M Ensagem Do Salmo 23

2.182 visualizações

Publicada em

vida eterna bom pastor nada faltara amor

Publicada em: Arte e fotografia, Espiritual
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas

  • anngeres


    <b>[Comment posted from</b> http://chatsgroup.com/web_gear/chat/media.php?d=beis_shabani&p=0&id=84966091]
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

M Ensagem Do Salmo 23

  1. 1. 'UM TEMPORAL PODE ABRIGAR&quot; &quot;SALMOS 23&quot; ...
  2. 2. Escrevo para você esta manhã inspirado na bonita letra deste velho hino: Bem de Manhã Embora o céu sereno Pareça um dia Calmo anunciar Vigia e ora Madrugada luminosa que chega, anunciada por nuvens claras!
  3. 3. Meus olhos alcançam sua vida! Parece tudo tão calmo e sereno! E continuo a escutar, agora preocupado: Vigia e ora! O coração pequeno Um temporal pode abrigar! Madrugada carinhosa que se transforma em nuvens pesadas e tristes. VIGIA E ORA. É o conselho carinhoso e sábio da Palavra de Deus
  4. 4. Jesus falava aos seus discípulos naquele transe doloroso do Getsêmani: VIGIAI E ORAI para que não entreis em tentação! O coração pequeno pode abrigar um temporal, meu amigo! Preconceitos, temores, desavenças! Ódio! Inveja! Mágoas! Tudo isso pode estar abrigado no coração
  5. 5. O autor lembra-se de já haver contado em outra ocasião, quando cedo pela manhã ele correra a colaborar no atendimento de um desastre da estrada de ferro, na estação de Anchieta. Chovia suavemente! 5 horas! Madrugada! E no meio daquelas ferragens retorcidas – corpos humanos esmagados – havia uma tabuleta: DESENGANO – sua inscrição.
  6. 6. DESENGANO – a estação para onde deveria ir aquele trem! E muitos, talvez, não houvessem sequer pensado e parado aquela manhã para um momento de vigília e oração. Vigiai e orai, diz o escritor crente! “ Um céu sereno Um temporal pode abrigar”. E continua o lindo verso; Ao meio dia Quando os sons da terra Abafam mais de Deus A voz do amor.
  7. 7. Recorre à oração. Evita a guerra. E goza paz com o Senhor! Ah! Meu amigo! Quantos estremecimentos durante o dia de trabalho! Nos atritos constantes... Nos interesses abalados! Quanta desilusão... Quanta má fé Quanta dúvida! Quanto rancor e inveja a soldo mercenário! Quanto ódio! Quanta tristeza! Quanta lágrima!
  8. 8. E a voz de amor do Pai Querido estará abafada! Os sons da terra abafam a voz de amor e de compreensão. Estará esquecida a voz do Senhor. Os nossos corações extenuados estarão longe do amor de Deus. E diz o escritor crente: RECORRE À ORAÇÃO E EVITA A GUERRA! Quantos moços mutilados e mortos nos interesses ocultos da guerra...
  9. 9. Oração que evita os desentendimentos humanos; oração que exalta os nossos sentimentos de paz e amor, que nos torna mais compreensivos e com maior capacidade de perdoar. Oração que nos faz estender a mão carinhosamente, ao nosso próximo. Oração que acalma, que perdoa e que salva. Recorre à oração! Evita a guerra! E goza paz Com o Senhor!
  10. 10. Que maravilhoso propósito para nossa vida hoje! A oração! Hora bendita de oração que acalma o aflito coração! Quando as nossas mentes estiverem cansadas! Quando as nossas vidas estiverem submetidas ao atrito constante e diário. Terrível e mau. Interesseiro e mentiroso. Quando o nosso coração estiver fugindo de Deus! O poeta lembra:
  11. 11. RECORRE À ORAÇÃO Que maravilha meu amigo! E nesta mensagem desejo insistir nessa experiência com Deus. Desejo falar desse gozo inefável com Deus! E você vai dizer-me então, depois, do êxito extraordinário de sua vida! Uma vida de oração! Oração nos momentos difíceis! Oração quando os sons diabólicos da terra tendem a abafar as manifestações gloriosas do amor de DEUS!
  12. 12. Quando os nossos olhos, cegos pelas lágrimas, nada mais podem ver! E continua o escritor: Do dia ao fim Após os teus lidares Relembra as bênçãos Do celeste amor E conta a Deus Prazeres e pesares.
  13. 13. Deixando em suas Mãos a dor! E então, agora, já num balanço de todas as coisas... Conta a Deus prazeres e pesares! Que privilégio! Contar ao Pai Querido Prazeres e pesares!... Mágoas e tristezas... Lágrimas... Dias de dor... Dias de lutas... Dias difíceis...
  14. 14. Dia de pessimismo e incerteza! Dias de remorso! Dias maus! Depondo em suas mãos a dor! Que maravilha, Poder contar as bênçãos! Ao fim do dia... Cansado... Extenuado... Podendo relembrar as bênçãos do Celeste Amor! Bênçãos contadas!
  15. 15. -- Seus filhos –meu amigo! -- Suas vitórias! -- Seu trabalho! -- Em tudo a mão de Deus! -- Havemos de reclinar as nossas frontes! Dobrar os nossos joelhos. Fechar carinhosamente nossos olhos e repousar nas mãos poderosas do Senhor Jesus! Nas mãos de Jesus, meu amigo!
  16. 16. Nossas dores! Nossas lutas! Nossas faltas! Nossas mágoas! Nossos ressentimentos! Nossas lágrimas! ---- Nas mãos do Filho de Deus. E, então, cheios de fé, plenos de confiança, estaremos dizendo:
  17. 17. Pai Querido --- Os nossos dias têm sido claros e bons. Temos gozado de intima comunhão contigo! Unge nossa vida. Pai! Os sons terríveis das lutas diárias têm tentado vencer e abafar essa comunhão! Torna-nos reconhecidos pelas bênçãos muitas! Gratos e cheios de amor! Toma, Pai Querido, em teus braços, nossos anseios, nossas lutas, nossa imperfeição! Que possamos sentir, hoje, nossa vida firme em teus braços! Segura em tuas mãos! Pai, que o nosso coração esteja cheio de paz; pleno de amor; feliz em seus propósitos. Nós te suplicamos em nome de Jesus, Nosso Salvador. Amém.
  18. 18. Se você entendeu a mensagem, não se esqueça de encaminhar a outra pessoa, pois tudo pode em seus efeitos.... Formatação: José Varreis Mota E-Mail: [email_address] Mensagem do livro “Um Novo Dia Raiou” Autor: Jair Pereira Ramalho

×