Aline Barros - Diante da Cruz

1.819 visualizações

Publicada em

Aline Barros - Diante da Cruz

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.819
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
422
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aline Barros - Diante da Cruz

  1. 1. Diante da Cruz
  2. 2. Ó Deus, me sondas, conheces-me Mesmo quando falho, eu sei, me amas...
  3. 3. Estás presente a me cercar Em todo tempo, eu sei, me amas Eu sei, me amas.
  4. 4. Prostro-me diante da cruz Vejo o sangue de Jesus Nunca houve amor assim...
  5. 5. Sobre a morte já venceu Sua glória o céu encheu Nada irá me separar!
  6. 6. Tu és meu Guia, meu Protetor Tua mão me firma Eu sei, me amas Eu sei, me amas!
  7. 7. Prostro-me diante da cruz Vejo o sangue de Jesus Nunca houve amor assim...
  8. 8. Sobre a morte já venceu Sua glória o céu encheu Nada irá me separar!
  9. 9. Prostro-me diante da cruz Vejo o sangue de Jesus Nunca houve amor assim...
  10. 10. Sobre a morte já venceu Sua glória o céu encheu Nada irá me separar!
  11. 11. O véu rasgou, o caminho abriu Tudo consumado está. O véu rasgou, o caminho abriu Tudo consumado está!
  12. 12. E quando tudo, se acabar, estarei seguro. Pois sei, me amas Pois sei, me amas!
  13. 13. Prostro-me diante da cruz Vejo o sangue de Jesus Nunca houve amor assim...
  14. 14. Sobre a morte já venceu Sua glória o céu encheu Nada irá me separar!
  15. 15. Prostro-me diante da cruz Vejo o sangue de Jesus Nunca houve amor assim...
  16. 16. Sobre a morte já venceu Sua glória o céu encheu Nada irá me separar!
  17. 17. Prostro-me diante da cruz Vejo o sangue de Jesus Nunca houve amor assim...
  18. 18. Sobre a morte já venceu Sua glória o céu encheu Nada irá me separar!
  19. 19. O véu rasgou, o caminho abriu Tudo consumado está. O véu rasgou, o caminho abriu Tudo consumado está!
  20. 20. O véu rasgou, o caminho abriu Tudo consumado está. O véu rasgou, o caminho abriu Tudo consumado está!
  21. 21. O véu rasgou, o caminho abriu Tudo consumado está. O véu rasgou, o caminho abriu Tudo consumado está!

×