Noves fora nada

568 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre pequeno projecto Noves Fora Nada criado para discutir o conceito de Multimédia.

http://www.renatoroque.com/novesforanada

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
568
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Lembra-se da tabuada? 9x9 E da prova dos nove, lembram-se? A nossa proposta chama-se Noves fora nada e é um convite à reflexão sobre o que vale a multimédia.
  • Noves fora nada ou noves fora muita coisa?
  • Noves fora nada

    1. 1. Noves Fora Nada Patrício Brito Renato Roque 8 Fevereiro 2008
    2. 2. 9 9 9 9 9 9 9Ou em vez de nada, noves fora muita coisa? 9 NADA 99 9 9 9 9 9
    3. 3. O objecto resultado do nosso trabalho é um site que pretende ser dereflexão sobre os elementos da matriz hipermédia.O site chama-se “Noves Fora Nada”
    4. 4. Em vez de optarmos por uma reflexão construída por cosedura de outrasreflexões, mais ou menos teóricas, tentamos desconstruir o tema,usando uma abordagem através do nonsense e do humor, recorrendo aum personagem imaginário, criado pelo escritor Gonçalo M. Tavares, oSr. Valéry.
    5. 5. 5. ÁudioOs auscultadoresO Sr. Valéry sai de casa sempre com uns pequenos auscultadores enfiados nos ouvidos.Muitos vizinhos lhe perguntaram porque não prescinde ele dos auscultadores, mas o Sr.Valéry não responde, porque não ouve. É por isso que ele usa os auscultadores.O Sr. Valéry é um homem prevenido e rigoroso. Se vai ao mar, quer ter a certeza de ouvir osom do mar, se vai passear à beira rio quer ter a certeza de ouvir o som da água a correr e osom da brisa através das folhas dos salgueiros. Por isso se precavê e leva consigo a bandasonora adequada, que prepara no dia anterior, de acordo com o destino do seu passeio.O Sr. Valéry pensa: “Um sítio, sem o som desse sítio, é apenas uma parte desse sítio”. E oSr Valéry desenha:

    ×