08dedezembro2012 oexpresso

557 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
557
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

08dedezembro2012 oexpresso

  1. 1. o expresso www.slideshare.net/jornaloexpresso - E-mails: oexpresso@gmail.com / expresso@comnet.com.brPÁGINA 05MAIS QUALIDADE DE VIDAInaugurada academia ao ar livre CRUZ ALTA - RS | Sábado e Domingo | 08 e 09 de dezembro de 2012 | Ano 16 | Edição nº 792 R$ 1,50 ‘Poderia ter sido Cruz Alta ÚLTIMA candido a prefeito ainda sem e nem sabia’ decoração natalina Ex-prefeito Nilton Paulo Homercher fala após as eleições PÁG. 13 Evento gospel no domingo, marca Ijuí é exemplo de beleza Dia da Bíblia PÁG. 04 Festa na Paróquia Imaculada Conceição PÁG. 03 Nesta edição confira o encarte:
  2. 2. 2 Jornal O EXPRESSO | Sábado e Domingo, 08 e 09 de dezembro de 2012 OPINIÃO VENDE-SE Câmara de Vereadores destina * Kadet ano 96, com alarme, trava e vidro R$ 80 mil para ACAF em 2013elétrico. Ótimo estado. Valor R$ 9.500,00. O futsal cruz-altense conquistou mais uma vi- Profº Claudino Albertoni Corsa Super vermelho, 4 portas, ano 1997. tória na última segunda-feira (03), mas desta vezValor R$ 12.000,00. Tratar pelo fone (55) 8144-6600 com Samuel. fora da quadra. O Poder Legislativo de Cruz Alta aprovou, em sessão plenária, uma emenda que A CONSCIÊNCIA prevê o investimento de R$ 80 mil à ACAF. A de- cisão de aprovar a matéria, proposta por Ademar DAS LIMITAÇÕES E Cartório de Registro Civil Guareschi, foi unânime entre os demais vereado- u posso. Eis uma afirmativa que ajuda a ven- res. Dirigentes e torcedores da equipe acompa- cer dificuldades. Isso também pode significar ÓBITOS nharam a votação na Câmara de Vereadores. Após quantas vezes tenho condições de levantar tramitar na Casa Legislativa, a emenda deve ser após muitas quedas. Na verdade precisa-se trabalhar Nome Data Idade sancionada pelo prefeito Vilson Roberto dentro de muito para despertar a consciência das coisas pessoaisSEDENI MATTOSO BROZONI 06/12/2012 85 e das referências. Geralmente a gente se avalia de acor- duas semanas, integrando o orçamento municipalEVA DE OLIVEIRA 06/12/2012 89 do com o referencial. Assim é que as pessoas, comu- de 2013. A ACAF se prepara para disputar a Série mente, usam a expressão “do que”, isto é, ser melhor ouSANTIAGO FERREIRA BRUGO 05/12/2012 85 Prata, que inicia em abril do ano que vem. pior do que o outro.SAULO MARTINS 05/12/2012 73 É raro, mas encontramos pessoas que se esforçamLUIZ GONZAGA KRUEL GOMES 06/12/2012 68 para fazer bem o que lhes compete. Conseguem isolar a 65 comparação o que as faz mais felizes porque não preci-PAULO RENATO PACHECO FROTA 30/11/2012 sam buscar o comparativo. Perde-se muito tempo ven-AMANDIO FRIEDRICH 30/11/2012 75 do o que os outros fazem com a intenção de olhar paraEDITE SILVA SILVEIRA 01/12/2012 66 si mesmo e dizer: “sou melhor”. Ou então, estabelecerABEGUAR SCHETTERT ROCHA 06/12/2012 74 objetivos de chegar a ser como os outros. A beleza, a fama, a projeção social, o status, a riqueza, a casa, a os-ODILON GOMES VOGEL 01/12/2012 58 tentação, enfim, são fatores que produzem mais angús-CASSIANO MIGUEL IVANOF 01/12/2012 99 tias do que felicidade.JOSÉ RUBENS RODRIGUES 02/12/2012 79 Frequentemente encontramos pessoas que fazem determinadas coisas para que os outros vejam que foiCLAUDIO PIZZOLATO 02/12/2012 62 bem feito. Ou então,dizem: “o que os outros vão dizerALCEBILA MENEZES FLORES 03/12/2012 84 se eu fizer isso”? Há uma tendência de ficar escravo das Cruz Alta, 07 de dezembro de 2012. observações alheias, isto é, ter dificuldade de agir por convicção. O que os outros vão pensar? É claro que existe uma tendência natural de bus- car a semelhança do outro. Nas relações humanas só CARTORIO DO existimos porque os outros nos reconhecem. As nossas virtudes, as nossas qualidades existem se os outros as REGISTRO CIVIL identificarem, bem como os defeitos, os acertos e os er- ros. Quando é que erramos? Quando acertamos? Quem EDITAL DE CASAMENTO nos assegura? nº 050/2012 De fato, a individualidade é um mistério. Não há ninguém que seja cópia de outro. Na minha família so- mos nove irmãos. Nenhum é igual ao outro. Uns são mais perspicazes que outros. Sua constituição psicológi- ca é muito diferente. Suas convicções também diferem profundamente. A origem sempre nos ligou em torno de nossos pais, mas os objetivos, as metas de cada um fez com que se espalhassem pelo mundo. Nisso podemos ter absoluta convicção de que Deus nunca permitiu que os seres humanos fossem iguais uns aos outros. O ser humano não é como uma fábrica que produz sua especialidade em série. Um modelo de au- tomóvel é produzido em série, isto é, todos iguais. O ser humano é único, individual, tem uma identidade, uma consciência, uma convicção. É graças a essa identidade individual que o ser humano pode sonhar, pensar, que- rer, partir e estabelecer seus próprios objetivos. A partir do momento que temos consciência da Quem souber algum impedimento acuse-o na forma da lei. nossa individualidade enfrentamos o desafio de reco- nhecer as nossas próprias limitações. São diferentes de Cruz Alta, 07 de dezembro de 2012. um para outro, mas todos têm as suas. Assim é que, no Rui Fontana - Oficial mês de dezembro, temos de enfrentar os desafios de escolher aquilo que está de acordo com as nossas limi-O EXPRESSO Responsável Técnico: tações, tanto materiais, como sentimentais e crenças Responsável Técnico: Vinculado a: espirituais. É certo que não somos capazes de dominar Jornalista Jornalista Dr. Assis Brasil Soares Filho Dr. Assis Brasil Soares Filho o conhecimento da totalidade do ser. As interrogações Registro nº:15.893/RS Registro nº:15.893/RS são constantes em nossa consciência. Somos limitados Diagramação e Artes: Diagramação Artes: e não sabemos explicar os acontecimentos que nos en- ABS PUBLICIDADE E REPRESENTAÇÕES LTDA Odilar Zillmann Odilar Zillmann volvem. CNPJ: 92.930.171/0001-38 Editora Chefe: Editora Chefe: Os artigos assinados são Encontramos muitos obstáculos, mas queremos ser Sônia Gai Sônia Gai de inteira responsabilida- felizes. Podemos ser felizes se tivermos consciência deAdministração, Assinaturas, Publicidade e Redação: de de seus autores, não nossas limitações e se nos despirmos das preocupaçõesRua João Manoel, 810 - CEP: 98005-170 - Centro - Cruz Alta-RS Circulação: TELE-ENTREGA do que os outros pensam de nós. O foco da felicidade é representando necessa- E-mails: oexpresso@gmail.com / expresso@comnet.com.br Todos os sábados individual. O Natal é sempre a esperança de serenar o (55) 3303-5995 Impressão: Cia de Arte - Ijuí riamente a opinião deste jornal. 3322-4093 coração e se encantar com a alegria da vida.
  3. 3. Jornal O EXPRESSO | Sábado e Domingo, 08 e 09 de dezembro de 2012 3 Nossa Velha Festa na Paróquia Imaculada Conceição Nova Cruz Alta o Pe. Sandro, da cida- de de Santa Maria. VISTAS AÉREAS Já no domingo (9), acontece a gran- PRAÇA DE SÃO JACOB de festa, com Missa Festivas às 10 horas, ao meio-dia almoço e churrasco para levar para casa. À tarde, os festejos populares. 01- HOSPITAL MILITAR - 02- CORSAN 03- GINÁSIO CRISTO REDENTOR S erá realizado preparatório iniciou celebração da última neste domingo, na quinta-feira (6), noite do tríduo será 09 de dezembro, mais estendendo-se até às 20 horas, na Igreja uma edição da tradi- hoje, 8 de dezembro. Matriz, da Conceição, cional festa em honra O horário de início da tendo como pregador à padroeira da Paró- quia Nossa Senhora da Imaculada Conceição. O dia em honra é co- memorado em 08 de dezembro. Este ano a festa terá como tema “Ma- ria, nossa Mãe, mo- HOJE delo de Fé”. O tríduoPRAÇA GENERAL FIRMINO TELE-ENTREGA 3322-4093 1969 HOJE Alfredo Roeber - roeber@comnet.com.br www.unimedplanaltocentralrs.com.br/cruz-alta
  4. 4. 4 Jornal O EXPRESSO | Sábado e Domingo, 08 e 09 de dezembro de 2012 Brechó da ONG Vhivendo Positivo PORTAL SUL IMÓVEIS Creci/RS 37.181 atendimento hospitalar, Venha nos visitar deixe seu patrimônio conosco garantimos transparência e o melhor negócio. odontológico, psicológi- Temos assessoria Jurídica. co e pedagógico. AREAS RURAIS PARA VENDA Segundo a vice-pre- CRUZ ALTA-RS 105 há 600 sacas de soja 1+3 pagamentos sem benfeitorias. sidente da Ong, Cleusa 50 há para venda +15 para arrendo 550 sacas de soja 1+2pagamentos 15 sc arren- Cândido, os objetivos do p/há sem benfeitorias. 340 há 500sacas o há com benfeitoria condições a combinar. sempre são alcançados IACAPETUM-RS graças a colaboração 420 há area padrão alta produtividade 320 sacas de soja avista p/ há ou 400 sacas 1+2 PAGAMENTO. de todos. “A Vhivendo CAPÃO DO CIPO-RS Positivo tem 105 famí- 350 há 450 sacas e arrenda 250 há a 10 sacas com benfeitoria entr. Mais 4 paga- lias cadastradas, entre mentos prox do asfalto TUPANCIRETÃ-RS crianças e adultos, que 120 há vende 800 arrenda o restante em um quadro só venda 450 sacas de soja mantemos através da co- há 15 sacas o arrendo e condições á combinar. munidade cruz-altense SAlTO DO JACUI-RS 1020 há a 450 sacas o há fazenda belíssima completa condições a combinar. e Banco de Alimentos, SÃO BORJA-RS onde o trabalho é feito 500 há completa para venda e arrenda 500 região de mercedes condições a combinar. entre oito voluntárias. SANTIAGO Vem acontecen- de R$ 0,50. O brechó A instituição aten- Com o valor simbólico 900 HÁ com sede estrutura completa 10 mil o há planta 770há entrada mais 3 pagamentos.do de 26 de novembro da Ong fica localiza- de crianças portadoras de cinquenta centavos 280 há sem sede para lavoura planta 250 há valor 280 sacas belíssima propiedade 1 entrada mais 4 pagamentose segue até o dia 21 de do junto ao Centro de do vírus HIV e suas res- é esperado que a co- 420 há á 10 mil o há 4 pagamentos completa arrenda 940 há á 6 sacas os primei-dezembro a liquidação Convergência, locali- pectivas famílias, pro- munidade venha e par- ros dois anos depois 8 sacas por 10 anos o arrendo ou mais.do brechó da ONG Vhi- zado na Rua Pinheiro curando prover suas ticipe ajudando a Ong. Girua Vende 700 há á 370 sacas por há á 110 km de cruz alta completa condições avendo Positivo. Todas Machado, atendendo necessidades mais bási- Os interessados podem combinar.as peças, de roupas e de segunda à sexta- cas, como alimentação, nos contatar por telefo- Vende 205 há á 500 sacas 4 pagamentos e arrenda 160 há 10 sacos a 4 km com benfeitoriacalçados estão sendo feira, das 13h30min às vestuário e remédios, ne ou aqui na sede mes- PALMEIRA DAS MISSÕES-RSvendidas pelo valor 17h30min. além de proporcionar mo”, diz ela. EM BREVE TEREMOS 8 MIL HÁ PARA VENDA EM VARIOS TAMANHOS TERRA DE ALTA PRODUÇÃO CONSULTE-NOS. Dia da Bíblia VARIAS AREAS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL REGIÃO DE SANTA MARIA-RS AREAS NA REGIÃO DE MATO GROSSO-MT AINDA VARIAS AREAS NA REGIÃO DE CANARANA-MT, SORRISO, SINOP E AGUA BOA A CONFIRA E CONSULTE... Associação IMÓVEIS URBANOS PARA VENDA Evangélica de CASA NA RUA ANDRADE NEVES, 893 VALOR 180 MIL PROXIMO MONUMENTO Educação e Cultura LENDA DA PANELINHA CONSULTE-NOS. CASA NA RUA TUPANCIRETÃN BARBADA 60 MIL de Cruz Alta promove PREDIO COM 1800M² na av. saturnino de brito valor 600 mil neste domingo, 09 de CASA NA RUA SÃO PAULO PROXIMO DA ESCOLA BAIRRO CONCEIÇÃO VALOR 350 MIL APARTAMENTO PONCHE VERDE COBERTURA 240 MIL dezembro, uma tarde APARTAMENTO EDIFICIO JADE 180 MIL GRANDE musical com objetivo APARTAMENTO PROXIMO DO SHOPING 165 MIL APARTAMENTO NO CENTRO NA PROCOPIO GOMES NOVO 200 MIL. de comemorar o Dia CHACARA Nacional da Bíblia. A 2 KM DA CIDADE 6 HÁ COM BENFEITORIA BOA LOCALIZAÇÃO VALOR 160 MIL Haverá apresenta- TERRENOS TERRENO 22X22 TODO MURADO NA XAVANTES 100 MIL ções de conjuntos, cantores, corais, or- Em anexo temos recargas de cartuchos jatos de tinta preto e color to- das as marcas com telebusca e tele-entrega grátis valor 20 reais ligue! questras e bandas de muitos louvores espi- Rua Andrade Neves, 900 Fones: 3322-5390, 9629-9908 e 8145-3010 rituais. O evento ini- FILIAL: Santa Maria Faixa Velha de Camobi RS 509 cia às 14h30min, no Nº 8305 - FONE 55 9918 6251 auditório da Escola www.portalsulimoveis.com.br Annes Dias.
  5. 5. Jornal O EXPRESSO | Sábado e Domingo, 08 e 09 de dezembro de 2012 5 Almoço deconfraternização Prefeitura e Unimed inauguram academia ao ar livre O prefeito Vil- tério dos Esportes. En- A ADEVICA rea- son Roberto tão devemos saudar eliza no CTG Rodeio da Bastos dos Santos com- parabenizar a iniciati-Saudade, no dia 16 de- pareceu à solenidade va da Unimed em par-zembro , um almoço de de inauguração da aca- ceria com o Poder Pú-confraternização com os demia ao ar livre, com blico e pedir que maisintegrantes da associação. equipamentos adqui- empresas sejam prota-O cardápio será churras- ridos pela Unimed, na gonistas destas ações eco e galeto, entre outros. manhã de quarta-feira que a população cuideOs cartões estão sendo (5) ao lado do Ginásio e conserve os equipa-comercializados com na Municipal. mentos”, disse ele emAdevica e no Supermer- Juntamente com o seu discurso.cado Linke, ao valor de R$ médico e diretor presi- No entanto, Vil-20,00. Durante as festivi- dente da Unimed Cruz son Roberto lembradades acontece a entrega Alta, Vilmar Dürks, o que R$ 300 mil jáde certificado dos cursos prefeito saudou a ini- estão empenhadosde braile, orientação de ciativa da cooperativa. e nos próximos diasmodalidade e espanhol. O município cedeu o será marcada a licita-Haverá também sorteio espaço físico, realizou ção para obra no en-de brindes e reunião dan- a obra de pavimenta- torno da Rodoviária,çante com o grupo TchêRaízes. Informações com ção para colocação dos mar Dürks, a parceria por muito tempo desteo presidente da Adevica equipamentos, limpeza com a Prefeitura é uma tipo de área. A UnimedWilson, nos fones 3322- e iluminação no local. das melhores. “A Uni- adquiriu os aparelhos5465 ou 9633-2631. Segundo Dr. Vil- med reuniu esforços e a Prefeitura disponi- para adquirir o ma- bilizou o espaço físico, terial e disponibilizar estando a cargo do Po- para a população de der Público Municipal forma gratuita, assim a manutenção da área. podendo vir até ao lado A Unimed tem uma tra- do Ginásio Municipal e dição de estar inserida se exercitar para uma no meio onde ela está melhor qualidade de trabalhando, então, vida da comunidade. sempre procuramos es- Acreditamos que todos tabelecer relações com usarão deste espaço da a população no que diz ar livre, mas não con- onde consta no proje- melhor maneira, cui- respeito com os benefí- seguimos empenhar o to outra academia ao dando destes aparelhos cios de saúde. Como diz valor junto ao Minis- ar livre. de primeira linha, para o slogan de nossa coo- que possam desfrutar perativa ‘Juntos somos mais fortes’, mediante a soma de esforços que conseguimos chegar a esta inauguração hoje, para a comunidade usu- fruir de maneira gratui- ta”, diz Dr. Dürks. De acordo com o Prefeito Municipal, Vilson Roberto: “Nós da Administração Mu- nicipal tentamos a ins- talação de seis acade- mias nestes moldes, ao
  6. 6. 6 Jornal O EXPRESSO | Sábado e Domingo, 08 e 09 de dezembro de 2012 Jantar de confraternização da ACAF O surpreendente ano da ACAF terminou com uma confraternização que, assim como nas partidas disputadas no Ginásio Municipal,reuniu gestores e a torcida em uma só bandeira. A direção da equipe de Cruz Alta promoveu um jantar festivo na quarta- feira (05), no Clube Internacional. Além do buffet diversificado, houve a posse de Júlio Bisso, como presidente e demais diretoria, bingo, apresenta- ção do Plano de Sócios 2013 e entrega de home- nagens aos patrocinadores e amigos da ACAF. Além da confirmação de renovação de con- trato dos atletas Murilo e Léo, que já haviam acertado com o time, a noite ainda reservou a re- novação do Marcelinho, que foi vice-artilheiro da competição neste ano, com 30 gols.
  7. 7. Jornal O EXPRESSO | Sábado e Domingo, 08 e 09 de dezembro de 2012 7 Operação Papai Noel é lançada ESPETÁCULOS por aqui. Mas, com o processo Em épocas transatas, quando evolutivo, com a aviação progre- a ‘Rainha da Serra’ atravessava dindo, as escalas das companhia período de grande prosperidade, ficou restrita às capitais, o que se os espetáculos que aqui se apre- verifica até hoje, com espetáculos sentavam eram os mais diversi- em ginásios (como em P. Alegre) e ficados e constantes. O Theatro até mesmo em estádios de futebol, Carlos Gomes, ambiente requin- como está ocorrendo em P. Alegre. tado, era cenário de apresentações – E, mesmo, os custos dos espetá- teatrais de categoria, bem como de culos requerem altas plateias, em cantores e músicos de fama, em número e em valor de ingresso. récitas memoráveis. Inclusive no AVULSOS N a tarde de qua r ta-feira(5), em Cruz Alta ocor- palco do teatro apresentaram-se companhias de operetas italianas Afora, as grandes companhias, por aqui se apresentavam, seguida- que conquistavam numerosa e rica mente, os artistas como cantores,reu no Calçadão II em plateia. Época de esplendor. mágicos, prestidigitadores, os ar-frente a Loja Deltasul, Com o final do Carlos Gomes, tistas como cantores, comuns dosa solenidade de lan- os espetáculos não sofrem solu- ditos ‘espetáculos de tela e palco’.çamento da Operação ção de continuidade, eis que os Consistiam em apresentação de umPapai Noel. A Operação cinemas Rex e Ideal dispunham filme, e após, a atuação do artista.Papai Noel há mais de de amplo palco, com caixa de tea- E muitos passaram pelos palcos douma década vem sendo tro, camarins adequados e demais Rex e Ideal. Certa feita surgiu pordesenvolvida pela Bri- condições para os espetáculos te- aqui um casal de artistas dispostogada Militar, em todos atrais. E as maiores companhias a uma apresentação. Eram Sérgio eos municípios do Es- teatrais do país aqui se apresen- Luzia Felix, ela pianistas e cantoratado do Rio Grande do taram conquistando plateias da- e ele humorista e cantor. FigurasSul, e visa incrementar ventivas pelos órgãos uma maior vigilância qui e das redondezas que para simpáticas, se hospedaram em hos-as atividades de polí- de Segurança Públi- por parte da Brigada aqui se deslocavam para as noita- pedaria da Pinheiro Machado, e,cia ostensiva que são ca, objetivando maior Militar na área central, das de arte cênica. Por aqui pas- sem empresário, trataram de con-desenvolvidas normal- segurança e tranqui- nos bairros e acessos saram companhias famosas como seguir uma ‘tela e palco’ num dosmente, dando maior lidade à comunidade ao município, contare- as de Procópio Ferreira, Iracema cinemas. E o Rex foi o que abriu es-efetividade e osten- que se dirige a estes mos com o apoio de 35 de Alencar, Delorgenes Caminha, paço. O casal, muito simpático, fezsividade. São criados locais, assim como às Alunos Soldados que Nino Nelo, Milton Carneiro, além amizades e frequentava os pontosturnos extraordinários empresas e trabalha- estarão frequentando de companhias de revistas com da sociedade, como a Bombonierede emprego, conforme dores do setor. o Curso Básico de For- exuberantes vedetes. As compa- Wortmann, do gentleman Maha-os horários do comér- De acordo com o mação Policial Militar nhias aqui chegavam para uma mad Z. Harb. Mas, no dia apraza-cio, intensificam-se o Major Paulo Ricardo e irão, juntamente com temporada de uma semana e as do para o espetáculo, desandou umemprego de agentes de Nascimento, Coman- os demais Policiais estradas eram vendidas com ante- temporal de proporções e a luz foiinteligência, que vol- dante do 16ª BPM, o Militares do 16º BPM, cedência, encontrando os artistas interrompida. Os artistas ficaramtam às atenções aos objetivo desta opera- efetuar Policiamento casa cheia todas as noites. A tem- desolados. Outra data foi marcadacrimes que podem ser ção é reforçar o policia- Ostensivo na área cen- porada se iniciativa na segunda e a plateia foi reduzida.cometidos na referida mento na área central tral do Município. e encerrava no sábado, com uma A situação ficou difícil e o donoépoca. Com o inicio da cidade, em virtude A solenidade con- peça inédita por apresentação. Na da hospedaria queria receber odas festividades nata- das compras de final de tou com a presença das noite de sexta, na entrada do tea- valor devido. Então, na Bombo-linas e de passagem de ano. “Nesta época au- seguintes autoridades: tro, havia uma urna, onde os es- niere, houve uma reunião onde oano, recrudesce a mo- menta o fluxo de pes- Major Paulo Ricardo pectadores escolhiam a peça que Cel. Evaristo abriu uma lista paravimentação de pesso- soas em virtude do Na- Lima do Nascimento deveriam ser reprisada na última conseguir recursos para saldar aas e veículos nos cen- tal, assim precisamos - Comandante do 16º noite. E, ao final da temporada, os divida dos artistas. Saldado o dé-tros comerciais, sendo manter o efetivo nesta BPM; Ten. Paulo César artistas eram homenageados com bito, o casal embarcou num tremum determinante para área, para diminuir o da Silva - Comandan- uma placa nos camarins. e nunca mais dele se ouviu falar.a preocupação e ado- número de ocorrências te do Corpo de Alunos, Na época, no pós Guerra Mun- - As grandes companhias não ti-ção de medidas pre- ou chances de roubos. dial, o transporte aéreo de passa- nham problemas. Ten. João Padilha Dias geiros era iniciante e os desloca- FINAL O policiamento é feito – Comandante do Pe- mentos das companhias do Rio Hoje transcorre o ‘Dia da a pé para coibir a ação lotão de Operações para o Sul eram feitos pelo trem, Justiça’, quando, em outra épo- dos meliantes, dando Especiais e Sr. Selvino eis que havia o famoso ‘Trem Pau- cas, haviam muitas comemora- uma sensação de segu- Franco – Presidente do lista’ (aqui chamado de ‘Noturno ções. E, igualmente, hoje é o dia rança para comunidade CONSEPRO, represen- Paulista’) que ligava a Capital do natalício do Advogado Dr. cruz-altense nas com- tando nesta solenidade da República com a Capital dos Antônio Carlos Gomes Nunes, pras de Natal”, enfatiza o Presidente da ACI, o Pampas. E, no roteiro, os empre- ex-prefeito de Cruz Alta. E, se- o Comandante. pelotão era formado sários acertavam espetáculos nas gundo os profetas, o final está Neste ano, além das por Alunos Soldados, principais cidades. E Cruz Alta por vir. Enquanto isso ‘uns que câmaras de vigilância, Militares do POE, do era um delas, por isso, a apresen- outros’ bem dosados, para evi- importantes ferramen- GAP e Policiamento tação de nomes da cena nacional tar resfriados. tas que possibilitarão Ostensivo.
  8. 8. te em estaque8 Gen8 Jornal O EXPRESSO | SábadoSábado e Domingo, 08 ede novembro de 2012 Jornal O EXPRESSO | e Domingo, 24 e 25 09 de dezembro de 2012 D O General de Exército SÉRGIO WESTPHALEN ETCHEGOYEN, Coman- dante da 3ª Divisão de Exército – ‘Divisão Encouraçada’, em solenidade militar, transmite dia 14 de dezembro, às 9 horas, o Cargo de Coman- Amarelo. dante da AD3 – ‘AD Brigadeiro Gurjão’ do Gen. de Brigada ÁLVARO GON- Rosa no sítio do Picapau ÇALVES WANDERLEY para o Gen. de Brigada AFONSO HENRIQUE IGNÁ- CIO PEDROSA. A transmissão acontecerá no 29º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado. Na foto, Gen. ÁLVARO e esposa LUCIANA. D. JACÓ ROBERTO HIGERT, Bispo Emérito da Diocese de Cruz Alta, completou no dia 30 de novembro, 60 anos de Ordenação Sacerdotal. No dia 02 de dezembro, em Camaquã, cidade onde exerceu atividades durante anos como Pároco, recebeu emocionante homenagem. Hoje, 8 de dezembro, Dia da Imaculada Conceição, na Catedral do Divino Espí- rito Santo de nossa cidade, acontece uma Celebração Eucarística de Ação de Gra- Toda a família reunida para comemorar o aniversário de sua querida Rosa ças, às 10 horas, para come- morar a 1ª Missa celebrada por D. JACÓ, as ‘Primícias Sacerdotal’. Ao meio-dia, no Salão Paroquial, um almoço No último dia 13 festivo reúne o povo católi- de novembro, ROSA co, para confraternizar tão SCHWARTZ LEIVAS, significativa data Jubilar. filha de IDA VANES- SA e PAULO GILBER- TO, comemorou 3 aninhos. A festinha foi realizada em Porto Alegre, e con- tou com a presença de muitos dos seus familiares, entre eles, seus queridos avós GERMANO CEL- SO e MARIA REGINA SCHWARTZ. SOLANGE SILVEIRA LONGHI e Dr. ALFEU LONGHI, Dr. GILBERTO SILVEIRA NETO e MARIA DE LURDES SANFELICE SILVEIRA NETO A avó e a neta são muito ligadas entre si. em recente acontecimento social na Terra de Erico Veríssimo.
  9. 9. Jornal O EXPRESSO | Sábado e Domingo, 08 e 09 de dezembro de 2012 9 ACI comemora 101 anos A Associação Co- mercial Indus-trial Cultural Serviços eAgropecuária (ACI) deCruz Alta, comemorouna sexta-feira, 30 denovembro, os 101 anosda entidade. Na parte da tardeas associadas e o Pre-sidente da ACI, Ma-noel Emerson Souza,recepcionaram na sededa Associação, SimoneLeite, vice-presidentede integração da Fe-derasul, onde realizouuma mini palestra sobre associativismo, enfati-zando o projeto ACI Mulher. A abertura do evento, no Clube Internacional,foi realizada pelo presidente da ACI Cruz Alta,Manoel Emerson Cezar de Souza, que enfatizouas ações que estão sendo realizadas visando o de-senvolvimento do município e o fomento ao em-preendedorismo de forma sustentável. Seguindo, ocorreu a posse da nova diretoria daACI Mulher, composta pelas seguintes integran-tes: Debora Beck Quaresma, presidente, e as vice-presidentes Kelly Noronha, Fernanda Guimarães,Silvia Vargas e Reginara Pavin da Costa, que já évice-presidente de desenvolvimento da entidade. Após foi realizado o Jantar Palestra com Bru-no Barbosa, terapeuta comportamental pela Es- cola de Executivos e Negócios do Instituto de Albuquerque, de Ribeirão Preto e instrutor da marca Master Mind, que teve como tema ‘Obten- do resultados através de pessoas’. O evento contou com a participação de auto- ridades, associados e convidados especiais.
  10. 10. 10 Jornal O EXPRESSO | Sábado e Domingo, 08 e 09 de dezembro de 2012 ( Folclore, Tradição, Chasques e outras Gauderiadas) ANGELINO ROGERIO • angelinorogerio@terra.com.br UM VALIOSO EMPATE P ois, passando pelo calçadão, aquela “tribuna popular” sempre lotada de gente, encontreium amigo gremista, que não era nem azul, era roxo se apressaram, pretendendo surpreender o inimigo em suposta retirada, cruzando o Rio Santa Maria. A cava- laria brasileira se afastou, para esperar o inimigo ondede raiva: ele não iria. Estava pronto o cenário para a destruição - Pois não é que deu empate o Gre-Nal? E as apos- do exército incumbido de defender o Sul do Brasil.tas que fizemos? foi tudo por água abaixo!!.. No alvorecer de 20 de fevereiro, o Exército do - Que nada, o pior foi aguentar a flauta dos Sul se deparou com o Exército Republicano na Sangacolorados que não ganharam bulhufas e ainda as- do Areal, a cerca de seis quilômetros do Passo do Ro-sim saíram comemorando, que que tu achou desta? sário e decidem atacar. O posicionamento das forças- retrucou outro. brasileiras para o combate não se completou conforme Em empates, pouco tem-se a comemorar. Salvo o planejado, e foi envolvida pela Divisão Lavalleja,em algumas combina-ções, fica aquele gosti-nho estranho de nada.Um chiclé mascado. Pensando nisso, lem-brei de um empate queficou famoso na históriado Brasil. Foi na Guerrada Cisplatina. Um valio-so empate. Mas, existe empatena guerra? Pois a Bata-lha do Passo do Rosárioprovou que, no nível tático do combate, não perder que levou de roldão os milicianos de José de Abreu.pode garantir um bom resultado. A estratégia do General Alvear, de marchas em zigue- Em 10 de dezembro de 1825, o governo imperial zague, se rompeu no nível tático da batalha, à medidadeclarou guerra a Buenos Aires, depois que as Provín- que o inimigo “em retirada” brotava da colina opostacias Unidas do Rio da Prata requisitaram para si a Cis- para envolver e destruir a tropa brasileira. Estrate-platina, atual República Oriental do Uruguai, que na gista, o Marquês de Barbacena decidiu se retirar naépoca era unida ao Brasil. direção de Cacequi para prosseguir na sua missão de- Nesse contexto se deu a campanha de 1827, lança- fensiva. Deu certo. Fracassando em atingir o objetivoda por Buenos Aires para incorporar a Cisplatina e criar da campanha, o general Alvear e seu exército deixamno Sul do Brasil uma república separada do Império. O o território brasileiro.Exército Republicano – das Províncias Unidas do Rio A “indecisa” batalha do Passo do Rosário foi ada Prata –, invadiu o Rio Grande e ocupou Bagé no dia mais decisiva da História do Brasil independente, pois26 de janeiro. Diante do avanço inimigo, o Exército do frustrou o plano de Buenos Aires diante da pontaria eSul, sob o comando do marquês de Barbacena, se uniu das baionetas da Infantaria brasileira. Quarenta anosà força que estava em Pelotas. O comandante platino, mais tarde, os aliados argentinos e uruguaios reconhe-general Carlos Alvear, agravou a invasão seguindo para ceram o sangue-frio dos infantes brasileiros na fraseo norte e ocupando São Gabriel, obrigando o Exército do futuro barão de Jaceguai de sua vivência na Guerrado Sul – tropas de infantaria e numericamente inferior – da Tríplice Aliança: “Os brasileiros combatendo a péa seguir o inimigo em busca de combate. Os brasileiros são insuperáveis”.

×