ApresentaçãO De FíSica1

183 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ApresentaçãO De FíSica1

  1. 1. Apresentação de Física<br />“Não estamos prontos para enfrentar o Impacto Profundo, concluem cientistas.”<br />
  2. 2. Metas imprecisas<br />Os 4 milhões dólares que os Estados Unidos gastam anualmente para detectar os chamados NEOs (Near-Earth Objects: NEOs são asteroides e cometas que orbitam o Sol e que se aproximam ou cruzam a órbita da Terra).<br />são insuficientes para que a agência espacial cumpra as recomendações feitas pelo Congresso norte-americano.<br />Em 2005, o Congresso daquele país estabeleceu para a NASA a meta de descobrir 90% dos NEOs com 140 metros de diâmetro ou mais até 2020. Obviamente a meta é imprecisa, já que é impossível descobrir 90% de um total desconhecido. são usadas as estimativas feitas pelos cientistas para o número provável desses objetos.<br />
  3. 3. Como encontrar asteróides em rota de colisão<br />Se terminar o rastreamento dos objetos que ameaçam a Terra o mais próximo possível de 2020 for considerado o mais importante consistirá na utilização de um telescópio espacial para fazer observações em conjunto com telescópios terrestres adequados.<br />Se gastar a menor quantidade possível de recursos para cumprir os objetivos for considerado o mais importante, então será preferível usar apenas um telescópio terrestre adequado à tarefa<br />O relatório também recomenda que a NASA monitore objetos menores - entre 30 e 50 metros de diâmetro.<br />
  4. 4. O Tamanho do perigo<br />Um asteroide ou cometa que, calcula-se, tinha 10 km de diâmetro atingiu a península de Yucatán 65 milhões de anos atrás eliminando um grande número de espécies animais e vegetais.<br />objetos tão grandes atingem a Terra apenas uma vez a cada 100 milhões de anos<br />objetos menores do que os 140 metros de diâmetro que a NASA foi encarregada de identificar causariam prejuízos regionais<br />
  5. 5. Técnicas de defesa contra os impactos<br />A chamada "defesa civil" é uma medida eficaz no caso de impactos de NEOs menores. Evacuação as áreas ameaçadas, a acomodação da população em abrigos e a criação de uma infraestrutura de emergência.<br />Raio-trator gravitacional usariam uma nave espacial para exercer uma força sobre o objeto, forçando-o a mudar gradualmente sua órbita para evitar a colisão com a Terra.<br />Os métodos cinéticos - colidir um veículo espacial contra o NEO para alterar sua órbita (objetos de tamanho médio) mas também exigiria décadas de antecipação nas previsões do impacto<br />As explosões nucleares representam, segundo as conclusões do relatório, a única forma prática disponível atualmente para lidar com objetos grandes.<br />
  6. 6. Desconhecimento Geral<br /> Apesar de todos os métodos serem considerados válidos, nenhum deles está pronto para ser implantados a curto prazo.<br />A defesa civil e os projéteis para o impacto cinético são métodos eficientes mais próximos do possível.<br />
  7. 7. Fontes:<br />http://jpn.icicom.up.pt/imagens/ciencia/asteroid.jpg<br />http://www.inovacaotecnologica.com.br<br />Mariana Borges, 3ºD.<br />

×