Explicações científicas

324 visualizações

Publicada em

Apresenta os diferentes tipos de explicação em Ciência

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
324
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Explicações científicas

  1. 1. CEAC mui-x JXIFhuíIM I-kn¡ I. mM›, ux: N¡g, u Prof. Dr. Maurício A. P. Peixoto www. oaprendízemsaude. wordpress. com
  2. 2. ESTRUTURA LÓGICA Respondem a perguntas do tipo: POR QUE "p"? "p" pode significar qualquer questão: esta gestante está anêmica? o paciente sofre de tuberculose? o aluno não aprendeu? etc. .. PORQUE Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto : wv: w.caprexwdizemsaudess. or ress : o
  3. 3. Por que o triângulo ABC é retângulo? B C Por que se falou em revolução Gonzalista no México em 192o ? Por que o paciente lava as mãos compulsivamente? Por que o diagnóstico é eclampsia? Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto »vuv-. xi. oaprendízemsaudeavordpress. com
  4. 4. CÀÉAC¡ A B 'Kauricio A. P. Por que o triângulo ABC é retângulo? L( LOGO: 1- Todo o triangulo que possui um ângulo reto é retângulo. 2 -AÊC = 90° AABc = TRIÂNGULO RETÂNGULO Peixoto u-. acapreiwdizenwsaudesn. o¡ e s om
  5. 5. Por que se falou em revolução Gonzalista no México em 192o? 1. A constituição impede a reeleição. 2. Faz 2o anos, que por acordo, Diaz e Gonzalez alternam -se no poder. 3. Diaz, no poder, reformula a constituição, visando reeleger-se. 4. Desrespeito ao pacto, irrita Gonzalez. 5. Gonzalez fomenta a revolução. Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto www. oaprendizemsaudennxordpress. com
  6. 6. Por que a compulsão? 1. Há culpas inconscientes. 2. Auto imagem inconsciente suja. 3. Enfrentar esta imagem é doloroso. Para evitar o sofrimento Transformação da "sujeira" psíquica em sujeira física Prof. Dr. ?Jlauricio A. P. Peixoto wu; meaprendizemsaudess. ordpressxom
  7. 7. a Por que a eclampsia? 1. O quadro típico da eclampsia é: a) Gestação no 3otrimestre b) Hipertensão c) Edema d) Proteinúria 2.A aciente a resenta o uadro acima Logo: p p q 3. A paciente tem eclampsia Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto wv: m:: aprendizemsaudesnsordpress. com
  8. 8. A DIFERENÇA PROBABILIDADE Probabilística PERGUNTA RESPOSTA Genéh-Ca duma Teleológíca e De CERTEZA Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto wwwoaprendizemsaudewordpress. com
  9. 9. " A ciência é antes um modo de pensar do que própriamente um conjunto de conhecimentos. .. . ..é baseada na experimentação, na disposição de desafiar velhos dogmas. .. Neste pressuposto, a ciência muitas ç e vezes requer coragem - pelo menos a coragem de questionar a sabedoria convencional. " (O Romance da Ciência, 1982) Carl Sagan (1934-1996) Prof. Dr. fúauricio A. P. Peixoto w. caprendizemsaudess. ordpresstom
  10. 10. O GEAC tem suas bases estabelecidas em 1998 a partir da aglutinação de pesquisas tendo o processo de aprendizagem na saúde como tema central. Em maio de 2002, o Grupo é formalmente cerljficado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro como um Grupo de Pesquisa do Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil do CN Pq . Desde então o GEAC, que surge de parceria acadêmica entre o Laboratório de Curriculo e Ensino do Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde (NUTES/ UFRJ) e o Departamento de Enfermagem Fundamental da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN/ UFRJ), amplia suas atividades para um caráter cada vez mais multidisciplinar. Atualmente, as pesquisas do Grupo, genericamente, visam investigar o processo de aprendizagem no ser humano. Os recortes de interesse incluem: metacognição, estilos de aprendizagem, motivação, hábitos e fontes de estudo, formas de raciocinio, interação social e estratégias de aprendizagem. Os estudos têm se dado em contextos tanto presenciais como naqueles inseridos no ciberespaço. Além disto, procura difundir o conhecimento pertinente, testando algumas de suas aplicações. Seu referencial teórico fundamenta-se principalmente nos autores cognitivistas. Dentre estes em particular, aqueles oriundos do movimento metacognitivo e da psicologia diferencial. Prof. Dr. Mauricio A. P. Peixoto httpzffoaprendizemsaudemvordpress. :omg'

×