SlideShare uma empresa Scribd logo

ATV1 INFORMÁTICA INDUSTRIAL.docx

T
trabsacad3

ATV1 INFORMÁTICA INDUSTRIAL.docx

1 de 2
Baixar para ler offline
ATV1 INFORMÁTICA INDUSTRIAL.docx
ATIVIDADE DE ESTUDO 1 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL
QUESTÃO 1
1) Dada a diversidade existente de CLPs, é do cotidiano do profissional da área buscar referências
no manual do usuário do equipamento utilizado no momento. Dito isso:
a) Procure na internet os manuais do usuário dos CLPs Schneider Modicon M221 e do Siemens
S7-1200, e encontre neles a forma de realização da conversão analógica-digital. Coloque um
print da parte do manual que faz essa explicação para evidenciar a sua busca.
Observação: caso apresente dificuldades com a língua inglesa, utilize ferramentas de tradução,
como o Google Tradutor, e use palavras-chaves, como “entradas analógicas”, para te auxiliar a
encontrar as informações.
b) Supondo um sinal com range de 10V, encontre o valor digital obtido em cada um dos CLPs
citados quando o valor amostrado for de 3,3V e 8V.
Observação: utilizar o valor de referência das CPUs com entrada analógica, e não o dos módulos
de expansão.
2) Como responsável pela automação de uma indústria, foi delegada a você a criação de um
programa em Ladder para o portão da fábrica. O funcionamento deve ser semelhante ao de um
portão residencial de apenas um botão (normalmente aberto), ou seja, este único botão deve
ser responsável por abrir, fechar e parar o portão. Dois sensores de fim de curso configurados
como normalmente abertos limitam a abertura e o fechamento do portão, sendo cada um deles
colocado no limite de avanço e recuo do portão. Um contator faz a comutação do sentido de
giro do motor, e um outro contator habilita a energização do motor, permitindo que ele possua
estados energizados e desenergizados.
O escopo da lógica do programa é a seguinte:
- Se o portão estiver parado, o click do botão deve colocá-lo em movimento contrário ao
movimento anterior, ou seja, se anteriormente o portão estava abrindo, agora ele deve se
movimentar para fechar, e vice-versa. A parada do portão não deve ser considerada um
movimento.
- Se o portão estiver em movimento, o click do botão deve pará-lo.
- Ao atingir qualquer um dos sensores de fim de curso, o portão deve parar.
- Toda ação do botão só deve ter efeito após ele ser solto, ou seja, enquanto o botão estiver
pressionado ele não funcionará.
- Se a bobina do contator de sentido de giro do motor estiver desenergizada, o portão se
movimenta para fechar. Se a bobina do contator de sentido de giro do motor estiver
energizada, o portão se movimenta para abrir.
- Para parar o motor, basta abrir o contato que o energiza, e vice-versa.
- Só devem ser utilizados os blocos de contato aberto e fechado, bobina simples, set e reset, e
detectores de borda de subida e descida.
- O estado inicial do programa deve considerar o portão como fechado.

Recomendados

ATIVIDADE 1 - INFORMATICA INDUSTRIAL 53 - 2023.docx
ATIVIDADE 1 - INFORMATICA INDUSTRIAL 53 - 2023.docxATIVIDADE 1 - INFORMATICA INDUSTRIAL 53 - 2023.docx
ATIVIDADE 1 - INFORMATICA INDUSTRIAL 53 - 2023.docxMarceloKonish
 
ATIVIDADE 1 - INFORMATICA INDUSTRIAL 53 - 2023.docx
ATIVIDADE 1 - INFORMATICA INDUSTRIAL 53 - 2023.docxATIVIDADE 1 - INFORMATICA INDUSTRIAL 53 - 2023.docx
ATIVIDADE 1 - INFORMATICA INDUSTRIAL 53 - 2023.docxHugo Oliveira
 
ATIVIDADE 1 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 1 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdfATIVIDADE 1 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 1 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdfromuloswati
 
ATIVIDADE 3 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 3 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdfATIVIDADE 3 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 3 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdfromuloswati
 
ATIVIDADE 3 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 3 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdfATIVIDADE 3 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 3 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL - 51 2023.pdfromuloswati
 
1.1. Faça uma IHM para controle e monitoramento do acionamento do motor. Ela...
1.1. Faça uma IHM  para controle e monitoramento do acionamento do motor. Ela...1.1. Faça uma IHM  para controle e monitoramento do acionamento do motor. Ela...
1.1. Faça uma IHM para controle e monitoramento do acionamento do motor. Ela...Unicesumar
 
Trabalhando na automação de uma máquina, você notou que seria necessário faze...
Trabalhando na automação de uma máquina, você notou que seria necessário faze...Trabalhando na automação de uma máquina, você notou que seria necessário faze...
Trabalhando na automação de uma máquina, você notou que seria necessário faze...ASSESSORIA ACADÊMICA TIRE 10
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a ATV1 INFORMÁTICA INDUSTRIAL.docx

Apostila introdução de injeção eletrônica
Apostila introdução de injeção eletrônicaApostila introdução de injeção eletrônica
Apostila introdução de injeção eletrônicaKasalcaruaru Elaele
 
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsaVicenteAlvarez32
 
Apostila plc - siemens step 7
Apostila   plc - siemens step 7Apostila   plc - siemens step 7
Apostila plc - siemens step 7Roberto Sousa
 
Chaves codificadas e Módulos injeção eletrônica D1 fg549r8t9w8esa66fa59ew8r
Chaves codificadas e Módulos injeção eletrônica      D1 fg549r8t9w8esa66fa59ew8rChaves codificadas e Módulos injeção eletrônica      D1 fg549r8t9w8esa66fa59ew8r
Chaves codificadas e Módulos injeção eletrônica D1 fg549r8t9w8esa66fa59ew8rVASCOIA
 
Programar pic em c motor passo
Programar pic em c motor passoProgramar pic em c motor passo
Programar pic em c motor passoMario Angelo
 
CHAVES CODIFICAS E MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA 8996 g6h66j6k6k5l55hj6g6f66s
CHAVES CODIFICAS E MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA   8996 g6h66j6k6k5l55hj6g6f66sCHAVES CODIFICAS E MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA   8996 g6h66j6k6k5l55hj6g6f66s
CHAVES CODIFICAS E MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA 8996 g6h66j6k6k5l55hj6g6f66slucianoesdras
 
MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA E CHAVES CODIFICADAS ...
MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA  E CHAVES CODIFICADAS                             ...MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA  E CHAVES CODIFICADAS                             ...
MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA E CHAVES CODIFICADAS ...VASCOIA
 
In 014-rev-2.01
In 014-rev-2.01In 014-rev-2.01
In 014-rev-2.01Luiz Cruz
 
Ab injecao electronica
Ab injecao electronicaAb injecao electronica
Ab injecao electronicaPaulo Jorge
 
Guia de primeiros passos do logo!
Guia de primeiros passos do logo!Guia de primeiros passos do logo!
Guia de primeiros passos do logo!Marcio Miranda
 
Tudo sobre placa de portão Garen G1 ou Unisystem
Tudo sobre placa de portão Garen G1 ou Unisystem Tudo sobre placa de portão Garen G1 ou Unisystem
Tudo sobre placa de portão Garen G1 ou Unisystem Luiz Avelar
 
Manual de treinamento jsc 4100 - 5000 - Português
Manual de treinamento     jsc 4100 - 5000 - PortuguêsManual de treinamento     jsc 4100 - 5000 - Português
Manual de treinamento jsc 4100 - 5000 - PortuguêsAndré Sá
 
Treinamento robolab intermediario 20100316
Treinamento robolab intermediario   20100316Treinamento robolab intermediario   20100316
Treinamento robolab intermediario 20100316clubhousejdconceicao
 
Treinamento robolab intermediario 20100316
Treinamento robolab intermediario   20100316Treinamento robolab intermediario   20100316
Treinamento robolab intermediario 20100316clubhousejdconceicao
 

Semelhante a ATV1 INFORMÁTICA INDUSTRIAL.docx (20)

Apostila introdução de injeção eletrônica
Apostila introdução de injeção eletrônicaApostila introdução de injeção eletrônica
Apostila introdução de injeção eletrônica
 
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
 
Apostila de CLP / PLC
Apostila de CLP / PLCApostila de CLP / PLC
Apostila de CLP / PLC
 
Apostila plc - siemens step 7
Apostila   plc - siemens step 7Apostila   plc - siemens step 7
Apostila plc - siemens step 7
 
Chaves codificadas e Módulos injeção eletrônica D1 fg549r8t9w8esa66fa59ew8r
Chaves codificadas e Módulos injeção eletrônica      D1 fg549r8t9w8esa66fa59ew8rChaves codificadas e Módulos injeção eletrônica      D1 fg549r8t9w8esa66fa59ew8r
Chaves codificadas e Módulos injeção eletrônica D1 fg549r8t9w8esa66fa59ew8r
 
Mi 2
Mi 2Mi 2
Mi 2
 
Mi 2
Mi 2Mi 2
Mi 2
 
Programar pic em c motor passo
Programar pic em c motor passoProgramar pic em c motor passo
Programar pic em c motor passo
 
01 m
01 m01 m
01 m
 
Trabalho final
Trabalho finalTrabalho final
Trabalho final
 
CHAVES CODIFICAS E MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA 8996 g6h66j6k6k5l55hj6g6f66s
CHAVES CODIFICAS E MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA   8996 g6h66j6k6k5l55hj6g6f66sCHAVES CODIFICAS E MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA   8996 g6h66j6k6k5l55hj6g6f66s
CHAVES CODIFICAS E MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA 8996 g6h66j6k6k5l55hj6g6f66s
 
MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA E CHAVES CODIFICADAS ...
MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA  E CHAVES CODIFICADAS                             ...MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA  E CHAVES CODIFICADAS                             ...
MÓDULOS INJEÇÃO ELETRÔNICA E CHAVES CODIFICADAS ...
 
In 014-rev-2.01
In 014-rev-2.01In 014-rev-2.01
In 014-rev-2.01
 
Ab injecao electronica
Ab injecao electronicaAb injecao electronica
Ab injecao electronica
 
Guia de primeiros passos do logo!
Guia de primeiros passos do logo!Guia de primeiros passos do logo!
Guia de primeiros passos do logo!
 
ATmega Prática
ATmega PráticaATmega Prática
ATmega Prática
 
Tudo sobre placa de portão Garen G1 ou Unisystem
Tudo sobre placa de portão Garen G1 ou Unisystem Tudo sobre placa de portão Garen G1 ou Unisystem
Tudo sobre placa de portão Garen G1 ou Unisystem
 
Manual de treinamento jsc 4100 - 5000 - Português
Manual de treinamento     jsc 4100 - 5000 - PortuguêsManual de treinamento     jsc 4100 - 5000 - Português
Manual de treinamento jsc 4100 - 5000 - Português
 
Treinamento robolab intermediario 20100316
Treinamento robolab intermediario   20100316Treinamento robolab intermediario   20100316
Treinamento robolab intermediario 20100316
 
Treinamento robolab intermediario 20100316
Treinamento robolab intermediario   20100316Treinamento robolab intermediario   20100316
Treinamento robolab intermediario 20100316
 

Mais de trabsacad3

MAPA TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
MAPA TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docxMAPA TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
MAPA TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docxtrabsacad3
 
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO 1.pdf
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO 1.pdfMAPA ENGENHARIA DO PRODUTO 1.pdf
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO 1.pdftrabsacad3
 
MAPA TOPOGRAFIA.docx
MAPA TOPOGRAFIA.docxMAPA TOPOGRAFIA.docx
MAPA TOPOGRAFIA.docxtrabsacad3
 
MAPA DE CONTROLE DE QUALIDADE E METROLOGIA.docx
MAPA DE CONTROLE DE QUALIDADE E METROLOGIA.docxMAPA DE CONTROLE DE QUALIDADE E METROLOGIA.docx
MAPA DE CONTROLE DE QUALIDADE E METROLOGIA.docxtrabsacad3
 
ATV1 TOPOGRAFIA.docx
ATV1 TOPOGRAFIA.docxATV1 TOPOGRAFIA.docx
ATV1 TOPOGRAFIA.docxtrabsacad3
 
ATV1 TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
ATV1 TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docxATV1 TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
ATV1 TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docxtrabsacad3
 
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.docx
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.docxMAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.docx
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.docxtrabsacad3
 
ATV1 CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO.docx
ATV1 CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO.docxATV1 CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO.docx
ATV1 CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO.docxtrabsacad3
 
MAPA VIBRAÇÕES MECANICAS E ACUSTICAS (2).pdf
MAPA VIBRAÇÕES MECANICAS E ACUSTICAS (2).pdfMAPA VIBRAÇÕES MECANICAS E ACUSTICAS (2).pdf
MAPA VIBRAÇÕES MECANICAS E ACUSTICAS (2).pdftrabsacad3
 
ATV1 MAPEAMENTO DE PROCESSO.docx
ATV1 MAPEAMENTO DE PROCESSO.docxATV1 MAPEAMENTO DE PROCESSO.docx
ATV1 MAPEAMENTO DE PROCESSO.docxtrabsacad3
 
ATV1 MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES.docx
ATV1 MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES.docxATV1 MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES.docx
ATV1 MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES.docxtrabsacad3
 
MAPA PROJETO MECANICO.pdf
MAPA PROJETO MECANICO.pdfMAPA PROJETO MECANICO.pdf
MAPA PROJETO MECANICO.pdftrabsacad3
 
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.pdf
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.pdfMAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.pdf
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.pdftrabsacad3
 

Mais de trabsacad3 (13)

MAPA TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
MAPA TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docxMAPA TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
MAPA TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
 
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO 1.pdf
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO 1.pdfMAPA ENGENHARIA DO PRODUTO 1.pdf
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO 1.pdf
 
MAPA TOPOGRAFIA.docx
MAPA TOPOGRAFIA.docxMAPA TOPOGRAFIA.docx
MAPA TOPOGRAFIA.docx
 
MAPA DE CONTROLE DE QUALIDADE E METROLOGIA.docx
MAPA DE CONTROLE DE QUALIDADE E METROLOGIA.docxMAPA DE CONTROLE DE QUALIDADE E METROLOGIA.docx
MAPA DE CONTROLE DE QUALIDADE E METROLOGIA.docx
 
ATV1 TOPOGRAFIA.docx
ATV1 TOPOGRAFIA.docxATV1 TOPOGRAFIA.docx
ATV1 TOPOGRAFIA.docx
 
ATV1 TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
ATV1 TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docxATV1 TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
ATV1 TEORIA DAS ESTRUTURAS 1.docx
 
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.docx
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.docxMAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.docx
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.docx
 
ATV1 CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO.docx
ATV1 CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO.docxATV1 CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO.docx
ATV1 CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO.docx
 
MAPA VIBRAÇÕES MECANICAS E ACUSTICAS (2).pdf
MAPA VIBRAÇÕES MECANICAS E ACUSTICAS (2).pdfMAPA VIBRAÇÕES MECANICAS E ACUSTICAS (2).pdf
MAPA VIBRAÇÕES MECANICAS E ACUSTICAS (2).pdf
 
ATV1 MAPEAMENTO DE PROCESSO.docx
ATV1 MAPEAMENTO DE PROCESSO.docxATV1 MAPEAMENTO DE PROCESSO.docx
ATV1 MAPEAMENTO DE PROCESSO.docx
 
ATV1 MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES.docx
ATV1 MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES.docxATV1 MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES.docx
ATV1 MICROPROCESSADORES E MICROCONTROLADORES.docx
 
MAPA PROJETO MECANICO.pdf
MAPA PROJETO MECANICO.pdfMAPA PROJETO MECANICO.pdf
MAPA PROJETO MECANICO.pdf
 
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.pdf
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.pdfMAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.pdf
MAPA ENGENHARIA DO PRODUTO.pdf
 

Último

(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS II - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS II - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS II - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS II - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...mariaclarinhaa2723
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...daimonkonicz6
 
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...Unicesumar
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...daimonkonicz6
 
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...AcademicaDlaUnicesum
 
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024Unicesumar
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
Após uma detalhada e desafiadora verificação da situação e da empresa, você d...
Após uma detalhada e desafiadora verificação da situação e da empresa, você d...Após uma detalhada e desafiadora verificação da situação e da empresa, você d...
Após uma detalhada e desafiadora verificação da situação e da empresa, você d...Unicesumar
 
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Unicesumar
 
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...mariaclarinhaa2723
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.pptJefersonCavalcante10
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024dl assessoria 8
 
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvRenandantas16
 
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...AaAssessoriadll
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - VIBRAÇÕES MECÂNICAS E ACÚSTICAS - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - VIBRAÇÕES MECÂNICAS E ACÚSTICAS - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - VIBRAÇÕES MECÂNICAS E ACÚSTICAS - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - VIBRAÇÕES MECÂNICAS E ACÚSTICAS - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...assedlmoi
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS - 51 2024.docxdaimonkonicz6
 
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...AaAssessoriadll
 

Último (20)

(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS II - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS II - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS II - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS II - 51 2024.docx
 
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA ECIV - MAPA - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 2024 5...
 
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51 20...
 
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
A prescrição de exercícios físicos deve ser realizada de forma correta e base...
 
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
 
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
(43)99668 6495 ASSESSORIA MAPA - TEORIA DAS ESTRUTURAS I - 51 2024.docx
 
Após uma detalhada e desafiadora verificação da situação e da empresa, você d...
Após uma detalhada e desafiadora verificação da situação e da empresa, você d...Após uma detalhada e desafiadora verificação da situação e da empresa, você d...
Após uma detalhada e desafiadora verificação da situação e da empresa, você d...
 
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
Comente sobre a importância da análise da margem de contribuição para maximiz...
 
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
Um País na América do Sul foi denunciado por violação a direitos humanos pelo...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
75172524-rolamentos-especificacao-falhas.ppt
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
 
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - VIBRAÇÕES MECÂNICAS E ACÚSTICAS - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - VIBRAÇÕES MECÂNICAS E ACÚSTICAS - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - VIBRAÇÕES MECÂNICAS E ACÚSTICAS - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - VIBRAÇÕES MECÂNICAS E ACÚSTICAS - 51 2024.docx
 
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
O uso de cartilhas é de um ensino não contextualizado com a realidade das cri...
 
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS - 51 2024.docx(43)98816 5388 ASSESSORIA  MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS - 51 2024.docx
(43)98816 5388 ASSESSORIA MAPA - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS - 51 2024.docx
 
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
Considerando a importância da gestão de riscos no cenário empresarial brasile...
 

ATV1 INFORMÁTICA INDUSTRIAL.docx

  • 2. ATIVIDADE DE ESTUDO 1 - INFORMÁTICA INDUSTRIAL QUESTÃO 1 1) Dada a diversidade existente de CLPs, é do cotidiano do profissional da área buscar referências no manual do usuário do equipamento utilizado no momento. Dito isso: a) Procure na internet os manuais do usuário dos CLPs Schneider Modicon M221 e do Siemens S7-1200, e encontre neles a forma de realização da conversão analógica-digital. Coloque um print da parte do manual que faz essa explicação para evidenciar a sua busca. Observação: caso apresente dificuldades com a língua inglesa, utilize ferramentas de tradução, como o Google Tradutor, e use palavras-chaves, como “entradas analógicas”, para te auxiliar a encontrar as informações. b) Supondo um sinal com range de 10V, encontre o valor digital obtido em cada um dos CLPs citados quando o valor amostrado for de 3,3V e 8V. Observação: utilizar o valor de referência das CPUs com entrada analógica, e não o dos módulos de expansão. 2) Como responsável pela automação de uma indústria, foi delegada a você a criação de um programa em Ladder para o portão da fábrica. O funcionamento deve ser semelhante ao de um portão residencial de apenas um botão (normalmente aberto), ou seja, este único botão deve ser responsável por abrir, fechar e parar o portão. Dois sensores de fim de curso configurados como normalmente abertos limitam a abertura e o fechamento do portão, sendo cada um deles colocado no limite de avanço e recuo do portão. Um contator faz a comutação do sentido de giro do motor, e um outro contator habilita a energização do motor, permitindo que ele possua estados energizados e desenergizados. O escopo da lógica do programa é a seguinte: - Se o portão estiver parado, o click do botão deve colocá-lo em movimento contrário ao movimento anterior, ou seja, se anteriormente o portão estava abrindo, agora ele deve se movimentar para fechar, e vice-versa. A parada do portão não deve ser considerada um movimento. - Se o portão estiver em movimento, o click do botão deve pará-lo. - Ao atingir qualquer um dos sensores de fim de curso, o portão deve parar. - Toda ação do botão só deve ter efeito após ele ser solto, ou seja, enquanto o botão estiver pressionado ele não funcionará. - Se a bobina do contator de sentido de giro do motor estiver desenergizada, o portão se movimenta para fechar. Se a bobina do contator de sentido de giro do motor estiver energizada, o portão se movimenta para abrir. - Para parar o motor, basta abrir o contato que o energiza, e vice-versa. - Só devem ser utilizados os blocos de contato aberto e fechado, bobina simples, set e reset, e detectores de borda de subida e descida. - O estado inicial do programa deve considerar o portão como fechado.