“'¡'“'훫›nn›lfrlmllêltítwrtu! INI*

      

11_ A H
* J g ; J exmçui
,  5mm.  
www" M

pe¡ ' 
. qnmnh w ! À 7 i
O noticiário de cada dia é assustador¡ , 

predominam a corrupção,  os crimesíegas
desgraças.  Este é um mundo mau,  hosti...
'  1'. .
 g azsliitíirf- , 
5 -LLPXÂ
-  « 
-- . ,u
q ui
__ um
V¡ *tv
IV.  " VL

. s

 

JÊYÚ”, 

_  .  ,lâ_ç›~fi_ív›

- 'i...
A Bíblia  que Deus
crioLÊà-àsiiperfeitos, 
inteliíêntesfe "Ex

gegãlihejaculdade
ggxesclha e do amor, 

*quê"é a basdo Seu...
k x* " ~ f é “
, ›  r ' ,  1
. * s! , N m'
.  l  i,   
/  . . L

Só na eternidàdeíéitqgue   , 

conseguiremos compreender
...
'os anjos na e = -.

É? 

t '<_¡ , 

Lúcifer,  o mais
.  , -
importante de;  todos
hierarquia celestefu_
' .  . 'i'm
um di...
"Tu eras querubim
da guarda,  ungido, 
e te estabeleci;  ¡ / 
estavas no monte ¡_. 
santo de Deus/ Í 'V'
andavas entre agp...
ü uerse d. ? de
Ezequieñ esciareee: 

“Eievou-se o teu coração
por causa da tua
formosura,  corrompeste
a tua sabedoria
po...
Por seus altos
privilégios,  pela sua
imensa beleza

e sabedoria, 
ambicionou a posição
de Jesus e desejou
ser semelhante ...
'- “N Y_ __ / r- ' / 
f. : .   ' a .  ' . h _x r ,   
i ~.  '  *x x  .  'zu É* ~ f",  
x '_ ,  , I;  g$xt '
i/  " I' "- "_...
Deise,  em Sua imensa / À
misericórdia e amei e ~, 
muitas amjes,  apeiararm í; 
@em eie para que eie se É
arrepetiides s ...
a '__ , ,
_ú_ _ qu _
x

/ 

 i5', <;r Dominado por sua presunção e

F' arrogância,  Lúcifer desafiou o

próprio Cristo.  N...
.vt°ñ'f'f'""'l. ¡' ~

"Ebhouve batalha no
ÇéEhMiguel (Cristo)

1

.  w. .

iíe¡o's'*Íseus anjos

bat"alhavam contra o ' '
...
E toi
preciptado o
grande dragão,  a
antiga serpente, 
chamado Diabo e
satanás,  que
engana a todo o
mundo;  e eãe fo¡
pre...
g o Este tot o intão da
  »grande batatha
 eosnuea entre Etísto, 

'H' 7' que vence,  unicamente
peão poder ao amor e
tucã...
E Deus nao poderia _ter_». .:à'. .,? -1°"3
.  . 'na ,  E! ! : -_f^'; .;_¡¡_ "-1.
eliminado a Satanaslogoata o.  a

de iníc...
. . Z.
. ..u 1x  . aq. 
J .27 Í

: A y › .  i 1 . .

. JA.  tu. . . . 

.  a 

TV.  m3

 »JVC . . . .L x, 

. . 1 .  fx k....
_'_,  _«-. . . q.
a'
.4

x¡  f'

v
v

'Diaêntã
Deusa* _tem piejrmilfãfdfo»,  por
'ialghm ffe“m*pro_, _iq_u%eiâeoíbína o g*...
E)  f_  ' '”
 e rneipe (à x
gornador t W
  sem»  ,     '-

  

 

 7 'K  l
33)' W.  3;* " '- A '
'ra “$5- " . _ . a 5 ~ g ...
« ;  3 5p”. 
,Ç 1» ¡rc1lv); ;', '¡_
- WA  › , 
I a.  _ 
N,  à',  
í-x (7, Ar.  .- 
' ' "Í.  :'~'
. >"'
. lê i7.. . / 
s '2...
Anjos de Deus sempre
os orientavam e
advertiam sobre o
astuto e perigoso
tentador,  que poderia
tentá-los somente
junto à ...
Eva afastou-se  
de Adão e começou
a admirar

aqueles belos

e encantadores
frutos proibidos.  _
“míêd

Enquanto assim
contemplava, 

ela observoupuma

I in díãêsi m a* . efis”e'n'p'é°ñiâtet

q ue põÍgs ou* . nú

dfos g...
@em ardilosa astúcia, 
Satanás perguntou: 

' “É assim que
Deus disse:   
Não comereis c' * ¡ '-, -.: .›¡_”; Í~' 
de toda ...
Encantada e seduzida pelo inimigo, 
Eva permite que o inimigo lance
mais dúvidas em seu coração: 

"se x
" "Certamente não...
Eva ; preferiu accreditar

nas : falsas palaví-Tas

do enganador, 
correndo os . riscos

da desobediência

pois,  afinal, ...
n ? Í
z_ Movida pela curiosidade e . ,
'desejoÊaàde experimentar i
Ffxumâwova fase de existência, 
¡tomoLFdoJruto e comeu....
A princípio,  Adão ficou
assustado e compreendeu a
desgraça na qual Eva havia
caído. 

Ela não havia morrido,  mas ele
sab...
'fr-arto ¡não "CRUUJXB mo'r; ¡iíe iirreicíiata, 
nas' rçe'p'ãjse's'e'i'rtíañ? ía Ijrrrra  'tarifa
"caiia'n's'g'rçe's's'ã”o...
@É FERRÍWEEÊ
Éüiâiâüüüãâaiüiàã ü PEÉÀRB

1 - Adão e Eva sentiram-se nus (Gênesis 3:7). 
A veste de luz e inocência que os ...
1*. 

     
  
 
   
 
 

UM rLAjii 
  5» 
SNLVNÇAO  e' 
xà,   I

j. 

Tí¡

'. .
«x

 , ; ¡, ,_
"O exercício da força

é contrário

aos princípios de Deus; 

Ele deseja unicamente

o serviço de amor; 

e o amor não pod...
Satanás roubou o domínio
dado a Adão e encheu este
mundo de doenças,  males, 
sofrimentos,  ódio, 

angustia,  miséria, 
d...
O homem estaria ,     i

irremediavelmente o
perdido,  se não _fosse
Jesus oferecer-fé,  ç

arriscando-se,  ?para _É
desce...
@no fixou a @Dárüa do) @eu

':  - K_ 
é'
a -' › 5-' _ t_
Ó ,  z u )(1¡ i
ç  / y/ . y ' '
  V.  _  › v 
x_  _

'. 

_nf

, ...
Tudo . Ele zfez,  porq
nos . ramou.  Ele  
estende . hoje,  Sua 

mão rd“e rmisatricórdtiâxa

Í l

  

para . nosrresgatar...
A causa do mal
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A causa do mal

283 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
283
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A causa do mal

  1. 1. “'¡'“'훫›nn›lfrlmllêltítwrtu! INI* 11_ A H * J g ; J exmçui , 5mm. www" M pe¡ ' . qnmnh w ! À 7 i
  2. 2. O noticiário de cada dia é assustador¡ , predominam a corrupção, os crimesíegas desgraças. Este é um mundo mau, hostil e perigoso; e nele precisamos viver! . l 4
  3. 3. ' 1'. . g azsliitíirf- , 5 -LLPXÂ - « -- . ,u q ui __ um V¡ *tv IV. " VL . s JÊYÚ”, _ . ,lâ_ç›~fi_ív› - 'i-*' 'Jñitf Fo¡ sempre assim? ;gp &Ébews . Erica o mundo mau? Hçiiàâsá” v -. er-Afinailígqyxai . a causa do mai? ' ; JI-A v( , ,,, , . .Tghyl . Q, . . . N p #Êf- í . __ __-- f: : 'g . _._ _ N
  4. 4. A Bíblia que Deus crioLÊà-àsiiperfeitos, inteliíêntesfe "Ex gegãlihejaculdade ggxesclha e do amor, *quê"é a basdo Seu Nr y. . governoy n. x . ça. ' I- a pode serexercido _ . árt/ !Qnr l› g; - ¡ Fspontaneamente, t; sem qualq'uer”tipot de *Êrâsão ° * x* x i a , › s a*
  5. 5. k x* " ~ f é “ , › r ' , 1 . * s! , N m' . l i, / . . L Só na eternidàdeíéitqgue , conseguiremos compreender como o mal conseguiu surgir bem no meio da harmonia e perfeição dos seres celestiais). I _
  6. 6. 'os anjos na e = -. É? t '<_¡ , Lúcifer, o mais . , - importante de; todos hierarquia celestefu_ ' . . 'i'm um dia quis ter os mesmos pr¡v¡légios"eÍ› te¡ direitos que _ pertenciam a '* exclusivamente. W f_ a Deus e a Cristopfs: : »sem drag¡ , É _ _ u_ s' Ésite--zr-. wn- -v c. .. ~ - *K ñ? x r _'53 ' 'x3' »IQ- -rgã _ x . . _J n '
  7. 7. "Tu eras querubim da guarda, ungido, e te estabeleci; ¡ / estavas no monte ¡_. santo de Deus/ Í 'V' andavas entre agptâdras t afogueadas. Pefiâsitoei-¡Êfs _' 3 nos teus caminhosfdesdê”, i o dia em que fÕÊÊeÉT-iãdo, . e até que se achou iniqüidadef, ! uv em ti! " (EzequieÍ28:14”É)§ t. , q¡ 'iil _ , l l . ,x . ' ' _ O 'x
  8. 8. ü uerse d. ? de Ezequieñ esciareee: “Eievou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria porcausa do teu resplendor! "
  9. 9. Por seus altos privilégios, pela sua imensa beleza e sabedoria, ambicionou a posição de Jesus e desejou ser semelhante a Deus. "E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao Céu, acima das altas nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo". (Isaías 14:13,14)
  10. 10. '- “N Y_ __ / r- ' / f. : . ' a . ' . h _x r , i ~. ' *x x . 'zu É* ~ f", x '_ , , I; g$xt ' i/ " I' "- "_ ~ - _ E . __ , I_›_f_'4_°›. : 3.1.' _' “N, = x. “w x “xx, .V. ')"' "i-Í ° . x* | '. - ' u¡ à _ Zu_ ' - ; v4 s y Kju-'x ã K , j? 4 ' i . , x ) ”' i l P llg( a Í t i ^ fa: " ¡ _ i . x z x x -. z n JJ ! v - t e x r __i z y Nx - l il_ v , A ' f i _”' u" ' g ã *i * N¡ Í ' ' *o - "v . ñ, l¡ . _ ; f “Deikando seu lugar na _presença imediata do Pai, Lúcifer saiu a 'difundir o espírito de descontentamento entreos anjos. Ele agia em _ misterioso segredouzjcojmieçourã insinuar dúvidas com respeito àsl? e'is^qu'e govennavam 'r os seres celestiaisíí. (LPati-. ijarcais e Profetas, p 17)
  11. 11. Deise, em Sua imensa / À misericórdia e amei e ~, muitas amjes, apeiararm í; @em eie para que eie se É arrepetiides s e mas, em seu eiasiiiiade erguiho, persistiu mm sua / N. Nx teimtesia e maidadei 5-/
  12. 12. a '__ , , _ú_ _ qu _ x / i5', <;r Dominado por sua presunção e F' arrogância, Lúcifer desafiou o próprio Cristo. Não houve / ãç então outra alternativa, a não ser sua expulsão das TS* cortes celestiais. 7 _ ; s ¡_ . __, iai' x'. :A *_
  13. 13. .vt°ñ'f'f'""'l. ¡' ~ "Ebhouve batalha no ÇéEhMiguel (Cristo) 1 . w. . iíe¡o's'*Íseus anjos bat"alhavam contra o ' ' dragão e os seus " anjos; mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar. _se achou nos céus. 1..
  14. 14. E toi preciptado o grande dragão, a antiga serpente, chamado Diabo e satanás, que engana a todo o mundo; e eãe fo¡ precipitado na Terra, e os seus anjos foram « t, lançados com ele" _ ~ (Apoc. . 129-9) ã
  15. 15. g o Este tot o intão da »grande batatha eosnuea entre Etísto, 'H' 7' que vence, unicamente peão poder ao amor e tucãter, passou a ser chamado satanás, o tnimtgo, que oomna neta esetauioiíão, neto : :à e patas terças perversas.
  16. 16. E Deus nao poderia _ter_». .:à'. .,? -1°"3 . . 'na , E! ! : -_f^'; .;_¡¡_ "-1. eliminado a Satanaslogoata o. a de início? f Sim, poderia, mas os demais, anjos ficariamassustados ” e com medo de Deus' e não O serviriam mais por amor, e sim por medo!
  17. 17. . . Z. . ..u 1x . aq. J .27 Í : A y › . i 1 . . . JA. tu. . . . . a TV. m3 »JVC . . . .L x, . . 1 . fx k. .., . tab. «MLM s. . . 5.. . . . , . à . à. . i . .Kva/ g . x» . . x . . , .u. . fn 7,¡ . J. .. . NL. «A ência fruto é m certeza @E É Deus. @ @a e você a G a I @ID ÉJQEIFCÉHID @É (CEEE) parecida com GIñB MEE @regem ê gora m Quando @Em prud voce
  18. 18. _'_, _«-. . . q. a' .4 x¡ f' v v 'Diaêntã Deusa* _tem piejrmilfãfdfo», por 'ialghm ffe“m*pro_, _iq_u%eiâeoíbína o g* d e sa ta? Iâásíàe*ÍmTàTñÍfêÊÍEê : j§-__; ;,/ como éía: “réifaífrñiéñi” N. &rg-á; . , . C62  . 1 ' ': , : ? r-x' - 5513.17 . eu et À: :-. '__i›, n. w A_. À', .A<, ~ 1': t¡ . ' ~› 7 4 uma obra ma*üi'gñ”'à*Ê-°JÍ; ? , I , u / H/. ..o/ 'I', T , ' «Son emite-doze que ' ' L' , . I : giãeus pondera . "íie'ii'm'iná-l'o. . . f f' 'c . - . x . ' " k_ _v_ _a *xx Na I . o &Tê-Kafe; J x_ « ' -| k '_/ “Eikeftzoãbr EJB§'ñ5ãlvêe'r: sio,7Ê , _'› n 1,04¡ 'x1 ã a' ' x. l. . _ f¡
  19. 19. E) f_ ' '” e rneipe (à x gornador t W sem» , '- 7 'K l 33)' W. 3;* " '- A ' 'ra “$5- " . _ . a 5 ~ g . , , , r' / A - « . -0 “ I a ¡ ' ' 1 1 - Í¡ x Avi. . › * ¡ _à _ . ¡ a' sky_ 14 -u “ . QFL-á# ' ' _ “QNQ "cw. *afã* . a 1.: ' : - (35% r_ v . ' '*'*-. ' ' ' j, g A5 1 x * ___-- g *N* : g É* ~. ' . w aka; ~ f( e. « : uk _ k ›~ , - ¡ /1
  20. 20. « ; 3 5p”. ,Ç 1» ¡rc1lv); ;', '¡_ - WA › , I a. _ N, à', í-x (7, Ar. .- ' ' "Í. :'~' . >"' . lê i7.. . / s '23' __ . . V' : v Í' v ;1- ' Adao e Eva ~ tinham a liberdade de comer de todos os frutos do jardim, exceto de um! Esta seria sua prova _ de lealdade e obediência Vvoluhtaria ao Criador. .Gênesis 2:16,17) a( _ . «x
  21. 21. Anjos de Deus sempre os orientavam e advertiam sobre o astuto e perigoso tentador, que poderia tentá-los somente junto à árvore proibida. l¡
  22. 22. Eva afastou-se de Adão e começou a admirar aqueles belos e encantadores frutos proibidos. _
  23. 23. “míêd Enquanto assim contemplava, ela observoupuma I in díãêsi m a* . efis”e'n'p'é°ñiâtet q ue põÍgs ou* . nú dfos g a I nos" : Ela ; iáràízeõife -* . ..Ns 4 j¡ Q. 'Íg”í'“v'í . , lÍe*“i°e“”X°à'Íb'* ; m*o"me”¡ítoi, fila* “'“_ 5SaÍ't'”ã““n'á's ; usquxa ¡seijpente : como j “ i“u“'ri1"Í~, ee; faílãifíidoi , por : meio (dêlãl. : ea: Evga"afrcbtr«encantaü a . a «solamente "'f“a*l“a“'! :i7'*'”
  24. 24. @em ardilosa astúcia, Satanás perguntou: ' “É assim que Deus disse: Não comereis c' * ¡ '-, -.: .›¡_”; Í~' de toda árvore 'Í ° do jardim? ". *v* Eva respondeu: - “Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais". (Gênesis 3: 1-3)
  25. 25. Encantada e seduzida pelo inimigo, Eva permite que o inimigo lance mais dúvidas em seu coração: "se x " "Certamente não ' morrereis". ¡ s' - “Porque Deus sabe que no dia em que comerdes 'i desse fruto, os vossos ~' olhos se abrirão e sereis f _à como Deus, conhecendo e o bem e o mal". ~ ' (Gênesis 3:5)
  26. 26. Eva ; preferiu accreditar nas : falsas palaví-Tas do enganador, correndo os . riscos da desobediência pois, afinal, Deus não era tão bomz? l/ .Íentlo que a @serpente comia do fruto e não moitnia, decidiu crer no enganaidor!
  27. 27. n ? Í z_ Movida pela curiosidade e . , 'desejoÊaàde experimentar i Ffxumâwova fase de existência, ¡tomoLFdoJruto e comeu. wsâ êAnsiosa em partilhar sua experiência com Adão, çolheuíãlguns frutos A '- e os levou a ele. »h B p O O a
  28. 28. A princípio, Adão ficou assustado e compreendeu a desgraça na qual Eva havia caído. Ela não havia morrido, mas ele sabia que, de alguma forma, sua desobediência a estava destruindo. Como a amava, e por confiar muito na bondade de Deus, preferiu comer do fruto.
  29. 29. 'fr-arto ¡não "CRUUJXB mo'r; ¡iíe iirreicíiata, nas' rçe'p'ãjse's'e'i'rtíañ? ía Ijrrrra 'tarifa "caiia'n's'g'rçe's's'ã”o a orçcíeím C: .IÍYS. ›TE; ÊÍ¡Ç_.1 e isto c“Í“'ra'iñ1'a<-s'e gyewzrarcíiof. .
  30. 30. @É FERRÍWEEÊ Éüiâiâüüüãâaiüiàã ü PEÉÀRB 1 - Adão e Eva sentiram-se nus (Gênesis 3:7). A veste de luz e inocência que os envolvia, desapareceu. 2 - Vergonha; estranho sentimento para eles. 3 - Vontade de fugir. “Esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus". (Gen. 3:8). 4 - Medo, temor - esse sentimento que esmaga e rouba a paz da alma. 5 - Finalmente, após trazer muito sofrimento, leva à morte e morte eterna.
  31. 31. 1*. UM rLAjii 5» SNLVNÇAO e' xà, I j. Tí¡ '. . «x , ; ¡, ,_
  32. 32. "O exercício da força é contrário aos princípios de Deus; Ele deseja unicamente o serviço de amor; e o amor não pode se impor; não pode ser conquistado pela força ou autgsridáde. Só o amor desperta ó amor! " (Ellen G. White, Desejados de Todas as Nações, 17)'
  33. 33. Satanás roubou o domínio dado a Adão e encheu este mundo de doenças, males, sofrimentos, ódio, angustia, miséria, desgraça e morte! . at; - . .4 mu¡ ; nf-QA 'i. '_, '. Ó “rn, lv .4' . ~ . na. *r ' P . ' ' . 'C 31' 'c ›. ¡ A a0' P ^ ' o 7.' If . l ' . . " irá' x -' p' . ff. na): "J '
  34. 34. O homem estaria , i irremediavelmente o perdido, se não _fosse Jesus oferecer-fé, ç arriscando-se, ?para _É descer ao fundo do i abismo e resgatarro t ; . homem perdido. . t
  35. 35. @no fixou a @Dárüa do) @eu ': - K_ é' a -' › 5-' _ t_ Ó , z u )(1¡ i ç / y/ . y ' ' V. _ › v x_ _ '. _nf , |'-* rx ra marra? no @erram do) i s I &Pi; a ' ' . l I 'R' ' . .' ' ' ~ ~*. 1 / p i i s, ' I ' 'prix f- x 4- '. ' or v n ' _. « “was inimiga» e @os Dilma? da a» at? ? 5 c” @eerawüo <d© "r
  36. 36. Tudo . Ele zfez, porq nos . ramou. Ele estende . hoje, Sua mão rd“e rmisatricórdtiâxa Í l para . nosrresgatar. élññíg »a Serse'gura“rm'óis «Sua mão, Ele vai resg atar-nosjrde I nossos . pje-'ca"dos, de nossos síiícios. Var¡ Ii'b”e'rta'r'-in'os«e conduzir-nos «ao reino : de . Seu . amor. o- . y 'u ~ x _ w 1 *X í . «- 1' ¡

×