SlideShare uma empresa Scribd logo
01 ano sem o nosso amigo.




      Boletim Esperança
Informe de Estudos Espíritas, RJ, Ano II, N. 22                                                                                FEVEREIRO, 2011
                                                                                                           EDITORIAL
                                                                                                                   Saudações.
                                                                                                                   “Le monde marche” e nós marchamos
                                                                                                           com ele. Existe uma razão, e nós a
                                                                                                           compreendemos, para que sigamos firmes e
                                                                                                           resolutos. É a evolução – objetivo de Deus para
                                                                                                           com suas criaturas –, raio de luz a brilhar pelos
                                                                                                           caminhos     que    palmilhamos    refertos    de
                                                                                                           esperança.
                                                                                                                   O Espiritismo é o sustento de que
                                                                                                           necessitamos para tornar menos árido o roteiro;
                                                                                                           as lembranças de Jesus, a linfa pura que
                                                                                                           dessedenta os lábios ressequidos.
                                                                                                                    Pensando assim, oferecemos ao seu
                                                                                                           coração mais este exemplar do nosso “Boletim
                                                                                                           Esperança”, pleno das joias que nos facultam
                                                                                                           nossos gentis colaboradores.
         NESTE BOLETIM                                                                                             Com carinho,
 Capa                                                                                                                                                A EQUIPE

 EDITORIAL
                                                                                                                       “VILSON DISPOSTI”

 MENSAGEM DE CONFORTO                                                                                             Vilson Disposti fundou e dirige, desde 1991, a
                                                                                                           Casa do Caminho Ave Cristo – centro de reabilitação
 Página 02                                                                                                 para dependentes de drogas, em Birigui-SP. Exerce a
 NUNCA É CEDO PARA APRENDER                                                                                função de delegado de polícia do Estado de São
                                                                                                           Paulo; professor e mestre em Direito Penal, autor de
 COLUNA DO CAMINHO
                                                                                                           diversos artigos jurídicos. Tem realizado palestras e
                                                                                                           seminários espíritas pelo país em diversos Estados,
 Página 03                                                                                                 ressaltando a necessidade de se compreender a
 MENSAGEM DO MÊS                                                                                           “totalidade do ser humano, para o seu desenvolvi-
                                                                                                           mento e plenitude”. Tem participado de entrevistas
 COMO ACONTECE O AMOR                                                                                      em diversos jornais e programas de rádio e televisão.

 Página 04
                                                                                                                 “Há pessoas que
 DESILUSÃO
                                                                                                              transformam o sol em
 ANIVERSARIANTES DO MÊS                                                                                       uma pequena mancha
                                                                                                                amarela, porém há
 EXPEDIENTE                                                                                                   também as que fazem
 PROGRAMAÇÃO DA CASA                                       MENSAGEM DE CONFORTO                                  de uma simples
                                                     Do livro Busca e Acharás de André Luiz                      mancha amarela
 DATAS IMPORTANTES                                                                                                o próprio sol.”
                                                          Quando você se observar à beira do desânimo,
                                                     acelere o passo para frente, proibindo-se parar.
                                                          Ore, pedindo a Deus mais luz para vencer as
                                                     sombras. Faça algo de bom, além do cansaço em                                       VI Seminário SAEP
                                                     que se veja. Leia uma página edificante que lhe                                  Serviço de Assistência
                                                     auxilie o raciocínio na mudança construtiva de                                   Espírita ao Preso.
                                                     ideias.
                                                          Tente contatar pessoas cuja conversação seja                                       Tema central:
                                                     possível ouvir palavras e instruções que lhe                                        “O criminoso na
Crônicas de família é um programa apresentado        enobreçam os pensamentos. Preste um favor,                                           visão espírita”
por Ana e Anete Guimarães, sendo                     especialmente aquele favor que você esteja adiando.
recomendado para toda a família, por abordar              Visite um enfermo buscando reconforto                                       Expositor: Gerson Simões
temas e casos diferenciados, sempre                  naqueles que atravessam dificuldades maiores que                                 Data: 20/03/2011(domingo)
relacionados à convivência familiar, com             as suas. Atenda às tarefas imediatas que esperam
                                                                                                                                      Horário: 8h às 12h10
orientações para a solução de eventuais conflitos.   por você e que lhe impeçam qualquer demora nas
                                                     nuvens do desalento.                                                                   Local: CEERJ

                                                                Boletim Esperança – Página 1
NUNCA É CEDO PARA                                                  COLUNA DO CAMINHO
                    APRENDER BRINCANDO
                                                                                            GERALDO GUIMARÃES
                        “Cabendo-lhe fundar a era do progresso moral, a    O NOSSO EMBAIXADOR NA PÁTRIA ESPIRITUAL
                        nova geração se distingue por inteligência e
                        razão geralmente precoces, juntas ao sentimento        Um ano se passou e a sua presença continua viva em nossos
                        inato do bem e a crenças espiritualistas, o que    corações e nesta casa que ajudou a fundar contribuindo para mantê-
                        constitui sinal indubitável de certo grau de
                        adiantamento anterior. Não se comporá              la erguida como um templo de orações, estudos e boas ações.
                        exclusivamente de Espíritos eminentemente          Conduzia como ninguém as reuniões doutrinárias e as suas preces
                        superiores, mas dos que, já tendo progredido, se   despertavam nossas consciências.
                        acham predispostos a assimilar todas as ideias
                        progressistas e aptos a secundar o movimento de        Geraldo, sempre dotado de apurado senso de humor, nunca
                        regeneração.”                                      perdia a oportunidade de contar uma história com um jeito peculiar
                                        Hippolyte Léon Denizard Rivail
                                                                           de fazê-lo, culminando sempre com um bom aprendizado. Quando
        As formas tradicionais de educar e ensinar, aos poucos, vão        requisitado para um aconselhamento, sabia ouvir com atenção e
dando lugar para novos métodos em sistemas cada vez mais voltados          nunca deixava de usar de franqueza, quando necessário, mas
para o prazer e o envolvimento.                                            confortava acrescentando: “– Nós já fizemos a opção pelo bem.”
       A aprendizagem menos formal e mais natural, com resultados              Quanta falta ele nos faz! Como bom baiano, nas refeições, não
muitas vezes surpreendentes, quase sempre, acaba acontecendo por           dispensava uma farinha e se tivesse rapadura, a satisfação estava
acaso ou quando menos se espera.                                           garantida. Era a simplicidade em pessoa.
                                                                               Geraldo Guimarães, ainda muito jovem, iniciou, na Bahia, a
         Nem sempre percebemos porque, na maioria das vezes, esse
                                                                           sua vida espiritual, assim como a carreira profissional e, desde
“aprendizado casual” acontece longe dos bancos escolares ou das
                                                                           então, foi adquirindo múltiplas experiências por onde passou, até
reuniões familiares. Fora desses ambientes, a criança também não
                                                                           aposentar-se e poder dedicar-se integralmente ao Clube de Arte.
formaliza o aprendizado, ou seja, não tem a menor ideia do que está
                                                                           Foi a sua realização pessoal. Das inúmeras histórias que contou,
aprendendo, pois nada foi planejado e ela também não buscava aquilo.
                                                                           lembro-me bem desta:
Simplesmente aprendeu e pronto. Se vai usar depois ou não, é outra
                                                                               – “Certo homem pedira moratória de sua vida por mais um ano,
história.
                                                                           para redimir-se, porém, ao término do prazo, tentou ludibriar a
        Recentemente, circulou a notícia, mais em caráter de               morte: mudando-se para outra cidade e raspando sua cabeça, foi
curiosidade, sobre uma menina de apenas 2 anos de idade que salvou a       curtir a vida numa festa. A morte, não o encontrando, seguiu para a
mãe que passou mal dentro de casa, no interior da Inglaterra.              cidade vizinha e ao chegar à festa decidiu que levaria aquele
                                                                           “careca” para não perder a viagem.” E Geraldo acrescentava – “a
        Quando a mãe pediu que a criança a
                                                                           morte é a coisa mais certa que temos na vida, ninguém foge dela”.
ajudasse a pegar o telefone, esta discou para a
                                                                               Obrigada pelos ensinamentos que aprendi através de você,
emergência.           Depois, a mãe disse que
                                                                           Geraldo.
ouviu a filha conversar ao telefone, mas pensou
                                                                               Entrevistei alguns colaboradores sobre o que Geraldo
que ela tivesse apertado o botão de rediscagem.
                                                                           Guimarães representou em suas vidas. Eis os depoimentos:
        Na verdade, a criança estava falando                                   – Geraldo, você sempre foi a alma do Caminho da Esperança.
com uma operadora do serviço de emergência.                                (Zezé Silva)
Para conseguir isso, precisou dar seu nome,                                    – Geraldo, seu maior ensinamento foi no combate à
telefone e endereço. Em seguida, ela abriu a                               maledicência, pois você, a todo momento, expressou uma visão
porta para os vizinhos e paramédicos que foram                             cristã benevolente para com os outros. (Rose)
ajudar sua mãe.                                                                – Querido irmão Geraldo, as tuas palavras ecoam em meu
        No dia anterior, a menina havia assistido a um episódio do         mundo íntimo como uma música doce, porém firme, falando da
programa infantil Tweenies, em que os personagens ensinavam como           vida, de Jesus. Que seus efeitos retornem a ti, envolvendo-te em
ligar para o número de emergência.                                         vibrações de paz. (Claudia)
                              Eugenia Maria Pinheiro Ramires                   – Geraldo, sempre senti em você um espírito amigo, às vezes
                                                                           pai, às vezes irmão. Até breve! (Léa Laucas).

                                                                           O CRISTO REDENTOR RECEBERÁ
                                                                            ILUMINAÇÃO ESPECIAL NO DIA
                                                                           02 DE ABRIL PARA COMEMORAR
                                                                                  O DIA MUNDIAL DA
                                                                           CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO

                                                     Boletim Esperança – Página 2
agradável em qualquer ocasião, ele sempre soube orientar
                                                                             com o aconselhamento gentil. Houve dia em que desafiado a




          Leon Tolstoi já se pronunciou sobre o tema com a obra-prima que dá nome a este artigo, conhecida no mundo inteiro.
          Outros analistas, escritores, políticos, religiosos, sociólogos, antropólogos, historiadores, educadores e até poetas
  também se manifestaram sobre a hediondez das guerras.
          Salvo raríssimas exceções, o clamor é geral em favor do entendimento dialogal: marcha e contramarcha, discussões e
  concessões, intermediações de pessoas, ideias e órgãos especializados (ONU, ONGs, Movimento pela Paz e pelo Amor), e
  até holocaustos pessoais de idealistas procedendo à própria morte em sacrifícios públicos aterradores.
          O homem jamais pôde evoluir sem as guerras. Parece que o uso da violência, da destruição e da morte é a chave do
  progresso.
          No Livro dos Espíritos, pergunta 742, Allan Kardec indaga: –“Que é o que impele o homem à guerra?” Responderam
  os Benfeitores que é a “predominância da natureza animal sobre a natureza espiritual e transbordamento das paixões. No
  estado de barbaria, os povos um só direito conhecem – o do mais forte. Por isso é que, para tais povos, o de guerra é um
  estado normal. À medida que o homem progride, menos frequente se torna a guerra, porque ele lhe evita as causas [...]”.
          E ainda, na pergunta 743, ele indaga: – “Da face da Terra, algum dia, a guerra desaparecerá?” – “Sim” – disseram os
  Espíritos –, “quando os homens compreenderem a justiça e praticarem a lei de Deus. Nessa época, todos os povos serão
  irmãos.”
          O saldo de dor da guerra não pode ser dimensionado. Não há como quantificar o sofrimento. Ele transcende a análise
  racional e intelectual. Quem pode determinar o teor da dor de quem perdeu os filhos, a esposa, os pais, os irmãos, os
  amigos? Ninguém. Há dores que se perpetuam em ódio de vingança durante séculos. Muitos verdugos espirituais e
  encarnados são as vítimas de ontem que não esqueceram e nem conseguiram apagar as lembranças dolorosas. A Bondade
  Divina se derrama como linfa pura dessedentando e diluindo as concentrações odientas que envolvem mentes e corações
  feridos.
          Às vezes, na esteira dos séculos e das reencarnações, uma avalanche de mágoas e ressentimentos provoca a
  destruição de povos e nações, num círculo vicioso de vítimas que se transformam em algozes de vice-versa.
          O Livro dos Espíritos é claro quando classifica a causa da guerra como “predominância da natureza animal sobre a
  natureza espiritual”, no caráter do ser encarnado.
          Faltam ao homem as informações legítimas sobre o ser. A Doutrina Espírita, revolucionando o pensamento humano,
  faz a crítica da fé pura e, na sua Teoria do Conhecimento, promove o Espírito imortal ao homem conscientemente ético,
  realizador da própria paz.
          Só o amor constrói para a eternidade...
                                                                                                                Geraldo Guimarães
  *
      GUIMARÃES, Geraldo. Guerra e paz. Despertar – Lar Fabiano de Cristo (Informativo Mensal), Rio de Janeiro, ano 1, n. 1, maio/2003.




                                              COMO ACONTECE O AMOR
      A cena foi tocante. A mãe, entre assustada e disposta a se                  Um terceiro membro da Instituição chegou
informar sobre o ocorrido, bombardeava de perguntas o neurologista          repentinamente, participando sua aflição a todos: teriam que
de seu filho.                                                               despedi-lo. Entre tantas considerações, alguém se juntou ao
      A angústia estava estampada no rosto daquela mulher sofrida. E        grupo dizendo quase ofegante:
se seu filho fugisse? O médico afirmou que a cerca de arame farpado               – Ele resolveu ficar.
era a separação entre a fazenda clínica e o mundo. Mais que isso. Se o            Foi entre surpresos e aliviados que perguntaram sobre
rapaz insistisse em ir embora, eles mesmos dispensariam o tratamento        qual argumento fora utilizado para mudar tudo. Veio a
antidrogas e a oportunidade da visita familiar seria o aval para sua        resposta:
saída definitiva. A senhora estava perplexa. Seu filho não queria mais            – "Se você não se importa com seu sofrimento, pelo
permanecer lá.                                                              menos fique aqui por alguém que o ama. Esta será sua prova
      As famílias estavam reunidas em confraternização ao redor de          de amor.”
farta mesa de café da manhã em companhia do grupo de profissionais.               Mais uma vez o amor... Dos profissionais que entregam
Um dos dirigentes da Instituição aproximou-se da doutora e falou com        sua emoção para ajudar; das mães e pais que não medem
emoção:                                                                     esforços para dar o melhor; do reconhecimento do filho
      – Foi difícil ouvir aquela mãe. Ela chorava afirmando que sua         pródigo que fica na clínica para se tratar. Acima de tudo está
última lembrança era ter visto seu filho receber chutes na cabeça e         todo o amor de Deus nosso Pai que confia em nós, seus
                    RIGADO GERALDO
golpes por todo o corpo. Se ele saísse, ela não suportaria mais. O que      filhos, concedendo-nos sempre mais uma oportunidade.
fazer? Já ponderei com como felizes eram as oportunidades de
        Éramosfelizes, o rapaz.                                                   O amor é a mecânica do Bem.
      A doutora mudou o semblante, ela também já havia tentado
ouvir o nossoo mais fluente orador. Sorriso fácil e presença
conversar com jovem. Ele estava decidido.                                                                      Vanessa Pereira
                                                       Boletim Esperança – Página 3
DESILUSÃO                                       PROGRAMAÇÃO DA CASA
     Seria uma quarta-feira como outra qualquer, não                                         2ª Feira (20:00 às 21:00)
 fosse a expressão grave no rosto da jovem Antônia, ao
 entrar no Caminho da Esperança. Dona Ana, atenta                           PALESTRAS DOUTRINÁRIAS: LIVRO DOS ESPÍRITOS
 como de costume ao estado de ânimo dos companheiros
 que frequentam a Casa, percebe que sua amiguinha está                      07/02 – Giannina Laucas            Questões 455
 à beira de um ataque de nervos. Acena, então,
 discretamente, para que a jovem a acompanhe até a                          14/02 – Ricardo Drummond           Questões 456 a 458
 cantina. Lá chegando, sobra-lhe tempo apenas para                          21/02 – Anete Guimarães                   LIVRE
 esboçar uma pergunta:
     – O que houve contigo Antoninha?                                       28/02 – Ricardo Drummond             Questões 456 a 458
     Antes que terminasse de falar, foi interrompida.
     – Ô Dona Ana, a senhora é testemunha que eu sempre fui uma                              3ª Feira (14:50 às 15:25)
 amiga leal. Jamais trairia ninguém e sempre me ofereço para ajudar a             O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO
 todos, no entanto eu bem soube que a minha comadre, espírita como eu,
 está organizando uma festa e não me convidou. Chamou todos os meus         01/02 – Vanessa Pereira              Cap. VIII, item 20-21
 amigos e me deixou de fora. Nunca imaginei que ela fizesse isso.
                                                                            08/02 – Ricardo Drummond             Cap. IX, item 01-05
 Tamanha traição eu nunca vi. Como pude me iludir tanto? – Dona Ana
 ouviu silenciosamente o desabafo, esperando a deixa para participar da     15/02 – Rita Pontes                  Cap. IX, item 06
 conversa.
     – Minha filha, desiludir-se é uma dádiva divina. Quem está iludido,    22/02 – Rafael Pinho                 Cap. IX, item 07
 está se enganando com relação a alguém ou alguma coisa. A verdade,                          5ª Feira (19:30 às 21:00)
 tenha ela o gosto que tiver, é uma conquista que deve ser acalentada.
 Com relação à sua comadre, entretanto, eu recomendaria um pouco mais                           ESTUDO DO LIVRO
 de cautela ao fazer afirmações. Já reparou que dia é hoje?
     Desatenta Antônia respondeu:                                                 “ATUALIDADE DO PENSAMENTO ESPÍRITA”
     – Claro que sei, hoje é o dia do meu aniversário.                      03/02 – Giannina Laucas       17/02 – Rafael Laucas
     – Pois então, já lhe ocorreu que sua amiga pode estar preparando
 uma festa surpresa para você?                                              10/02 – Jair Cesario          24/02 – Anete Guimarães
     – Ô Dona Ana, não sei nem aonde me esconder de tanta vergonha.
                                                                                              Sábado (8:30 às 15:00)
 Muito obrigada pela orientação”.
     – Que Deus lhe beneficie com mais paciência nessa data, minha             ESCOLA DE ESTUDOS ESPÍRITAS ESPERANÇA
 querida.
                                                       Rafael Rodrigues
                                                                                03 de abril de 2011, de 09h às 13h
         ANIVERSARIANTES DO MÊS
                                                                                8º SEMINÁRIO BENEFICENTE
Anete Guimarães 01/02               Lélia                   20/06                    DIVALDO FRANCO
                                                                                Tema: “Mediunidade, Paranormalidade na
Laís Laucas              05/02      João José               21/02                       Transição Planetária”.
                                                                                   ÚLTIMOS INGRESSOS
Marlene                  06/02      Ian                    21/02
                                                                             DATAS IMPORTANTES DO MÊS DE FEVEREIRO
Beatriz                  06/02      Enio Laucas             23/02           01/02/1856 – Nasce Anália Emília Franco, em Resende, RJ.
                                                                            01/02/1905 – Nasce em Pacatuba, Ceará, Francisco Peixoto Lins, o
Alberto Passarelli 16/02            Ben Laucas              24/02           Peixotinho, notável médium de efeitos físicos.
                                                                            06/02/1832 – Em Paris, a Professora Amélie-Gabrielle Boudet se
                                                                            casa com o professor Hippolyte Léon Denizard Rivail.
Jair Cesário            20/02       Marcio Moraes           26/02           07/02/1901 – Em Natal, RN, desencarna a poetisa Auta de Souza.
                                                                            20/02/1822 – Em Salvador, BA, desencarna Joana Angélica, morta
EXPEDIENTE                                                                  nas lutas de Independência do Brasil, ao defender o Convento da
Direção do Jornal: Rafael Rodrigues                                         Lapa.
                                                                            26/02/1802 – Nasce Victor Hugo, escritor francês.
Secretária: Regina Celia Campos                                             26/02/1842 – Nasce Camille Flammarion, na França.
Revisora: Giannina Laucas                                                   27/02/1853 – Nasce no Rio de Janeiro, RJ, o divulgador espírita
                                                                            Francisco Dias da Cruz (filho), homeopata. Presidente da
Colaboradores:                                                              Federação Espírita Brasileira em 1890.
        Ana Guimarães                 “Geraldo Guimarães”(IM)
        Vanessa Pereira                Marcia Alves
        Rita Pontes
DIREÇÃO DA INSTITUIÇÃO
                                                                           GRUPO ESPÍRITA CAMINHO DA ESPERANÇA
Presidente: Ana Guimarães                                                  Rua Aristides Lobo, 51 – Rio Comprido
Vice-presidente: Jurandyr Paulo                                            Rio de Janeiro/RJ CEP.: 20.250-450
Secretaria: André Laucas e Vanessa Pereira                                 Tel.: (21) 2504-8512
                                                      Boletim Esperança – Página 4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal edição 1 maio2010 pag 04 01
Jornal edição 1 maio2010 pag 04 01Jornal edição 1 maio2010 pag 04 01
Jornal edição 1 maio2010 pag 04 01
ensantidade
 
Bendita nação 2011
Bendita nação 2011Bendita nação 2011
Bendita nação 2011
pscma
 
Boletim 315 - 23/12/12
Boletim 315 - 23/12/12Boletim 315 - 23/12/12
Boletim 315 - 23/12/12
stanaami
 
Jornal comunhão fevereiro2013
Jornal comunhão fevereiro2013Jornal comunhão fevereiro2013
Jornal comunhão fevereiro2013
Bernadetecebs .
 
Rcc informativo abril 2012
Rcc   informativo abril 2012Rcc   informativo abril 2012
Rcc informativo abril 2012
Wendell Penha Machado
 
Informativo das CEBs junho 2010 - nº 57
Informativo das CEBs   junho 2010 - nº 57Informativo das CEBs   junho 2010 - nº 57
Informativo das CEBs junho 2010 - nº 57
Bernadetecebs .
 
O malhete julho 2010
O malhete julho 2010O malhete julho 2010
O malhete julho 2010
Luiz castro
 
Informativo ofícial da província de campo grande junho
Informativo ofícial da província de campo grande junhoInformativo ofícial da província de campo grande junho
Informativo ofícial da província de campo grande junho
Leutherio
 
Boletim esperança 26
Boletim esperança 26Boletim esperança 26
Boletim esperança 26
Robervaldu
 
Edição(1)
 Edição(1) Edição(1)
Edição(1)
abserrana
 
Boletim esperança 30
Boletim esperança 30Boletim esperança 30
Boletim esperança 30
Robervaldu
 
Hgp#40
Hgp#40Hgp#40
BOLETIM Nº 71
BOLETIM Nº 71BOLETIM Nº 71
BOLETIM Nº 71
imelriocasca
 
JORNAL INSTITUCIONAL
JORNAL INSTITUCIONALJORNAL INSTITUCIONAL
JORNAL INSTITUCIONAL
Agencia de Propaganda Rodrigues
 
Boletim 192 (06 01-2013)
Boletim 192 (06 01-2013)Boletim 192 (06 01-2013)
Boletim 192 (06 01-2013)
Lucas Guimarães
 
31dedezembro2012 oexpresso
31dedezembro2012 oexpresso31dedezembro2012 oexpresso
31dedezembro2012 oexpresso
Jornal O EXPRESSO
 
Boletim n 023 25 12-2011
Boletim n 023  25 12-2011Boletim n 023  25 12-2011
Boletim n 023 25 12-2011
ipbingleses
 
Plano pastoral2011
Plano pastoral2011Plano pastoral2011
Plano pastoral2011
conceicaoborges
 
Informativo das CEBs/ dezembro 2010
Informativo das CEBs/  dezembro 2010Informativo das CEBs/  dezembro 2010
Informativo das CEBs/ dezembro 2010
Bernadetecebs .
 

Mais procurados (19)

Jornal edição 1 maio2010 pag 04 01
Jornal edição 1 maio2010 pag 04 01Jornal edição 1 maio2010 pag 04 01
Jornal edição 1 maio2010 pag 04 01
 
Bendita nação 2011
Bendita nação 2011Bendita nação 2011
Bendita nação 2011
 
Boletim 315 - 23/12/12
Boletim 315 - 23/12/12Boletim 315 - 23/12/12
Boletim 315 - 23/12/12
 
Jornal comunhão fevereiro2013
Jornal comunhão fevereiro2013Jornal comunhão fevereiro2013
Jornal comunhão fevereiro2013
 
Rcc informativo abril 2012
Rcc   informativo abril 2012Rcc   informativo abril 2012
Rcc informativo abril 2012
 
Informativo das CEBs junho 2010 - nº 57
Informativo das CEBs   junho 2010 - nº 57Informativo das CEBs   junho 2010 - nº 57
Informativo das CEBs junho 2010 - nº 57
 
O malhete julho 2010
O malhete julho 2010O malhete julho 2010
O malhete julho 2010
 
Informativo ofícial da província de campo grande junho
Informativo ofícial da província de campo grande junhoInformativo ofícial da província de campo grande junho
Informativo ofícial da província de campo grande junho
 
Boletim esperança 26
Boletim esperança 26Boletim esperança 26
Boletim esperança 26
 
Edição(1)
 Edição(1) Edição(1)
Edição(1)
 
Boletim esperança 30
Boletim esperança 30Boletim esperança 30
Boletim esperança 30
 
Hgp#40
Hgp#40Hgp#40
Hgp#40
 
BOLETIM Nº 71
BOLETIM Nº 71BOLETIM Nº 71
BOLETIM Nº 71
 
JORNAL INSTITUCIONAL
JORNAL INSTITUCIONALJORNAL INSTITUCIONAL
JORNAL INSTITUCIONAL
 
Boletim 192 (06 01-2013)
Boletim 192 (06 01-2013)Boletim 192 (06 01-2013)
Boletim 192 (06 01-2013)
 
31dedezembro2012 oexpresso
31dedezembro2012 oexpresso31dedezembro2012 oexpresso
31dedezembro2012 oexpresso
 
Boletim n 023 25 12-2011
Boletim n 023  25 12-2011Boletim n 023  25 12-2011
Boletim n 023 25 12-2011
 
Plano pastoral2011
Plano pastoral2011Plano pastoral2011
Plano pastoral2011
 
Informativo das CEBs/ dezembro 2010
Informativo das CEBs/  dezembro 2010Informativo das CEBs/  dezembro 2010
Informativo das CEBs/ dezembro 2010
 

Destaque

Violencia en la sociedad
Violencia en la sociedadViolencia en la sociedad
Violencia en la sociedad
ANGIECUBIDES1994
 
Violencia en la sociedad
Violencia en la sociedadViolencia en la sociedad
Violencia en la sociedad
ANGIECUBIDES1994
 
The Multiskills Experience Wildcats Forum Presentation
The Multiskills Experience Wildcats Forum PresentationThe Multiskills Experience Wildcats Forum Presentation
The Multiskills Experience Wildcats Forum Presentation
Sport Northern Ireland
 
Der lauf des lebens
Der lauf des lebensDer lauf des lebens
Der lauf des lebens
adam eva
 
Activ8 Community Coaches FSA
Activ8 Community Coaches FSAActiv8 Community Coaches FSA
Activ8 Community Coaches FSA
Sport Northern Ireland
 
Indien Palast Der Winde In Jaipur
Indien   Palast Der Winde In JaipurIndien   Palast Der Winde In Jaipur
Indien Palast Der Winde In Jaipur
adam eva
 
Violencia en la sociedad
Violencia en la sociedadViolencia en la sociedad
Violencia en la sociedad
ANGIECUBIDES1994
 
Wildcats activ8 forum oct 2011
Wildcats activ8 forum oct 2011Wildcats activ8 forum oct 2011
Wildcats activ8 forum oct 2011
Sport Northern Ireland
 
4 overseas marketing by C. Tscherne
4 overseas marketing by C. Tscherne4 overseas marketing by C. Tscherne
4 overseas marketing by C. Tscherne
TRANSROMANICA
 
Parrish fl new home
Parrish fl new homeParrish fl new home
Parrish fl new home
FLNewHomes
 
34matwe
34matwe34matwe
34matwe
luismontuno
 
Rrothenburg Ob Der Tauber
Rrothenburg Ob Der TauberRrothenburg Ob Der Tauber
Rrothenburg Ob Der Tauber
adam eva
 
Kuenstler Bogdan Prystrom
Kuenstler Bogdan PrystromKuenstler Bogdan Prystrom
Kuenstler Bogdan Prystrom
adam eva
 
Minha Primeira Apresentação
Minha Primeira ApresentaçãoMinha Primeira Apresentação
Minha Primeira Apresentação
CEDERJ
 
Wave 7 cracking-the-social-code
Wave 7 cracking-the-social-codeWave 7 cracking-the-social-code
Wave 7 cracking-the-social-code
Oli Tissen
 
Violencia en la sociedad
Violencia en la sociedadViolencia en la sociedad
Violencia en la sociedad
ANGIECUBIDES1994
 
PA Opportunities SHSCT Angela McComb
PA Opportunities SHSCT Angela McCombPA Opportunities SHSCT Angela McComb
PA Opportunities SHSCT Angela McComb
Sport Northern Ireland
 
Ignez no Slideshare
Ignez no SlideshareIgnez no Slideshare
Ignez no Slideshare
CEDERJ
 
Pembuatan container
Pembuatan containerPembuatan container
Pembuatan container
Mahros Darsin
 

Destaque (20)

Violencia en la sociedad
Violencia en la sociedadViolencia en la sociedad
Violencia en la sociedad
 
Violencia en la sociedad
Violencia en la sociedadViolencia en la sociedad
Violencia en la sociedad
 
The Multiskills Experience Wildcats Forum Presentation
The Multiskills Experience Wildcats Forum PresentationThe Multiskills Experience Wildcats Forum Presentation
The Multiskills Experience Wildcats Forum Presentation
 
Der lauf des lebens
Der lauf des lebensDer lauf des lebens
Der lauf des lebens
 
Activ8 Community Coaches FSA
Activ8 Community Coaches FSAActiv8 Community Coaches FSA
Activ8 Community Coaches FSA
 
Indien Palast Der Winde In Jaipur
Indien   Palast Der Winde In JaipurIndien   Palast Der Winde In Jaipur
Indien Palast Der Winde In Jaipur
 
Violencia en la sociedad
Violencia en la sociedadViolencia en la sociedad
Violencia en la sociedad
 
Wildcats activ8 forum oct 2011
Wildcats activ8 forum oct 2011Wildcats activ8 forum oct 2011
Wildcats activ8 forum oct 2011
 
4 overseas marketing by C. Tscherne
4 overseas marketing by C. Tscherne4 overseas marketing by C. Tscherne
4 overseas marketing by C. Tscherne
 
Parrish fl new home
Parrish fl new homeParrish fl new home
Parrish fl new home
 
34matwe
34matwe34matwe
34matwe
 
Rrothenburg Ob Der Tauber
Rrothenburg Ob Der TauberRrothenburg Ob Der Tauber
Rrothenburg Ob Der Tauber
 
Kuenstler Bogdan Prystrom
Kuenstler Bogdan PrystromKuenstler Bogdan Prystrom
Kuenstler Bogdan Prystrom
 
Minha Primeira Apresentação
Minha Primeira ApresentaçãoMinha Primeira Apresentação
Minha Primeira Apresentação
 
Wave 7 cracking-the-social-code
Wave 7 cracking-the-social-codeWave 7 cracking-the-social-code
Wave 7 cracking-the-social-code
 
Violencia en la sociedad
Violencia en la sociedadViolencia en la sociedad
Violencia en la sociedad
 
PA Opportunities SHSCT Angela McComb
PA Opportunities SHSCT Angela McCombPA Opportunities SHSCT Angela McComb
PA Opportunities SHSCT Angela McComb
 
Ignez no Slideshare
Ignez no SlideshareIgnez no Slideshare
Ignez no Slideshare
 
Pembuatan container
Pembuatan containerPembuatan container
Pembuatan container
 
concept phone poerpoint
concept phone poerpointconcept phone poerpoint
concept phone poerpoint
 

Semelhante a Boletim esperança 22

Boletim esperança 33
Boletim esperança 33Boletim esperança 33
Boletim esperança 33
Robervaldu
 
E nsantidade edição 2
E nsantidade edição 2E nsantidade edição 2
E nsantidade edição 2
ensantidade
 
Balada da União - Julho, Agosto, Setembro 2012
Balada da União - Julho, Agosto, Setembro 2012Balada da União - Julho, Agosto, Setembro 2012
Balada da União - Julho, Agosto, Setembro 2012
Lili Nabais
 
Boletim esperança 32
Boletim esperança 32Boletim esperança 32
Boletim esperança 32
Robervaldu
 
Boletim 138 (11 12-2011)
Boletim 138 (11 12-2011)Boletim 138 (11 12-2011)
Boletim 138 (11 12-2011)
Lucas Guimarães
 
Boletim n 034 11 03-2012
Boletim n 034 11 03-2012Boletim n 034 11 03-2012
Boletim n 034 11 03-2012
ipbingleses
 
Aliança_outubro_2012
Aliança_outubro_2012Aliança_outubro_2012
Aliança_outubro_2012
Movimento de Casais MCJ
 
2. publicação ld 2
2. publicação ld 22. publicação ld 2
2. publicação ld 2
Leigos
 
Publicação ld 2
Publicação ld 2Publicação ld 2
Publicação ld 2
Leigos
 
Publicação ld 2
Publicação ld 2Publicação ld 2
Publicação ld 2
Leigos
 
Publicação ld 2
Publicação ld 2Publicação ld 2
Publicação ld 2
Leigos
 
Publicação ld 2
Publicação ld 2Publicação ld 2
Publicação ld 2
Leigos
 
Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012
conceicaoborges
 
Boletim esperança 15
Boletim esperança 15Boletim esperança 15
Boletim esperança 15
Robervaldu
 
Correio sinodal 20
Correio sinodal 20Correio sinodal 20
Correio sinodal 20
dvsqprod
 
Correio sinodal 20
Correio sinodal 20Correio sinodal 20
Correio sinodal 20
dvsqprod
 
Jornal março nº162
Jornal março   nº162Jornal março   nº162
Jornal março nº162
mcj2013
 
2. publicação março
2. publicação março2. publicação março
2. publicação março
Leigos
 
2. publicação março
2. publicação março2. publicação março
2. publicação março
Leigos
 
Boletim esperança 31
Boletim esperança 31Boletim esperança 31
Boletim esperança 31
Robervaldu
 

Semelhante a Boletim esperança 22 (20)

Boletim esperança 33
Boletim esperança 33Boletim esperança 33
Boletim esperança 33
 
E nsantidade edição 2
E nsantidade edição 2E nsantidade edição 2
E nsantidade edição 2
 
Balada da União - Julho, Agosto, Setembro 2012
Balada da União - Julho, Agosto, Setembro 2012Balada da União - Julho, Agosto, Setembro 2012
Balada da União - Julho, Agosto, Setembro 2012
 
Boletim esperança 32
Boletim esperança 32Boletim esperança 32
Boletim esperança 32
 
Boletim 138 (11 12-2011)
Boletim 138 (11 12-2011)Boletim 138 (11 12-2011)
Boletim 138 (11 12-2011)
 
Boletim n 034 11 03-2012
Boletim n 034 11 03-2012Boletim n 034 11 03-2012
Boletim n 034 11 03-2012
 
Aliança_outubro_2012
Aliança_outubro_2012Aliança_outubro_2012
Aliança_outubro_2012
 
2. publicação ld 2
2. publicação ld 22. publicação ld 2
2. publicação ld 2
 
Publicação ld 2
Publicação ld 2Publicação ld 2
Publicação ld 2
 
Publicação ld 2
Publicação ld 2Publicação ld 2
Publicação ld 2
 
Publicação ld 2
Publicação ld 2Publicação ld 2
Publicação ld 2
 
Publicação ld 2
Publicação ld 2Publicação ld 2
Publicação ld 2
 
Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012Semeando outubro 2012
Semeando outubro 2012
 
Boletim esperança 15
Boletim esperança 15Boletim esperança 15
Boletim esperança 15
 
Correio sinodal 20
Correio sinodal 20Correio sinodal 20
Correio sinodal 20
 
Correio sinodal 20
Correio sinodal 20Correio sinodal 20
Correio sinodal 20
 
Jornal março nº162
Jornal março   nº162Jornal março   nº162
Jornal março nº162
 
2. publicação março
2. publicação março2. publicação março
2. publicação março
 
2. publicação março
2. publicação março2. publicação março
2. publicação março
 
Boletim esperança 31
Boletim esperança 31Boletim esperança 31
Boletim esperança 31
 

Mais de Robervaldu

Boletim esperança 46
Boletim esperança 46Boletim esperança 46
Boletim esperança 46
Robervaldu
 
Boletim esperança 45
Boletim esperança 45Boletim esperança 45
Boletim esperança 45
Robervaldu
 
Boletim esperança 44
Boletim esperança 44Boletim esperança 44
Boletim esperança 44
Robervaldu
 
Boletim esperança 42
Boletim esperança 42Boletim esperança 42
Boletim esperança 42
Robervaldu
 
Boletim esperança 41
Boletim esperança 41Boletim esperança 41
Boletim esperança 41
Robervaldu
 
Boletim esperança 40
Boletim esperança 40Boletim esperança 40
Boletim esperança 40
Robervaldu
 
Boletim esperança 39
Boletim esperança 39Boletim esperança 39
Boletim esperança 39
Robervaldu
 
Boletim esperança 38
Boletim esperança 38Boletim esperança 38
Boletim esperança 38
Robervaldu
 
Boletim esperança 37
Boletim esperança 37Boletim esperança 37
Boletim esperança 37
Robervaldu
 
Boletim esperança 36
Boletim esperança 36Boletim esperança 36
Boletim esperança 36
Robervaldu
 
Boletim esperança 35
Boletim esperança 35Boletim esperança 35
Boletim esperança 35
Robervaldu
 
Boletim esperança 34
Boletim esperança 34Boletim esperança 34
Boletim esperança 34
Robervaldu
 
Boletim esperança 29
Boletim esperança 29Boletim esperança 29
Boletim esperança 29
Robervaldu
 
Boletim esperança 27
Boletim esperança 27Boletim esperança 27
Boletim esperança 27
Robervaldu
 
Boletim esperança 25
Boletim esperança 25Boletim esperança 25
Boletim esperança 25
Robervaldu
 
Boletim esperança 23
Boletim esperança 23Boletim esperança 23
Boletim esperança 23
Robervaldu
 
Boletim esperança 21
Boletim esperança 21Boletim esperança 21
Boletim esperança 21
Robervaldu
 
Boletim esperança 20
Boletim esperança 20Boletim esperança 20
Boletim esperança 20
Robervaldu
 
Boletim esperança 19
Boletim esperança 19Boletim esperança 19
Boletim esperança 19
Robervaldu
 
Boletim esperança 18
Boletim esperança 18Boletim esperança 18
Boletim esperança 18
Robervaldu
 

Mais de Robervaldu (20)

Boletim esperança 46
Boletim esperança 46Boletim esperança 46
Boletim esperança 46
 
Boletim esperança 45
Boletim esperança 45Boletim esperança 45
Boletim esperança 45
 
Boletim esperança 44
Boletim esperança 44Boletim esperança 44
Boletim esperança 44
 
Boletim esperança 42
Boletim esperança 42Boletim esperança 42
Boletim esperança 42
 
Boletim esperança 41
Boletim esperança 41Boletim esperança 41
Boletim esperança 41
 
Boletim esperança 40
Boletim esperança 40Boletim esperança 40
Boletim esperança 40
 
Boletim esperança 39
Boletim esperança 39Boletim esperança 39
Boletim esperança 39
 
Boletim esperança 38
Boletim esperança 38Boletim esperança 38
Boletim esperança 38
 
Boletim esperança 37
Boletim esperança 37Boletim esperança 37
Boletim esperança 37
 
Boletim esperança 36
Boletim esperança 36Boletim esperança 36
Boletim esperança 36
 
Boletim esperança 35
Boletim esperança 35Boletim esperança 35
Boletim esperança 35
 
Boletim esperança 34
Boletim esperança 34Boletim esperança 34
Boletim esperança 34
 
Boletim esperança 29
Boletim esperança 29Boletim esperança 29
Boletim esperança 29
 
Boletim esperança 27
Boletim esperança 27Boletim esperança 27
Boletim esperança 27
 
Boletim esperança 25
Boletim esperança 25Boletim esperança 25
Boletim esperança 25
 
Boletim esperança 23
Boletim esperança 23Boletim esperança 23
Boletim esperança 23
 
Boletim esperança 21
Boletim esperança 21Boletim esperança 21
Boletim esperança 21
 
Boletim esperança 20
Boletim esperança 20Boletim esperança 20
Boletim esperança 20
 
Boletim esperança 19
Boletim esperança 19Boletim esperança 19
Boletim esperança 19
 
Boletim esperança 18
Boletim esperança 18Boletim esperança 18
Boletim esperança 18
 

Boletim esperança 22

  • 1. 01 ano sem o nosso amigo. Boletim Esperança Informe de Estudos Espíritas, RJ, Ano II, N. 22 FEVEREIRO, 2011 EDITORIAL Saudações. “Le monde marche” e nós marchamos com ele. Existe uma razão, e nós a compreendemos, para que sigamos firmes e resolutos. É a evolução – objetivo de Deus para com suas criaturas –, raio de luz a brilhar pelos caminhos que palmilhamos refertos de esperança. O Espiritismo é o sustento de que necessitamos para tornar menos árido o roteiro; as lembranças de Jesus, a linfa pura que dessedenta os lábios ressequidos. Pensando assim, oferecemos ao seu coração mais este exemplar do nosso “Boletim Esperança”, pleno das joias que nos facultam nossos gentis colaboradores. NESTE BOLETIM Com carinho, Capa A EQUIPE EDITORIAL “VILSON DISPOSTI” MENSAGEM DE CONFORTO Vilson Disposti fundou e dirige, desde 1991, a Casa do Caminho Ave Cristo – centro de reabilitação Página 02 para dependentes de drogas, em Birigui-SP. Exerce a NUNCA É CEDO PARA APRENDER função de delegado de polícia do Estado de São Paulo; professor e mestre em Direito Penal, autor de COLUNA DO CAMINHO diversos artigos jurídicos. Tem realizado palestras e seminários espíritas pelo país em diversos Estados, Página 03 ressaltando a necessidade de se compreender a MENSAGEM DO MÊS “totalidade do ser humano, para o seu desenvolvi- mento e plenitude”. Tem participado de entrevistas COMO ACONTECE O AMOR em diversos jornais e programas de rádio e televisão. Página 04 “Há pessoas que DESILUSÃO transformam o sol em ANIVERSARIANTES DO MÊS uma pequena mancha amarela, porém há EXPEDIENTE também as que fazem PROGRAMAÇÃO DA CASA MENSAGEM DE CONFORTO de uma simples Do livro Busca e Acharás de André Luiz mancha amarela DATAS IMPORTANTES o próprio sol.” Quando você se observar à beira do desânimo, acelere o passo para frente, proibindo-se parar. Ore, pedindo a Deus mais luz para vencer as sombras. Faça algo de bom, além do cansaço em VI Seminário SAEP que se veja. Leia uma página edificante que lhe Serviço de Assistência auxilie o raciocínio na mudança construtiva de Espírita ao Preso. ideias. Tente contatar pessoas cuja conversação seja Tema central: possível ouvir palavras e instruções que lhe “O criminoso na Crônicas de família é um programa apresentado enobreçam os pensamentos. Preste um favor, visão espírita” por Ana e Anete Guimarães, sendo especialmente aquele favor que você esteja adiando. recomendado para toda a família, por abordar Visite um enfermo buscando reconforto Expositor: Gerson Simões temas e casos diferenciados, sempre naqueles que atravessam dificuldades maiores que Data: 20/03/2011(domingo) relacionados à convivência familiar, com as suas. Atenda às tarefas imediatas que esperam Horário: 8h às 12h10 orientações para a solução de eventuais conflitos. por você e que lhe impeçam qualquer demora nas nuvens do desalento. Local: CEERJ Boletim Esperança – Página 1
  • 2. NUNCA É CEDO PARA COLUNA DO CAMINHO APRENDER BRINCANDO GERALDO GUIMARÃES “Cabendo-lhe fundar a era do progresso moral, a O NOSSO EMBAIXADOR NA PÁTRIA ESPIRITUAL nova geração se distingue por inteligência e razão geralmente precoces, juntas ao sentimento Um ano se passou e a sua presença continua viva em nossos inato do bem e a crenças espiritualistas, o que corações e nesta casa que ajudou a fundar contribuindo para mantê- constitui sinal indubitável de certo grau de adiantamento anterior. Não se comporá la erguida como um templo de orações, estudos e boas ações. exclusivamente de Espíritos eminentemente Conduzia como ninguém as reuniões doutrinárias e as suas preces superiores, mas dos que, já tendo progredido, se despertavam nossas consciências. acham predispostos a assimilar todas as ideias progressistas e aptos a secundar o movimento de Geraldo, sempre dotado de apurado senso de humor, nunca regeneração.” perdia a oportunidade de contar uma história com um jeito peculiar Hippolyte Léon Denizard Rivail de fazê-lo, culminando sempre com um bom aprendizado. Quando As formas tradicionais de educar e ensinar, aos poucos, vão requisitado para um aconselhamento, sabia ouvir com atenção e dando lugar para novos métodos em sistemas cada vez mais voltados nunca deixava de usar de franqueza, quando necessário, mas para o prazer e o envolvimento. confortava acrescentando: “– Nós já fizemos a opção pelo bem.” A aprendizagem menos formal e mais natural, com resultados Quanta falta ele nos faz! Como bom baiano, nas refeições, não muitas vezes surpreendentes, quase sempre, acaba acontecendo por dispensava uma farinha e se tivesse rapadura, a satisfação estava acaso ou quando menos se espera. garantida. Era a simplicidade em pessoa. Geraldo Guimarães, ainda muito jovem, iniciou, na Bahia, a Nem sempre percebemos porque, na maioria das vezes, esse sua vida espiritual, assim como a carreira profissional e, desde “aprendizado casual” acontece longe dos bancos escolares ou das então, foi adquirindo múltiplas experiências por onde passou, até reuniões familiares. Fora desses ambientes, a criança também não aposentar-se e poder dedicar-se integralmente ao Clube de Arte. formaliza o aprendizado, ou seja, não tem a menor ideia do que está Foi a sua realização pessoal. Das inúmeras histórias que contou, aprendendo, pois nada foi planejado e ela também não buscava aquilo. lembro-me bem desta: Simplesmente aprendeu e pronto. Se vai usar depois ou não, é outra – “Certo homem pedira moratória de sua vida por mais um ano, história. para redimir-se, porém, ao término do prazo, tentou ludibriar a Recentemente, circulou a notícia, mais em caráter de morte: mudando-se para outra cidade e raspando sua cabeça, foi curiosidade, sobre uma menina de apenas 2 anos de idade que salvou a curtir a vida numa festa. A morte, não o encontrando, seguiu para a mãe que passou mal dentro de casa, no interior da Inglaterra. cidade vizinha e ao chegar à festa decidiu que levaria aquele “careca” para não perder a viagem.” E Geraldo acrescentava – “a Quando a mãe pediu que a criança a morte é a coisa mais certa que temos na vida, ninguém foge dela”. ajudasse a pegar o telefone, esta discou para a Obrigada pelos ensinamentos que aprendi através de você, emergência. Depois, a mãe disse que Geraldo. ouviu a filha conversar ao telefone, mas pensou Entrevistei alguns colaboradores sobre o que Geraldo que ela tivesse apertado o botão de rediscagem. Guimarães representou em suas vidas. Eis os depoimentos: Na verdade, a criança estava falando – Geraldo, você sempre foi a alma do Caminho da Esperança. com uma operadora do serviço de emergência. (Zezé Silva) Para conseguir isso, precisou dar seu nome, – Geraldo, seu maior ensinamento foi no combate à telefone e endereço. Em seguida, ela abriu a maledicência, pois você, a todo momento, expressou uma visão porta para os vizinhos e paramédicos que foram cristã benevolente para com os outros. (Rose) ajudar sua mãe. – Querido irmão Geraldo, as tuas palavras ecoam em meu No dia anterior, a menina havia assistido a um episódio do mundo íntimo como uma música doce, porém firme, falando da programa infantil Tweenies, em que os personagens ensinavam como vida, de Jesus. Que seus efeitos retornem a ti, envolvendo-te em ligar para o número de emergência. vibrações de paz. (Claudia) Eugenia Maria Pinheiro Ramires – Geraldo, sempre senti em você um espírito amigo, às vezes pai, às vezes irmão. Até breve! (Léa Laucas). O CRISTO REDENTOR RECEBERÁ ILUMINAÇÃO ESPECIAL NO DIA 02 DE ABRIL PARA COMEMORAR O DIA MUNDIAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO Boletim Esperança – Página 2
  • 3. agradável em qualquer ocasião, ele sempre soube orientar com o aconselhamento gentil. Houve dia em que desafiado a Leon Tolstoi já se pronunciou sobre o tema com a obra-prima que dá nome a este artigo, conhecida no mundo inteiro. Outros analistas, escritores, políticos, religiosos, sociólogos, antropólogos, historiadores, educadores e até poetas também se manifestaram sobre a hediondez das guerras. Salvo raríssimas exceções, o clamor é geral em favor do entendimento dialogal: marcha e contramarcha, discussões e concessões, intermediações de pessoas, ideias e órgãos especializados (ONU, ONGs, Movimento pela Paz e pelo Amor), e até holocaustos pessoais de idealistas procedendo à própria morte em sacrifícios públicos aterradores. O homem jamais pôde evoluir sem as guerras. Parece que o uso da violência, da destruição e da morte é a chave do progresso. No Livro dos Espíritos, pergunta 742, Allan Kardec indaga: –“Que é o que impele o homem à guerra?” Responderam os Benfeitores que é a “predominância da natureza animal sobre a natureza espiritual e transbordamento das paixões. No estado de barbaria, os povos um só direito conhecem – o do mais forte. Por isso é que, para tais povos, o de guerra é um estado normal. À medida que o homem progride, menos frequente se torna a guerra, porque ele lhe evita as causas [...]”. E ainda, na pergunta 743, ele indaga: – “Da face da Terra, algum dia, a guerra desaparecerá?” – “Sim” – disseram os Espíritos –, “quando os homens compreenderem a justiça e praticarem a lei de Deus. Nessa época, todos os povos serão irmãos.” O saldo de dor da guerra não pode ser dimensionado. Não há como quantificar o sofrimento. Ele transcende a análise racional e intelectual. Quem pode determinar o teor da dor de quem perdeu os filhos, a esposa, os pais, os irmãos, os amigos? Ninguém. Há dores que se perpetuam em ódio de vingança durante séculos. Muitos verdugos espirituais e encarnados são as vítimas de ontem que não esqueceram e nem conseguiram apagar as lembranças dolorosas. A Bondade Divina se derrama como linfa pura dessedentando e diluindo as concentrações odientas que envolvem mentes e corações feridos. Às vezes, na esteira dos séculos e das reencarnações, uma avalanche de mágoas e ressentimentos provoca a destruição de povos e nações, num círculo vicioso de vítimas que se transformam em algozes de vice-versa. O Livro dos Espíritos é claro quando classifica a causa da guerra como “predominância da natureza animal sobre a natureza espiritual”, no caráter do ser encarnado. Faltam ao homem as informações legítimas sobre o ser. A Doutrina Espírita, revolucionando o pensamento humano, faz a crítica da fé pura e, na sua Teoria do Conhecimento, promove o Espírito imortal ao homem conscientemente ético, realizador da própria paz. Só o amor constrói para a eternidade... Geraldo Guimarães * GUIMARÃES, Geraldo. Guerra e paz. Despertar – Lar Fabiano de Cristo (Informativo Mensal), Rio de Janeiro, ano 1, n. 1, maio/2003. COMO ACONTECE O AMOR A cena foi tocante. A mãe, entre assustada e disposta a se Um terceiro membro da Instituição chegou informar sobre o ocorrido, bombardeava de perguntas o neurologista repentinamente, participando sua aflição a todos: teriam que de seu filho. despedi-lo. Entre tantas considerações, alguém se juntou ao A angústia estava estampada no rosto daquela mulher sofrida. E grupo dizendo quase ofegante: se seu filho fugisse? O médico afirmou que a cerca de arame farpado – Ele resolveu ficar. era a separação entre a fazenda clínica e o mundo. Mais que isso. Se o Foi entre surpresos e aliviados que perguntaram sobre rapaz insistisse em ir embora, eles mesmos dispensariam o tratamento qual argumento fora utilizado para mudar tudo. Veio a antidrogas e a oportunidade da visita familiar seria o aval para sua resposta: saída definitiva. A senhora estava perplexa. Seu filho não queria mais – "Se você não se importa com seu sofrimento, pelo permanecer lá. menos fique aqui por alguém que o ama. Esta será sua prova As famílias estavam reunidas em confraternização ao redor de de amor.” farta mesa de café da manhã em companhia do grupo de profissionais. Mais uma vez o amor... Dos profissionais que entregam Um dos dirigentes da Instituição aproximou-se da doutora e falou com sua emoção para ajudar; das mães e pais que não medem emoção: esforços para dar o melhor; do reconhecimento do filho – Foi difícil ouvir aquela mãe. Ela chorava afirmando que sua pródigo que fica na clínica para se tratar. Acima de tudo está última lembrança era ter visto seu filho receber chutes na cabeça e todo o amor de Deus nosso Pai que confia em nós, seus RIGADO GERALDO golpes por todo o corpo. Se ele saísse, ela não suportaria mais. O que filhos, concedendo-nos sempre mais uma oportunidade. fazer? Já ponderei com como felizes eram as oportunidades de Éramosfelizes, o rapaz. O amor é a mecânica do Bem. A doutora mudou o semblante, ela também já havia tentado ouvir o nossoo mais fluente orador. Sorriso fácil e presença conversar com jovem. Ele estava decidido. Vanessa Pereira Boletim Esperança – Página 3
  • 4. DESILUSÃO PROGRAMAÇÃO DA CASA Seria uma quarta-feira como outra qualquer, não 2ª Feira (20:00 às 21:00) fosse a expressão grave no rosto da jovem Antônia, ao entrar no Caminho da Esperança. Dona Ana, atenta PALESTRAS DOUTRINÁRIAS: LIVRO DOS ESPÍRITOS como de costume ao estado de ânimo dos companheiros que frequentam a Casa, percebe que sua amiguinha está 07/02 – Giannina Laucas Questões 455 à beira de um ataque de nervos. Acena, então, discretamente, para que a jovem a acompanhe até a 14/02 – Ricardo Drummond Questões 456 a 458 cantina. Lá chegando, sobra-lhe tempo apenas para 21/02 – Anete Guimarães LIVRE esboçar uma pergunta: – O que houve contigo Antoninha? 28/02 – Ricardo Drummond Questões 456 a 458 Antes que terminasse de falar, foi interrompida. – Ô Dona Ana, a senhora é testemunha que eu sempre fui uma 3ª Feira (14:50 às 15:25) amiga leal. Jamais trairia ninguém e sempre me ofereço para ajudar a O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO todos, no entanto eu bem soube que a minha comadre, espírita como eu, está organizando uma festa e não me convidou. Chamou todos os meus 01/02 – Vanessa Pereira Cap. VIII, item 20-21 amigos e me deixou de fora. Nunca imaginei que ela fizesse isso. 08/02 – Ricardo Drummond Cap. IX, item 01-05 Tamanha traição eu nunca vi. Como pude me iludir tanto? – Dona Ana ouviu silenciosamente o desabafo, esperando a deixa para participar da 15/02 – Rita Pontes Cap. IX, item 06 conversa. – Minha filha, desiludir-se é uma dádiva divina. Quem está iludido, 22/02 – Rafael Pinho Cap. IX, item 07 está se enganando com relação a alguém ou alguma coisa. A verdade, 5ª Feira (19:30 às 21:00) tenha ela o gosto que tiver, é uma conquista que deve ser acalentada. Com relação à sua comadre, entretanto, eu recomendaria um pouco mais ESTUDO DO LIVRO de cautela ao fazer afirmações. Já reparou que dia é hoje? Desatenta Antônia respondeu: “ATUALIDADE DO PENSAMENTO ESPÍRITA” – Claro que sei, hoje é o dia do meu aniversário. 03/02 – Giannina Laucas 17/02 – Rafael Laucas – Pois então, já lhe ocorreu que sua amiga pode estar preparando uma festa surpresa para você? 10/02 – Jair Cesario 24/02 – Anete Guimarães – Ô Dona Ana, não sei nem aonde me esconder de tanta vergonha. Sábado (8:30 às 15:00) Muito obrigada pela orientação”. – Que Deus lhe beneficie com mais paciência nessa data, minha ESCOLA DE ESTUDOS ESPÍRITAS ESPERANÇA querida. Rafael Rodrigues 03 de abril de 2011, de 09h às 13h ANIVERSARIANTES DO MÊS 8º SEMINÁRIO BENEFICENTE Anete Guimarães 01/02 Lélia 20/06 DIVALDO FRANCO Tema: “Mediunidade, Paranormalidade na Laís Laucas 05/02 João José 21/02 Transição Planetária”. ÚLTIMOS INGRESSOS Marlene 06/02 Ian 21/02 DATAS IMPORTANTES DO MÊS DE FEVEREIRO Beatriz 06/02 Enio Laucas 23/02 01/02/1856 – Nasce Anália Emília Franco, em Resende, RJ. 01/02/1905 – Nasce em Pacatuba, Ceará, Francisco Peixoto Lins, o Alberto Passarelli 16/02 Ben Laucas 24/02 Peixotinho, notável médium de efeitos físicos. 06/02/1832 – Em Paris, a Professora Amélie-Gabrielle Boudet se casa com o professor Hippolyte Léon Denizard Rivail. Jair Cesário 20/02 Marcio Moraes 26/02 07/02/1901 – Em Natal, RN, desencarna a poetisa Auta de Souza. 20/02/1822 – Em Salvador, BA, desencarna Joana Angélica, morta EXPEDIENTE nas lutas de Independência do Brasil, ao defender o Convento da Direção do Jornal: Rafael Rodrigues Lapa. 26/02/1802 – Nasce Victor Hugo, escritor francês. Secretária: Regina Celia Campos 26/02/1842 – Nasce Camille Flammarion, na França. Revisora: Giannina Laucas 27/02/1853 – Nasce no Rio de Janeiro, RJ, o divulgador espírita Francisco Dias da Cruz (filho), homeopata. Presidente da Colaboradores: Federação Espírita Brasileira em 1890. Ana Guimarães “Geraldo Guimarães”(IM) Vanessa Pereira Marcia Alves Rita Pontes DIREÇÃO DA INSTITUIÇÃO GRUPO ESPÍRITA CAMINHO DA ESPERANÇA Presidente: Ana Guimarães Rua Aristides Lobo, 51 – Rio Comprido Vice-presidente: Jurandyr Paulo Rio de Janeiro/RJ CEP.: 20.250-450 Secretaria: André Laucas e Vanessa Pereira Tel.: (21) 2504-8512 Boletim Esperança – Página 4