Porto A minha Cidade Escadas do Codeçal ou do Codessal Caminho medieval entre Muralhas onde existiam Codessos,  arbustos d...
Ribeira Muralhas Fernandinas Convento de  Santa Clara O Codeçal Sé Muralha Primitiva Barredo Guindais Parte de Cidade do P...
Localizadas entre as traseiras do Convento de Santa Clara e a Ribeira, tem o seu topónimo  origem provàvelmente no Séc. XI...
Lajes graníticas e cubos de granito formam a calçada e as escadas
Restos da intervenção urbanística
A Ponte e os edifícios O que é mais antigo ?
A Ponte de D. Luíz é do séc. XIX Nas casas alguns azulejos setecentistas ?
Pormenor de algum casario das Escadas, visto das Muralhas Fernandinas
Pilar da Ponte D. Luíz Ao fundo um cubelo das Muralhas Fernandinas Edifício do séc. XVII Esquina com as Verdades Projectar...
Recolhimento de Nossa Senhora do Patrocínio  e Santa Maria Madalena Mais conhecido por Recolhimento do Ferro derivado a um...
É um edifício do séc. XVIII Alberga uma creche de crianças da Sé
É um dó d'alma ver a sua degradação
Pormenores
A meia encosta as vistas para o Douro e Gaia
O fosso cavado pelas demolições dos anos 40/50 do séc. passado para a abertura do Túnel da Ribeira
Para trás, as Escadas e os patamares. Em frente a Ponte D. Luíz e os suportes da Ponte Pênsil
Podemo-nos recrear a olhar os pormenores da Ponte D. Luíz
 
Numa cota mais baixa, para oriente o olhar vislumbra as  Pontes do Infante, D. Maria e S. João e o velhinho Colégio dos Or...
Desembocamos mesmo em frente do Tabuleiro inferior da Ponte D. Luíz
A subir, nem todos os Santos ajudam
Uma última imagem da Senhora do Patrocínio e das Escadas do Codeçal
Agora é a Ribeira
Tema musical Romance de Amor Interpretação Orquestra de Paul Mauriat Fotos e formatação @Portojo [email_address] A Vida em...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Escadas do codeçal romance de amor

1.305 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Escadas do codeçal romance de amor

  1. 1. Porto A minha Cidade Escadas do Codeçal ou do Codessal Caminho medieval entre Muralhas onde existiam Codessos, arbustos de flor amarela que davam vagens. Um Covão de onde se subia da Ribeira até Pena Ventosa, passando depois pelas Verdades. @Portojo Novembro 2011
  2. 2. Ribeira Muralhas Fernandinas Convento de Santa Clara O Codeçal Sé Muralha Primitiva Barredo Guindais Parte de Cidade do Porto no séc. XIV Morro de Pena Ventosa Verdades Cimo da Vila
  3. 3. Localizadas entre as traseiras do Convento de Santa Clara e a Ribeira, tem o seu topónimo origem provàvelmente no Séc. XIII Codessal era a sua grafia antiga Pormenor desde o tabuleiro superior da Ponte de D. Luíz
  4. 4. Lajes graníticas e cubos de granito formam a calçada e as escadas
  5. 5. Restos da intervenção urbanística
  6. 6. A Ponte e os edifícios O que é mais antigo ?
  7. 7. A Ponte de D. Luíz é do séc. XIX Nas casas alguns azulejos setecentistas ?
  8. 8. Pormenor de algum casario das Escadas, visto das Muralhas Fernandinas
  9. 9. Pilar da Ponte D. Luíz Ao fundo um cubelo das Muralhas Fernandinas Edifício do séc. XVII Esquina com as Verdades Projectaram-se para este largo Bancos e uma Fonte http://www.jpx-arq.com/
  10. 10. Recolhimento de Nossa Senhora do Patrocínio e Santa Maria Madalena Mais conhecido por Recolhimento do Ferro derivado a uma instituição que havia na Rua Escura com este nome e para aqui transladada. Albergava jovens mulheres, quer fossem prostitutas ou adúlteras. Também maridos as deixavam à guarda da instituição enquanto faziam longas viagens. A Lenda do Ferro é outra história mas ligada à primitiva instituição
  11. 11. É um edifício do séc. XVIII Alberga uma creche de crianças da Sé
  12. 12. É um dó d'alma ver a sua degradação
  13. 13. Pormenores
  14. 14. A meia encosta as vistas para o Douro e Gaia
  15. 15. O fosso cavado pelas demolições dos anos 40/50 do séc. passado para a abertura do Túnel da Ribeira
  16. 16. Para trás, as Escadas e os patamares. Em frente a Ponte D. Luíz e os suportes da Ponte Pênsil
  17. 17. Podemo-nos recrear a olhar os pormenores da Ponte D. Luíz
  18. 19. Numa cota mais baixa, para oriente o olhar vislumbra as Pontes do Infante, D. Maria e S. João e o velhinho Colégio dos Orfãos
  19. 20. Desembocamos mesmo em frente do Tabuleiro inferior da Ponte D. Luíz
  20. 21. A subir, nem todos os Santos ajudam
  21. 22. Uma última imagem da Senhora do Patrocínio e das Escadas do Codeçal
  22. 23. Agora é a Ribeira
  23. 24. Tema musical Romance de Amor Interpretação Orquestra de Paul Mauriat Fotos e formatação @Portojo [email_address] A Vida em Fotos http://portojofotos.blogspot.com Novembro 2011

×