09dejulho oexpresso

757 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
757
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

09dejulho oexpresso

  1. 1. OEXPRESSO www.slideshare.net/jornaloexpresso oexpresso@gmail.com Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 | Ano 15 | nº 722 R$ 1,50 Cruz Alta debate o pagamento 4° Sábado dos Precatórios no RS Solidário Neste sábado(09) represen- tantes do Rotary Club Cruz Alta, PÁGs. 08 e 09 Érico Veríssimo, Sindicato Rural, APM do Santíssima Trindade, Ma- turidade ativa do SESC, Universi- dade de Cruz Alta, Funcionários da Agência Estadual de Cruz Alta, Sociedade Metodista de Mulhe- res, e muitos outros voluntários do Banco de Alimento estarão na rede de supermercados locais soli- citando doações a população. Festa em Honra de Santo AntônioCAIXA FEDERAL X ABS-PUBLICIDADE O Asilo Santo Antônio de Cruz Alta realiza neste domingo a Festa em honra E REPRESENTAÇÕES LTDA. ao Padroeiro, com festejos popula- Por determinação da Justiça Federal, ABS – Publi-cidades e Representações LTDA., está publicando nesta res durante todo o dia com vendaedição, Sentença Judicial na íntegra, por ter publicado de: churrasco de gado e ovelha,no dia 09 de abril de 2005 na contra/Capa do Jornal assados de leitão, galeto, cucas e(2col. x 10 cm.de alt.) a notícia: pães, bebidas, saladas de batatas, tortas e doces diversos, quermes- se entre outros atrativos. Na parte da tarde, às 15ho- ras, será realizado Missa com dis- tribuição de pãezinhos bentos. PÁGs. 08 e 09
  2. 2. 2 Jornal O EXPRESSO Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 Programa Grande Rodeio Gaúcho ao vivo do Asilo OPINIÃO Profº Claudino Albertoni O Programa Grande Rodeio Gaúcho no mês doseu aniversário completando 48 anos, será transmitidopela Rádio Popular 107.9, domingo, 10 de julho, direto O CAMINHO ESTREITO Ada festa do Asilo Santo Antônio, das 12 às 14 horas. O Programa é apresentado pelo casal tradiciona- idéia de que é do alto que vemos melhorlista Odilon e Marilene Teixeira, e várias atrações estão a realidade nos remete ao fato de que oconfirmadas para animar a festa. nosso caminho é a subida da montanha. A sabedoria nos indica que esse é o caminho da virtu-Cartório de Registro Civil de e da perfeição. Sábios, como Orígenes, afirmam que o caminho ÓBITOS para chegar às virtudes não é um caminho a descer, mas a subir, e é uma subida íngreme e difícil, cheia de Nome Data Idade Tríduo em honra da Nossa pedras soltas, de dificuldades e tribulações. Aqueles que têm o privilégio de visitar a TerraHULDA DERCY FOGAÇA PINHEIROJOÃO EMILIO MARQUES DE QUEIROZ 01/07/11 02/07/11 77 82 Senhora do Carmo Santa colocam em seus roteiros o Monte Sinai. Pou- cos, porém conseguem subir a montanha por ser umaFRANCELINA RANGEL MORA 01/07/11 93 Capela São José, rua subida cheia de pedras, de curvas e de trilhas estrei- 53 João Manoel, 1142. tas. Os que o fazem são tomados de sensações estra-JORGE PIROTE TEIXEIRA 01/07/11 TRíDUO: nhas. É o que contam. As montanhas nos desafiam eBERENICE MENEZES DOS SANTOS 02/07/11 40 Dias 14, 15 e 16 nos chamam a experimentar sensações diferentes.SERGIO MORAES DOS SANTOS 02/07/11 42 (Quinta-feira, sexta-fei- Esse é o caminho da vida.ARI POMINA 03/07/11 74 Na nossa fé encontramos muitas coisas tortuosas, ra e sábado) de julho àsDORALINA MARTINS DE LIMA 02/07/11 74 19 horas. muitos pontos de discussão, muitas objeções. Quem éCLENIO PINHEIRO DA ROSA 03/07/11 73 Domingo dia desafiado a acreditar sabe que o caminho da sabedo- 90 17 – Missa Festiva às ria é tortuoso, com muitas curvas e muitos desvios. AsMARCILINO JOVELI COLVERO 04/07/11 10h30min. objeções são grandes pedras dificultando a passagem.FLORIANO SCHIMANOSKI 04/07/11 75 A partir das 11 ho- É difícil encontrar alguém que não tenha passado porLAURO SCHAFFER 04/07/11 63 ras entrega do Mocotó períodos de intensas dúvidas e que não tenha sido de-MARIA JOSÉ DE SAMPAIO 04/07/11 65 safiado a superar as dificuldades da subida, isto é, do (R$ 10,00 a porção).NELSON SORIO 04/07/11 87 caminho da vida. Assim é que Jesus nos alerta: como é estreita aEVE MARIA NASCIMENTO SCHMITZDE SOUZA 05/07/11 69 PARABÉNS porta e quão apertado é o caminho que conduz à vida e como são poucos os que o encontram.SUELY HOCKMÜLLER CARPES 05/07/11 77 São inúmeras as lições que a história humanaFRIDHOLDO KOWARSK 28/06/11 84 acumula através dos tempos. Grandes dificuldades,ARLINDO ADMAR DOBRACHINSKI 07/07/11 54 problemas imensos enfrentados pela humanidadeMARIA SIRLEI DA CRUZ TEIXEIRA 07/07/11 48 construíram o caráter dos povos e sua fisionomia. Não foi fácil evoluir para uma vida melhor e mais digna. A Cruz Alta, 08 de julho de 2011. porta sempre foi estreita. A montanha sempre se apre- sentou íngreme e cheia de pedras e precipícios. Cami- nhar por esses meandros fortaleceu a humanidade,CARTORIO DO REGISTRO CIVIL determinou a imagem e o orgulho das nações. Para cada um de nós a lição do caminho estreito é EDITAL DE CASAMENTO significativa porque nos revela os valores permanentes nº 29/2011 que nos garantem a consciência da liberdade, a respon- sabilidade da convivência com direitos e deveres junto • ANTÔNIO EDMILSON RACHOR DE MELO Aniversariou na quinta-feira, 07 de julho, o comu- à comunidade, a dignidade de ser habitante do planeta e ELIANE DA SILVA VIEIRA. nicador e radialista Amauri Rodrigues, o qual foi cum- como indivíduo inteligente capaz de criar, realizar e O • JOSÉ LUÍS IESBIK GOMES primentado por amigos, familiares e colegas da Rádio caminho é estreito, mas em cada curva, em cada obstá- Cruz Alta. culo, em cada subida íngreme desperta as nossas emo- e ANDRELISE ABELLO DE ALMEIDA ções e nos desafia a seguir perseguindo nossos objeti- • ANTONIO DE MORAES RIBAS JUNIOR O EXPRESSO Responsável Técnico: Vinculado a: Dr. Assis Brasil Soares Filho vos. O Mestre nos indica que o caminho das facilidades e JULIANA DE BARCELOS PRAIS Registro Profissional: nº 0064/99 é traiçoeiro. Para conquistar a montanha da perfeição • OLDEMAR CARDOZO FONSECA ABS PUBLICIDADE E REPRESENTAÇÕES LTDA Diagramação e Artes: Odilar Zillmann exige-se decisão, sacrifício, persistência, força de von- Os artigos assinados são e CARLA GISELE OLIVEIRA DE MELLO CNPJ: 92.930.171/0001-38 Editora Chefe: Sônia Gai de inteira responsabilida- tade e discernimento. Administração, Assinaturas, Publicidade e Redação: de de seus autores, não Quem souber algum impedimento acuse-o na forma da lei. Rua João Manoel, 810 - CEP: 98005-170 - Centro - Cruz Alta-RS Circulação: representando necessa- É possível, sim, vencer as dificuldades com ale- E-mails: oexpresso@gmail.com / expresso@comnet.com.br Todos os sábados Cruz Alta, 08 de julho de 2011 Impressão: riamente a opinião deste gria, otimismo e esperança. Rui Fontana - Oficial ( (55) 3303-5995 Cia de Arte - Ijuí jornal.
  3. 3. Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 Jornal O EXPRESSO 3 PMDB visita Legislativo Municipal Nossa Velha A Comitiva do PMDB Cruz Alta liderada pelo Presidente Rafael Braga, Milton Ho- Nova Cruz Alta mecher, Carlos Murussi, Fernando Justen, Carmem Alfredo Roeber - Gutierres entre outros estiveram em visita ao Presi- roeber@comnet.com.br dente e Vice do Legislativo Municipal, Vereadores www.unimedplanaltocentralrs.com.br/cruz-alta Marino Marangon e José Reis, na quinta-feira à tar- de, para uma conversa de assuntos municipais. A visita durou em torno de uma hora, tratando Fábrica de Massas e Pães de vários assuntos diversos, relacionados as eleições do ano que vem. de Raffaele Dell´Aglio O PMDB vem realizando na primeira segun- da-feira de cada mês, curso de formação para verea- dores. No último encontro contou com 19 partici- pantes, que são pretendentes ao cargo para ocupar uma cadeira no Legislativo Municipal. Programação da Semana da Família no Município deve ser definida ainda este mês 1925 N F a manhã desex- A atividade está in- undada pelo Italiano Raffale Dell´Aglio em ta-feira (8) foi cluída na programação dos 1898, fabricava massas, pães e biscoitos.realizada no Salão Nobre 190 anos de Cruz Alta. A Usando tecnologia de ponta para época,da Câmara Municipal de abertura do evento está cresceu tanto que tornou-se uma das maiores indus-Vereadores uma reunião a prevista para o dia 14 de trias do gênero no estado. Chegou a produzir 2 mil kgfim de definir o cronogra- agosto, junto a Feira do Li- de massa por dia, graças ao maquinário importado dama da Semana da Família vro, e o encerramento para Itália. Posteriormente, já em mãos do Sr. José Mura-no Município. o dia 21, junto ao 4ª Hot dás, passou a chamar-se Armazém Avenida, não mais fabricando massas mas, sim, como co- mércio de secos e molhados. Em 1964 passou para o Sr. Cruz Auto Moto Fest, am- SMDS; presidente da Câ- Nilton Homercher, genro bos no Ginásio Municipal. mara de Vereadores, Mari- de José Muradás, passando No decorrer da Semana no Marangon e ainda re- a chamar-se O Bolichão, outras ações também serão presentantes de entidades realizadas. ainda no mesmo ramo, per- religiosas da cidade. A lei que rege a Se- No próximo dia 25, durando até os dias atuais e mana da Família no muni- pretende-se finalizar o ainda com muitos clientes, prin- cípio segue as diretrizes da cronograma para a Sema- cipalmente oriundos da zona rural. Raffale Dell´Aglio Semana da Família Nacio- na da Família. nal e objetiva promover o debate e fortalecer o vín- culo familiar. A atividade é realizada desde 2010. Participaram da reu- nião, a secretária munici- pal de Desenvolvimento Social, Gicelia Carvalho, e demais representantes da
  4. 4. 4 Jornal O EXPRESSO Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011COLOCAÇÃO DE PLACAS INDICATIVAS NAS RUAS, PRAÇAS E AVENIDAS DE CRUZ ALTA JUSTA LEGEM* Conheça seus direitosVereador Cleberson Gardin do PSB apresenta projeto O CONSUMIDOR PODE ESTAR SENDO LESADO COM SUA O vereador INCLUSÃO INDEVIDA EM ÓRGÃOS DE RESTRIÇÃO AO CRÉDITO Cleberson Gardinapresentou na última ses- N ão são raras as vezes que tomamos conhecimento de pessoas que tiveram seus nomes ne- nutenção de dívidas vencidas por perí- odo superior a cinco anos.são na tribuna da Câma- Em juízo a empresa terá de de-ra de Vereadores de Cruz gativados indevidamente em órgãos monstrar a origem do débito, ônusAlta, um projeto de Indi- como o SPC e o SERASA por dívidas que é unicamente de sua incumbênciacação que institui a colo- que sequer existiam, que já haviam por se tratar de fato impeditivo, mo-cação de placas indicativas sido corretamente quitadas ou que dificativo ou extintivo do direito donas ruas, praças e avenidas encontravam-se prescritas. autor (artigo 333, II, do Código de Pro-no nosso município. Já a algum tempo vem ocor- cesso Civil). O projeto vem com o rendo uma prática chamada cessão de Não restando comprovada a origemintuito de informar a popu- crédito, que está regularmente previs- da dívida, mostra-se indevido o cadastra-lação e visitantes, facilitando ta no artigo 286 e seguintes do Códi- mento do nome do consumidor nos ór-o acesso às vias de nossa cida- Ana Terra, em Outubro a 60° Romaria de Nossa Senhora go Civil. Entretanto, um dos requisitos gãos de proteção ao crédito, devendo serde indicando aos condutores Fátima, entre outros eventos importantes que atraem mui- para que tal cessão possa ser conside- conhecida a inexigibilidade da dívida e aa direção que os mesmos tos visitantes, justifica-se o pedido do Vereador. rada válida e eficaz é a prévia notifica- imediata exclusão da restrição.deverão seguir para atingir O Poder Executivo Municipal de Cruz Alta poderá ção do devedor (artigo 290 do CC). É notório que a inscrição indevidadeterminados lugares, orien- firmar parcerias com a iniciativa privada ou pessoas jurí- Na prática a cessão nada mais atinge o patrimônio moral do cidadão,tando seu percurso. dicas visando à execução da presente lei. é do que a “compra” de dívidas da- causando-lhe sofrimento, lesão à hon- Sendo Cruz Alta uma A iniciativa privada ou pessoas jurídicas que firma- das como perdidas por instituições fi- ra e reputação, caracterizado assim ocidade onde muitos eventos rem parcerias com o Poder Executivo Municipal de Cruz nanceiras, prestadores de serviço ou que chamamos de dano moral in reacontecem, como agora no Alta poderão inserir nas placas indicativas o nome das suas empresas dos mais variados ramos. A ipsa, o qual se presume, sendo desne-mês de Julho a 31° Coxilha empresas, sendo que o nome da empresa não poderá ultra- empresa compradora do crédito passa cessária a produção de prova quanto àNativista e 14a Cavalgada passar o percentual de 40% do tamanho total da placa. então a exigir o pagamento de diversas ocorrência de prejuízo concreto. O nosso municí- formas, inclusive através da negativa- pio possui atualmente um Caso seu nome tenha sido inscri- ção em órgãos de proteção ao crédito. grande número de artérias to indevidamente em cartórios de pro- sem a devida identificação, Cabe salientar que toda a cobrança testos ou cadastrado no SPC ou SERA- fazendo-se mister o empla- de dívidas, seja por telefone, correspon- SA por empresas que desconhece ou camento das mesmas, de dência ou mesmo pessoalmente, deve por dívidas inexistentes, possui pleno modo que os cidadãos e ci- guardar critérios de razoabilidade e bom direito de procurar a Justiça para exigir dadãs de Cruz Alta possam senso, devendo-se evitar qualquer for- a imediata exclusão dos mesmos, bem melhor serem atendidos, ma de constrangimento ou abuso. como indenização em razão dos danos principalmente no recebi- Ocorre que, não havendo notifi- morais sofridos. mento de correspondências cação do devedor a cessão pode ser Marcelo Dias Jaques *Justa Legem é uma expressão jurídica latina que significa “conforme a lei”. A e de outras necessidades. considerada ilegal, assim como a ma- Advogado - Especialista em Direito Público coluna Justa Legem é uma iniciativa conjunta do Jornal O Expresso e Jaques e Esta proposição do Ampolini - Advocacia e Assessoria Jurídica criada para trazer semanalmente vereador Cleberson Gar- à comunidade cruzaltense informações atualizadas sobre leis e direitos. din foi sugestão de diversos munícipes que solicitaram nas visitas realizadas através do Gabinete Itinerante.
  5. 5. • Cultura • Arte Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 Jornal O EXPRESSO 5 • Atualidades • Dicas Zuleika Edler • Moda • Curiosidades Frase: “Valorize a sua beleza interior: o estado emocional reflete também na sua aparência.”. Áries Horóscopo 21/03 a 20/04 LUA: Cresc. 08/07 a 15/07 ► Esperar? ► Plantas A implementação de idéias está favorecida e pode ter reflexos sobre o trabalho e objeti- vos. Exageros devem ser evitados. Grandio- Como é difícil saber esperar não é mesmo? Cuide bem da 21/04 a 20/05 sidade não é medida monetariamente. Esperar e procurar, duas coi- a viagem é longa, não pense nasas que nunca faço com calma. distância, permita-se apenas ir sua Gérbera Touro Procuro ter minhas coisas curtindo a paisagem sem culpa. As Gérberas são pa- Dinamismo que favorece se direcio-organizadas para não ter que “Muitas vezes o caminhar rentes das margaridas. nar a mais de um interesse, mas comprocurá-las. lento pode nos conduzir às mais Elas gostam de solo foco, taurino. Evite decisões apressa- seco. Por isso, regue no das ou julgamentos errôneos que en- 21/05 a 20/06 Faço questão de cumprir longas distancias”. volvam questões familiares.horários e tarefas para que nin- Se os seus trabalhos, forem máximo duas vezes por semana. Após a f loração, pode-a ren-guém espere por mim. grandes trabalhos, divida-os em te ao solo. Exige sol pleno. Gêmeos Esperar realmente acelera o pequenas tarefas, faça por partes.meu ritmo, me irrita. Não apresse, siga em fren- ► Saúde Mercúrio e Júpiter sinalizam que deve ter cuidado com julgamentos equivocados e ex- Sei que ter paciência é funda- te, devagar, não corra, procure Acalme a TPM, coma cessos. Soluções inventivas, engenhosas. Con- 21/06 a 21/07mental, é um grande desafio que manter a calma. centração, foco e experiência. bananapreciso dominar. Mas geralmente, Lembre-se a vida é umaa minha ansiedade fala mais alto. eterna espera. Vivemos espe- Ela é rica em magnésio, Câncer que ajuda a relaxar e dimi- Uma percepção mais madura de seus desejos e Seria ótimo entender que es- rando: pessoas, dias melhores, nuir a compulsão por doces, emoções é importante, nativo de Câncer. Benefí-perar é como buscar o resulta- oportunidades, enfim uma infi- a fadiga e o inchaço. Esse cios ao que é estruturado junto a parceiros e que 22/07 a 22/08do, é ver algo se concretizar. nidade de coisas. mineral também pode ser tem reflexos sobre o lar e a vida doméstica. Para você que como eu Devemos então aprender a encontrado em vegetais verdenão sabe esperar, vale a dica: esperar com calma, com boa escuros, frutos do mar e figo. LeãoAcalme-se e respire fundo, não vontade, para saborear melhor Atenção com a tendência ao dogmatis-fique consultando o relógio. Se o resultado. ► Moda mo e ao julgamento equivocado sobre questões pessoais e profissionais. Um ► Beleza dia em que deverá agir com ética e ma- 23/08 a 22/09 turidade. Casamento no inverno A maquiagemno ambiente de tra- Virgembalho é bem dife- Dia em que estão favorecidas ações rela-rente daquela usada cionadas ao trabalho e às finanças. Habi-para festas e even- lidade de se dedicar a múltiplos interesses e atividades, sem perder o direcionamento. 23/09 a 22/10tos sociais: Por isso, Inquietação quanto às suas crenças.deixem o look maismarcado para depois Librado expediente. Ações com responsabilidade. Oportunida- de de materializar sonhos e de agir com mais foco, embora envolvido com várias questões. 23/10 a 21/11 Maturidade é essencial. Escorpião Embora possa estar em dúvida, suas ações ten- dem a ser maduras e focadas. Possibilidade de resolver conflitos relativos à ambivalência de U 22/11 a 21/12 certas questões, escorpiano. m casamento à noite, no é apenas convidada. Mas saiba inverno, é algo com o dosar os acessórios para deixar o Sagitário qual devemos tomar muito cui- visual apropriado à ocasião. De Ações em parceria favorecidas, estruturando dado. Afinal, não adianta inves- qualquer modo, um vestido ou e consolidando. Habilidade de agir segundo tir apenas em um lindo casaco e conjunto de saia e blusa sempre é diferentes pontos de vista. Flexibilidade é tirá-lo na hora da festa, que prova- mais elegante. Tente um modelo mesmo essencial. Atenção com a tendência a 22/12 a 20/01 velmente será em um local fecha- mais fechado, com mangas e te- excessos que comprometam a saúde. do. A peça de baixo deve ser tão cido mais pesado, como veludo Capricórnio elegante quanto o que será usado alemão. Para não passar frio, abu- Dia que favorece ações no trabalho e em para aquecer. Nada impede o uso se de echarpes e casaquinhos com parcerias e associações, capricorniano. Ha- de calça na cerimônia, pois você brilho. (Revista Ana Maria) bilidade de se dedicar à diferentes interes- ses, sem perder a objetividade. Atualmente o desafio mais importante está associado 21/01 a 19/02 aos relacionamentos e às parcerias. Aquário Aceitar a diversidade de opiniões engrande- ce a sua perspectiva das coisas. Bom momen- to para agir de acordo com o que está sen- 20/02 a 20/03 tindo e também de forma madura, aquariano. Qualidade de vida é tema essencial. Peixes Um dia em que deve buscar a cooperação, compreendendo a parte que cabe a cada pessoa. Momento de depuração, de cura de antigos padrões. E de um novo direciona- mento emocional.
  6. 6. 6 Jornal O EXPRESSO Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 Relembrando
  7. 7. Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 Jornal O EXPRESSO 7as Coxilhas Nativista
  8. 8. 8 Jornal O EXPRESSO Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011
  9. 9. Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 Jornal O EXPRESSO 9 FÓRUM INTERNACIONAL Liberdade é pilar do Estado Democrático Em evento promovido pela ANJ, SIP e STF, juristas e jornalistas discutiram os obstáculos à Liberdade de Expressão e a necessidade de nova Lei de Imprensa “Ao lado de outros institutos, como eleições livres, a independência do Judiciário, o império da lei e a separação dos Poderes, a Imprensa é um dos pilares do Estado Democrático de Direi- to”, afirmou o presiden- te do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso. Ao presidir a solenidade de abertura do Fórum Internacional Liberdade de Imprensa e Poder Judiciário, rea- lizado na sede do STF, 20 países aprovaram legis- O ministro Carlos em Brasília, ele destacou lações para a abertura de Ayres Brito, presidenta que Imprensa e Judiciá- informações públicas. da mesa, ressalvou que rio têm muito a apren- Opiniões não existe liberdade de der um com o outro. A Já o jurista Gustavo imprensa pela metade, presidente da ANJ, Judi- Binenbojm lembrou que e que a democracia não th Brito, lembrou que o o governo central queria existe sem a liberdade de Supremo decretou o fim controlar a informação pela imprensa, que vai se so- da antidemocrática Lei Lei de Imprensa, e seu fim brepor até ao Judiciário. de Imprensa, incitando fez a sociedade pensar no “O excesso de liberda- as empresas jornalísticas tema. E que qualquer nova de, numa democracia, se à autorregulamentação. proposta do Legislativo combate com mais liber- Já o diretor executivo da deve ampliar e não reprimir dades”, mas disse que é Sociedade Interamerica- a liberdade de imprensa, ao necessário regulamentar na de Imprensa (SIP), contrário de iniciativas em as indenizações e a prote- Julio Muñoz, destacou andamento, que tentam es- ção de fontes. que nos últimos 17 anos conder a censura. Fonte: Jornal ANJ-Junho São Vicente Pra Você O Presidente do Bairro Acelino Flores, Gilberto Miranda, manteve contato com a Direção do Hospital São Vicente de Paula e conseguiu levar o Programa “São Vicente Pra Você” para o Bairro Acelino Flores. O evento acontece neste sábado, 09 de julho, das 14 às 17horas. Será disponibilizadas para os moradores: con- sultas médicas, medição de pressão, glicose, orien- tação nutricional, douto- res da alegria, brinquedos, oficina de artesanato, som lanches para crianças.
  10. 10. 10 Jornal O EXPRESSO Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 VENDE :TERRENOS( Folclore, Tradição, Chasques e outras Gauderiadas) • 3 Terrenos na Rua Nicacio de morais sta Terezinha I medindo 15x 42,50 ANGELINO ROGERIO • angelinorogerio@terra.com.br valor 30 mil cada, • Terreno na Rua Dr woltier medindo 948m² Barbada 90 mil.CLÁSSICOS DA COXILHA • Terrenos na rua Pinheiro Machado medindo 11x50 barbadão, 150 mil. • Terreno na Rua Rio Grande Do Norte um lote inteiro na santa Terezinha II no alto e plano barbadão 50 mil. • Terreno medindo 24x58 Rua Pe Antonio costa com Pe Conigo Mauá R$ 55 mil. “Este ano, provávelmente teremos mais um clássico na Coxilha!”.... • Terrenos Bairro santa Terezinha I medindo 13,20x95 25 á 30 mil. E AREAS RURAIS: ssas palavras ditas pelo secretário de vais e as guitarras, contrabaixos, clarinetes e baterias • Iacapetum: vende 300 e arrenda 360 condições a combinar. • Tupãciretã: beira do asfalto 210 há sendo 180 de lavoura 350 sc p/ há cultura Alex Della Mea em entrevista abafaram os violões e bombos legueros. Não que qui- a combinar para uma emissora de rádio local pode séssemos permanecer no atavismo dos galpões, mas • Santa Maria :140 agora disponível +140 há ano que vem em maio cam-se tornar uma grande verdade. Eu também acredi- era claro o desconforto que gerou. po pra agricultura 4.500 o há com sede 3 pgtºs. • 409 há em Caçapava lavoura e pecuária estrutura montada r$ 3.700 o há.to, pela diversidade de ritmos e autores das músicas Muita gente acreditou que o “modernismo” • São Gabriel: 263 há há sendo para lavoura c/ sede mangueira 8 mil oque estarão concorrendo nesta 31ª Coxilha Nativis- da música gaúcha viria com a tendência à urbaniza- há 1+2. • São Gabriel: vende 350 e arrenda + 450 barbadata. Já faz muito tempo que não surgem músicas que ção, esquecendo que nosso meio é mais rural que ur- • JARI 650 Há lavoura e pecuária 30 km da cidade 200 sacas o hácaiam no gosto popular e que permaneçam na me- bano e ainda temos um pé no campo. Era um “baile • Garruchos : 86 há campo pecuária valor 5 mil o há.mória musical, eternizando-se. de rengo”: Letras campeiras em melodias urbanas e • Garruchos: 414 há com sede 350 lavoura restante pra gado 5.500 há. • Garruchos: 1200 há toda pra lavoura de soja com sede 5.800 há. Por esse palco sagrado já passaram ídolos arranjos de “Rock In Rio”...sem falar que a indiada se • Cruz alta: Saída p/ ijui 60 há toda para soja, 550 saco por há 3 pgtºs.regionais, compositores talentosos e músicos fantás- recusava a usar bombacha!...Tentaram abolir a pilcha • Varias areas em todas as regiões, confira APARTAMENTOS:ticos. E aqui surgiram músicas que fazem parte do obrigatória e, enfim, estavam tomando conta de tal • Edificio Santa Tecla 2 Quartos Demais Dependencias 160 Mil,acervo cultural e musical dos gaúchos, verdadeiras forma que muito índio bagual acabou renegando suas • Edificio Bisso 3 Quartosdemais Dependencias 220 Mil,obras musicais. Umas, de tal destaque, que ganha- origens só para também ser “moderno”... • Edificio Vang Gohg 3 Quartos Demais Dependencias 220 Mil, • Edificio Major Toribio 2 Quartos Demais Depe. S/ Gar 145 Mil,ram fama instantânea, ganhando espaço na imprensa E surgiram músicas à granel, todas sem ritmo • Edificio Jeda, Ap 3 Q C/ Garagem Venancio Aires 200 Milestadual e nacional. Leia-se MOROCHA. Algumas definido, mas batizadas como “milongas”. Qualquer • Edifico Ponche Verde Cobertura Consulte • Em Santa Maria Centro Ap 3 Quartos No Centro 220 Milganharam os salões de CTG mundo a fora: BAILAN- porcaria virava “milonga”, “aires de milonga” (da • Em Santa Maria Centro Ap 2 Quartos 165 MilTA DO TIO FLOR, UMA TARDE NO CORREDOR onde surgiu isso?) e mil longas!...Muitos festivais de- • Aluga-Se Sala Comercial Presidente Esquina Com Barão Rio Branco R$ 1550,00(Entrando no M´Bororé)....sem falar naquelas obras sapareceram do mapa por aderirem a essa “viagem” VENDE-SE • RUA JANGO VIDAL, BARBADA 55 MILintrospectivas e lindas como VENTO NORTE, MO- dos loucos...Mas, como alguns poucos fincaram pé • RUA PRESIDENTE VARGAS,3 QUARTOS 160 MIL CENTRORADA, SEGREDOS DO MEU CAMBICHO, O em defesa da raça, os resistentes acabaram redesco- • CHÁCARA: Saída p/Boa Vista do Cadeado, 6ha, c/sede, galpão + casa + luz + água segura R$ 130milHOMEM QUE ESQUECEU DE DEUS, PROCIS- brindo nossas origens e, até que enfim, admitindo aSÃO...isso citando apenas algumas!... importância de “preservarmos” a cultura regional de Rua Andrade Neves, 900 Na Coxilha sempre teve de tudo. O festi- maneira natural, dando espaço ao “novo” sem esque- Fones: 3322-5390, 9629-9908 e 8145-3010val também acompanhou gerações, modernismos e cer a “velha cepa crioula”.tendências musicais, algumas de caráter duvidoso. Os festivais têm sido verdadeiros garimposHouve uma época, lá pelos idos de 1990 em que mú- de clássicos musicais nas últimas décadas. Grupossicos ditos “urbanos” enveredaram para os festivais, de baile, conjuntos e cantores têm feito sucesso re-confundindo tudo. Foi a chamada “era do teclado” gravando músicas que surgem nos festivais. Será queonde o acordeon foi práticamente banido dos festi- estamos voltando aos bons tempos? Acreditemos que sim. Essa Coxilha pro- mete. “A vida não se resume a festivais” pro- fetizou um dia Geraldo Vandré. Mas a vida e a realidade também se renovam nos palcos, disso temos certeza. “Vamos embora, ver onde chora o cantor O pó levanta na bai- lanta do Tio Flor...”
  11. 11. Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 Jornal O EXPRESSO 11 ACAF joga O GALIBARDO em casa .: Ascânio :. A equipe da ACAF - Associação Cruz Alta de O Galibardo era um mulato forte como um touro. Contam que tinha uma força descomunal. É bom regis- por vezes começava uma valsa, passava para uma vaneira e voltava para a valsa. Quando não acontecia de reunir todos os Futsal, que representa o trar que o seu nome verdadeiro era Gari- sons numa única peça musical. município de Cruz Alta na baldi, mas como as pessoas da campanha, Não havia luz elétrica. O ambiente era por vezes, usam uma linguajar arrevesado, alumiado, vagamente, por uma lamparina de série prata do Campeonato deturpado, passaram a chama-lo pelo ape- “carozena”, quando não um maçarico (a chama Estadual de Futsal, joga em lido. Por aquelas bandas nunca ouviram do pavio era alimentada por sebo derretido). casa, neste sábado(09), às falar no “herói de dois mundos” e muito Os pares dançavam em círculos. Três 20 horas, no Ginásio Mu- menos o nosso personagem retratado. Pou- ou quatro pares, dependendo do número nicipal de Esportes de Cruz cos sabiam o seu nome verdadeiro. de moças, pois os machos eram a grande O Galibardo era casado com a Jo- maioria. Estes ficavam sentados ao longo Alta, contra a AJUC de Jú- velina, mais conhecida por Jove. Era uma das paredes do rancho, em bancos compri- lio de Castílhos. mulher enorme. Tinha uns quartos que pa- dos sem encosto. As moças dançavam com recia um percherão. Para aqueles que não as costas voltados para o centro da sala. sabem, os cavalos da raça percherão foram Evitavam ficar de costas para o lados dos trazidos da França e no passado foram homens que estavam sentados. Sentiam-se muito apreciados na guerra, pois serviam desconfortáveis. Não pelo de serem apalpa- como animais de tração dos canhões da das, mas porque algum peão mais afoito lhe artilharia. Eram lentos, mas muito dóceis. aplicava beliscões nos traseiros. Era proi- Tinham muita força. Pois a Jove também bido “dançar de par”, isto é, as moças não era de guerra, de muitas guerras... tinham exclusividade (durante o baile). En- O Galibardo se estabeleceu com um quanto isto, a garrafa de canha circulava de rancho coberto de capim e chão batido, na mão em mão (tomavam a bebida no bico). beira do corredor. Tinha um comércio que O peão “mensual” que houvesse recebido servia aos peões e andejos da localidade. pagamento naquele dia, tomava conhaque, Vendia cachaça, fumo em corda e um que muito apreciado pelas prendas por ser de outro litro de conhaque de alcatrão “São gosto mais brando, pois não havia gasosa. João da Barra”. Cigarros da marca Tufu- Lá pela madrugada o Galibardo man- ma, Elmo e Udson, que ele chamava de dava parar o baile e entrava com um bacia “Údis”. Era um comerciante singular, pois para “aguar” o chão e, assim, aliviar a pol- era analfabeto. A Jove quebrava o galho, vadeira que levantava. quando tinha de fazer leitura de alguma Terminado o baile, começava a dis- bula de remédio. Na sua ausência, o co- puta pela prendas. Não raro era distribu- merciante resolvia as coisas “pelo rumo”. ídos sopapos, cabos de mango e canzil Para incrementar o comércio, quase entre os homens. No entanto, o troféu todos os sábados, o Galibardo organizava mais cobiçado era a Jove. Aquelas carnes um baile no seu estabelecimento. O rancho fomidas provocavam o cio do macharedo. era dividido em três cômodos: na frente fi- Naquela altura, o Galibardo já havia em- cava o bolicho; o dormitório do casal (?) borcado nalgum conto do rancho, “duro ficava do outro lado, separado por uma de trago”. A última batalha era da Jove, cortina de pano. Nos fundos ficava a cozi- travada com um dos bailantes no catre dos nha, que também servia de depósito e para donos da casa. Quando estava bem dispos- guardar os “zarreios” e outras utilidades. ta, ela acolhia mais do que um homem no O baile começava ao entardecer e conúbio. Não achava nada de mal, pois na não tinha hora para acabar, dependendo da natureza muita coisa veio aos pares, como sobriedade do Maneco, que era o gaitei- os “zóio”, as “oreias” e os “bago”, filoso- ro. Tocava uma gaita de botão, velha e de fava a Jove. Só que no caso dela, eram três, muito uso. Não se sabe se devido ao des- pois durante a semana o Galibardo exigia gaste dos botões ou se os furos por onde os seus direitos de marido. apontavam havia se alargado, ou as duas No dia seguinte, mui lampeiro, o Ga- coisas – por vezes entravam e não saiam. libardo se ocupava do que mais gostava: Então, o Maneco parava o baile, sacava da contar as “pelegas”, isto é, fazer o caixa. faca e ficava esgravatando no furo a procu- Se alguém mencionava o comportamento ra do botão. Mas logo o baile recomeçava. inconveniente da esposa, desconversava. No entardecer as “marcas” eram definidas: Caso o atrevido quisesse apelar para os valsa, chote e bugio. No entanto, depois de seus brios, ele arrematava: não era um ho- muitos goles, os vapores etílicos mistura- mem “luxento”, pois muitas coisas na vida, vam os acordes na cabeça do gaiteiro, que “se lavar tá novo”, sentenciava.
  12. 12. 12 Jornal O EXPRESSO Sábado e domiNgo, 09 e 10 de julho de 2011 Sábado e domingo, 09 e 10 de julho de 2011 PREVISÃO DO TEMPO: SÁBADO: DOMINGO: SEGUNDA: COTAÇÃO DE MERCADO O frio continua no Sul do Brasil. O dia amanhece com poucas nu- Mín.: 6ºC Mín.: 12ºC Mín.: 13ºC SOJA: R$ 40,00 vens, faz bastante sol e o tempo fica firme em toda a Região, com Máx.: 15ºC Máx.: 17ºC Máx.: 21ºC MILHO: R$ 24,00 temperaturas baixa no início da se- Sol com nuvens. Não chove. Chuva a qualquer hora do dia/noite Sol com nuvens. Não chove. TRIGO: R$ 24,50 mana, com risco de geada. Cruz Alta debate o pagamento dos Precatórios no RS Arraiá da BM O Projeto de Lei 373/2011,autoria da Senadora Ana de do da demora no pagamento. Pediu ainda uma maior agili- dade do Poder Judiciário.Amélia Lemos (PP/RS), em O assessor jurídico doparceria com a Comissão Sinapers, Ricardo Berteli,Especial dos Precatórios Ju- cobrou do governo transpa-diciais da Assembleia Legis- rência sobre o pagamentolativa, que trata sobre sobre das RPVs, citando dados queo pagamento de precatórios constam no site da Secretariacom recursos da União, foi da Fazenda. Afirmou aindao principal assunto, junta- que o PL 191/2011 aprovadomente com a pendência dos esta semana na Assembleia Le-pagamentos dos precatórios e gislativa é inconstitucional.RPVs, discutido, nesta quin- Também participaramta-feira (07), em Cruz Alta,durante audiência pública daComissão. O PLS de número RPVs pelo Estado, reclaman- do da demora no pagamento. Deputados, representantes anteprojetos que poderão ser apresentados sobre a questão dos precatórios e RPVs. No da audiência o presidente da Câmara de Vereadores de Cruz Alta, Marino Marangon, os O Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CRPO-Alto Jacuí) realiza neste sábado, 09 de julho, a partir das 14 horas o ‘Arraiá da Guarnição da BM de373/2011 foi protocolada no do Estado, do Judiciário e de Parlamento gaúcho, citou vereadores Paulo Macagnan, Cruz Alta’, na Brigada Militar, rua Sargento Oswaldino,100.dia 01 de julho no setor de entidades também apresenta- propostas dos deputados Élio Amaral, José Reis e José A festa terá quadrilha, quentão, pinhão, cachorro-projetos do Senado. ram suas posições quanto ao Adilson Troca (PSDB), Mar- Roberto; a Juiza de Direito da quente, pescaria e outras atrações juninas. No debate, coordenado assunto. lon Santos (PDT) e Ronaldo Comarca de Cruz Alta, Fernan-pelo presidente da Comissão No início de sua ma- Santini (PTB), além da su- da de Melo Abicht; o Promotordos Precatórios, deputado Fre- nifestação, Frederico Antu- gestão apresentada por Val- de Justiça, André de Azevedoderico Antunes (PP), ocorre- nes fez um breve relato das deci Oliveira (PT) ao Execu- Coelho, o representante daram diversas manifestações de reuniões anteriores e apre- tivo para que seja autorizada Procuradoria-Geral de Justiçapessoas, entidades e sindicatos sentou as propostas que já a utilização de precatórios e do Estado, Gustavo Petry; aque aguardam o recebimento tramitam na Assembleia e no RPVs para quitação de dívi- Defensora Pública do Estado,do pagamento de precatórios e Congresso Nacional, além de das no Banrisul ou aquisição Neusa Albrecht; além dos re- de carros e imóveis. presentantes do Sindicato dos O juiz auxiliar de Con- Servidores Públicos Aposenta- ciliação do Tribunal Regional dos e Pensionistas do Estado do do Trabalho da 4ª Região, Rio Grande do Sul (Sinapers), Marcelo Hentschke, citou Sintergs, Fessergs, Amapers, os valores pagos, via Justiça Sindicato dos Servidores do do Trabalho este ano: R$ 22 IPE, Associação de Cabos e Sol- milhões em precatórios para dados, Associação do Ministé- casos preferenciais (pessoas rio Público, entre outros. com mais de 60 anos ou com doenças graves). Afirmou ain- da que, em relação às RPVs, pode ser feito o sequestro de valores das contas do Estado, via judicial, também para pa- gamentos preferenciais. Mar- celo apresentou ainda, uma lista com a relação de preca- tórios para pagamento na ci- dade de Rio Grande. Para o deputado Pedro Westphalen (PP), a limitação em 1,5% da receita corrente líquida do Estado para paga- mento de RPVs é preocupan- te. Pedro reclamou da mo- rosidade no recebimento do pagamento de precatórios e RPVs pelo Estado, reclaman-

×