História

245 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
245
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História

  1. 1. História •1886 - Início da produção de um modelo de espartilho na granja Heubach (Württemberg, Alemanha), com um capital inicial de dois mil marcos de ouro e seis empregados. A título deA Triumph International é uma empresa internacional de roupa comparação, a empresa conta hoje com vendas anuaisinterior. superiores a 1,6 bilhões de dólares americanos e emprega maisFoi fundada em Heubach, Württemberg, na Alemanha, de 30.000 funcionários em todo o mundo. Ao mesmo tempo emem 1886 pelas famílias Spiesshofer e Braun. que o costureiro parisiense Charles Frederic Worth, foi oA primeira subsidiária estrangeira foi estabelecida em Zurzach, primeiro a "realçar" as formas femininas com enchimentos, osna Suíça, como sede financeira da empresa. fundadores da Triumph estavam estabelecendo as suasO grupo, com operações de manufactura e de marketing, opera operações numa simples granja.atualmente em 120 países no mundo. É uma das fabricantes de •1894 - A sua perspicácia empresarial trouxe-lhes um importanteroupa interior líderes no mercado e, em 2003, teve um lucro progesso: um pedido para espartilhos com rendas e laços paraanual de 1.6 biliões de Euros, contando com a Inglaterra.38.691 empregados. •1900 - Nos primeiros anos do século, as constritivas barbatanas conheceram um certo grau de relaxamento; os espartilhos tornaram-se mais baixos libertando os movimentos; as mulheres, e as mulheres europeias em particular, contagiadas pela influência de novas modas como o tango, começaram a vestir-se de modo a traduzir as próprias personalidades. Com o florescer da Triumph, novas gerações trouxeram juventude, energia e estímulo para o negócio. •1902 - O nome "Triumph" foi registrado como marca comercial. •1930 - Na década de 1930 a Triumph progrediu até alcançar a posição de maior manufatura de espartilhos da Europa - um excelente motivo para as comemorações do cinquentenário da empresa em 1936. •1933 - Após quase 50 anos de crescimento quase-ininterrupto - suspenso apenas pela Primeira Guerra Mundial -, a empresa iniciou a sua expansão internacional, inaugurando a sua primeira filial em Zurzach, na Suíça. Hoje, essas mesmas instalações abrigam o quartel-general financeiro
  2. 2. Capital social• 1886 - Início da produção de um modelo de espartilho na granja Heubach (Württemberg, Alemanha), com um capital inicial de dois mil marcos de ouro e seis empregados. A título de comparação, a empresa conta hoje com vendas anuais superiores a 1,6 bilhões de dólares americanos e emprega mais de 30.000 funcionários em todo o mundo. Ao mesmo tempo em que o costureiro parisiense Charles Frederic Worth, foi o primeiro a "realçar" as formas femininas com enchimentos, os fundadores da Triumph estavam estabelecendo as suas operações numa simples granja.• 1894 - A sua perspicácia empresarial trouxe-lhes um importante progresso: um pedido para espartilhos com rendas e laços para a Inglaterra.• 1900 - Nos primeiros anos do século, as constritivas barbatanas conheceram um certo grau de relaxamento; os espartilhos tornaram-se mais baixos libertando os movimentos; as mulheres, e as mulheres europeias em particular, contagiadas pela influência de novas modas como o tango, começaram a vestir-se de modo a traduzir as próprias personalidades. Com o florescer da Triumph, novas gerações trouxeram juventude, energia e estímulo para o negócio.• 1902 - O nome "Triumph" foi registrado como marca comercial.• 1930 - Na década de 1930 a Triumph progrediu até alcançar a posição de maior manufactura de espartilhos da Europa - um excelente motivo para as comemorações do cinquentenário da empresa em 1936.• 1933 - Após quase 50 anos de crescimento quase-ininterrupto - suspenso apenas pela Primeira Guerra Mundial -, a empresa iniciou a sua expansão internacional, inaugurando a sua primeira filial em Zurzach, na Suíça. Hoje, essas mesmas instalações abrigam o quartel-general financeiro e outros departamentos estratégicos da corporação.
  3. 3. Produto comercializado• A marca britânica de motocicletas Triumph é uma das mais tradicionais no mundo das duas rodas. A empresa, que comemorou seu centenário em 2002, tem actividades em outros 12 países – Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Itália, Alemanha, Japão, Suíça, Suécia, França, Bélgica, Holanda e Japão – e comercializa cerca de 36 mil unidades por ano. Apesar de ter celebrado 100 anos em 2002, a Triumph é mais antiga. A marca nasceu na última década do Século XIX, após a ida do alemão Siegfried Bettmann para a Inglaterra. O empresário, que até então comercializava máquinas de costura, ficou impressionado com o aumento da frota de bicicletas naquele país e resolveu entrar no novo negócio. Bettmann deu o nome de Triumph às bicicletas que vendia, por ser um nome de fácil assimilação em toda a Europa. A primeira motocicleta saiu da linha de montagem da Triumph, em Conventry (Inglaterra), no ano de 1902 – data de partida para a contagem do centenário - e recebeu a nomenclatura de “N°1”. O veículo de duas rodas nada mais era que uma bicicleta com estrutura reforçada, equipada com um motor de combustão interna do fabricante belga Minerva, com 2,25 hp de potência, que ficava alocado na parte dianteira do quadro.• A Triumph ganhou popularidade rapidamente por um motivo: em pleno Fordismo, enquanto os engenheiros de outros fabricantes se preocupavam com a produção em larga escala, Mauritz Schulte, que era responsável pela engenharia da marca, procurava aprimorar e desenvolver novos mecanismos para as motocicletas. Essa política, em poucos anos, possibilitou o lançamento de outros modelos de excelente qualidade e tecnologias modernas para a época, como a partida a pedal. durante a 1ª Guerra Mundial, o governo da Inglaterra designou à Triumph a missão de equipar o exército britânico. As motocicletas da marca eram utilizadas para levar os soldados ao fronte de batalha.

×