Uml Para Web

4.427 visualizações

Publicada em

Developed in www.inforium.com.br
Bacharelado em Sistemas de Informação
Brasil - MG
Sergeduardo

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.427
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
53
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
231
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uml Para Web

  1. 1. Modelagem de Dados UML para WEB Faculdade Inforium de Tecnologia
  2. 2. UML para WEB História : UML começou a ser definida a partir de uma tentativa de Jim Rumbaugh e Grady Booch de combinar dois métodos populares de modelagem orientada a objeto: Booch e OMT ( Object Modeling Language ). Mais tarde, Ivar Jacobson, o criador do método Objectory , uniu-se aos dois, para a concepção da primeira versão da linguagem UML ( Unified Modeling Language ).
  3. 3. Criadores da UML Os três “amigos”
  4. 4. <ul><li>Evolução da UML: </li></ul>Fig.1 Evolução da UML - Eloi Rocha Neto
  5. 5. <ul><li>DEFINIÇÃO: </li></ul><ul><li>UML – Significa “Linguagem de Modelagem Unificada”. A UML é uma linguagem gráfica padrão para a elaboração da estrutura de projetos complexos de software, pode ser empregada para visualizar, especificar, construir e documentar os artefatos de sistemas de software. </li></ul><ul><li>Vale a pena dizer que a UML é muito mais que a padronização de um notação, é o desenvolvimento de novos conceitos. Por essa razão entender UML não é apenas aprender a ler uma simbologia, mais significa aprender a modelar orientando a objetos. </li></ul>UML para WEB
  6. 6. <ul><li>USO DA UML : </li></ul><ul><li>A UML é utilizada em diversos tipos de sistemas, ela abrange todas as fases desde a especificação de requisitos até a fase de testes. Mas qual o objetivo da UML ? </li></ul><ul><li>O objetivo da UML é descrever qualquer tipo de sistema, em termos de diagrama orientados a objetos. </li></ul>UML para WEB
  7. 7. <ul><li>Fig. 2 - Eloi Rocha Neto </li></ul>UML para WEB
  8. 8. <ul><li>Também conhecida como: WAE - Web Aplication Extension ( Mecanismo de Extensão da UML ). Um mecanismo de extensão é algo que permite aos usuários refinamento de sintaxe e semântica para projetos específicos, no nosso caso WEB . Isto inclui: </li></ul><ul><ul><li>Estereótipos </li></ul></ul><ul><ul><li>Restrições </li></ul></ul><ul><ul><li>Valores Rotulados. </li></ul></ul>Modelagem para WEB
  9. 9. <ul><li>ESTEREÓTIPO ( Stereotype ) = Definição de novos elementos a partir de outros já existentes. Dentro de uma UML deve ser apresentado entre os caracteres << >> . </li></ul><ul><li>RESTRIÇÕES ( Constraint ) = Regras pertinentes aos elementos e propriedades. </li></ul><ul><li>VALORES ROTULADOS ( Tagged Value ) = Novas propriedades para elementos já existentes. </li></ul>UML para WEB
  10. 10. Exemplos de como são distribuídos os Estereótipos, Restrições e Valores Rotulados Fig.2 mecanismo de extensão WAE - Eloi Rocha Neto UML para WEB
  11. 11. <ul><li>SERVE PAGE: </li></ul><ul><li>Página Web que possui scripts executados no servidor, relacionamento apenas com objetos do servidor. Os valores rotulados são as linguagens que executam ou interpretam a página. Esta classe é a abstração lógica de uma página Web como visto pelo servidor. A página de servidor, uma pagina Web que suporta processamento pelo servidor de aplicação Web tem relacionamentos com componentes do servidor: banco de dados, componentes da camada intermediaria e assim por diante. </li></ul>Classes no WAE
  12. 12. <ul><li>CLIENTE PAGE: </li></ul><ul><li>Página Web exibida em formato HTML . Os valores rotulados são o título da página. URL absoluta e os atributos da tag HTML . </li></ul><ul><li>FORMULÁRIO: </li></ul><ul><li>Coleção de campos de entrada de dados, os formulários fazem parte de uma client page . O valor rotulado é o método utilizado para submeter dados. </li></ul>UML para WEB
  13. 13. <ul><li>CLIENTSCRIPT: </li></ul><ul><li>Coleção de scripts executados do lado do cliente, ficam armazenados em arquivos do tipo < include > </li></ul><ul><li>ASSOCIAÇÕES NO WAE: </li></ul><ul><li>Considerando e listando as mais importantes. </li></ul><ul><li>LINK: Ponteiro de uma client page para outra página. Os valores rotulados são os nomes dos parâmetros que são passados durante a requisição da página </li></ul><ul><li>SUBMIT: Relaciona um formulário com uma server page . Os valores rotulados são os nomes dos parâmetros que são passados durante a requisição da página </li></ul>UML para WEB
  14. 14. <ul><li>IMPUT : Atributo de um formulário, representado pela tag HTML <imput> . Os valores rotulados podem ser os tipos de controle, tamanho e número máximo de caracteres. </li></ul><ul><li>SELECT : Atributo de um formulário, representado pela tag HTML <select> . Os valores rotulados são os números dos itens que serão mostrados. </li></ul><ul><li>TEXT AREA : Atributo de um formulário, representado pela tag HTML <textarea> . Os valores rotulados são linhas e colunas. </li></ul>Atributos no WAE
  15. 15. <ul><li>PÁGINAS WEB : É uma página que retorna um documento formatado no padrão HTML para o cliente. Não existem restrições. O valor para rótulo é o caminho que especifica a página no servidor Web . </li></ul><ul><li>PÁGINA ASP : É uma página Web que contém ASP ( Active Serve Pages ). Não existem restrições. O valor de rótulo é o caminho que especifica a página no servidor Web . </li></ul><ul><li>BIBLIOTECA DE SCRIPTS : É um conjunto de rotinas ou funções que podem ser incluídos em páginas Web . Não existem restrições. O valor de rótulo é o caminho que especifica a página no servidor. </li></ul>Componentes no WAE
  16. 16. Fig.3 Modelos de Diagrama Eloi Rocha Neto Modelos de Diagrama
  17. 17. <ul><li>CLASSES DE NEGÓCIOS (INFORMAÇÖES LÓGICAS) </li></ul><ul><ul><li>Inclui a funcionalidade lógica, seus objetos utilizam dados que devem estar disponíveis por longos períodos de tempo. Exemplos: Cliente, Produto e Funcionário. </li></ul></ul><ul><li>CLASSES DE CONTROLE (PROCESSOS/ALGORITMOS) </li></ul><ul><ul><li>Inclui uma funcionalidade que não pode ser atribuída às classes de interface nem às classes de negócio. Exemplos: Cotação, Liquidação </li></ul></ul>UML para WEB
  18. 18. <ul><li>CLASSES DE INTERFACE (OBJETOS TÉCNICOS) </li></ul><ul><ul><li>Inclui uma funcionalidade que é diretamente dependente do ambiente de sistema, altera as entradas do ator nos eventos do sistema, apresenta as saídas. Exemplos: Janela, menu. Altera as entradas do ator nos eventos do sistema. </li></ul></ul><ul><li>ATRIBUTOS </li></ul><ul><ul><li>Descrevem as características dos objetos.Podem possuir valor default. </li></ul></ul><ul><li>OPERAÇÕES </li></ul><ul><ul><li>Manipulam os atributos, definem os serviços que a classe pode oferecer, as operações pertencem às classes e somente podem ser aplicadas aos objetos da classe. </li></ul></ul>UML para WEB

×