉ Preparações Medida Caseira Peso (gl ml) Feijoada caseira 1 condia media 225 Maionese de Legumes 1 colher de sopa dieia 38 Mingaus (méda) 1 colher de sopa dieia 37 Molio à bolonhesa 1 colher de sopa 22 Molio brinco 1 colher de sopa 35 Molio de tomate 1 colher desopa 20 Molio madeira 1 colher de sopa 20 Molio tártaro 1 colher desopa 30 Molio vinagrete 1 colher de sopa 30 Panonha 1 unidade gande 160 Papiihaide bebedoce (média) 1 pote 155 Papinha de bebêsdgada (média) 1 pote 155 Pipoca salgada 1 saco pequeno ou 1 xícara 15 Pirão 1 colherdesopa 30 Pizza de calabresa 1 fatia gande 120 Pizza de mussarela 1 fatia gande 130 Pizza portugiesa 1 fatia çyande 160 Risoto de frango 1 colher desopa 25 Risoto milanes Maggi® 1 colher de sopa 25 Salpicão de frango 1 colher de sopa 25 Sopa Canja 1 concha media 130 Kcal 346 : lwàããÉ 253 141 119 74 319 361 315 29 110 CHO (g) 24 6 É n~amsaaaeeesws
  39. 39. Preparações Sopa creme de cebola Knorr® Sopa creme de ervilha Knorr® Medida Caseira 1 condia media 1 condia média Sopa Ueme de galinha Maggi® 1 condia mecha Sopa de ervilha Sopa de ervilha com bacon Sopa de feijão corn macarrão Sopa de legumes Sopa de legumes com came Sopa de legumeslcamelmacarão Suflê de espinafre Suflê de legumes Suflê de queijo Sushi Tabule Torta de fran go Torta de liquidiñcador Tutu de feijão Vatapá Yakisoba 1 condia média 1 condia média 1 condia mecha 1 condia media 1 condia media l condia média 1 colher de sopa 1 colher de sopa 1 pedaço pequeno 1 unidade média 1 colher de sopa 1 fatia média 1 fatia pequena 1 colher de sopa 1 unidade 1 colher de sopa Peso (glml) 130 130 130 130 130 130 130 130 130 55 55 70 20 40 100 30 35 100 35 Kcal 32 40 30 126 169 211 73 100 104 33 70 80 27 40 198 90 40 126 51 CHO (g) cx UJ&JNJ occàm àxouwaãsimàmwaoo§ Outros Alcwarra Azeitona Caldo de camelgdinha Knorr® Caibup Gel® Catdiup Caviar Chanpignon em conserva Cooo ralado industrializado Cogumelo seco shitake Diet Shake® Homus Kani Kama (ou) Leite de coco Sococo® Leite de coco light Sococo® Molio inglês Molio shoyu Molio de mostarda Mostzda Nan 1 Nestlé® Nan 2 Nestle® Sal refirado Tofu Medida Caseira (gl ml) 1 colherdesopa 1 unidade 1 tablete lsadiê 1 colherdesopa 1 porção 1 colherdesopa l colherdesopa 1 colherdesopa 1 porção 1 colherdesopa l unidade 1 colherdesopa 1 colherdesopa 1 colherdesopa 1 colherdesopa 1 sadiê ou 1 colher desopa 1 colherdesopa 1 medida 1 medida lsadiê 1 pedaço Peso 27 "'_is3r~› gcmwà N): i: &JUJQ)i í “àccmmmmcccwmc Kcal 10 5 33 70 10 252 2 42 44 109 xo à a 55 gogpjwxrwos; CHO (g) 0 0 1
  40. 40. Nota dos autores Considerações irrrpcrrtrarire; A gramatura e as medidas caseiras utilizadas como referencia nesta tabela são fruto de pesquisa em diversas tabelas de composição alimentar disponíveis no Brasil e no exterior O nosso objetivo foi aproximar o máximo possível dos valores reais de peso e gramas de carboidratos de todos os alimentos No entanto, podem existir pequenas divergências ao se comparar os valores apresentados aqui, com alguma outra referência específica Por exemplo, uma colher de sopa de açúcar pode ter 15g de peso em uma tabela e 24g em outra em função do padrão de rasa ou cheia e isso, consequentemente, vai mudar a quantidade de carboidratos referenciados na tabela O mesmo pode acontecer para o tamanho das porções, como frutas, por exemplo Optamos por colocar a media dos diferentes tamanhos de alimentos Exemplo a fruta banana possui 6 subespécies diferentes com tamanhos diferentes Podem-se encontrar bananas de 30 a lOO g de peso e a quantidade de carboidratos vai variar proporcionalmente Neste caso adotamos como uma banana média contendo 55g de peso (sem casca) e 13g de CHO O mais importante é obseNar as medidas caseiras da tabela que estiver sendo utilizada como referência para o tratamento juntamente com o peso. Em caso de dúvidas, pesar o alimento em questão para obter uma noção do tamanho da porção correta referenciada na tabela. 69 Anotações Referencias Philippi, ST. Tabela de composição de alimentos: suporte para decisão nutricional. São Paulo: Coronário, 2* Ed. , 2002. Plnhelro ABV, Lacerda EMA, Benzecry EH, et al. Tabela para avaliação de consumo alimentar em medidas caseiras. São Paulo: Atheneu, 5¡ Ed. , 2008. American Diabetes Association - Position Statement. Standards of medical care in diabetes - 201 0. Diabetes Care, 33 (SuppI 1), 201 0. Franz, MJ; Bantle, JP; Beebe, CA; et al. Evidence-based nutrition principles and recommendationsfor the treatment and prevention of diabetes and related complications. Diabetes Care, 2003; 26 (Supp|1). Food and Agriculture Organization. Carbohydrates in human nutrition: report of a joint FAO/ W HO expert consultation. Rome; 1998. Foster-Powell K, Holt SH, Brand-Miller JC. International table of glycemic index and glycemic load values: 2002.American Journal of Clinical Nutrition, Vol. 76, (1 ), 5-56, 2002. Sociedade Brasileira de Diabetes, Departamento de Nutrição e Metabologla. Manual oficial de contagem de carboidratos para profissionais de saúde. Rio de Janeiro: Dois C, 2009. Llma, DM; Colugnatl, FAB; Padovani, RM; et al. Tabela brasileira de composição de alimentos -Versão ll. Campinas-SP: NEPA/ UNICAMP, 2a Ed. , 2006. @v
  41. 41. 'i3 ílrliaimi , kagnillatoíiaa 'tiram Ernani¡ , A111 Nami 'NlulíMÊ ÍÊIÍÍIEIÔIÍÍÍÍE' dit 316m¡ ãiíiti j; Av¡ ÍIEIIIdIKMIYIÍEIÍEIIEVIAIJ, 'Lgmm 'Brant-tam l r « Car* @saum um: !Em : americana : an-anti © ÍIWIU: m» lbmílisii Bainnaiufálliitai 01m 515ml ! hihi , virfiwdi-, y v, viraram. Imvmuoutliátutoniltlínr ~= JJ ~ i a um. 'Momo 'ÊÍUIIÍMÊ . tamo 'Ml 4M : :fã

×