1. AS CAUSAS DA 1ª
GUERRA MUNDIAL
A. AS CAUSAS
ECONÔMICAS
O IMPERIALISMO
O desenvolvimento industrial em fins do século XIX
impôs a busca constante de mercados
consumidores para produtos industri...
“Será que ouvi bem? Perguntou o professor.
Sem dúvida – respondeu o intérprete.
A partir do momento em que nossas indústri...
Na maior parte dos países europeus as exportações
alemães superavam as vendas britânicas
A CONCORRÊNCIA
ECONÔMICA
INGLATER...
A indústria alemã crescia rapidamente. Estava produzindo mais
ferro que a Inglaterra. Os produtos químicos e manufaturados...
Uma revista londrina chegou a dizer que extinta a
Alemanha, no dia seguinte não haveria um só inglês
pobre!!
O desenvolvimento do capitalismo empurrou o mundo
inevitavelmente em direção a uma rivalidade entre
estados, à expansão im...
O nacionalismo que alimentou a Primeira Guerra
defendia o expansionismo de uma potência sobre
as outras, sobretudo sob o f...
Preocupados em manter e conquistar territórios, os
países europeus investiam em uma pesada tecnologia de
guerra e empreend...
entre 1898 e 1914, a Alemanha decidiu implementar uma
política de agressivo rearmamento, principalmente de sua
Marinha de ...
A Alemanha deve ter uma
força naval potente a fim de
guarnecer os protetorados
alemães de além-mar
Almirante Alfred Tirpitz
Se concentrou principalmente na construção de
encouraçados (então chamados Dreadnoughts).
A reação inglesa foi rápida
mas, a despeito da
Marinha alemã nunca ter
se equiparado à Marinha
inglesa
D. O ROMPIMENTO DO
EQUILÍBIO EUROPEU
Durante seus
anos como
chanceler,
Bismarck,
executou uma
política com o
objetivo de
garantir
que a França
não faria uma
gu...
OS FRANCESES QUEREM
REVANCHE
Reunia Alemanha, Áustria e Itália. Os italianos
Assinaram ressentidos pelo fato da França ter
Anexado a Tunísia – 1881-
O ...
Antagonismos que levaram ao fim
da paz armada
Enquanto a Áustria queria abrir uma estrada de rodagem através
dos Bálcãs até o Egeu, Rússia apoiava o projeto de uma Gran...
RÚSSIA X ALEMANHA
A Áustria continuava a dominar territórios que os
italianos consideravam como legitimamente seus –
a chamada Itália Irride...
Entre 1890 e 1907, as nações européias, que competiam
entre si em todo o mundo por mercados e territórios,
passaram a susp...
Após a queda de Bismarck, a Alemanha abandonou o
sistema de alianças defensivas, orientando-se para uma
política de expans...
estabelecia que as duas partes iria em auxílio da
outra em caso de ataque pela Alemanha, ou pela
Áustria ou Itália
A FRANÇ...
"Grande Guerra teve tantas causas, que, na realidade, não teve
nenhuma“. A.J.P.
Taylor,
2. CRISES QUE ANTECEDERAM A
ECLOSÃO DA GUERRA
A disputa entre
Inglaterra e Alemanha
pelo Marrocos quase
levou as duas nações a
iniciarem um conflito
armado
A.CRISE MARR...
B .A CRISE BALCÂNICA
A GUERRA RUSSO-TURCA(1877-
1878)
A Turquia dominava os eslavos. Em 1875, os búlgaros
aproveitaram-se de uma revolta na Bósnia para pedir sua
independência....
As grandes potências desejavam partilhar dos despojos do
moribundo Império Turco-Otomano, o "homem doente do Levante";
RUSSOS X AUSTRÍACOS
3. O
DESENCADEAMENTO
DA GUERRA
O império Austríaco era um mosaico de povos e países. Nele
reuniam-se germânicos, húngaros e eslavos
Francisco Ferdinando pretendia
transformar a monarquia dual
numa monarquia tríplice.
MÃO NEGRA
Sérvios contrários à
aplicação
dos planos do
futuro
Imperador
austríaco,
incentivaram uma
organização secreta
ch...
Em 28 de Junho de 1914, um estudante chamado
Gabriel Princip matava a tiros o arquiduque e sua
esposa, Sofia, que visitava...
Francisco visitava a Bósnia para comandar manobras
militares junto à fronteira com à Sérvia
A data escolhida foi
uma provocação. No
dia 28 de junho de
1349, O Império
Turco destruía o
reino independente
sérvio.
No dia 23 de julho os austríacos enviaram aos sérvios um
ultimato com uma série de exigências.
Deu quatro semanas à Sérvia para que renunciasse às
suas pretensões nos Bálcãs.
Os sérvios simplesmente ignoraram a intimação
austríaca, amparados pela proteção do Império Russo
Declarando insatisfatória a resposta sérvia, rompeu
relações diplomáticas e mobilizou parte do seu exército
Rússia
29.07.1914
Sérvia
Áustria
04.08.1914
Alemanha
03.08.1914
Alemanha
03.08.1914
01.08.1914
28.07.1914
4. AS OPERAÇÕES MILITARES
Vamos eliminar as fortalezas
francesas na linha de fronteira
e vencer a França em 4
semanas e depois vamos
atacar a Rússia...
Almirante Alfred Von Tirpitz
A Guerra será tão rápida
que nada farei para
impedir que os ingleses
cruzem o canal da
Mancha...
Entretanto, a Batalha do Marne, uma contra-ofensiva francesa
obrigou os invasores a recuarem
Os franceses foram vitoriosos na medida em que conseguiram conter
o avanço do exército alemão. Os franceses firmaram posiç...
A partir da Batalha do Marne, os Massacres passaram a ser
intermináveis porque o equilíbrio de forças militares obrigava a...
UMA GUERRA TECNOLÓGICA
As trincheiras eram
constituídas num
emaranhado de arame
farpado – que os
americanos inventaram
para cercar gado
As metralhadoras faziam sua primeira aparição importante na
guerra européia
Milhões de soldados
viveriam anos sob a terra,
junto à lama, aos ratos, à
fome e, é claro, ao medo.
Até o fim da guerra, 8...
Os pilotos nem sequer tinham pára-quedas para saltar. Era um
“combate medieval entre aviões de madeira “.
COMBATES AÉREOS
5-1915 - O JAPÃO E A ITÁLIA
ENTRAM NA GUERRA
A invenção de gases asfixiantes encarnou a
desumanidade da guerra
6-A GUERRA QUÍMICA
Cem mil civis e militares morreram
Chefiado pessoalmente
pelo químico Fritz
Haber,
o Primeiro
ataque com
sucesso
ocorreu em
Yprés
Uma nuvem
verde
esbranquiçada
se estendeu
por uma frente
de 6 Km
Os alemães afirmavam que assim derrotariam
imediatamente a França
Só que os ataques serviram para acirrar mais os
ânimos
Apesar dos
ingleses terem
inventado
máscaras para
que os soldados
sobrevivessem
aos as gases
Haber criou um
gás
extremamente
tóxico a ponto de
entrar pelos
mínimos buracos
da borracha
A mais ilustrativa do tipo de combate ocorrido.
Canhões pesados estendidos numa faixa de 15km
7-A Batalha de Somme -
1916
Os alemães perderam 500 mil homens e a Entente
600 mil
Em 1917 a
Rússia estava
praticamente
derrotada e o
grande temor
tornou-se um
ataque maciço
contra a França
8-A Entrada dos EUA na Guerra
6/4/1917
Em março de
1917 alguns
navios
americanos que
iam comerciar
com a Inglaterra
foram afundados
por alemães
A entrada dos
EUA foi
fundamental
para alterar os
rumos da
Guerra.
9-Os 14 Pontos de Wilson
O presidente dos
EUA formulou
um plano de paz
Cópias do programa foram jogados por aviões
para os soldados e ao povo da Alemanha
10-A Saída da Rússia
Bulgária, o
Império Turco e
o Império
Austro- Húngaro
também seguiam
o exemplo russo
e se retiraram do
conflito.
11-Grande ofensiva alemã
Num esforço
desesperado, o alto
comando alemão
inicia uma ação
monstro contra a
França
FR
ACASSO
TO
TAL
O general Foch,
consegue cercar
grande parte dos
alemães que
perdem 16
divisões
Como se
fossem peças
de um jogo de
dominó, os
aliados da
Alemanha vão
sendo
derrotados
12-A ALEMANHA SE RENDE
11/NOV/1918 – Alemanha assina um
armistício em situação desvantajosa
Oficiais do alto comando alemão pressionaram
o Kaiser para fazer reformas políticas e deixar
o regime mais democrático.
MA...
O Kaiser, não suportando a crise, é obrigado a
renunciar. A República de Weimar é
proclamada
13-O TRATADO DE VERSALHES-
1919
O novo governo republicano concluiu a paz com os
aliados. Pouco depois, o humilhante Trata...
A conferência previa um plenário com 32
países, inclusive o Brasil. A Rússia não
compareceu
Não permitiram a
entrada da
Alemanha na
reunião. As
potências queriam
que a Alemanha
arcasse com todas
as
responsabilidades
Obrigaram a Alemanha a assiná-lo sem
grandes discussões.
Foi um tratado
imposto ao
derrotado
A Conferência foi
dominada por
Clemenceau, que
ainda possuía um
forte sentimento
de revanche
14-AS DECISÕES DO TRATADO
h)Um corredor possibilitando um acesso ao
mar a Polônia separou o território alemão
i)A cidade de Danzig foi transformada em
porto livre
j)Criou-se a Liga das Nações. Excluindo a Alemanha e União
Soviética. Os EUA também não participaram.
15-AS CONSEQUÊNCIAS DA I GUERRA
Nós somos os homens ocos
Os homens empalhados
Uns nos outros amparados
O elmo cheio de nada. Ai de nós!
Nossas vozes desse...
Entre o desejo
E o espasmo
Entre a potência
E a existência
Entre a essência
E a descendência
Tomba a Sombra
Porque Teu é o...
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
afdafdafdafda
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

afdafdafdafda

340 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A guerra foi um evento que marcou para sempre o fim de uma época.
    Com ela, foi liquidado um mundo burguês, ainda seguro por normas
    religiosas e por deveres morais; com ela, as batalhas tornaram-se,
    na linguagem ética dos militares, “desleais” e, ainda com ela, o
    vácuo da existência, o vazio da alma ou a neurose à flor da
    pele vieram para sempre ocupar a paisagem psicológica
    do século xx.
  • rivalidade pela luta por mercados consumidores
  • pela aquisição de matérias-primas fundamentais e por áreas de investimentos.
  • A concorrência econômica da Alemanha com a Inglaterra tornou-se inevitável;
  • MAS A ALEMANHA não possuía colônias, áreas de investimentos e outros mercados correspondentes à sua pujança econômica
  • O nacionalismo que aflorava nas revoluções de 1848 considerava a nação como comunidade que coexiste
    pacificamente e em condições paritárias com outras nações (Giuseppe Mazzini), ao passo que o nacionalismo que
    alimentou a Primeira Guerra defendia o expansionismo de uma potência sobre as outras, sobretudo sob a forma
    do imperialismo, entendido como legítima afirmação externa da supremacia nacional. Além disso, o nacionalismo
    da primeira metade do século XIX era de caráter liberal e até democrático, enquanto aquele beligerante da
    segunda metade do século foi uma reação contra a democracia parlamentar e contra os princípios do liberalismo
    clássico (daí a defesa generalizada do protecionismo econômico após 1873, bem como a exigência crescente da
    intervenção do Estado por parte da alta burguesia, para reprimir o movimento operário internamente e para apoiar
    a expansão imperialista externamente). O nacionalismo exaltado provoca um desejo de expansão territorial
    e promove a desestabilização do "status quo" europeu provocada pelos sentimentos autonomistas das inúmeras nacionalidades submetidas ao jugo dos velhos Impérios
    vale lembrar que a ideologia nacionalista alimentava um sentimento utópico de superioridade que abalava o bom entendimento entre as nações.
  • Como exemplos das rivalidades nacionalistas que eclodiram na Europa antes da Primeira Guerra, o candidato
    deverá citar dois dentre os abaixo relacionados:
    - o revanchismo francês (movimento de cunho nacionalista-revanchista, que visava desforrar a derrota sofrida
    contra a Alemanha na Batalha de Sedan e recuperar a Alsácia e a Lorena então cedidas ao II Reich);
    - o pan-germanismo alemão (pregava a reunificação de todos os povos germânicos da Europa central criando a
    Grande Alemanha);
    - o irredentismo italiano (doutrina que pregava a anexação daquelas regiões que por língua e cultura seriam
    italianas mas que estavam politicamente separada da itália e submetidas à Áustria, como Trentino e Istria).
  • Como o risco de guerra era iminente, as principais
    potências iniciaram uma corrida armamentista,
    isto é estimularam a produção de armas
  • Esse conceito de uma força naval potente a fim de guarnecer os protetorados alemães de além-mar, teve como seu principal mentor, o Almirante Alfred Tirpitz (1849-1930) e se concentrou principalmente na construção de encouraçados (então chamados Dreadnoughts).
  • a política agressiva expressada também na corrida navalista, o que foi considerado uma ameaça à secular hegemonia marítima inglesa;
     
  • em quantidade, sua tentativa desencadeou um frenesi que somente seria visto novamente na Guerra Fria: a força dos países era medida pelo número de seus encouraçados.
  • O Guloso (L´Ingordo). Charge, 1915, Itália
  • o áustro-russo: acentuado quando os russos, afastados do Extremo Oriente após a derrota para o Japão em 1905, voltaram as atenções para os Bálcãs, onde a política russa foi de apoio à Sérvia, foco de agitação nacionalista anti-austríaca;
  • - A construção da estrada de ferro Berlin-Bagdá: sua construção colocaria à disposição da Alemanha os lençóis petrolíferos do Golfo Pérsico e os mercados orientais, além de ameaçar as rotas de comunicação entre a Inglaterra e seu Império
  • Essa insegurança aniquilou a obra de Bismarck
  • O Kaiser alemão desembarcou no Tânger, demonstrando apoio ao Sultão do Marrocos, hostilizando a autoridade francesa local. Os exércitos franceses
    Forma mobilizados, embora
    Por pouco tempo
    Conferência Internacional em Algeceiras , na Espanha em 1906-
    Foi reconhecida a soberania marroquina, entretanto foram afirmados “os interesses especiais franceses no Marrocos”
    A Weltpolitik gerou o choque do Segundo reich com a Inglaterra , França e Rússia.
    Isso fez com que esses antigos inimigos se unissem contra a Alemanha em 1907, formando a Tríplice Entente.
    A permanência da França como nação privilegiada Provocou uma rebelião nativa em FEZ - 1911
    Os franceses reagiram
    Alemanha, sob o pretexto de proteger a autonomia marroquina, deslocou um cruzador Panther para o porto de Agadir
    A Alemanha abandonou o Marrocos , recebendo parte do Congo Francês
    A França e a Inglaterra se uniram através da Entente
    A Alemanha viu-se cada vez mais isolada dentro da Europa
  • Com o aumento da agitação anti-austríaca, nos territórios onde predominava os eslavos,
  • 4 DE AGOSTO A FRANÇA DECLARA GUERRA A ALEMANHA
  • Keiser inspeciona tropas
  • A primeira guerra dividiu-se em 3 fases:
    - Guerra de movimento: momentos iniciais do conflito. O jogo de Alianças e as hostilidades arrastaram vários países para o conflito
    - Guerra de Trincheiras: consistia na construção de trincheiras pelos alemães em solo francês. Nesse momento foram introduzidas novas armas como as metralhadoras e os tanques.
    - Ofensivas
  • Os aviões eram mais usados em missões de reconhecimento. Os combates eram ocasionais
  • Em 1915, Japão e Itália entraram na guerra, porém, o primeiro se retirou do conflito após tomar os territórios alemães na China e algumas colônias.
  • Soldado alemao
  • Em 1916, houve duas grandes batalhas envolvendo Franceses, Ingleses e Alemães:
    Batalha de Somme (1 milhão de 100 mil mortos) e a Batalha de Verdun (600 mil mortos).
  • Os EUA vendiam alimentos, combustível, produtos industriais e máquinas para a França e a Inglaterra. Tudo pelo sistema de crediário (“compre agora e pague depois da guerra”).
    Com o passar do tempo, a situação ficava pior (destruição, fome, miséria e matanças) e os EUA começaram a temer que a França e a Inglaterra não pagassem pelas mercadorias compradas dos americanos (os dois países deviam aos americanos quase 2 bilhões de dólares).
    Com essa mentalidade, os americanos começaram a fazer uma forte campanha a favor da entrada do país na guerra.
  • Os alemães queria quebrar o controle dos mares pela Entente. 6 de abril o Congresso aprovou a entrada dos Eua
  • Essa fotografia foi feita  pela dupla Mole & Thomas em 1918. Na imagem, dezoito mil praças e oficiais que se preparavam para a guerra formam o desenho da Estátua da Liberdade na base militar de Camp Dodge, nos EUA. Em um dia sufocante, a foto demorou horas para ser feita, com a temperatura se aproximando dos 40 graus, muitos homens desmaiaram, todos vestiam uniformes de lã. A foto foi tirada do topo de uma torre especialmente construída para essa fotografia.
  • Os aliados estão enterrando a Alemanha com o Tratado de Versalhes
  • Tratado Imposto
  • afdafdafdafda

    1. 1. 1. AS CAUSAS DA 1ª GUERRA MUNDIAL
    2. 2. A. AS CAUSAS ECONÔMICAS
    3. 3. O IMPERIALISMO
    4. 4. O desenvolvimento industrial em fins do século XIX impôs a busca constante de mercados consumidores para produtos industrializados DISPUTA COLONIAL
    5. 5. “Será que ouvi bem? Perguntou o professor. Sem dúvida – respondeu o intérprete. A partir do momento em que nossas indústrias não conseguem escoar seus produtos, é preciso que uma guerra lhes abra novos mercados. Foi assim que, este ano,tivemos uma guerra do carvão, uma guerra do cobre, uma guerra do algodão na terceira Zelândia, matamos dois terços dos habitantes para obrigar o resto a comprar-nos guarda-chuvas e suspensórios.” (De a ilha dos pingüins , de Anatole France)
    6. 6. Na maior parte dos países europeus as exportações alemães superavam as vendas britânicas A CONCORRÊNCIA ECONÔMICA INGLATERRA X ALEMANHA
    7. 7. A indústria alemã crescia rapidamente. Estava produzindo mais ferro que a Inglaterra. Os produtos químicos e manufaturados invadiam o mundo
    8. 8. Uma revista londrina chegou a dizer que extinta a Alemanha, no dia seguinte não haveria um só inglês pobre!!
    9. 9. O desenvolvimento do capitalismo empurrou o mundo inevitavelmente em direção a uma rivalidade entre estados, à expansão imperialista, ao conflito e a guerra ERIC HOBSBAWN
    10. 10. O nacionalismo que alimentou a Primeira Guerra defendia o expansionismo de uma potência sobre as outras, sobretudo sob o formato do imperialismo, entendido como legítima afirmação externa da supremacia nacional B. NACIONALISMO
    11. 11. Preocupados em manter e conquistar territórios, os países europeus investiam em uma pesada tecnologia de guerra e empreendia meios para engrossar as fileiras de seus exércitos. C. MILITARISMO
    12. 12. entre 1898 e 1914, a Alemanha decidiu implementar uma política de agressivo rearmamento, principalmente de sua Marinha de Guerra
    13. 13. A Alemanha deve ter uma força naval potente a fim de guarnecer os protetorados alemães de além-mar Almirante Alfred Tirpitz
    14. 14. Se concentrou principalmente na construção de encouraçados (então chamados Dreadnoughts).
    15. 15. A reação inglesa foi rápida mas, a despeito da Marinha alemã nunca ter se equiparado à Marinha inglesa
    16. 16. D. O ROMPIMENTO DO EQUILÍBIO EUROPEU
    17. 17. Durante seus anos como chanceler, Bismarck, executou uma política com o objetivo de garantir que a França não faria uma guerra de vingança contra os alemães O chanceler alemão precisava de tempo para refazer-se de três guerras A PAZ ARMADA
    18. 18. OS FRANCESES QUEREM REVANCHE
    19. 19. Reunia Alemanha, Áustria e Itália. Os italianos Assinaram ressentidos pelo fato da França ter Anexado a Tunísia – 1881- O TRATADO DA TRÍPLICE ALIANÇA - 1882
    20. 20. Antagonismos que levaram ao fim da paz armada
    21. 21. Enquanto a Áustria queria abrir uma estrada de rodagem através dos Bálcãs até o Egeu, Rússia apoiava o projeto de uma Grande Sérvia
    22. 22. RÚSSIA X ALEMANHA
    23. 23. A Áustria continuava a dominar territórios que os italianos consideravam como legitimamente seus – a chamada Itália Irridenta
    24. 24. Entre 1890 e 1907, as nações européias, que competiam entre si em todo o mundo por mercados e territórios, passaram a suspeitar cada vez de suas mútuas intenções.
    25. 25. Após a queda de Bismarck, a Alemanha abandonou o sistema de alianças defensivas, orientando-se para uma política de expansão pela força WELTPOLITIK
    26. 26. estabelecia que as duas partes iria em auxílio da outra em caso de ataque pela Alemanha, ou pela Áustria ou Itália A FRANÇA SAI DO ISOLAMENTO - 1894
    27. 27. "Grande Guerra teve tantas causas, que, na realidade, não teve nenhuma“. A.J.P. Taylor,
    28. 28. 2. CRISES QUE ANTECEDERAM A ECLOSÃO DA GUERRA
    29. 29. A disputa entre Inglaterra e Alemanha pelo Marrocos quase levou as duas nações a iniciarem um conflito armado A.CRISE MARROQUINA
    30. 30. B .A CRISE BALCÂNICA A GUERRA RUSSO-TURCA(1877- 1878)
    31. 31. A Turquia dominava os eslavos. Em 1875, os búlgaros aproveitaram-se de uma revolta na Bósnia para pedir sua independência. A violenta repressão turca provocou a intervenção de outros Estados Eslavos.
    32. 32. As grandes potências desejavam partilhar dos despojos do moribundo Império Turco-Otomano, o "homem doente do Levante";
    33. 33. RUSSOS X AUSTRÍACOS
    34. 34. 3. O DESENCADEAMENTO DA GUERRA
    35. 35. O império Austríaco era um mosaico de povos e países. Nele reuniam-se germânicos, húngaros e eslavos
    36. 36. Francisco Ferdinando pretendia transformar a monarquia dual numa monarquia tríplice.
    37. 37. MÃO NEGRA Sérvios contrários à aplicação dos planos do futuro Imperador austríaco, incentivaram uma organização secreta chamada MÃO NEGRA a atentar contra a sua vida.
    38. 38. Em 28 de Junho de 1914, um estudante chamado Gabriel Princip matava a tiros o arquiduque e sua esposa, Sofia, que visitavam Saravejo, capital da Bósnia Eu vou mudar a História do Século XX
    39. 39. Francisco visitava a Bósnia para comandar manobras militares junto à fronteira com à Sérvia
    40. 40. A data escolhida foi uma provocação. No dia 28 de junho de 1349, O Império Turco destruía o reino independente sérvio.
    41. 41. No dia 23 de julho os austríacos enviaram aos sérvios um ultimato com uma série de exigências.
    42. 42. Deu quatro semanas à Sérvia para que renunciasse às suas pretensões nos Bálcãs.
    43. 43. Os sérvios simplesmente ignoraram a intimação austríaca, amparados pela proteção do Império Russo
    44. 44. Declarando insatisfatória a resposta sérvia, rompeu relações diplomáticas e mobilizou parte do seu exército
    45. 45. Rússia 29.07.1914 Sérvia Áustria 04.08.1914 Alemanha 03.08.1914 Alemanha 03.08.1914 01.08.1914 28.07.1914
    46. 46. 4. AS OPERAÇÕES MILITARES
    47. 47. Vamos eliminar as fortalezas francesas na linha de fronteira e vencer a França em 4 semanas e depois vamos atacar a Rússia..... Von Moltke Teremos uma guerra rápida O 1º MÊS DE AVANÇO ALEMÃO FOI ARRASADOR!!!
    48. 48. Almirante Alfred Von Tirpitz A Guerra será tão rápida que nada farei para impedir que os ingleses cruzem o canal da Mancha em apoio a belgas e franceses
    49. 49. Entretanto, a Batalha do Marne, uma contra-ofensiva francesa obrigou os invasores a recuarem
    50. 50. Os franceses foram vitoriosos na medida em que conseguiram conter o avanço do exército alemão. Os franceses firmaram posições em trincheiras, o que também foi feito pelos alemães. Ninguém conseguia avançar: era a guerra de posições.
    51. 51. A partir da Batalha do Marne, os Massacres passaram a ser intermináveis porque o equilíbrio de forças militares obrigava a enterrar os soldados nas trincheiras. O único dever cívico do cidadão era o exercício da violência.
    52. 52. UMA GUERRA TECNOLÓGICA
    53. 53. As trincheiras eram constituídas num emaranhado de arame farpado – que os americanos inventaram para cercar gado
    54. 54. As metralhadoras faziam sua primeira aparição importante na guerra européia
    55. 55. Milhões de soldados viveriam anos sob a terra, junto à lama, aos ratos, à fome e, é claro, ao medo. Até o fim da guerra, 80 mil ingleses seriam removidos das trincheiras devido ao Trench Shock, o pânico TRENCH SHOCK
    56. 56. Os pilotos nem sequer tinham pára-quedas para saltar. Era um “combate medieval entre aviões de madeira “. COMBATES AÉREOS
    57. 57. 5-1915 - O JAPÃO E A ITÁLIA ENTRAM NA GUERRA
    58. 58. A invenção de gases asfixiantes encarnou a desumanidade da guerra 6-A GUERRA QUÍMICA
    59. 59. Cem mil civis e militares morreram
    60. 60. Chefiado pessoalmente pelo químico Fritz Haber,
    61. 61. o Primeiro ataque com sucesso ocorreu em Yprés
    62. 62. Uma nuvem verde esbranquiçada se estendeu por uma frente de 6 Km
    63. 63. Os alemães afirmavam que assim derrotariam imediatamente a França
    64. 64. Só que os ataques serviram para acirrar mais os ânimos
    65. 65. Apesar dos ingleses terem inventado máscaras para que os soldados sobrevivessem aos as gases
    66. 66. Haber criou um gás extremamente tóxico a ponto de entrar pelos mínimos buracos da borracha
    67. 67. A mais ilustrativa do tipo de combate ocorrido. Canhões pesados estendidos numa faixa de 15km 7-A Batalha de Somme - 1916
    68. 68. Os alemães perderam 500 mil homens e a Entente 600 mil
    69. 69. Em 1917 a Rússia estava praticamente derrotada e o grande temor tornou-se um ataque maciço contra a França
    70. 70. 8-A Entrada dos EUA na Guerra 6/4/1917
    71. 71. Em março de 1917 alguns navios americanos que iam comerciar com a Inglaterra foram afundados por alemães
    72. 72. A entrada dos EUA foi fundamental para alterar os rumos da Guerra.
    73. 73. 9-Os 14 Pontos de Wilson O presidente dos EUA formulou um plano de paz
    74. 74. Cópias do programa foram jogados por aviões para os soldados e ao povo da Alemanha
    75. 75. 10-A Saída da Rússia
    76. 76. Bulgária, o Império Turco e o Império Austro- Húngaro também seguiam o exemplo russo e se retiraram do conflito.
    77. 77. 11-Grande ofensiva alemã
    78. 78. Num esforço desesperado, o alto comando alemão inicia uma ação monstro contra a França FR ACASSO TO TAL
    79. 79. O general Foch, consegue cercar grande parte dos alemães que perdem 16 divisões
    80. 80. Como se fossem peças de um jogo de dominó, os aliados da Alemanha vão sendo derrotados 12-A ALEMANHA SE RENDE
    81. 81. 11/NOV/1918 – Alemanha assina um armistício em situação desvantajosa
    82. 82. Oficiais do alto comando alemão pressionaram o Kaiser para fazer reformas políticas e deixar o regime mais democrático. MAS JÁ ERA TARDE !
    83. 83. O Kaiser, não suportando a crise, é obrigado a renunciar. A República de Weimar é proclamada
    84. 84. 13-O TRATADO DE VERSALHES- 1919 O novo governo republicano concluiu a paz com os aliados. Pouco depois, o humilhante Tratado de Versalhes arrasou com a Alemanha
    85. 85. A conferência previa um plenário com 32 países, inclusive o Brasil. A Rússia não compareceu
    86. 86. Não permitiram a entrada da Alemanha na reunião. As potências queriam que a Alemanha arcasse com todas as responsabilidades
    87. 87. Obrigaram a Alemanha a assiná-lo sem grandes discussões.
    88. 88. Foi um tratado imposto ao derrotado
    89. 89. A Conferência foi dominada por Clemenceau, que ainda possuía um forte sentimento de revanche
    90. 90. 14-AS DECISÕES DO TRATADO
    91. 91. h)Um corredor possibilitando um acesso ao mar a Polônia separou o território alemão
    92. 92. i)A cidade de Danzig foi transformada em porto livre
    93. 93. j)Criou-se a Liga das Nações. Excluindo a Alemanha e União Soviética. Os EUA também não participaram.
    94. 94. 15-AS CONSEQUÊNCIAS DA I GUERRA
    95. 95. Nós somos os homens ocos Os homens empalhados Uns nos outros amparados O elmo cheio de nada. Ai de nós! Nossas vozes dessecadas, Quando juntos sussurramos, São quietas e inexpressas Como o vento na relva seca Ou pés de ratos sobre cacos Em nossa adega evaporada Fôrma sem forma, sombra sem cor Força paralisada, gesto sem vigor Aqueles que atravessaram De olhos retos, para o outro reino da morte Nos recordam - se o fazem - não como violentas Almas danadas, mas apenas Como os homens ocos Os homens empalhados Esta é a terra morta Esta é a terra do cacto Aqui as imagens de pedra Estão eretas, aqui recebem elas A súplica da mão de um morto Sob o lampejo de uma estrela agonizante OS HOMENS OCOS - ELIOT
    96. 96. Entre o desejo E o espasmo Entre a potência E a existência Entre a essência E a descendência Tomba a Sombra Porque Teu é o Reino Porque Teu é A vida é Porque Teu é o Assim expira o mundo Assim expira o mundo Assim expira o mundo Não com uma explosão, mas com um suspiro. Entre a idéia E a realidade Entre o movimento E a ação Tomba a Sombra Porque Teu é o Reino Entre a concepção E a criação Entre a emoção E a reação Tomba a Sombra A vida é muito longa

    ×