O slideshow foi denunciado.
Andrezza Röhrig
Iluminação – 2014/1
Curso Superior de Tecnologia em Fotografia / ULBRA
Fernando Pires
Sebastião Salgado
• O fotógrafo brasileiro Sebastião Ribeiro
Salgado nasceu na cidade de Aimorés, em Minas
Gerais, no dia 8 de fevereiro de ...
• Sebastião descobre no trabalho fotográfico a melhor
forma de enfrentar os acontecimentos
planetários, principalmente em ...
Exposição de Sebastião Salgado
Em Usina de Gasômetro de Porto Alegre
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Sabastião Salgado
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sabastião Salgado

222 visualizações

Publicada em

Trabalho de Iluminação

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sabastião Salgado

  1. 1. Andrezza Röhrig Iluminação – 2014/1 Curso Superior de Tecnologia em Fotografia / ULBRA Fernando Pires
  2. 2. Sebastião Salgado
  3. 3. • O fotógrafo brasileiro Sebastião Ribeiro Salgado nasceu na cidade de Aimorés, em Minas Gerais, no dia 8 de fevereiro de 1944. Ele é o único filho do sexo masculino, entre nove irmãs. Graduado em Economia na capital do Espírito Santo, Vitória, pós-graduou-se na Universidade de São Paulo, na USP. Como economista, ele trabalhou no Ministério da Economia, em 1968. Devido às perseguições políticas empreendidas pela Ditadura Militar, ele foi obrigado a buscar asilo políticas em Paris, em 1969. Aí ele completou o doutorado em Economia, em 1971. Voltando para o Brasil, ele atuou na Organização Internacional do Café, em 1973, como especialista na fiscalização de plantações africanas. Assim, ao completar 29 anos, em uma viagem à África, levando consigo uma máquina fotográfica de sua esposa, Lélia Wanick Salgado, ele teve seu encontro definitivo com a fotografia.
  4. 4. • Sebastião descobre no trabalho fotográfico a melhor forma de enfrentar os acontecimentos planetários, principalmente em seus aspectos econômicos. É seguindo por este caminho que ele se transforma em um dos principais e mais venerados fotógrafos da atualidade, no campo do fotojornalismo. Desde os primeiros momentos ele se dedicou a retratar os excluídos, os que se encontram à margem da sociedade. • Adepto das fotos em branco-e-preto, voltou para Paris, em 1973, aí dando início à sua trajetória nesta nova profissão. Seus primeiros trabalhos foram realizados como ‘free lance’, abordando desde o clima seco no perímetro africano de Sahel de Níger, a imigrantes assalariados europeus. Sebastião passou pelas principais agências fotográficas da Europa – a Gamma, em 1974, registrando imagens sobre a Revolução dos Cravos, em Portugal; a Sygma, de 1975 a 1979, através da qual ele transitou por mais de vinte países, fazendo a cobertura dos mais variados acontecimentos; a Magnum Photos, em 1979, cooperativa instituída por Robert Capa e Henri Cartier-Bresson, entre outros fotógrafos, na qual realizou a fantástica sequência de fotos documentais sobre camponeses latino-americanos, durante sete anos. Este registro deu origem ao seu primeiro livro, Outras Américas, lançado em 1986.
  5. 5. Exposição de Sebastião Salgado Em Usina de Gasômetro de Porto Alegre

×