O slideshow foi denunciado.

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 100 - 24/08/2017

23 visualizações

Publicada em

http://www.jornalcidademg.com.br | Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 100 - 24/08/2017

Publicada em: Notícias e política
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 100 - 24/08/2017

  1. 1. www.jornalcidademg.com.br • Lagoa da Prata, S. A. do Monte, Moema e Japaraíba • 24/Ago/2017 - Ano 5 - Edição Nº 100 • JORNAL DE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - VENDA PROIBIDA LAGOA DA PRATA • PÁG 04 S. A. DO MONTE • PÁG 10 EDITORIAL • PÁG 02 Jornal Cidade completa 100 ediçõesEstado pede devolução de dinheiro da saúde usado para fazer festa para os médicos Em 1996, Secretaria de Saúde de Lagoa da Prata usou recursos da Saúde para comprar carne e cerveja. Por esse motivo, o Estado de Minas Gerais notificou Lagoa da Prata e exige a devolução de R$ 1,6 milhões (Valor atualizado pela Taxa Selic). Os recursos, de acordo com o Estado, também foram utilizados para fazer festa de médicos e comprar coroa de flores. Após lenda de maldição, “pedra do padre” é assentada na Praça da Matriz ASCOM PREFEITURA SAMONTE INCLUSÃO • PÁG 14 APAE de LP terá horta suspensa ESPORTES • PÁG 02 Sucata realiza jogo amistoso contra o Bagaço, do Espírito Santo IMAGEM ILUSTRATIVA ARQUIVO
  2. 2. 24.08.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brEDITORIAL2 Jornal Cidade completa 100 edições Em abril de 2013, o lançamento da primeira edição do Jornal Cidade deixou muita gente surpresa e em dúvida com relação à longevidade da publicação. Surpresa porque, pela primeira vez, Lagoa da Prata recebia um jornal com distribuição gratuita, impresso com qualidade premium e totalmente colorido e um alcance em todos os bairros e comércios da cidade. Quebramos um paradigma. Colocamos no mercado um produto de qualidade, produzido com precisão e distribuído de graça para a população. Tamanha inovação despertou dúvidas em algumas pessoas, que não acreditavam que o jornal durasse três meses de circulação. Pois bem. Cá estamos nós completando a 100ª edição, graças à confiança dos leitores, à parceria de mais de 80 comércios em 4 cidades que distribuem o jornal aos seus clientes e, principalmente, à confiança de empresas e instituições que investem recursos publicitários no Jornal Cidade, sem os quais seria impossível manter este órgão de imprensa nesses quase 5 anos de circulação. A TODOS VOCÊS, MUITO OBRIGADO PELA CONFIANÇA E PARCERIA. “Nós, do Projeto Doce Vida, parabenizamos o Jornal Cidade pelas 100 edições e agradecemos pela divulgação dos nos- sos trabalhos. Foi por meio do jornal que conseguimos atrair umnúmeromaiordeparticipanteseassimtransformaravi- dadessaspessoascumprindoonossopapelsocial. Dames- ma forma, a sociedade pôde conhecer o projeto”. Fabiana Amaral - Professora de Educação Física em Moema “Poucas vezes me surpre- endi com tanta dedicação, eficiência e profissionalis- mo de um Jornal regional, o Jornal Cidade completa 100 edições nesse mês de agos- to,enósdoSicoobLagoacred Gerais só temos a agradecer pela parceria e qualidade do conteúdo que o jornal sem- pre ofereceu para as comu- nidades. Vocês são merece- doresdetodomeurespeitoe admiração”. Júlio Marcos Rodrigues -Ass.deComunicaçãoe Marketing do Sicoob Lagoacred Gerais “ÉcommuitaalegriaecarinhoqueparabenizooJornalCida- depelas100edições.Queojornalcontinuelevandoinforma- ção, esclarecendo dúvidas e que amplie-se sua distribuição para que cada vez mais pessoas tenham o prazer de desfru- tar de suas informações. Como parceiros agradecemos pe- los bons negócios que foram gerados nesse tempo. Deseja- mosqueoJornalCidadefaçapartedenossahistóriapormui- tosanos,eprincipalmente,nostrazendoboasnotícias. Eque venham muito mais!”. Silma Rodrigues - Assessora de Marketing da ACE/CDL de Lagoa da Prata “Gostariadeparabenizarem primeiro lugar toda equipe do Jornal Cidade que vem desenvolvendo um excelen- tetrabalho,nãosóemLagoa daPrata,comoemtodaare- gião. Vivemos hoje em um mundo em que a informa- ção está em todos os lados, em todos os locais e a qual- quer hora. A comunicação é umadasmaioresnecessida- des do ser humano, seja ela recebida pela tv, revista, jor- nal,rádioouinternet.Porém, jornaisimpressoscontinuam sendoaprincipalfontedeno- tícia local, ainda que a inter- net diminua a profundidade de sua cobertura. O Jornal Cidadeéumdessesveículos que faz a diferença na nossa sociedade, sempre buscan- do levar informações aos ci- dadão com extrema clareza, profissionalismoe imparcia- lidade. Que essa comemora- çãosejaaprimeirademuitas. Parabéns ao amigo e parcei- ro de profissão Juliano Rossi e ao Everton Costa pela co- ragem de realizar mais esse trabalho de renome em toda região”. Jordânia Pereira - Ass.deComunicaçãoda Prefeitura de Japaraíba “Fiqueimuitolisonjeadaegrataporparticipardeumadasma- tériasproduzidaspeloJornalCidade,quenosdávoz.Obrigada por mostrarem em uma das reportagens a importância que a equoterapia tem para quem dela realmente necessita. Pa- rabéns, Jornal Cidade”. Paulina de Souza Silva - Lagoa da Prata “Parabenizamosatodaequi- pe do Jornal Cidade por essa marcatãoexpressiva.Umca- nal de informações compro- metido com a comunidade, empresas e parceiros é de- terminanteparaoavançoda vida em sociedade. Que ve- nham mais centenas de edi- ções! ”. Philip Rubens Soares Pereira - Coordenador de Projetos do Sicoob Lagoacred Gerais “OJornalCidadevemexecu- tando um trabalho com cre- dibilidadeeresponsabilidade na comunicação social. Pa- rabenizoàtodaequipepelas 100edições,quetransmitem informaçõescométicaepro- fissionalismo”. Sabrina Mendes - Professora em Moema “Aimportânciadaimprensanasociedadeéinegável,poispro- moveoconhecimento, informaeintegraapopulação,apoian- doaformaçãodeconsciênciacrítica.O seupapelsocialéde altíssima responsabilidade e deve ser exercido com absolu- tatransparênciaeequilíbrio.ParabenizamosoJornalCidade ao completar sua 100ª. Edição, reafirmando nosso reconhe- cimento pelo belíssimo trabalho que vem realizando, com a prestaçãodeinformaçõeseapoioàsempresaslocais, quese revertem,certamente,emdesenvolvimentoeprosperidade. Aseriedadeecompetênciadesuaspublicações, munindode informaçõesequilibradaseinteligentesauxiliamnaformação dos cidadãos e fortalecem a democracia em nossa região”. Diretoria Executiva Sicoob Crediprata, Nilsa Miranda Diretora Financeira e Ivo Jonas Gontijo Diretor Administrativo “Destaco na última edição em especial, meu agradecimen- topelocarinhoededicaçãocomquesempreacolheramedi- vulgaramostrabalhoserealizadosnaApaedeLagoadaPra- ta. Pais, amigos e profissionais sabem na pele o quanto é di- fícil atuar nos movimentos sociais que lutam pela defesa e garantia dos direitos das pessoas com deficiência. Por isso, destaco a importância de termos um veículo de comunica- ção como o Jornal Cidade, que além de disponibilizar um es- paço em suas edições impressas e virtuais, compartilham a alegriaquealunos,usuáriosefamiliaressentemaoseverem representados e defendidos, seja para a divulgação de suas vitórias ou para a reivindicação de seus direitos”. Reinaldo Aquino - Fisioterapeuta da Apae de Lagoa da Prata “Os órgãos de comunicação impressa que cobrem cidades ou regiões do interior são de suma importância para as pes- soas que as habitam, que ganham a oportunidade de obter informaçãosobreosmuitosaspectossociais,econômicose cultuaisque,visceraleintimamente,lhesdizemrespeito.Ve- ículoimpressocomooJornalCidadetemopoderdeampliar o calor humano e até mesmo o amor dos cidadãos por suas cidades, uma vez que temos no conhecimento daquilo que nos rodeia a verdadeira fonte de responsabilidade e apreço afetivo,vindodaíaassertivadeque“ama-seoqueseconhe- ce”.Dessaforma,podemosafirmarqueoJornalCidadeédis- seminadordeamor,pazeuniãosocial,porintermédiodesua eficiente, profissional e democrática cobertura jornalística. Vida longa ao JORNAL CIDADE!”. Carlos Lúcio Gontijo - Escritor de Santo Antônio do Monte
  3. 3. 24.08.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COOPERATIVISMO 3
  4. 4. 24.08.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brPOLÍTICA4 Estado pede devolução de dinheiro da saúde usado para fazer festa para os médicos A Procuradoria do Município deLagoadaPrataprotocolizou na sexta-feira (18/08), na Secretaria de Estado de Saúde, um ofício soli- citando a dilação (prorrogação) do prazo concedido pelo Estado para que Lagoa da Prata devolva R$ 1,6 milhão.Nodia2deagosto,oMuni- cípio recebeu a notificação de que teria 15 dias para devolver os valo- res,quesãoreferentesaorepassede umconvêniocelebradoem1996,no valor de R$ 70 mil, para investir na elaboração de um Plano Municipal e Intermunicipal de Saúde, com a contrapartida de R$ 14 mil do Mu- nicípio.Partedesserecursofoiusa- da, segundo o Estado, na compra de carne, cerveja, refrigerantes pa- ra a realização de festa para médi- cos oftalmologistas, conforme do- cumentos na prestação de contas do convênio. Os advogados do Município es- tãoanalisandooprocesso,quepos- sui mais de mil páginas, e aguar- dam o deferimento do pedido fei- to ao Estado. EmentrevistaaoJornalCidade, o atual secretário de saúde Geral- do de Almeida disse que o municí- pio não tem condições de devolver essa verba ao Estado. “Só se parali- sarmosalgumserviçodesaúde”,la- menta o secretário. CHURRASCO COM DINHEIRO DA SAÚDE No dia 20 de maio de 1996, a Secre- taria de Saúde realizou o empenho para a compra de 20 garrafas de re- frigerante de 2 litros, 4 caixas de cerveja, 20 quilos de carne de boi, 5 quilos de carne de porco e 3 qui- losdelinguiçaparaafestadosoftal- mologistasdacampanhadepreven- ção de cegueira. Os recursos públi- cos deste convênio também foram gastosnacompradeduascoroasde flores.Osgastosforamautorizados pelo então secretário de saúde na época, Locáldio Elizeu Silva. “RESPONSÁVEL TEM QUE SER PENALIZADO”, afirma ex-prefeito Zezinho O prefeito na época era José Octa- viano Zezinho Ribeiro, que atual- mente ocupa o cargo de secretário naAdministraçãoMunicipal.Elear- gumentaqueafiscalizaçãoegestão dosrecursosdequalquersecretaria são de responsabilidade dos gesto- res, ou seja, dos secretários. “Precisamoslevantarasrespon- sabilidades e ver quem assinou os empenhos,verquemordenouasre- feridascompraseresponsabilizara quemdedireito.Éprecisofazerole- vantamentoepunirsejaquemfor”, disse o ex-prefeito. ELIZEU SILVA O caso foi repercutido em três dos principaisveículosdeimprensado Estado:JornalOTempo,portalG1e TVIntegração.OJornalCidadeten- tou,pordiversasvezes,fazerconta- to com o ex-secretário Elizeu Silva, mas ele não atendeu e nem retor- nouasligações.Areportagemligou no telefone fixo de sua empresa, li- gounoseutelefonecelulareenviou mensagempeloWhatsapp,quefoi lida mas não respondida. EmentrevistaaoG1,oex-secre- tário disse que a verba foi utilizada conformeoconvêniodeterminava e que o recurso foi destinado para pagar oftalmologistas e óculos pa- ra uma campanha contra a ceguei- ra,naqualcercade3milpessoasfo- ramatendidas.“Nofinaldacampa- nha,porsugestãodoZezinhoresol- vemosfazerumaconfraternização para celebrar o sucesso da campa- nha. Nada mais justo, já que ajuda- mosmilharesdepessoasquepode- riamficarcegas.OEstadoquerque agenteminta.Setivéssemoscoloca- do que adquirimos qualquer outro material com o dinheiro, eles acei- tavam.Masfomosingênuosetrans- parentes, falamos a verdade. Há 15 anos,osjuízesentenderamquenão houve dolo e arquivou o processo. Naprestaçãodecontas,eujánãoes- tavamaisnaprefeitura.Pediexone- raçãoparadisputareleiçãomunici- pal. Não sei se eles fizeram errado ou deixaram de fazer. Nunca tive intenção de causar prejuízo a nin- guém.Sempretrabalheicomzeloe transparência. É muito estranho o Estadodemorar21anosparasema- nifestar”, disse Elizeu. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br FOTOS: ARQUIVO LAGOA DA PRATA Em 1996, Secretaria de Saúde de Lagoa da Prata usou recursos da Saúde para comprar carne e cerveja. Por esse motivo, o Estado de Minas Gerais notificou Lagoa da Prata e exige a devolução de R$ 1,6 milhões (Valor atualizado pela Taxa Selic). Os recursos, de acordo com o Estado, também foram utilizados para fazer festa de médicos e comprar coroa de flores. Zezinho Ribeiro - Prefeito de Lagoa da Prata em 1996 Locáldio Elizeu Silva, Secretário Municipal de Saúde em 1996 Procuradoria do Município pede mais prazo para analisar processo, que contém mais de mil páginas.
  5. 5. 24.08.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 5
  6. 6. 24.08.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO6 ACE/CDL promove curso de contabilidade para “não contadores” Depoimentos dos alunos No segundo semestre deste ano, a ACE/ CDL,emparceriacomoSenac,estápro- movendocursosetreinamentosemdiversos segmentosparaseusassociadosetodacomu- nidade. Nomêsdeagosto,otreinamentoso- bre “Liderança com foco em resultados” foi concluído com excelentes resultados. Na última semana, a associação investiu na capacitação de gerentes autônomos que tinham por objetivo aprender sobre a conta- bilidade, sem ter habilitação na área. Inicia- do no dia 14 de agosto, o curso tem o objeti- vodedesenvolverprocessosdegestãodentro dasempresaseatomadadedecisõesnaárea contábil. Paraainstrutoradotreinamento,Mônica Neves,queétécnicaemcontabilidade,gradu- adapeloCentroUniversitáriodeFormigaem Contabilidade,pósgraduandaemgestãotri- butáriaeconselheirafiscaldaPharlabIndús- tria Farmacêutica, os alunos estão entusias- mados e desenvoltos com a disciplina, que é oferecidademaneirapráticaesemmistérios. “Nóstemosnocursoalunosquesãoempresá- riosetambémfuncionáriosdeempresas.Es- secursoévoltadoparaqueessaspessoascon- sigamumamelhorgestãoeparaquepossam conhecer os documentos e relatórios contá- beisparaauxiliarnatomadadedecisões”,ex- plicou. Ainstrutoraaindafalousobreoperfildos alunos e como isso reflete no aprendizado. “Os alunos são muito bons, muito compro- metidosemuitointeligentes.Elesjátêmum bomconhecimentodapartedosdocumentos enãoestãotendodificuldades.Otreinamen- to é muito prático, o cálculo não assustou o pessoal e eles estão até se divertindo”, finali- za. Próximos treinamentos Entre os cursos de capacitação que serão oferecidos pela ACE/CDL nesse segundo semestre, constam ainda: Cerimonial e Protocolo para Eventos. Aperfeiçoamento em Vitrinismo; Vendedor; Técnicas de Negociação; Operador de telemarketing; O valor da inscrição pode ser parcelado em até três vezes e os associados terão um preço diferenciado. Interessados podem entrar em contato com a ACE/CDL pelo telefone (37) 3261-2766 ou 3261-3001 PUBLIEDITORIAL “Fui convidado através da ACE/CDL pa- ra fazer esse curso do Senac e aprofun- dar dentro da área de contabilidade, le- vando os conhecimentos para dentro da empresa e melhorando meu fluxo de co- nhecimentos.Atéomomento,estougos- tando pelo fato de poder acompanhar e saberoqueacontecedentrodaempresa, onde tinha conhecimento apenas geren- cial, não dominava a parte contábil e isso vaifazercomqueeumelhoremeusresul- tados com certeza”. Walisson, representante da REVIBRÁS, empresa de atacado. “Fui convidada pela empresa para fazer o curso.Apresentaram-mevárioscursosdo Senac e o que me interessou foi o de con- tabilidade.Pramim,estásendoimportan- teparaadquirirconhecimento,distribuí-lo dentro da minha equipe e melhorar tam- bém a minha vida e meu controle pesso- al. Até então, o que eu estou vendo aqui no curso são várias questões que no dia a diaagentedeixapassar,estouaprenden- domais,paraaplicarnaminhavidapesso- al e profissional”. Isabela Castro, colaboradora da Sommus Sistemas Mônica Neves, Instrutora do treinamento, LAGOA DA PRATA FOTOS: ARQUIVO ACE/CDL Próximo Curso
  7. 7. 24.08.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 7
  8. 8. 24.08.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO8 Polícia do Meio Ambiente recebe prêmio “Boas Ideias e Boas Práticas” APolíciadoMeioAmbientede Lagoa da Prata, que compõe e coordena a 7ª Cia de Meio Ambien- te,pormeiodoidealizadorCaboLe- onardo Ribeiro Borges, se classifi- cou em primeiro lugar e recebeu o prêmio“BoasIdeiaseBoasPráticas -Progea”.Apremiação,queaconte- ceunodia18deAgostonoHotelFa- zenda Confins, na cidade de Con- fins/MG, é um incentivo da Polícia Militar de Minas Gerais para aque- les que trabalham com educação ambiental e desenvolvem projetos de mudanças de comportamentos junto à comunidade. “O programa visa buscar mu- danças de comportamentos junto às crianças do quarto ano e valori- zar o nosso meio ambiente. Como toda parceria é uma via de mão du- pla, fui procurado pela Sra. Miche- le Farnese Borges, que por sinal é minhaesposa,parajuntoscriarmos umprojetoparaoDiadeCooperar, queé umaaçãoqueoSicoobCredi- prataeSicoobLagoacredGeraisrea- lizamemconjuntoháalgunsanos. Este ano, o tema era meio ambien- te.Juntosavaliamosapossibilidade de revitalizarmos a Praça Donana. Um local importante de Lagoa da Prata que estava um pouco esque- cida”. O projeto foi desenvolvido jun- tamentecomosalunosdasEscolas MunicipaisMonteiroLobatoeAfon- so Goulart, em parceria com a Pre- feituradeLagoadaPrata,Secretaria de Meio Ambiente de Lagoa Prata, Biosev, Sicoob Crediprata e Sicoob LagoacredGerais.“Diantedaideia, mobilizamos a Secretaria de Meio Ambiente, na pessoa do Secretário LessandroGabriel,quenosatendeu prontamente e ficou entusiasma- do com o projeto. A Michele tam- bémlevouoprojetojuntoaosdire- toresdoSicoobCrediprataeLagoa- cred e aceitaram o desafio. Os fun- cionários das duas instituições, en- tusiasmadoscomaideia,sepronti- ficarampessoalmenteemexecutar os trabalhos manuais para a refor- ma da Praça”, explicou. Omunicípioforneceumudasde árvores, tintas e mão-de-obra. Já as duascooperativasfornecerammu- das,mão-de-obraetambémumpar- que com madeira sustentável. “To- dosficarammuitocomprometidos com o projeto que foi executado com perfeição. A Praça hoje é mui- to visitada e virou referência. Nada como uma boa ideia, bons parcei- ros e empolgação na execução dos trabalhos.Umobrigadoespecialao PrefeitoMunicipalPaulinho,aoSe- cretário de Meio Ambiente Lessan- dro Gabriel, ao Sicoob Crediprata, Sicoob Lagoacred e à Biosev, que apoiam e acreditam no PROGEA. Tambémmeuscomandantesecom- panheiros de serviços que não me- demesforçosparaquesetornepos- sível a realização do projeto”, afir- mou. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br O projeto foi desenvolvido nas escolas municipais juntamentecomoSicoobCrediprata,SicoobLagoacred Gerais, Biosev e Prefeitura de Lagoa da Prata FOTOS: ARQUIVO PESSOAL LAGOA DA PRATA O projeto foi idealizado pelo policial ambiental Cabo Leonardo (ao centro)
  9. 9. 24.08.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 9
  10. 10. 24.08.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brREGIÃO10 Após lenda de maldição, “pedra do padre” é assentada na Praça da Matriz em S. A. do Monte Festa do Congado reúne centenas de pessoas em S. A. do Monte Policias Militar e Rodoviária dão início às rondas na rodovia que liga S. A. do Monte a Divinópolis Aconteceu na última semana o assentamento da pedra que carregava a lenda de ser amaldiço- adapelopadreSebastiãoMoraesde Sá,emSantoAntôniodoMonte,no ano de 1865. O motivo da maldição nãosesabeaocerto,masadatacoin- cidecomosconflitosentreospolíti- cos liberais que ocupavam o poder e conservadores, que estavam fora. Naquelaépoca,oscidadãosficaram tão indignados com o padre por su- astendênciaspartidárias,quelhede- ram uma surra. Sentindo-se humi- lhado e correndo risco de morte, o sacerdote deixou a cidade e foi pa- raItapecerica. AntesdedeixarasterrasdeSan- to Antônio do Monte, o padre teria parado perto de uma pedra e en- quantocuravasuasferidascomum óleo,gravoutrêssímbolosnapedra comoseusangue.Ossímboloseram um“S”deSebastião,um“P”deCor- deiro Pascal e a Cruz de Cristo. Foi entãoquenessaépocasurgiuoboa- Aconteceu entre os dias 23 de julho a 20 de agosto a Festa do Congado da Irmandade Nossa Se- nhora do Rosário, Paróquia Santo Antônio, São José e São João Bosco. A tradicional festa movimenta a ci- dade,unindogeraçõesdehomense mulheres que encontram nas dan- ças e músicas típicas, um meio de expressar a sua gratidão a Nossa Se- nhora do Rosário, São Benedito e Santa Efigênia. Centenas de pesso- as participaram da festividade que teve em sua programação cafés, al- moços,procissões,dançasemissas. As apresentações dos mais de vintegruposcongadasaconteceram todasasnoitesemfrenteàPraçada IgrejaMatrizdeSantoAntônio. A Polícia Militar de Santo An- tônio do Monte, em parceria com os militares de Pedra do In- daiá, Divinópolis, Bom Despacho e Polícia Rodoviária tem desenvolvi- do ações de combate aos crimes na MG-164 e MG-050, rodovia que liga SantoAntôniodoMonteaPedrado IndaiáeDivinópolis.SegundooTe- nenteHarley,osdiasdasemanaeos horários em que são feitas as ação nãopodemserdivulgadosporques- tãodesegurançae,alémdisso,elas são realizadas em dias, horários e locais alternados. “Essas ações pre- ventivas e repressivas desenvolvi- das pela Polícia Militar, através de trabalhoconjuntoentresuasunida- des,vêmocorrendoemdecorrência docompromissofirmadocomaso- ciedade local”, disse. O compromisso foi firmado com a população durante uma au- diência pública realizada no dia 21 de julho, onde autoridades e popu- lares discutiram ações para preve- nir e evitar os crimes. SegundoapresidentedaCâma- ra de Santo Antônio do Monte, Vi- viane Greco, o legislativo tem ten- tado buscar recursos para apoiar a segurançanomunicípio.“Olegisla- tivo,nessecaso,écomoopovo.Não tem poder de polícia. Não tem au- toridade para contratar pessoal ou aumentar o efetivo da polícia. Nos- sopapelébuscarrecursosjuntoaos deputadosestaduaisefederais.Co- brarempenhodosnossosrepresen- tantes na Assembleia, na causa da segurança.”, disse. to da maldição de que pouco a pou- co o vilarejo iria se afundar em bu- racos. Na semana passada, a pedra de granito,queficavanaroçadosenhor JoãoHilarinodeCastro,foiabençoa- da pelo padre Adelzires e removida dolocalparaaPraçadaMatriz.Para remover a pedra foi necessário um guindaste,poiselapesacercadetrês toneladas. Napraçaapedrafoirecebidapor Adelzires, da Paróquia Santo Antô- nio, padre João Batista, da Paróquia Dom Bosco, pelo prefeito Dinho do Braz,vice-prefeitoLuizResende,re- presentantesdoLegislativo,porJoão HilarinoepelasecretáriadeCultura Margarete Resende. No local, o pa- dreAdelziresinformouqueapedra seriaabençoadapeloBispoDiocesa- noemoutrasolenidade. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br A pedra será abençoada pelo Bispo Diocesano durante uma solenidade que será agendada pela igreja Amedida,queaconteceemdiasehoráriosalternados,temoobjetivodecoibircrimesnasrodoviasMG-164eMG-050 FOTOS: ASCOM PREFEITURA SAMONTE FOTO: MÁRCIO TEIXEIRA ARQUIVO/2016ARQUIVO/2016 Ações foram firmadas em audiência pública realizada em Julho ARQUIVO CÂMARA DE SAMONTE
  11. 11. 24.08.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg REGIÃO 11
  12. 12. 24.08.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO12 Prefeitura de Lagoa da Prata inaugura Sala Mineira do Empreendedor Foi inaugurada no dia 10 agosto, por meio de uma parceria Prefeitura de La- goa da Prata, por meio da Secretaria Munici- paldeDesenvolvimentoEconômico,edoSe- brae,aSalaMineiradoEmpreendedor. Aso- lenidadecontoucomapresençadorepresen- tante da JUCEMG (Junta Comercial do Esta- dodeMinasGerais)MarcosAraújo,dorepre- sentante do Sebrae Regional Sudoeste/Cen- tro Oeste Dênis Magela, do Diretor Executi- vo do Sicoob Crediprata Ivo Gontijo, repre- sentantes do setor contábil, assessores e se- cretários municipais. Olocalterácomoobjetivomelhoraroam- bientedenegóciosepromoverodesenvolvi- mento sustentável dos empreendedores do município. A sala irá atender empreendedo- res de todos os portes para formalizar o seu empreendimento em todos os níveis, obter orientações,informaçõesebuscaroconheci- mento para o desenvolvimento profissional e de seu empreendimento. Tudo com a fina- lidade de melhorar o ambiente de negócios, aumentar a competitividade e promover o desenvolvimento das empresas na cidade. De acordo com Lucas Gontijo, coordena- dor do Sine e do projeto, a Sala Mineira do Empreendedor é o resultado de um Acordo deCooperaçãoTécnica.“LagoadaPrataéum dos60municípiosqueinauguraramaSalado Empreendedor.Oprojetoirámelhoraresim- plificar o ambiente de negócios em todo es- tado por meio de parcerias com as prefeitu- ras mineiras”, destacou. OQUEASALAMINEIRADOEMPREENDEDOR REPRESENTARÁ PARA A POPULAÇÃO? LUCAS GONTIJO: A Sala Mineira do Empre- endedoréumespaçoúniconomunicípiopa- ra contato do empreendedor, independen- temente de seu porte, com o poder público e entidades pró-empresário a fim de forma- lizar seu empreendimento em todos os ní- veis,obterorientações,informaçõesebuscar o conhecimento para o seu desenvolvimen- to profissional e de seu empreendimento. O empreendedor precisa ser tratado de forma especial. É ele que vai gerar emprego e ren- daparaomunicípio,enósestamosdeportas abertasparaqueestasalasejaumcanalpara odesenvolvimentomunicipaleatéregional. QUAIS OS TIPOS DE SERVIÇOS QUE SERÃO OFERECIDOS? LUCAS GONTIJO: A Sala Mineira do Empreendedor está anco- rada em três pilares fundamentais para seu funcionamento:orientações,serviçosecapa- citações. A relação abaixo contém o básico a ser feito em toda Sala Mineira do Empreen- dedor. Os serviços podem ser ampliados pe- los municípios. ORIENTAÇÕES E INFORMAÇÕES •Orientação prévia sobre o processo de registro (CNPJ, Inscrição Estadual e Ins- crição Municipal); •Orientação prévia sobre o processo de licenciamentomunicipal(VigilânciaSa- nitária,CorpodeBombeiroseMeioAm- biente); •Cadastramento como fornecedor da Prefeitura; •Participaçãonosprocessosdecompras públicas municipais; •Mapa de oportunidades para o empre- endedor; •Distribuição de material informativo sobre empreendedorismo. SERVIÇOS •Consulta de viabilidade; •Protocolo do licenciamento munici- paldeMEI,ME,EPPedemaisempresas; •Emissão das guias de recolhimentos das taxas municipais para processo de formalização, alteração e baixa; •FormalizaçãoeemissãodoCertificado daCondiçãodeMicroempreendedorIn- dividual (CCMEI); •ElaboraçãoeenviodaDeclaraçãoAnu- al do Simples Nacional - DASN SIMEI; •Entrega do CNPJ, Inscrição Estadual, Inscrição Municipal, Alvará de Locali- zação e Funcionamento e demais docu- mentos de licenciamento. CAPACITAÇÕES •Programação regular de capacitações Sebrae Minas; •Programação regular de capacitações Jucemg; •Capacitações realizadas pelos parcei- ros. A sala do empreendedor está localizada na Av. Benedito Valadares, 331 - Sala 9, no Centro de Lagoa da Prata. Telefone: (37) 3261-2991 DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Novo serviço irá oferecer apoio e assistência aos empreendedores. DeacordocomcoordenadorLucasMelo,LagoadaPrataéumadas60 cidades mineiras que inauguraram a Sala do Empreendedor ASCOM PREFEITURA LAGOA DA PRATA LAGOA DA PRATA Plano oferece condições facilitadas para pagamento de impostos estaduais atrasados AAdministraçãoFazen- dária de Lagoa da Prata informa que o Plano de Re- gularização de Créditos Tri- butários foi regulamenta- do pela Secretaria de Esta- do de Fazenda de Minas Ge- rais(SEF/MG),instituídopela Lei 22.549/2017, proporciona condições especiais aos con- tribuintesquedevemimpos- tosetaxasestaduais.Pode-se optar por parcelamento dos débitos ou pagamento à vis- ta,comreduçõesquepodem chegar a 100% nas multas e juros devidos. Aadesãoémuitosimples e pode ser feita pelo contri- buinte – pessoa física ou ju- rídica – em alguns casos por meiodainternet,bastafazer a simulação das melhores condições para a sua situa- çãoespecífica,nositedaSEF (www.fazenda.mg.gov.br), preencher o Requerimento deHabilitaçãoeefetuaropa- gamentodaparcelaúnicaou da primeira parcela até a da- talimitequefoidefinidapor tributo. Os descontos para a qui- tação dos débitos variam de acordocomaformadepaga- mento e o número de parce- las.Osdescontossãomaiores para pagamento à vista ou quanto menor o número de parcelas.Éprecisoficaraten- totambémàsdatasdeadesão e aos prazos finais do Plano, de acordo com o tributo. Informamos aos con- tribuintes com débitos de tributos estaduais (ICMS, ITCD, IPVA e Taxas) que o pa- gamentodestes,iráregulari- zarasuasituaçãoperanteao fisco estadual, além de esta- rem exercendo o seu direito de cidadania, pois os recur- sosdostributos retornamso- ciedade, através de sua apli- cação na prestação de servi- ços públicos, como saúde, educação, segurança públi- ca, habitação, saneamento entre outras. IMAGEM ILUSTRATIVA
  13. 13. 24.08.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg COTIDIANO 13 C M Y CM MY CY CMY K
  14. 14. 24.08.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brCOTIDIANO14 Mudanças no CAPS beneficiam centenas de pacientes Visita à Feira de Ciências da Escola Virgínio Perillo Eliana Delfino - Psicóloga Júnia Silva - Assistente Social IMAGEM ILUSTRATIVA FOTOS: ARQUIVO CAPS / RHAIANE CARVALHO LAGOA DA PRATA Apae de Lagoa da Prata terá horta suspensa Cercade92usuáriosdaApaee alunos da Escola Estadual He- lenaAparecidafarãopartedoproje- to de cultivo de uma horta suspen- sa, que irá beneficiar aqueles que não conseguem participar das ati- vidadesdevidoàslimitaçõesfísicas. Oplantio,cultivoelimpezadahor- ta serão feitos pelos próprios usuá- rios e alunos, juntamente com os monitores. Serão cultivadas verduras e le- gumes como couve, alface, rúcula, espinafre,mostarda,cebolinha,sal- sinha, cenoura e beterraba. Todos orgânicos. Os alimentos cultivados serão utilizadosparaconsumodosalunos e usuários e para venda. Segundo a assessoriadecomunicaçãodaasso- ciação,osalimentosserãovendidos em uma barraquinha montada na porta da instituição. Ainauguraçãodahortasuspen- saseráamanhãàs8hefazpartedas atividadesprevistasdaSemanaNa- cionaldaPessoacomDeficiênciaIn- telectual e Múltipla. Os interessados em comprar as verduras e legumes da Apae poderão entrar em contato pelo telefone (37) 3261-4749. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br OCentrodeAtençãoPsicosso- cial de Lagoa da Prata (Caps) vem realizando diversos investi- mentos em sua estrutura física pa- ra melhor atender seus pacientes. Segundo a psicóloga Eliana Delfi- no, todo o trabalho é desenvolvido para que o paciente tenha gover- nabilidade sobre a sua vida. Em oi- tomesesaunidaderecebeu167no- vos pacientes. O Caps foi fundado em Lagoa da Prata no ano de 1994 com a mis- são de dar atendimento às pessoas que sofrem com transtornos men- tais severos e persistentes, favore- cendooexercíciodacidadaniaeda inclusãosocialdosusuáriosedesu- as famílias. Em Lagoa da Prata, a unidade oferece um regime de atenção di- ária através de grupos de reflexão, artesanatos, cuidados clínicos (te- rapeuta ocupacional, psicólogo, psiquiatra, assistente social e en- fermagem), educação, trabalho, esporte, lazer, cultura, oficinas de recreação,terapiasepasseiosinter- municipais. Para a assistente social Junia Cruz Ramires Silva, além das ativi- dades propostas pela unidade, ou- trassãodesenvolvidasjuntoàassis- tência social. “Trabalhamos ques- tõesdefamília,questõespreviden- ciárias,dificuldadessociaisvividas por eles e em relação a como se co- locar diante do problema”, afir- mou. Atualmente, 15 profissionais compõemaequipedoCaps.Segun- do o coordenador administrativo, Adriano Moraes, algumas mudan- ças foram feitas na unidade. “Fize- mosumaparceriacomaFundação Futura,quepintouosmurosdauni- dade, deixando o ambiente mais alegre e lúdico. Retiramos alguns entulhos e fizemos o plantio de árvores, consertamos as calçadas, limpamos o pátio, trocamos lâm- padas, consertamos vazamentos, reformamos o refeitório, revitali- zamos a área externa com um no- vo jardim e redistribuição de ban- cos”, afirmou. PROJETO CUCA LEGAL O projeto Cuca Legal é formado por uma associação de familiares, usuários e profissionais do serviço de saúde mental. Nele, são desen- volvidos trabalhos manuais como bordado,crochê,tapetesdecordão, pintura em tecido, pintura em te- la, confecção de roupas de cama, banho e cozinha e encadernação (agendas e blocos de anotações). Esses produtos podem ser adquiri- dosde13hàs16hna“Lojinha”,que está localizada na rodoviária. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br Proposta é incluir os alunos com limitações físicas nas práticas de cultivo Depoimentos “Euperdiomeuesposoefoimui- todifícillidarcomessaperda.Eu nãoqueriasairdecasa,nãoque- riacomerenemfazernada.Tive depressão,fiqueidescontrolada. Agora, com o tratamento eu me sinto muito bem. Aqui faço pin- tura, grupo de reflexão e apren- di a fazer várias coisas. O trata- mento aqui está me ajudando muitoporqueseeutivessefica- do em casa não teria consegui- do sozinha”. Geralda Barbosa - dona de casa “EuvimparaoCapscomproble- madesurtoedepressão.Eunão aceitava. Agora tenho eles aqui como a minha segunda família. Melhorei muito, faço todas as atividades, até a quantidade de remédios diminuiu. Quando eu sair daqui vou sentir falta, mas vou poder ajudar outras pesso- as”. Rosana da Silva - dona de casa “Eubebiamuito,nãocuidavada minha casa e nem cuidava dos animais que tenho. Ficava só na cachaça. Estou me tratando. Ti- ve até alguns remédios corta- dos. Hoje, é muito difícil eu be- ber. Estou gostando muito do tratamento, está me ajudando demais”. Josemar Barbosa Silva - aposentado
  15. 15. 24.08.2017 Curta no Facebook fb.com/jornalcidademg ESPORTES 15 Sucata realiza jogo amistoso contra o Bagaço, do Espírito Santo AAssociaçãoAméricaFutebol Clube,deLagoadaPrata,tradi- cionalmente conhecida como “Su- cata”,realizounoúltimofinaldese- manadoisjogosamistososcontraa Associaçao Veteranos do Araçá, co- nhecidacomo“Bagaço”,deVilaVe- lha, na região metropolitana de Vi- tória, capital do Espírito Santo. Com uma média de idade bem mais elevada do que o time anfi- trião, os capixabas venceram o pri- meirojogoeseguraramoplacarna segundapartidaatéomomentoem que o fôlego acabou. O primeiro confronto aconte- ceunosábadoàtardeentreostimes consideradosaspirantes(cascudos), com a vitória do Bagaço por 4 a 2. E nodomingofoiavezdostimescon- siderados principais das duas asso- ciações. Oscapixabasentraramem campocomváriosatletasquejoga- ram a partida de sábado, e os lago- pratenses colocaram mais de20jo- gadoresnoconfronto–metadeem cada tempo – e venceram pelo pla- car de 2 a 0. CONFRATERNIZAÇÃO A realização dos jogos amistosos foi intermediada pelo atleta Rogé- rio Aparecido de Oliveira, que atu- almente é jogador do Bagaço e já participou do Sucata durante mui- tos anos antes de se mudar para Vi- la Velha. De acordo com Marcos Alves, um dos diretores da Associação América,oprincipalobjetivodoen- contro foi a confraternização com oscapixabas.“Fizemosomelhorpa- ra recepcioná-los. O placar do jogo é o que menos importa. O que va- le mesmo é a confraternização, a uniãodeamigosesuasfamílias.To- dos nós estamos felizes”, disse Al- ves. A diretoria da Associação Amé- rica ofereceu aos visitantes todo o suporte, incluindo alimentação e hospedagem. OsatletasdaAssociaçãoVetera- nos do Araçás saiu de Vila Velha na sexta-feira às 20 horas e viajou por voltade13horasatéchegaraLagoa daPrata.Adelegaçãoveiocomposta por 43 pessoas, entre atletas e seus familiares. O presidente do Bagaço é Sa- muel Nunes, 52 anos, comandan- te da Guarda Municipal de Vila Ve- lha. Ele ressaltou o espírito de con- fraternização desse jogo amistoso em Lagoa da Prata. “O bacana é is- so.Conseguimosreunirasfamílias para participar. Foi uma confrater- nização muito bacana. Já jogamos em São Paulo e no interior do nos- so estado. Mas a recepção de vocês foimuitoacolhedora.LagoadaPra- ta ficará em nossos corações. O ti- me de vocês é mais jovem, porém, é muito leal e joga com fair play. O resultado ficou em segundo plano. O mais importante foi a confrater- nização”, disse Nunes. O advogado Max, 54 anos, é te- soureiro do Bagaço. Ele também ressaltou o acolhimento da cida- deedoscompanheirosdeLagoada Prata. “Estar nesse grupo é muito importante para nós, pois valori- zaaautoestimadojogador,agente vaiparaocampocomavontadede brincar,aconvivênciadegrupo,en- tãosótemosaagradecer”,concluiu. Os jogos de volta entre as duas associação deverão ser realizados nomêsdenovembroemVilaVelha. DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br FOTOS: ARQUIVO PESSOAL LAGOA DA PRATA AssociaçãoAméricaFutebolClube-“Sucata” Associação Veteranos do Araçá - “Bagaço” Samuel, Max e Rogério, atletas do time capixaba
  16. 16. 24.08.2017Leia mais notícias em www.jornalcidademg.com.brEMPREENDEDORISMO16

×