Moradores das ruas, praças & avenidas do brasil

598 visualizações

Publicada em

Uma constatação social dos Moradores das Ruas, Praças e Avenidas do Brasil - com provocação para escancarar um grave problema social; aos gestores do Brasil. A“temperatura” na medida da visual constatada e mostrada em algumas fotografias da realidade - de que tudo não ia tão bem assim e, hoje 13 anos depois, continua e se acentua a exclusão no país.

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
598
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Moradores das ruas, praças & avenidas do brasil

  1. 1. − PARABÉNS AO PRESIDENTE ! (Em nome dos moradores de rua do Brasil) Texto: Paulo & Fernando Zornitta Fotos: Paulo Zornitta Nós, moradores de rua, restos de um processo de urbanização e exclusão social; que ainda estamos aqui nesse ambiente; que por vós governantes tanto esperamos; finalmente podemos ter uma esperança de um dia estarmos felizes; pois agora temos uma promessa, de um programa, daquilo que era - 7 anos atrás uma certeza: que alguém vindo da dificuldade, um operário que virou Presidente, lembrar-se-ia de nós. Somos moradores de ruas, de pontes, de praças e avenidas; sem teto, sem rumo, sem documentos, sem alimentos, sem roupas nem possibilidade de termos educação para nós e para os que conosco estão. Há muito acreditando, mesmo quando muitos de nós sequer estávamos nessa deplorável condição, votamos para o o senhor ser
  2. 2. presidente e vimos o senhor chorar na sua posse dizendo que ia trabalhar 24 h por dia..... Nossas esperanças cresceram. Quando o senhor falou e criou o Bolsa Escola, o Bolsa Gás e o Bolsa Família, até que pensamos que poderia ser criado o Bolsa Morador de Rua ou mesmo algum projeto para nos assistir. E, continuamos nessa espectativa. Até pensamos que o senhor ou os seus companheiros que foram para o seu governo, pudessem nos enxergar; juntando um neurônio de um, com um neurônio do outro, pudessem fazer isso por nós. Mas os anos se passaram Presidente, quase 8 inteiros anos e já no final do seu governo; quando já tínhamos perdido as esperanças, o seu projeto aparece. Parabéns, pelo menos por ter se lembrado. Esperamos que o seu projeto vingue e que possamos ter uma chance de inclusão. Somos muitos e várias são as causas que nos levaram e que nos prendem as ruas; mas a grande maioria de nós pode ter uma saída, como aquele pernambucano que lhe inspirou por ter passado em concurso do Banco do Brasil, mesmo morando como nós, nas ruas.
  3. 3. Nós moradores de rua, somos o termômetro que mede o nível de fraternidade do país que habitamos e, estamos Presidente, abandonados a nossa própria sorte, pois somos marginalizados, convivemos com doenças, passamos frio, fome e dormimos sob o teto das estrelas. O Brasil e todos têm de ser mais fraternos conosco; equilibrar mais; dividir mais; pois apesar de tudo, somos – vocês e nós - resultado do mesmo processo, que tem sido benéfico para vocês e uma pequena parte da sociedade e, injusto para nós. Paulo e Fernando Zornitta - Movimento Greenwave Autores do Projeto: “ALDEIA DA PAZ & CIÊNCIA” para moradores das ruas, encaminhado ao Gabinete da Ministra Dilma Rousseff há 6 meses atrás; idem no Governo do Estado do RS e, no Gabinete do Prefeito de Porto Alegre em 2008, há mais de 2 anos). Foto 1 – A Arte que Imita a Vida Foto 2 – Francisco de Porto Alegre Foto 3 – Regulando-se

×