Projeto Orelio Cearense - Lei Rouanet

938 visualizações

Publicada em

Plano de Patrocínio
Projeto Edição especial do Dicionário Orélio Cearense +
Webdicionário colaborativo de Cearês.

provado pela Lei Rouanet enquadrado no artigo 18.

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Projeto Orelio Cearense - Lei Rouanet

  1. 1. Solicitação de Patrocínio Lei Rouanet, Art.18 Edição especial do dicionário Orélio Cearense Webdicionário colaborativo de Cearês
  2. 2. Índice 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. Apresentação O Cearês O Livro Webdicionário de Cearês Gráfico Plano de Patrocínio Porque Apoiar A Autora
  3. 3. Apresentação Antes de conhecer nossa proposta de patrocínio, uns dois dedim de prosa. O livro Orélio Cearense é um bem-humorado registro do palavreado cearense, o famoso cearês. Virou um xodó dos cearenses, dos nossos visitantes e dos amantes da cultura popular. Já está em sua 4ª edição e figura dentre os mais vendidos nas livrarias. Trata-se de uma fotografia da linguagem coloquial falada no Ceará em formato de dicionário romanceado e ilustrado de termos e expressões do citado Cearês.
  4. 4. Fomos contemplados recentemente com uma proposta na Lei Rouanet e ficamos felizes por ter oportunidade de realizar o sonho de proporcionar aos cearenses, o mais completo Dicionário de Cearês que será disponibilizado e adaptado em braille e audiolivro. O referido projeto inclui, também, a construção de um dicionário online colaborativo e continuado para que o processo de registro se dê de forma ampla, democrática e já se imagina, de uma riqueza impar.
  5. 5. Tal projeto visa contribuir para a preservação do patrimônio cultural imaterial brasileiro de um modo geral, e cearense, mais especificamente. Mas cá pra nós, a intenção mesmo do bichim é ajudar os cearenses a cumprirem a missão de dominar o mundo. E para isso convoca os paricêros para ajudar nessa tarefa. Convidamos, pois, a conhecer nossa proposta de patrocínio e solicitamos uma reunião para apresentarmos o livro e discutir os termos de eventual parceria. Um abraço. Andréa Saraiva autora do Orélio Cearense
  6. 6. O Cearês Cearês, Cearensês, linguajar cearense... que diabeísso, máh? As palavras, termos, provérbios, expressões são componentes essenciais da história e cultura, estando presentes no DNA do patrimônio imaterial de um povo. Estes códigos linguísticos revelam informações histórica, etnográfica, sociológica, jurídica, social, religiosa.
  7. 7. O linguajar popular, por sua forte característica na oralidade torna o Cearês ao mesmo tempo uno e diverso na nossa cultura. Seu registro é um documento vivo, evidenciando costumes, ideias mentalidades, decisões, cosmovisão, julgamentos. Sua análise mais rebuscada e profunda pode nos dar indícios até sobre nossa formação patriarcal ou classe social, por exemplo. Afora o aspecto humorístico que nos torna capazes de dar boas risadas aos nos depararmos com algumas das “pérolas” registradas no Orélio, a visibilidade do Cearês é extremamete positiva para despertar o interesse na nossa história, nas nossas raízes e na nossa cultura, com muita leveza.
  8. 8. O Cearês sendo exposto/falado/registrado dá uma cumplicidade danada dentre os cearenses e nordestinos. Emerge, então, um sentimento de pertencimento, de construção de identidade. É como se estivéssemos todos, tomando um cafezinho com tapioca na cozinha do Ceará.
  9. 9. O Livro O Dicionário Orélio Cearense é uma fotografia bem humorada da linguagem coloquial falada no Ceará, contidas na rica – e ainda escondida – cultura imaterial cearense. É eminentemente um documento histórico pois coleta o linguajar das fontes orais e o registra em fontes gráficas. Seu grande diferencial é que além de tudo, o dicionário é ilustrado e romanceado o que propicia uma ambiência, um contexto para facilitar o entendimento do palavreado recheado de humor por todos os lados.
  10. 10. Da oralidade ao registro de palavras, muitas em desuso, da literatura oral à literatura escrita, o Orélio é um colecionador de relíquias pois grande parte de tais vocábulos tenderiam ao esquecimento ou extinção dada a dinamicidade da língua. O livro, portanto, salvaguarda e protege tais relíquias - que correm à margem dos códigos linguisticos formais - legando às gerações futuras e ao patrimônio imaterial do estado, um compêndio de indícios da nossa mais genuína cultura.
  11. 11. O êxito tem acompanhado o livro desde o lançamento através da midia totalmente espontânea; foi matéria de capa diversas vezes e o tema sempre está presente na mídia impressa, falada e televisiva. Basta mencionar que o maior sucesso de bilheteria no Ceará é de um filme que trata exatamente do nosso Cearês. O sucesso comercial, por sua vez, também é inegável quando figura sucessivamente na lista de livros mais vendidos nas principais livrarias há mais de uma década. Com efeito, a consagração do dicionário como valor humanístico e artístico veio junto com o reconhecimento do Minc, através da aprovação de nosso projeto na Lei Rouanet .
  12. 12. O Orélio, como é carinhosamente chamado, vai completar 15 anos e após sucessivas reimpressões, está na sua 4ª Edição. Nada mais justo do que comemorar esse feito com essa edição especial e inovando a publicação em vários formatos: impressos, audiolivro, e-book, PDF e em braille. “O outro é o pai dos burros, o Orélio é pai dégua!”
  13. 13. Webdicionário de Cearês O Orélio é referência na preservação e difusão da nossa cultura e memória. E vai convidar os cearenses para construir juntos um Webdicionário de Cearês. Iremos desenvolver uma plataforma acessível, livre e colaborativa para que pessoas possam contribuir com novos termos e significados, estimulando o conhecimento e preservação do nosso linguajar.
  14. 14. O Webdicionário de Cearês será uma plataforma pública, com licenceamento aberto para compartilhar livremente. Pessoas terão acesso a íntegra do Orélio Cearense adaptado para um formato de colaboração, onde além dos termos descritos, poderão também escutar suas narrações e colaborar com novos exemplos e expressões de suas comunidades, enviando seus próprios textos, audios e vídeos.
  15. 15. Balaio da Cultura Cearense Além do registro do palavreado, a plataforma apresentará um museu da memória imaterial cearense com conteúdo multimidia, georeferenciado e também aberto a colaboração, com moderação de historiadores. Cantinho da mulecagem Um compêndio com piadas, memes, aplicativos, ginkanas e outras marmortas cearenses. Budega do Orélio Espaço de comercialização e distribuição do livro Orélio Cearense e dos outros produtos derivados do livro como canecas, adesivos para carros, camisetas etc. Os visitantes poderão também fazer download do livro disponibilizado em PDF.
  16. 16. Com tanta inovação e atrativos, a estimativa é atingir ao cabo de 01 ano, mais de 100 mil visitantes. Ao longo do processo de construção será empreendida estratégias de comunicação com campanha completa de divulgação da plataforma, conduzidos por profissionais contratados pelo projeto. Compartilhar, democratizar o conhecimento, o acesso e a acessibilidade, registrar, ampliar o alcance e proteger a memória e o patrimõnio cultural de forma colaborativa. E com muito bom humor.
  17. 17. Infográfico do Projeto
  18. 18. Plano de Patrocínio Procuramos um paricêro pai d'égua e exclusivo para patrocinar nosso projeto aprovado na Lei Rouanet Valor do Projeto: R$ 434mil
  19. 19. Produção Branding disponível Contrapartida Nova edição 3000 livros Contracapa Veiculação de logomarca na categoria “Apresenta” em todas as publicações da edição especial e no webdicionário. Bônus: Licença de publicação de uma edição especial com a tiragem de 2000 exemplares para uso não comercial a critério da empresa em até 06 meses ou cessão de 300 livros personalizados. Bônus: Menção do patrocínio na oferta do PDF gratuito na web. Embalagem personalizada Marcadores de livro Versão em Audio 2500 CD/DVDs Capa e adesivo do CD/DVD Narração de abertura Versão em Braille 2000 livros Capa Versões digitais download ilimitado (eBook, PDF) Capa Webdicionário de Cearês 10mil visitas/ano Página de Apresentação Rodapé em todas as páginas
  20. 20. Divulgação e distribuição Branding disponível Contrapartida Lançamentos 2 oficiais (Fortaleza e São Paulo) +1 exclusivo Convite Impresso 500 pessoas/lançamento Veiculação de logomarca na categoria “Apresenta” em todo o material gráfico do lançamento, campanha e distribuição. Bônus: Participação da empresa na mesa de lançamento. Bônus: Lançamento exclusivo com roda de conversa com a autora em local a ser indicado pela empresa. Convite eletrônico Faixa principal Banners Painel Campanha Assessoria de Comunicação 3 meses Mídia espontânea Entrevistas em rádios, Tvs e jornais locais e nacional Internet e Mídias Sociais alcance de 5 milhões Distribuição Bibliotecas, associações, livrarias, bancas de revista e pontos de venda Banners 50 pontos de distribuição
  21. 21. Porque apoiar o Orélio? Pelo seu valor humanístico e cultural! O Orélio é um documento vivo da linguagem coloquial falada no Ceará. É um legado às gerações futuras e ao patrimônio imaterial do povo cearense.
  22. 22. Porque é para todos! Um projeto inclusivo e acessível, com versão impressa em braille, textos narrados em áudio e publicação em formatos digitais. Distribuição em bibliotecas escolares e comunitárias e em associações para pessoas com deficiência visual e auditiva. E com preços populares na comercialização do livro.
  23. 23. E porque é de todos também! Publicação do conteúdo do livro em licença livre, com direito à reprodução para fins não comerciais. Criação de uma enciclopédia virtual e colaborativa de cearês, para consulta pública e para que as pessoas possam informar termos e expressões de suas comunidades.
  24. 24. Desde 2001, o Orélio protege a cultura imaterial cearense. "O projeto valoriza e difunde o conjunto das manifestações culturais e seus respectivos criadores; estimula a produção e difusão de bens culturais de valor universal, formadores e informadores de conhecimento, cultura e memória e preserva os bens materiais e imateriais do patrimônio cultural e histórico brasileiro, principalmente no que tange a cultura cearense; além de salvaguardar a sobrevivência e o florescimento dos modos de criar, fazer e viver da sociedade brasileira." Parecer técnico de aprovação do Projeto pelo MINC chancelando o livro como de Valor artístico e Humanistico
  25. 25. A Autora Andréa Saraiva é historiadora, escritora, roteirista de radionovela, produtora cultural, pesquisadora, ativista da cultura e tecnologia livres, assessorou comunidades tradicionais com foco no turismo comunitário, foi implementadora de políticas públicas culturais e de tecnologia da informação e comunicação, implementadora, também, de tecnologias sociais com vasta experiência tanto no terceiro setor como em gestão de projetos governamentais com preponderância na esfera do governo federal. Como historiadora, escolheu a área do Patrimônio Imaterial com recorte na literatura oral, memória e registro. É autora do Dicionário Orélio Cearense - Dicionário Ilustrado e Romanceado de Termos e Expressões do Palavreado do Ceará e do E-book Existe Vida Além de Editais? que trata sobre Economia da Cultura, outro foco de interesse da autora.
  26. 26. Além da pesquisa que resultou no Orélio Cearense, ela desenvolveu o projeto Contadores de Causos aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura, ainda não publicado. A cultura é sua âncora e se diz "navegar no universo entre antenas e raízes", referindo-se ao fato de se dedicar profissionalmente tanto à cultura tradicional (raiz) quanto à cultura digital (antenas). O que de fato se reflete na sua trajetória profissional. É membro da Academia Tauaense de Letras, ocupando a cadeira nº 23
  27. 27. Avia, venha ser nosso paricêro! oreliocearense.com andreasaraiva.cb@gmail.com 85 8108.0050 85 8613.1722 85 9695.0229

×