SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
É bom olhar, sentir o mundo que nos rodeia.  Por vezes questionamo-nos sobre as pessoas que o compõem.  Tantas histórias de vidas que passam pelo nosso olhar, que passam pelo nosso abraço.  Mas no fundo estivemos aqui por reconhecer:  “ a diferença que um simples sorriso pode fazer" Há quem não consiga voltar as costas,  não consiga fechar as portas do coração.  Esse coração que rejubila quando sente que fez mais do que bater dentro do peito.  Mas há momentos em que também o coração chora, lágrimas que não deixa cair dos olhos.  A indiferença com que passam sem se deter,  sem se questionar se estão a agir certo,  se cada gesto seu não doerá em quem apenas quis cuidar, em quem apenas quis ajudar a erguer.  Então, na nossa humildade, entendemos a luminosidade daqueles que entregaram a vida a fazer o bem.  E encontramos sentido nas suas palavras, nos seus gestos.  Porque “As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável” E que não há maior retribuição do que:  “ Permitir que alguém saia da nossa presença sentindo-se melhor e mais feliz” Quando adquirimos consciência que: “ O importante não é o que se dá, mas o amor com que se dá” Mas por mais que tentemos:  “ Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração” Porque:  “  As palavras que não dão luz aumentam a escuridão” Por vezes a decepção faz-nos quase desistir, mas aprendemos que por muito tempo que passe:  “ Quando não conseguir galopar através dos anos, trote.  Quando não conseguir trotar, caminhe.  Quando não conseguir caminhar, use uma bengala.  Mas nunca se detenha!” E mesmo que o tempo seja lento na tentativa de chegar à meta: “Tenha sempre presente que a pele se enruga,  o cabelo embranquece, os dias convertem-se em anos... Mas o que é importante não muda...  a tua força e convicção não têm idade”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (16)

Camila
CamilaCamila
Camila
 
Senhor Jesus - Prece
Senhor Jesus - PreceSenhor Jesus - Prece
Senhor Jesus - Prece
 
Pessoa Certa
Pessoa CertaPessoa Certa
Pessoa Certa
 
52 Pessoacerta
52 Pessoacerta52 Pessoacerta
52 Pessoacerta
 
Amigo Certo
Amigo CertoAmigo Certo
Amigo Certo
 
Pessoa Certa
Pessoa CertaPessoa Certa
Pessoa Certa
 
Pessoacerta
PessoacertaPessoacerta
Pessoacerta
 
Make+My+Day
Make+My+DayMake+My+Day
Make+My+Day
 
Make+My+Day
Make+My+DayMake+My+Day
Make+My+Day
 
A Pessoa Certa Em Sua Vida
A Pessoa Certa Em Sua VidaA Pessoa Certa Em Sua Vida
A Pessoa Certa Em Sua Vida
 
Pessoacerta01
Pessoacerta01Pessoacerta01
Pessoacerta01
 
Pessoa Certa
Pessoa CertaPessoa Certa
Pessoa Certa
 
Pessoa certa
Pessoa certaPessoa certa
Pessoa certa
 
Makemyday
MakemydayMakemyday
Makemyday
 
pessoa certa (1)
 pessoa certa (1) pessoa certa (1)
pessoa certa (1)
 
Casos perdidos
Casos perdidosCasos perdidos
Casos perdidos
 

Destaque (20)

Difusión de los derechos humanos
Difusión de los derechos humanosDifusión de los derechos humanos
Difusión de los derechos humanos
 
Receita 03
Receita 03Receita 03
Receita 03
 
teste de avaliação 8º ano a matriz
teste de avaliação 8º ano a matrizteste de avaliação 8º ano a matriz
teste de avaliação 8º ano a matriz
 
Termo de doação pop
Termo de doação popTermo de doação pop
Termo de doação pop
 
Objetivo
ObjetivoObjetivo
Objetivo
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Ficha formacion m.dominguez
Ficha formacion m.dominguezFicha formacion m.dominguez
Ficha formacion m.dominguez
 
Generaciones tecnológicas y configuración de campos tecnologicos
Generaciones tecnológicas y configuración de campos tecnologicosGeneraciones tecnológicas y configuración de campos tecnologicos
Generaciones tecnológicas y configuración de campos tecnologicos
 
Vigilia de Pentecostés con Teresa de Jesús
Vigilia de Pentecostés con Teresa de JesúsVigilia de Pentecostés con Teresa de Jesús
Vigilia de Pentecostés con Teresa de Jesús
 
Ficha formacion m.dominguez
Ficha formacion m.dominguezFicha formacion m.dominguez
Ficha formacion m.dominguez
 
O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
O corpo humano
 
Leyenda quinto
Leyenda quintoLeyenda quinto
Leyenda quinto
 
Exp4.electricidade estática
Exp4.electricidade estáticaExp4.electricidade estática
Exp4.electricidade estática
 
Mergulhando no nosso bairro produsido tarefa 07
Mergulhando no nosso bairro produsido tarefa 07Mergulhando no nosso bairro produsido tarefa 07
Mergulhando no nosso bairro produsido tarefa 07
 
3º dia internacional alimentação
3º   dia internacional alimentação3º   dia internacional alimentação
3º dia internacional alimentação
 
acero para ormigon
acero para ormigonacero para ormigon
acero para ormigon
 
2.0
2.02.0
2.0
 
Pág.crianças 18 12-2010
Pág.crianças 18 12-2010Pág.crianças 18 12-2010
Pág.crianças 18 12-2010
 
Antivirus
AntivirusAntivirus
Antivirus
 
Algas (lâmina)
Algas (lâmina)Algas (lâmina)
Algas (lâmina)
 

Semelhante a Um sorriso (20)

Nina
NinaNina
Nina
 
Frases
FrasesFrases
Frases
 
Casos perdidos
Casos perdidosCasos perdidos
Casos perdidos
 
mensagensdereflexoes.pdf
mensagensdereflexoes.pdfmensagensdereflexoes.pdf
mensagensdereflexoes.pdf
 
Ser transparente
Ser transparenteSer transparente
Ser transparente
 
Ser transparente
Ser transparenteSer transparente
Ser transparente
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
BIBLIOTECA VIRTUAL
BIBLIOTECA VIRTUALBIBLIOTECA VIRTUAL
BIBLIOTECA VIRTUAL
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
biblioteca
bibliotecabiblioteca
biblioteca
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
Biblioteca Especial
Biblioteca EspecialBiblioteca Especial
Biblioteca Especial
 
Biblioteca cador
Biblioteca   cadorBiblioteca   cador
Biblioteca cador
 
Biblioteca
BibliotecaBiblioteca
Biblioteca
 
Bibliotéca
BibliotécaBibliotéca
Bibliotéca
 

Último

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 

Último (20)

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 

Um sorriso

  • 1. É bom olhar, sentir o mundo que nos rodeia. Por vezes questionamo-nos sobre as pessoas que o compõem. Tantas histórias de vidas que passam pelo nosso olhar, que passam pelo nosso abraço. Mas no fundo estivemos aqui por reconhecer: “ a diferença que um simples sorriso pode fazer" Há quem não consiga voltar as costas, não consiga fechar as portas do coração. Esse coração que rejubila quando sente que fez mais do que bater dentro do peito. Mas há momentos em que também o coração chora, lágrimas que não deixa cair dos olhos. A indiferença com que passam sem se deter, sem se questionar se estão a agir certo, se cada gesto seu não doerá em quem apenas quis cuidar, em quem apenas quis ajudar a erguer. Então, na nossa humildade, entendemos a luminosidade daqueles que entregaram a vida a fazer o bem. E encontramos sentido nas suas palavras, nos seus gestos. Porque “As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável” E que não há maior retribuição do que: “ Permitir que alguém saia da nossa presença sentindo-se melhor e mais feliz” Quando adquirimos consciência que: “ O importante não é o que se dá, mas o amor com que se dá” Mas por mais que tentemos: “ Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração” Porque: “ As palavras que não dão luz aumentam a escuridão” Por vezes a decepção faz-nos quase desistir, mas aprendemos que por muito tempo que passe: “ Quando não conseguir galopar através dos anos, trote. Quando não conseguir trotar, caminhe. Quando não conseguir caminhar, use uma bengala. Mas nunca se detenha!” E mesmo que o tempo seja lento na tentativa de chegar à meta: “Tenha sempre presente que a pele se enruga, o cabelo embranquece, os dias convertem-se em anos... Mas o que é importante não muda... a tua força e convicção não têm idade”