1

681 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
681
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1

  1. 1. Processo Seletivo 1/2007 – Unimontes 0 NOME: Nº INSCRIÇÃO:CURSO: TURNO: ASSINATURANº DO PRÉDIO: SALA: Ficha de Identificação 2º PROCESSO SELETIVO 1 1 AGRONOMIA (JANAÚBA) - DIURNO CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - BACHARELADO - DIURNO CIÊNCIAS BIOLÓGICAS (UNAÍ) - LICENCIATURA - NOTURNO EDUCAÇÃO FÍSICA - BACHARELADO - DIURNO MEDICINA - INTEGRAL ODONTOLOGIA - INTEGRAL
  2. 2. Processo Seletivo – Unimontes 1 ORIENTAÇÕES IMPORTANTES 01 - Este caderno contém questões do tipo múltipla escolha e uma redação. 02 - Verifique se o caderno contém falhas: folhas em branco, má impressão, páginas trocadas, numeração errada, etc. Encontrando falhas, levante a mão. O Fiscal o atenderá e trocará o seu caderno. 03 - Cada questão do tipo MÚLTIPLA ESCOLHA tem 4 (quatro) alternativas (A - B - C - D). Apenas 1 (uma) resposta é correta. Não marque mais de uma resposta para a mesma questão, nem deixe nenhuma delas sem resposta. Se isso acontecer, a questão será anulada. 04 - Para marcar as respostas definitivas na sua Folha de Respostas do tipo MÚLTIPLA ESCOLHA, use caneta esferográfica com tinta azul ou preta. NÃO utilize caneta com tinta vermelha ou lápis. Assinale a resposta certa, preenchendo toda a área da bolinha 05 - Todos os candidatos poderão ser identificados pela impressão digital. 06 - Ao receber as Folhas de Respostas, confira: • Se é a sua Folha (ela está personalizada). • Se os dados do cabeçalho conferem com os seus dados (nome, nº de identidade, nº de inscrição, opção de língua estrangeira, data de nascimento, etc.). 07 - Tenha cuidado na marcação da Folha de Respostas, pois ela não será substituída em hipótese alguma. 08 - A REDAÇÃO deverá ser escrita com caneta esferográfica (tinta azul ou preta), nos espaços reservados. A PROVA FEITA A LÁPIS SERÁ ANULADA E TERÁ NOTA ZERO. 09 - Se usar letra de FORMA, deverão ser observadas as normas de acentuação gráfica. 10 - O Caderno de Resposta da REDAÇÃO não poderá ter qualquer outra identificação do candidato, além da já existente. Aparecendo o nome ou número de inscrição fora da Ficha de Identificação, a Prova será anulada e computada a nota zero. 11 - Confira e assine a Folha de Respostas, antes de entregá-la ao Fiscal. NA FALTA DA ASSINATURA, A SUA PROVA SERÁ ANULADA. 12 - Não se esqueça de assinar a Lista de Presenças. 13 - Preencha corretamente a Ficha de Identificação colocada na capa deste caderno. 14 - DUAS HORAS após o início das provas, você poderá retirar-se da sala SEM LEVAR ESTE CADERNO. NÃO poderá levar nem mesmo a última folha do caderno de provas (folha de rascunho) ou anotações referentes às provas e suas respostas. 15 - Em nenhuma hipótese, o candidato poderá levar o Caderno de Provas e/ou as Folhas de Respostas. 16 - Somente durante os 30 (trinta) minutos que antecedem o término das provas poderão os candidatos copiar, em formulário próprio a ser entregue pelo fiscal, as anotações e/ou marcações feitas na sua Folha de Respostas das Provas de Múltipla Escolha. 17 - No encerramento das provas, há necessidade de pelo menos dois candidatos presentes na sala. Isso faz parte das normas para transparência na fiscalização do Processo Seletivo. 18 - Se o Cartão de Inscrição estiver com algum erro (nome, nº. de documento, endereço, etc.), peça ao Fiscal de Sala para providenciar as correções necessárias no Requerimento de Correções. DURAÇÃO DESTAS PROVAS: CINCO HORAS OBS.: Candidatos com cabelos longos deverão deixar as orelhas totalmente descobertas durante a realização das provas. É proibido o uso de boné.
  3. 3. Processo Seletivo – Unimontes 2 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Questões numeradas de 01 a 20 INSTRUÇÃO: As questões de 01 a 12 referem-se ao texto a seguir ou tomam-no como ponto de partida. Leia-o. Esculhambação Ferreira Gullar A tragédia de Santa Maria impactou o país pela quantidade de mortes que ocasionou, mas também pelo que significa no quadro da realidade brasileira: a denúncia da irresponsabilidade que tomou conta do país. Que, no Brasil de hoje, as leis, as normas sociais estão aí apenas para constar, a gente já sabia. Mas foi preciso, desgraçadamente, que o incêndio da boate Kiss resultasse na morte de quase 240 pessoas – na sua maioria jovens universitários – para que as autoridades se mancassem e se sentissem obrigadas a fazer o que mais as desagrada: cumprir as leis e, pior ainda, punir quem as desrespeita. Na verdade, querem ser todos bonzinhos, especialmente consigo mesmos. A tragédia de Santa Maria tornou de repente inviável essa cômoda atitude. A postura usual dos governantes e das autoridades é a de não admitir os seus próprios erros, atribuindo-os a injúrias ou mentiras inventadas pela imprensa. Mas, desta vez, diante de centenas de cadáveres amontoados na rua e dos parentes soluçando em desespero, o que fazer? Dizer que se tratava de uma invenção da mídia não podiam. Tiveram, eles próprios, que mentir. O prefeito de Santa Maria não sabia nada do que se passava naquela boate. Já o comandante do Corpo de Bombeiros da cidade afirmou, com firmeza, que, legalmente, bastava uma única porta numa casa de shows onde se divertiam mais de mil pessoas, embora a lotação legal fosse de apenas 650 frequentadores. Os extintores de incêndio não funcionavam, como ficou provado pela perícia, mas ele alegou que estavam em perfeito estado e, se não funcionaram, teria sido pela imperícia de quem tentou manejá-los. Noutras palavras, embora o Corpo de Bombeiros tenha permitido que a boate funcionasse sem obedecer a quaisquer exigências legais, nenhuma culpa tem pelo que ali ocorreu. Indignei-me ao ouvi-lo, mas tampouco esperava que ele dissesse outra coisa, uma vez que, se tanta gente morreu naquele incêndio, a razão disso não é outra senão a desobediência a toda e qualquer norma de segurança. E por que isso ocorre? Por negligência? Por receberem propina? Por obedecerem a recomendações superiores? Ninguém sabe ao certo. O que se sabe é que este nosso Brasil é hoje uma pura e simples esculhambação. Veja se exagero. Como a boate pegou fogo mesmo e 239 pessoas morreram mesmo; como a boate só tinha uma porta e os extintores de incêndio não funcionavam, ninguém pode, desta vez, alegar que se trata de uma calúnia. É inegável que o desastre ocorreu porque as autoridades responsáveis foram omissas. Mas, em seguida, diante da tragédia e da omissão comprovada, todas elas, imediatamente, passaram a agir com a presteza e o rigor que nunca tiveram antes. O resultado não poderia ser outro: em todos os Estados e cidades, onde a fiscalização foi acionada, centenas de casas noturnas ou não apresentavam as condições de segurança exigidas ou estavam com a licença de funcionamento vencida. Isso significa que os proprietários e responsáveis por esses espaços vêm durante anos pondo em risco a vida dos frequentadores, como se isso se tratasse da coisa mais normal do mundo. Até uma borracharia funcionava como boate. É que, do governador ao comandante do Corpo de Bombeiros, do chefe da fiscalização ao fiscal menos categorizado, todos usam o poder que detêm para tirar vantagens, sejam elas políticas, sejam pessoais. O interesse público é sua moeda de troca. Pois bem, a pergunta a fazer é por que isso acontece e de maneira tão generalizada? Não tenho a resposta pronta. Mas não há dúvida de que a máquina do Estado foi apropriada por partidos e líderes políticos, que a usam em benefício próprio, seja pessoal, seja partidário. As leis, portanto, não têm valia ou só valem quando servem a esses interesses. 1 5 10 15 20 25 30 35 40
  4. 4. Processo Seletivo – Unimontes 3 É que, para eles, a opinião pública não merece nenhum respeito. Que outro sentido tem a recente eleição de Renan Calheiros para presidir o Senado Federal, embora denunciado pelo procurador-geral da República por peculato, uso de documentos falsos e corrupção? Há cinco anos, ele renunciou a essa mesma presidência e ao seu mandato parlamentar para escapar de ser cassado. E volta, agora, sob os aplausos efusivos de seus companheiros de farsa. É ou não é uma esculhambação? (Folha de S. Paulo, E10 ilustrada, domingo, 17 de fevereiro de 2013.) QUESTÃO 01 Leia o trecho: “Mas foi preciso [...] que o incêndio resultasse na morte de quase 240 pessoas [...] para que as autoridades se mancassem e se sentissem obrigadas a fazer o que mais as desagrada: cumprir as leis e, pior ainda, punir quem as desrespeita.”(Linhas 4-7) No trecho acima há ironia, pois A) o locutor do texto se utiliza do termo giriático “se mancassem”, quando não deveria tê-lo utilizado. B) seria contraditório dizer, seriamente, que as autoridades se sentem obrigadas a cumprir leis e punir quem não as cumpre, já que esse é o papel delas. C) constitui um juízo apressado dizer que as autoridades são obrigadas a cumprir as leis. D) não desagrada às autoridades punir quem desrespeita as leis. QUESTÃO 02 Para argumentar contra a postura e atitudes das autoridades e dos governantes, o locutor do texto utiliza-se de A) declarações feitas pelas vítimas. B) demonstração de incredulidade diante das declarações feitas pelas autoridades. C) conivência em relação ao que afirmavam as autoridades. D) fatos ou eventos ocorridos. QUESTÃO 03 Leia os trechos a seguir: “Relatório sobre a tragédia de Santa Maria mostra que luzes de emergência não funcionaram...” (revista Veja, 13-2-2013) “Somos todos culpados porque o ‘jeitinho’, infelizmente, já faz parte de nossa cultura e o aceitamos quando nos convém.” (revista Veja,13-2-2013) Os trechos acima, pela ordem dos enunciados, apresentam A) fato e opinião. B) dois fatos. C) opinião e fato. D) duas opiniões. QUESTÃO 04 Na seguinte passagem expressa: “... o comandante do Corpo de Bombeiros da cidade afirmou [...] que [...] bastava uma única porta ...” (linhas 16-17), há A) uma única fala, a do locutor responsável pelo texto. B) três falas, uma manifestada em discurso indireto livre. C) duas falas, sendo uma delas citada em discurso indireto. D) uma fala preponderante, a da justiça, responsável por permitir a permanência de mais de mil pessoas na boate. QUESTÃO 05 O locutor do texto cita o episódio ocorrido com o senador Renan Calheiros porque, segundo ele, os episódios do incêndio e da eleição do senador assemelham-se no seguinte aspecto: A) No Brasil, as autoridades e políticos beneficiam-se do poder para tirar vantagens partidárias ou pessoais. B) Todos os dois episódios foram descobertos pela imprensa e tais autoridades alegaram tratar-se de calúnias. C) Nos dois casos, seria possível evitar que as duas situações tivessem o desfecho que tiveram se a população tivesse descoberto a tempo e se revoltado contra esses episódios. D) Em ambos os episódios, as autoridades responsáveis por fazer cumprir as leis não tiveram conhecimento das consequências negativas que o incêndio e a eleição proporcionariam. 45
  5. 5. Processo Seletivo – Unimontes 4 QUESTÃO 06 O locutor finaliza seu texto com um enunciado interrogativo. O objetivo desse recurso é A) deixar o leitor responder a uma questão para a qual não sabe a resposta. B) demonstrar a sua postura de resignação diante da tragédia ocorrida na boate. C) explicar como, no Brasil, a classe política se utiliza do poder para se beneficiar. D) fazer o leitor refletir e tirar conclusões com base na argumentação desenvolvida no texto. QUESTÃO 07 Considerando tanto as relações de significado que um termo possa assumir num dado contexto (que se relaciona à Semântica) quanto os recursos expressivos da língua em um segmento de texto (que se relaciona à Estilística), analise as alternativas a seguir e assinale, nesses termos, a alternativa INCORRETA. A) Em “O interesse público é sua moeda de troca.” (linha 40), temos uma expressão metafórica. B) Em “parentes soluçando” (linha 12), tem-se a ideia de um choro perpassado pela dor e incredulidade. C) Em “Que, no Brasil de hoje, as leis, as normas sociais estão aí apenas para constar, a gente já sabia.” (linha 4), a expressão “a gente” engloba as autoridades e o cidadão comum e delata que este tem sua parcela de responsabilidade equivalente à dos demais segmentos sociais. D) Em “Ninguém sabe ao certo.” (linha 26) e “Não tenho a resposta pronta.” (linhas 41-42), embora com diferentes interlocutores, têm-se sentidos afins entre esses dois enunciados. QUESTÃO 08 “[...] foi preciso, desgraçadamente, que o incêndio da boate Kiss resultasse na morte de quase 240 pessoas [...] para que as autoridades se mancassem e se sentissem obrigadas a fazer [...] cumprir as leis [...]” (Linhas 5-7) Acerca da subordinação presente nesse período, assinale a alternativa em que a análise feita NÃO é procedente. A) Esse trecho encerra uma ideia de finalidade. B) Há, no trecho do enunciado, uma oração na forma desenvolvida, amparada pela conjunção “para que”, com verbos no subjuntivo. C) Entre esse trecho expresso no enunciado e o seguinte trecho: “[...] ele renunciou a essa mesma presidência [...] para escapar de ser cassado.” (linhas 47-48), há o estabelecimento de mesma ideia, explicitada por conjunção com mesmo valor ou função, com esta oração na forma reduzida. D) Está expressa, no trecho, uma ideia de condição. QUESTÃO 09 Nas alternativas a seguir, escolha aquela em que a explicação para as regras gramaticais de concordância verbal está EM DESACORDO com a forma e o contexto priorizados no período correspondente. A) “[...] embora o Corpo de Bombeiros tenha permitido que a boate funcionasse sem obedecer a quaisquer exigências legais, nenhuma culpa tem pelo que ali ocorreu.” (Linhas 21-22) ! O verbo “ter”, em “nenhuma culpa tem”, é neutro, impessoal, ou seja, não tem sujeito com que concordar, por isso permanece no singular. B) “A postura usual dos governantes e das autoridades é a de não admitir os seus próprios erros, atribuindo- os a injúrias ou mentiras inventadas pela imprensa.” (Linhas 9-11) ! Quando o núcleo do sujeito está no singular e seus especificadores estão no plural, a concordância do verbo é feita com o núcleo desse sujeito, nesse caso, no singular. C) “É inegável que o desastre ocorreu porque as autoridades responsáveis foram omissas. Mas, em seguida, diante da tragédia e da omissão comprovada, todas elas, imediatamente, passaram a agir com a presteza e o rigor que nunca tiveram antes.” (Linhas 30-32) ! “tiveram” é pluralizado por concordar com o sujeito “as autoridades responsáveis”, retomado, nesse período, por “todas elas”. D) “Dizer que se tratava de uma invenção da mídia não podiam.” (Linha 13) ! O verbo “poder” encontra- se na forma pluralizada por haver uma elipse do sujeito, o qual está explícito em predicação anterior, e não pelo fato de ele denotar indeterminação do sujeito.
  6. 6. Processo Seletivo – Unimontes 5 QUESTÃO 10 “Há cinco anos, ele renunciou a essa mesma presidência ...” (Linhas 47-48) Sobre esse trecho, pode-se fazer a seguinte afirmação, considerando a língua portuguesa padrão: A) O verbo “haver” poderia ser substituído pelo verbo “existir”, desde que este fosse pluralizado. B) O verbo “haver” poderia ser substituído pelo verbo “fazer”, desde que este fosse pluralizado. C) O verbo “haver” poderia ser substituído pelo verbo “fazer”, com este permanecendo no singular. D) Nesse enunciado não seria deturpado o sentido se, em vez do verbo “haver” no singular, fosse usada a forma plural desse verbo. QUESTÃO 11 De acordo com a NGB – Nomenclatura Gramatical Brasileira –, há palavras que não se enquadram entre as classes de palavras (substantivo, artigo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição, conjunção e interjeição) por não expressarem uma função verdadeiramente sintática na oração (CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. 46. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2005, p. 263). Nesse sentido, em qual das alternativas a palavra em destaque NÃO pertence a nenhuma dessas classes, segundo o contexto em que se apresenta? A) “Que, no Brasil de hoje, as leis, as normas sociais estão aí apenas para constar [...]” (Linha 4) B) “Até uma borracharia funcionava como boate.” (Linha 37) C) “[...] bastava uma única porta numa casa de shows onde se divertiam mais de mil pessoas [...]” (Linhas 16-17) D) “A tragédia de Santa Maria tornou de repente inviável essa cômoda atitude.” (Linha 9) QUESTÃO 12 De acordo com Cegalla (p. 429): “Não há uniformidade entre os escritores quanto ao emprego dos sinais de pontuação.” Por essa razão, o autor reconhece não ser “possível traçar normas rigorosas sobre a matéria”, endossando “apenas as que o uso geral vem sancionando, na atual língua escrita”. (CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. 46. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2005, p. 429) Dessa forma, pode-se verificar que o emprego da vírgula, considerando essa relação norma-uso, acataria como facultativo, não ocasionando prejuízo ao sentido, o uso de vírgula(s) no seguinte trecho: A) “E volta, agora, sob os aplausos efusivos de seus companheiros de farsa.” (Linhas 48-49) B) “Indignei-me ao ouvi-lo, mas tampouco esperava que ele dissesse outra coisa, uma vez que, se tanta gente morreu naquele incêndio, a razão disso não é outra senão a desobediência a toda e qualquer norma de segurança.” (Linhas 23-25) C) “Os extintores de incêndio não funcionavam, como ficou provado pela perícia, mas ele alegou que estavam em perfeito estado [...]” (Linhas 18-19) D) “Que outro sentido tem a recente eleição de Renan Calheiros para presidir o Senado Federal, embora denunciado pelo procurador-geral da República por peculato, uso de documentos falsos e corrupção?” (Linhas 45-47)
  7. 7. Processo Seletivo – Unimontes 6 QUESTÃO 13 Leia o poema abaixo, do livro Claro enigma, de Carlos Drummond de Andrade, para responder à questão proposta. A INGAIA CIÊNCIA A madureza, essa terrível prenda que alguém nos dá, raptando-nos, com ela, todo sabor gratuito de oferenda sob a glacialidade de uma estela, a madureza vê, posto que a venda interrompa a surpresa da janela, o círculo vazio, onde se estenda, e que o mundo converte numa cela. A madureza sabe o preço exato dos amores, dos ócios, dos quebrantos, e nada pode contra sua ciência e nem contra si mesma. O agudo olfato, o agudo olhar, a mão, livre de encantos, se destroem no sonho da existência. (DRUMMOND, 2012, p. 18) Sobre o poema “A ingaia ciência”, que integra a seção I do livro, intitulada “Entre lobo e cão”, é INCORRETO afirmar: A) Quanto à estrutura, o poema é um soneto. B) O poema expressa a mitificação da madureza. C) O poema traduz inquietações sobre a maturidade. D) Os versos traduzem um lirismo amargurado. QUESTÃO 14 Leia o fragmento abaixo, extraído do texto “O jardineiro Timóteo”, de Monteiro Lobato, que integra a obra Nós e os outros: histórias de diferentes culturas, organizado por Marisa Lajolo. Responda, a seguir, à questão proposta. Quarenta anos havia que lhe zelava dos canteiros o bom Timóteo, um preto branco por dentro. Timóteo o plantou quando a fazenda se abria e a casa inda cheirava a reboco fresco e tintas d’óleo recentes, e desd’aí – lá se iam quarenta anos – ninguém mais teve licença de pôr a mão em “seu jardim”. (LOBATO. In: LAJOLO, 2008, p. 89) Assinale a alternativa INCORRETA. A) O desfecho da narrativa demonstra a possibilidade da boa convivência entre pessoas de diferentes etnias e culturas. B) A narrativa possui como tema a experiência de preconceito de que é vítima o seu principal personagem. C) A linguagem do conto e a ideologia que ela transmite retratam o momento histórico no qual o texto foi escrito. D) No texto, discorre-se, também, sobre a tensão entre a tradição (espaço rural) e a modernidade (espaço urbano).
  8. 8. Processo Seletivo – Unimontes 7 QUESTÃO 15 Dona Teresa é viúva. Viúva de um português. Mas nem oito dias passados dona Teresa se ajuntou com o Crispim. [...] Dona Teresa cuida da alma do morto e do corpo do vivo. No carnaval deste ano organizou um cordão. Cordão dos Filhos da Cruz. Dona Teresa é pecadora mas tem sua religião. Todos gostam dela em toda a extensão da Estrada da Cachoeira. Dona Teresa é jeitosa, consegue tudo e ainda por cima é pagodeira. (LAJOLO, 2006, p. 109) A história “A piedosa Teresa”, de Antônio de Alcântara Machado, integrante do livro Nós e os outros: histórias de diferentes culturas, NÃO possui a seguinte característica: A) Na história se vê reproduzida uma cantiga integrante do patrimônio cultural do povo do interior do Brasil. B) A narrativa transcorre enquanto perduram os versos da cantiga em louvor a São Gonçalo. C) Na história há exemplos da interação cultural entre etnias e culturas, perceptíveis na linguagem e no fato retratado. D) Trata-se de uma narrativa que reproduz aspectos preconceituosos e racistas da sociedade brasileira. QUESTÃO 16 As crônicas são narrativas nascidas na ambiência dos jornais, que se distinguem pelo caráter temporal e pela capacidade de flagrarem instantâneos do cotidiano. A crônica literária, conservando a mesma feição, confere aos textos, ainda, caráter de inovação, estilo próprio e recursos de linguagem, que dão a certas histórias características singulares, nas quais se visualiza perfeito imbricado entre o particular e o universal. Sob tal aspecto, e tomando como referência as crônicas de João do Rio, assinale a alternativa INCORRETA. A) A marginalidade, a pobreza, os conflitos de interesses e a estigmatização do homem comum são temas ainda frequentes na literatura contemporânea. B) A caracterização das ruas nas crônicas de João do Rio é imprecisa, podendo representar, por isso mesmo, qualquer época e local do mundo. C) Os acontecimentos políticos e sociais da época, vistos pela ótica das ruas, confere às crônicas um colorido espontâneo e original. D) O rebuliço, o burburinho, as questões particulares fundem-se às questões históricas, públicas, revelando um rico perfil humano e social da sociedade carioca do século XIX. QUESTÃO 17 Sobre os fragmentos da obra A alma encantadora das ruas: crônicas, do escritor João do Rio, todas as classificações estão corretas, EXCETO A) “É preciso remediar a fatalidade” – polissíndeto. B) “Balzac nos dizia que as ruas de Paris nos dão impressões humanas” – intertexto. C) “[...] ei-lo a pintar os pensamentos, a fisionomia, a alma das ruas” – personificação. D) “[...] a palavra surgiu no ruído perceptível da agulha na pela: tac, tac” – onomatopeia. QUESTÃO 18 A obra A Hora da Estrela, de Clarice Lispector, condensa a história de uma moça nordestina, perdida na cidade grande, e os desafios do narrador para falar sobre a pobreza. Sobre essa obra, assinale a alternativa INCORRETA. A) Ao se referir a Macabéa como a que “nem pobreza enfeitada tem”, o narrador evidencia seu propósito de desmitificar a pobreza. B) O enlace entre autora, narrador e personagem evidencia o esforço de Clarice Lispector de refletir sobre as instâncias da ficção. C) A série de títulos apresentados para a história expressa a rejeição do narrador por sua personagem feia e pobre. D) O final da narrativa deixa evidente uma ironia melancólica, que não traz alento ou respostas a seu leitor.
  9. 9. Processo Seletivo – Unimontes 8 QUESTÃO 19 Sobre as personagens da obra A Hora de Estrela, de Clarice Lispector, assinale a alternativa INCORRETA. A) Olímpio, namorado de Macabéa, incorpora o nordestino desvalido, que utiliza fracas ações de esperteza para lutar contra o mundo. B) As personagens do livro constituem tipos sociais, que encarnam, de forma plana, o retirante, a prostituta, o vagabundo, entre outros. C) Macabéa, a personagem do romance, traz no nome a lembrança dos Macabeus, livro integrante do Antigo Testamento. D) As muitas Marias, colegas de quarto de Macabéa, traduzem o anonimato e a marginalidade do pobre na cidade grande. QUESTÃO 20 Sobre o livro Cartas para Mariana, de Osmar Pereira Oliva, está INCORRETA a alternativa: A) O narrador faz uso de intertextualidades referentes a autores da literatura universal e a filmes. B) A escolha do gênero carta pelo autor imprime às narrativas maior interatividade com o leitor. C) Autor e narrador, na obra, encontram-se em planos incomunicáveis. D) Nas cartas, o tom memorialístico é perpassado por um olhar agudo sobre as questões do cotidiano. PROVA DE LÍNGUA ESPANHOLA Questões numeradas de 21 a 26 INSTRUÇÃO: Leia o texto que se segue e depois responda às questões propostas. Volte ao texto quando necessário. EL MÁS FUERTE Así es considerado el grafeno, también uno de los materiales más ligeros y conductivos conocidos hasta ahora. Desarrollado en 2004 por Andre Geim y Konstantin Novoselov, científicos rusos adscritos a la Universidad de Manchester, quienes por ello se hicieron acreedores al Premio Nobel de Física en 2010, se ha convertido en un auténtico abanico de posibilidades tecnológicas. Es un nanomaterial hecho de átomos de carbón con forma hexagonal densamente comprimidos que forman una estructura similar a la de un panal. Las láminas son tan delgadas que casi son transparentes (97,3%), presenta baja resistencia eléctrica y conduce calor hasta 10 veces mejor que el cobre. En palabras de sus descubridores " es más fuerte y rígido que el diamante, pero se puede estirar hasta una cuarta parte de su longitud, como el caucho". Variedad El grafeno es un alótropo − propiedad de los elementos para representarse bajo estructuras químicas diferentes − del carbón con arreglo atómico de dos dimensiones. Entre otros conocidos alótropos están el grafito (de tres dimensiones), el buckminsterfulereno, el nanotubo de carbón y el diamante. Hallazgo El grafeno se puede encontrar en el grafito, el material con el que se hacen lápices. Geim y Novoselov lo descubrieron al pelar tiras de grafito con cinta adhesiva hasta aislar una lámina de carbón de un átomo de grosor.[…] Rebanadas Aspecto de la superficie del cristal de grafito, material que puede separarse en placas muy delgadas, tanto que es probable al momento de escribir con lápiz sobre el papel se desprendan hojuelas de grafeno. Luz La transparencia del grafeno puro podría ayudar a fabricar electrodos transparentes, aplicables en tecnología oled (diodos emisores de luz órganicos). 1 5 10 15 20
  10. 10. Processo Seletivo – Unimontes 9 Plásticos Imagina plásticos no sólo más resistentes y ligeros, también inocuos para el ambiente. Se podría emplear el grafeno para fabricar desde botellas y utensilios de cocina hasta repuestos para autos. Celdas Solares Para sustituir el dióxido de titanio o el silicio, la película de grafeno ofrece una opción más barata. Cableado A nivel microcircuitos, en el Instituto Tecnológico de Georgia consideran que nanocintas de grafeno, de hasta 16nm de ancho, podrían ser 1.000 veces más conductivas que el cobre, haciéndolas ideales para interconexiones eléctricas. Pero también, debido a su bajo peso, sustituirían al cableado en los aviones. Chips El grafeno podría reemplazar al silicio para fabricar microprocesadores. Fonte: Superinteresante, marzo, 2011. QUESTÃO 21 O texto trata, EXCETO A) da descoberta de um novo material bastante versátil em questões de emprego. B) da estrutura química diversa que pode apresentar o grafeno. C) da diferença desse material em relação a outros já utilizados. D) das propriedades dos vários tipos de alótropos. QUESTÃO 22 O grafeno encontra-se no seguinte material: A) diamante. B) grafite. C) aço. D) carvão. 25 30 35
  11. 11. Processo Seletivo – Unimontes 10 QUESTÃO 23 São características do grafeno, EXCETO A) É um dos materiais mais leves encontrados até hoje. B) É considerado de alta condutividade. C) É um material que se assemelha ao aço em termos de usos. D) É mais duro que o diamante. QUESTÃO 24 Sobre o grafeno, podemos afirmar, EXCETO A) A sua grande transparência possibilita o uso em tecnologias de plásticos. B) Experimentos com esse material foram desenvolvidos por cientistas que, por essa descoberta, ganharam o prêmio Nobel. C) Pode substituir o silício, viabilizando a fabricação de computadores e componentes de placas solares. D) Quando se escreve com lápis, soltam-se partículas de grafeno no papel, e isso acontece porque esse material é extremamente fino. QUESTÃO 25 O grafeno possibilita: A) confecção de garrafas de plástico mais finas. B) produção de telas de Led. C) fabricação de ampla gama de componentes elétricos. D) cabos mais flexíveis para serem utilizados na aviação. QUESTÃO 26 Assinale a alternativa que apresenta a correspondência INCORRETA entre a palavra sublinhada à esquerda e o seu significado à direita. A) "… de hasta 16nm de ancho…" (linha 33) − desde. B) "… un auténtico abanico de posibilidades…" (linha 4)− leque. C) "... láminas son tan delgadas…" (linha 6) − finas. D) "... nanomaterial hecho de átomos…" (linha 4)− feito. PROVA DE LÍNGUA INGLESA Questões numeradas de 21 a 26 INSTRUÇÃO: Leia o texto que se segue para responder às questões propostas. The decade that made a difference In the United States and other countries around the world, the 1960s was the decade that made a difference. It was a time of hope and, especially, of great change. When it ended, the world was a very different place than before. Consider the 1960s in the United States. John F. Kennedy became president. Martin Luther King, Jr., led the Civil Rights movement. Women’s groups demanded equal rights. Young people listened to new kinds of music, including the music of the Beatles and other British bands. “Hippies” had long hair and wore strange, colorful clothes. They called for peace instead of war and questioned many of the values of American society, especially the focus on money. In many countries around the world, people wanted the freedom to be themselves and express themselves. They did not want to be limited because they were women or black or for any other reason. They wanted everyone to have the same opportunities and they wanted to be able to explore different possibilities and ways of living. Cities such as London, Paris, Amsterdam, and San Francisco were centers of these new ideas. But many people in other cities and countries shared these ideas, too. Around the world, people also felt growing concern for the planet Earth. In Britain, for example, one group argued for an end to nuclear weapons. This group created the most famous symbol of the 1960s - the 1 5 10 15
  12. 12. Processo Seletivo – Unimontes 11 peace symbol. People also became more and more concerned about the effects that humans have on the environment. In fact, “Earth Day” first started in 1969. The 1960s was also, of course, a time for technological advances. A symbol of these advances is the “space race” between the United States and Soviet Union. At the start of the decade, in 1961, Russian astronaut Yuri Gagarin was the first person in outer space. At its end, in 1969, American astronauts Neil Armstrong and Buzz Aldrin were the first people to walk on the moon. Over 500 million people watched the moon walk on TV - another symbol of technological change. PAVLIK, Cheryl. Grammar Sense 2 (Student’s Book). 2ed. Oxford: Oxford University Press, 2012. p.49. QUESTÃO 21 De acordo com o texto, os anos 60, em muitos países, foram marcados por grandes manifestações socioculturais e políticas e avanços tecnológicos. Sobre esses acontecimentos, podemos afirmar, EXCETO A) É evidente o idealismo e o entusiasmo no espírito de luta do povo. B) Surgem movimentos de comportamento como o dos “Hippies”, com seus protestos contrários às guerras. C) Os americanos enviaram o primeiro homem ao espaço sideral. D) Nos Estados Unidos, Martin Luther King encabeça manifestação a favor dos direitos humanos. QUESTÃO 22 Qual dos enunciados a seguir indica que a década de 60 também foi marcada pela emergência dos movimentos das mulheres e dos negros? A) “They did not want to be limited because they were women or black or for any other reason.” (Linha 10) B) “It was a time of hope and, especially, of great change.” (Linha 2) C) “... they wanted to be able to explore different possibilities and ways of living.” (Linhas 11-12) D) “Women’s groups demanded equal rights.” (Linha 5) QUESTÃO 23 Em relação à preocupação com o meio ambiente, a sentença “In fact, ‘Earth Day’ first started in 1969.” (linha 17) evidencia a intenção de informar sobre A) a inércia dos seres humanos diante da degradação do meio ambiente. B) a importância da conscientização pública para a preservação do meio ambiente. C) o posicionamento de alguns grupos britânicos contra o fim das armas nucleares. D) o conflito de ideias e opiniões entre britânicos e o resto do mundo acerca do meio ambiente. QUESTÃO 24 Todas as alternativas apresentam uma relação de correspondência correta entre expressão de referência e referente, EXCETO A) “they” (linhas 10-11) – “people” (linha 9). B) “a time” (linha 18) – “the 1960s” (linha 18). C) “place” (linha 3) – “the world” (linha 2). D) “they” (linha 7) – “other British bands” (linha 6). QUESTÃO 25 Assinale a alternativa INCORRETA quanto ao que se afirma a respeito dos vocábulos e expressões retirados do texto. A) “especially” (linha 8) expressa particularidade. B) “over” (linha 21) expressa uma relação de inferioridade. C) “instead of” (linha 7) expressa oposição. D) “such as” (linha 12) expressa enumeração. QUESTÃO 26 Em relação às estruturas linguísticas utilizadas no texto, assinale a afirmativa CORRETA. A) Na expressão “ways of living” (linha 12), living é um verbo. B) A expressão “the first people” (linha 21) não corresponde à forma plural de “the first person” (linha 20). C) O vocábulo “walk” (linha 22) está empregado no Simple Present para indicar uma ação habitual. D) “the 1960s” (linha 1) exerce a função de sujeito da oração. 20
  13. 13. Processo Seletivo – Unimontes 12 PROVA DE BIOLOGIA Questões numeradas de 27 a 37 QUESTÃO 27 Divisão celular é o processo que ocorre nos seres vivos, através do qual uma célula se divide por meio de mitose ou meiose. As alternativas abaixo estão relacionadas a esse processo. Analise-as e assinale a que CORRESPONDE a uma característica da meiose. A) Ocorre em todas as fases da vida. B) Resulta em duas células. C) Ocorre uma divisão de cromossomos e uma de citoplasma. D) Há emparelhamento de cromossomos homólogos. QUESTÃO 28 As figuras abaixo apresentam dois tipos celulares que possuem várias diferenças entre si. Analise-as. Considerando as estruturas indicadas e o assunto abordado, é CORRETO afirmar: A) O equilíbrio osmótico nos protozoários de água doce é mantido por I. B) A eficiente osmorregulação nos protozoários marinhos se deve à presença de I altamente desenvolvido e à sua intensa atividade. C) Nas células animais, I são menores, entretanto sua maior eficiência garante o equilíbrio osmótico. D) O principal determinante do volume de I é a quantidade de metabolitos, açúcares e enzimas armazenados em seu interior. QUESTÃO 29 Leia o texto abaixo. “Na linha de estímulo ao transporte coletivo público, o sistema de transporte implantado em Bogotá, na Colômbia, com corredores expressos e uso de linhas troncais de grande capacidade utilizando ônibus articulados, tornou-se o primeiro sistema de transporte urbano a receber recursos do sistema (Mecanismos de Desenvolvimento Limpo – MDL) do Protocolo de Quioto, em que os países ricos podem pagar pelos projetos desenvolvidos nos países em desenvolvimento que efetivamente reduzam a emissão de gases do efeito estufa, no caso do transporte, o CO2 ”. Fonte: Emissões relativas de poluentes do transporte motorizado de passageiros nos grandes centros urbanos brasileiros. 2011. Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho. Adaptado. POLUENTES DO TRANSPORTEIROS Com base no assunto abordado no texto, assinale a afirmativa CORRETA em relação às consequências do processo ocasionado pela não adoção de condutas como a de Bogotá. A) Aumento das chuvas nas áreas subtropicais. B) Menor frequência das ondas de forte calor e inundações. C) Aumento de chuvas torrenciais nas latitudes mais extremas. D) Diminuição da ocorrência de ciclones tropicais. I II
  14. 14. Processo Seletivo – Unimontes 13 QUESTÃO 30 Analise o texto e as figuras abaixo. É CORRETO afirmar que tanto o texto quanto as figuras se remetem à A) lei do uso e desuso de Lamark. B) teoria evolucionista de Darwin. C) teoria sintética da evolução. D) lei da transmissão de características adquiridas de Lamark. QUESTÃO 31 As glândulas suprarrenais encontram-se localizadas nos polos superiores de cada um dos rins e apresentam duas porções distintas representadas, na figura abaixo, por I e II. Os hormônios liberados por essas diferentes porções exercem no organismo humano vários efeitos. Todas as afirmativas abaixo se referem a ações de hormônios secretados por I, EXCETO A) Tem sua secreção aumentada, principalmente, quando a pressão arterial se encontra abaixo dos níveis normais por várias horas ou dias. B) Atua diretamente no coração, aumentando o número de batimentos cardíacos por minuto. C) Degrada glicogênio quando estamos em situação de perigo. D) Favorece o controle do processo inflamatório por diminuir a permeabilidade capilar. QUESTÃO 32 Para manter sua funcionalidade normal, as plantas utilizam os alimentos por ela produzidos durante a fotossíntese, e a energia desses alimentos é liberada pela respiração. Considerando o exposto no enunciado e outros conhecimentos sobre o assunto, é CORRETO afirmar: A) A intensidade luminosa na qual as taxas de fotossíntese e respiração se equivalem é chamada de ponto de saturação luminosa. B) Na intensidade luminosa na qual as taxas de fotossíntese e respiração se equivalem, a planta não realiza trocas gasosas com o ambiente. C) As heliófilas possuem um ponto de compensação fótica baixo e se desenvolvem bem em locais sombreados. D) As umbrófilas têm o mesmo ponto de compensação fótica que as heliófilas; o que determina diretamente o seu desenvolvimento é o suprimento hídrico disponível. I II "Não receie crescer devagar; só tenha medo de permanecer imóvel." (Ditado chinês)
  15. 15. Processo Seletivo – Unimontes 14 QUESTÃO 33 Os vírus são extremamente simples e pequenos, sendo formados basicamente por proteínas e ácidos nucleicos. Entretanto, pela capacidade de intervenção no metabolismo de inúmeros organismos, são alvos de diversas pesquisas. A figura abaixo ilustra algumas dessas características. Analise-a. Tendo como referência o assunto abordado e a análise da figura, é CORRETO afirmar: A) Na etapa 5, o profago, ocasionalmente, liberta-se do cromossomo bacteriano para finalizar o ciclo lítico. B) Na etapa 1, o fago adere-se à parede do hospedeiro liberando, no seu interior, o material genético e o capsídio. C) Na etapa 3B, o DNA viral, por recombinação, é incorporado ao DNA da bactéria, mas não afeta o metabolismo dela. D) Na etapa 3A, cessa-se a síntese de proteínas do capsídio e inicia-se a multiplicação do DNA viral. QUESTÃO 34 O sistema nervoso central desenvolve-se a partir da placa neural, a qual se invagina ao longo de uma linha média, formando o sulco neural. As bordas do sulco, pregas neurais, fusionam-se dorsalmente formando o tubo neural, que dá origem ao encéfalo e à medula espinhal. As figuras abaixo mostram as etapas envolvidas nesse processo. Analise-as. De acordo com o assunto abordado e as figuras apresentadas, analise as alternativas a seguir e assinale a sequência (placa neural, sulco neural, pregas neurais, tudo neural, encéfalo e medula espinhal) CORRETA desse desenvolvimento. A) I, II, III, IV, V, VI. B) I, VI, III, V, IV, II. C) I, V, IV, VI, II, III. D) I, III, VI, V, IV, II. I II III IV V VI
  16. 16. Processo Seletivo – Unimontes 15 QUESTÃO 35 A sequência apresentada abaixo mostra, resumidamente, os passos de uma técnica de preparo de material antigênico para utilização em diagnóstico de alergias. Analise-a. Considerando as informações e o assunto abordado, analise as alternativas a seguir e assinale a que CORRESPONDE à doença relacionada com a alergia diagnosticada através do material obtido pela técnica apresentada. A)Ascaridíase. B) Teníase. C) Esquistossomose. D)Oxiurose. QUESTÃO 36 O exame de urina feito rotineiramente em laboratórios de análises clínicas envolve várias etapas, entre elas, o exame físico, exame químico e exame microscópico. Um dos parâmetros avaliados é a presença de açúcares. A frutosúria é um quadro pelo qual a frutose é excretada na urina. É causada por uma deficiência hereditária da enzima frutoquinase. Considerando que a frutose é uma unidade formadora de um dissacarídeo, analise as alternativas a seguir e assinale a que CORRESPONDE ao dissacarídeo que poderia estar com níveis aumentados na urina de indivíduos com deficiência da enzima frutoquinase. A) Sacarose. B) Galactose. C) Maltose. D) Glicose. QUESTÃO 37 A avaliação in vitro da atividade antifúngica de óleos essenciais e extratos de plantas da região amazônica sobre cepa de Candida albicans foi recentemente alvo de pesquisa científica. As alternativas abaixo se referem a informações relacionadas a essa avaliação. Analise-as e assinale a que REPRESENTA a fundamentação para a criação da hipótese que gerou a possibilidade dessa avaliação. A) Avaliar in vitro a atividade antifúngica de óleos e extratos vegetais extraídos de plantas da região Amazônica e determinar a concentração inibitória mínima das espécies que apresentaram atividade antifúngica ante a cepa padrão de Candida albicans. B) Os óleos testados não apresentaram efeito antifúngico sobre a cepa de Candida albicans e, dos extratos testados, somente os de Eleutherine plicata, Psidium guajava e Syzygium aromaticum apresentaram atividade antifúngica. C) A atividade antifúngica foi avaliada pelo método de difusão em meio sólido utilizando-se discos de papel filtro. D) A candidíase é uma doença fúngica oportunista causada pela proliferação de espécies de Candida, principalmente Candida albicans, sendo esta a espécie mais patogênica em humanos. Muitos antifúngicos existentes no mercado apresentam efeitos colaterais indesejáveis ou podem induzir à resistência fúngica, principalmente em indivíduos imunodeprimidos. • Infectar cobaias com cercarias; • Manter por 60 dias; • Sacrificar os animais previamente tratados com heparina; • Retirar o fígado; • Introduzir a cânula de perfusão em orifício na veia cava acima do diafragma; • Colher os parasitas eliminados.
  17. 17. Processo Seletivo – Unimontes 16 l Abreviaturas: (s) sólido (l) = líquido (g) = gás (aq) = aquoso [A] = concentração de A em mol/L Dados: Constante de Avogadro (N) = 6,02 × 1023 /mol PV = nRT R = 0,082 atm L/K mol Volume molar = 22,4 L (CNTP: 273 K, 1 atm) PROVA DE QUÍMICA Questões numeradas de 38 a 48 QUESTÃO 38 A figura abaixo ilustra uma situação em que uma porção de elemento sólido E reage em sua superfície com moléculas de oxigênio gasoso, O2, produzindo duas substâncias, EO e EO2. Em relação às substâncias EO e EO2, assinale a alternativa INCORRETA. A) A diferença de eletronegatividade entre os elementos E e O é maior no composto EO. B) Os átomos do elemento E expandem-se quando agregam elétrons para formar ânions. C) O caráter polar da ligação em EO2 é menos acentuado em relação ao caráter de EO. D) Os produtos das reações envolvem dois tipos de ligações, iônicas e covalentes. EO2
  18. 18. Processo Seletivo – Unimontes 17 QUESTÃO 39 Durante uma corrida de automóvel, utilizou-se experimentalmente o hidrogênio como combustível. No início da corrida, para o tanque rígido de 30 L, admitiu-se 16,0 atm de hidrogênio a 298 K. No final da corrida, a temperatura do tanque manteve-se 298K, porém a pressão caiu para 4,0 atm. Durante a corrida, foi queimada uma quantidade de matéria (mols) de hidrogênio, aproximadamente igual a A) 14,7 mols. B) 2195,1 mols. C) 1,20 mols. D) 195,1 mols. QUESTÃO 40 A eficiência ou o rendimento de um combustível pode ser avaliado pelo seu poder calorífico, ou seja, a quantidade de calor liberada por unidade de massa. Os calores específicos de alguns combustíveis são dados a seguir: Combustível Poder calorífico ( Kcal/kg) Etanol (C2H6O) 7.090 Hidrogênio (H2) 28.900 Acetileno ( C2H2) 9.800 Butano (C4H10) 11.800 O combustível que libera mais energia por mol é A) etanol. B) hidrogênio. C) acetileno. D) butano. QUESTÃO 41 Alguns produtos químicos sintéticos estão sujeitos ao ataque de enzimas bacterianas. É o caso dos herbicidas, 2,4-D e 2,4,5-T, usados, respectivamente, para matar ervas daninhas de gramado e arbustos. As estruturas e as taxas de decomposição microbiana desses herbicidas são fornecidas a seguir: Em relação aos herbicidas, é INCORRETO afirmar: A) Um átomo de cloro a mais na estrutura do 2,4-D aumenta a vida desse composto no solo. B) O herbicida usado para matar ervas daninhas é mais facilmente biodegradado no solo. C) A diferença na decomposição microbiana dos herbicidas se deve ao grupo funcional éster. D) O 2,4,5-T, quando lixiviado em águas subterrâneas, é mais resistente à biodegradação. Cl
  19. 19. Processo Seletivo – Unimontes 18 QUESTÃO 42 A escala abaixo representa os potenciais (Eº) dos eletrodos em relação ao eletrodo padrão de hidrogênio (EPH) em que é atribuído valor zero volts (v) à meia-reação H+ /H2. Em relação às informações, assinale a alternativa INCORRETA. A) O zinco sofre uma redução catódica em uma pilha constituída pelas meias-reações H+ / H2 e Zn2+ /Zn. B) A diferença de potencial, ∆Eº, para uma pilha formada pelos pares Zn2+ /Zn e Cl2/Cl- , é igual a 2,122V. C) O eletrodo de calomelano é de referência e baseia-se na reação Hg2Cl2(s) + 2e- 2Hg(l) + 2Cl - . D) A pilha de Daniel é formada pelos pares Zn2+ /Zn e Cu2+ /Cu, e o eletrodo de zinco constitui o anodo. QUESTÃO 43 A reação de esterificação do ácido tereftálico e o etilenoglicol possibilita a formação do polímero poliéster conhecido como tergal em que a estrutura se encontra representada a seguir: O ácido tereftálico e o etilenoglicol encontram-se representados, respectivamente, através das fórmulas moleculares: A) C6H6O2 e C2H4O2. B) C5H6O4 e C2H2O4 C) C8H6O4 e C2H6O2. D) C5H6O4 e C2H4O2. QUESTÃO 44 Em três células eletrolíticas operando nas mesmas condições durante o período de 1 dia (86.400 s), com uma corrente de 1000 A, obtiveram-se os metais alumínio, cobre e prata a partir dos compostos AgCl, CuCl2, AlCl3 e NiCl. A maior massa produzida foi de A) Al. B) Cu. C) Ni. D) Ag.
  20. 20. Processo Seletivo – Unimontes 19 QUESTÃO 45 Em uma titulação, foram necessários 40 mL de nitrato de prata (AgNO3) 0,5 mol.L-1 para reagir completamente com 1,17 g de uma substância NaX, conforme a equação: AgNO3 + NaX → AgX + NaNO3. Considerando as informações, pode-se afirmar que X representa o elemento A) Br. B) I. C) Cl. D) F. QUESTÃO 46 Alguns vegetais, como é o caso da mandioca, quando processados, liberam compostos cianogênicos que, por si só, não são tóxicos, mas produzem o ácido cianídrico (HCN). Esse ácido apresenta toxidez e inibe a ação das citocromoxidases, moléculas responsáveis pelo transporte de elétrons na cadeia respiratória. A síntese desse ácido a partir da linamarina está representada nas equações a seguir: Em relação às informações, assinale a alternativa INCORRETA. A) A síntese de cianoidrina e do ácido cianídrico ocorre através de processos enzimáticos. B) A betaglicosidade hidrolisa a molécula de linamarina a cianoidrinas e açúcares. C) Nesse processo, além da formação de ácido cianídrico, ocorre a formação de aldeídos. D) A inibição da citocromoxidases através do cianeto prejudica a produção de ATP. QUESTÃO 47 Considere as estruturas a seguir: Em relação às estruturas, é INCORRETO afirmar que A) o átomo de fósforo, no ânion PCl6 - , expande sua camada de valência para 12 elétrons. B) o cátion, PCl4 + , é um íon poliatômico, e o átomo de P expande sua camada de valência. C) o átomo de fósforo, no composto PCl5, expande sua camada de valência para 10 elétrons. D) a expansão da camada de valência, nas estruturas de PCl6 - e PCl5, ocorre nos orbitais 3d.
  21. 21. Processo Seletivo – Unimontes 20 QUESTÃO 48 Em um laboratório, foram realizadas reações utilizando flúor, cloro, bromo e iodo, obtendo-se o seguinte resultado: Flúor – F2 F2 + 2NaCl → 2NaF + Cl2 F2 + 2NaBr → 2NaF + Br2 F2 + 2NaI → 2NaF + I2 Cloro – Cl2 Cl2 + 2NaF → não há reação Cl2 + 2NaBr → 2NaF + Br2 Cl2 + 2NaI → 2NaF + I2 Bromo –Br2 Br2 + 2NaF → não há reação Br2 + 2NaCl → não há reação Br2 + 2NaI → 2NaBr + I2 Iodo – I2 Não há reação com nenhum outro haleto A partir da análise da ocorrência dessas reações, assinale a associação CORRETA entre o halogênio e seu respectivo potencial de redução. A) F2(0,54); Cl2(1,09); Br2(1,36); I2(2,87). B) F2(1,09); Cl2(1,36); Br2(2,87); I2(0,54). C) F2(1,36); Cl2(1,09); Br2(0,54); I2(2,87). D) F2(2,87); Cl2(1,36); Br2(1,09); I2(0,54). PROVA DE FILOSOFIA Questões numeradas de 49 a 52 QUESTÃO 49 Diante do desprezo dos pragmáticos de plantão, acenamos com a impossibilidade e a necessidade de reflexão filosófica. Com relação à filosofia, pode-se afirmar: A) A filosofia pressupõe constante disponibilidade para a indagação. Platão e Aristóteles disseram que a primeira virtude do filósofo é a admiração. B) A filosofia pressupõe constante disponibilidade para problematizar. Platão e Aristóteles disseram que a primeira virtude do filósofo é a loucura. C) A filosofia pressupõe constante disponibilidade para a indagação. Platão e Aristóteles disseram que a primeira virtude do filósofo é o sonho. D) A filosofia pressupõe constante disponibilidade para a indagação. Platão e Aristóteles disseram que a primeira virtude do filósofo é o destemor. QUESTÃO 50 Segundo a tradição, Heráclito, também chamado “o obscuro”, era um homem reservado e de poucas palavras. Seu “riso” fora interpretado por muitos. Padre Antônio Vieira foi um desses intérpretes e, segundo ele, A) Heráclito ria das ignorâncias humanas. B) Heráclito ria das loucuras humanas. C) Heráclito ria das travessuras humanas. D) Heráclito ria das misérias humanas.
  22. 22. Processo Seletivo – Unimontes 21 QUESTÃO 51 Gusdorf entende que o adolescente anseia pela liberdade. A liberdade, por sua vez, não é uma dativa, mas conquista. Com relação à liberdade na adolescência, podemos afirmar: A) O adolescente não precisa aprender a ser livre. A liberdade não depende dos significados que damos à nossa existência. B) O adolescente pode fazer o que bem entende. Liberdade não requer respeito pelo próximo. C) O adolescente precisa aprender a ser livre e isso depende dos significados que dá à sua existência. D) O adolescente pode fazer o que bem entende. Liberdade não requer respeito nem por si mesmo nem pelo próximo. QUESTÃO 52 O ser humano é responsável pelo equilíbrio ecológico. Deve também ser responsável por evitar o desastre e, consequentemente, o desaparecimento do planeta. Nossa responsabilidade não é só com o momento presente, mas igualmente com as gerações vindouras. Dessa forma, pode-se afirmar que A) a consciência ecológica deturpa a ideia de que a natureza é um convite para vivermos em harmonia com as demais formas de vida presentes no planeta. B) a consciência ecológica nos faz compreender que a natureza é um convite para vivermos em harmonia com as demais formas de vida presentes no planeta. C) a consciência ecológica atrapalha a compreensão de que a natureza é um convite para vivermos em harmonia com as demais formas de vida presentes no planeta. D) a consciência ecológica é um obstáculo para compreendermos que a natureza é um convite para vivermos em harmonia com as demais formas de vida presentes no planeta. PROVA DE SOCIOLOGIA Questões numeradas de 53 a 56 QUESTÃO 53 A corrente sociológica nomeada Interacionismo Simbólico diz que os homens interagem na sociedade emitindo símbolos – palavras, expressões faciais, corporais, ou qualquer sinal que signifique algo para os outros e para si mesmos. Através dos gestos simbólicos, os homens demonstram estados de espírito, intenções e sentidos para a ação social. São proposições relativas a essa teoria, EXCETO A) Para essa teoria, a vida social está sempre mediada pela troca de gestos entre pessoas, o que pressupõe a interpretação e a reinterpretação de símbolos. B) O estudo das microinterações entre os homens possibilitam o entendimento do mundo social e a explicação da realidade social. C) Os conjuntos de significados partilhados pelos indivíduos têm sempre seu contexto em que são formados, sustentados ou transformados em processos localizados de interação social. D) O termo estrutura econômica é considerado como fundamental nessa teoria, pois demonstra e explica a maneira como os seres humanos se relacionam entre si e com as coisas.
  23. 23. Processo Seletivo – Unimontes 22 QUESTÃO 54 Para o sociólogo francês Émile Durkheim (1858-1917), a definição objetiva de suicídio diz respeito a "todo caso de morte que resulte direta ou indiretamente de um ato positivo ou negativo praticado pela própria vítima, sabedora de que deveria produzir esse resultado”. Analisado o suicídio como um fenômeno coletivo, esse autor recorre a dados relativos ao número de suicídios de várias sociedades para encontrar regularidades e construir uma taxa específica para cada uma delas. Analisou variáveis que podem estar relacionadas ao suicídio, tais como sexo, crises políticas, crises econômicas, família, religião, escolaridade, entre outras. Com base no texto e nas proposições desse autor, analise as afirmativas a seguir: I - Esse autor estabeleceu a tipologia de suicídios como egoísta, altruísta e anômica. O suicídio egoísta é característico nas sociedades tradicionais, enquanto o altruísta e o anômico são frequentes apenas nas sociedades modernas. II - Cada grupo social tem uma disposição coletiva para o suicídio, e desta derivam as inclinações individuais. O grau de coesão ou vitalidade das instituições às quais a pessoa está ligada pode preservá- la ou estimulá-la a cometer um ato dessa natureza. III - As sociedades religiosa, doméstica e política podem exercer sobre o suicídio uma influência moderadora. Ao se constituírem em sociedades integradas, elas protegem seus membros. A ultrapassagem, por parte de qualquer delas, de seu grau normal de intensidade pode expor alguns membros a formas de suicídio. IV - Certas condições de vida social revelam o estado moral da sociedade, podendo gerar correntes de egoísmo, de altruísmo ou de anomia que afligem a todos e consequentemente aumentam as taxas de suicídio. Estão CORRETAS as afirmativas A) II, III e IV, apenas. B) I, II e IV, apenas. C) I, II e III, apenas. D) I, III e IV, apenas. QUESTÃO 55 A confiança na razão e na capacidade de o conhecimento levar a humanidade a um patamar mais alto de progresso, regenerando o mundo através da conquista da natureza e promovendo a felicidade aqui na terra, tornou-se bandeira e símbolo do movimento de crítica cultural que é conhecido como Iluminismo. É esse movimento de ideias – que alcança seu ponto culminante com a Revolução Francesa e o novo quadro sociopolítico por ela configurado – que terá um impacto decisivo na formação da Sociologia e na definição de seu principal foco: o conflito entre o legado da tradição e as forças da modernidade. São aspectos desse debate, EXCETO A) A ideia de liberdade passou a conotar emancipação do indivíduo da autoridade social e religiosa, a conquista de direitos e a autonomia frente às instituições. B) Na busca de explicações sobre a origem, a natureza e os possíveis rumos que tomariam as sociedades em vias de transformação emergiram vários temas que vieram a fazer parte também do elenco de questões que a Sociologia passou a discutir. C) A ideia de que o progresso era uma lei inevitável que governava as sociedades se consolida e vem a manifestar toda a sua força no pensamento social do século 19, atuando diretamente sobre os primeiros teóricos da Sociologia. D) A burguesia europeia ilustrada acreditava que a ação tradicional traria ordem ao mundo, sendo a desordem um mero resultado da ignorância. Educados, os seres humanos seriam bons e iguais, salvaguardados pela tradição.
  24. 24. Processo Seletivo – Unimontes 23 QUESTÃO 56 Entre as décadas de 1920 e 1940, foram publicados alguns dos mais instigantes estudos sobre a formação da sociedade brasileira, que permanecem sendo objeto de leituras críticas e de debate até hoje pelos cientistas sociais. Esses estudos podem ser caracterizados como ensaios de interpretação do Brasil, pois apresentam discussões sobre as instituições políticas, as classes sociais, a produção econômica, o passado, o espaço rural e o espaço urbano, as tensões entre o tradicional e o moderno, e, finalmente, sugeriram uma série de impasses e possibilidades para o presente e o futuro da sociedade brasileira. Sobre esses estudos, relacione as colunas, fazendo a correspondência entre autor e respectiva obra. 1 - Mário de Andrade ( ) Raízes do Brasil 2 - Sérgio Buarque de Holanda ( ) Casa-grande & senzala 3 - Caio Prado Jr. ( ) Macunaíma 4 - Gilberto Freyre ( ) Evolução política do Brasil A sequência CORRETA é A) 3, 1, 2, 4. B) 2, 1, 3, 4. C) 2, 4, 1, 3. D) 1, 3, 4, 2. PRODUÇÃO DE TEXTO Leia os trechos a seguir: “É que, do governador ao comandante do Corpo de Bombeiros, do chefe da fiscalização ao fiscal menos categorizado, todos usam o poder que detêm para tirar vantagens, sejam elas políticas, sejam pessoais. O interesse público é sua moeda de troca.” (Jornal Folha de São Paulo, 17-2-2013, p. E10) “Somos todos culpados porque o ‘jeitinho’, infelizmente, já faz parte de nossa cultura, e o aceitamos quando nos convém. Somos culpados porque não cobramos de nossas autoridades o rigor necessário nas fiscalizações, até porque esse rigor poderá respingar em nós. Somos culpados porque elegemos mal nossos representantes e temos um Legislativo e um Executivo ineficazes. É de indagar de quem é a culpa? A culpa é de todos nós.” (Revista Veja, 13-2-2013, p. 22, Carta do Leitor) No primeiro fragmento, o escritor Ferreira Gullar enfoca a responsabilidade das autoridades e políticos sobre as situações de irregularidades no cumprimento das leis, fato que lesa a sociedade e o bem comum. No segundo texto, o leitor da revista citada enfoca a responsabilidade que nós, cidadãos, temos diante de tais irregularidades. Observando isso, num texto de 20 linhas, disserte, apresentando argumentação plausível, sobre a parcela de culpa que cabe aos nossos representantes e a nós, cidadãos. NÃO É NECESSÁRIO DAR TÍTULO A SEU TEXTO O SEU TEXTO DEVE SER REDIGIDO NA FOLHA DE RESPOSTA DA REDAÇÃO
  25. 25. Processo Seletivo – Unimontes 24 RASCUNHO

×