OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                               Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula S...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                        Arquitectura vernácula no norte de Portugal ...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                           Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                              Arquitectura vernácula no norte de Por...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                            Arquitectura vernácula no norte de Portu...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                       Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra Roc...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                            Arquitectura vernácula no norte de Portu...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                                Arquitectura vernácula no norte de P...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                    Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Pa...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                         Arquitectura vernácula no norte de Portugal...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                            Arquitectura vernácula no norte de Portu...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                        Arquitectura vernácula no norte de Portugal ...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                      Arquitectura vernácula no norte de Portugal / ...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                            Arquitectura vernácula no norte de Portu...
OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE                                                 Arquitectura vernácula no norte de ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Barcelona . Paula Serra

591 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
591
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conferência «Os níveis de acção e sustentabilidade» . Societat Orgànica de Barcelona . Paula Serra

  1. 1. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra Rocha conferênciaOS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Ç 21 de Outubro de 2011 Sustentabilidade e Território Sustentabilidade e Edificação Arquitectura vernácula no norte de Portugal Bioclimatismo, eficiência energética e recursos Paula Serra Rocha Arquitecta / Societat Orgànica / www.societatorganica.com OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra Rocha Arquitectura vernácula/popular? Qual o interesse?
  2. 2. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaMapa mundo identificativo dos diferentes tipos de clima OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaClimas cálidos e secos
  3. 3. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaClimas cálidos e húmidos OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaClimas frios e húmidos
  4. 4. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaLocalizaçãoLocali ação - Zona mais ocidental da península Ibérica. p - Paralelo 41°N - Clima temperado marítimo - Variações estacionais bem definidas. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaOrografia e hidrologia Zona de planalto, grande altitude. Zona de serras e vales Zona litoral
  5. 5. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaClima - Sistema de ventos Anticiclone dos Açores ç - Influencia Atlântica Moderadora Upwelling - Influencia Continental Ventos do planalto Ibérico p Altitude OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaClima Temperatura
  6. 6. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaClima Precipitação OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaClima Insolação
  7. 7. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaClima Ventos OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaResumoRes mo das características e estratégias aplicá eis aplicáveis LITORAL Nebulosidade – Captação solar, Inércia térmica. Precipitação – Elementos protectores Ventos – Protecção aos ventos de NO Humidade – Ventilação cruzada INTERIOR Radiação – Captação solar cuidada Amplitude térmica – Inércia térmica p Baixas temperaturas – Compacidade Altas temperaturas – Ventilação cruzada, protecção solar
  8. 8. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra Rocha Apropriação do tecido edificado no território Dispersão - factor histórico - factor cultural - factor salubridade OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra Rocha Factor históricoCitânia de Sanfins Carta pré histórica. Posições castrenhas
  9. 9. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra Rocha Factor c lt ral culturalMarco de Canaveses, Douro litoral Reguengos de Monsaraz, Alentejo OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra Rocha Factor sal bridade salubridade
  10. 10. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaCompacidade Tipos de povoamento Dispersao em pequenos nucleos Areas despovoadas Disseminaçao quase completa Aglomerados OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaConsiderações quanto à apropriação do território q anto
  11. 11. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaExemplosE emplos de arquitectura vernácula em vale arq itect ra ernác la ale 1 – Curral 2 – Cozinha 3 – Sala / Quarto 4 – Quarto 5 – Varanda 6 – Varanda do tear OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaExemplosE emplos de arquitectura vernácula em vale arq itect ra ernác la ale 1 – Curral 1 – Sala 2 – Cozinha 2 – Arrecadação 3–A Arrecadação d ã 3–S Sequeiro i 4 – Eira 4 – Quarto
  12. 12. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaExemplosE emplos de arquitectura vernácula em vale arq itect ra ernác la ale 1 – Entrada 7 – Adega 13 – Coberto 2 – Loja 8 – Capela 14 – Eira 3 – Curral 9 – Oficina 15 – Sequeiro 4 – Forno 10 – Currais 16- Eira Coberta 5 – Cozinha 11 – Armazem 17 - Espigueiro 6–C b Cubas 12 – R i t d animais Recinto dos i i OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaExemplos de arquitectura vernácula em montanhaE l d it t á l t h
  13. 13. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaExemplos de arquitectura vernácula em montanhaE l d it t á l t h OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaExemplos de arquitectura vernácula em montanhaE l d it t á l t h
  14. 14. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaExemplos de arquitectura vernácula em montanhaE l d it t á l t h OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra RochaAplicação d conceitos vernáculos à arquitectura actualA li ã de it á l it t t l Estratégias passivas - Implantação e orientação, - F t de forma, Factor d f - Distribuição funcional, - Protecção solar adequada, ç q , - Ventilação natural, - Materiais locais - Características térmicas dos materiais - Desconstrução e reutilização de materiais Estratégias activas -Fontes energéticas locais - Sistemas eficientes
  15. 15. OS NÍVEIS DE ACÇÃO DA SUSTENTABILIDADE Arquitectura vernácula no norte de Portugal / Paula Serra Rocha “É indispensável que na história das nossas casas antigas ou populares sedeterminem as condições que as criaram e desenvolveram, fossem elas condições da terra,fossem elas condições d hf l di õ do homem, e se estudem os modos como os materiais se empregaram e t d d t i isatisfizeram as necessidades de cada momento. A casa popular fornecer‐nos‐á grandes liçõesqquando devidamente estudada, pois ela é a mais funcional e a menos fantasiosa, numa , p f f ,palavra, aquela que está mais de acordo com as novas intenções. Hoje estuda‐se pelo seu«pitoresco» e estiliza‐se em exposições para nacionais e estrangeiros: nada há a esperar destaatitude que conduz ao beco sem saída da mais completa negação a que poderia ter‐sechegado”Távora, Fernando em “O problema da Casa portuguesa”, 1947

×