NEWS 
Edição 222 - Ano 2014 - Julho/Ago 
+Casa da Moeda 
+Combustol 
+Coferly 
+Imprensa
Revista EXAME 
Bom mesmo é saber que até no din-din do seu bolso 
tem REFRISAT, né não? 
Que a REFRISAT está no seu dia-a-...
A REFRISAT é pano para a manga nas revistas e 
eventos mais importantes do setor! 
Participamos no mês de Agosto de 
event...
Coferly 
Internet Database 
Tinturas terceirizadas fábricadas com a ajudinha 
da REFRISAT. 
através das membranas passando...
Fonte: Combustol 
O negócio por aqui é B2B de I2I, 
Industry to Industry! 
Uma empresa como a REFRISAT está mais 
do que a...
NEWS 
Edição 221 - Ano 2014 - Julho/Ago 
refrisat@refrisat.com.br 
(11) 2423-5900
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

REFRISAT news 222: Casa da Moeda, Coferly e Combustol - Chiller, Unidade de água gelada, Termorregulador, Desumidificador, muitos outros

1.473 visualizações

Publicada em

Notícias sobre os cases de sucesso mais recentes da REFRISAT. Tudo que você precisa saber sobre a maior e mais preparada empresa do setor.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.166
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

REFRISAT news 222: Casa da Moeda, Coferly e Combustol - Chiller, Unidade de água gelada, Termorregulador, Desumidificador, muitos outros

  1. 1. NEWS Edição 222 - Ano 2014 - Julho/Ago +Casa da Moeda +Combustol +Coferly +Imprensa
  2. 2. Revista EXAME Bom mesmo é saber que até no din-din do seu bolso tem REFRISAT, né não? Que a REFRISAT está no seu dia-a- dia, não é mais novidade para ninguém. Nossas publicações estão recheadas de cases interessantes, para diferentes aplicações de equipamentos e onde você menos imagina. A maneira como a indústria está organizada e a forma como tudo é produzido no cenário atual, apesar de parecerem velhos conhecidos de quem já viu muita coisa, as vezes são surpreendentes em seus detalhes e em suas especificações. No ano de 2012 e 2013 um processo importante e curioso contou com uma “mãozinha” da REFRISAT. Você sabe como o seu dinheirinho é feito? Esse aí que está na sua carteira e que te dói o coração quando você precisa gastá-lo!? Nós sabemos e ajudamos a fazê-lo! Para a emissão de cédulas, as impressoras calcográficas utilizadas pela Casa da Moeda necessitam de controle de temperatura no tambor central, nos três cilindros tinteiros e no cilindro de limpeza. Todas as impressoras são importadas, e a compra incluía 5 termorreguladores diferentes para o controle de 1 impressora, além de mais uma unidade de água gelada para o resfriamento dos termorreguladores e dos processos. Veja esquema (Fig.1) Sendo assim, para baratear o custo do processo e garantir maior precisão a REFRISAT desenvolveu um maquinão, desses que tem até 6 processos em 1. O TMQF da REFRISAT incluiu 5 programações, para 5 processos de aquecimento e resfriamento, tudo isso em um gabinete e com um display de fácil utilização e simples entendimento. O verdadeiro segredo portanto, foi o de desenvolvimento de um equipamento que pudesse devolver uma precisão de controle de temperatura, além de possuir um sistema de refrigeração dedicado para retirar a alimentação de água gelada dos termorreguladores da linha de distribuição do ar condicionado central. Em 2010 a Casa da Moeda procurou a REFRISAT para encontrar esse equipamento especial que eles precisavam. Um protótipo foi projetado com algumas alterações especificas para o processo e enviado para testes. Mais tarde, como forma de empréstimo, um TMQF 045 especial de capacidade 45.000 kcal/h foi enviado para o uso em conjunto com as impressoras calcográficas utilizadas na Casa da Moeda. Após um período de análise bastante longo (em um processo criterioso de seleção e licitação), e também com base em todos os investimentos que vem do governo federal e no funcionamento da máquina deixada para testes, a primeira venda da REFRISAT para a Casa da Moeda ocorreu em 2012. A partir daí, cerca de 8 TMQFs 045 da REFRISAT começaram a fazer parte do processo de impressão de cédulas de real na www.refrisat.com.br - Ed. 222 - Jul/Ago - 2014 Internet Database
  3. 3. A REFRISAT é pano para a manga nas revistas e eventos mais importantes do setor! Participamos no mês de Agosto de eventos importantes na área do Plástico, como a Embala Nordeste, Interplast e, agora no finzinho do mês, do Congresso Internacional de Diagnóstico por Imagem do Hospital Albert Einstein no Auditório Moise Safra. Todos eventos de sucesso em que a REFRISAT mais uma vez marcou presença, se não com sua participação direta, sempre com seus parceiros. Além disso, também fomos destaque na Revista Plástico Moderno em uma matéria muito interessante sobre Resfriamento, e na Revista Plástico Sul falando um pouco sobre a indústria, o desenvolvimento da economia em 2014 e o nosso setor. Para saber mais sobre os assuntos, não deixe de clicar nos links ao lado!! Revista Plástico Moderno ed. Julho/2014 Revista Plástico Sul ed. #154 www.refrisat.com.br - Ed. 222 - Jul/Ago - 2014 ANTES IMPRESSORA Unidade de Água Gelada IMPRESSORA Termorregulador 2 Termorregulador Termorregulador 4 Termorregulador Termorregulador 5 1 3 Casa da Moeda. A necessidade de um protótipo para testes, que surgiu em meio a negociação, se tornou um ponto essencial para o ajuste perfeito do equipamento REFRISAT na linha de produção. Algumas pequenas modificações que tinham que ser feitas foram identificadas e concluídas, e então o TMQF personalizado dos nossos reais ficou perfeito para produzir as notas do novo real. O melhor controle de temperatura das tintas utilizadas e o aumento da velocidade de impressão também diminuíram as perdas e o tempo de preparação das máquinas para diferentes cédulas. E o problema de utilização de água gelada da linha central foi resolvido, pois os equipamentos REFRISAT possuem refrigeração própria. Para a REFRISAT, fazer parte da produção TMQF REFRISAT DEPOIS em uma instituição tão importante, criteriosa e segura, é mais do que um orgulho. As inúmeras matérias que saíram na mídia sobre o diferente processo de produção do real atestam também a precisão que era necessária neste processo tão delicado e, de certa forma, até mesmo artístico. “O resultado dessa preocupação na fabricação das notas, com equipamentos de alta tecnologia, faz da fabricação do novo real uma das famílias de cédulas mais seguras do mundo!” – Celso Portiolli no Programa Domingo Legal em agosto de 2014. Disponível no link abaixo! Fazer parte da produção da 16ª moeda mais negociada no mundo e a 2ª mais negociada na América Latina, não é para qualquer um, só para a REFRISAT. Fig.1 Auditório Moise Safra no Hospital Albert Einstein Tela Principal de Comando do TMQF desenvolvido
  4. 4. Coferly Internet Database Tinturas terceirizadas fábricadas com a ajudinha da REFRISAT. através das membranas passando de um meio saturado para outro menos saturado. Para que esse processo ocorra, a pressão é feita por bombas de altíssima pressão, que por consequência aumentam a temperatura da água. Processos químicos em geral, no entanto, são bastante sensíveis as mudanças de temperatura, principalmente por que podem resultar em demora nas reações químicas ou até mesmo perda das propriedades do produto final. A exemplo, quem pinta os cabelos ou já pintou sabe bem que essas mudanças são realmente impactantes, e isso já é até mesmo no uso como consumidores finais. Sendo assim, para adequar o consumo de água desmineralizada a produção da Coferly, a REFRISAT forneceu o equipamento SAT 90 AR combinado ao Trocador de Calor a placas, feito em aço inoxidável, impedindo a contaminação da água tratada no início do processo do cliente. A solução, foi então utilizada em diversos processos dentro da fábrica, todos que requeriam água desmineralizada, agora contam com a solução da REFRISAT, e a água em temperaturas mais baixas melhora o controle das reações químicas dos processos produtivos. Encontramos uma solução rápida, que contava também com o nosso know-how no mercado e a confiança que as empresas encontram sempre na REFRISAT. Estamos sempre por aqui... por ali... no seu cabelo, na gôndola do supermercado, na beleza da mulher brasileira. www.refrisat.com.br - Ed. 222 - Jul/Ago - 2014 e Sabemos que no universo feminino principalmente, o uso de cosméticos e produtos para o tratamento dos cabelos são sempre os mais procurados e testados pelas consumidoras. O Brasil é hoje o terceiro país em consumo de cosméticos no mundo, e, dentre as opções preferidas as top 1, com uma representatividade de 24,9% da distribuição total no consumo de cosméticos, são as que tem a ver com a saúde dos cabelos. Mais do que somente no Universo feminino, hoje os cosméticos tomaram espaço e dobraram seu consumo em 5 anos no mercado masculino, com uma tendência de aumento expressiva. Quando o produto tem qualidade e uma cartela de clientes bem trabalhada, a probabilidade de aumento das vendas é ainda maior. No case em questão, a Coferly Cosméticos procurou a REFRISAT em busca de uma solução para resfriamento de água na produção de tinturas e outros cosméticos. Atualmente, a Coferly é a pioneira e maior empresa de terceirização de coloração e descolorização capilar da América do Sul. Sendo também uma das únicas que acompanha o processo de produção terceirizada de tinturas para cabelo desde a fase de pesquisas e testes até a de certificação em todos os órgãos regulamentadores. Para a fabricação de seus produtos, muitas vezes é necessário o uso de água extremamente pura, ou seja, livre de sólidos em suspensão, dissolvidos e até mesmo de íons. Para purificar a água as empresas realizam esse processo por meio da osmose Internet Database reversa, em um processo que força a água
  5. 5. Fonte: Combustol O negócio por aqui é B2B de I2I, Industry to Industry! Uma empresa como a REFRISAT está mais do que acostumada a lidar com clientes de diferentes setores. Enquanto uma hora procuramos soluções para a indústria de bens de consumo, na outra lidamos diretamente com os nossos colegas da área industrial. No case Combustol, o caso foi de indústria para indústria. A empresa que hoje é líder em produção de fornos industriais e também refratários, soluções ambientais e equipamentos de grande porte, nos procurou em busca de uma solução. As peças do forno Combustol precisam ser resfriadas por imersão no banho, e o calor que é eliminado deste processo deve ser emancipado por uma Unidade de Água Gelada, responsável pela troca de calor por serpentina dentro do tanque. Para o caso em questão, a unidade SAT 120 AR foi apresentada como a melhor solução, com tensão 380V e gabinete ao tempo. A única modificação do modelo padrão foi que o fornecimento sem a bomba de processo, já que neste no banho já existia uma bomba com essa função. Além da retirada da bomba, o equipamento foi feito com um quadro elétrico de Comando e Proteção especial, personalizado de acordo com as necessidades do processo, e com as clássicas possibilidades de comunicação e sistema supervisório, além de uma alteração de frequência para 50Hz, afim de que esse equipamento funcionasse também em países como a Argentina. A empresa Combustol já tinha procurado a REFRISAT em outras situações, como por exemplo em 2008 quando adquiriu uma SAT 090- AR para a mesma finalidade. A utilização da água gelada, portanto, se torna necessária para garantir a qualidade final das peças que fazem parte do forno industrial, além de agilizar a produção desses itens e aumentar a segurança e confiabilidade das empresas em que existem essas preocupações. Fazer parte de grandes processos industriais, mais do que experiência, know-how e liderança é trabalho para uma empresa que é REFERÊNCIA, e é por isso que a REFRISAT está há tantos anos no mercado. e t Combus ol Fonte: Combustol www.refrisat.com.br - Ed. 222 - Jul/Ago - 2014
  6. 6. NEWS Edição 221 - Ano 2014 - Julho/Ago refrisat@refrisat.com.br (11) 2423-5900

×