Outubro 2013

839 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
839
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
68
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Outubro 2013

  1. 1. Jornal Pesca Ecologia 1
  2. 2. Jornal Pesca Ecologia 2
  3. 3. Jornal Pesca Ecologia Editor: 3 Novo Telefone / e-mail: Sartorato Fone: 9798-1047 Biografia - Editor do Jornal Pesca Ecologia ( Desde fevereiro 1998) - Apresentador do Programa Pesca Brasil (Desde agosto 2005) - Colunista do Jornal A Tribuna do Paraná (Desde maio 1999) (41) 3058-3636 e-mail: jornal@pescaecologia.com.br Vendo loja de pesca com 17 anos de atividade. Ótimo ponto. Exelente clientela. Fones: 9977-4733 - TIM 9117-1363 - VIVO Capa: Jets Sea-Doo Lojas de Pesca, Náuticas, Agências de Turismo, Pesque-Pagues, Ind. de Prod. Pesca - Prest. de serviços Nome Fone Advocacia - Dr. Nilson Agro Pesca Araucária Agro Pesca Iguaçu - S.José Agro Pesca Iguaçu Alvorada Auto Peças Armazém da Pesca Art-Fício Aviário Rec. Criador Black Bass Cabana do Pescador Capitão Elias 47 Capitão Leonardo 47 Carrecar - Reboques Dermofórmulas Dik Mar Ecofisch Famma Turismo Fort Car Fretes Fugita Sports Fuji Pesca pág. 3568-1214 3643-1855 3058-5286 3086-1646 3351-2921 3082-7959 3338-7244 3385-6571 3308-6773 3256-1545 3448-1358 3448-3033 3287-5050 3376-8708 3283-6087 3278-8415 3277-4000 3673-2386 3253-0315 3245-7375 3332-7448 03 14 09 09 01 25 29 11 31 24 24 31 25 30 04 21 21 07 05 11 08 Nome Fone Fumtur - Paranaguá Grand Auto Motor Grandi Salvados Golfinho Pesca Happy Day Pesca Hobby Pesca Ideal Artigos de Pesca J.G. Breda Jornal Pesca Ecologia Kalu - Panificadora Kapazi Lambarimar Levi Náutica LíderVans Loba do Mar Lunear Marítima Metalúrgica Gusso MM Náutica Motor Maxy Mundo da Pesca Nagazava Tintas pág. 41 3420-2940 3372-1513 3247-0281 3349-2392 3372-9198 3222-7961 9983-9944 3372-4921 3058-2535 3383-5163 2106-0900 3332-4992 3367-1241 3372-3300 3027-7788 41 3423-3117 3223-2565 3333-9011 3274-5113 3621-0760 3018-1530 16 24 19 09 04 07 29 04 03 04 26 14 11 25 15 17 19 02 30 18 08 Nome Fone pág. Narciso Pesca 42 3524-4505 Nativus - Pesca e Camping 3155-6723 Náutica Carrecar 3287-4720 Náutica Jairomar 3346-0264 Náutica Power Boat 3226-9918 Newracing - Motores 3278-7939 Nova Onda Estaleiro 47 3455-0030 Novo Oriente 3679-2483 O Peskeiro do Ahú 3019-6752 Pantanall 3039-5242 Paraná Pesca 3247-7777 Pastelaria Kubo 41 3423-2336 Pesca Brasil 3058-3636 Peixão Artigos de Pesca 3153-3154 Peixe Pescador 47 3448-3410 Pesca Brasil 3058-3636 Perfumes Famosos ------------Pesca e Pescador 3608-3943 Pesca Tropical 3095-5780 Pescaria/Passeio Guaratuba 3442-1909 Pesque P. Bom Pescador 3555-1784 31 26 19 32 08 24 08 05 04 31 05 17 21 06 32 01 11 05 31 29 14 Nome Fone Pesqueiro 3273-4395 Planos de Saúde 3203-6535 Pousada do Zanão 47 9655-0116 Pous. das Palmeiras 42 3639-1270 Pousada Sossego 18 3287-1126 Precision (Aces Empres.) 3277-1438 Recanto do Marreco 47 9904-1352 RA - Nossa Massa 41 3608-1036 Restaurante Dona Helena 3264-9933 Rio Prata Pesca 3224-4678 Rick Náutica 3266-5736 Rota do GPS 3333-9003 Shopping do Pescador 3349-3135 Sobrado do Pescador 3378-3987 Super Fishing 3779-0855 Tucunaré 3244-9948 Turma do Choma 3365-4448 Vans (Carlos) 3277-2063 Vamos Pescar 3206-4885 X Treme Boats 3562-2672 WM/Ferramentas Kennedy 3314-1864 pág. 24 03 25 07 15 01 19 09 09 05 22 01 32 21 06 04 26 08 26 08 09 Telefone: (41) 3058-3636 / 9798-1047 Rua das Garças, 347 - Jardim D. Roza - CEP 83.045.560 - São José dos Pinhais/PR e-mail: jornal@pescaecologia.com.br contato@jornaldosartorato.com.br Deptº Jurídico Dr. Nilson dos Santos OAB/PR - 47625 Editor Reinaldo Sartorato Jornalista Profissional MT - 4619/PR Editora Responsável Editora SS Pesca Paraná Ltda CNPJ 04.674.318/0001-09 Diagramação/Revisão Eliane M. L. Scholz Sartorato Jornalista - MT-0009392/PR Jornalista Técnico Repórter fotográfico e Cinematográfico Marcelo S. Sartorato Jornalista - MT-0009413/PR *As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do Jornal. O Jornal do Sartorato é editado mensalmente pela Editora SS Pesca Paraná, tendo o perfil informativo no esporte da pesca esportiva e a preservação do meio ambiente, sendo a sua distribuição totalmente gratuita. Os colaboradores desta edição declaram estar cientes de que o fazem gratuita e espontaneamente, de acordo com a sua disponibilidade de tempo e material, aproveitando a oportunidade para a divulgação temporária de suas “obras”, em espaço pré-doado em nosso veículo a terceiros, tendo livre autonomia para escolha do material publicado, sendo diretamente responsáveis pelas suas obras, submetendo-se assim a nossa disponibilidade de pauta e espaço, sem vínculo de periodicidade ou continuidade. Fotos: Divulgação / Pescadores - Colaboradores: Pescadores: participantes - Causos: (Oriel Ballan) - Meio Ambiente: Força Verde - Charges: Carlos Roque Seixas
  4. 4. Um verdadeiro monstro marinho foi encontrado morto numa praia da Espanha. O estranho animal foi localizado em Villa Ricos, por moradores locais. Cientistas acreditam que a espécie vive em águas profundas, e que deveria ter mais de 5 metros de comprimento. Este estranho ser marinho foi encontrado incompleto, provavelmente por ação de tubarões ou outros peixes carnívoros. No entanto procurou-se rapidamente fazer o enterro da criatura prevenindo-se assim possíveis infecções, uma vez que se encontrava em avançado estado de decomposição Uma construção no formato de um peixe baiacu virou atração na comarca de Yangzhong, na província de Jiangsu, na China. Decorada com 8.920 placas de cobre, a escultura bizarra custou cerca de 70 milhões de iuanes (R$ 25,5 milhões). Divulgação Divulgação 4 Divulgação Divulgação Jornal Pesca Ecologia O artista plástico Ilia Kabakov apresentou em Moscou seu projeto mundial. Em 2005, Ilia e Emilia Kabakov desenvolveram o projeto “Barco da Tolerância”. A finalidade foi convidar pessoas do mundo inteiro ao diálogo, fazer com que cada um entenda que, apesar das diferenças exteriores, todas as pessoas são iguais. Professores, psicólogos, escritores, apresentam esta idéia, de que a tolerância e o respeito mútuo são qualidades importantes, que as crianças e adultos devem conhecer. Além disso, os alunos participaram da obra, construindo a vela do barco. Artistas dão aulas práticas, durante as quais, os menores criam desenhos em tecido especial de vela. E depois são costuradas e montada na vela, que é então colocada no mastro.
  5. 5. O peixe focinho de rato comum nas águas tropicais do oceano Atlântico é uma das espécies mais populares do Caribe. O peixe atinge 50 cm de comprimento e pode chegar a 6 kg, sendo muito procurado por pescadores amadores e profissionais. Pesquisadores descobriram recentemente que estes peixes fazem grandes “orgias” na sua reprodução. Nesa época se deslocam da costa em direção a águas mais profundas, onde se reunem aos milhares para realizar o ritual da fecundação. O estudo comprovou que a espécie tem como habitate natural, tanto as águas rasas, como as de maior profundidade. Divulgação Uma chinesa foi levada para um hospital depois ter recebido uma picada de uma cobra venenosa, que estava conservada em vinho havia meses. A cobra atacou violentamente a moradora de Shuangcheng, conhecida por Liu, quando ela resolveu colocar mais vinho de arroz na garrafa. Ao mudar a posição do bicho, a cobra começou a se mexer e se esticou, saindo da garrafa e atacando a mulher. Muitos acreditam tratar de uma história verdadeira... 5 Divulgação Divulgação Jornal Pesca Ecologia Antonio dias Neto da Silva, pegou este tambacú de 46 quilos e 1,10 metros no lago de Manso do rio Cuiabá. Ele conta que foi o maior peixe pego em sua vida.
  6. 6. Jornal Pesca Ecologia 6 Sartorato esteve gravando no mês de Setembro, vários programas no Pesqueiro Pousada das Palmeiras - Fones: (042) 3639-1270 / (041) 8833-9980 Claro / (041) 9165-1311 Vivo / (041) 9997-6088 ) na Represa de Salto Santiago em Foz do Jordão. A Pousada fica localizada a 340 Km de Curitiba, tudo em asfalto, com apenas 3 km de chão batido em ótimo estado, mesmo com chuva. A Pousada oferece muito conforto, com apartamentos, restaurante, piscinas, lazer e muita pescaria de lambari. Ali é possível capturar os belos e famosos lambaris de rabo vermelho, tilápias, pintados, traíras e a famosa pescaria a noite do peixe Rei. Sartorato entrevistou no local vários hóspedes e telespectadores, realizando com eles boas pescarias de lambarís. O Dr Raimundo José Moro, telespectador e leitor do jornal Pesca Ecologia, estava no local com a equipe oficial: Roberto, Piccinelli, Reginaldo, Romildo e o pai José Moro. Ele conta que é possível realizar ali pescarias entre 7 e 11 kg de lambaris, alternando durante o dia nas modalidades de molinete ou vara telescópica, sempre com a famosa receita de sagu do Adílson da Barreirinha, um sagu fantástico para a pescaria de lambaris. O programa foi gravado rapidamente com a participação de todos, que iam tirando belos lambaris. O Romildo então, era um craque, só tirava os grandes, utilizando os Para quem desejar também pegar os belos lambaris da Pousada, segue receita de sagú do Adilson: Sagu do Adilson da Barreirinha: 1) Colocar água na panela e ferver. 2) Quando ferver, colocar 3 colheres de sopa de sagu (ou a quantidade desejada e suficiente para a pescaria) e deixe ferver por 26 minutos. Desligue e aguarde mais um minuto para assentar. 3) Lave bastante em água fria corrente. 4) Coloque em um recipiente o sagu, adicione o corante Vermelho para Bolo, e a Essência de baunilha (quanto de corante (uma pontinha da colher de cafezinho, se colocar mais não vai ficar alaranjado e sim muito vermelho) e da essência de Baunilha (meio litro). Deixe por 40 minutos, e a cada 10 minutos misture bem. 5) Lave e passe no fubá amarelo para não grudar, (em um saco plástico colocar o fubá e logo em seguida o sagu), sacudindo bem até ficarem soltinhos. Após, passar em uma peneira para tirar o excesso do fubá, acondicionando em um saco plástico e deixar bem fechado para não desidratar. O fubá tem que ser o mais grosso. 6) BOA PESCARIA. bichinhos do pão de sua criação. Raimundo conta que frequenta o local há vários anos, pela piscosidade dos lambaris e principalmente, pelo atendimento oferecido pela gerente Márcia e proprietários Orlando e Márcia. E finaliza dizendo que a comida é fantástica, pela variedade, qualidade e as verduras livres de agrotóxicos colhidas em horta própria.
  7. 7. Jornal Pesca Ecologia 7
  8. 8. Jornal Pesca Ecologia 8
  9. 9. Jornal Pesca Ecologia 9
  10. 10. Jornal Pesca Ecologia 10 Jornal@pescaecologia.com.br Davi Perbiche Osligi - 6 anos - Carpa capim Regina - Lambari no Rio Potinga Marcio Leonel - Carpa de11Kg
  11. 11. Jornal Pesca Ecologia Carlos Ivan Dalla Costa é um grande pescador que não fica sem uma boa pescaria. Acostumado a pescar com os amigos num barco Ecologia 21 pés, preparado para a pesca (uma verdadeira nave). Desta vez se viu obrigado a contratar mais uma embarcação, visto que o grupo formado superava a lotação do Barco Ecologia. Ele juntamente com Heitor Dalla Costa e o Silvano (Contabilize) seguiram na pescaria numa “bateira” de madeira, nome Vitória, impulsionada por um motor de 15HP. Ficaram com a pior embarcação, mas em pescaria o que vale mesmo é o “braço”. Após a equipe chegar ao pesqueiro na vila da Glória, exatamente na frente do Porto de São Francisco, pescando de rodada, numa maré de enchente, Carlos sente uma grande pegada. Ele grita para os amigos... Acho que peguei um pneu! O Silvano comenta: Táaa.. lôco, pegar um pneu aqui. O pescador rapidamente retruca na brinca- 11 deira: Peguei um pneu de navio. Carlos não tem outro recurso a não ser pegar na linha com as mãos, para rebocar algo pesado que agia diferente de um peixe e se comportava estranhamente, lento e balançando. O equipamento era leve, carretilha, vara 17 lbs e linha multifilamento 22 lbs. O pescador acreditava mesmo, que era um enrosco, devia ter enrolado em alguma coisa, pois pescava de fundo com um camarão artificial vermelho, com jig 28 gramas, bastante pesado. Mas quando o “pneu” chegou na superfície, a grande surpresa, jogou água por todo lado e mergulhou novamente. Foi então, que todos ficaram impressionados, pois na realidade se tratava de um grande linguado, um verdadeiro troféu que pesou 6,7 quilos. Era o mês de Março e o grupo pegou ainda muitos peixes. Mas o dia ainda continuava sendo do Carlos, que fechou a pescaria com outro belo troféu, um robalo de 2,3 quilos.
  12. 12. Jornal Pesca Ecologia 12 Manoel e os Refrigerantes vaziar a bexiga. Eles estão lado a lado, aliviando-se e o anão não pára de piscar ao olhar o gigante. - Você é veado? - Pergunta o gigante ao anão - Não pára de piscar prá mim... O anão fica bravo e responde: - É que você tá respingando xixi na minha cara! Voltando de viagem Chegando de viagem, dona Renata pergunta para seu filho de 5 anos: - E aí, Pedrinho? Correu tudo bem por aqui na minha ausência? - Tudo bem mamãe! Só teve um dia que choveu muito forte e eu fiquei com medo e o papai veio dormir com eu. - Comigo, Pedrinho! - corrigiu a empregada. - Não, Maria! Isso foi no sábado! Eu estou falando de domingo quando choveu! O gigante e o anão No circo, um pouco antes da apresentação noturna, o gigante e o anão vão ao banheiro para es- O Pai da Loira O pai da loira morreu. Muito prestativa, ela disse à mãe que cuidaria de tudo. Dos preparativos para o velório, de dar a notícia aos amigos etc. A mãe recomendou: — Patrícia... Seu pai não pode ser enterrado com esta roupa... Vá comprar um terno decente para ele... Eu pago... Então ela saiu para fazer uma pesquisa de preços. Na volta, pediu 100 reais à mãe. Rapidamente, ela assinou o cheque e a filha foi buscar o terno. Passou-se um mês do enterro e a loira falou para a mãe: — Preciso de mais 100 reais para pagar o terno, mãe. Então a mãe novamente assinou o cheque. No mês seguinte, a cena se repetiu. E no outro. E no outro. Até que a mãe não agüentou: — Filha, em quantas prestações você comprou esse terno, hein? — Nenhuma. É que o terno que eu queria era muito caro. Então eu achei melhor alugar um! Divulgação Em um shopping Manoel observa um garoto colocar uma moeda na máquina e retirar um refrigerante. Empolgadíssimo ele vai até o caixa, compra um saco cheio de moedas e começa: Dividindo o Ônibus. coloca uma moeda e retira um refrigerante. Depois bêbado entrou no e outro refrigerante. frente e O mais uma moeda ônibus, parou lá na E continua... Depois deo lado direito, disse:- Todo apontando para acumular umas 15 latinhas o segurança do shopping vai até ele e pergunta: mundo desse lado de cá é veado! E apontando Amigo, quantos refrigerantes você vai levar? para o outro lado: - E todo mundo desse lado é Ora pois! EnquantoUm estiver a ganhaire, não filho da puta! eu passageiro, inconformado, paro. levantou-se e disse: - Eu não sou veado! E o bêbado: - Então passa para o lado de lá pra não Tempos modernos fazer confusão! Nisso, o motorista furioso freiou o ônibus no sítio sem fazendo visto destas O caipira viviabruscamente nunca tercom que todos os passageiros caíssem ultima geração.Um coisas da cidade, coisas deno chão, levantou-se, apontou o manhã cara do bêbado e berrou: - Quem belo dia, dededo na ensolarada, ele estava sentado foi da você chamou de veado? E o palha na frentequecasa fazendo um cigarrinho debêbado: Agora eu não sei viu uma asa delta. - Muié, quando olhou pro céu emais... você misturou tudo! trais a ispingarda - gritou. E a mulher sem saber pra que pergunta:- O que cê vai faze ca ispingarda zé? E o zé responde:- Ah muié, to veno um bicho estranho sô. A patroa traz a espingarda e o caipira, na maior tranquilidade, prepara bem e mira no coitado do moço que estava passeando com sua asa delta. Lasca-lhe um tiro: PEIOUUU!!!. A mulher pergunta: - Matô, Zé? E o matuto responde: - Óia muié, matá acho que num matei não, mais que o bicho largô o omi ele largô. Ingredientes: 1 lagosta, 3 colheres de sopa de azeite exta virgem, 1 cebola picada, 1 colher de sopa de alho desidratado, sal a gosto, 1 limão, pode-se acrescentar ovos, tomates ervilhas Modo de preparo: DICA: Cozinhe a lagosta como se fosse camarão. Em seguida, esfregue sal e limão. Deixe descansar por 15 minutos. Numa panela, ferva água em quantidade pra cobri-la. Ponha a lagosta por 5 minutos. Tire e deixe esfriar (morno). Jogue a água fora e reponha a água e ferva. Esfregue sal e limão. Ponha-a na fervura por 10 minutos. Retire-a e deixe-a mornear. Numa frigideira, esquente o azeite. Doure a cebola picada, acrescente o alho e ao mesmo tempo apague o fogo. Retire só a cebola e o alho e deixe o azeite. Da lagosta, tire a casca, a tripa verde de cima e de dentro. Corte-a em fatias de qualquer tamanho. Ponhaas pra fritar de um lado até dourar. Se precisar, acrescente azeite. Vire pra baixo o lado de cima. Ponha por cima das fatias, a cebola com alho distribuídas por igual. No ponto de dourado. Retire e sirva.
  13. 13. Jornal Pesca Ecologia Óculos certo para cada formato de rosto Na hora da escolha, três passos são fundamentais: tempo e paciência para pesquisar; estilo e harmonia com o formato do seu rosto; e detalhes a serem observados ao experimentar a armação, que contribuem para o conforto do acessório. Entenda melhor cada uma dessas etapas abaixo e anote as dicas! Paciência para pesquisar e escolher é fundamental. Digamos que você já sabe o estilo que quer: aquele modelo Wayfarer que todo mundo está usando ou um aviador para ser diferente. Com certeza 13 já viu o seu modelo ideal no rosto de uma atriz ou mesmo numa amiga e adorou. Mas será que ele combina mesmo com você? Nem sempre seguir a moda é uma opção correta. Para acertar na escolha dos óculos, você terá de experimentar muitos e muitos modelos, e, de preferência, em diversas lojas. Portanto, ter paciência é a primeira dica para o sucesso! Feito isto, não corre o risco de deixar de provar justo aquele que iria ficar perfeito no seu rosto. Óculos para cada formato de rosto: Não é só o estilo, mas o tipo do rosto também deve ser levado em conta na hora da escolha. Para o rosto redondo, por exemplo, a melhor é a armação quadrada ou retangular. Para as donas de face quadrada, invista no oposto e compre óculos redondo ou ovalado. Para equilibrar a linha do rosto triangular a aposta é armações estreitas, como o estilo aviador. Em todo caso, mulheres com rosto oval são as mais fáceis de combinar com diversos tipos de óculos. Detalhes que devem ser observados na hora da compra: Figura 1 Encontre os 7 erros entre as duas figuras Figura 2 Veja os oito pontos estratégicos na hora da compra: 1 - A pupila deve ficar centralizada na armação. 2 - O apoio do nariz (também chamado de "ponte do óculos") deve encaixar bem, sem marcar a pele. Conforto aqui é palavra de ordem! 3 - A armação deve ficar rente à parte de cima do olho. 4 - As sobrancelhas devem acompanhar o formato do modelo escolhido. 5 - As hastes devem estar apenas apoiadas nas têmporas (jamais muito justas) e ajustadas atrás da orelha. 6 - As ponteiras devem contornar as orelhas. Dessa forma, não farão pressão sobre a cabeça e manterão os óculos seguros; 7 - As sobrancelhas não podem ser encobertas pela armação – evita uma expressão muito rígida. 8 - Quem usa franja deve optar por uma armação que não a amasse.
  14. 14. Jornal Pesca Ecologia Aconteceu dia 05 de Outubro as 17 horas o lançamento a nível mundial no Brasil, em São Paulo e no Rio de Janeiro, o lançamento do SPARK, o mais novo jet da Sea-Doo com retransmissão simultânea para todo o Brasil. Aqui em Curitiba a MM Náutica Concessionária Sea-Doo, convidou seus clientes e amigos para verem em primeira mão este lançamento. Numa bela confraternização, todos ficaram conhecendo os atributos do novo Sea-Doo SPARK. Dirigido ao público jovem com boa acessibilidade de custo - baixo custo - 30% mais econômico que os concorrentes, leve, fácil de transportar, baixas emissões, motor 4 tempos com injeção eletrônica, baixo custo de manutenção; um produto garantido pelo líder mundial do mercado Sea-Doo. Em cinco opções de cores, podendo ainda ser personalizado, é oferecido com 60 e 90 hps 4 tempos Rotax Ace 900 para dois ou três lugares. Capacidade de combustível: 30 litros. Comprimento: 239/305 cm, largura: 118 cm. Peso: 185/191 Kg. O evento foi um sucesso de público com participação também de mídias de Jornal e TV. 14 A exposição de vários jets simultaneamente a estrela do dia - o novo SPARK - e a bela confraternização entre os convidados, encantou a todos, enquanto era oferecido um excelente coquetel. No final, mais uma vez a consagração da liderança da MM Náutica no seguimento, reforça o conceito de seus clientes na qualidade e serviços oferecidos. A MM Náutica agradece a participação dos convidados neste evento e aguarda a presença de todos para conhecer seu mais novo astro: SPARK.
  15. 15. Jornal Pesca Ecologia 15
  16. 16. Jornal Pesca Ecologia 16
  17. 17. Jornal Pesca Ecologia 17
  18. 18. Jornal Pesca Ecologia 18
  19. 19. Jornal Pesca Ecologia 19 UM PEQUENO PENACHO GUARDADO NA CAIXA DE PESCA REALIZA UMA PESCARIA FANTÁSTICA Pescando traíras no Capivari, arranca um fantástico dourado de 2,5 kg e 51 cm O companheiro grita para todos: aqui tem dourado! Era o mês de fevereiro de 2003. Osni Pardal e a equipe Gerson, Malaquias, Sabiá, Careta, Jony e Ismael foram pescar na represa Capivari Cachoeira num velho pesqueiro conhecido por Sete Porteiras. Havia chovido muito, e o dia estava muito ruim, apenas pequenos bagres e tilápias. A água estava subindo pelo capim e muitos voltavam para casa. Osni pegou um barco e resolveu pescar traíra na batida com isca artificial, um pequeno penacho desconhecido, há muito tempo guardado em sua mala de pesca. Ao lançar a isca numa galhada, a traíra explode. Briga pesado, no fundo e não se entrega. É uma traíra muito estranha. Osni trabalha o peixe por algum tempo até que consegue embarcá-la. Nisto a grande surpresa: A grande traíra, normalmente preta sai da água num dourado reluzente, surpreendendo a todos. A equipe não acredita no que vê, um belo dourado de 51 cm e 2,500 quilos. O primeiro dourado pego na represa do Capivari. O companheiro Malaquias entusiasmado pela façanha do amigo, faz questão na volta de parar em todo local, mostrando o peixão e gritando: Aqui tem dourado!
  20. 20. Jornal Pesca Ecologia 20 OPERAÇÃO GRALHA AZUL IV É REALIZADA PELO BPMA EM TODO O PARANÁ O Batalhão de Polícia Militar Ambiental realizou, neste dia 19 de setembro, a Operação Gralha Azul IV, com a participação de 100 policiais que fiscalizaram, repreenderam e preveniram ilícitos ambientais em suas mais diversas modalidades, em todo o Estado do Paraná. Nesta 4ª edição da Operação, na cidade de Foz do Iguaçu, uma mulher foi indiciada por ter em sua residência uma espingarda de pressão calibre 5.5, uma luneta, que é um acessório não permitido, e setenta e um relógios, tudo sem procedência. No município de Verê, sudoeste do estado, em uma indústria, foram apreendidos 83 m³ de toras de pinheiro araucária, protegida por lei, pois o proprietário, apesar de apresentar uma Autorização Florestal, não possuia o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento legalmente exigível, para o transporte e armazenamento deste tipo de produto e, que comprova a origem lícita da madeira extraída. O material apreendido, avaliado em R$ 16.580,00, ficará a disposição da Justiça e provavelmente será doado a uma instituição de caridade. O autuado responderá por crime ambiental, cuja pena prevista é de seis meses a um ano de detenção, além de estar sujeito a uma multa que pode chegar a R$ 41.500,00. No mesmo município, em uma propriedade rural, foi constatado o desmate de 05 hectares de uma área de vegetação nativa e a movimentação de solo de área de preservação permanente, práticas proibidas por lei. O proprietário foi qualificado e responderá por crime ambiental, cuja pena prevista é de um a três anos de detenção e também estará sujeito a multa que pode variar entre R$ 5.000,00 a R$ 50.000,00. Em Irati, foram apreendidos 30 m³ de lenha nativa que também não possuíam a documentação exigida. Na cidade de Cascavel, foram vistoriadas sete pizzarias e em nenhuma delas foi constatado o uso ilegal de palmito. No total, foram vistoriados 102 veículos, 228 pessoas foram abordadas, 45 pássaros silvestres foram apreendidos dentre Papagaios,Trinca-ferros, Periquitos de asa amarela, Sabiás, Tico-ticos. Sete termos circunstanciados foram lavrados e 06 ofícios foram encaminhados ao Ministério Público. As ações da Polícia Militar Ambiental estão diretamente associadas à participação da comunidade através de denúncias que relatem todo e qualquer tipo de crime ambiental contra a fauna, flora e meio ambiente. Os telefones para denúncias são divididos por regionais, para garantir um atendimento mais rápido, ou através do 190. ·(41) 3299-1350 para Curitiba e Região Metropolitana ·(41) 3420-9400 para Paranaguá e litoral ·43) 3341-7733 para Londrina, Jacarezinho e região ·(44) 3227-4356 para Maringá, Umuarama e região ·(42) 3621-7900 para Guarapuava, Ponta Grossa e região ·(43) 3529-9045 para Foz do Iguaçu, Cascavel e Região “A natureza também pertence aos que ainda estão por vir.” 2º Tenente Thaís Becker Lovato Oficial de Comunicação Social do Batalhão de Polícia Militar Ambiental
  21. 21. Jornal Pesca Ecologia Dicas de nós 01 - Amarrar cordas As cordas após o uso devem sempre ser enroladas para que fiquem acessíveis e desembaraçadas. Veja como! 1- Enrolando 2- Prendendo 3- Dando um nó 21 FACILITANDO A VIDA DO PESCADOR Dicas e Truques Lambari: Faça furos numa lata comum, com um prego, de fora para dentro. Coloque lambaris pegos na pescaria, chacoalhe a lata um pouco, e os lambaris sairão sem nenhuma escama. Ferrão: Para aliviar a dor causada pelo ferrão de bagres, o melhor mesmo é esfregar a planta Babosa que alivia em poucos minutos. 02 - Nó de pata para anzol de argola Este nó pode ser adaptado para anzol de argola, é bastante fácil de ser feito e considerado como um dos mais resistentes e oferecendo menor abrasão de aperto ao monofilamento. Em dezembro de 1974, Curitiba ficou conhecendo o “Mostro de Mandassais”, denominação dada ao lambari capturado por Pirino Verterb Faria, que curiosamente apresentava duas bocas distintas e funcionando normalmente. O Monstro de Mandassais Sardinha: Para manter a sardinha firme sem esfarelar, uma semana antes da pescaria, retire as vísceras e coloque sal grosso dentro. Conserve no freezer dentro de um saco plástico. A carne fica firme e prende melhor no anzol, facilitando a pesca. Desentocar: Para desentocar aquele peixão, experimente passar um pente fino na linha várias vezes, suavemente (Tocar Violino). A vibração que passa pela linha faz o “baita” sair rapidinho. Tilápia: Retire de uma espiga de milho verde todos os grãos e coloque-os sobre um pano molhado esperando até brotarem. Quando isto acontecer, não espere muito para pescar, pingue em cada broto do milho uma gota de qualquer adoçante. É uma excelente isca para grandes tilápias. Sagú: Quando quizer que o sagú fique pequeno, acrescente suco de limão enquanto ele estiver fervendo. Quanto mais limão colocar mas pequeno ele ficará. O ideal é experimentar com meio limão. Pirino conta que pegou este estranho exemplar com massinha no rio Mandassais, próximo a Curitiba. Na época foi considerado excepcional, e embora o peixe estivesse fisgado pela boca de cima, a outra se movimentava dando também a impressão de querer abocanhar a isca.
  22. 22. Jornal Pesca Ecologia O já tradicional torneio de pesca aos robalos, Só Plug, promovido pela empresa de iscas artificiais Moro Deconto e parceiros foi realizado no sábado, dia 28 de setembro, no litoral paranaense, mais precisamente na baía de Guaratuba, através da Loba do Mar Eventos, e teve como base do torneio o Iate Clube de Guaratuba, que mais uma vez foi o local da largada, pesagem e almoço de confraternização após o encerramento da prova. Neste ano tivemos uma grande novidade. Nosso torneio fez parte da Liga Paranaense de Pesca Esportiva, a LPPE, e valeu como a 5ª etapa deste campeonato tão importante na história da pesca esportiva do estado. Para aqueles que ainda não conhecem o torneio Só Plug, vale o registro de que este é, provavelmente, o torneio que mais exige a técnica dos pescadores, primeiro porque ele limita a pescaria dos robalos apenas no plugs (iscas rígidas, com ou sem barbela) e segundo porque cada dupla de competidores recebe um único kit (igual para todas as equipes), contendo 10 iscas Moro Deconto e durante a prova a dupla deve se dedicar a pescar os robalos usando apenas essas. Sendo assim, o nível de dificuldade aumenta e o grande diferencial é a habilidade de escolher a melhor isca e cor para aquele dia e o conhecimento da baía. Ainda neste kit cada competidor recebeu uma camisa oficial do torneio, um boné oficial Moro Deconto, adesivos para identificação da embarcação, um manual do navegador da Loba do Mar, isso tudo dentro de uma sacola muito prática e bonita que com certeza será útil para 22 outras atividades. Graças a essas regras, o Só Plug acaba sendo o torneio mais “romântico” do ano, afinal resgata a pescaria de robalos nas galhadas, justamente agora onde a pescaria de fundo toma conta quando o assunto é torneio de pesca ao robalo. E por este motivo, muitos pescadores esperam ansiosamente essa prova, pois devolve a eles o prazer de poder competir como fazia há alguns anos, e o melhor, em condições iguais para todos. Este ano tivemos um total de 74 duplas inscritas e acabaram participando efetivamente 71 barcos. A largada ocorreu às 8hrs da manhã e o prazo final para chegar até a área de pesagem, no Iate Clube de Guaratuba, foi às 16hrs. Na semana que antecedeu a prova tivemos uma instabilidade climática, com muita chuva e inversões térmicas, isso embaralhou um pouco as estratégias das equipes e apimentou ainda mais a disputa. Com pouco tempo de pescaria pudemos ob- servar que seria uma prova decidida nos detalhes, afinal era fácil de escutar os barcos rodando a baía em busca de um melhor ponto de pesca, já que as primeiras apostas de pesqueiros muitas vezes não funcionaram. Para aqueles que tiveram um bom palpite de início, a prova estava mais encaminhada, afinal quanto mais o tempo passava era percebido pelos pescadores que o peixe estava mais difícil de ser achado. No final da prova, próximo às 16hrs, muitos barcos já estavam se dirigindo ao Iate Clube para a pesagem e após a pesagem estava liberado, no restaurante do Iate, um almoço para todos os competidores. Após o almoço e a contagem dos pontos de cada competidor, foi iniciada a entrega dos troféus. Conforme previmos durante a pescaria, a disputa foi intensa e decidida em detalhes e mesmo em um dia complicado, numa semana de variações climáticas intensas, saíram bons peixes, o maior capturado pela dupla do barco Megabass, Juarez e Aramis, que representaram o clube Attack e apresentaram um bonito robalo de 1,270kg. Os grandes campeões deste ano foram os pescadores do clube Dourado, Jeferson e Gilton. Este foi um resumo do 4º torneio Só Plug, todos nós da Moro Deconto gostaríamos de agradecer a todos que participaram da prova, direta ou indiretamente, como a Loba do Mar, pela realização do torneio, ao Iate de Guaratuba pela estrutura cedida e aos apoiadores do torneio, que estão aqui relacionados. LAMBARIMAR, EMIFRAN, BRUDDEN, WD40, ROSSI, MEGABASS, QUEST, LOJA PESQUEIRO (CHAMANO PESCA), PARANA PESCA, PESKITO, FISHING HOUSE, TUCUNARE, AQUABRAZIL, SNOOK SHOP, FUJI PESCA, ARGOVIA, JAIROMAR, RIOS E MARES, PESCA DINAMICA, ROMEU, IATE GUARATUBA. Pedro Deconto.
  23. 23. Jornal Pesca Ecologia 23 ILHAS DO RIO PARANÁ Os anzóis 6/0 muitas vezes não aguentavam e se arrebentavam! Hoje pegar um ou dois do poço, muitas vezes significa pegar todos! João Hermino Simas mora a 36 anos em Curitiba, e fez esta pescaria com dois amigos em Foz do Iguaçu, em 1983. Naquela época existia muito peixe no rio Paraná. Nesta pescaria em que ficaram seis dias, desceram até as ilhas. Pescavam de rodada perdendo em média 100 anzóis por dia, trocavam 200 m de linha a cada duas horas, tamanha era a quantidade de enrosco no fundo do rio. Os anzóis 6/0 muitas vezes não agüentavam e se abriam ou arrebentavam. A Usina de Itaipu fechou em abril e pescaram em outubro. Nesta pescaria coincidiu a data de prova de pesca ao dourado do Iate Cataratas, onde participavam 500 barcos, eram 100/120 barcos que pescavam fora da prova, e todos pegavam “igual”. Era tanto peixe, que se pegava normalmente o dia todo. Eram comuns surubi de 48 kg e dourados de 5 a 23 kg. Impressionante a quantidade de peixes que se fisgavam graças ao represamento das águas do rio Paraná pela Itaipu, impedindo a subida rio acima para a desova eles ficavam aglomerados ali. Em várias oportunidades viu os pescadores da região corricando com enormes garatéias e fisgando muitos peixes pelas costas. A quantidade de surubis, dourados e pacus represados pela barragem de Itaipu, era incalculável e eles se trabalhos. "Todas as sugestões de atualização estão sendo feitas em conformidade com a Lei Nacional da Pesca, com as portarias do Ibama e demais documentos que norteiam os critérios para a pesca no Brasil", lembra o secretário executivo do Conselho Estadual de Meio Ambiente, João Batista Campos, que intermediou a reunião. Ceres Battistelli. Jornalista especializada em meio ambiente e coordenadora de comunicação social da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná Meio Ambiente discute critérios para a pesca amadora e profissional A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos está revisando a Resolução 602008, que estabelece critérios para a pesca amadora e profissional no litoral paranaense. Um Grupo de Trabalho - formado por representantes de cinco colônias de pescadores do Litoral do Paraná, Liga Esportiva de Pesca, Federação dos Pescadores do Paraná, Secretaria Estadual da Educação, Emater, Ministério da Pesca e empresários do ramo - reuniu-se, no último dia 24 de setembro, para a quinta a rodada de discussão. O objetivo é elaborar uma nova proposta de resolução. O foco das discussões é a região da Baía de Guaratuba, escolhida como área piloto. Estão sendo reavaliadas questões como uso de redes, espinhel, iluminação artificial e aparelhos de respiração, além dos locais proibidos e “amontoavam” na região. Não existiam educação ambiental, nem cotas mínimas, nem tamanho de peixes, nem fiscalizacão do Ibama. Há 17 anos atrás, o pensamento dos pescadores reforçado pela mídia era de que pescador que não pegava muito peixe era “burro ou não sabia pescar”, e esta gozação ninguém queria levar para casa. Hoje, João pesca apenas lambari em Rio Negro, segundo ele a pesca indiscriminada e a poluição acabaram com os peixes. As pescarias que fazia na praia com pedras limpas, hoje não existe mais, estão escuras e cheias de óleo e lodo. Quando perguntamos a ele o que pensa hoje das medidas de preservação responde prontamente: Depois que a “vaca foi pro brejo”, sobra-se muito pouco para se fazer! Realmente ele tem razão. Hoje matar dois ou três peixes, causa um desequilíbrio maior e muito mais rápido do que naquela época, em que existiam milhões deles. Hoje pegar um ou dois exemplares, implica muitas vezes em estar pegando “todos do poço”. Edição: Dez./2000. permitidos para a pesca. "O nosso objetivo ao atualizar o texto é garantir que a resolução seja coerente com o dia a dia dos pescadores", explica o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luiz Eduardo Cheida. Coordenado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente, o Grupo de Trabalho da Pesca tem um prazo de seis meses para concluir os
  24. 24. Jornal Pesca Ecologia 24
  25. 25. Jornal Pesca Ecologia 25
  26. 26. Jornal Pesca Ecologia 26
  27. 27. Jornal Pesca Ecologia TER 01 QUA 02 QUI 03 SEX 04 SÁB 05 DOM 06 SEG 07 TER 08 QUA 09 QUI 10 SEX 11 00:41 06:38 13:43 19:23 01:23 07:09 14:28 19:53 02:08 07:43 15:13 20:17 02:53 08:09 15:58 20:49 03:36 08:41 16:43 21:13 04:15 09:06 17:23 21:49 04:54 09:36 14:53 18:08 22:19 05:38 10:02 13:45 16:00 19:00 23:00 06:23 10:38 14:06 17:04 20:00 23:51 07:21 11:08 14:41 18:02 21:06 00:49 08:30 11:54 15:11 18:56 27 1.7 0.3 1.8 0.3 1.8 0.1 1.9 0.1 1.9 0.0 1.9 0.0 1.9 -0.1 1.9 -0.1 1.9 -0.1 1.9 -0.1 1.9 0.0 1.8 -0.1 1.9 0.1 1.1 1.7 0.0 1.8 0.2 1.2 1.0 1.5 0.1 1.6 0.4 1.4 0.8 1.4 0.3 1.5 0.5 1.5 0.6 1.3 0.5 1.4 0.7 1.5 0.4 SÁB 12 DOM 13 SEG 14 TER 15 QUA 16 QUI 17 SEX 18 SÁB 19 DOM 20 SEG 21 TER 22 22:13 02:19 09:43 12:43 15:51 19:41 23:19 05:26 10:49 13:43 16:21 20:17 00:17 06:06 11:51 15:19 16:47 20:58 01:09 06:32 12:45 21:34 02:00 07:02 13:36 18:58 20:36 21:51 02:47 07:30 14:23 19:17 03:28 08:02 15:06 19:56 04:08 08:38 15:47 20:32 04:53 09:09 16:24 21:08 05:34 09:51 16:41 21:51 06:11 10:23 15:13 1.4 0.6 1.4 0.9 1.5 0.3 1.5 0.5 1.4 1.1 1.4 0.3 1.7 0.3 1.5 1.1 1.2 0.3 1.9 0.2 1.6 0.4 2.0 0.0 1.7 0.6 0.6 0.6 2.0 -0.1 1.7 0.3 2.0 -0.1 1.7 0.1 2.0 -0.1 1.7 0.0 1.9 -0.1 1.6 0.0 1.8 0.0 1.5 0.0 1.7 0.1 1.5 QUA 23 QUI 24 SEX 25 SÁB 26 DOM 27 SEG 28 TER 29 QUA 30 QUI 31 22:23 03:56 07:00 11:00 15:26 23:02 03:19 05:04 07:53 11:41 15:51 23:45 03:51 06:02 08:51 12:17 16:09 19:13 20:43 00:30 04:15 06:49 09:49 13:06 16:36 19:19 21:51 01:26 04:54 07:08 10:43 14:17 16:53 19:17 22:43 02:49 05:41 07:24 11:32 18:53 23:23 04:41 12:17 18:34 00:06 05:56 13:08 18:54 00:53 06:38 13:58 19:21 0.1 1.2 1.6 0.3 1.5 0.2 1.2 1.2 1.4 0.4 1.4 0.3 1.2 1.0 1.4 0.6 1.3 1.0 1.1 0.5 1.1 0.9 1.4 0.8 1.2 1.0 1.2 0.6 1.0 0.8 1.4 0.9 1.0 0.9 1.3 0.6 0.8 0.7 1.5 0.7 1.5 0.6 1.6 0.5 1.6 0.4 1.7 0.3 1.8 0.2 1.8 0.1 TER 01 00:21 06:15 13:13 18:49 QUA 02 01:04 06:23 13:58 19:06 QUI 03 01:49 06:45 14:43 19:28 SEX 04 02:28 07:06 15:23 19:56 SÁB 05 03:09 07:38 11:08 12:26 16:06 20:24 DOM 06 03:56 08:06 11:32 13:39 16:56 21:00 SEG 07 04:45 08:45 12:02 14:43 17:47 21:38 TER 08 05:36 09:17 12:43 15:41 18:41 22:13 QUA 09 02:54 06:30 10:00 13:17 16:39 19:41 23:02 QUI 10 01:47 03:54 07:26 10:47 14:00 17:30 20:49 SEX 11 00:02 01:56 1.5 0.2 1.6 0.2 1.7 0.1 1.7 0.1 1.7 0.0 1.7 0.0 1.8 0.0 1.7 0.0 1.8 0.0 0.8 0.8 1.6 0.0 1.7 0.1 1.0 0.7 1.5 0.1 1.6 0.2 1.1 0.7 1.4 0.1 1.5 0.3 1.3 0.6 1.2 0.3 0.7 1.4 0.4 1.4 0.5 1.1 0.4 0.7 0.6 1.4 0.6 1.4 0.4 1.1 0.6 0.7 04:45 08:26 11:36 14:45 18:17 21:56 SÁB 12 05:23 09:26 12:34 15:24 19:04 23:00 DOM 13 06:00 10:26 13:54 16:09 19:51 23:56 SEG 14 06:28 11:26 15:41 17:21 20:28 TER 15 00:47 06:36 12:23 17:00 20:56 QUA 16 01:30 06:36 13:13 17:51 QUI 17 02:09 06:54 14:02 18:34 SEX 18 02:56 07:19 14:51 19:11 SÁB 19 03:38 07:56 15:34 19:56 DOM 20 04:15 08:28 16:13 20:34 SEG 21 05:00 09:04 13:06 14:45 16:58 21:09 TER 22 01:17 02:26 0.4 1.3 0.7 1.4 0.4 1.2 0.3 1.3 0.8 1.2 0.4 1.3 0.2 1.4 0.9 1.0 0.5 1.4 0.1 1.4 0.8 0.8 0.6 1.5 0.2 1.5 0.5 0.7 1.6 0.2 1.5 0.3 1.6 0.1 1.5 0.2 1.6 0.1 1.5 0.0 1.6 0.1 1.4 0.0 1.5 0.2 1.3 0.0 1.5 0.2 1.1 1.1 1.3 0.1 1.0 1.0 05:49 09:45 13:30 15:45 17:49 21:53 QUA 23 01:43 03:19 06:38 10:19 14:00 16:23 18:39 22:26 QUI 24 02:02 04:04 07:24 11:00 14:21 17:00 19:32 23:06 SEX 25 02:21 04:49 08:15 11:49 14:45 17:24 20:23 SÁB 26 00:00 02:47 05:13 09:09 12:47 14:51 17:47 21:13 DOM 27 01:06 02:56 05:45 10:04 17:56 22:06 SEG 28 06:02 11:00 18:02 22:56 TER 29 06:11 11:54 18:15 23:43 QUA 30 05:45 12:41 18:28 QUI 31 00:26 05:51 13:23 18:47 1.4 0.3 1.2 1.0 1.2 0.1 0.9 0.9 1.3 0.4 1.2 1.0 1.1 0.3 0.9 0.8 1.3 0.5 1.1 0.8 1.1 0.4 0.9 0.7 1.2 0.7 1.0 0.8 1.1 0.5 0.8 0.6 1.3 0.8 0.9 0.6 1.2 0.6 0.7 0.5 1.3 0.5 1.3 0.4 1.4 0.4 1.4 0.3 1.5 0.3 1.6 0.3 1.6 0.2 1.7 0.2 1.7 0.1
  28. 28. Jornal Pesca Ecologia 28 Para anunciar gratuitamente produtos de Pesca e Náutica ( usados ) de pessoas físicas. Ligue: (41) 3058-3636 Produtos anunciados que já foram vendidos, mas permanecem no jornal são de inteira responsabilidade do anunciante, uma vez que ele se comprometeu na data da venda do produto, a pedir a sua retirada destes classificados. Quest 258 / 2012, zero; carreta FortCar 2010, motor Popa elétrico Minkota de pedal. Tudo R$ 21.500,00. F: 9638-0784/ 3269-1844 c/ Rogério - mm Albatróz 500 SLX/08, Mercury 50 hp, c/ trim, 30 hs uso, carreta/11, motor elétrico, + acessórios. Fone: 30953927/3095-5780 - mm Evinrude 35 hp - 3 cilindros/ Compro Power Trim para mo98. Excelente estado. R$ tor 40 Yamaha. Fone: 99825.500,00. Fone: 9972-9857/ 3679 c/ Sérgio - mj 3263-2865 Barco Mogi Mirim 5m, Yamaha 25 hp, motor elétrico, roda liga leve. Doc. ok. R$ 9,000,00. F: 9623-8996 - sn Lancha Real 18’, fibra, Johnson 140 hp, revis; rádio, b.porão, sonar, 2 bats, viveiro, carreta enc.R$ 12.000,00. F: 32461645/9903-5615 c/ Soares Motor Mercury Sea pro 2013 Motor SuzukiI 25 hp/96. Em / 25hp, com 03 (tres) horas de ótimo estado. R$ 3.000,00. F: uso. R$ 7.000,00 (não aceito troca). Fone (41) 88379989-8178 8392 c/ Eliseu - ja Lancha s/ motor para 4 pessoas, c/ carretinha, placa e doc. Ótimo estado. R$ 6.500,00. F: 3014-3050 - c/ Cesar / Pety 500 S, plataformado, console, direção, Mercury 40hp/ 86, c/ partida manual, carreta/94, motor elétrico 36 lbs. R$ 6.900,00. F: 9672-3474 c/ Valdir - ja Motor Yamaha 8 hp/99. Revisado, com nota fiscal, pouco uso. R$ 3.000,00. Fone: 7814-9097 / 3296-1796 c/ Junior - mj Imperdível Não perca esta oportunidade: Barco de Alumínio Squalux, borda alta, porta vara, viveiro e caixa para tanque. Últimas unidades. A preço de fábrica! Confira Náutica Carrecar Fones: 3287-4720 9207-4028 / 9181-1429 Motor Yamaha 25 hp/1988. Ótimo estado. Só vendo. R$ 3.900,00. Fone: 3247-2716 / 9602-8071 c/ Jorge - mj Compro motor 25 Yamaha Yamaha 15 hp. Novo. R$ acima de 2.00000 até 4.000,00. Ótimo estado. Tro5.800,00. Entrega em 10 dias. co por 15 hp, ano 2012. F: F: 3346-0264 - NJ 3247-2716 / 9602-8071 - od Barco novo 6 m, borda alta, Yamaha 4 hp/11, c/ 1 hora de Suzuki 15 hp/1998. R$ c/ nota. R$ 3.400,00.F: 3346- uso, nota fiscal, + manual. R$ 3.400,00. Fone: 3042-5369/ 3,200.00. F: 3226-9918 - pb 0264 - NJ 9656-8564 (OI) 9181-1429 Barco novo 4,20 m, borda alta, c/ nota. R$ 2.800,00. F: Motor elétrico Minn Kota 36 3346-0264 - NJ lbs. Revisado.R$ 390,00. F: 3275-8109 Evinrude 95/15 hp - acompanha tanque e carrinho. Único Motor Suzuki 25 hp/1996 - dono. R$ 2.000.00. Fone: Vendo. R$ 3.000,00. Fone: 3333-6877 c/ Luiz - od 9989-8178 c/ Choma Marfim Pantaneiro, carreta rodoviária, Mercury Sea - Aço 25 hp/2002. R$ 8.500,00. F: 33671241 - LN Motor elétrico Motor Guide Motor elétrico Sumax 56 Barco Ecologia 5m, borda libras.Semi novo. R$ 450,00. 43 lbs.R$ 1.000,00. F:9972- Fone: 3256-1545 c/ Silvio alta, c/ comando, motor Suzuki 9857/3263-2865 30 hp, carreta. R$ 12.000,00. Excelente estado. F: 3334Motor Evinrude 35 hp, 3 cilindros/1999, com hélice de Evinrude, controle de pedal. 1538/9127-0111 - od inox e carrinho. Pouco uso. Semi-novo. R$ 1.200,00. Fone: R$ 5.500,00. Fone: 3264- 9989-0563 c/ Tite 1194 / 8419-2335 - js Tocantins 16’, Yamaha 40 hp, Evinrude 225 HP H.O./04, completo, carreta, banco ,cohélice de inóx Trophy 28”, Motor Suzuki 40 hp c/ co- mando. R$ 10.300,00. F: caixa hidr. Sea Star. RS mando a distância/98. R$ 3353-3999/9947-8974 - ja 35.000,00. F: 3226-0909/ 5.800,00. F: 3367-1241 - LN 9972-1666 c/ Júnior Troco motor Mercury 25 hp Motor Evinrude 25hp ano 98/ Real Eagle 202 ano 2003 com Sea Pró/06, 5 horas uso p/ 99 revisado c/ tanque doc.ok. motor 40 ou 50 hp. Somente R$ 3.800.00. Fone: 3346- motor 115 optmaks 2007 exelentes estado 36.000 reais em perfeito estado. F: 7811- 0264 - NJ 9193-2502 - Inverson. 9832 - mm Conjunto: - Lancha de fibra Cassarino 14 pés, tudo zerado, estofamento novo, bateria nova, bomba de porão, equipada com motor Johnson 50 hp Etec, com carreta rodoviária 6 metros. Conjunto impecável, semi novo, com garantia. - Barco Ecologia 16’c/comando à distância, equipado, c/ motor Mariner 40 hp. Todo revisado e carreta rodoviária. - Venda de peças e acessórios para barcos, motores e carretas, dispomos de: Diversas carretas para locação, compra e venda. - Confira seu barco e carreta antes de pescar, se está com sua documentação em ordem (Operação pente fino). - Consulte-nos sobre: Regularização de barcos, motores e carretas. - Motor elétrico 54 Lb Marinizado Marca Phanton 0 Km 780 reais a pronta entrega. - Motor Yamaha 20 HP - 4 tempos - 2010 - 0 Km Tabela: 9.850,00 - Preço especial: 7.580,00 - Consulte-nos pelo telefone acima. Ecologia 5,5 m, alumínio/98, Mercury 50 hp/2005,console, trim, b. porão, carreta . Doc. ok R$ 12.500,00.(sem carreta. R$ 10.000,00). F: 3356-5939/96628283 - ja Lancha Cobra Tornado 22’, sonar, GPS, rádio VH, equipada, motor 6 cilindros GM, gasolina. R$ 27.000,00. Fone: 9113-6345 / 3027-7505 c/ Mauro - mm Rabeta Volvo 280, excelente estado de conservação. Completa. R$ 7.500,00. Fone: 3377-2955 / 8455-4454 c/ Prates Vendo Casco de Lancha 25 pés, cabinada para reforma. R$ 18.000,00. Fone: 33381834 /8488-7979 c/ Marco Aurélio - sn Barco Ecologia, 5,5 m , alumínio, Mercury 50 hp, com console, trim, bomba de porão, carreta rodoviária. Doc. do barco e carreta em dia. R$ 12.500,00. F: 33565939 / 9662-8283 - mj Vendo/troco barco p/ 20 pessoas, motor MWM 6 cil; diesel, registro Marinha.Visitação - Porto Amazonas. R$ 25.000,00 . F: (42) 9114-5731 c/ José - mm Leveforte 5m / viveiro, motor Evinrude 15 hp, carreta rod. c/ alguns acessórios. R$ 6.300,00. F: 8445-9391/30958260 c/ César - nj Levefort modelo Lambari 4,20 m. Registrado Capitania dos Portos - Paranaguá, c/ carreta licenciada no Detran. F: 96253336 - fa Lancha Lagoon 17’, Suzuki 50 hp, sonda colorida, carreta encalhe. Doc ok. R$ 12.000,00. F: 9947-5353c/ Arno- mm Karib 500, 5m/97, Mercury 25/30/2004, acessórios, carreta eixo inox, perfeito estado. Garagem (alugada) p/ guardar barco, quarto, 2 beliches, geladeira, fogão, microondas, bwc, etc. Aluguel mensal R$ 110,00. R$ 16.000.00. F: 9183-9652 / 3252-9652 - fa
  29. 29. Jornal Pesca Ecologia Barco Boto 5000, 2 viveiros, console/99,assoalho em borracha, motor Mercury 15 HP Super/09, 30 hs uso, sem carreta, em Guaratuba. R$ 7.900,00. F: 9962-0287 c/ Paulo 29 Carreta Encalhe madeira c/ rodízio de aço inox, para Marajó. Local Guaratuba. R$ 1.300,00. F: 8488-0861 c/ Silvio Carreta fechada de fibra 1,2x1x0,80.Pintura personalizada. Tampa abre e vira uma mesa. Doc.R$ 1.800,00. c/ Ricardo: 84036474/3224-4179 - ao Vendo mais de 200 iscas artificiais como: Bomber, Sputinik, KV, entre outras, de diversos tamanhos. R$ 1.500,00 - Somente o lote todo. Fones: 9989-8178 - Tim / 9124-8178 Vivo c/ Choma Carreta rodoviária com eixos R$ 5.000,00. F: 3246 -9318 / 9977- 1622 c/ Júlio - mj Vaga 23’ + título sócio - Iate Sonar - modelo Cuda 300, Clube Pontal do Sul. R$ zero, na caixa. Completo. R$ Carreta 2011 / 2012, para bar- 22.000,00. Fone: 3253-6730 300,00. Fone: (41) 3019-1351 co de 5m, com berços de bor- c/ Dagoberto ou Daneile - sn - ja racha. R$ 2.000,00. Fone: Chácara, com luz, 50 metros 3018-7108 / 9657-7497 - od Diversas peças motores do rio Cachoeira - Limoeiro/ Antonina.R$ 25.000,00. : Suzuki, rabetas, bloco, etc. 9677-9007 c/ Davi - js Vendo/troco Caiaque fechado Fone: 3367-1241 - LN acompanha remo/prancha Wind surf, acompanha vela e Imperdível!!! acessórios em bom estado de conservação,por um barco de alumínio de 3,5 m. Contato: Montana LS/2013, capota, roda, isofilme, engate, faróis de milha, trio elétrico, ar e direção aiq@bol.com.br e ou Fone: hidráulica, metálica - cor prata, único dono, nota (41) 9603-5060 - mm TORRO por problemas de saúde - Vendo diversos equipamentos de pesca usados e simples de uso pessoal. Informações: (41) 9657-7992 c/ Edson fiscal e manual, com apenas 12.000 km. Particular, impecável, sem troca. R$ 30.500,00 Náutica Carrecar Fones: 3287-4720 / 9207-4028 / 9181-1429 Barco Alumínio Alumibarcos 5 m. Novo. R$3.900,00 a vista. Barco Alumínio Alumibarcos 6 m. Novo. R$ 4.200,00 a vista. Barco Alumínio Marajó 16’ / 5 m, ano/85, c/ carreta rodoviária. R$ 11.000,00. Lancha Ranner 6000 / 96, com motor 140 hp, Suzuki, ano/97. R$ 25.000,00. Jet-Ski Seadoo para 02 pessoas, 650 cilidradas, ano /2001. R$ 15.000,00. Tycoon 23’ ,ano /89, com motor 200 hp Yamaha ano /2000. R$ 28.000,00. Luna 200/98 , 20 pés, c/ motor 150 hp Evinrude/98, c/ carreta rod. de madeira. R$ 36.000,00. Lancha Alumínio Alumibarcos Amazonas 19’ pés. R$ 19.600,00. Lancha estilo Bass Boat 16’ pés, ano/98. R$ 7.000,00. Lancha Fenix 25’/2010 c/ motor Yamaha - 200 hp/2000. R$ 49.000,00. Lancha Focker 16’, c/ motor Mariner 60 hp/98.R$ 22.000,00. Lancha Alternativa 630 -18’pés/98, c/ motor Yamaha 135 hp Mercury Optimax/2008, c/ carreta de encalhe. R$ 35.000,00. Jet-Ski Yamaha 750 cilindrada,/96, c/ carreta rodoviária. R$.12.000,00. Barco Inflável Náutico 4,5 metros, ano/98. R$ 6.000,00. Lancha Diamar 24’ pés . R$ 18.000,00. Lancha Ranner 18’ pés, c/ motor 90hp -Yamaha, ano/2002. Lancha Ranner 5500, 16’ c/motor Yamaha 85 hp/98 c/ carreta rodoviária. R$ 28.000,00. Lancha Focker 16’/2001 c/ motor Evinrude 75 hp/2008 c/ carreta rodoviária pronta p/ navegar. R$ 31.000,00. Lancha fibra S&K Náutica 4,80m/2001. R$ 8.000,00. Lancha SEA*STAR 1800, ano 2001, c/ motor Yamaha 60 hp/96. R$ 21.000,00. Lancha Ranner 5500, ano/ 2000. R$ 8.000,00. Motor 35HP Selva ano/02 . R$ 3.500,00. Motor 50HP Force ano/96 . R$ 3.500,00. Motor 175HP Evinrude FICHT ano/98. R$5.500,00. Carretas rodoviária a partir de R$ 2.600,00. O pescador piauiense Joacir Vieira, 49 anos, fisgou um peixe pirarucu de 110 quilos e 2,20 metros de comprimento no Rio Parnaíba, na localidade Tucuns, cidade de Uruçuí, a 453 Km ao Sul de Teresina. De acordo com Joacir Vieira, ele lutou por aproximadamente uma hora com o peixe e precisou da ajuda de quatro pessoas para retirar o pescado da água. ”Precisei chamar amigos para me ajudar a colocá-lo no barco”, disse. Ainda segundo o pescador, essa é a primeira vez que um peixe dessa tamanho é pescado na região. “Fiquei bastante assustado e ao mesmo tempo emocionado por conseguir fisgar esse peixe. Desde os seis anos de idade que pesco e nunca tinha visto isso”, relatou. O pirarucu é um dos maiores peixes de água doce e conhecido também como o bacalhau da Amazônia. Pode atingir três metros e seu peso pode ir até 200 quilos.
  30. 30. Jornal Pesca Ecologia LAMBARIS NA PIRACEMA Nos idos de 1992, o Naka, in memorian – amigo nosso e dono de um bar na Vila Zelina, bairro da cidade de São Paulo, onde eu morava na época, me ensinou um pesqueiro de lambaris na cidade de Nazaré Paulista – Estado de São Paulo. Arrumei a traia e convidei meu sogro o Sr. Aprigio, in memorian, a Zena e a Fernanda na época uma garotinha. Tomamos o rumo para Nazaré Paulista e para tanto fui pela Rodovia Fernão Dias até a estrada D. Pedro I, que interliga Campinas a Via Dutra. Em certo momento tínhamos que passar um posto de gasolina – agora não me lembro do nome e nem em que quilômetro, mas no dia foi fácil devido ao mapa e as explicações do Naka. Assim que entrei na estrada de terra e avistei a ribanceira pensei com meus botões meu carrinho vai sofrer. Estávamos com um Alfa Romeo, esse carro é maravilhoso, mas não pra estrada de chão porque é baixo e pesado. Mas, não ia desistir logo ali. Então descemos a ribanceira de uns quatro quilômetros e chegamos à cachoeira ao lado da 30 represa de Nazaré Paulista. O lugar é muito bonito e agradável. Tiramos as traias, as varas e a isca que era sagu e assim que começamos a montar as varas se formou no céu uma nuvem preta enorme. Não restava duvida era um baita temporal se armando. Ao nosso lado tinha um senhor, que parecia morador local, pescando debaixo de um guarda-sol. Ele nos olhou e falou num linguajar bem típico, que meu sogro logo sorriu. - Picam o burro daqui que se molhar essa subida vocês só vão sair daqui uma semana. A Fernandinha arregalou os olhos e já com voz chorosa disse: - Vamos embora pai. Não quero ficar aqui uma semana. - Calma filha. Dá tempo de pegarmos alguns lambaris. Mas, não deu tempo nenhum. O céu foi em pretejando de uma forma assustadora. O morador reuniu suas traias e antes de tomar o rumo pra casa gentilmente nos deu um saquinho com mais de 40 lambaris. Seguimos o seu conselho e picamos o burro. Assim que chegamos ao asfalto a chuva caiu, mais parecia um dilúvio do que um simples temporal... era água que não acabava mais. Já em casa Seu Aprigio limpou e temperou os lambaris da sua moda enquanto bebericávamos uma cachaça de Januária sua terra natal. O jantar foi um dos mais gostosos que já comi na vida: arroz, feijão, salada de tomate, lambari bem fritinho e flor de cambuquira frita. Dos Deuses! Jan 11 Fev 10 Mar 11 Abr 10 Mai 10 Jun 08 Jul 08 Ago 06 Set 05 Out 04 Nov 03 Jan 19 Fev 17 Mar 19 Abr 18 Mai 18 Jun 16 Jul 16 Ago 14 Set 12 Out 11 Nov 10 Jan 05 Jan 27 Fev 03 Fev 25 Mar 04 Mar 27 Abr 03 Abr 25 Mai 02 Mai 25 Mai 31 Jun 23 Jun 30 Jul 22 Jul 29 Ago 21 Ago 28 Set 19 Set 27 Out 18 Out 26 Nov 17 Nov 25 Para pescarias em rios e lagos de água doce, recomendo o segundo, terceiro e quarto dias após as mudanças da lua, sendo considerado um dos melhores dias o terceiro e quarto após a crescente.
  31. 31. Jornal Pesca Ecologia 31
  32. 32. Jornal Pesca Ecologia 32

×