O VAGÃO ROSA
ATUALIDADES
A Polícia Civil de São
Paulo investiga a ação de
criminosos que, além de
abusar e assediar mulheres no
transporte público,...
Patrícia e Evelin foram vítimas de assédio e abuso sexual no transporte
público.(Foto: Kleber Tomaz/G1)
Em 2010, dentro de...
Para combater “encoxadores”, DF lança campanha
contra assédio sexual em ônibus
Depois de a Polícia Civil
prender dezenove ...
Lei que obriga a CPTM e Metrô a reservar espaço
exclusivo para mulheres.
SOLUÇÃO: A Assembleia Legislativa de SP aprovou e...
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS AO “ VAGÃO ROSA”
* É um direito fundamental da mulher de ir e vir sem ser
importunada.
* É uma polít...
Manifestante tira a roupa durante protesto em SP.
Ela escreve no corpo a frase isso não é um convite
Foto: Leonardo Benass...
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS AO “ VAGÃO ROSA”
* Treinamento dos seguranças do Metrô e da
CPTM seria mais eficiente.
* Uma alterna...
* “É uma política afirmativa importante, mas não é o
desejável. O correto é a gente não ser
importunada no metrô e nem no ...
Atualidades   vagão rosa
Atualidades   vagão rosa
Atualidades   vagão rosa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atualidades vagão rosa

415 visualizações

Publicada em

Aula de Atualidades 2014, abordando a polêmica lei que cria um vagão específico para mulheres em São Paulo. Tema que pode ser visitado por bancas de vestibulares, ENEM ou concursos públicos.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
415
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atualidades vagão rosa

  1. 1. O VAGÃO ROSA ATUALIDADES
  2. 2. A Polícia Civil de São Paulo investiga a ação de criminosos que, além de abusar e assediar mulheres no transporte público, filmam, fotografam e divulgam imagens na internet. Neste ano, 17 suspeitos de abuso no Metrô e nos trens foram presos. Após 'onda' de vídeos de abuso em trens, polícia prende 17 suspeitos O machismo no século XXI Ganhou destaque na mídia durante todo o semestre passado a sucessão de prisões em São Paulo de homens que vinham abusando sexualmente de mulheres nos transportes públicos da cidade. Chamados de “encoxadores”.
  3. 3. Patrícia e Evelin foram vítimas de assédio e abuso sexual no transporte público.(Foto: Kleber Tomaz/G1) Em 2010, dentro de um trem senti uma pressão no meu ombro. Quando vi era um homem com o pênis para fora. Pensei em pedir ajuda, mas ele estava com amigos que pediram para eu ficar quieta e fiquei com medo." Patrícia Lopes, supervisora, em relato sobre abuso no Metrô
  4. 4. Para combater “encoxadores”, DF lança campanha contra assédio sexual em ônibus Depois de a Polícia Civil prender dezenove pessoas no Metrô de São Paulo acusadas de abusar de mulheres, o DF vai lançar nesta segunda-feira uma campanha para encorajar passageiros a denunciar abusos sexuais em transporte público. Com o tema “assédio sexual no ônibus é crime”, a ação pretende incentivar passageiros a defender a vítima e denunciar o crime.
  5. 5. Lei que obriga a CPTM e Metrô a reservar espaço exclusivo para mulheres. SOLUÇÃO: A Assembleia Legislativa de SP aprovou em 3 Julho lei que obriga a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e o Metrô a reservar espaço exclusivo para mulheres, o chamado vagão rosa.
  6. 6. ARGUMENTOS FAVORÁVEIS AO “ VAGÃO ROSA” * É um direito fundamental da mulher de ir e vir sem ser importunada. * É uma política afirmativa favorável as mulheres que ainda sofrem opressão. * Garante SEGURANÇA para as mulheres se deslocarem sem preocupações. * Se não ocorresse tanto abuso, essa medida não seria necessária. * O “vagão rosa”, já foi implementado no Japão, Egito, Índia, Irã, Indonésia, Filipinas, México, Malásia e em Dubai.
  7. 7. Manifestante tira a roupa durante protesto em SP. Ela escreve no corpo a frase isso não é um convite Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press
  8. 8. ARGUMENTOS CONTRÁRIOS AO “ VAGÃO ROSA” * Treinamento dos seguranças do Metrô e da CPTM seria mais eficiente. * Uma alternativa seria a realização de campanhas de conscientização. * É preciso haver respeito, independentemente de vagão exclusivo. * Os vagões exclusivos culpabilizam as mulheres pelo próprio assédio. * É uma medida paliativa, que segrega a Mulher, e não resolve o problema do abuso. O Vagão tira o direito da mulher a todo espaço público. * O que falta é respeito e punição para quem abusa.
  9. 9. * “É uma política afirmativa importante, mas não é o desejável. O correto é a gente não ser importunada no metrô e nem no ônibus. A gente tem o direito de ir e vir. Se nem isso as mulheres têm mais, estamos com um problema sério”, avalia a secretária de Enfrentamento à Violência, da Secretaria da Presidência da República, Aparecida Gonçalves. * A mudança definitiva só vem com a educação.

×