SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
14-O MISTÉRIO DA INSPIRAÇÃO-17/Setembro/2004
Um dos mistérios que os escritores, em especial, gostariam de desvendar é como lhes advém
a inspiração, seja ela através de relaxamento, através de meditação, ou até mesmo, por
intermédio de sonhos. Questionam como seria tal processamento, ou como ela se operaria em
seus cérebros. Sem querer subestimar àqueles que se consideram cem por cento responsáveis
pelo fruto de sua mente, o fato é que uma fonte inspiradora e misteriosa os abastece de
criatividade que, sem mais nem menos, surge do nada pronta para se transformar em poema,
novela, ensaio ou história.
O fato é que, em frente ao computador, ou mesmo com a caneta (ou lápis) na mão, vem à
mente uma espécie de filme que se concatenará a fim de que faça sentido para o leitor. O
fluxo de idéias é intenso. Com exceção da psicografia (escrita por intermédio da chamada
mediunidade), o fato é que o ato de escrever é uma função mais sensori

Mais conteúdo relacionado

Destaque (18)

Arvore Genalogica
Arvore GenalogicaArvore Genalogica
Arvore Genalogica
 
HistóRia De Minha Vida
HistóRia De Minha VidaHistóRia De Minha Vida
HistóRia De Minha Vida
 
Cartaz Cultural Maio
Cartaz Cultural MaioCartaz Cultural Maio
Cartaz Cultural Maio
 
Adobe Flex
Adobe FlexAdobe Flex
Adobe Flex
 
68 Ondas Eletromagneticas Fev 2006
68 Ondas Eletromagneticas Fev 200668 Ondas Eletromagneticas Fev 2006
68 Ondas Eletromagneticas Fev 2006
 
Lotomática 7
Lotomática 7Lotomática 7
Lotomática 7
 
Certificado Congresso 30 Anos Sns
Certificado Congresso 30 Anos SnsCertificado Congresso 30 Anos Sns
Certificado Congresso 30 Anos Sns
 
Trabalho De CiêNcias Naturais
Trabalho De CiêNcias NaturaisTrabalho De CiêNcias Naturais
Trabalho De CiêNcias Naturais
 
Pública22Abr2007
Pública22Abr2007Pública22Abr2007
Pública22Abr2007
 
Governo Do Farao
Governo Do FaraoGoverno Do Farao
Governo Do Farao
 
Futuros empleados
Futuros empleadosFuturos empleados
Futuros empleados
 
NotíCia Da Amigosd Avenida
NotíCia Da Amigosd AvenidaNotíCia Da Amigosd Avenida
NotíCia Da Amigosd Avenida
 
Informativo Mais Cultura - 16 de Março de 2009
Informativo Mais Cultura - 16 de Março de 2009Informativo Mais Cultura - 16 de Março de 2009
Informativo Mais Cultura - 16 de Março de 2009
 
Sensores
SensoresSensores
Sensores
 
63 Quase Morte Novembro2005
63 Quase Morte Novembro200563 Quase Morte Novembro2005
63 Quase Morte Novembro2005
 
Reciclagem Lhara e Sara
Reciclagem Lhara e SaraReciclagem Lhara e Sara
Reciclagem Lhara e Sara
 
Programas 09 Desenvolvimento Activo
Programas 09 Desenvolvimento ActivoProgramas 09 Desenvolvimento Activo
Programas 09 Desenvolvimento Activo
 
Belenpereira
BelenpereiraBelenpereira
Belenpereira
 

Mais de Marco Aurelio V (20)

Y Entidades 1
Y Entidades 1Y Entidades 1
Y Entidades 1
 
X Energia
X EnergiaX Energia
X Energia
 
V Inteligencia
V InteligenciaV Inteligencia
V Inteligencia
 
U Viagem Astral
U Viagem AstralU Viagem Astral
U Viagem Astral
 
T Kundalini
T KundaliniT Kundalini
T Kundalini
 
S Vicio
S VicioS Vicio
S Vicio
 
R Sol
R SolR Sol
R Sol
 
Q Universos Paralelos
Q Universos ParalelosQ Universos Paralelos
Q Universos Paralelos
 
P Futuro
P FuturoP Futuro
P Futuro
 
O Tci
O TciO Tci
O Tci
 
M Dna
M DnaM Dna
M Dna
 
N Teletransporte
N TeletransporteN Teletransporte
N Teletransporte
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
 
J Ondas Eletromagneticas
J Ondas EletromagneticasJ Ondas Eletromagneticas
J Ondas Eletromagneticas
 
L Holograma
L HologramaL Holograma
L Holograma
 
I Musica
I MusicaI Musica
I Musica
 
G Astrologia
G AstrologiaG Astrologia
G Astrologia
 
F SuperstiçãO
F SuperstiçãOF SuperstiçãO
F SuperstiçãO
 
H Numeros
H NumerosH Numeros
H Numeros
 
E Magnestismo
E MagnestismoE Magnestismo
E Magnestismo
 

Último

Último (8)

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor SucroenergéticoConvergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
 

14 InspiraçãO 396 17 Set04

  • 1. 14-O MISTÉRIO DA INSPIRAÇÃO-17/Setembro/2004 Um dos mistérios que os escritores, em especial, gostariam de desvendar é como lhes advém a inspiração, seja ela através de relaxamento, através de meditação, ou até mesmo, por intermédio de sonhos. Questionam como seria tal processamento, ou como ela se operaria em seus cérebros. Sem querer subestimar àqueles que se consideram cem por cento responsáveis pelo fruto de sua mente, o fato é que uma fonte inspiradora e misteriosa os abastece de criatividade que, sem mais nem menos, surge do nada pronta para se transformar em poema, novela, ensaio ou história. O fato é que, em frente ao computador, ou mesmo com a caneta (ou lápis) na mão, vem à mente uma espécie de filme que se concatenará a fim de que faça sentido para o leitor. O fluxo de idéias é intenso. Com exceção da psicografia (escrita por intermédio da chamada mediunidade), o fato é que o ato de escrever é uma função mais sensori