Manaus Schutzhund Club Conceito - Base CAB

322 visualizações

Publicada em

Manaus Schutzhund Club - Preparação de Base - 24.08.14 com Alberto Braga (Elaboração: Fábio Paula).

Fonte: SBPCA

Publicada em: Esportes
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
322
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manaus Schutzhund Club Conceito - Base CAB

  1. 1. MANAUS SCHUTZHUND CLUB CAB – CÃO DE ADESTRAMENTO BÁSICO SEÇÃO A – FARO SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA “J” SEÇÃO C - PROTEÇÃO INSTRUTOR: ALBERTO BRAGA
  2. 2. CAB – CÃO DE ADESTRAMENTO BÁSICO – PROVA DE SELEÇÃO - SEÇÃO A – FARO SEÇÃO A – FARO
  3. 3. Prova de faro da categoria CAB é composta de uma reta com 30 passos, um ângulo aberto, (Raio de aproximadamente 1 metro), e uma segunda reta com 20 passos, cujo final deverá ser marcada com um objeto do condutor. SEÇÃO A – FARO INÍCIO FIM 30 PASSOS 1MÉTRO 20 PASSOS OBJETO DO CONDUTOR
  4. 4. SEÇÃO A – FARO INÍCIO FIM 30 PASSOS 1MÉTRO 20 PASSOS OBJETO DO CONDUTOR  O Condutor é quem marca a pista, podendo utilizar 15 (Quinze) pedaços de petisco, para serem colocados ao longo da pista, que devem ser mostrados ao Juiz antes do inicio da marcação.  Depois de marcada a pista espera-se um intervalo de 5 (cinco) minutos.  O Condutor com o cão preso a uma Guia de 2 (dois) metros se apresenta ao Juiz e vai imediatamente para o ponto inicial que deverá estar marcado com uma estaca, e determina que o cão inicie a procura.
  5. 5. SEÇÃO A – FARO INÍCIO FIM 30 PASSOS 1MÉTRO 20 PASSOS OBJETO DO CONDUTOR O Cão deve percorrer o percurso com convicção chegar ao ponto final da pista, com o condutor segurando a Guia a dois metros do cão. Ao chegar ao final da pista, o condutor pode dar o comando deita, e se aproximar do cão. Após isto, o condutor apanha o objeto deixado no final da pista e mostra ao juiz. * Esta prova não será pontuada, mas terá avaliação: Excelente, Muito Bom, Bom, Suficiente ou Insuficiente. O Conceito INSUFICIENTE não aprova o conjunto.
  6. 6. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Antes do início da seção B, todos os cães participantes da Categoria CAB devem ser conduzidos ao centro da pista para avaliação da reação ao tiro, pelo juiz. O cão deve estar seguro na guia que deve permanecer frouxa.
  7. 7. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Exercício 01: Cão sem Guia Pontuação: 45 pontos Exercício 02: Sentar durante a Marcha Pontuação: 20 pontos Exercício 03: Deitar durante a Marcha, com aproximação Pontuação: 25 pontos Exercício 04: Ficar deitado em distração Pontuação: 10 pontos EXERCÍCIOS
  8. 8. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Exercício 01: Cão sem Guia Pontuação: 45 pontos a. Comando: “junto” O comando “junto” só poderá ser dado no início do exercício e nas mudanças de velocidade. b. Execução O condutor aproxima-se do juiz com seu cão, sem guia e apresenta-se ao mesmo. O condutor sairá do ponto inicial indicado, a partir da posição básica, dando o comando ‘junto” e o cão deverá seguir alegre, atento e correto, com seu ombro direito sempre próximo ao joelho esquerdo do condutor. Quando o condutor parar, o cão deverá sentar-se rápida e corretamente, sob comando. Inicialmente o condutor anda aproximadamente 50 passos em linha reta, sem parar, e faz uma meia volta. Após 10 a 15 passos, o condutor muda para o passo trote; após outros 10 a 15 passos mudará para passo lento e após outros 10 a 15 passos retornará ao passo normal. Deve haver muita clareza nas mudanças de velocidade.
  9. 9. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Exercício 01: Cão sem Guia Pontuação: 45 pontos b. Execução – Continuação Em passo normal, deve ser executada, no mínimo, uma conversão à direita, uma para esquerda, uma meia volta e uma parada. Para encerrar o exercício, cão e condutor, dirigem-se, à ordem do juiz, a um grupo de 4 pessoas que devem permanecer em movimento. O condutor deve passar pela esquerda e pela direita de uma pessoa e parar no meio do grupo. Com o final do exercício, o condutor deve se dirigir ao ponto inicial, na posição básica. c. Avaliação Adiantar, afastar lateralmente, atrasar, vacilar ou sentar devagar, comandos adicionais, ajudas corporais, falta de atenção ou timidez do cão em todo desenvolvimento, devem ser penalizados correspondentemente.
  10. 10. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Exercício 02: Sentar durante a Marcha Pontuação: 20 pontos a. Comandos: “junto” e “senta” b. Execução: O condutor sai da posição básica com seu cão (com ou sem guia) dando o comando “junto”, e após 10 a 15 passos, dá o comando “senta”. Podendo parar para dar o comando. O cão deverá sentar rápida e corretamente. Após aproximadamente 30 passos, o condutor para e vira-se imediatamente para seu cão. Sob ordem do juiz, o condutor aproxima-se do seu cão, colocando-se ao seu lado direito e voltam para o ponto inicial, na posição básica. c. Avaliação: Erros no desenvolvimento, sentar devagar, sentar inquieto ou ficar desatento devem ser penalizados correspondentemente. Se o cão não sentar (ficar parado ou deitado) devem ser descontados 10 pontos.
  11. 11. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Exercício 03: Deitar durante a Marcha, com aproximação Pontuação: 25 pontos a. Comandos: “junto”, “deita” e “aqui” (ou o nome do cão) e “junto” b. Execução: O condutor sai da posição básica (com seu com ou sem guia) dando o comando “junto”, e após 10 a 15 passos, dá o comando “deita”. ”. Podendo parar para dar o comando. O cão deverá deitar rápido e corretamente. Após aproximadamente 30 passos, o condutor para e vira-se imediatamente para seu cão. Sob ordem do juiz, o condutor chama o seu cão pelo nome ou usando o comando “aqui”. O cão deverá aproximar-se alegre, rápido e direto para o condutor e sentar corretamente, à frente e rente ao condutor. Após o comando “junto”, o cão deverá se colocar na posição básica. c. Avaliação: Erros no desenvolvimento, deitar devagar, ficar deitado inquieto, aproximar-se devagar, posicionamento errôneo do condutor, ajudas do condutor devem ser penalizados correspondentemente. Se o cão não deitar (ficar parado ou sentado) devem ser descontados 10 pontos.
  12. 12. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Exercício 04: Ficar deitado em distração Pontuação: 10 pontos a. Comandos: “junto”, “deita” e “senta” b. Execução Quando do início da seção B de outro cão, o condutor conduz seu cão para o lugar indicado pelo juiz. Para no local e, da posição básica, dá o comando “deita” e deixa-o deitado, em distração, sem deixar qualquer objeto junto ao cão, afastando-se, sem olhá-lo, indo para o outro ponto indicado pelo juiz, ficando parado, podendo olhar para o cão. A posição do condutor deverá ser tal que o cão possa vê-lo durante a execução dos exercícios do outro cão. O cão deverá permanecer tranquilo, sem interferência do condutor, enquanto o outro cão executado aos exercícios de 1 a 3. Por ordem do juiz, o condutor se aproxima de seu cão, posicionando-se ao seu lado direito. Após a espera de, aproximadamente 3 segundos e com a ordem do juiz, o cão deverá sentar-se rápida e corretamente, ficando na posição básica.
  13. 13. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Exercício 04: Ficar deitado em distração Pontuação: 10 pontos c. Avaliação: Comportamento inquieto do condutor ou do cão, ajudas ao cão, levantar antes do comando devem ser penalizados. Se o cão se levantar ou sentar, ficando, entretanto, no lugar da distração, deverá ser penalizado parcialmente. Afastando-se do local de distração, antes do término do exercício 2 do outro cão, por mais de 3 metros, deverá ser penalizado, perdendo todos os pontos do exercício. Deixando a posição de distração após o término do exercício 2 pelo outro cão, deverá ser penalizado parcialmente. Caso o cão se aproxime do condutor quando este estiver se dirigindo a ele, deverá ser penalizado com perda de 3 pontos. Na prova de obediência o condutor poderá optar por fazer somente a condução sem guia, a pontuação será computada em dobro, porém as faltas também obedecerão o mesmo critério.
  14. 14. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA
  15. 15. SEÇÃO B – OBEDIÊNCIA Exercício 01: Assalto Pontuação: 10 pontos Exercício 02: Ataque Frontal Pontuação: 40 pontos Exercício 03: Ataque ao cão a distância Pontuação: 50 pontos EXERCÍCIOS
  16. 16. SEÇÃO C – PROTEÇÃO Exercício 01: Assalto Pontuação: 10 pontos a. Execução: O figurante fica escondido em uma barraca. O condutor se apresenta ao juiz mantendo o seu cão na guia. Saindo de um ponto determinado pelo juiz, junto com seu cão, sem guia, se aproxima da barraca onde está escondido o figurante e à saída deste, o cão deve ir de encontro ao figurante para imobilizá-lo. b. Avaliação: A atitude segura e determinada do cão e o grau de controle do condutor sobre o cão deve ser avaliado. Se o cão não revidar ao assalto, a seção deve ser encerrada.
  17. 17. SEÇÃO C – PROTEÇÃO Exercício 02: Ataque Frontal Pontuação: 40 pontos a. Execução: Imediatamente após a saída ameaçadora do figurante da barraca o cão deve morder a luva. O figurante deve pressionar desferindo um golpe com o bastão e parar. O cão deve largar imediatamente quando da paralisação do figurante ou sob o comando “larga” do condutor. Após o “larga”, o condutor se aproxima do cão e se encaminha para o ponto do ataque à longa distância.
  18. 18. SEÇÃO C – PROTEÇÃO Exercício 02: Ataque Frontal Pontuação: 40 pontos b. Avaliação: O cão deve morder com firmeza e cheio a luva e enfrentar com determinação o ataque do figurante, devendo ser penalizada a mordida diferente da pretendida. Se o cão não morder, a seção deve ser encerrada. Deve largar assim que o figurante para de lutar ou sob comando. O condutor pode dar mais dois comandos adicionais para largar e a cada comando adicional haverá perda de 5 pontos. Não largando mesmo após os comandos adicionais o condutor poderá se aproximar do cão e se colocar ao seu lado, dando um ultimo comando de larga, se o cão não largar o exercício será encerrado, largando será penalizado com perda de 10 pontos, caso não largue deverá ser penalizado com 15 pontos.
  19. 19. SEÇÃO C – PROTEÇÃO Exercício 03: Ataque ao cão a distância Pontuação: 50 pontos a. Execução: Após o término do exercício 2, o condutor deverá conduzir seu cão com guia, até o ponto determinado pelo juiz para início do ataque ao cão à distância, este ponto não deve conter uma barraca. Deve retirar a guia do cão e segurando-o pelo enforcador aguarda a saída do figurante da barraca, que em atitude ameaçador investe contra o condutor e seu cão. O condutor deve comandar o seu cão para atacar o figurante que se aproxima ameaçadoramente. Após a mordida do cão, o figurante deve lutar com o cão, desferindo-lhe dois golpes e para. Assim que o figurante para a luta ou sob o comando do condutor o cão deve largar e esperar a chegada do condutor, encerrando-se o exercício.
  20. 20. SEÇÃO C – PROTEÇÃO Exercício 03: Ataque ao cão a distância Pontuação: 50 pontos b. Avaliação: Assim como no ataque frontal, a qualidade da mordida deve ser avaliada. Se o cão não morder, a seção deve ser encerrada. Deve largar assim que o figurante para de lutar ou sob comando do condutor. O condutor pode dar mais dois comandos adicionais para largar e a cada comando adicional haverá perda de 5 pontos. Não largando mesmo após os comandos adicionais o condutor poderá se aproximar do cão e se colocar ao seu lado, dando um ultimo comando de larga, se o cão não largar o exercício será encerrado, largando neste ultimo comando será penalizado com perda de 10 pontos, caso não largue deverá ser penalizado com 15 pontos. Durante a execução dos exercícios o juiz irá avaliar o IAR, concluindo por “pronunciado”, “existente” ou “inexistente”. O Juiz deverá fazer constar na sumula se larga ou não larga sob comando, porém este fato não desclassifica o conjunto. A nota mínima para aprovação é de 70 pontos, cães que não larguem sob comando devem receber no Máximo esta avaliação, de 70 pontos e conceito suficiente.
  21. 21. SEÇÃO C – PROTEÇÃO
  22. 22. DISPOSIÇÕES GERAIS 1- Sendo o CAB uma prova não relacionada em regulamentos internacionais, no Brasil será considerada uma Prova de Versatibilidade de Cães de Trabalho, somente para fins de seleção, e poderá ser realizada em um mesmo evento de provas de CAc, (BH). 2- Caso o cão seja reprovado em uma das seções, em próxima prova deverá realizar todas as seções novamente, não ficando dispensado das que anteriormente tenha sido aprovado. Este Regulamento, aprovado pelo Conselho de Juízes de Adestramento, entrará em vigor após ser referendado pela AGE de 25/11/2011, com a aprovação da Ata da Reunião de Juízes de Adestramento, para cães nascidos após 01 de janeiro de 2012, sendo facultativa por parte do condutor realiza-la para cães nascidos antes desta data .
  23. 23. LISTA DE COMANDOS
  24. 24. LISTA DE COMANDOS
  25. 25. LISTA DE COMANDOS

×