A alegria de estar na casa do senhor livro

1.298 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.298
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
96
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A alegria de estar na casa do senhor livro

  1. 1. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira Josivaldo Oliveira A alegria de estar na casa do Senhor 1
  2. 2. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira Josivaldo Oliveira Índice Introdução....................................................................................................................3 Estar na casa do Senhor deve ser o desejo e o clamor do nosso coração...........................3 Estar na casa do Senhor deve ser a nossa preferência......................................................4 Estar na casa do Senhor é se abrir para a instrução e o aprendizado.................................5 Estar na casa do Senhor é se abrir para a bênção............................................................6 Estar na casa do Senhor é uma maneira de preparar-se para a volta de Jesus...................8 Conclusão...................................................................................................................10 Oração........................................................................................................................11 Ministério Shallom ‫שלום‬ Uma família especial para você! A alegria de estar na casa do Senhor 2
  3. 3. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira Josivaldo Oliveira Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor. (Salmos 122:1) Estar na casa de Deus e nos reunir como igreja para adorar e celebrar ao Senhor deve ser a nossa alegria. Em toda a Bíblia nós encontramos servos de Deus que amavam estar na casa do Senhor, congregados, reunidos com outros irmãos para adorar ao Senhor. Por isso o salmista disse: “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor”. Isso significa que estar na congregação do Senhor deve ser para nós uma alegria, uma imensa satisfação, e não um fardo, ou um peso, algo que nos constrange ou que nos oprime. Por isso, eu não devo vir ao culto apenas para mostrar para os outros o quanto eu sou adorador. Mas eu devo vir porque amo ao Senhor e porque desejo adorá-lo juntamente com outros irmãos. Infelizmente, tem muita gente que acha que vir ao culto é fazer um favor para Deus ou para o pastor. Mas precisamos compreender que nós mesmos é que somos abençoados quando congregamos. Ou seja, não por causa do outro, é por causa de nós mesmos. Por que quando temos o hábito de congregar, somos ricamente abençoados. É por isso que precisamos criar o hábito de congregar por entendermos a importância que isso tem em nossa vida. Perceba a ênfase que estou dando ao HÁBITO de congregar. O que é um hábito? Um hábito é sistemático, rítmico, repetitivo e frequente. Portanto congregar exige certa frequência e ritmo. Isso significa que eu não devo vir à congregação hoje e só voltar daqui a um mês ou dois meses depois. Mas precisamos nos esforçar para participar dos cultos semanais em nossa congregação. Veja o que diz a Palavra de Deus: “Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia”. (Hebreus 10:25). Infelizmente, algumas pessoas desenvolveram o costume (hábito) errado de deixar de congregar, mas esse não deve ser o nosso costume, pelo contrário devemos nos encorajar mutuamente para a prática de nos reunir como igreja para adorar ao Senhor, principalmente agora que a volta de Jesus estar mais próxima. Por isso, em toda a Bíblia somos instruídos sobre a alegria de estar na casa de Deus. O que a Palavra de Deus nos ensina sobre a prática de congregar? 1º) ESTAR NA CASA DO SENHOR DEVE SER O DESEJO E O CLAMOR DO NOSSO CORAÇÃO "Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e aprender no seu templo. Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão: no oculto do seu tabernáculo me esconderá: por-me-á sobre uma rocha" (Salmo 27:4-5). 3
  4. 4. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira O que eu estou falando aqui não é apenas o que eu penso, mas o que Deus diz na sua Palavra. É o que a Bíblia nos ensina sobre este assunto. Olha o que o texto sagrado diz: “Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei”. É como se o salmista dissesse: “Somente uma coisa eu busco, anelo e desejo”. Eu lhe pergunto, se você tivesse a oportunidade de pedir somente uma coisa ao Senhor, o que você pediria? Imagine que você estivesse face a face com Deus e Ele dissesse para você, faça um pedido, apenas um, aquele que você julgar ser o mais importante. O que você pediria? O salmista pediu uma coisa ao Senhor, ele disse: “Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida”. Ele pediu a oportunidade de poder estar na casa do Senhor para adorar e aprender. Esse era o maior desejo dele. Desfrutar da Presença de Deus deve ser o nosso maior desejo, mas do que qualquer outra coisa nesta vida. Mais do que tudo, o que nós mais precisamos é da presença de Deus. E Ela deve ter prioridade máxima em nossa vida. Se eu buscar a Deus e o Seu reino em primeiro lugar todas as outras coisas serão acrescentadas. “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas”. (Mateus 6:33-34) O salmista sabia que se ele priorizasse a Deus em sua vida, as outras coisas lhe seriam acrescentadas. Todas as áreas da nossa vida estarão em harmonia quando colocarmos Deus em primeiro lugar. Portanto, se realmente cremos em Jesus Cristo como Senhor e Salvador das nossas vidas, desejaremos estar juntos aos irmãos para adorarmos ao Senhor. E criaremos o hábito de nos reunir como povo de Deus. “... Todos os que creram costumavam reunir-se no Pórtico de Salomão” (Atos 5:12 grifo meu). 2º) ESTAR NA CASA DO SENHOR DEVE SER A NOSSA PREFERÊNCIA Quando vamos à congregação, fazemos uma escolha e preferimos estar ali. Poderíamos estar em qualquer outro lugar, mas escolhemos estar na casa do Senhor. Porém isso precisa ser sistemático, frequente e rítmico, ou seja, precisa ser o nosso hábito. Devemos preferir semana após semana estar na congregação. Observe o que diz a Palavra de Deus: “Melhor é um dia nos teus átrios do que mil noutro lugar; prefiro ficar à porta da casa do meu Deus a habitar nas tendas dos ímpios” (Salmos 84:10). O salmista diz que ele prefere estar na congregação a estar junto com os ímpios. Quando discernimos que um dia diante do Senhor é melhor que mil em qualquer outro lugar, nós escolheremos nos reunir com nossos irmãos para buscar a Presença de Deus. Escolher implica em uma decisão da nossa vontade. Para congregarmos precisamos ser resolutos e sujeitar a nossa vontade à vontade do Pai. Por que, muitas vezes, a nossa carne não sentirá vontade de ir ao culto. Mas a Bíblia diz que o justo viverá pela fé e não pelo que sente. (Hb 10:38). Muitas pessoas dizem assim: “Eu não vou à congregação hoje, pois não estou sentindo vontade”. A pessoa que tem o costume de ir ao culto apena quando 4
  5. 5. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira “sente” vontade ficará com sua vida espiritual arruinada. Agora, imagine se a gente for trabalhar ou estudar apenas quando sentir vontade, como ficará a nossa vida. Muitas coisas em nossa vida dependem da nossa decisão e vir à casa de Deus é uma delas. Talvez tenhamos outras coisas “mais interessantes” para fazer nos dias de culto em nossa igreja, mas se tomarmos uma firme decisão e sujeitarmos a nossa vontade ao Pai, nós viremos ao culto e adoraremos ao Senhor junto com nossos irmãos. Por isso não podemos responsabilizar os outros pelas nossas escolhas, a decisão de congregar ou não é nossa. Você deve preferir, deve escolher, e isso exigirá a sujeição da sua vontade, ou seja, você precisará fazer a vontade de Deus e não a sua. Quando nos convertemos ao Senhor Jesus, vencemos a carnalidade e deixamos de praticar as obras da carne descritas em Gálatas 5:16-21, porém muitos de nós continuamos a viver na dimensão da alma (das emoções, dos sentimentos), deixamos de ser carnais e nos tornamos almáticos, mas isso não é o que o Senhor deseja para nossa vida, Ele quer que vivamos da dimensão do espírito, e portanto, que sejamos crentes espirituais. “Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne” (Gálatas 5:16). Quando uma pessoa vive na dimensão da alma, vive pelos sentimentos e emoções e não pela fé. Por isso, se hoje ela não sente vontade de vir ao culto ela não vem. Por quê? Porque não sente vontade! E no dia que não sente vontade de orar e ler a Bíblia, ela também não faz isso, simplesmente porque não sentiu vontade. Mas uma pessoa que vive pela fé, faz o que certo e necessário, mesmo quando não sente vontade. Imagine, segunda-feira pela manhã, o tempo está frio e chuvoso, o despertador toca. Você precisa acordar, tem que trabalhar. Você não sente vontade de levantar, na verdade sua vontade é ficar na cama, dormir um pouco mais, porém você sabe que se não for trabalhar terá um prejuízo. Por isso, você se levanta, mesmo sem sentir vontade, vai ao banheiro, escova os dentes, toma banho, se arruma e vai para o trabalho. É assim que acontece muitas vezes. O problema é que não usamos esta mesma disciplina quando se trata das questões espirituais como congregar, orar, ler a Bíblia ou cumprir o nosso ministério. Nas questões espirituais muitas vezes ficamos reféns dos nossos sentimentos, e a grande verdade é que na maioria das vezes você não sentirá vontade de buscar a Deus. Por isso, para que você seja um vencedor na sua vida espiritual, você precisa sujeitar a sua vontade a Deus, e congregar, orar, meditar na palavra de Deus, cumprir o seu ministério, mesmo quando não sentir vontade. 3º) ESTAR NA CASA DO SENHOR É SE ABRIR PARA A INSTRUÇÃO E O APRENDIZADO “Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e aprender no seu templo” (Salmos 27:4-5). 5
  6. 6. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira A congregação é um lugar aprendizado. Em Isaías 2:3 a Palavra de Deus diz: “Irão muitos povos, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor.” Quando estamos na casa do Senhor Ele nos ensina os seus caminhos. A congregação é a grande escola de Deus. Através dela podemos aprender tudo aquilo que é necessário à vida e à piedade. Na congregação podemos aprender a amar, a perdoar, a ser tolerante com as fraquezas dos nossos irmãos, aprendemos o valor da família, e a lutar pelo nosso casamento, aprendemos a importância da comunhão, os mandamentos da mutualidade e reciprocidade, aprendemos sobre Deus e a vida eterna, etc. Infelizmente tem gente que acha que já sabe tudo sobre estas coisas e que não precisa aprender mais. Quem é orgulho deixa de congregar e se fecha para o aprendizado, mas quem é humilde congrega e cresce em conhecimento. Quando nos reunimos como igreja, temos a oportunidade de aprendermos através da pregação da Palavra, mas também de aprendermos uns com os outros, por que Deus nos usa para instruir aos nossos irmãos e os usam para nos instruir. Por isso se desprezarmos a congregação, estamos rejeitando a oportunidade de crescermos em conhecimento, e consequentemente nos expomos a muitos sofrimentos desnecessário. “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei...” (Oséias 4:6). Sem o devido conhecimento daquilo que Deus quer que nós vivamos corremos o risco de perecer. Mas na congregação temos uma grande oportunidade de abrir o nosso coração para o conhecimento de Deus. Não há necessidade de sermos destruídos por falta de conhecimento, pois na igreja há uma instrução de Deus continuamente. O Senhor fala através da Sua igreja, e quando Ele fala, recebemos conhecimento e instrução. “...o Senhor dá a sabedoria: da sua boca vem o conhecimento e o entendimento”. (Provérbios 2:6). Quando você tem o conhecimento que é de Deus e o pratica, saberá tomar as decisões certas e evitará destruição em sua vida. 4º) ESTAR NA CASA DO SENHOR É SE ABRIR PARA A BÊNÇÃO “Como são felizes aqueles que escolhes e trazes a ti, para viverem nos teus átrios! Transbordamos de bênçãos da tua casa, do teu santo templo!” (Salmos 65:4). Nós não seriamos capazes de enumerar todas as bênçãos que recebemos pelo simples fato de virmos à congregação para adorarmos a Deus juntamente com os nossos irmãos. Quantos livramentos! Quanta alegria, renovação, paz, consolo, comunhão, valorização, transformação e tantas outras bênçãos que recebemos quando nos dispomos a buscar a face de Deus, unidos em adoração com outros membros do corpo de Cristo. 6
  7. 7. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira Se você fica uma semana sem participar dos cultos em sua congregação, na segunda semana você será tentado a não participar novamente, se você não resistir a isso, ficará mais uma, e depois mais outra, e outras..., e quando você perceber já estará distante da comunhão e consequentemente frio na fé. Ninguém que estar firme hoje, amanhã está desviado, na verdade o esfriamento espiritual acontece gradativamente. Por isso, a Palavra de Deus diz: “Aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!” (I Cor 10:12). Tem muita gente que diz que para adorar a Deus não precisa ir à igreja, mas isso é apenas parte da verdade. É claro que podemos adorar a Deus individualmente desde que O adoremos em espírito e em verdade, porém a Bíblia nos orienta a adorarmos não apenas sozinhos, mas, também, com nossos irmãos na congregação do Senhor. Quem usa a desculpa de adorar a Deus sozinho, para não participar dos cultos coletivos, dentro de pouco tempo começará a perceber que até a sua adoração individual fica comprometida, sem o mesmo fervor espiritual de antes. Deus não nos criou para o isolamento, mas para a comunhão. É na comunhão que Deus ordena a vida e bênção para sempre (Cf. Salmo 133). Porém, “quem procura se isolar busca interesses egoístas e rejeita os bons conselhos” (Provérbios 18:1 NBV). A BÊNÇÃO DE CELEBRAR A CEIA DO SENHOR NA CONGREGAÇÃO Somos instruídos a frequentar as reuniões da igreja, também com o propósito de participar da ceia do Senhor. Não podemos tomar individualmente a própria ceia e comê-la a sós (1 Co 11:21), mas juntamente com nossos irmãos. Veja o que diz a Palavra de Deus: “E no primeiro dia da semana, AJUNTANDO-SE OS DISCÍPULOS para partir o pão...” (Atos 20:7 ênfase minha). Na ceia, além de revivermos em palavras e ações a morte do Senhor e anunciarmos a Sua volta (1 Co 11:26), temos a bênção de podermos renovar a nossa comunhão com Deus e desfrutar de comunhão com os nossos irmãos em Cristo. Quando nos reunimos para participar da ceia do Senhor, estamos declarando, numa atitude profética, que somos um com o Senhor Jesus e um com os nossos irmãos. “Não é verdade que o cálice da bênção que abençoamos é uma participação no sangue de Cristo, e que o pão que partimos é uma participação no corpo de Cristo? Por haver um único pão, nós, que somos muitos, somos um só corpo, pois todos participamos de um único pão”. (1 Coríntios 10:16-17). Dentre outras lições, a ceia do Senhor nos ensina os princípios da interdependência, do serviço, da comunhão e da humildade. Não podemos nos esquecer de que foi na Sua última ceia que nosso Senhor tomou uma bacia com água e uma toalha e lavou os pés dos 7
  8. 8. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira seus discípulos, e depois os orientou a fazer o mesmo uns com os outros (João 13). Mas como seguiremos o exemplo do Senhor neste quesito, se não estivermos reunidos? A BÊNÇÃO DA PAZ Quanta paz recebemos depois de deixarmos no altar do Senhor a nossa ansiedade e tudo aquilo que afligia a nossa alma. Não é que os problemas mudaram imediatamente, mas nós mudamos, deixamos de estar angustiados e passamos desfrutar de paz. A Palavra de Deus nos ensina que devemos lançar sobre o Senhor todas as nossas ansiedades, pois Ele cuida de nós (I Pedro 5:7), e quando congregamos temos uma chance enorme de fazermos isso. É por isso que não podemos deixar de congregar! Quando congregamos somos abençoados. A bênção da comunhão, da instrução, da intercessão, do abraço... Há momentos em nossas vidas que tudo que precisamos é de um abraço, de um sorriso, de alguém que ore conosco, e quando isso acontece recebemos um novo ânimo para continuar a jornada. E na congregação temos a oportunidade de receber todas essas bênçãos. Nós não podemos contar todas as bênçãos, mas o que podemos afirmar é que aqueles quem têm o hábito de congregar são muitíssimo abençoados. 5º) ESTAR NA CASA DO SENHOR É UMA MANEIRA DE PREPARAR-SE PARA A VOLTA DE JESUS Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemonos uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia. (Hebreus 10:25-26). Quando estamos reunidos com os nossos irmãos para buscarmos em unidade a face do nosso Deus, estamos nos preparando para volta de Cristo. A volta do Senhor está cada vez mais próxima. Jesus nos diz em sua Palavra que devemos estar atentos, pois ninguém sabe a hora exata de seu retorno. “Vigiem, porque vocês não sabem em que dia virá o seu Senhor” (Mateus 24:42). “Vocês precisam estar preparados, porque o Filho do homem virá numa hora em que vocês menos esperam” (Mateus 24:44). Quando adoramos juntos, temos a oportunidade de sermos mutuamente encorajados a mantermos a vigilância e a santidade enquanto aguardamos a volta do nosso Senhor. A Bíblia diz que aqueles que criam no Senhor Jesus estavam juntos e tinham tudo em comum (Cf. At.2:44). “Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração” 8
  9. 9. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira (Atos 2:46). “... Todos os que creram costumavam reunir-se no Pórtico de Salomão” (Atos 5:12). Na congregação, temos, também, o privilegio de sermos treinados para o serviço. Quando Jesus voltar, Ele deseja nos encontrar servindo com amor aos nossos irmãos. “Deus não é injusto; ele não se esquecerá do trabalho de vocês e do amor que demonstraram por ele, pois ajudaram os santos e continuam a ajudá-los. Queremos que cada um de vocês mostre essa mesma prontidão até o fim, para que tenham a plena certeza da esperança” (Hebreus 6:10-11 grifo meu). O Senhor nos conta uma parábola para ilustrar esse fato. "Quem é, pois, o servo fiel e sensato, a quem seu senhor encarrega dos de sua casa para lhes dar alimento no tempo devido? Feliz o servo a quem seu senhor encontrar fazendo assim quando voltar. Garanto-lhes que ele o encarregará de todos os seus bens. Mas suponham que esse servo seja mau e diga a si mesmo: ‘Meu senhor se demora’, e então comece a bater em seus conservos e a comer e a beber com os beberrões. O senhor daquele servo virá num dia em que ele não o espera e numa hora que não sabe. Ele o punirá severamente e lhe dará lugar com os hipócritas, onde haverá choro e ranger de dentes". (Mateus 24:45-51). Se soubéssemos que Jesus voltaria esta semana, certamente não faltaríamos em nenhum dos cultos em nossa congregação, e provavelmente pediríamos ao Pastor para realizar alguns cultos extras nos dias em que não costumam ter. Participaríamos de todas as reuniões de oração, de todas as células, de todos os cultos de celebração... Mas nós não sabemos que dia Jesus virá, por isso precisamos vigiar, e enquanto aguardamos a Sua volta devemos congregar. Recebemos a Cristo e passamos a servi-lO não simplesmente para recebermos suas bênçãos nesta vida. É claro que quando fizemos uma aliança com o Senhor Jesus, a nossa vida terrena mudou, fomos abençoados, passamos a desfrutar de paz, começamos a experimentar a bênção de Deus em nossa família, recebemos cura tanto no corpo quanto na alma, etc. Mas todas essas bênçãos são aqui para a Terra. Porém mais importante do que isso é termos a certeza que quando Jesus voltar nós seremos arrebatados para nos encontrar com Ele e desfrutarmos da Sua presença na eternidade. “Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre. Consolem-se uns aos outros com estas palavras” (1 Tessalonicenses 4:16-18). Observe como a Palavra de Deus nos orienta no V.18 a consolar uns aos outros com a esperança da volta de Cristo. E quando nos reunimos como igreja, temos uma 9
  10. 10. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira oportunidade maravilhosa de fazermos isso. Por isso, encoraje a seu irmão falando com ele sobre a esperança da volta de Jesus e permita que ele, também, seja instrumento de Deus para fazer o mesmo com você. Você deseja estar preparado para a volta de Jesus? Você deseja, na volta de Cristo, ouvir da boca dele: “Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo”? (Mateus 25:34-35). É isso que eu quero ouvir! Não adianta nada eu conquistar o mundo inteiro se vier a perder a minha alma. Portanto quando estou vindo à congregação, e me alimentando da Palavra, e sendo instruído por Ela, tendo a oportunidade de aprender em Deus, estou gradativamente me preparando para a volta do Senhor. Entenda, não estou afirmando que todo mundo frequenta a igreja estar preparado para a volta do Senhor, mas, sim, que aqueles que congregam têm a oportunidade de se preparar para o retorno do Messias. CONCLUSÃO Estar na casa do Senhor é tanto uma necessidade quanto um privilégio. A Bíblia nos ensina que como discípulos de Cristo, devemos nos reunir para louvar e adorar ao Senhor. “Louvarei ao SENHOR de todo o meu coração, na assembleia dos justos e na congregação”. (Salmos 111:1). “Aleluia! Louvem o nome do Senhor; louvem-no, servos do Senhor, vocês, que servem na casa do Senhor, nos pátios da casa de nosso Deus (Salmos 135:1-2). “Falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor,dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo”. (Efésios 5:19-20). Também nos reunimos com o propósito de ofertar. “No primeiro dia da semana, cada um de vocês deve separar uma quantia de acordo com o seu ganho (...) enviarei para Jerusalém essa sua oferta de amor junto com uma carta...” (1 Coríntios 16:2,3 NBV). ”José (...) vendeu um campo que possuía, trouxe o dinheiro e o colocou aos pés dos apóstolos” (Atos 4:36-37). Congregamos, ainda, com o objetivo de ensinar e aprender a Palavra de Deus. “Quando vocês se reúnem, cada um de vocês tem um salmo, ou uma palavra de instrução, uma revelação, uma palavra em língua ou uma interpretação. Tudo seja feito para a edificação da igreja” (1 Coríntios 14:26). “Dirijam-se ao templo e relatem ao povo toda a mensagem desta Vida. Ao amanhecer, eles entraram no pátio do templo, como haviam sido instruídos, e começaram a ensinar o povo” (Atos 5:20-21). Portanto, aquele que aprendeu a importância de congregar, e criou o hábito de desfrutar da presença e da graça de Deus na congregação, experimentará bênçãos na vida e na família, e poderá dizer como disse o salmista: Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor. (Salmos 122:1) 10
  11. 11. A alegria de estar na casa do Senhor, por Josivaldo Oliveira ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº Se você foi tocado pelo Espírito Santo e gostaria de fazer uma aliança com Deus através de seu Filho Jesus Cristo, então faça esta oração: Senhor Jesus eu____________________ te recebo como meu único e suficiente Salvador e Senhor, nesta hora desfaço em teu nome, toda e qualquer aliança que no meu passado eu fiz com o pecado, com o mundo ou com o maligno. Senhor perdoa os meus pecados e escreva o meu nome no livro da vida. Que eu e toda a minha família experimente o milagre da tua salvação. Amém! Se você fez esta oração com fé, creia, a partir de agora você é uma nova criatura. (II Cor.5:17, João 3:3). Entre em contato conosco e nos informe sobre a sua decisão. Ministério Shallom: Rua Pedro Tavares Cafezeiro, 812, Palmeira, Jaguaquara-Ba. Cep: 45345-000. (73) 8842-9324 / (73) 9825-7074 / 9988-8983 Prjosivaldo12@hotmail.com ministerioshallom.blogspot.com Ministério Shallom ‫שלום‬ Uma família especial para você! Para aqueles que desejam semear em nosso ministério: Bradesco Ag: 2060-5 C/c: 8306-2 11

×