Sweet Child O' Themes

5.119 visualizações

Publicada em

Você sabe o que são Child Themes? Se você é um desenvolvedor que está começando agora, essa pode ser uma boa forma de começar a entender como os temas WordPress funcionam.

Mas se você for experiente e está precisando de mais agilidade em pequenos projetos, saber usá-los pode salvar sua vida e economizar seu tempo!

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.119
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.288
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sweet Child O' Themes

  1. 1. Sweet Child O’ Themes
  2. 2. Breno Alves Plugin developer na Proxio Inc. Co-organizador da WP Rio. Contribui para alguns projetos e comunidades open-source. Atualmente trabalha somente com projetos em WordPress.
  3. 3. O que é um child theme? Um tema que herda funcionalidades e estilos de um outro tema (parent theme). É a forma mais recomendada para fazer modificações em qualquer tema WordPress.
  4. 4. O que dá pra fazer com ele? Em geral, você pode adicionar, remover ou modificar qualquer funcionalidade de um parent theme.
  5. 5. ■ Menus ■ Sidebars ■ Widgets ■ Templates ■ Scripts ■ Shortcodes ■ Metaboxes ■ Hooks
  6. 6. Pequenas agências e freelancers Muitas vezes o processo de desenvolvimento é complexo. Por que não buscar uma alternativa viável e de baixo custo para seus projetos?
  7. 7. ■ Redução de custos ■ Menor tempo de desenvolvimento ■ Flexibilidade ■ Fidelização de pequenos clientes
  8. 8. Como eu faço um child theme?
  9. 9. /* Theme Name: Child Theme Author: Breno Alves Description: Um novo child theme de exemplo. Version: 1.0.0 Template: parent-theme */ style.css
  10. 10. <?php // Adiciona durante o enfileiramento dos scripts add_action( 'wp_enqueue_scripts', 'import_scripts' ); // Reimporta scripts do tema pai function import_scripts() { wp_enqueue_style( 'parent-style' ); } ?> Readicione CSS necessários
  11. 11. Ao trabalhar com child themes, você deverá sempre utilizar funções com referência ao stylesheet do tema, pois as funções de template ficam associadas ao parent theme. E apenas um cuidado! get_template_directory != get_stylesheet_directory
  12. 12. Códigos úteis
  13. 13. <?php // Adiciona a action após carregar o tema add_action( 'after_setup_theme', 'remove_menus' ); // Desregistra os menus function remove_menus() { unregister_nav_menu( 'nome-do-menu' ); } ?> Menus
  14. 14. <?php // Adiciona a action após a inicialização dos widgets add_action( 'widgets_init', 'remove_widgets' ); // Remove o widget de calendário padrão do WordPress function remove_widgets() { unregister_widget( 'WP_Widget_Calendar' ); } ?> Widgets
  15. 15. <?php // Adiciona a action após o enfileiramento dos scripts add_action( 'wp_enqueue_scripts', 'remove_scripts' ); // Remove um script function remove_scripts() { wp_dequeue_style( 'custom-style' ); } ?> Scripts
  16. 16. Exemplos
  17. 17. Twenty Fifteen
  18. 18. Nifl
  19. 19. Storefront
  20. 20. Boutique
  21. 21. “Ah legal, mas tem problema de performance, né?”
  22. 22. Nem tudo são flores, mas... Usar um child theme pode trazer algumas desvantagens, mas tudo dependerá do contexto do projeto em que você estiver. Para projetos que não exigem tanto de desempenho a diferença é muito pequena (quase nenhuma) pois o WordPress cuida de todo o carregamento de forma inteligente.
  23. 23. Em geral, o bom desempenho de um child theme está ligado à qualidade de desenvolvimento do seu parent theme. Verificar se o parent theme oferece o suporte adequado e segue às melhores práticas é essencial para que o seu child theme não tenha problemas.
  24. 24. E dá pra fazer um tema “Neto”?
  25. 25. Vocês e essas sobrinhagens... Claro que dá! Mas para isso você não vai usar um tema e sim um plugin, onde você poderá adicionar novos scripts, folhas de estilos e redirecionar templates.
  26. 26. Obrigado! @brenoalvs

×