42 | Edição #29 |
espaço férias
Considerado o arquipélago mais charmoso do
Brasil e um dos locais mais bonitos do planeta,...
43| www.viagenssa.com |
44 | Edição #29 |
espaço férias
I
magine-se sentado confortavel-
mente à beira-mar, em um local
paradisíaco, longe da corr...
45| www.viagenssa.com |
não mergulhar é conhecer apenas
a metade, portanto, não deixe de
fazer o mergulho profundo com
cil...
46 | Edição #29 |
conferir um dos melhores tubos do
Brasil nas ondas perfeitas da Cacim-
ba do Padre. Do alto do Forte dos...
47| www.viagenssa.com |
as distâncias a serem percorridas
são curtas, também vale pegar ca-
rona ou utilizar o ônibus muni...
48 | Edição #29 |
espaço férias
COMO TRANSITAR EM NORONHA
CHEGANDOLÁ
Para ingressar na ilha, é preciso preencher um formul...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PARADISE

127 visualizações

Publicada em

Fernando de Noronha, Pernambuco, Brazil... so amazing
Magazine Viagens S/A

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
127
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PARADISE

  1. 1. 42 | Edição #29 | espaço férias Considerado o arquipélago mais charmoso do Brasil e um dos locais mais bonitos do planeta, Fernando de Noronha, em Pernambuco, tem gente bonita, boa gastronomia e diversão o tempo todo, além de praias e fantástica vida marinha • por Paulo Greca PEDAÇO DE HansvonManteuffel A Baía dos Porcos, em Fernando de Noronha, com apenas 100 metros de extensão, é repleta de piscinas naturais PARAÍSO
  2. 2. 43| www.viagenssa.com |
  3. 3. 44 | Edição #29 | espaço férias I magine-se sentado confortavel- mente à beira-mar, em um local paradisíaco, longe da correria do dia a dia, da poluição, dos proble- mas e do estresse. Não conseguiu? Saiba que isso não é nada difícil, portanto, faça suas malas e parta rumo a Fernando de Noronha. O ar- quipélago mais charmoso do Brasil é, sem dúvida, um dos locais mais belos do planeta. Ver fotos e assistir a documentários sobre o local é uma coisa, a outra é estar lá, por- tanto, vale a pena ir. A ilha, que outrora foi um presí- diocomumparacondenadosalongas penas, atualmente recebe um grande número de turistas e faz a alegria dos que se aventuram por aquelas ban- das. Passeios, mergulhos, aventu- ras, gente bonita, praias lindíssimas, ondas perfeitas, boa gastronomia e muita diversão são apenas algumas das coisas que você será capaz de encontrar por lá. O arquipélago per- tence ao estado de Pernambuco, é composto por um conglomerado de 21 ilhas e foi descoberto no dia 10 de agosto de 1503 pelo navegador italia- no Américo Vespúcio. Sua origem é vulcânica e a idade geológica beira os 12 milhões de anos. Como a temperatura média anual fica em torno dos 28ºC e o sol é bem forte, leve roupas confortá- veis, o indispensável protetor solar, bonés, um tênis para “surrar” e mui- ta disposição para encarar os pas- seios. Entre os vários disponíveis, é recomendável fazer o Ilhatur, no primeiro dia, para que você possa se ambientar, conhecer um pouco do local, os acessos às principais praias e, depois, visitar de maneira inde- pendente, ou seja, sem guia, vários pontos turísticos. Dentre os roteiros oferecidos, alguns são obrigatórios, como a trilha da Atalaia, visita ao Mirante do Sancho e a navegação pela orla com visualização de gol- finhos. Estar num lugar desses e HansvonManteuffel
  4. 4. 45| www.viagenssa.com | não mergulhar é conhecer apenas a metade, portanto, não deixe de fazer o mergulho profundo com cilindro de ar. Mesmo para quem nunca fez curso, é possível explorar a imensidão azul acompanhado por um instrutor experiente, numa mo- dalidade chamada “batismo”. Para os que querem uma aventura me- nos radical, há uma excelente op- ção: o Projeto Navi. A bordo de uma hidronave com um visual futurís- tico, os passageiros se acomodam em torno de uma lente que amplia em até três vezes a fantástica vida submarina à medida que a embar- cação avança. A praia de Atalaia é um aquário natural e cristalino A Baía do Sancho, de águas mornas e transparentes Os golfinhos Rotadores podem ser vistos sempre na ilha PASSEIOSINTENSOS Cada uma das saídas para os passeios toma praticamente um dia inteiro ou pelo menos metade dele. As excursões são bastante in- tensas e você vai precisar tirar um tempinho para descansar. Indepen- dente das visitas monitoradas, você pode sair por conta própria para explorar a ilha. Todos os lugares, sem exceção, são simplesmente espetaculares. As praias estão di- vididas entre as do Mar de Dentro, voltadas para o Brasil, e as do Mar de Fora, para a África. A praia da Atalaia tem um aquá- rio natural incrivelmente cristalino. Na praia do Sueste, é comum en- contrar tartarugas, polvos, raias, tubarões e uma infinidade de pei- xes. Se você surfa, pode alugar uma prancha com os habitantes locais e PauloGreca HansvonManteuffel
  5. 5. 46 | Edição #29 | conferir um dos melhores tubos do Brasil nas ondas perfeitas da Cacim- ba do Padre. Do alto do Forte dos Re- médios é possível avistar a sequên- cia das praias do Mar de Dentro. Vá ao Mirante do Boldró ver o pôr do sol ao som do Bolero de Ravel, tocado todos os dias no barzinho local. Às vezes, no fim de tarde rola aulas de yoga na areia da praia da Conceição. Confira também as praias do Sancho Cachorro, Meio, Bode, Boldró, Ense- ada da Caieira, Leão, Porto e Buraco da Raquel, entre várias outras. Des- taque para a Baía dos Porcos, com apenas 100 metros de extensão, tem piscina naturais de um azul turque- sa indescritível. Passe também no Projeto Ta- mar e frequente as palestras gratui- tas diárias oferecidas aos turistas, nas quais são apresentados os pro- jetos e desenvolvimentos ambien- tais realizados com a fauna e flora locais e onde é possível participar de maneira interativa. Para isso, basta demonstrar interesse e agen- dar com os biólogos e voluntários. ACESSIBILIDADE Portadores de necessidades es- peciais agora já podem conhecer alguns locais da ilha, antes total- mente inacessível para esse tipo de turista. Com a finalidade de ampliar o número de visitantes com dificul- dades de locomoção, a administra- ção local deu início a um projeto denominado Noronha Acessível, no qual rampas de acesso foram ins- taladas em alguns pontos estraté- espaço férias Surfe recomendado: Noronha tem um dos melhores tubos do país Os pássaros Atobás, na praia Cacimba do Padre HansvonManteuffel MiltonMello
  6. 6. 47| www.viagenssa.com | as distâncias a serem percorridas são curtas, também vale pegar ca- rona ou utilizar o ônibus munici- pal que passa durante todo o dia, a cada 30 minutos, e percorre a ilha até as 23h30. Fora isso, também há buggy táxis disponíveis 24 horas, com preços tabelados de acordo com o local de destino. Negociar com os taxistas para conseguir um desconto é divertido e permitido. Mesmo quem não tem equipa- mento sofisticado pode fazer o regis- tro da viagem em grande estilo. Tirar fotografias com alto nível profissio- nal em lugares estratégicos da ilha, a um preço muito sedutor, foi a grande sacada do ilhéu Milton Mello, fotó- grafo local, que teve a ideia de cobrar uma taxa bem honesta para traba- lhar por hora e sem limite no núme- ro de cliques. Dessa forma, além do visitante ter a quantidade de fotos digitais que bem entender, ainda terá um guia particular que poderá mostrar vários points fora do circui- to tradicional. Enfim, seja lá qual for sua tribo, a ilha certamente terá uma programação na medida certa para satisfazer suas necessidades. Em sua próxima viagem, inclua Fernando de Noronha no roteiro; o único risco é você não querer mais voltar de lá. Paulo Greca viajou a convite do governo de Pernambuco. O pôr do sol no Mirante do Boldró, que tem trilha sonora do Bolero de Ravel Azul a perder de vista contemplado do alto do Mirante do Forte gicos, tais como a praia do Sueste, o Mirante do Sancho e o Porto. A novidade ainda está em fase de de- senvolvimento, porém é necessário avaliar com antecedência o local a ser visitado para não se deparar com dificuldades, já que outros lu- gares ainda não estão adaptados. Somente os ônibus estão equipados com elevadores e espaços reserva- dos para cadeirantes. Os buggy taxis não possuem esse tipo de recurso. Pouca gente sabe, mas a menor ro- dovia do Brasil fica lá. A BR 363 tem apenas 7 quilômetros de extensão, liga um lado ao outro da ilha e tem saída para quase todas as praias. Para circular, você pode alugar um buggy ou uma moto, porém, como fotos:PauloGreca
  7. 7. 48 | Edição #29 | espaço férias COMO TRANSITAR EM NORONHA CHEGANDOLÁ Para ingressar na ilha, é preciso preencher um formulário com os seus dados e de sua viagem, assim como fazer o paga- mento da Taxa de Preservação Ambiental (TPA) – individual e obrigatória – no valor de R$ 48,20 por cada dia de perma- nência. Você pode optar em pagar no momento da chegada ao aeroporto local ou antecipadamente pela internet. Seja lá qual for a maneira escolhida, é importante que já tenha de- finido quantos dias vai permanecer, o número do voo, local de hospedagem etc. Mais informações podem ser encontra- das no site www.noronha.pe.gov.br ou por intermédio de um agente de viagens. Além da taxa de permanência diária na ilha, também é necessário pagar uma outra tarifa no valor de R$ 75,00 - válida para todo o período - para poder ingressar nos parques marinhos e algumas praias específicas GASTRONOMIA A gastronomia em Noronha vai do simples ao sofisticado e do bara- to ao caro com a velocidade de um raio, portanto, convém pesquisar o que cabe no seu bolso para não gas- tar em demasia e poder desfrutar das outras delícias da ilha sem se preocupar muito com as finanças. Sugiro aqui dois lugares com ex- celente relação de custo-benefício: RestauranteAcquaMarine- Gastro- nomia elaborada, perfeito para um românticojantaradoisàbeiradapis- cina. Todos os pratos foram criados pelo premiado chef Fábio De Sanctis, assim como a escolha dos vinhos da seleta carta do restaurante. Confira o delicioso Ninho de Linguine ao Gam- beri Salmonado, para duas pessoas. Restaurante Salviano - Se quer fa- zer uma boa economia e se acabar de tanto comer, na saída do porto há um botequinho simples com co- midinha caseira deliciosa, onde você come o PF Trivial de Atum a um preço bastante convidativo e que serve tranquilamente duas pessoas. ONDESEHOSPEDAR Quando a ilha, originalmente militar, foi aberta para o turismo, nos anos 1980, os visitantes se hospedavam nas casas dos moradores – em sua maioria, casinhas pré-fabricadas. Em meados da década de 1990, havia duas pousadas mais estruturadas: a Solar dos Ventos e a Zé Maria. No fim dos anos 1990, as pousadinhas puderam equipar os quartos com o trio básico: ar-TV-frigobar, beneficiando-se de um plano de financiamento concedido pelo governo. No começo dos anos 2000, iniciou-se uma nova fase na hotelaria da ilha, com a autorização para a instalação de pousadas de luxo. O sistema de hospedagem mais comum ainda são as pousadas domici- liares, simples, mas confortáveis. Se você não quer gastar muito, vale enca- rar. As mais sofisticadas têm os preços bem salgados, mas se puder pagar, são incríveis. Vale também pesquisar as intermediárias, que têm um exce- lente custo-benefício. A Vila dos Remédios Piscina do Dolphin Hotel: ótima para relaxar HansvonManteuffel PauloGreca

×