SlideShare uma empresa Scribd logo
Você alguma vez já sentiu como se você pudesse mudar?
Eu lembro sair com um amigo meu em uma festa, e ouvindo ele falar sobre porque ele
amava viajar. Ele disse que com apenas um pouco de dinheiro, você poderia ir pro aeroporto
mais perto e dentro de poucas horas, você poderia chegar em um lugar totalmente diferente.
Em apenas pouco tempo você poderia se ver em uma paisagem totalmente diferente, com
um conjunto de pessoas diferente, um ambiente diferente e uma vibe totalmente diferente.
Se isto é verdade, eu queria saber, você poderia até ser uma pessoa diferente? Talvez, apenas
enquanto você estivesse lá? Você realmente seria a mesma pessoa se você estivesse em uma
cidade diferente? Ninguém conheceria você, ou teria qualquer expectativa de você
completamente.
Mas se em vez de mudar lugares físicos você pudesse estar no mesmo local, e ainda está em
um lugar diferente? Se foi sua experiência daquele lugar que o fez diferente, em vez do
lugar físico? E se você mudasse?
Seria um bom momento pra pensar sobre isto. Porque goste disto ou não, é o que está está
pra acontecer. O lugar que você está preste a ir agora não é um lugar que você você vai
voltar. Então você tem apenas que lidar com isso.
The Blueprint
Por Tyler Durden
Traduzido por Uniberges S. Araújo
lider_alpha@hotmail.com
© Real Social Dynamics, 2006
Introdução
Livro 1 Condicionamento Social
Livro 2 Valor
Livro 3 Amor
Livro 4 Identidade
Livro 5 Fodeza e Congruência
Livro 6 Estabilização de Identidade
Livro 7 A Estrutura absurda de Valor Social
Livro 8 Pontos Cegos
Livro 9 Pilares de Realidade
Livro 10 Atribuição e Estado
Livro 11 Comportamentos Fortes
Livro 12 Comportamentos Fracos
Livro 13 Vibe Social e Calibração
Livro 14 Estados Antilítico e Emocional da Mente
Livro 15 Dominância
Livro 16 Autenticidade
Introdução
O que segue é um projeto inacabado da dinâmica social como eu atualmente entendo.
É um esboço do software continuamente em evolução que existe em minha mente após ter
gastado anos como um pickup artist.
Se você deseja se beneficiar desse conhecimento leia-o continuamente, saia e pratique todos
os dias até que você tenha internalizado completamente.
Uma vez que você fez isso, ponha o livro de lado e nunca mais leia novamente.
Dessa forma isso não vai se tornar algo que você faz, mas algo que você é.
Boa sorte em sua jornada.
Tyler
LIVRO 1 – CONDICIONAMENTO SOCIAL
A maioria das pessoas anda através da vida em um transe. Um andar atordoado. Este
conhecimento especifico é o que faz perceber isso e eventualmente tornará a sua base de
poder como um cara com tremendas habilidades sociais.
Mas antes de nós falar sobre isso temos que te acordar de todas bobagens que lhe foi
ensinado.
Você alguma vez parou pra pensar de onde suas ideias sobre sexo, namoro e
relacionamentos verdadeiramente vem?
Quais tipos de ideias aceitas comuns nós podemos achar circulando por aí?
#Caras com dinheiro pegam mulheres. Se você não consegue pegar mulheres, saia e faça um
monte de dinheiro. Desse jeito, quando você conversar com elas você pode atraí-las
mostrando quanto dinheiro você tem...
#Os caras mais bonitos sempre pegam as mulheres mais bonitas. Fora do dinheiro, aparência
é a coisa mais importante...
#Você deveria sempre bolar um plano como pegar a garota que você quer, desse jeito ela
pode ver quão duro você está tentando. Se você pode realmente provar a uma mulher quanto
você gosta dela, ela gostará de você também...
#Uma mulher pode ser logicamente convencida a se sentir emocionalmente atraída por um
homem. Quando você conhecer uma menina pela pela primeira vez você deve comprar
bebidas e flores pra convencer ela gostar de você...
#Se você gosta de uma garota você precisa realmente pensar como você vai agir perto dela.
Se você é muito cuidadoso, então você terá menos riscos de fazer besteiras que poderia
irritar ela...
#Quando você pensa que está apaixonado, você deve seguir seu coração e confessar a
menina quão apaixonado você está por ela. Fazendo isso você ganhará o coração dela...
#Amor é escasso e você deveria tratar desta maneira. Você apenas tem uma alma gêmea.
Você não achará amor duas vezes...
#Da mesma maneira que mulheres bonitas não são ''rejeitadas'', se você é um cara bonito
então você nunca deveria ser rejeitado também. Se você não consegue pegar a menina é
porque você não é realmente um cara atraente...
#As pessoas estão sempre de olho pra achar caras que estão tentando conhecer mulheres,
assim elas podem sorrir deles com seus amigos. Pra se livrar de um grande constrangimento,
é melhor esperar e ver se a menina está interessada ou não antes de se aproximar...
#Se uma mulher dorme com você logo após te conhecer, então ela deve ser uma piriguete.
Ma se ela espera pra dormir com você e faz você ''trabalhar duro pra isso'', então ela deve
ser ''difícil de pegar'' e nunca foi promiscua antes. De fato, mulheres que são difíceis de
pegar automaticamente faz o melhor par em um bom relacionamento...
#Homens sempre parecem está buscando sexo. Homens gostam mais de sexo do que as
mulheres. Esta é a razão dos homens trair mais as mulheres do que elas trair eles – eles são
obcecados por sexo...
#Se você não se encaixar as pessoas não vão gostar de você. Quando você estiver em um
evento social como uma balada ou clube, você deve beber álcool pra se encaixar. Na
realidade, pode ser uma boa ideia ter um copo em sua mão agora mesmo no caso de alguém
está vendo...
#Todos os caras que dançam com garotas estão se relacionando com elas. Pra pegar
mulheres em clubes você precisa aprender a dançar e então ir até mulheres aleatórias
enquanto elas estão dançando com seus amigos e tenta interromper e começa se esfregar
nelas. Então, quando elas estiverem realmente excitada pela esfregação você pode levar elas
pra casa e mandar ver...
#Se você ver uma garota aborrecida ou em uma discussão, é a chance perfeita pra você pular
dentro e fazer um negócio maior disto do que ela queria, deste modo ela verá que homem
você é...
#Atração é causada por feromônios, simetria facial, e corpo formado em V. Se um homem
não tem isto então realmente ele não tem sorte...
Então... tudo isso está descaradamente errado.
Não é dizer que é impossível atrair uma mulher se você tem essas ideias – muitos caras
conseguem. (A terra é completamente povoada apesar de tudo). Mas como um real
entendimento do que causa atração, essas ideias realmente não funcionam.
Você não deve considerar isto (ou qualquer outra coisa que você ler) por certo. Saia e
coloque isto em teste – você perceberá rapidamente como as mulheres responde a suas
investidas.
Certo, então de onde essas ideias vem? Quem vem com essas coisas?
DEFINIÇÃO: ''CONDICIONAMENTO SOCIAL''
Desde novos somos influenciados e moldados pelo ''condicionamento social.'' Enquanto
nossas ideias são aprendidas através de nossas próprias experiências, o contexto através que
nós aprendemos é altamente influenciado pela nossa interação com a sociedade.
Por essa razão, nós agarramos todo tipo de crenças socialmente adquiridas que nós
aceitamos como fato, sem até mesmo parar pra analisar se elas são ou não de fato
verdadeiras.
A maioria das pessoas nunca notará realmente essa enorme influência em suas mentes, e
mesmo aqueles que fizerem nunca perceberão completamente a extensão a qual isso modela
sua percepção e interação com o mundo.
Por causa a sociedade não é sempre culturalmente a vontade com sexualidade, sexo tem
sempre sido considerado como tendo poderosas qualidades que não tem nada a haver.
Sexo tem sido conceituado como tendo uma passagem dentro da humanidade, como uma
maneira de determinar a moralidade de uma pessoa, e até mesmo como tendo significado
divino. O tópico sexo é um assunto emocional, e muitas pessoas tem um momento difícil
pra falar sobre isso de maneira inteligente.
Nesses dias os homens se encontram em uma situação difícil porque suas ideias sobre
atração são baseadas em todos tipos de informações erradas.
E com tal tipo de idiotice bagunçando suas mentes, eles necessitam de uma habilidade
fundamental que todo homem deveria ter – um real entendimento de como atrair uma
mulher.
Enquanto você ainda não consegue perceber a extensão disso, sua mente está sendo
continuamente bombardeada com ideias sobre o que precisa pra conseguir uma mulher. Se
isso vem de filmes, livros, televisão, música, seus colegas ou até de instrutores profissionais
de paquera, a suposição é quase invariavelmente que as mulheres não gostam de sexo tanto
quantos os homens, e que pra atrair uma companheira um cara também tem que ser rico ou
bonito ou ganhar elas em cima de favores.
O foco está raramente no que verdadeiramente importa, mas em coisas arbitrarias como
onde levar a garota, como se vestir, como elogiar, como impressionar, como ter modos,
quanto tempo esperar pra fazer um movimento, e todos os tipos de besteiras irrelevantes que
basicamente te distrai do que você necessita está pensando no momento.
Qual é a distração?
A suposição subjacente com a maioria disso é:
1- Se você impressionar, ela estará admirada e de repente ela gostará de você.
2- Se você fazer muitos favores agradáveis, ela verá quão bem você trataria ela em um
relacionamento e começará gostar de você.
3- Se você concorda com tudo que ela diz e age como se vocês tem tanto em comum, então
ela perceberá que você é o companheiro perfeito dela e gostará de você.
4- Se você fala para ela quão apaixonado você está, ela estará lisonjeada e gostará de você.
5- Se você for bonito o suficiente ou tem muito dinheiro, ela estará tão impressionada que
ela gostará de você.
6- Se você se tornar o melhor amigo dela, então ela eventualmente verá todas as suas
surpreendentes qualidades e perceberá que ela gosta de você.
E enquanto isto pode ser bom quando é de um cara foda que ela teria gostado de qualquer
maneira, na realidade nada disto causa uma mulher gostar de você, porque...
1- Se você tentar impressionar, você está criando um contexto subjacente onde ela sente a
razão que você precisa impressionar ela, que ela é mais atraente que você.
2- Se você fazer muitos favores, você parecerá entediante porque você está colocando ela
em um pedestal como todos os outros caras fazem e você não é um desafio pra ela.
3- Se você concorda com tudo que ela diz e age como vocês tem tanto em comum, ela
sentirá que você está forçando a barra e que você não pode ser natural ao redor das
mulheres.
4- Se você fala quão apaixonado você está por ela, isto é tão irrelevante como uma garota
que você não está atraído te falar quão apaixonada ela está por você.
5- Se você for bonito ou tem dinheiro, isto pode te ajudar, mas você ainda perderia sua
menina pra um cara que tem uma personalidade mais sedutora que você.
6- Se você se tornar o melhor amigo dela, então a menos que você tenha tido alguma
química desde o começo você será geralmente o cara menos elegível sexualmente que ela
conhece.
Crescendo, nós realmente não damos muita atenção a isso. Nós apenas consideramos como
certo. Assim talvez nós vemos outros caras pagando bebidas pra mulheres, e nós adquirimos
a ideia que é assim que as coisas funcionam. E não há nada necessariamente errado em
pagar um bebida pra uma mulher. Mas também não há nada necessariamente certo sobre
isso.
Apesar de tudo pagar uma bebida pra uma mulher é uma abordagem fraca que poderia te
colocar com todos os outros caras. Isso poderia até colocar você entre as hordas de caras que
se lançam aos pés dela, e que não pode ter uma conversa sem necessitar algo dela.
Comprar uma bebida pode convenientemente abrir uma conversa e a garota poderia até vir
ficar atraída por você. Mas mesmo assim o ato de comprar uma bebida pra ela na verdade
não fez ela se sentir daquela maneira. Se qualquer coisa ela ignorou a abordagem fraca e
achou coisas boa abaixo da superfície. Ela foi atraída à você por você, e ela teria estado
atraída de qualquer maneira.
Mulheres geralmente forma suas impressões de um cara enquanto elas estão exposta a
personalidade dele. Assim se você tentar oferecer a uma mulher favores antes de você
demonstrar sua personalidade, é mais provável que ela reflexivelmente irá fazer um rápido
julgamento de ''não interessada'' antes mesmo dela ter conseguido saber alguma coisa sobre
você. Parabéns... você se tornou apenas o ''próximo cara da noite.''
DEFINIÇÃO: ''SUPLICAÇÃO''
O ato de fazer alguma coisa pra uma mulher que você normalmente não faria, na esperança
de ganhar afeição dela em retorno é chamado ''suplicação.'' Suplicação é algo que ocorre
quando sendo muito legal que cria uma dinâmica entre os dois onde é implícito que ela tem
um valor social mais alto que você, porque você não pode atrair ela baseado em sua
personalidade. Isto poderia incluir fazer qualquer tipo de favor com uma lista pra uma
mulher com quem você ainda não tenha tido sexo, de bebidas, elogios, flores, presentes, a
qualquer outro comportamentos já mencionados anteriormente. Pra evitar suplicação não
significa que você nunca deva fazer essas coisas. De fato, deliberadamente não suplicar
como uma tática pra fazer uma mulher gostar de você poderia ser visto como uma uma
forma de suplicação em si mesma. De preferência, pra determinar se ou não você está
suplicando, você pode se perguntar, “Porque eu queria fazer essas coisas? Eu estou me
divertindo ou apenas tentando conseguir que ela goste de mim? Ela teria gostado de mim de
qualquer maneira? Mesmo se eu fui levado a agir desta maneira, é uma parte real de quem
eu sou, ou estou apenas preso a imagem disto?” Se a resposta é ''sim,'' então você está
suplicando.
Não suplicar é algo que deve ser parte de quem você é. Isto vem de ter um limite claro
dentro de si, sobre quais comportamentos você aceitará ou não, ambos de você e dos outros.
Isto pode ser algo que você faz pra desafiar uma mulher e se colocar aparte de outros caras.
Mas isso também deve ser algo que você faz porque é uma expressão de sua visão de mundo
– que você não precisa da validação de uma mulher pra se sentir confortável com você
mesmo, e que você não precisa fazer coisas que outros caras pensam que eles precisam fazer
afim de serem atraentes.
A maioria dos caras realmente não entendem o que faz uma mulher ficar atraída. E porque
eles não ''entendem,'' eles olham pra as absurdas representações da mídia que eles estão
continuamente expostos, em filmes, revistas e televisão – que deixam eles absolutamente
convencidos que eles precisam ter um monte de dinheiro ou ser bonitos pra conseguir
mulheres. De fato, nenhuma dessas coisas são necessárias. Quando um homem fixa em sua
condição financeira ou aparência isso é uma fraqueza e uma desculpa pra racionalizar uma
falha maior de sua personalidade que precisa ser trabalhada. Claro, ele manterá suas
racionalizações assim ele não tem que encarar as coisas que ele necessita trabalhar – apesar
de continuamente ver todos tipos de caras que não são considerados ricos ou bonitos se
dando bem melhor com as mulheres que os caras que parecem ter tudo isso. O mesmo
principio vale pra caras velhos, baixos, calvos, gordos, feios, pobres, deficientes e qualquer
outro tipo de cara que você pode etiquetar um rótulo auto limitante sobre eles. Essas coisas
não importam.
Pra entender atração, você tem que se libertar de suas crenças socialmente condicionada.
Atração, química sexual, paixão, desejo e todas as formas de atração são poderosas
respostas emocionais que são causadas inteiramente por coisas diferentes. Você não pode se
deixar fazer suposições como um cara vai se dá bem com as mulheres baseado nessas
coisas. Isso não deve vir como uma surpresa pra você quando ver caras que se dão bem
apesar de não ter nada neles. Caso contrário você ainda estará pensando sob os mesmos
padrões de condicionamento social, e você não será capaz de se sintonizar com o que está
acontecendo abaixo da superfície. Então se essas ideias do condicionamento social sobre
atração não são realmente que estão causando isso, então o que é?
REGRA: Atração é uma reação emocional e não uma reação lógica e o que uma mulher
logicamente pensa que quer é raramente o que ela responde emocionalmente. Pra atrair uma
mulher você tem que se comunicar com suas emoções não com sua lógica. Esta é a primeira
mudança fundamental de pensamento.
Abaixo da superfície quando você realmente pegar a raiz disto, ambos homens e mulheres
responde emocionalmente a mesma coisa. Valor.
DEFINIÇÃO: ''VALOR''
''Valor'' ou ''valor social'' ou ainda ''status'' pode ter muitas formas. Muitas são universais e
achado em todas as sociedades. Outras são específicas, e achado apenas em uma cultura
particular ou até mesmo em uma situação particular. Valor pode ser qualquer coisa que uma
pessoa prover a outra que aumenta a chance de sobrevivência ou reprodução daquela
pessoa. E alem disso, valor pode incluir qualquer coisa que oferece a outra pessoa boas
emoções, porque em geral as coisas que gera boas emoções se alinha com as coisas que
aumenta as chances de sobrevivência e reprodução.
Ao mesmo tempo, nossas emoções pode também nos compelir às coisas que são irracionais
e não nos ajuda, e assim o valor é imperfeito, porque isto pode incluir coisas que gere boas
emoções se elas ajudam ou não nossas chances de sobrevivência e reprodução.
Existe um proposito evolucionário em tudo isso. Para os academicamente inclinados, existe
uma riqueza de pesquisa cientifica que explica essas premissas em excruciantes detalhes.
Mas para nossos propósitos o que nós precisamos saber é isto...
REGRA: Mulheres respondem emocionalmente a que elas percebem que produzirá prole
com a mais alta probabilidade de sobrevivência e reprodução. Se é ou não a perspectiva de
uma mulher realmente um cara legal a qual lhe suplicou, isso não faz muito sentido. Exceto
claro, que um cara legal pode ser mais inclinado a ficar por perto e tomar conta de sua prole.
Mas também existe uma lacuna nisso. Mulheres evoluiu uma ciclo de menstruação que
permite ela esconder seus períodos de fertilidade de seus parceiros e ficar gravida de
qualquer homem que elas veem que seja bom. Desta forma, elas tem a opção de desfrutar do
que é essencialmente o melhor dos dois mundos – sexo e a melhor prole do homem mais
atraente, enquanto tendo cuidado pelo melhor supercompensado cuidador.
REGRA: Tipicamente uma mulher selecionará a longo prazo logicamente e mais devagar o
cuidador, enquanto ela escolhe emocionalmente seus parceiros sexuais casuais mais rápido.
Mulheres são capazes de saber se um homem é atraente em um instante, mas determinar se
ele será um bom cuidador é algo que demora mais tempo. Existe porém uma lacuna pra os
homens também.
Se um homem inicialmente sub-comunica alto valor social e mais tarde após ter sexo ele
sub-comunica alto valor como cuidador, (ou talvez ele até aprenda a sub-comunicar um
pouco dos dois, dependendo do que a mulher está procurando), então como a mulher ele terá
a opção de desfrutar do que é essencialmente o melhor de ambos os mundos – sexo com
muitas mulheres mais rapidamente, enquanto sendo capaz de mudar as marchas dentro de
um relacionamento com qualquer uma delas em certo ponto.
Tudo isso pode parecer perturbador a principio, mas nenhum gênero é obrigado exercer
suas opções. E existe um tradicional “felizes para sempre”, final para aqueles inclinados a
encontrá-lo, ambos para o homem que encontra a garota que ele realmente gosta, e para a
mulher que desfruta o homem que é ambos um cuidador amável e também fenomenalmente
atraente. Idealmente pra o casal feliz, ali terá atração contínua, uma grande conexão, um
monte de bom sexo e menos inclinação a infidelidade ao longo da relação. Agora indo
adiante... O que constitui valor pra um homem é diferente do que constitui valor pra uma
mulher. Assumir que aparência é a forma primária de valor pra um homem é erroneamente
projetar como você percebe as mulheres em como as mulheres percebem os homens.
REGRA: Na sociedade homens e mulheres são jugados por diferentes padrões socialmente
estabelecidos. Homens são tipicamente visto como tendo valor por sua habilidade de
realizar e dominar, enquanto mulheres são tipicamente vistas como tendo valor por sua
aparência e habilidade social. Porque os seres humanos evoluíram como animais que vivem
em bandos onde sobrevivência e reprodução dependia de seu sucesso social, é natural que
ambos homens e mulheres tem tendências a cultivar aptidões que aumenta seu valor social.
Seu cultivo de aptidões acontece naturalmente, como suas mentes focam no que eles
percebem como sendo de grande valor pra eles e filtra o que eles percebem como sem
importância. Por essa razão, homens geralmente tem aptidões lógicas ou áreas competitivas
como esportes, mecânica, força e aprender como eles podem aumentar seu poder e
segurança no mundo. Mulheres do mesmo modo, geralmente tem aptidões emocionais ou
áreas sociais, como beleza, linguagem corporal, relacionamentos, romance, socialização e
aprender como suas características afeta sua interação com o mundo e sua experiência
emocional disso.
DEFINIÇÃO: ''SUB-COMUNICAÇÃO''
Por isso é mais importante pra elas, mulheres são geralmente melhores em ler sinais sutis
sociais do que os homens. Elas podem deduzir muita coisa sobre uma pessoa apenas
observando sua linguagem corporal sutil, contato visual, expressões faciais, tonalidade
vocal, a maneira que eles se movem, as coisas que eles dizem e a maneira que eles dizem –
tudo em relação as outras pessoas envolvidas na interação. A comunicação que ocorre
através destes canais é chamado ''sub-comunicação.'' Nos tempos pré-históricos, se o status
de um homem fosse perdido em seu grupo, então o golpe em sua confiança seria
sub-comunicado por seus padrões de comportamentos sutis e sua perda de valor social seria
transmitido para as mulheres da tribo. Do mesmo modo, se ele aumentasse sua posição
social, seu novo valor social seria transmitido pra elas igualmente. Observando essas pistas
de sub-comunicação as mulheres podem captar espantosamente o profundo senso de como
um homem se sente sobre ele mesmo e o mundo, que é tipicamente a reflexão de seu valor
social. E que talvez é mais interessante, é que enquanto elas podem ou não está consciente
que estão processando essa informação, elas estão sempre emocionalmente sentindo isso das
vibes dos homens em geral.
REGRA: O valor de um homem é sub-comunicado pelos padrões óbvios e sutis de
comportamentos que consiste sua personalidade, e o que determinará quão atraente ele é e
como as mulheres responde a ele emocionalmente. Isto se torna interessante pois prediz que
o sentimento de atração de uma mulher por um homem não é estático como de um homem
muitas vez é para uma mulher.
REGRA: As mulheres continuamente processam os comportamentos de um homem pra
avaliar seu valor, e por essa razão seus sentimentos de atração pode mudar dentro de
segundos. Isso acontece momento a momento e em tempo real.
A aparência de uma mulher (seu principal valor social) não mudará drasticamente dentro
de minutos ou até em dias. Mas os padrões de comportamentos de um homem (seu principal
valor social) pode mudar em um instante. Pra um homem, então, é possível se tonar mais
foda, confiante e dominante – e imediatamente aumentar o valor que ele sub-comunica as
mulheres. E ao mesmo tempo, é possível pra ele perder essas qualidades e bruscamente se
tornar menos atraente.
Assim, se um cara conheceu uma garota que era fisicamente bonita porém insegura, ele
ainda acharia ela “atraente”. Mas se uma garota conheceu um cara que ela achou
fisicamente atraente, e ele acabou por ser inseguro, ela provavelmente sente como se ele é
um ''carinha bonito sem sustância'' e vai atrás de alguém cuja personalidade ela acha mais
excitante.
REGRA: A personalidade de um homem (dominância, confiança, ser foda, inteligencia,
conforto em sua pele, humor, etc...) é mais importante pra ela, porque o padrão social dita
que é mais indicativo ao valor social dele do que para a mulher. Isto é o seu principal fator
de decisão, e mesmo se um cara tem coisas superficiais (como riqueza ou beleza) que faz ele
inicialmente atraente, ele tem que agir de forma que se alinhe com isso ou caso contrário ele
não irá muito longe... Essas explicações não reflete um modelo completo da estrutura social.
Elas são generalizações super simplificadas pra ajudar a entender um panorama altamente
detalhado e complexo. Ela serve muito bem como um pragmático modelo de trabalho pra
ver a dinâmica social de macho/fêmea, e não como uma concepção preto/branco do que é
essencialmente uma enorme área cinzenta. Então porque olhar tão de perto pra estrutura
social e o percusso evolutivo? No final das contas todos nós estamos motivados pelo desejo
de ganhar aceitação social e pra alguns de nós até mesmo o desejo de ganhar status e sexo.
Mas como sempre nós somos influenciados pela sociedade pra usar esse desejo como
motivação pra cultivar uma personalidade arrebatadora ou eliminar nossas inseguranças ou
se destacar – as verdadeiras coisas que realmente atrairia as mulheres? Pare e considere as
ideias que você tem sido exposto através de toda sua vida. Provavelmente uma mensagem
subliminar maior tem sido, “Faça as pessoas gostarem de você. Trabalhe duro e ganhe
dinheiro assim você pode comprar produtos pra ajudar você se encaixar.” Isso não é uma
conspiração nem uma mal intenção de alguém. Não existe ''sociedade'' para qual apontar a
culpa. A sociedade não existe como uma entidade singular. Isso é simplesmente um cego
guiando outro cego.
Nós vivemos em uma era de estimulação incessante e satisfação imediata. As coisas estão
''supostas'' está corretas. Como nos filmes de Hollywood – existe um mocinho, um vilão, e
um final aquilo reforça as normas sociais. Você foi educado a preferir sensacionalismo,
fofoca e drama sobre qualquer coisa que requeira você focar ou refletir. Em todo canto
existe pilulas mágicas e curas instantâneas pra qualquer coisa que perturba a atrofia mental,
e você não apenas espera por elas – você as exige. Pensar criticamente e se por para fora de
sua zona de conforto não é pra você. Você é um bom peão, como você foi ensinado a ser.
Bons peões não gostam deste tipo de material. Pra melhor ou pior, isso é como a sua
interação com a sociedade te condicionou.
REGRA: A maioria das pessoas andam através da vida em um transe, e raramente para pra
questionar as suas suposições ou examinar se suas vidas estão sendo bem vividas ou não.
Pra elas o papel de decidir o que constitui ''vida boa'' é delegado a sociedade, e raramente
considera sob seu próprio ponto de vista.
A sociedade evoluiu em muitas formas pra manter uma ordem hierárquica, e estrutura um
jogo de expectativas alcançáveis que as pessoas podem aspirar e encontrar. Nós somos
condicionados a acreditar que para atrair um mulher atraente nós devemos primeiro atender
padrões superficiais da sociedade e uma vez nós atendemos nós estamos capacitados agir de
maneira atraente.
Nossas mentes são programadas erroneamente pra pensar que apenas homens com
qualidades superficiais são atraentes, quando realmente é as qualidades profundas que
sub-comunicamos através de nossos comportamentos que as mulheres respondem.
Em vez de aproximar das mulheres de uma maneira que sub-comunica confiança ou
individualidade, nós se aproximamos com a crença que precisamos suplicar ou tentar
impressionar. Ou pior, nós acabamos não tentando nada, e trabalhando pra melhorar nossos
atributos superficiais na esperança que algum dia uma mulher note e responda.
Por anos nós ficamos presos nessas crenças, e em vez de aprender o que significa
desenvolver nosso eu autentico, nós gastamos nosso tempo atoa jogando involuntariamente
um jogo que nós não inventamos ou até realmente entendemos. Mas enquanto desenvolver
qualidades superficiais pode trazer mais saldo ou diversão a nossas vidas, algo superficial
não é uma parte de quem nós somos.
Você pode ver caras com beleza ou com dinheiro se dando bem com as mulheres, e fazer a
falácia de pensar “Isto é o que eu preciso pra pegar mulheres.” Mas na verdade foi a
confiança de agir atraente que o dinheiro ou beleza deu a eles que fizesse esses caras pegar
as meninas.
Todos os homens tem isso dentro deles, de aprender aquele tipo de confiança. Isso apenas
depende se você adquire ou não os padrões da sociedade e se você merece isso ou não. Pra
fazer isso você tem que realmente perceber que isso é apenas a forma de agir que faz você
atraente, porque mais que qualquer coisa é seus comportamentos que revela pra as mulheres
quem realmente você é.
Entender que enquanto você está tentando logicamente persuadir uma garota sentir atração
por você, e indo pra casa a noite pensando sobre novas formas de convencer ela gostar de
você até mais, um cara que é bom com as mulheres sabe como atrair elas naturalmente e
imediatamente e sem qualquer persuasão lógica. Ele é atraente. Isto não é algo que ele faz. É
uma parte de quem ele é.
REGRA: Ser atraente pra as mulheres não é algo que você faz. É algo que você é. Isto não
pode ser alcançado apenas com técnicas ou táticas pick-up (técnicas de sedução) da mesma
forma que a maioria das pessoas que procuram esse tipo de material pensam. Isto pode
apenas ser alcançado sabendo o que significa “ser você mesmo” e mostrar/compartilhar seu
melhor eu a todos que você encontrar.
REGRA: Pra atrair uma mulher especifica você deve aprender ser atraente pra as mulheres
em geral. Se você quer uma antiga namorada de volta ou se você quer estar com uma garota
que é especial pra você, você não irá fazer isso acontecer obcecado em cima disto ou
tentando demais.
DEFINIÇÃO: ''REATIVO'' ( I )
Agindo assim é ''reativo,'' a qual significa que é uma curta resposta emocional avistada que
ignora a existência de um problema maior. Sendo reativo apenas te fará menos atraente,
porque você está focado em adquirir valor da garota em vez de cultivar em você mesmo. E
se você tem sido reativo ou obsessivo, então você normalmente já estragou tudo de maneira
que você não percebe. É sempre mais certo achar um indício com uma garota que você
acabou de conhecer do que voltar o pedal e mudar uma percepção que já existe.
Quando uma garota formou uma grande e segura percepção de você, você está criando
apenas uma pequena fração dela na experiência global de você com toda interação. Mas
quando você está conhecendo uma menina pela primeira vez, você está criando uma
experiência totalmente nova desde o começo.
DEFINIÇÃO: ''PROATIVO''
Então você deve ser ''proativo'', a qual significa lidar com desafios esperados
antecipadamente, criando uma teia de hábitos que responde automaticamente quando eles
aparecem. A qual significa ganhar experiência conhecendo muitas mulheres e praticando,
assim quando você conhecer a garota certa isso será segunda natureza de você. De fato,
você deve sair temporariamente da mentalidade que você está procurando uma garota
particular e entrar na mentalidade de evoluir quem você é para um cara que é bom com as
mulheres em geral – assim quando você conhecer a garota certa que você quer, você será
alguém que vale a pena.
Então, quando você chega em um ponto onde você sabe seu próprio valor e sabe como
transmiti-lo, achar felicidade em outras pessoas não será uma prioridade. Você será alguém
que traz valor as mulheres, porque você estará interessado nelas e não preenchendo um
vazio interno.
E de repente, você terá ido de um cara que ficaria com qualquer garota que estivesse
interessada, pra ser o cara que pode escolher a garota que é realmente sua melhor parceira.
Essa é a verdade sobre achar a garota certa. Minimize o condicionamento social. Minimize
as desculpas pra não tentar. Poderá não se sentir bem. Mas conseguir deixar essa área de sua
vida sob controle tem suas recompensas.
LIVRO II – VALOR
Tudo que percebemos é sempre uma interpretação subjetiva – um olhar com os olhos meio
fechados através de uma névoa de emoções. Nossas mentes existe em um estado perpetuo
de cabo de guerra entre a mente lógica e a mente emocional, enquanto os dois lados estão
sempre em disputa. Nós estamos emocionalmente dirigidos à valor (a qual nossas emoções
nos diz que nós beneficiará), mas algumas vezes isto faz nós fazer coisas que logicamente
não faz sentido (a qual nós fomos “obrigados” a fazer).
DEFINIÇÃO: ''RACIONALIZAÇÕES REVERSAS'' – A fim de se sentir bem sobre nossas
ações baseadas emocionalmente, nós somos impelidos a inventar justificativas lógicas pra
nossos pensamentos e comportamentos durante ou depois do fato. Desta forma nós podemos
se sentir como se nós pensávamos e agíssemos logicamente, mesmo quando fomos
emocionalmente compelidos. Este processo é chamado ''racionalizações reversas.''
Racionalizações reversas é um processo continuo que ocorre em vários graus nas mentes de
todas as pessoas. O que é importante sobre isto é que é um processo que leva-nos a um
princípio absolutamente fundamental da atração...
REGRA: Nossas mentes são naturalmente levadas a racionalizar nossas opiniões sobre as
pessoas (quão atraentes elas são, quão divertido é elas estar em torno de nós, etc...) baseado
em seu valor para nós.
Isto ocorre pelo foco seletivo. Enquanto logicamente sempre existe uma pessoa inteira que
podemos perceber, emocionalmente sempre existem qualidades particular desta pessoa que
somos compelidos a focar em racionalizações como nos sentimos. O que isso significa é que
sempre que nós interagimos com alguém, nós seletivamente focamos em qualidades
específicas que podemos usar como nossa ''razão'' pra como nos sentimos para com eles, e
então filtrar qualquer de suas qualidades que contradiria aquela visão.
Vamos pensar sobre as consequências disso... Se você é como a maioria dos caras, você
provavelmente ficou tão preso focalizando em detalhes superficiais de como você faz
impressões das pessoas que você analisa, que é sempre a maior responsabilidade das reações
delas à você – seu valor pra elas. Por exemplo, você poderia ser um cara de alto valor com
péssimas maneiras, e a maioria das mulheres racionalizariam que você é ''um espirito livre
que faz suas próprias regras.'' Ou você poderia ser um cara de baixo valor com boas
maneiras e um doce temperamento, e maioria das mulheres racionalizariam que você ''não é
o tipo delas.'' De qualquer maneira, seu valor primeiramente determina a maneira que as
mulheres respondem à você.
Agora uma garota pode pensar que ela não importa se um cara tem valor social ou não. Ela
pode bem pensar que ela prefere um cara que ela sente uma conexão ou pode fazer ela rir.
Mas a maior parte do tempo foi o valor do cara que estabeleceu o contexto onde seu humor
foi foda e não apalhaçado. E foi o valor do cara que estabeleceu o contexto onde ela estava
até mesmo receptiva pra sentir uma conexão com ele a principio. Recordando o colégio (um
clássico exemplo de relações intensas de valor social), você pode se lembrar dos ''meninos
fodas'' que poderia dizer qualquer coisa e ter todos pensando que era engraçado. Você pode
também lembrar casos onde uma garota poderia pensar que ela teve uma conexão com um
cara mais popular que ela, a qual não sabia que ela existia. Criar uma conexão com uma
menina e fazer ela sorrir é praticamente automático quando você tem valor suficiente. Se
você tem uma conexão com alguém ou acha ela engraçada é uma coisa muito subjetiva.
DEFINIÇÃO: ''ALIANÇAS SOCIAIS''
Como criaturas sociais estamos programados em criar ''alianças sociais,'' especialmente
com pessoas que aumenta nossa probabilidade de sobrevivência e reprodução ou nos dá
boas emoções. Em nosso ambiente social existem pessoas com quem estamos socialmente
aliados, pessoas com quem estamos socialmente neutros e pessoas com quem estamos
socialmente opostos.
Porque há apenas tempo e energia suficiente pra criamos um número limitado de alianças,
nossas emoções nos guia à pessoas que pensamos poder nos beneficiar mais. Estamos
geralmente dispostos a ser neutro à muitas outras, e até criará conflito sob algumas
circunstâncias com aquelas pessoas que percebemos como uma ameaça. As pessoas criam
alianças pra todo tipo de diferentes razões. Um relacionamento pode ser baseado em status,
sexo, dinheiro ou apenas relação e diversão (qualquer coisa envolvendo sobrevivência e
reprodução ou boas emoções). Mas relacionamentos vem e vão, e sua duração geralmente
depende do valor que as pessoas continua tirar deles.
REGRA: A qualquer momento que uma pessoa sente que elas se beneficiariam direcionando
seu tempo e energia a uma nova aliança na troca de uma velha, sua mente procurará razões
pra racionalizar como elas se sentem sobre isso. As pessoas podem escolher agir sobre seus
impulsos ou não. Muitas vezes não. Mas quando elas agem, o que sempre acontece é que a
pessoa irá reavaliar sua relação a velha aliança mudando os pontos do foco emocional de
como elas se lembram de suas experiências com elas. Elas focará em maus aspectos sobre a
pessoa (ou sua relação com elas) que elas anteriormente ignoraram, como uma forma de se
justificar. As pessoas podem sustentar amizades focando em emoções positivas que elas
conseguem disso. É desse jeito que elas justificariam que é uma ''boa amizade.'' Mas se
investir em uma nova amizade é mais benéfico, elas podem então refocar menos em
aspectos positivos e justificar que elas “se afastaram.”
Enquanto os velhos pontos de foco de suas emoções pode ter sido nos melhores momentos
que eles passaram juntos, os novos pontos de foco pode está focado em decepções
ocasionais que ocorreu no curso da relação. Dessa forma a transição será suave. Algumas
pessoas vão até criar conflitos uma com a outra pra emocionalmente justificar uma ação que
elas queriam tomar. Esse processo não apenas explica como lembramos nossas experiências
passadas. É um processo pelo qual percebemos nossas contínuas interações também.
REGRA: Enquanto nossas mentes tem a habilidade de estar atenta a todos em nossa volta,
estamos inclinados filtrar as pessoas que tem menos valor pra nós e focar e fixar naquelas
que tem mais. Seria tentador racionalizar isso longe de ser esnobe, se não fosse verdade que
todos nós fazemos isso em vários graus sem perceber. Alianças é igual a valor. Quando você
tem a maior parte das alianças, as pessoas sentirão emocionalmente compelidas ficar perto
de você. Eles pensarão que é um uso inteligente de seu tempo ficar perto de você, e eles
sentirão como se eles tem mais diversão. Tudo isso formará uma percepção que qualquer
coisa que você diz é mais convincente, interessante, engraçado e positivo que se alguém de
menor valor social tivesse dito a mesma coisa.
Há uma diferença emocional entre passar uma noite com pessoas que são fodas e pessoas
que não são. Isto é uma resposta emocional real interna.
REGRA: Como um imã, qualquer que tenha o maior valor social (ou tem comportamentos
que sub-comunica o maior valor) terá o mais forte puxão de atenção em direção a ele.
Existem indicadores óbvios se as pessoas percebem se você tem valor ou não – se seu “imã”
é forte, por assim dizer.
Se você lançar outro assunto na conversa, as pessoas param pra te ouvir o que você tem a
dizer ou eles torcem suas cabeças pra falar com você enquanto o resto de seus corpos estão
virados pra o outro lado esperando você terminar, assim eles podem virar suas cabeças?
Todos ouvem atentamente o que você está dizendo? Eles se esforçam pra impressionar você
e continuar conversando? Quando você tenta mudar de assunto, atividade ou local eles
imediatamente aceitam a mudança? Você dita a energia do grupo? Estes indicadores é
apenas uma pequena parte.
Pensando bem, você pode provavelmente relacionar isso em suas próprias experiências
(mesmo se você não percebeu naquele instante.) Você alguma vez já conversou com um
grupo de pessoas, e se pegou se dirigindo a pessoa cuja aprovação você mais valorizou?
Você pode até mesmo ter parado e se visto fazendo isso, mas ainda sentiu muito desnatural
se dirigir a qualquer um igualmente.
Talvez você tem estado em uma situação onde você tentou se sintonizar com uma garota
atraente onde seu amigo estava falando com você sobre o dia de trabalho dele, e você se
achou lutando pra dá atenção. Você procurou ouvir o que ele tinha a dizer, mas você não
pôde ajudá-lo com a tentativa de se sintonizar na conversa da garota que você estava
interessado ou olhando-a de canto de olho.
Talvez você tem estado em uma situação onde você estava andando com um amigo que
você percebeu que não te faria parecer bem. Quando vocês passeavam normalmente tudo
parecia legal. Mas quando vocês saíram à um lugar onde ele não se encaixaria, o valor dele
mudaria relativo ao tipo de situação, e você sentiu constrangido por ter ele ali.
Em qualquer dessas situações, você pode ter sentido um compulsão emocional pra se
sintonizar à certas pessoas e dessintonizar de outras pessoas.
Isso não necessariamente significa que você agiu sobre isso, mas isso foi uma resposta
emocional que você teve no momento. Uma forma de pensar sobre o meio social é como
uma piscina que é quente em uma parte e frio na outra parte. A inclinação natural é apenas
passar pro lado onde é quente. Tudo isso muda dependendo da situação.
DEFINIÇÃO: ''VALOR SITUACIONAL''
A mesma pessoa que nós não sintonizamos em uma situação pode ser a pessoa que nós
estamos mais focado em outra situação. Valor social pode ser muito específica a situação, e
em tal casos pode ser chamado de ''valor situacional.''
Na sala de aula onde um professor dá uma palestra inspiradora, a dinâmica de status muda
em favor do professor. O mesmo acontece pra um músico em um show. Ou o cara que dá
uma grande festa em sua casa. Ou o DJ que toca músicas que todos gostam. Ou a
celebridade que todos olham e gritam. Ou o barman e o promotor do clube, com fluxo
continuo de pessoas sempre querendo alguma coisa deles.
Todos esses caras se beneficiam por causa do reforço situacional em seu valor de seu
ambiente. O reforço é algo que eles podem sentir e algo que pode ser sentido por outros. No
caso do professor, nota-se que quando os estudantes levantam suas mãos pra perguntar ou dá
respostas, suas vozes não são tão fortes como a do professor. Eles não mantem contato
visual tão naturalmente, eles nem são engraçados, nem suas palavras carregam tanto peso.
O mesmo acontece ao cara que dá a grande festa. Ele vai a um grupo e se apresenta e os
convidados são razoavelmente gentis. Mas quando eles descobrem que ele é o dono da festa
que todos estão curtindo, eles se tornam mais agradáveis e querem conhecê-lo. Suas vozes
de repente se tornam mais submissas e eles viram seus corpos em direção a ele e ouvem
todas suas palavras. Pra esses caras com valor situacional alto, seu sentido de ter valor social
está sendo reforçado pelas alianças que eles tem em seu ambiente. Eles se sentem
confortáveis, confiantes e sem necessidade de analisar se eles são aceitos ou não. Seu valor
é assumido.
Mas se colocamos o dono da festa e o professor em uma situação diferente? Por exemplo,
se trazemos eles ao bar onde o promotor e o DJ estavam? Neste caso, seu valores
situacionais cairiam, e eles não sentiriam o mesmo senso de aceitação que eles tinham em
seus ambientes preferidos. Eles não sentiriam a mesma confiança, e é por essa razão que a
maioria dos caras que se dão bem com as mulheres em seus locais habituais não vão se dá
bem em um novo local.
DEFINIÇÃO: ''CONFIANÇA SITUACIONAL''
''Confiança situacional'' é uma confiança que é reforçada pela aceitação social antecipada –
de ter algo ao seu favor em uma situação particular que garante um alto valor social em
relação as outras pessoas ali. Pra ilustrar confiança situacional vamos imaginar um cara que
se sente inseguro em relação ao seu corpo em uma piscina de uma festa. Vamos dizer que é
uma piscina cheia de crianças cuja aceitação não tem qualquer influência sobre ele. Agora
vamos mudar isso. Ao invés, ele esta nadando em uma reunião familiar onde ele sabe que
todos aceitam ele. Agora vamos mudar esta cena mais uma vez. Desta vez ele está nadando
em uma festa de seus colegas cuja aceitação é mais incerta.
Visivelmente, enquanto sua expectativa de aceitação na situação muda de neutro pra
reforçado e para incerto, ele experimentará uma grande mudança interna – indo de
indiferente pra confiante e para inseguro. Então, voltando para os caras com um grande
valor situacional que nós falamos... O que eles tinham em comum? Todos eles tinham um
alto grau de prova social.
DEFINIÇÃO: ''PROVA SOCIAL''
''Prova social'' é qualquer demonstração visível externa de alto valor social ou alianças
sociais. Então por exemplo, se você ver um cara rodeado por um grupo de pessoas ouvindo
atentamente todas as coisas que ele diz, sua mente perceberá e sentirá seu alto valor social
pela prova social visível das pessoas que estão reagindo a ele. O que significa dizer aquelas
pessoas estão ''reagindo''? Qual é a diferença entre as pessoas se sentindo ''reativas'' em
torno de você versus apenas saber que você está ali?
DEFINIÇÃO: ''REATIVO'' (II)
Ser ''reativo'' em relação à alguém significa que seu senso normal de equilíbrio está sendo
afetado por eles, de modo que o ritmo normal de como você pensa, sente e age está sendo
desfeito. Ser reativo não é apenas um comportamento específico – é qualquer
comportamento que vem de um estado reativo da mente. Quando uma pessoa sente reativa
em relação à você isso pode ser manifestado em várias maneiras.
A forma que eles sentem sobre eles mesmos pode estar ligado em suas respostas a eles.
Eles podem sentir uma tipo de prontidão subjacente em relação à você, e se encontram um
pouco mais ligados e atentos à você que as outras pessoas no ambiente. Eles podem
valorizar sua aceitação, aprovação e toque – e se encontram emocionalmente vazios na
possibilidade da perda disto.
Normalmente eles falam com uma voz mais fraca e menos firme que você, e eles riem
mais de suas piadas do que eles ririam de piadas de outros. Internamente eles sentirão um
pouco mais analíticos sobre infringir seu espaço e tempo, e eles considerarão mais
cuidadosamente se o que eles estão dizendo é importante ou não, ou interessante o bastante
pra segurar sua atenção. Obviamente, quando alguém está sendo reativo à você eles estão te
dando a posição de ter um alto valor. Então como evitamos de ser reativos?
DEFINIÇÃO ''NÃO REATIVO''
Ser ''não reativo'' significa que em um nível interno suas ações não estão vindo
primeiramente de um lugar onde você está reagindo a outra pessoa. Isto não significa ''não
fazer nada.'' Não fazer nada pode até mesmo ser reativo e por si só, porque um cara pode
querer fazer alguma coisa mas não segue em frente porque ele tem medo do julgamento dos
outros.
Ser não reativo é mais sobre vir de um lugar de autenticidade, onde suas ações estão
expressando sua personalidade sem ser em reação a pressão externa de como outras pessoas
querem que você seja.
Mesmo se um cara não é rico ou fisicamente atraente, enquanto ele tem pessoas reagindo a
ele em uma situação particular (ou se ele tem comportamentos que sub-comunica que as
pessoas estariam reagindo a ele, se elas estão em torno dele) e ele permanece não reativo,
então ele terá garotas atraídas a ele naquele momento.
A única diferença entre ele e os cara ricos e bonitos é que eles tem a clara demonstração de
seus valores que eles transmitem por suas riquezas ou aparência, que tende dar a eles um
pouco mais de confiança. Apesar disso, a maioria das mulheres não estará atraída à qualquer
homem se ele não se projetar bem. É por essa razão que podemos encontrar todo tipo de
esteriótipos absurdos, como o do gerente de restaurante fora de forma que dirige um carro
fudido e mora de favor na casa de seus pais, mas que ainda acaba tendo sexo com metade de
suas funcionárias. Apesar do fato que seu status social não é extraordinariamente elevado
em um senso tradicional, ele ainda tem um valor que é visível dentro dos limites de seu
ambiente.
Na situação dele, as pessoas em torno estão reagindo a ele. Seus estados emocionais estão
reagindo em relação a aprovação dele de seus trabalhos. Eles estão sempre atentos de sua
presença, e eles se sentem um pouco diferentes se ele não tivesse ali. Eles dão atenção a
todos assuntos da conversa dele, eles riem de suas piadas, e eles até mesmo seguem suas
ordens. Ele é socialmente aprovado em seu ambiente, e sua confiança é reforçada por causa
da aceitação garantida. E porque sua aceitação é garantida, ele sente incumbido de assumir
os comportamentos mais confiantes que as mulheres respondem.
REGRA: Um princípio fundamental da atração é que em qualquer interação social, sempre
existe uma pessoa reagindo mais a outra do que a outra reagindo a eles. E isto é onde nós
introduzimos o princípio absolutamente fundamental da atração.
DEFINIÇÃO: ''ATRAÇÃO''
A pessoa que tem a maioria das pessoas reagindo a sua aceitação e que é o menos reativo
em retorno projeta o valor mais alto e suga o foco de energia social em sua direção. Em um
nível primitivo, as mulheres observa esse tipo de sub-comunicação e responde
emocionalmente momento a momento.
As respostas emocionais das mulheres estão construídas pra captar essas
sub-comunicações e fixar nelas como um imã em tempo real.
Elas sentem a emoção de ''atração'' e são puxadas em direção à esta energia – independente
se o valor de um cara é alto ou não em um sentido superficial. É exatamente como a atração
funciona.
Os princípios se aplica a todos os esteriótipos – os badboys atraentes, os cara populares
que agem um pouco convencidos, e até os caras misteriosos que transmitem uma vibe
genuína porque sua indiferença sub-comunica uma imprevisibilidade.
O que estes tipos tem em comum é que eles não estão reagindo como os outros querem que
eles sejam, e assim tem algo irresistível em suas personalidades que faz outras pessoas
reagir a eles. Apesar de seu status social global, eles se comunicam com mulheres em um
nível emocional. Eles não necessitam buscar os padrões superficiais da sociedade pra se
sentir confiantes pra puxar o fluxo de energia social na direção deles – eles se sentem
incumbidos disso por apenas suas personalidades. O que eles tem é valor central.
Pra pensar sobre valor central vamos imaginar um arranjo final de nosso cenário da
piscina. Estamos na mesma festa junto da piscina onde os colegas da aceitação incerta estão
por ali. Há outro cara ali cujo corpo é na realidade até menos atraente do que o corpo do
amigo inseguro. Diferente do cara tímido embora, que parece rígido e auto-atento, esse
outro cara está jogando água ao redor e brincando com todos e realmente tendo o momento
de sua vida. Ele parece o cara mais foda ali. As pessoas estão certamente tratando ele dessa
maneira.
Qual reforço social está dando a ele a confiança pra agir dessa forma? Bem, talvez ele é o
dono da festa. Talvez ele é amigos de todos ali. Talvez ele tenha um livro best-seller em
publicação. Talvez ele é o mais inteligente e engraçado e melhor conversador que qualquer
um ali. Talvez ele é um dançarino. Talvez ele dirige uma agencia de modelos. Talvez ele ler
uma prateleira cheia de livros de técnicas sedução e sabe como usá-las. Talvez ele tem cinco
namoradas que estão todas ciumando uma da outra. Talvez ele foi o presidente de sua
fraternidade na faculdade. Talvez ele é o presidente de uma companhia da Fortune 500.
Ou... Talvez... Ele é apenas um cara. Alguns caras são simplesmente assim. Em um nível de
identidade central, eles sentem um senso de aceitação independente de que situação eles se
encontram. Eles são simplesmente caras fodas, por assim dizer. Alguma pessoas os
chamariam de ''naturais.''
DEFINIÇÃO: VALOR CENTRAL (I)
''Valor central'' é um valor que você carrega com você em todo lugar por causa de sua
personalidade. Isso vem de ter um senso de aceitação que não é baseado no valor relativo
que você percebe nas pessoas em torno de você – quando sua confiança vem de um
poderoso senso de quem você é, e não de um reforço externo.
Esta confiança dá à você um sentimento de poder, que permite você assumir os tipos de
comportamentos que sub-comunica um alto valor social. Se você sente um aumento em seu
status ou não por causa de uma situação, você apenas assume seu valor e tem pessoas
reagindo à você independentemente.
Muitos caras gastarão todas suas vidas tentando construir uma situação que lhes dê
confiança. Eles podem trabalhar pelo trabalho perfeito ou corpo perfeito ou ainda a mulher
perfeita. Mas no final das contas, o que eles construíram foram barreiras e limitações – uma
prisão em suas mentes. Pra escrever seu próprio ingresso na vida, seu senso de quem você é
tem que ser mais profundo do que isso.
LIVRO 3 – AMOR
Um pobre cara tem uma identidade em crise. Talvez o problema começa quando ele
adquire um sentimento que uma garota poderia gostar dele. Ele imagina uma conexão com
ela e todos os tipos de experiências compartilhadas que ainda não existe.
Ele pensa que existe toda essa tensão sexual subentendida acontecendo abaixo da
superfície. Ele até imagina sua garota quando ele ouve todas as canções românticas no
rádio. Mas inevitavelmente ele percebe que sua projeção não existe em qualquer realidade
compartilhada que inclui a garota. Perceber que isto está tudo em sua cabeça – que aquela
garota na realidade não corresponde a forma que ele sente... ou pensa nele enquanto ele está
pensando nela... Isso é um remédio amargo de engolir.
Vamos imaginar que em vez disso nosso pobre cara já tem uma namorada. O problema
começa pra ele quando ele descobre que ela esteve lhe traindo. Ele idealizou o
relacionamento. Ele se sentia bem. Afim de permanecer apaixonado por essa garota ele tinha
descartado qualquer defeito e focou nos melhores atributos dela e os melhores momentos de
diversão que eles tiveram. Juntos, ele e sua namorada tinham proposto todos os tipos de
idealizações compartilhadas que tinha feito seu relacionamento forte.
Houve muitas coias que eles tinha expressado um pra o outro como uma forma de reforçar
seu amor. Eles lembraram do primeiro lugar que eles se conheceram, saíram juntos e teve
sexo. Eles tinha uma razão especial por que eles tinham se conhecido e estavam ainda
juntos, que outros casais não tinham. O “lance” deles. Isso não era algo que poderia ser
conseguido de qualquer um, então eles podiam se sentir totalmente seguros de sentir seu
amor sem medo de perda. Isto não era substituível.
E pra fazer isso mais forte, eles continuamente tinha redito um para o outro que isso
duraria... ''PARA SEMPRE.''
O que é engraçado é que quando termina, todos esses sentimentos especiais pode ainda
estar lá. E só que agora existem todos esses novos maus sentimentos que acompanham eles.
Ele quer se sentir como antes. Sua realidade desaba ao redor dele. Ele busca por sua garota
pra validar sua velha realidade compartilhada, mas ela lhe abandonou. A garota que existiu
pra ele não existe mais. Ela foi uma invenção da mente dele. A face que ele viu foi uma de
muitas faces que ela tinha.
Ele não percebe isso, mas ele tem muitos tipos de faces próprias. Todos nós temos
diferentes faces pra as pessoas que tem um valor pra nós.
Você é a mesma pessoa quando conversa com um mendigo insistente que pede por esmolas
como você é quando conversa com sua mãe? Como uma experiência de uma pessoa de você
difere, dependendo do seus valores à você? O que ele viu nela foi a face que uma pessoa
mostra à alguém que tem valor pra elas. É uma face fácil de notar. É como olhar pra o
espelho e ver a face mais bonita do mundo.
“Espera... Ela não está vendo as coisas direito. E sobre o nosso 'lance?' Será que ela não
percebe que ela não pode conseguir isso dele? Ninguém pode amar ela como eu. Espere um
pouco. Ela transou com este novo cara na primeira vez que eles saíram? Ok, isso
simplesmente não faz sentido porque ela disse que ela sempre esperou três meses com um
cara pra fazer isso especial. O que?! Ela transou com ele no sofá onde nós tivemos nossa
primeira vez juntos?! Não. Aquele era o sofá especial.” “Essa vagabunda não lembra que
aquele era o SOFÁ ESPECIAL?!?!”
Ele racionaliza que ela está apenas confusa. Ele não desistirá do amor. Ele decide
''reconquistá-la.'' Mas ele tem ido de seu namorado pra ser mais como todos outros caras do
fã clube dela. Ele é tudo que seu novo namorado não é.
E ela sente um pouco mal por ele, com certeza. Mas enquanto ela sai pela porta daquele
“último encontro” que ele implorou a ela, sua face de pena se torna pra uma radiante de
sorriso pra seu novo macho que está esperando do lado de fora pra pegar ela.
Ela prossegue e desfruta sua vida sem receios. Ele fica jogado pensando nela, ansiando por
uma garota que não compartilha mais a realidade dele. E embora ele nunca admita a si
mesmo, no fundo ele ver o pior dele nela. Porque sob diferentes circunstâncias, ele sabe que
ele poderia ter feito a mesma coisa. Talvez se seu relacionamento tivesse caído na rotina. Ou
se ele tivesse conhecido alguma garota. Então ele se lastima por um tempo, até os
sentimentos de vazio comece diminuir. Então, uma vez ele está pronto, ele começa o
processo de se restabelecer.
Ele muda seu foco de sua perda pra áreas superficiais em que ele pode melhorar a si
mesmo. Ele se concentra em seus comunicadores intermediários de status, como sua
credencial, carreira, propriedades, veículo, roupas, joias e assim por diante. Ele é um cara
completo. Ele manterá isto sob controle. O tempo passa. A vida dele melhora até um certo
ponto. Mas ele ainda está sozinho.
Através de nosso condicionamento social nós chegamos compreender ''amor'' de uma
maneira que é sempre mais focado à idealismo do que no sentido de definir precisamente o
fenômeno. Escritores e filósofos teve um longo debate do significado do termo, sem mesmo
chegar a nenhum consenso. Em algumas culturas existem até múltiplas palavras usada pra
definir ''amor.''
Muitas pessoas imaginam amor como tento propriedades sobrenaturais. Eles podem
acreditar que todas as pessoas tem apenas uma alma gêmea. Ou que o verdadeiro amor
sempre dura para sempre. Ou que as pessoas podem amar apenas um certo número de vezes.
Eles podem até acreditar que o destino fará o amor acontecer ''por acaso'' quando for o
momento certo. Com crença que existem tais forças poderosas agindo, não é surpreendente
que as pessoas sempre intensificarão seus sentimentos com a crença que eles estão seguindo
seus corações. Lembre a última vez que você sentiu que você estava amando. Como você
soube? Era um sentimento de atração? Era um sentimento de conexão? Era um sentimento
de desejo? Era sentimento de apego físico? Era um sentimento de unidade subjacente? Era
sentimento de ansiedade emocional de co-dependência? Era uma combinação destas coisas?
Amor é um casal de idosos sentados em sua varanda, confortáveis na sua velha rotina
estabelecida? É dois jovens ardentemente apaixonados no banco de trás de seu carro,
procurando loucamente por uma camisinha? É um casal de recém-casados olhando no olho
um do outro enquanto eles fazem seus votos matrimoniais?
É sempre dito que amor é auto-hipnose; uma bela psicose que toma conta e nos leva agir
de forma que de outra maneira até mesmo não consideraríamos. Amor não é algo que é
causado por outra pessoa. Nós causamos em nós mesmos. Enquanto damos ciclos em
nossos pensamentos repetidas vezes em torno de nosso conceito de uma pessoa particular,
nossa mente muda a maneira que percebemos elas, e achamos formas de fazer sentido disso.
De repente tudo parece tão simples. É amor. E enquanto isso toma conta, nosso corpo
físico segue o exemplo, girando e intensificando nossa química emocional até que estamos
completamente arrebatados.
Pra algumas pessoas amor pode ser uma chance pra elas conhecer e entender
completamente outra pessoa, e ter aquela pessoa fazendo o mesmo por elas em retorno.
Uma relação de amor entre duas pessoas pode ser saudável e cultivar um crescimento
espiritual e físico. Pode ser uma das mais prazerosa e importante experiência que uma
pessoa tem sobre o curso de suas vidas inteiras.
Mas isso depende se a pessoa está preparada ou não pra isso. Porque a ideia de amor pode
ser também destrutiva. Pra algumas pessoas pode ser uma auto-decepção que elas podem
focar como uma forma de evitar de encarar suas falhas. As pessoas sempre racionalizarão
que qualquer reação emocional forte que elas sentem à outra pessoa é um sinal que elas
estão ''amando''.
Elas podem ter se ocupado em uma paixão com alguém que não retribuiu seus interesses, e
racionalizado que é algo que iria fazer elas se sentirem completas. Elas podem
desesperadamente desejar a atenção de uma pessoa, e racionalizar o sentimento ansioso de
necessidade por sua aprovação como sendo borboletas de amor tremulando em torno de suas
barrigas. Em um relacionamento eles podem deixar seus parceiros, porque eles racionalizam
que sua perca de paixão é um sinal que eles tem perdido o amor. E mais tarde, eles podem
ter problemas em achar uma nova pessoa e racionalizar que eles perderam o amor de suas
vidas.
Existem pessoas que amarão qualquer um que ter. Elas estão ansiosas, e amando a ideia de
estarem amando. Existem outras pessoas que tem medo de amar. Elas estão aborrecidas e
criam barreiras emocionais pra se prevenirem de serem machucadas no futuro. Por fim, as
pessoas processam suas experiências através de uma névoa de emoções, e criam e
intensificam esses acontecimentos em suas próprias mentes.
Como dissemos, uma pessoa pode sentir um aumento em seu senso de aceitação por está
em uma situação específica. E da mesma forma, uma pessoa pode sentir um aumento em seu
valor por está com uma pessoa específica.
Quando o senso de aceitação e identidade de uma pessoa estar presa em outra pessoa, elas
estão dependentes daquela pessoa pra se sentir bem sobre elas mesmas. E por causa disso,
elas se tornam reativas em seus relacionamentos. Elas focam seus pensamentos mais na dor
de possível perda da outra pessoa do que no prazer de serem elas mesmas. Uma vez que isso
acontece seus comportamentos se tornam menos atraentes à seus parceiros, e os sentimentos
de amor de seus parceiros a elas começa a diminuir. Talvez então, que é apenas a pessoa que
não necessita de aceitação social pra se sentir bem, que pode realmente apreciar está
amando. É possível, que apenas quando você não necessitar de amor que você o achará?
LIVRO 4 – IDENTIDADE
Se você está dentro de um elevador, como você sabe se você está na cobertura ou no
subsolo? Vamos dizer que é uma elevador de vidro. Neste caso, você pode saber olhando pra
fora. Mas digamos que você está dentro de um elevador fechado e com as luzes do indicador
queimadas. Neste caso, até que a porta se abra como você sabe...? Isso nos leva ao conceito
de identidade.
DEFINIÇÃO: ''IDENTIDADE''
''Identidade'' é um conceito em sua mente que se relaciona com você, e coloca você aparte
de seu ambiente social. Sozinhos temos um compreensão de nós próprios que não é
contextualizada. Entretanto, no processo de interação com outros e reconhecimento das
diferenças entre eles e nós próprios, formamos um auto-conceito que é completo. Sua
identidade é uma apresentação a si mesmo e ao mundo do que faz você diferente ou único, e
o que você aprendeu irá fazer as pessoas aceitar você.
É a soma de crenças sobre que tipo de pessoa você é, e que tipo de pessoa você não é, do
que você é capaz ou não capaz, onde você se encontra na hierarquia social, e as formas que
você é socialmente intitulado ou não intitulado pra agir de acordo.
Embora você não perceba a extensão disso, você está processando o mundo através dessa
pequena semente em sua mente que é sua identidade. Como criaturas sociais temos a
capacidade de dominar e ditar a energia de qualquer ambiente social. Mas como uma regra,
é nossa crença sobre quem somos que dita quanto desta capacidade nós na verdade usamos.
Identidade pode ser considerado como uma construção mental que dá à você ambos poder
como também limitações. Pode te dar confiança em algumas situações porque você sabe o
seu valor e age de acordo. Mas em outras situações também pode impedi-lo de fazer coisas
que te ajudaria, porque você pensa “Este não sou eu.”
Você pode sempre reconhecer isso quando a identidade de um cara está o limitando pelo
olhar de desanimado vidrado feito filhote de cachorro expresso em seus olhos, e o irracional
“Este não sou eu” ou a desculpa “Eu estou muito ocupado” sempre que você fala sobre
qualquer coisa que iria além das restrições comportamentais da identidade dele. A mente
dele está literalmente bloqueando e rejeitando qualquer coisa que possa forçar ele assumir
uma identidade de valor mais alto do que ele acha que merece.
Identidade é um desses conceitos que você deve identificar em você mesmo, porque ficar
bom com as mulheres (ou ficar até melhor) lhe exige continuamente evoluir em um nível de
identidade profunda.
Quase invariavelmente, o que diferencia um cara que pode apenas segurar uma
conversação pelo tempo que ele está entretendo e um cara que pode realmente sugar uma
garota pra sua realidade, é seu profundo senso de identidade se ele é capaz ou não disto.
Este é o porque de uma mulher não ter sexo com você, por causa simplesmente da forma
que você age. Ela faz sexo com você por causa quem você é.
Quando uma mulher te conhece pela primeira vez, ela adia ter sexo esperando até ela ter
gastado tempo suficiente com você pra julgar seu caráter. Isso é, se você é ou não realmente
o homem que você projeta ser – seu senso de valor, poder e individualidade. Se sua
personalidade mantem ela cativada até que ela esteja convencida de que você é de fato
aquele homem atraente, ambos em suas ações como também seu senso de quem você é,
então ela vai querer sexo. Contudo, se ela sente até mesmo a mais leve incongruência, ela
perderá a atração instantaneamente e vai cair fora. Assim, se você quer ser atraente e não
apenas entretenimento, você deve evoluir ambos suas habilidades sociais como também seu
senso de quem você é a um ponto de congruência total.
REGRA: Sua identidade pode ser de alto valor ou de baixo valor ou qualquer coisa entre
isso – e o valor de sua identidade é algo que você cultiva baseado na capacidade que você
pensa que tem pra ter um impacto dominante em sua ambiente social, e como bem você
pensa que pode lidar com boas e más reações que acompanha isto.
Se você percebe isso ou não, existe uma ideia em sua mente sobre quanto de sucesso você
merece na vida – ou quanto de valor você é capaz de cultivar como o ''cara'' que você se
identifica ser. Quanto de sucesso você imagina que você é capaz de ter com as mulheres é
uma parte daquele auto-conceito também.
Poder é um conceito multi-camada, no senso daquele sentimento de capacidade de ter
sucesso com as mulheres está ligado ao sentimento de capacidade de sucesso na vida.
Muitas pessoas notam que a melhor parte de estudar pra ficar bom com as mulheres é que
sua inclinação pra companhia feminina motiva eles a se tornar uma pessoa melhor. A
confiança que eles desenvolvem pra pegar mulheres acaba se estendendo pra outras áreas de
suas vidas.
Um cara que se sente confiante com mulheres é o mesmo cara que se sente capaz de
começar conversas, dizer o que pensa, ser o centro de atenção, socializar com outras pessoas
carismáticas, ditar a vibe das interações, criar tendências do que é foda, e expressar sua
personalidade livremente.
Seu senso de poder não faz ele detestável ou um conversador tirano. Pelo contrário, isso
faz ele confiante que quando ele assumir uma identidade de alto valor as pessoas gostarão –
como um músico que sobe no palco e todos gostam porque ele oferece valor.
REGRA: Um cara de alto valor com um forte senso de quem ele é, basicamente tem
caminho livre com mulheres (com pessoas em geral, na verdade). Pela maioria dos padrões
das pessoas, é quase absurdo ver como rapidamente as mulheres respondem à este tipo de
confiança. Quando uma mulher conhece um cara que se sente completamente confiante pra
conversar com ela, brincar com ela, contar historias e geralmente liderar a interação, ela
responde bem automaticamente. Ele está dentro.
Mas se um cara não está confortável fazendo estas coisas, ela geralmente ignora ele. Este é
o porque da forma que as mulheres respondem você (quanto valor você tem) começa de sua
identidade. Assim de onde vem sua identidade?
É muito importante perceber que seu auto-conceito está sempre evoluindo através de sua
interação com o mundo – sempre em reação a resposta social que você adquire de outras
pessoas.
Vamos dizer que você tenta assumir um papel de valor mais alto e você é aceito por isso.
De repente, sua identidade é reforçada como sendo de valor mais alto.
Mas vamos dizer que você tenta assumir um papel de valor mais alto e você não é aceito
por isso (talvez as pessoas tirem sarro de você). De repente você percebe que não deveria
tentar mais, e sua identidade acaba limitando você no futuro. Como seres humanos, estamos
programados pra sermos sociais. E como criaturas sociais nós estamos sempre engajados no
processo de obter resposta social, a qual nos influencia reagir, adaptando nossa identidade
pra melhor ou pior.
DEFINIÇÃO: ''RESPOSTA SOCIAL'' OU ''ECO''
Nossa mente vive em um estado perpetuo de ''eco'' com pessoas em torno de nós. O que
isso significa é que nossa mente está continuamente engajada em um subprocesso de
referencia cruzada e validando nosso conhecimento com o conhecimento de outros. Através
deste processo sutil e constante nossa mente extrai ''resposta social,'' variando da mais
extrema sutil sub-comunicações a mais claras respostas óbvias – todos os quais estão
continuamente moldando e remoldando nossas ideias sobre quem somos e o mundo que
vivemos. Se você percebe isso ou não, sua interpretação de realidade é muito subjetiva e
maciçamente influenciado pela resposta que você adquire de seu ambiente social.
É por isso que para uma pessoa que visita uma terra estrangeira, ali pode ser uma
experiência do qual é conhecido como ''choque cultural'', onde eles sentem uma desconexão
surreal de seu ambiente. E da mesma forma, pra uma pessoa isolada muito tempo da
sociedade, aí pode ter lapsos de sanidade, onde eles não podem mais se relacionar com as
normas sociais. Podemos conceituar resposta social como um espelho através da qual as
formas que agimos estão referencialmente cruzados e validados.
Por causa da resposta social temos uma ideia de como agir “normal” – reconhecer nosso
status e como agir de forma que se alinha com isso. Através de nossa interação com o
mundo obtemos alguns conceitos dos comportamentos que significa quem são as pessoas,
que papeis elas desempenham e seu valor social dentro de um grupo. Em ambos níveis
consciente e subconsciente, temos uma ideia do que um cara de alto status e um cara de
baixo status se parece. Temos visto todas as pessoas de alto status e baixo status. Se
estamos consciente disso ou não, nossa mente reconhece a diferença e responde
emocionalmente.
Então aqui está o porque a resposta social é importante.
REGRA: Se no processo contínuo de ''eco'' você recebe resposta social que te fala que seu
status está aumentando ou diminuindo, sua mente sentirá pressão social pra reagir
assumindo a identidade que você entende ser mais adequado a situação no momento. Como
criaturas sociais somos adaptáveis. Se estamos em um ambiente onde temos ou não temos
status, nós sentiremos isso e sentimos pressionados a entrar nos comportamentos que nossa
mente reconhece como sendo adequado ao papel. É por essa razão que uma menina de uma
cidade pequena onde ela é popular sempre assumirá uma personalidade totalmente diferente
quando ela estiver em uma cidade grande onde ela não conhece ninguém e meninas bonitas
estão a vista em toda parte. A confiança dela mudará, os tipos de zoações que ela irá sorrir
mudará, e os tipos de pessoas que ela estará disposta sair mudará também.
Agora, antes de irmos fundo por esse caminho tem que está compreendido que todas as
pessoas reagem a pressão social diferentemente. Algumas pessoas reagem muito obviamente
enquanto outras não reagem nem um pouco. Isto depende de um conceito em sua mente
chamado de seu ''critério de poder.''
DEFINIÇÃO: ''CRITÉRIO DE PODER''
Seu ''critério de poder'' é o critério que você acha que você precisa encontrar a fim de se
sentir possibilitado assumir uma identidade de alto valor, e agir de forma que as mulheres
acham atraente. Dependendo de como sua mente está programada, seu critério de poder será
composto de um ou vários dos seguintes:
Padrões sociais superficiais: Quando você acha que você satisfez os padrões tipicamente
ilusório do condicionamento social (beleza, dinheiro, sucesso, coisas legais, etc...)
Alianças: Quando você tem aceitação garantida por causa das alianças (ser amigo de
pessoas com alto status, ter uma namorada gostosa, ter um monte de amigos ao redor, etc...)
Competências: Quando você tem alguma coisa que faz as pessoas querer alguma coisa de
você (acesso à algo exclusivo, ter conhecimento ou especialidade que as pessoas queiram
aprender, ter brincadeiras ou histórias ou habilidades que envolve as pessoas por um período
de tempo, etc...)
Desempenhar papéis: Quando uma circunstância temporária chama você pra assumir um
papel que não reflete quem normalmente você pensa quem você é (ser o professor em uma
situação de professor/estudante, estar em um papel respeitado ou profissional, estar rodeado
por apenas pessoas de menor status, assim preencher papel de alto valor pela falta, etc...)
Identidade: Quando você tem uma crença interna de poder como sendo uma parte de quem
você é.
Quando seu critério de poder é encontrado sua mente te fala “Você agora está possibilitado
assumir comportamentos sutis de alto valor que você percebeu em outros.” Sua mente
comunica isso pelo estado emocional que isso lhe dá. Este fenômeno é sempre chamado
''entrar no estado.''
Estar em estado é uma experiência poderosa. Frequentemente, a coisa que literalmente
vicia os caras melhorar com as mulheres é o estado que eles saem disso.
Quando você estar em estado, o mundo é sua ostra. Sua mente quieta, e tudo que você faz
funciona. Seu humor bomba, suas histórias detonam, e as pessoas seguem sua liderança. O
cara que está mais em estado geralmente tem o “imã” mais forte de atenção – por assim
dizer.
Existem diferentes formas de pensar sobre porque estado tem esse impacto, mas uma
explicação convincente se resume a isso: Estado é uma reflexão de identidade, e sua
identidade é uma reflexão de valor social. Portanto, quem está mais em estado deve ser a
pessoa com o mais alto valor social.
Além disso, como uma parte da natureza humana existe valor inerente nas pessoas que
expressam suas personalidades de um lugar de autenticidade.
Sua personalidade é uma reflexão de suas experiências de vida. Existe algo pra ser
aprendido disso. Suas escolhas de humor ou estilo, por exemplo, são reflexões da forma que
você interpreta o mundo e as emoções que você quer evocar nisso.
Quando você está em estado você está expressando sua personalidade sem todas as
impurezas da ordem do dia. Você não está tentando impressionar ou persuadir ou sujeita-se.
Sua comunicação é mais autentica, por assim dizer. As pessoas valorizam isso.
É sempre dito que quando você está em estado você está mais conectado ao seu autentico
eu. Você não está reagindo como você acha que os outros querem que você seja. Você está
apenas expressando sua personalidade e compartilhando sua energia com as pessoas, e eles
podem sentir que você está apenas oferecendo valor porque você está acima da necessidade
de reação deles. Por todas estas razões, está em estado implica valor social.
Outra forma de pensar sobre seu estado é como um sistema emocional que te fala se você
tem ou não aceitação. Afinal, uma razão que nós precisamos ter um emoção que nos fala se
estamos ou não capacitados pra assumir uma identidade de alto valor, é nos falar se
ganharemos aceitação ou não, ou perderemos aceitação por isso.
DEFINIÇÃO: ''SENSO DE ACEITAÇÃO'' E ''ESTADO''
Seu ''senso de aceitação'' é uma emoção que auto indica à você quando seu valor dentro de
um grupo está aumentando ou diminuindo. Isso é o sentimento de validação, de está ''em
estado'' ou ''fora de estado,'' que te fala se sua identidade está trabalhando por você ou não
pra garantir aceitação. Da mesma forma que sentimos prazer de ser aceitos, a falta de
aceitação social pode nos fazer sentir um desconforto emocional ou até mesmo paralisia que
é similar ao perigo a nossa segurança física. Enquanto na sociedade moderna isso não é
sempre relevante, estamos programados perceber aceitação social e sobrevivência como
estando inter-relacionados. Uma maneira útil de conceituar seu senso de aceitação é como
um sentimento que existe dentro de você o tempo todo. É uma emoção que você
experimenta, como felicidade ou tristeza ou qualquer outro sentimento. A única diferença é
que isso não é um sentimento que você é geralmente ensinado a perceber, assim você não
estará ciente disso a menos isso significadamente aumente ou diminua.
Como um som de fundo em uma boate, não é algo que você tende focalizar, porque ele
sempre está lá. Só quando o nível do som de fundo fica mais alto ou mais baixo que você
notará – que você irá perceber imediatamente.
Esse estado de oscilação é algo que você sentirá dependendo se seu critério de poder foi
encontrado ou não.
Mais uma vez, falamos de cinco critérios de poder que afeta seu estado: Padrões sociais
superficiais, alianças, competências, desempenho de papeis e identidade. Vamos ver os
critérios mais de perto.
CRITÉRIO DE PODER – PADRÕES SOCIAIS SUPERFICIAIS:
Relembre alguns anos atrás, quando você aderiu a um novo corte de cabelo ou comprou
um camisa. Você sabia que estava elegante. As meninas olhavam pra você e as pessoas
pareciam te dá mais respeito. Obviamente, aquilo te fez sentir bem e você até mesmo
desempenhou o papel.
No momento você provavelmente pensou que isso foi o novo corte de cabelo ou a roupa
que você comprou que lhe deu respostas positivas. Mas analisando isto: o tempo passou e
seu estilo mudou. Se você vestisse a mesma roupa que você vestiu alguns anos atrás, você
sentiria a mesma confiança? Provavelmente não.
As pessoas responderiam diferente a mesma roupa, porque a forma que a roupa fez você
sentir mudou.
No momento, você sentiu como tivesse encontrado um dos critérios de poder socialmente
condicionado – beleza. Como resultado, sua antecipação de aceitação social lançou você no
estado e seus comportamentos fluíram de lá. A forma que as pessoas responderam à você foi
apenas uma profecia auto realizável.
Vamos imaginar um ET de outro planeta que vem visitar a Terra. Esse ET parece e fala
como um ser humano comum, exceto que ele tem 1 metro de altura, calvo e totalmente liso.
Agora o que é interessante sobre esse ET é que em seu planeta, ser baixinho é visto como
melhor porque não requer que coma muita comida pra se sustentar. Calvície, da mesma
forma é um sinal de maturidade e em seu planeta maturidade é uma qualidade atraente em
um homem. Além disso, pelo sistema de valores de seu planeta, viajar e ter riquezas de
experiências é mais admirado do que sentar em um escritório o dia todo e acumular mais
dinheiro que qualquer um poderia necessitar. De fato, o último é considerado ser
conformista e genérico.
Por todas essas razões (que não faz sentido a algumas pessoas no planeta terra) nosso
baixinho, calvo e liso, mas bem viajado ET tem tido um vida de experiências positivas que
dá a ele a crença que ele merece apenas o melhor. Então, quando ele chega na Terra e ver
que sua concorrência apenas são esses caras altos, cabeludos e que se vangloria pra as
mulheres sobre quanto dinheiro eles tem, ele estala em estado e pensa pra si mesmo, “Este é
meu dia de sorte.”
É isso que significa um senso de poder baseado em padrões sociais superficiais – sentir que
você encontrou os padrões superficiais da sociedade e se sentir confiante como resultado.
CRITÉRIO DE PODER – ALIANÇAS:
Vamos imaginar um cara que nunca teve uma namorada. Ele era socialmente desajeitado,
um pouco inseguro e parecia ansioso a maior parte do tempo. Eventualmente, uma garota
tem uma ligação com ele, apesar disso eles se tornam um casal. De repente, nosso cara
tímido socialmente desajeitado realmente relaxa e até mesmo se torna um cara melhor pra
sair (vamos imaginar que ele não é o tipo que deixa seus amigos pra fica sozinho com ela.)
Anteriormente ele andava com um baixo senso de aceitação e isso afetava ele em muitos
níveis. Mas sua ''aliança'' (por assim dizer) com sua namorada nova dá a ele algumas
''respostas sociais'' positivas, e ele começou a se sentir mais confiante.
O grande negocio disso é que outras garotas começam a notar isso e fica interessadas
também, a qual funciona como um espiral ascendente a sua confiança. Claro, no passado,
ele estava experimentando um efeito espiral a sua confiança também. O espiral estava
apenas dirigindo seu estado na posição oposta.
Talvez você esteve em uma festa onde você não conhecia ninguém. No começo da noite
você pôde ter sentido desconectado do ambiente. Mas enquanto a noite avançava você
conheceu algumas pessoas que reagiu razoavelmente bem, e com todas as pessoas novas
que você conversou, você começou a se sentir mais seguro de si mesmo.
Enquanto no começo da noite você lutou pra pensar a coisa perfeita pra dizer, no fim da
noite você estava tão ''no clima'' que você não cometeria nenhum erro. Você poderia ir falar
impensadamente com as pessoas e sugar elas pra qualquer coisa que você tinha dito. Você
poderia contar histórias, zoar, ou até mesmo pegado as meninas e dado uma volta com elas...
E todos amariam isso.
Isso que significa senso de poder que vem de ter alianças – sentir que as pessoas que
gostam de você te dá um alto valor, e se sentir confiante como resultado.
CRITÉRIO DE PODER – COMPETÊNCIAS:
Quando você sabe que tem algo que as pessoas querem de você, sua inclinação será de
assumir um identidade de valor mais alto.
Esse é o porque as garotas estão sempre em estado quando elas saem a noite nas baladas –
elas sabem que existem estoques de homens que querem alguma coisa delas. (Embora esse é
também o porque de muitas dessas mesmas mulheres ter um período difícil em se ajustar as
mudanças naturais da idade).
Quando você tem acesso à uma festa exclusiva, ou um violão que todos querem ouvir você
tocar, ou uma historia que todos querem ouvir, você sente mais confiante do que quando
você não tinham essas coisas. Vamos imaginar um cara que nunca abordou uma mulher em
sua vida. Ele está muito nervoso pra se aproximar, porque seu senso de identidade fala pra
ele “Não comece conversar com as meninas porque você não é capaz de tomar o tempo ou
atenção delas.” Então, pra ajudá-lo, você dá a ele o que ele pensa que são os abridores
perfeitos e até mesmo um passo a passo pra começar conversações.
Isso dá a ele muita confiança, mesmo porque ele não se sentindo capaz de se aproximar das
garotas, ele tem as técnicas de um cara que é capaz. Isso é ótimo, porque não é ele que está
em julgamento, mas as técnicas. Se alguma coisa der errado, não foi ele, mas apenas
algumas técnicas ruins ou talvez a execução. Felizmente, ele até mesmo não está pensando
nisso. O que ele está focado é em seu novo senso de confiança de ter uma competência que
as pessoas querem – entretenimento.
De fato, ter uma uma ótima historia e técnicas dá a ele valor. Eles estão entretendo, e por
um período de tempo eles segurarão a atenção das pessoas. O problema é que uma vez que
as técnicas acabam, a mente do cara fala pra ele “Pare de falar – o que você tem a dizer não
é bom o bastante pra ser dito,” e ele adquire o que é conhecido como ''Síndrome de eu estou
sem material.''
Claro, ele tem uma experiência de vida pra falar a respeito, como também uma habilidade
de se relacionar com as pessoas. Mas porque seu estado cai, logo que as técnicas acabam, a
mulher sente isso e perde a atração por ele.
Ele pensa que elas caíram fora porque ele ficou sem técnicas (sua competência), mas o que
na realidade ele ''acabou'' foi seu estado (sua confiança). Isso que significa senso de poder
que vem de ter competências – sentir que tem alguma coisa que as pessoas querem, lhe dar
valor, e se sentir confiante como resultado.
CRITÉRIO DE PODER – DESEMPENHO DE PAPÉIS:
Como criaturas sociais estamos programados assumir os papéis que são esperado de nós, e
assumir as características de que pensamos que as pessoas querem que nós sejamos. Algo
fascinante e poderoso acontece quando você assume um papel que você normalmente não
exerce.
No pior dos acontecimentos – desastres ou emergências – existem sempre pessoas comuns
que viram improváveis heróis e toma controle da situação. Suas coragens não vem apenas
de ter um sistema de valores que vai além de seus medos, mas também de conhecer do que
eles tem que ser naquele momento e entrar no papel.
Existem certos papéis que são universais em todas as sociedades – os líderes, os liderados,
e todos aqueles entre os dois. Como criaturas sociais nós reconhecemos esse papéis, e nos
deslocamos ao papel que imaginamos se adequar melhor em nós. O problema disso, porém,
é que na sociedade onde as pessoas estão constantemente competindo por dominância um
sobre o outro, a pressão social que a maioria das pessoas sofrem em suas vidas inteiras é
aceitar um papel inferior.
Independente de qualquer papéis inferiores que você poderia assumir embora, em alguns
pontos de sua vida você é provavelmente chamado a assumir um papel de alto valor. Talvez
você sinta mais dominante no trabalho ou quando você está ensinando alguém alguma coisa
ou quando você tem uma namorada que espera o melhor de você.
Se você está em um clube, e seu amigo não é bom com as mulheres quanto você, você
provavelmente se achará tomando a liderança e sentindo um ótimo estado emocional . Você
estará tão envolvido em executar o papel que é esperado de você – o papel que seu amigo
está literalmente te dando – que você não hesitará ou pensará duas vezes.
Por outro lado, se você estar com um cara que tem mais habilidade do que você, você pode
se achar vendo o que ele está fazendo, e ter um momento difícil ao executar seu próprio
jogo, porque você está tentando se igualar com ele. Fazendo isso, você estará reforçando o
estado dele, porque você está dando a ele resposta social que ele é capaz de assumir um
papel de maior dominância. Papéis estão constantemente sendo trocados.
Se dois caras estão conversando com a mesma menina, e um cara tem um punho firme do
papel de dominância do que o outro, o outro cara sentirá seu estado cair, porque ele sente
que o papel de alto valor foi tirado dele. Seu estado dirá a ele que o papel que ele estava
exercendo antes, agora foi ocupado por outro, e ele reagirá assumindo um papel que é mais
submisso.
As pessoas frequentemente se tornam dependentes dos papéis que eles exercem pra ficar
em estado. Eles necessitam de resposta social – seja das mulheres ou de seus amigos – pra
sentir que eles são a pessoa quem eles querem ser.
Isso que significa senso de poder que vem de desempenhar um papel – sentir que o
ambiente social está colocando você em um papel de alto valor, e se sentir confiante como
resultado.
CRITÉRIO DE PODER – IDENTIDADE:
O critério de poder final é identidade. Quando você sente um senso de poder por causa de
sua identidade, certas coisas acontecem:
- Você não necessita pensar que você encontrou os padrões superficiais da sociedade pra
sentir confiante.
- Você não necessita que as pessoas, amigos ou garotas sejam legais com você pra sentir
confiante.
- Você não necessita ter alguma coisa que as pessoas querem de você pra sentir confiante.
- Você não necessita que outras pessoas coloquem você em um papel de alto valor pra sentir
confiante.
Tudo isto são formas de confiança situacional, que é uma forma de confiança inferior e
inautêntica.
Confiança situacional pode atrair as mulheres temporariamente, mas nunca é totalmente
estável porque oscila dependendo das circunstâncias. Como uma mulher espera pra ter sexo
com você até que ela tenha jugado seu caráter, é inevitável que seu estado caia em algum
ponto e sua incongruência virá à tona. E quando isso acontecer, ela perderá a atração e cairá
fora. Quando você tem um senso de poder que vem de sua identidade, ao invés disso você
tem o que é conhecido como confiança central.
DEFINIÇÃO: CONFIANÇA CENTRAL
''Confiança central'' vem de uma convicção inabalável de quem você é e o que você merece
na vida. É uma confiança que não oscila – que mantém seu estado estável o tempo todo
independente da situação – porque você sabe que sua aceitação em alguma situação
particular nunca é uma ameaça a seu completo bem estar. Confiança central pode ser difícil
de encontrar, e é algo que você cultiva pela forma que você vive sua vida no dia a dia.
A maioria das pessoas andam através da vida em um transe, raramente parando pra analisar
as reais razões por trás de suas ações. Elas ignoram as verdades desconfortáveis de suas
existências e reagem ao mundo em piloto automático emocional. Em vez de conceber uma
visão cristalina de como ser a pessoa que elas querem ser, elas esperam os outros
determinar isso por elas.
A vida é cheia de pressões – pressão pra agir de certa maneira, pressão pra parecer com
certo tipo de pessoa, pressão pra adotar os gostos de valores de outras pessoas. Há sempre
uma tentação pra ser atraído pra essas pressões e colocar mais valor no que as outras
pessoas pensam de você do que você pensa de você mesmo. Mas afinal, quando você cede
seu poder assim você se vende.
Você é um indivíduo. Seu valor começa aí.
Confiança central vem do conhecimento que há apenas um você, e portanto há apenas uma
pessoa que tem acesso as suas perspectivas e experiências. Você é único, e por essa razão
que ninguém pode tirar de você o seu valor. Você apenas pode perder isso por sua própria
decisão. E essa decisão é feita quando você sucumbe a facilidade de viver a vida como um
genérico e um conformista.
Sua identidade – seu poder, seu valor, sua autenticidade – pode ser apenas determinado por
você mesmo. Outras pessoas podem pressionar você com seus papéis e seus padrões tudo
que eles querem, assim como você pode fazer com eles. Mas não há ninguém que possa te
dizer quem você é, a menos você decida operar nas interpretações deles.
Esse é o porque quando você decide que sua perspectiva é fascinante, ela se torna
fascinante. E quando você decide que sua historia é foda, ela se torna foda... Não é a
perspectiva ou historia particular, mas a autenticidade por trás delas que é fascinante e foda.
As pessoas estão interessadas em descobrir o que você pensa é interessante – quais são suas
perspectivas e experiências – não o que você pensa vai impressionar elas. Sua habilidade de
expressar sua personalidade de um lugar de autenticidade é impressionante por si só.
REGRA: Você não necessita de coisas como aprovação superficial, alianças, competências
ou desempenhar papéis pra se sentir poderoso. Seu valor se encontra em sua habilidade de
ser único e expressar isso. Valor se resume a atitude. Como um indivíduo que pensa por si
só, sua história, seu humor e suas perspectivas são fascinantes e tem valor. Quando você
cultiva uma personalidade que você acha que é autêntica e você transmite isso com poder e
convicção, os outros pensarão assim também.
Isto apenas depende quão forte você acredita ser poderoso – não apenas interpretar o papel
– mas ser o cara cuja identidade é dominar e expressar sua personalidade livremente. Porque
quando você carrega esse tipo de atitude poderosa com você, sua confiança se projeta
exteriormente e atrai as pessoas.
É dessa forma que a dinâmica social funciona.
Não é apenas uma ideia ou uma forma que as coisas ''deveriam ser.'' É o modo real que as
coisas verdadeiramente acontecem entre as pessoas. Vamos ver porque é tão importante ter
um forte senso de quem você é, e um estado inabalável.
DEFINIÇÃO: ''MOLDURA'' do inglês frame
''Moldura'' é outro termo pra uma interpretação ou uma crença. É uma janela através da
qual as pessoas veem e interpretam realidade. ''Sua Moldura'' é sua interpretação de
realidade. E a ''força de sua moldura'' é quão firme é sua interpretação de realidade – até que
ponto suas crenças sobre você próprio e o mundo pode ser ou não afetada por outras
pessoas. As molduras das pessoas (ou interpretações) são inteiramente subjetivas, e elas
estão sempre disponíveis à vista.
Como criaturas sociais, estamos sempre envolvidos no processo de “ecoar” um com o
outro pra ver qual moldura de realidade é mais determinada, e nossa tendência é adotar as
crenças da pessoa que projeta a determinação mais firme e a menor reação emocional as
molduras conflitantes das outras pessoas.
Você pode imaginar o “eco” como uma rede de correntes elétricas, e as pessoas como
fusíveis, todos interconectados um com o outro. A pessoa com o fusível mais forte (moldura
mais forte) pode receber a maior pressão externa e direcionar a corrente em qualquer
direção que lhe agradar, enquanto os fusíveis mais fracos se queimam assim que a corrente
flui através deles. Quem tem a moldura mais forte normalmente terá a maior influencia
social – a maioria das pessoas reagem a sua moldura. Esse é o porque que ter um forte senso
de valor central e poder é tão importante.
REGRA: Uma forte moldura é auto realizável. O mundo é qualquer coisa que você pensar
que é. Pra ilustrar, vamos considerar o seguinte. Se você é elogiado e sua moldura é que
você é merecedor disso, você provavelmente tomará isso como um elogio. Mas se você é
elogiado e sua moldura é que você não é merecedor disso, você provavelmente tomará isso
como condescendência ou manipulação. De qualquer maneira, sua interpretação (ou
moldura) determinará a forma que você reage, e as pessoas serão puxadas pra qualquer que
seja a crença que você tem sobre você próprio.
Se eles estavam sendo condescendentes mas você tomou isso como um elogio
independentemente, eles começarão aceitar sua moldura porque você está mais certo de
quem você é do que eles, e sua moldura dominará os deles.
Da mesma forma, se você é zoado e sua moldura é que você não tem nada de está inseguro
com isso, então você provavelmente tomará isso com uma brincadeira e brincará de volta.
Mas por outro lado, se você toma isso como um lembrete de como mal você se sente sobre
você mesmo, então você reagirá e as pessoas que te zoaram verá que elas tinham razão.
O modo engraçado de como tudo isso funciona, é que mesmo as zoações não foram uma
brincadeira, contanto que você interpreta desta forma e brinca de volta então você controlará
a moldura de modo que todos pensará que isso era uma brincadeira de qualquer forma.
E porque sua interpretação agiu como uma profecia auto realizadora, isso reforçou mais
ainda sua moldura já existente – fazendo o mundo da forma que você acredita.
REGRA: Quando você tem a moldura mais forte, você consegue determinar seu próprio
valor e onde você se encontra em relação aos outros. Você determina quem você é. As
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden
The blueprint tyler durden

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Guia de Tratamento para Dependentes Químicos
Guia de Tratamento para Dependentes QuímicosGuia de Tratamento para Dependentes Químicos
Guia de Tratamento para Dependentes Químicos
CITRAT
 
Teste de Autoconhecimento - DISC
Teste de Autoconhecimento - DISCTeste de Autoconhecimento - DISC
Teste de Autoconhecimento - DISC
Bruno Juliani
 
Barulho sindiconet
Barulho sindiconetBarulho sindiconet
Barulho sindiconet
sindiconet
 
Autoconhecimento e autoestima
Autoconhecimento e autoestima Autoconhecimento e autoestima
Autoconhecimento e autoestima
Ludmila Fortes
 
DEPENDENCIA QUIMICA- por: Lincoln Boldrini
DEPENDENCIA QUIMICA- por: Lincoln BoldriniDEPENDENCIA QUIMICA- por: Lincoln Boldrini
DEPENDENCIA QUIMICA- por: Lincoln Boldrini
Lincoln Boldrini
 
Sedução 4 explosão do desejo como lidar com as mulheres
Sedução 4   explosão do desejo como lidar com as mulheresSedução 4   explosão do desejo como lidar com as mulheres
Sedução 4 explosão do desejo como lidar com as mulheres
David Pvh
 
27 Perguntas Para Encontrar Seu Propósito
27 Perguntas Para Encontrar Seu Propósito27 Perguntas Para Encontrar Seu Propósito
27 Perguntas Para Encontrar Seu Propósito
Bruno Juliani
 
Superação pessoal
Superação pessoalSuperação pessoal
Superação pessoal
Anderson Hernandes
 
Plano Comercial
Plano ComercialPlano Comercial
Plano Comercial
Jorge Remondes
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
Fernanda Zechinatto
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Heroína
HeroínaHeroína
Heroína
AboraBR
 
Apostila de-dinamicas
Apostila de-dinamicasApostila de-dinamicas
Apostila de-dinamicas
Paulo Peixinho
 
As 20 Leis do Atendimento ao Cliente - Gian Saléro
As 20 Leis do Atendimento ao Cliente - Gian SaléroAs 20 Leis do Atendimento ao Cliente - Gian Saléro
As 20 Leis do Atendimento ao Cliente - Gian Saléro
Gian Saléro
 
4 dinâmicas de motivação no trabalho muito fáceis de aplicar
4 dinâmicas de motivação no trabalho muito fáceis de aplicar 4 dinâmicas de motivação no trabalho muito fáceis de aplicar
4 dinâmicas de motivação no trabalho muito fáceis de aplicar
Agendor
 
Vendedor de Sucesso
Vendedor de SucessoVendedor de Sucesso
Vendedor de Sucesso
Sérgio Oliveira
 
Processo de vendas - Etapas
Processo de vendas - EtapasProcesso de vendas - Etapas
Processo de vendas - Etapas
Flavio Franceschi
 
Dependência Química
Dependência QuímicaDependência Química
Dependência Química
Grupo Recanto
 
Como iniciar e manter conversas com pessoas desconhecidas
Como iniciar e manter conversas com pessoas desconhecidasComo iniciar e manter conversas com pessoas desconhecidas
Como iniciar e manter conversas com pessoas desconhecidas
Ares_Bruno
 
Autorresponsabilidade
AutorresponsabilidadeAutorresponsabilidade
Autorresponsabilidade
Fabiola P S Carvalho
 

Mais procurados (20)

Guia de Tratamento para Dependentes Químicos
Guia de Tratamento para Dependentes QuímicosGuia de Tratamento para Dependentes Químicos
Guia de Tratamento para Dependentes Químicos
 
Teste de Autoconhecimento - DISC
Teste de Autoconhecimento - DISCTeste de Autoconhecimento - DISC
Teste de Autoconhecimento - DISC
 
Barulho sindiconet
Barulho sindiconetBarulho sindiconet
Barulho sindiconet
 
Autoconhecimento e autoestima
Autoconhecimento e autoestima Autoconhecimento e autoestima
Autoconhecimento e autoestima
 
DEPENDENCIA QUIMICA- por: Lincoln Boldrini
DEPENDENCIA QUIMICA- por: Lincoln BoldriniDEPENDENCIA QUIMICA- por: Lincoln Boldrini
DEPENDENCIA QUIMICA- por: Lincoln Boldrini
 
Sedução 4 explosão do desejo como lidar com as mulheres
Sedução 4   explosão do desejo como lidar com as mulheresSedução 4   explosão do desejo como lidar com as mulheres
Sedução 4 explosão do desejo como lidar com as mulheres
 
27 Perguntas Para Encontrar Seu Propósito
27 Perguntas Para Encontrar Seu Propósito27 Perguntas Para Encontrar Seu Propósito
27 Perguntas Para Encontrar Seu Propósito
 
Superação pessoal
Superação pessoalSuperação pessoal
Superação pessoal
 
Plano Comercial
Plano ComercialPlano Comercial
Plano Comercial
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
 
Dinamicas
DinamicasDinamicas
Dinamicas
 
Heroína
HeroínaHeroína
Heroína
 
Apostila de-dinamicas
Apostila de-dinamicasApostila de-dinamicas
Apostila de-dinamicas
 
As 20 Leis do Atendimento ao Cliente - Gian Saléro
As 20 Leis do Atendimento ao Cliente - Gian SaléroAs 20 Leis do Atendimento ao Cliente - Gian Saléro
As 20 Leis do Atendimento ao Cliente - Gian Saléro
 
4 dinâmicas de motivação no trabalho muito fáceis de aplicar
4 dinâmicas de motivação no trabalho muito fáceis de aplicar 4 dinâmicas de motivação no trabalho muito fáceis de aplicar
4 dinâmicas de motivação no trabalho muito fáceis de aplicar
 
Vendedor de Sucesso
Vendedor de SucessoVendedor de Sucesso
Vendedor de Sucesso
 
Processo de vendas - Etapas
Processo de vendas - EtapasProcesso de vendas - Etapas
Processo de vendas - Etapas
 
Dependência Química
Dependência QuímicaDependência Química
Dependência Química
 
Como iniciar e manter conversas com pessoas desconhecidas
Como iniciar e manter conversas com pessoas desconhecidasComo iniciar e manter conversas com pessoas desconhecidas
Como iniciar e manter conversas com pessoas desconhecidas
 
Autorresponsabilidade
AutorresponsabilidadeAutorresponsabilidade
Autorresponsabilidade
 

Semelhante a The blueprint tyler durden

Sedução Comprovada - 10 ensinamentos para destruir o condicionamento social
Sedução Comprovada - 10 ensinamentos para destruir o condicionamento socialSedução Comprovada - 10 ensinamentos para destruir o condicionamento social
Sedução Comprovada - 10 ensinamentos para destruir o condicionamento social
Sedução Comprovada
 
O Segredo[1]..Da Atrac
O Segredo[1]..Da AtracO Segredo[1]..Da Atrac
O Segredo[1]..Da Atrac
guest0b6571
 
Sedução rápida de ross jeffries
Sedução rápida de ross jeffriesSedução rápida de ross jeffries
Sedução rápida de ross jeffries
Christian Santana
 
cativando mulheres-21-35.pdf
cativando mulheres-21-35.pdfcativando mulheres-21-35.pdf
cativando mulheres-21-35.pdf
EveraldoDias6
 
4 - Ebook cativando mulheres
4 - Ebook cativando mulheres 4 - Ebook cativando mulheres
4 - Ebook cativando mulheres
EveraldoDias6
 
Namoro a distancia realmente dá certo?
Namoro a distancia realmente dá certo?Namoro a distancia realmente dá certo?
Namoro a distancia realmente dá certo?
canalconquistar
 
Mode one alan roger currie (1)
Mode one   alan roger currie (1)Mode one   alan roger currie (1)
Mode one alan roger currie (1)
Christian Santana
 
Ebook cativando mulheres
Ebook cativando mulheresEbook cativando mulheres
Ebook cativando mulheres
EveraldoDias6
 
Como fazer uma mulher se apaixonar por você
Como fazer uma mulher se apaixonar por vocêComo fazer uma mulher se apaixonar por você
Como fazer uma mulher se apaixonar por você
renato marques
 
Como Conquistar Uma Mulher
Como Conquistar Uma MulherComo Conquistar Uma Mulher
Como Conquistar Uma Mulher
rubartshoe1977
 
Sinais duma moca que gosta de voce
Sinais duma moca que gosta de voceSinais duma moca que gosta de voce
Sinais duma moca que gosta de voce
Fulgêncio Artur
 
Cafaste iluminado
Cafaste iluminadoCafaste iluminado
Cafaste iluminado
Christian Santana
 
Edson Marques - 50 questoes
Edson Marques - 50 questoesEdson Marques - 50 questoes
Edson Marques - 50 questoes
Edson Marques
 
Regras da atração Por DineyCosta
Regras da atração Por DineyCostaRegras da atração Por DineyCosta
Regras da atração Por DineyCosta
Paulo Diney
 
Sedução 2 aproximação - como ser um mestre nessa arte
Sedução 2   aproximação - como ser um mestre nessa arteSedução 2   aproximação - como ser um mestre nessa arte
Sedução 2 aproximação - como ser um mestre nessa arte
David Pvh
 
Ficar Ou Namorar!
Ficar Ou Namorar!Ficar Ou Namorar!
Ficar Ou Namorar!
josyespirita
 
ABC_DA_CONQUISTA_COMO_CONQUISTAR_UMA_MUL (1).pdf
ABC_DA_CONQUISTA_COMO_CONQUISTAR_UMA_MUL (1).pdfABC_DA_CONQUISTA_COMO_CONQUISTAR_UMA_MUL (1).pdf
ABC_DA_CONQUISTA_COMO_CONQUISTAR_UMA_MUL (1).pdf
wesleipereirarodrigu
 
55 LIÇÕES TIRADAS DO LIVRO - O JOGO
55 LIÇÕES TIRADAS DO LIVRO - O JOGO55 LIÇÕES TIRADAS DO LIVRO - O JOGO
55 LIÇÕES TIRADAS DO LIVRO - O JOGO
MeuSadruga
 
Frases Para Conquistar Uma Mulher
Frases Para Conquistar Uma MulherFrases Para Conquistar Uma Mulher
Frases Para Conquistar Uma Mulher
terrazasswan0107
 
Conselhos Valiosos sobre Homens
Conselhos Valiosos sobre HomensConselhos Valiosos sobre Homens
Conselhos Valiosos sobre Homens
recovre
 

Semelhante a The blueprint tyler durden (20)

Sedução Comprovada - 10 ensinamentos para destruir o condicionamento social
Sedução Comprovada - 10 ensinamentos para destruir o condicionamento socialSedução Comprovada - 10 ensinamentos para destruir o condicionamento social
Sedução Comprovada - 10 ensinamentos para destruir o condicionamento social
 
O Segredo[1]..Da Atrac
O Segredo[1]..Da AtracO Segredo[1]..Da Atrac
O Segredo[1]..Da Atrac
 
Sedução rápida de ross jeffries
Sedução rápida de ross jeffriesSedução rápida de ross jeffries
Sedução rápida de ross jeffries
 
cativando mulheres-21-35.pdf
cativando mulheres-21-35.pdfcativando mulheres-21-35.pdf
cativando mulheres-21-35.pdf
 
4 - Ebook cativando mulheres
4 - Ebook cativando mulheres 4 - Ebook cativando mulheres
4 - Ebook cativando mulheres
 
Namoro a distancia realmente dá certo?
Namoro a distancia realmente dá certo?Namoro a distancia realmente dá certo?
Namoro a distancia realmente dá certo?
 
Mode one alan roger currie (1)
Mode one   alan roger currie (1)Mode one   alan roger currie (1)
Mode one alan roger currie (1)
 
Ebook cativando mulheres
Ebook cativando mulheresEbook cativando mulheres
Ebook cativando mulheres
 
Como fazer uma mulher se apaixonar por você
Como fazer uma mulher se apaixonar por vocêComo fazer uma mulher se apaixonar por você
Como fazer uma mulher se apaixonar por você
 
Como Conquistar Uma Mulher
Como Conquistar Uma MulherComo Conquistar Uma Mulher
Como Conquistar Uma Mulher
 
Sinais duma moca que gosta de voce
Sinais duma moca que gosta de voceSinais duma moca que gosta de voce
Sinais duma moca que gosta de voce
 
Cafaste iluminado
Cafaste iluminadoCafaste iluminado
Cafaste iluminado
 
Edson Marques - 50 questoes
Edson Marques - 50 questoesEdson Marques - 50 questoes
Edson Marques - 50 questoes
 
Regras da atração Por DineyCosta
Regras da atração Por DineyCostaRegras da atração Por DineyCosta
Regras da atração Por DineyCosta
 
Sedução 2 aproximação - como ser um mestre nessa arte
Sedução 2   aproximação - como ser um mestre nessa arteSedução 2   aproximação - como ser um mestre nessa arte
Sedução 2 aproximação - como ser um mestre nessa arte
 
Ficar Ou Namorar!
Ficar Ou Namorar!Ficar Ou Namorar!
Ficar Ou Namorar!
 
ABC_DA_CONQUISTA_COMO_CONQUISTAR_UMA_MUL (1).pdf
ABC_DA_CONQUISTA_COMO_CONQUISTAR_UMA_MUL (1).pdfABC_DA_CONQUISTA_COMO_CONQUISTAR_UMA_MUL (1).pdf
ABC_DA_CONQUISTA_COMO_CONQUISTAR_UMA_MUL (1).pdf
 
55 LIÇÕES TIRADAS DO LIVRO - O JOGO
55 LIÇÕES TIRADAS DO LIVRO - O JOGO55 LIÇÕES TIRADAS DO LIVRO - O JOGO
55 LIÇÕES TIRADAS DO LIVRO - O JOGO
 
Frases Para Conquistar Uma Mulher
Frases Para Conquistar Uma MulherFrases Para Conquistar Uma Mulher
Frases Para Conquistar Uma Mulher
 
Conselhos Valiosos sobre Homens
Conselhos Valiosos sobre HomensConselhos Valiosos sobre Homens
Conselhos Valiosos sobre Homens
 

The blueprint tyler durden

  • 1. Você alguma vez já sentiu como se você pudesse mudar? Eu lembro sair com um amigo meu em uma festa, e ouvindo ele falar sobre porque ele amava viajar. Ele disse que com apenas um pouco de dinheiro, você poderia ir pro aeroporto mais perto e dentro de poucas horas, você poderia chegar em um lugar totalmente diferente. Em apenas pouco tempo você poderia se ver em uma paisagem totalmente diferente, com um conjunto de pessoas diferente, um ambiente diferente e uma vibe totalmente diferente. Se isto é verdade, eu queria saber, você poderia até ser uma pessoa diferente? Talvez, apenas enquanto você estivesse lá? Você realmente seria a mesma pessoa se você estivesse em uma cidade diferente? Ninguém conheceria você, ou teria qualquer expectativa de você completamente. Mas se em vez de mudar lugares físicos você pudesse estar no mesmo local, e ainda está em um lugar diferente? Se foi sua experiência daquele lugar que o fez diferente, em vez do lugar físico? E se você mudasse? Seria um bom momento pra pensar sobre isto. Porque goste disto ou não, é o que está está pra acontecer. O lugar que você está preste a ir agora não é um lugar que você você vai voltar. Então você tem apenas que lidar com isso. The Blueprint Por Tyler Durden Traduzido por Uniberges S. Araújo lider_alpha@hotmail.com © Real Social Dynamics, 2006 Introdução Livro 1 Condicionamento Social Livro 2 Valor Livro 3 Amor Livro 4 Identidade Livro 5 Fodeza e Congruência Livro 6 Estabilização de Identidade Livro 7 A Estrutura absurda de Valor Social Livro 8 Pontos Cegos
  • 2. Livro 9 Pilares de Realidade Livro 10 Atribuição e Estado Livro 11 Comportamentos Fortes Livro 12 Comportamentos Fracos Livro 13 Vibe Social e Calibração Livro 14 Estados Antilítico e Emocional da Mente Livro 15 Dominância Livro 16 Autenticidade Introdução O que segue é um projeto inacabado da dinâmica social como eu atualmente entendo. É um esboço do software continuamente em evolução que existe em minha mente após ter gastado anos como um pickup artist. Se você deseja se beneficiar desse conhecimento leia-o continuamente, saia e pratique todos os dias até que você tenha internalizado completamente. Uma vez que você fez isso, ponha o livro de lado e nunca mais leia novamente. Dessa forma isso não vai se tornar algo que você faz, mas algo que você é. Boa sorte em sua jornada. Tyler LIVRO 1 – CONDICIONAMENTO SOCIAL A maioria das pessoas anda através da vida em um transe. Um andar atordoado. Este conhecimento especifico é o que faz perceber isso e eventualmente tornará a sua base de poder como um cara com tremendas habilidades sociais. Mas antes de nós falar sobre isso temos que te acordar de todas bobagens que lhe foi ensinado. Você alguma vez parou pra pensar de onde suas ideias sobre sexo, namoro e relacionamentos verdadeiramente vem? Quais tipos de ideias aceitas comuns nós podemos achar circulando por aí? #Caras com dinheiro pegam mulheres. Se você não consegue pegar mulheres, saia e faça um monte de dinheiro. Desse jeito, quando você conversar com elas você pode atraí-las mostrando quanto dinheiro você tem... #Os caras mais bonitos sempre pegam as mulheres mais bonitas. Fora do dinheiro, aparência é a coisa mais importante... #Você deveria sempre bolar um plano como pegar a garota que você quer, desse jeito ela pode ver quão duro você está tentando. Se você pode realmente provar a uma mulher quanto você gosta dela, ela gostará de você também...
  • 3. #Uma mulher pode ser logicamente convencida a se sentir emocionalmente atraída por um homem. Quando você conhecer uma menina pela pela primeira vez você deve comprar bebidas e flores pra convencer ela gostar de você... #Se você gosta de uma garota você precisa realmente pensar como você vai agir perto dela. Se você é muito cuidadoso, então você terá menos riscos de fazer besteiras que poderia irritar ela... #Quando você pensa que está apaixonado, você deve seguir seu coração e confessar a menina quão apaixonado você está por ela. Fazendo isso você ganhará o coração dela... #Amor é escasso e você deveria tratar desta maneira. Você apenas tem uma alma gêmea. Você não achará amor duas vezes... #Da mesma maneira que mulheres bonitas não são ''rejeitadas'', se você é um cara bonito então você nunca deveria ser rejeitado também. Se você não consegue pegar a menina é porque você não é realmente um cara atraente... #As pessoas estão sempre de olho pra achar caras que estão tentando conhecer mulheres, assim elas podem sorrir deles com seus amigos. Pra se livrar de um grande constrangimento, é melhor esperar e ver se a menina está interessada ou não antes de se aproximar... #Se uma mulher dorme com você logo após te conhecer, então ela deve ser uma piriguete. Ma se ela espera pra dormir com você e faz você ''trabalhar duro pra isso'', então ela deve ser ''difícil de pegar'' e nunca foi promiscua antes. De fato, mulheres que são difíceis de pegar automaticamente faz o melhor par em um bom relacionamento... #Homens sempre parecem está buscando sexo. Homens gostam mais de sexo do que as mulheres. Esta é a razão dos homens trair mais as mulheres do que elas trair eles – eles são obcecados por sexo... #Se você não se encaixar as pessoas não vão gostar de você. Quando você estiver em um evento social como uma balada ou clube, você deve beber álcool pra se encaixar. Na realidade, pode ser uma boa ideia ter um copo em sua mão agora mesmo no caso de alguém está vendo... #Todos os caras que dançam com garotas estão se relacionando com elas. Pra pegar mulheres em clubes você precisa aprender a dançar e então ir até mulheres aleatórias enquanto elas estão dançando com seus amigos e tenta interromper e começa se esfregar nelas. Então, quando elas estiverem realmente excitada pela esfregação você pode levar elas pra casa e mandar ver... #Se você ver uma garota aborrecida ou em uma discussão, é a chance perfeita pra você pular dentro e fazer um negócio maior disto do que ela queria, deste modo ela verá que homem você é... #Atração é causada por feromônios, simetria facial, e corpo formado em V. Se um homem não tem isto então realmente ele não tem sorte... Então... tudo isso está descaradamente errado. Não é dizer que é impossível atrair uma mulher se você tem essas ideias – muitos caras conseguem. (A terra é completamente povoada apesar de tudo). Mas como um real entendimento do que causa atração, essas ideias realmente não funcionam. Você não deve considerar isto (ou qualquer outra coisa que você ler) por certo. Saia e coloque isto em teste – você perceberá rapidamente como as mulheres responde a suas investidas. Certo, então de onde essas ideias vem? Quem vem com essas coisas?
  • 4. DEFINIÇÃO: ''CONDICIONAMENTO SOCIAL'' Desde novos somos influenciados e moldados pelo ''condicionamento social.'' Enquanto nossas ideias são aprendidas através de nossas próprias experiências, o contexto através que nós aprendemos é altamente influenciado pela nossa interação com a sociedade. Por essa razão, nós agarramos todo tipo de crenças socialmente adquiridas que nós aceitamos como fato, sem até mesmo parar pra analisar se elas são ou não de fato verdadeiras. A maioria das pessoas nunca notará realmente essa enorme influência em suas mentes, e mesmo aqueles que fizerem nunca perceberão completamente a extensão a qual isso modela sua percepção e interação com o mundo. Por causa a sociedade não é sempre culturalmente a vontade com sexualidade, sexo tem sempre sido considerado como tendo poderosas qualidades que não tem nada a haver. Sexo tem sido conceituado como tendo uma passagem dentro da humanidade, como uma maneira de determinar a moralidade de uma pessoa, e até mesmo como tendo significado divino. O tópico sexo é um assunto emocional, e muitas pessoas tem um momento difícil pra falar sobre isso de maneira inteligente. Nesses dias os homens se encontram em uma situação difícil porque suas ideias sobre atração são baseadas em todos tipos de informações erradas. E com tal tipo de idiotice bagunçando suas mentes, eles necessitam de uma habilidade fundamental que todo homem deveria ter – um real entendimento de como atrair uma mulher. Enquanto você ainda não consegue perceber a extensão disso, sua mente está sendo continuamente bombardeada com ideias sobre o que precisa pra conseguir uma mulher. Se isso vem de filmes, livros, televisão, música, seus colegas ou até de instrutores profissionais de paquera, a suposição é quase invariavelmente que as mulheres não gostam de sexo tanto quantos os homens, e que pra atrair uma companheira um cara também tem que ser rico ou bonito ou ganhar elas em cima de favores. O foco está raramente no que verdadeiramente importa, mas em coisas arbitrarias como onde levar a garota, como se vestir, como elogiar, como impressionar, como ter modos, quanto tempo esperar pra fazer um movimento, e todos os tipos de besteiras irrelevantes que basicamente te distrai do que você necessita está pensando no momento. Qual é a distração? A suposição subjacente com a maioria disso é: 1- Se você impressionar, ela estará admirada e de repente ela gostará de você. 2- Se você fazer muitos favores agradáveis, ela verá quão bem você trataria ela em um relacionamento e começará gostar de você. 3- Se você concorda com tudo que ela diz e age como se vocês tem tanto em comum, então ela perceberá que você é o companheiro perfeito dela e gostará de você. 4- Se você fala para ela quão apaixonado você está, ela estará lisonjeada e gostará de você. 5- Se você for bonito o suficiente ou tem muito dinheiro, ela estará tão impressionada que ela gostará de você. 6- Se você se tornar o melhor amigo dela, então ela eventualmente verá todas as suas surpreendentes qualidades e perceberá que ela gosta de você. E enquanto isto pode ser bom quando é de um cara foda que ela teria gostado de qualquer
  • 5. maneira, na realidade nada disto causa uma mulher gostar de você, porque... 1- Se você tentar impressionar, você está criando um contexto subjacente onde ela sente a razão que você precisa impressionar ela, que ela é mais atraente que você. 2- Se você fazer muitos favores, você parecerá entediante porque você está colocando ela em um pedestal como todos os outros caras fazem e você não é um desafio pra ela. 3- Se você concorda com tudo que ela diz e age como vocês tem tanto em comum, ela sentirá que você está forçando a barra e que você não pode ser natural ao redor das mulheres. 4- Se você fala quão apaixonado você está por ela, isto é tão irrelevante como uma garota que você não está atraído te falar quão apaixonada ela está por você. 5- Se você for bonito ou tem dinheiro, isto pode te ajudar, mas você ainda perderia sua menina pra um cara que tem uma personalidade mais sedutora que você. 6- Se você se tornar o melhor amigo dela, então a menos que você tenha tido alguma química desde o começo você será geralmente o cara menos elegível sexualmente que ela conhece. Crescendo, nós realmente não damos muita atenção a isso. Nós apenas consideramos como certo. Assim talvez nós vemos outros caras pagando bebidas pra mulheres, e nós adquirimos a ideia que é assim que as coisas funcionam. E não há nada necessariamente errado em pagar um bebida pra uma mulher. Mas também não há nada necessariamente certo sobre isso. Apesar de tudo pagar uma bebida pra uma mulher é uma abordagem fraca que poderia te colocar com todos os outros caras. Isso poderia até colocar você entre as hordas de caras que se lançam aos pés dela, e que não pode ter uma conversa sem necessitar algo dela. Comprar uma bebida pode convenientemente abrir uma conversa e a garota poderia até vir ficar atraída por você. Mas mesmo assim o ato de comprar uma bebida pra ela na verdade não fez ela se sentir daquela maneira. Se qualquer coisa ela ignorou a abordagem fraca e achou coisas boa abaixo da superfície. Ela foi atraída à você por você, e ela teria estado atraída de qualquer maneira. Mulheres geralmente forma suas impressões de um cara enquanto elas estão exposta a personalidade dele. Assim se você tentar oferecer a uma mulher favores antes de você demonstrar sua personalidade, é mais provável que ela reflexivelmente irá fazer um rápido julgamento de ''não interessada'' antes mesmo dela ter conseguido saber alguma coisa sobre você. Parabéns... você se tornou apenas o ''próximo cara da noite.'' DEFINIÇÃO: ''SUPLICAÇÃO'' O ato de fazer alguma coisa pra uma mulher que você normalmente não faria, na esperança de ganhar afeição dela em retorno é chamado ''suplicação.'' Suplicação é algo que ocorre quando sendo muito legal que cria uma dinâmica entre os dois onde é implícito que ela tem um valor social mais alto que você, porque você não pode atrair ela baseado em sua personalidade. Isto poderia incluir fazer qualquer tipo de favor com uma lista pra uma mulher com quem você ainda não tenha tido sexo, de bebidas, elogios, flores, presentes, a qualquer outro comportamentos já mencionados anteriormente. Pra evitar suplicação não significa que você nunca deva fazer essas coisas. De fato, deliberadamente não suplicar como uma tática pra fazer uma mulher gostar de você poderia ser visto como uma uma forma de suplicação em si mesma. De preferência, pra determinar se ou não você está suplicando, você pode se perguntar, “Porque eu queria fazer essas coisas? Eu estou me divertindo ou apenas tentando conseguir que ela goste de mim? Ela teria gostado de mim de
  • 6. qualquer maneira? Mesmo se eu fui levado a agir desta maneira, é uma parte real de quem eu sou, ou estou apenas preso a imagem disto?” Se a resposta é ''sim,'' então você está suplicando. Não suplicar é algo que deve ser parte de quem você é. Isto vem de ter um limite claro dentro de si, sobre quais comportamentos você aceitará ou não, ambos de você e dos outros. Isto pode ser algo que você faz pra desafiar uma mulher e se colocar aparte de outros caras. Mas isso também deve ser algo que você faz porque é uma expressão de sua visão de mundo – que você não precisa da validação de uma mulher pra se sentir confortável com você mesmo, e que você não precisa fazer coisas que outros caras pensam que eles precisam fazer afim de serem atraentes. A maioria dos caras realmente não entendem o que faz uma mulher ficar atraída. E porque eles não ''entendem,'' eles olham pra as absurdas representações da mídia que eles estão continuamente expostos, em filmes, revistas e televisão – que deixam eles absolutamente convencidos que eles precisam ter um monte de dinheiro ou ser bonitos pra conseguir mulheres. De fato, nenhuma dessas coisas são necessárias. Quando um homem fixa em sua condição financeira ou aparência isso é uma fraqueza e uma desculpa pra racionalizar uma falha maior de sua personalidade que precisa ser trabalhada. Claro, ele manterá suas racionalizações assim ele não tem que encarar as coisas que ele necessita trabalhar – apesar de continuamente ver todos tipos de caras que não são considerados ricos ou bonitos se dando bem melhor com as mulheres que os caras que parecem ter tudo isso. O mesmo principio vale pra caras velhos, baixos, calvos, gordos, feios, pobres, deficientes e qualquer outro tipo de cara que você pode etiquetar um rótulo auto limitante sobre eles. Essas coisas não importam. Pra entender atração, você tem que se libertar de suas crenças socialmente condicionada. Atração, química sexual, paixão, desejo e todas as formas de atração são poderosas respostas emocionais que são causadas inteiramente por coisas diferentes. Você não pode se deixar fazer suposições como um cara vai se dá bem com as mulheres baseado nessas coisas. Isso não deve vir como uma surpresa pra você quando ver caras que se dão bem apesar de não ter nada neles. Caso contrário você ainda estará pensando sob os mesmos padrões de condicionamento social, e você não será capaz de se sintonizar com o que está acontecendo abaixo da superfície. Então se essas ideias do condicionamento social sobre atração não são realmente que estão causando isso, então o que é? REGRA: Atração é uma reação emocional e não uma reação lógica e o que uma mulher logicamente pensa que quer é raramente o que ela responde emocionalmente. Pra atrair uma mulher você tem que se comunicar com suas emoções não com sua lógica. Esta é a primeira mudança fundamental de pensamento. Abaixo da superfície quando você realmente pegar a raiz disto, ambos homens e mulheres responde emocionalmente a mesma coisa. Valor. DEFINIÇÃO: ''VALOR'' ''Valor'' ou ''valor social'' ou ainda ''status'' pode ter muitas formas. Muitas são universais e achado em todas as sociedades. Outras são específicas, e achado apenas em uma cultura particular ou até mesmo em uma situação particular. Valor pode ser qualquer coisa que uma pessoa prover a outra que aumenta a chance de sobrevivência ou reprodução daquela pessoa. E alem disso, valor pode incluir qualquer coisa que oferece a outra pessoa boas emoções, porque em geral as coisas que gera boas emoções se alinha com as coisas que
  • 7. aumenta as chances de sobrevivência e reprodução. Ao mesmo tempo, nossas emoções pode também nos compelir às coisas que são irracionais e não nos ajuda, e assim o valor é imperfeito, porque isto pode incluir coisas que gere boas emoções se elas ajudam ou não nossas chances de sobrevivência e reprodução. Existe um proposito evolucionário em tudo isso. Para os academicamente inclinados, existe uma riqueza de pesquisa cientifica que explica essas premissas em excruciantes detalhes. Mas para nossos propósitos o que nós precisamos saber é isto... REGRA: Mulheres respondem emocionalmente a que elas percebem que produzirá prole com a mais alta probabilidade de sobrevivência e reprodução. Se é ou não a perspectiva de uma mulher realmente um cara legal a qual lhe suplicou, isso não faz muito sentido. Exceto claro, que um cara legal pode ser mais inclinado a ficar por perto e tomar conta de sua prole. Mas também existe uma lacuna nisso. Mulheres evoluiu uma ciclo de menstruação que permite ela esconder seus períodos de fertilidade de seus parceiros e ficar gravida de qualquer homem que elas veem que seja bom. Desta forma, elas tem a opção de desfrutar do que é essencialmente o melhor dos dois mundos – sexo e a melhor prole do homem mais atraente, enquanto tendo cuidado pelo melhor supercompensado cuidador. REGRA: Tipicamente uma mulher selecionará a longo prazo logicamente e mais devagar o cuidador, enquanto ela escolhe emocionalmente seus parceiros sexuais casuais mais rápido. Mulheres são capazes de saber se um homem é atraente em um instante, mas determinar se ele será um bom cuidador é algo que demora mais tempo. Existe porém uma lacuna pra os homens também. Se um homem inicialmente sub-comunica alto valor social e mais tarde após ter sexo ele sub-comunica alto valor como cuidador, (ou talvez ele até aprenda a sub-comunicar um pouco dos dois, dependendo do que a mulher está procurando), então como a mulher ele terá a opção de desfrutar do que é essencialmente o melhor de ambos os mundos – sexo com muitas mulheres mais rapidamente, enquanto sendo capaz de mudar as marchas dentro de um relacionamento com qualquer uma delas em certo ponto. Tudo isso pode parecer perturbador a principio, mas nenhum gênero é obrigado exercer suas opções. E existe um tradicional “felizes para sempre”, final para aqueles inclinados a encontrá-lo, ambos para o homem que encontra a garota que ele realmente gosta, e para a mulher que desfruta o homem que é ambos um cuidador amável e também fenomenalmente atraente. Idealmente pra o casal feliz, ali terá atração contínua, uma grande conexão, um monte de bom sexo e menos inclinação a infidelidade ao longo da relação. Agora indo adiante... O que constitui valor pra um homem é diferente do que constitui valor pra uma mulher. Assumir que aparência é a forma primária de valor pra um homem é erroneamente projetar como você percebe as mulheres em como as mulheres percebem os homens. REGRA: Na sociedade homens e mulheres são jugados por diferentes padrões socialmente estabelecidos. Homens são tipicamente visto como tendo valor por sua habilidade de realizar e dominar, enquanto mulheres são tipicamente vistas como tendo valor por sua aparência e habilidade social. Porque os seres humanos evoluíram como animais que vivem em bandos onde sobrevivência e reprodução dependia de seu sucesso social, é natural que ambos homens e mulheres tem tendências a cultivar aptidões que aumenta seu valor social. Seu cultivo de aptidões acontece naturalmente, como suas mentes focam no que eles percebem como sendo de grande valor pra eles e filtra o que eles percebem como sem importância. Por essa razão, homens geralmente tem aptidões lógicas ou áreas competitivas
  • 8. como esportes, mecânica, força e aprender como eles podem aumentar seu poder e segurança no mundo. Mulheres do mesmo modo, geralmente tem aptidões emocionais ou áreas sociais, como beleza, linguagem corporal, relacionamentos, romance, socialização e aprender como suas características afeta sua interação com o mundo e sua experiência emocional disso. DEFINIÇÃO: ''SUB-COMUNICAÇÃO'' Por isso é mais importante pra elas, mulheres são geralmente melhores em ler sinais sutis sociais do que os homens. Elas podem deduzir muita coisa sobre uma pessoa apenas observando sua linguagem corporal sutil, contato visual, expressões faciais, tonalidade vocal, a maneira que eles se movem, as coisas que eles dizem e a maneira que eles dizem – tudo em relação as outras pessoas envolvidas na interação. A comunicação que ocorre através destes canais é chamado ''sub-comunicação.'' Nos tempos pré-históricos, se o status de um homem fosse perdido em seu grupo, então o golpe em sua confiança seria sub-comunicado por seus padrões de comportamentos sutis e sua perda de valor social seria transmitido para as mulheres da tribo. Do mesmo modo, se ele aumentasse sua posição social, seu novo valor social seria transmitido pra elas igualmente. Observando essas pistas de sub-comunicação as mulheres podem captar espantosamente o profundo senso de como um homem se sente sobre ele mesmo e o mundo, que é tipicamente a reflexão de seu valor social. E que talvez é mais interessante, é que enquanto elas podem ou não está consciente que estão processando essa informação, elas estão sempre emocionalmente sentindo isso das vibes dos homens em geral. REGRA: O valor de um homem é sub-comunicado pelos padrões óbvios e sutis de comportamentos que consiste sua personalidade, e o que determinará quão atraente ele é e como as mulheres responde a ele emocionalmente. Isto se torna interessante pois prediz que o sentimento de atração de uma mulher por um homem não é estático como de um homem muitas vez é para uma mulher. REGRA: As mulheres continuamente processam os comportamentos de um homem pra avaliar seu valor, e por essa razão seus sentimentos de atração pode mudar dentro de segundos. Isso acontece momento a momento e em tempo real. A aparência de uma mulher (seu principal valor social) não mudará drasticamente dentro de minutos ou até em dias. Mas os padrões de comportamentos de um homem (seu principal valor social) pode mudar em um instante. Pra um homem, então, é possível se tonar mais foda, confiante e dominante – e imediatamente aumentar o valor que ele sub-comunica as mulheres. E ao mesmo tempo, é possível pra ele perder essas qualidades e bruscamente se tornar menos atraente. Assim, se um cara conheceu uma garota que era fisicamente bonita porém insegura, ele ainda acharia ela “atraente”. Mas se uma garota conheceu um cara que ela achou fisicamente atraente, e ele acabou por ser inseguro, ela provavelmente sente como se ele é um ''carinha bonito sem sustância'' e vai atrás de alguém cuja personalidade ela acha mais excitante. REGRA: A personalidade de um homem (dominância, confiança, ser foda, inteligencia, conforto em sua pele, humor, etc...) é mais importante pra ela, porque o padrão social dita que é mais indicativo ao valor social dele do que para a mulher. Isto é o seu principal fator de decisão, e mesmo se um cara tem coisas superficiais (como riqueza ou beleza) que faz ele
  • 9. inicialmente atraente, ele tem que agir de forma que se alinhe com isso ou caso contrário ele não irá muito longe... Essas explicações não reflete um modelo completo da estrutura social. Elas são generalizações super simplificadas pra ajudar a entender um panorama altamente detalhado e complexo. Ela serve muito bem como um pragmático modelo de trabalho pra ver a dinâmica social de macho/fêmea, e não como uma concepção preto/branco do que é essencialmente uma enorme área cinzenta. Então porque olhar tão de perto pra estrutura social e o percusso evolutivo? No final das contas todos nós estamos motivados pelo desejo de ganhar aceitação social e pra alguns de nós até mesmo o desejo de ganhar status e sexo. Mas como sempre nós somos influenciados pela sociedade pra usar esse desejo como motivação pra cultivar uma personalidade arrebatadora ou eliminar nossas inseguranças ou se destacar – as verdadeiras coisas que realmente atrairia as mulheres? Pare e considere as ideias que você tem sido exposto através de toda sua vida. Provavelmente uma mensagem subliminar maior tem sido, “Faça as pessoas gostarem de você. Trabalhe duro e ganhe dinheiro assim você pode comprar produtos pra ajudar você se encaixar.” Isso não é uma conspiração nem uma mal intenção de alguém. Não existe ''sociedade'' para qual apontar a culpa. A sociedade não existe como uma entidade singular. Isso é simplesmente um cego guiando outro cego. Nós vivemos em uma era de estimulação incessante e satisfação imediata. As coisas estão ''supostas'' está corretas. Como nos filmes de Hollywood – existe um mocinho, um vilão, e um final aquilo reforça as normas sociais. Você foi educado a preferir sensacionalismo, fofoca e drama sobre qualquer coisa que requeira você focar ou refletir. Em todo canto existe pilulas mágicas e curas instantâneas pra qualquer coisa que perturba a atrofia mental, e você não apenas espera por elas – você as exige. Pensar criticamente e se por para fora de sua zona de conforto não é pra você. Você é um bom peão, como você foi ensinado a ser. Bons peões não gostam deste tipo de material. Pra melhor ou pior, isso é como a sua interação com a sociedade te condicionou. REGRA: A maioria das pessoas andam através da vida em um transe, e raramente para pra questionar as suas suposições ou examinar se suas vidas estão sendo bem vividas ou não. Pra elas o papel de decidir o que constitui ''vida boa'' é delegado a sociedade, e raramente considera sob seu próprio ponto de vista. A sociedade evoluiu em muitas formas pra manter uma ordem hierárquica, e estrutura um jogo de expectativas alcançáveis que as pessoas podem aspirar e encontrar. Nós somos condicionados a acreditar que para atrair um mulher atraente nós devemos primeiro atender padrões superficiais da sociedade e uma vez nós atendemos nós estamos capacitados agir de maneira atraente. Nossas mentes são programadas erroneamente pra pensar que apenas homens com qualidades superficiais são atraentes, quando realmente é as qualidades profundas que sub-comunicamos através de nossos comportamentos que as mulheres respondem. Em vez de aproximar das mulheres de uma maneira que sub-comunica confiança ou individualidade, nós se aproximamos com a crença que precisamos suplicar ou tentar impressionar. Ou pior, nós acabamos não tentando nada, e trabalhando pra melhorar nossos atributos superficiais na esperança que algum dia uma mulher note e responda. Por anos nós ficamos presos nessas crenças, e em vez de aprender o que significa desenvolver nosso eu autentico, nós gastamos nosso tempo atoa jogando involuntariamente um jogo que nós não inventamos ou até realmente entendemos. Mas enquanto desenvolver qualidades superficiais pode trazer mais saldo ou diversão a nossas vidas, algo superficial não é uma parte de quem nós somos.
  • 10. Você pode ver caras com beleza ou com dinheiro se dando bem com as mulheres, e fazer a falácia de pensar “Isto é o que eu preciso pra pegar mulheres.” Mas na verdade foi a confiança de agir atraente que o dinheiro ou beleza deu a eles que fizesse esses caras pegar as meninas. Todos os homens tem isso dentro deles, de aprender aquele tipo de confiança. Isso apenas depende se você adquire ou não os padrões da sociedade e se você merece isso ou não. Pra fazer isso você tem que realmente perceber que isso é apenas a forma de agir que faz você atraente, porque mais que qualquer coisa é seus comportamentos que revela pra as mulheres quem realmente você é. Entender que enquanto você está tentando logicamente persuadir uma garota sentir atração por você, e indo pra casa a noite pensando sobre novas formas de convencer ela gostar de você até mais, um cara que é bom com as mulheres sabe como atrair elas naturalmente e imediatamente e sem qualquer persuasão lógica. Ele é atraente. Isto não é algo que ele faz. É uma parte de quem ele é. REGRA: Ser atraente pra as mulheres não é algo que você faz. É algo que você é. Isto não pode ser alcançado apenas com técnicas ou táticas pick-up (técnicas de sedução) da mesma forma que a maioria das pessoas que procuram esse tipo de material pensam. Isto pode apenas ser alcançado sabendo o que significa “ser você mesmo” e mostrar/compartilhar seu melhor eu a todos que você encontrar. REGRA: Pra atrair uma mulher especifica você deve aprender ser atraente pra as mulheres em geral. Se você quer uma antiga namorada de volta ou se você quer estar com uma garota que é especial pra você, você não irá fazer isso acontecer obcecado em cima disto ou tentando demais. DEFINIÇÃO: ''REATIVO'' ( I ) Agindo assim é ''reativo,'' a qual significa que é uma curta resposta emocional avistada que ignora a existência de um problema maior. Sendo reativo apenas te fará menos atraente, porque você está focado em adquirir valor da garota em vez de cultivar em você mesmo. E se você tem sido reativo ou obsessivo, então você normalmente já estragou tudo de maneira que você não percebe. É sempre mais certo achar um indício com uma garota que você acabou de conhecer do que voltar o pedal e mudar uma percepção que já existe. Quando uma garota formou uma grande e segura percepção de você, você está criando apenas uma pequena fração dela na experiência global de você com toda interação. Mas quando você está conhecendo uma menina pela primeira vez, você está criando uma experiência totalmente nova desde o começo. DEFINIÇÃO: ''PROATIVO'' Então você deve ser ''proativo'', a qual significa lidar com desafios esperados antecipadamente, criando uma teia de hábitos que responde automaticamente quando eles aparecem. A qual significa ganhar experiência conhecendo muitas mulheres e praticando, assim quando você conhecer a garota certa isso será segunda natureza de você. De fato, você deve sair temporariamente da mentalidade que você está procurando uma garota particular e entrar na mentalidade de evoluir quem você é para um cara que é bom com as mulheres em geral – assim quando você conhecer a garota certa que você quer, você será alguém que vale a pena.
  • 11. Então, quando você chega em um ponto onde você sabe seu próprio valor e sabe como transmiti-lo, achar felicidade em outras pessoas não será uma prioridade. Você será alguém que traz valor as mulheres, porque você estará interessado nelas e não preenchendo um vazio interno. E de repente, você terá ido de um cara que ficaria com qualquer garota que estivesse interessada, pra ser o cara que pode escolher a garota que é realmente sua melhor parceira. Essa é a verdade sobre achar a garota certa. Minimize o condicionamento social. Minimize as desculpas pra não tentar. Poderá não se sentir bem. Mas conseguir deixar essa área de sua vida sob controle tem suas recompensas. LIVRO II – VALOR Tudo que percebemos é sempre uma interpretação subjetiva – um olhar com os olhos meio fechados através de uma névoa de emoções. Nossas mentes existe em um estado perpetuo de cabo de guerra entre a mente lógica e a mente emocional, enquanto os dois lados estão sempre em disputa. Nós estamos emocionalmente dirigidos à valor (a qual nossas emoções nos diz que nós beneficiará), mas algumas vezes isto faz nós fazer coisas que logicamente não faz sentido (a qual nós fomos “obrigados” a fazer). DEFINIÇÃO: ''RACIONALIZAÇÕES REVERSAS'' – A fim de se sentir bem sobre nossas ações baseadas emocionalmente, nós somos impelidos a inventar justificativas lógicas pra nossos pensamentos e comportamentos durante ou depois do fato. Desta forma nós podemos se sentir como se nós pensávamos e agíssemos logicamente, mesmo quando fomos emocionalmente compelidos. Este processo é chamado ''racionalizações reversas.'' Racionalizações reversas é um processo continuo que ocorre em vários graus nas mentes de todas as pessoas. O que é importante sobre isto é que é um processo que leva-nos a um princípio absolutamente fundamental da atração... REGRA: Nossas mentes são naturalmente levadas a racionalizar nossas opiniões sobre as pessoas (quão atraentes elas são, quão divertido é elas estar em torno de nós, etc...) baseado em seu valor para nós. Isto ocorre pelo foco seletivo. Enquanto logicamente sempre existe uma pessoa inteira que podemos perceber, emocionalmente sempre existem qualidades particular desta pessoa que somos compelidos a focar em racionalizações como nos sentimos. O que isso significa é que sempre que nós interagimos com alguém, nós seletivamente focamos em qualidades específicas que podemos usar como nossa ''razão'' pra como nos sentimos para com eles, e então filtrar qualquer de suas qualidades que contradiria aquela visão. Vamos pensar sobre as consequências disso... Se você é como a maioria dos caras, você provavelmente ficou tão preso focalizando em detalhes superficiais de como você faz impressões das pessoas que você analisa, que é sempre a maior responsabilidade das reações delas à você – seu valor pra elas. Por exemplo, você poderia ser um cara de alto valor com péssimas maneiras, e a maioria das mulheres racionalizariam que você é ''um espirito livre que faz suas próprias regras.'' Ou você poderia ser um cara de baixo valor com boas maneiras e um doce temperamento, e maioria das mulheres racionalizariam que você ''não é o tipo delas.'' De qualquer maneira, seu valor primeiramente determina a maneira que as mulheres respondem à você. Agora uma garota pode pensar que ela não importa se um cara tem valor social ou não. Ela pode bem pensar que ela prefere um cara que ela sente uma conexão ou pode fazer ela rir. Mas a maior parte do tempo foi o valor do cara que estabeleceu o contexto onde seu humor
  • 12. foi foda e não apalhaçado. E foi o valor do cara que estabeleceu o contexto onde ela estava até mesmo receptiva pra sentir uma conexão com ele a principio. Recordando o colégio (um clássico exemplo de relações intensas de valor social), você pode se lembrar dos ''meninos fodas'' que poderia dizer qualquer coisa e ter todos pensando que era engraçado. Você pode também lembrar casos onde uma garota poderia pensar que ela teve uma conexão com um cara mais popular que ela, a qual não sabia que ela existia. Criar uma conexão com uma menina e fazer ela sorrir é praticamente automático quando você tem valor suficiente. Se você tem uma conexão com alguém ou acha ela engraçada é uma coisa muito subjetiva. DEFINIÇÃO: ''ALIANÇAS SOCIAIS'' Como criaturas sociais estamos programados em criar ''alianças sociais,'' especialmente com pessoas que aumenta nossa probabilidade de sobrevivência e reprodução ou nos dá boas emoções. Em nosso ambiente social existem pessoas com quem estamos socialmente aliados, pessoas com quem estamos socialmente neutros e pessoas com quem estamos socialmente opostos. Porque há apenas tempo e energia suficiente pra criamos um número limitado de alianças, nossas emoções nos guia à pessoas que pensamos poder nos beneficiar mais. Estamos geralmente dispostos a ser neutro à muitas outras, e até criará conflito sob algumas circunstâncias com aquelas pessoas que percebemos como uma ameaça. As pessoas criam alianças pra todo tipo de diferentes razões. Um relacionamento pode ser baseado em status, sexo, dinheiro ou apenas relação e diversão (qualquer coisa envolvendo sobrevivência e reprodução ou boas emoções). Mas relacionamentos vem e vão, e sua duração geralmente depende do valor que as pessoas continua tirar deles. REGRA: A qualquer momento que uma pessoa sente que elas se beneficiariam direcionando seu tempo e energia a uma nova aliança na troca de uma velha, sua mente procurará razões pra racionalizar como elas se sentem sobre isso. As pessoas podem escolher agir sobre seus impulsos ou não. Muitas vezes não. Mas quando elas agem, o que sempre acontece é que a pessoa irá reavaliar sua relação a velha aliança mudando os pontos do foco emocional de como elas se lembram de suas experiências com elas. Elas focará em maus aspectos sobre a pessoa (ou sua relação com elas) que elas anteriormente ignoraram, como uma forma de se justificar. As pessoas podem sustentar amizades focando em emoções positivas que elas conseguem disso. É desse jeito que elas justificariam que é uma ''boa amizade.'' Mas se investir em uma nova amizade é mais benéfico, elas podem então refocar menos em aspectos positivos e justificar que elas “se afastaram.” Enquanto os velhos pontos de foco de suas emoções pode ter sido nos melhores momentos que eles passaram juntos, os novos pontos de foco pode está focado em decepções ocasionais que ocorreu no curso da relação. Dessa forma a transição será suave. Algumas pessoas vão até criar conflitos uma com a outra pra emocionalmente justificar uma ação que elas queriam tomar. Esse processo não apenas explica como lembramos nossas experiências passadas. É um processo pelo qual percebemos nossas contínuas interações também. REGRA: Enquanto nossas mentes tem a habilidade de estar atenta a todos em nossa volta, estamos inclinados filtrar as pessoas que tem menos valor pra nós e focar e fixar naquelas que tem mais. Seria tentador racionalizar isso longe de ser esnobe, se não fosse verdade que todos nós fazemos isso em vários graus sem perceber. Alianças é igual a valor. Quando você tem a maior parte das alianças, as pessoas sentirão emocionalmente compelidas ficar perto de você. Eles pensarão que é um uso inteligente de seu tempo ficar perto de você, e eles
  • 13. sentirão como se eles tem mais diversão. Tudo isso formará uma percepção que qualquer coisa que você diz é mais convincente, interessante, engraçado e positivo que se alguém de menor valor social tivesse dito a mesma coisa. Há uma diferença emocional entre passar uma noite com pessoas que são fodas e pessoas que não são. Isto é uma resposta emocional real interna. REGRA: Como um imã, qualquer que tenha o maior valor social (ou tem comportamentos que sub-comunica o maior valor) terá o mais forte puxão de atenção em direção a ele. Existem indicadores óbvios se as pessoas percebem se você tem valor ou não – se seu “imã” é forte, por assim dizer. Se você lançar outro assunto na conversa, as pessoas param pra te ouvir o que você tem a dizer ou eles torcem suas cabeças pra falar com você enquanto o resto de seus corpos estão virados pra o outro lado esperando você terminar, assim eles podem virar suas cabeças? Todos ouvem atentamente o que você está dizendo? Eles se esforçam pra impressionar você e continuar conversando? Quando você tenta mudar de assunto, atividade ou local eles imediatamente aceitam a mudança? Você dita a energia do grupo? Estes indicadores é apenas uma pequena parte. Pensando bem, você pode provavelmente relacionar isso em suas próprias experiências (mesmo se você não percebeu naquele instante.) Você alguma vez já conversou com um grupo de pessoas, e se pegou se dirigindo a pessoa cuja aprovação você mais valorizou? Você pode até mesmo ter parado e se visto fazendo isso, mas ainda sentiu muito desnatural se dirigir a qualquer um igualmente. Talvez você tem estado em uma situação onde você tentou se sintonizar com uma garota atraente onde seu amigo estava falando com você sobre o dia de trabalho dele, e você se achou lutando pra dá atenção. Você procurou ouvir o que ele tinha a dizer, mas você não pôde ajudá-lo com a tentativa de se sintonizar na conversa da garota que você estava interessado ou olhando-a de canto de olho. Talvez você tem estado em uma situação onde você estava andando com um amigo que você percebeu que não te faria parecer bem. Quando vocês passeavam normalmente tudo parecia legal. Mas quando vocês saíram à um lugar onde ele não se encaixaria, o valor dele mudaria relativo ao tipo de situação, e você sentiu constrangido por ter ele ali. Em qualquer dessas situações, você pode ter sentido um compulsão emocional pra se sintonizar à certas pessoas e dessintonizar de outras pessoas. Isso não necessariamente significa que você agiu sobre isso, mas isso foi uma resposta emocional que você teve no momento. Uma forma de pensar sobre o meio social é como uma piscina que é quente em uma parte e frio na outra parte. A inclinação natural é apenas passar pro lado onde é quente. Tudo isso muda dependendo da situação. DEFINIÇÃO: ''VALOR SITUACIONAL'' A mesma pessoa que nós não sintonizamos em uma situação pode ser a pessoa que nós estamos mais focado em outra situação. Valor social pode ser muito específica a situação, e em tal casos pode ser chamado de ''valor situacional.'' Na sala de aula onde um professor dá uma palestra inspiradora, a dinâmica de status muda em favor do professor. O mesmo acontece pra um músico em um show. Ou o cara que dá uma grande festa em sua casa. Ou o DJ que toca músicas que todos gostam. Ou a celebridade que todos olham e gritam. Ou o barman e o promotor do clube, com fluxo continuo de pessoas sempre querendo alguma coisa deles. Todos esses caras se beneficiam por causa do reforço situacional em seu valor de seu
  • 14. ambiente. O reforço é algo que eles podem sentir e algo que pode ser sentido por outros. No caso do professor, nota-se que quando os estudantes levantam suas mãos pra perguntar ou dá respostas, suas vozes não são tão fortes como a do professor. Eles não mantem contato visual tão naturalmente, eles nem são engraçados, nem suas palavras carregam tanto peso. O mesmo acontece ao cara que dá a grande festa. Ele vai a um grupo e se apresenta e os convidados são razoavelmente gentis. Mas quando eles descobrem que ele é o dono da festa que todos estão curtindo, eles se tornam mais agradáveis e querem conhecê-lo. Suas vozes de repente se tornam mais submissas e eles viram seus corpos em direção a ele e ouvem todas suas palavras. Pra esses caras com valor situacional alto, seu sentido de ter valor social está sendo reforçado pelas alianças que eles tem em seu ambiente. Eles se sentem confortáveis, confiantes e sem necessidade de analisar se eles são aceitos ou não. Seu valor é assumido. Mas se colocamos o dono da festa e o professor em uma situação diferente? Por exemplo, se trazemos eles ao bar onde o promotor e o DJ estavam? Neste caso, seu valores situacionais cairiam, e eles não sentiriam o mesmo senso de aceitação que eles tinham em seus ambientes preferidos. Eles não sentiriam a mesma confiança, e é por essa razão que a maioria dos caras que se dão bem com as mulheres em seus locais habituais não vão se dá bem em um novo local. DEFINIÇÃO: ''CONFIANÇA SITUACIONAL'' ''Confiança situacional'' é uma confiança que é reforçada pela aceitação social antecipada – de ter algo ao seu favor em uma situação particular que garante um alto valor social em relação as outras pessoas ali. Pra ilustrar confiança situacional vamos imaginar um cara que se sente inseguro em relação ao seu corpo em uma piscina de uma festa. Vamos dizer que é uma piscina cheia de crianças cuja aceitação não tem qualquer influência sobre ele. Agora vamos mudar isso. Ao invés, ele esta nadando em uma reunião familiar onde ele sabe que todos aceitam ele. Agora vamos mudar esta cena mais uma vez. Desta vez ele está nadando em uma festa de seus colegas cuja aceitação é mais incerta. Visivelmente, enquanto sua expectativa de aceitação na situação muda de neutro pra reforçado e para incerto, ele experimentará uma grande mudança interna – indo de indiferente pra confiante e para inseguro. Então, voltando para os caras com um grande valor situacional que nós falamos... O que eles tinham em comum? Todos eles tinham um alto grau de prova social. DEFINIÇÃO: ''PROVA SOCIAL'' ''Prova social'' é qualquer demonstração visível externa de alto valor social ou alianças sociais. Então por exemplo, se você ver um cara rodeado por um grupo de pessoas ouvindo atentamente todas as coisas que ele diz, sua mente perceberá e sentirá seu alto valor social pela prova social visível das pessoas que estão reagindo a ele. O que significa dizer aquelas pessoas estão ''reagindo''? Qual é a diferença entre as pessoas se sentindo ''reativas'' em torno de você versus apenas saber que você está ali? DEFINIÇÃO: ''REATIVO'' (II) Ser ''reativo'' em relação à alguém significa que seu senso normal de equilíbrio está sendo afetado por eles, de modo que o ritmo normal de como você pensa, sente e age está sendo desfeito. Ser reativo não é apenas um comportamento específico – é qualquer comportamento que vem de um estado reativo da mente. Quando uma pessoa sente reativa em relação à você isso pode ser manifestado em várias maneiras.
  • 15. A forma que eles sentem sobre eles mesmos pode estar ligado em suas respostas a eles. Eles podem sentir uma tipo de prontidão subjacente em relação à você, e se encontram um pouco mais ligados e atentos à você que as outras pessoas no ambiente. Eles podem valorizar sua aceitação, aprovação e toque – e se encontram emocionalmente vazios na possibilidade da perda disto. Normalmente eles falam com uma voz mais fraca e menos firme que você, e eles riem mais de suas piadas do que eles ririam de piadas de outros. Internamente eles sentirão um pouco mais analíticos sobre infringir seu espaço e tempo, e eles considerarão mais cuidadosamente se o que eles estão dizendo é importante ou não, ou interessante o bastante pra segurar sua atenção. Obviamente, quando alguém está sendo reativo à você eles estão te dando a posição de ter um alto valor. Então como evitamos de ser reativos? DEFINIÇÃO ''NÃO REATIVO'' Ser ''não reativo'' significa que em um nível interno suas ações não estão vindo primeiramente de um lugar onde você está reagindo a outra pessoa. Isto não significa ''não fazer nada.'' Não fazer nada pode até mesmo ser reativo e por si só, porque um cara pode querer fazer alguma coisa mas não segue em frente porque ele tem medo do julgamento dos outros. Ser não reativo é mais sobre vir de um lugar de autenticidade, onde suas ações estão expressando sua personalidade sem ser em reação a pressão externa de como outras pessoas querem que você seja. Mesmo se um cara não é rico ou fisicamente atraente, enquanto ele tem pessoas reagindo a ele em uma situação particular (ou se ele tem comportamentos que sub-comunica que as pessoas estariam reagindo a ele, se elas estão em torno dele) e ele permanece não reativo, então ele terá garotas atraídas a ele naquele momento. A única diferença entre ele e os cara ricos e bonitos é que eles tem a clara demonstração de seus valores que eles transmitem por suas riquezas ou aparência, que tende dar a eles um pouco mais de confiança. Apesar disso, a maioria das mulheres não estará atraída à qualquer homem se ele não se projetar bem. É por essa razão que podemos encontrar todo tipo de esteriótipos absurdos, como o do gerente de restaurante fora de forma que dirige um carro fudido e mora de favor na casa de seus pais, mas que ainda acaba tendo sexo com metade de suas funcionárias. Apesar do fato que seu status social não é extraordinariamente elevado em um senso tradicional, ele ainda tem um valor que é visível dentro dos limites de seu ambiente. Na situação dele, as pessoas em torno estão reagindo a ele. Seus estados emocionais estão reagindo em relação a aprovação dele de seus trabalhos. Eles estão sempre atentos de sua presença, e eles se sentem um pouco diferentes se ele não tivesse ali. Eles dão atenção a todos assuntos da conversa dele, eles riem de suas piadas, e eles até mesmo seguem suas ordens. Ele é socialmente aprovado em seu ambiente, e sua confiança é reforçada por causa da aceitação garantida. E porque sua aceitação é garantida, ele sente incumbido de assumir os comportamentos mais confiantes que as mulheres respondem. REGRA: Um princípio fundamental da atração é que em qualquer interação social, sempre existe uma pessoa reagindo mais a outra do que a outra reagindo a eles. E isto é onde nós introduzimos o princípio absolutamente fundamental da atração.
  • 16. DEFINIÇÃO: ''ATRAÇÃO'' A pessoa que tem a maioria das pessoas reagindo a sua aceitação e que é o menos reativo em retorno projeta o valor mais alto e suga o foco de energia social em sua direção. Em um nível primitivo, as mulheres observa esse tipo de sub-comunicação e responde emocionalmente momento a momento. As respostas emocionais das mulheres estão construídas pra captar essas sub-comunicações e fixar nelas como um imã em tempo real. Elas sentem a emoção de ''atração'' e são puxadas em direção à esta energia – independente se o valor de um cara é alto ou não em um sentido superficial. É exatamente como a atração funciona. Os princípios se aplica a todos os esteriótipos – os badboys atraentes, os cara populares que agem um pouco convencidos, e até os caras misteriosos que transmitem uma vibe genuína porque sua indiferença sub-comunica uma imprevisibilidade. O que estes tipos tem em comum é que eles não estão reagindo como os outros querem que eles sejam, e assim tem algo irresistível em suas personalidades que faz outras pessoas reagir a eles. Apesar de seu status social global, eles se comunicam com mulheres em um nível emocional. Eles não necessitam buscar os padrões superficiais da sociedade pra se sentir confiantes pra puxar o fluxo de energia social na direção deles – eles se sentem incumbidos disso por apenas suas personalidades. O que eles tem é valor central. Pra pensar sobre valor central vamos imaginar um arranjo final de nosso cenário da piscina. Estamos na mesma festa junto da piscina onde os colegas da aceitação incerta estão por ali. Há outro cara ali cujo corpo é na realidade até menos atraente do que o corpo do amigo inseguro. Diferente do cara tímido embora, que parece rígido e auto-atento, esse outro cara está jogando água ao redor e brincando com todos e realmente tendo o momento de sua vida. Ele parece o cara mais foda ali. As pessoas estão certamente tratando ele dessa maneira. Qual reforço social está dando a ele a confiança pra agir dessa forma? Bem, talvez ele é o dono da festa. Talvez ele é amigos de todos ali. Talvez ele tenha um livro best-seller em publicação. Talvez ele é o mais inteligente e engraçado e melhor conversador que qualquer um ali. Talvez ele é um dançarino. Talvez ele dirige uma agencia de modelos. Talvez ele ler uma prateleira cheia de livros de técnicas sedução e sabe como usá-las. Talvez ele tem cinco namoradas que estão todas ciumando uma da outra. Talvez ele foi o presidente de sua fraternidade na faculdade. Talvez ele é o presidente de uma companhia da Fortune 500. Ou... Talvez... Ele é apenas um cara. Alguns caras são simplesmente assim. Em um nível de identidade central, eles sentem um senso de aceitação independente de que situação eles se encontram. Eles são simplesmente caras fodas, por assim dizer. Alguma pessoas os chamariam de ''naturais.'' DEFINIÇÃO: VALOR CENTRAL (I) ''Valor central'' é um valor que você carrega com você em todo lugar por causa de sua personalidade. Isso vem de ter um senso de aceitação que não é baseado no valor relativo que você percebe nas pessoas em torno de você – quando sua confiança vem de um poderoso senso de quem você é, e não de um reforço externo. Esta confiança dá à você um sentimento de poder, que permite você assumir os tipos de comportamentos que sub-comunica um alto valor social. Se você sente um aumento em seu status ou não por causa de uma situação, você apenas assume seu valor e tem pessoas reagindo à você independentemente.
  • 17. Muitos caras gastarão todas suas vidas tentando construir uma situação que lhes dê confiança. Eles podem trabalhar pelo trabalho perfeito ou corpo perfeito ou ainda a mulher perfeita. Mas no final das contas, o que eles construíram foram barreiras e limitações – uma prisão em suas mentes. Pra escrever seu próprio ingresso na vida, seu senso de quem você é tem que ser mais profundo do que isso. LIVRO 3 – AMOR Um pobre cara tem uma identidade em crise. Talvez o problema começa quando ele adquire um sentimento que uma garota poderia gostar dele. Ele imagina uma conexão com ela e todos os tipos de experiências compartilhadas que ainda não existe. Ele pensa que existe toda essa tensão sexual subentendida acontecendo abaixo da superfície. Ele até imagina sua garota quando ele ouve todas as canções românticas no rádio. Mas inevitavelmente ele percebe que sua projeção não existe em qualquer realidade compartilhada que inclui a garota. Perceber que isto está tudo em sua cabeça – que aquela garota na realidade não corresponde a forma que ele sente... ou pensa nele enquanto ele está pensando nela... Isso é um remédio amargo de engolir. Vamos imaginar que em vez disso nosso pobre cara já tem uma namorada. O problema começa pra ele quando ele descobre que ela esteve lhe traindo. Ele idealizou o relacionamento. Ele se sentia bem. Afim de permanecer apaixonado por essa garota ele tinha descartado qualquer defeito e focou nos melhores atributos dela e os melhores momentos de diversão que eles tiveram. Juntos, ele e sua namorada tinham proposto todos os tipos de idealizações compartilhadas que tinha feito seu relacionamento forte. Houve muitas coias que eles tinha expressado um pra o outro como uma forma de reforçar seu amor. Eles lembraram do primeiro lugar que eles se conheceram, saíram juntos e teve sexo. Eles tinha uma razão especial por que eles tinham se conhecido e estavam ainda juntos, que outros casais não tinham. O “lance” deles. Isso não era algo que poderia ser conseguido de qualquer um, então eles podiam se sentir totalmente seguros de sentir seu amor sem medo de perda. Isto não era substituível. E pra fazer isso mais forte, eles continuamente tinha redito um para o outro que isso duraria... ''PARA SEMPRE.'' O que é engraçado é que quando termina, todos esses sentimentos especiais pode ainda estar lá. E só que agora existem todos esses novos maus sentimentos que acompanham eles. Ele quer se sentir como antes. Sua realidade desaba ao redor dele. Ele busca por sua garota pra validar sua velha realidade compartilhada, mas ela lhe abandonou. A garota que existiu pra ele não existe mais. Ela foi uma invenção da mente dele. A face que ele viu foi uma de muitas faces que ela tinha. Ele não percebe isso, mas ele tem muitos tipos de faces próprias. Todos nós temos diferentes faces pra as pessoas que tem um valor pra nós. Você é a mesma pessoa quando conversa com um mendigo insistente que pede por esmolas como você é quando conversa com sua mãe? Como uma experiência de uma pessoa de você difere, dependendo do seus valores à você? O que ele viu nela foi a face que uma pessoa mostra à alguém que tem valor pra elas. É uma face fácil de notar. É como olhar pra o espelho e ver a face mais bonita do mundo. “Espera... Ela não está vendo as coisas direito. E sobre o nosso 'lance?' Será que ela não percebe que ela não pode conseguir isso dele? Ninguém pode amar ela como eu. Espere um pouco. Ela transou com este novo cara na primeira vez que eles saíram? Ok, isso simplesmente não faz sentido porque ela disse que ela sempre esperou três meses com um cara pra fazer isso especial. O que?! Ela transou com ele no sofá onde nós tivemos nossa
  • 18. primeira vez juntos?! Não. Aquele era o sofá especial.” “Essa vagabunda não lembra que aquele era o SOFÁ ESPECIAL?!?!” Ele racionaliza que ela está apenas confusa. Ele não desistirá do amor. Ele decide ''reconquistá-la.'' Mas ele tem ido de seu namorado pra ser mais como todos outros caras do fã clube dela. Ele é tudo que seu novo namorado não é. E ela sente um pouco mal por ele, com certeza. Mas enquanto ela sai pela porta daquele “último encontro” que ele implorou a ela, sua face de pena se torna pra uma radiante de sorriso pra seu novo macho que está esperando do lado de fora pra pegar ela. Ela prossegue e desfruta sua vida sem receios. Ele fica jogado pensando nela, ansiando por uma garota que não compartilha mais a realidade dele. E embora ele nunca admita a si mesmo, no fundo ele ver o pior dele nela. Porque sob diferentes circunstâncias, ele sabe que ele poderia ter feito a mesma coisa. Talvez se seu relacionamento tivesse caído na rotina. Ou se ele tivesse conhecido alguma garota. Então ele se lastima por um tempo, até os sentimentos de vazio comece diminuir. Então, uma vez ele está pronto, ele começa o processo de se restabelecer. Ele muda seu foco de sua perda pra áreas superficiais em que ele pode melhorar a si mesmo. Ele se concentra em seus comunicadores intermediários de status, como sua credencial, carreira, propriedades, veículo, roupas, joias e assim por diante. Ele é um cara completo. Ele manterá isto sob controle. O tempo passa. A vida dele melhora até um certo ponto. Mas ele ainda está sozinho. Através de nosso condicionamento social nós chegamos compreender ''amor'' de uma maneira que é sempre mais focado à idealismo do que no sentido de definir precisamente o fenômeno. Escritores e filósofos teve um longo debate do significado do termo, sem mesmo chegar a nenhum consenso. Em algumas culturas existem até múltiplas palavras usada pra definir ''amor.'' Muitas pessoas imaginam amor como tento propriedades sobrenaturais. Eles podem acreditar que todas as pessoas tem apenas uma alma gêmea. Ou que o verdadeiro amor sempre dura para sempre. Ou que as pessoas podem amar apenas um certo número de vezes. Eles podem até acreditar que o destino fará o amor acontecer ''por acaso'' quando for o momento certo. Com crença que existem tais forças poderosas agindo, não é surpreendente que as pessoas sempre intensificarão seus sentimentos com a crença que eles estão seguindo seus corações. Lembre a última vez que você sentiu que você estava amando. Como você soube? Era um sentimento de atração? Era um sentimento de conexão? Era um sentimento de desejo? Era sentimento de apego físico? Era um sentimento de unidade subjacente? Era sentimento de ansiedade emocional de co-dependência? Era uma combinação destas coisas? Amor é um casal de idosos sentados em sua varanda, confortáveis na sua velha rotina estabelecida? É dois jovens ardentemente apaixonados no banco de trás de seu carro, procurando loucamente por uma camisinha? É um casal de recém-casados olhando no olho um do outro enquanto eles fazem seus votos matrimoniais? É sempre dito que amor é auto-hipnose; uma bela psicose que toma conta e nos leva agir de forma que de outra maneira até mesmo não consideraríamos. Amor não é algo que é causado por outra pessoa. Nós causamos em nós mesmos. Enquanto damos ciclos em nossos pensamentos repetidas vezes em torno de nosso conceito de uma pessoa particular, nossa mente muda a maneira que percebemos elas, e achamos formas de fazer sentido disso. De repente tudo parece tão simples. É amor. E enquanto isso toma conta, nosso corpo físico segue o exemplo, girando e intensificando nossa química emocional até que estamos completamente arrebatados. Pra algumas pessoas amor pode ser uma chance pra elas conhecer e entender
  • 19. completamente outra pessoa, e ter aquela pessoa fazendo o mesmo por elas em retorno. Uma relação de amor entre duas pessoas pode ser saudável e cultivar um crescimento espiritual e físico. Pode ser uma das mais prazerosa e importante experiência que uma pessoa tem sobre o curso de suas vidas inteiras. Mas isso depende se a pessoa está preparada ou não pra isso. Porque a ideia de amor pode ser também destrutiva. Pra algumas pessoas pode ser uma auto-decepção que elas podem focar como uma forma de evitar de encarar suas falhas. As pessoas sempre racionalizarão que qualquer reação emocional forte que elas sentem à outra pessoa é um sinal que elas estão ''amando''. Elas podem ter se ocupado em uma paixão com alguém que não retribuiu seus interesses, e racionalizado que é algo que iria fazer elas se sentirem completas. Elas podem desesperadamente desejar a atenção de uma pessoa, e racionalizar o sentimento ansioso de necessidade por sua aprovação como sendo borboletas de amor tremulando em torno de suas barrigas. Em um relacionamento eles podem deixar seus parceiros, porque eles racionalizam que sua perca de paixão é um sinal que eles tem perdido o amor. E mais tarde, eles podem ter problemas em achar uma nova pessoa e racionalizar que eles perderam o amor de suas vidas. Existem pessoas que amarão qualquer um que ter. Elas estão ansiosas, e amando a ideia de estarem amando. Existem outras pessoas que tem medo de amar. Elas estão aborrecidas e criam barreiras emocionais pra se prevenirem de serem machucadas no futuro. Por fim, as pessoas processam suas experiências através de uma névoa de emoções, e criam e intensificam esses acontecimentos em suas próprias mentes. Como dissemos, uma pessoa pode sentir um aumento em seu senso de aceitação por está em uma situação específica. E da mesma forma, uma pessoa pode sentir um aumento em seu valor por está com uma pessoa específica. Quando o senso de aceitação e identidade de uma pessoa estar presa em outra pessoa, elas estão dependentes daquela pessoa pra se sentir bem sobre elas mesmas. E por causa disso, elas se tornam reativas em seus relacionamentos. Elas focam seus pensamentos mais na dor de possível perda da outra pessoa do que no prazer de serem elas mesmas. Uma vez que isso acontece seus comportamentos se tornam menos atraentes à seus parceiros, e os sentimentos de amor de seus parceiros a elas começa a diminuir. Talvez então, que é apenas a pessoa que não necessita de aceitação social pra se sentir bem, que pode realmente apreciar está amando. É possível, que apenas quando você não necessitar de amor que você o achará? LIVRO 4 – IDENTIDADE Se você está dentro de um elevador, como você sabe se você está na cobertura ou no subsolo? Vamos dizer que é uma elevador de vidro. Neste caso, você pode saber olhando pra fora. Mas digamos que você está dentro de um elevador fechado e com as luzes do indicador queimadas. Neste caso, até que a porta se abra como você sabe...? Isso nos leva ao conceito de identidade. DEFINIÇÃO: ''IDENTIDADE'' ''Identidade'' é um conceito em sua mente que se relaciona com você, e coloca você aparte de seu ambiente social. Sozinhos temos um compreensão de nós próprios que não é contextualizada. Entretanto, no processo de interação com outros e reconhecimento das diferenças entre eles e nós próprios, formamos um auto-conceito que é completo. Sua identidade é uma apresentação a si mesmo e ao mundo do que faz você diferente ou único, e o que você aprendeu irá fazer as pessoas aceitar você.
  • 20. É a soma de crenças sobre que tipo de pessoa você é, e que tipo de pessoa você não é, do que você é capaz ou não capaz, onde você se encontra na hierarquia social, e as formas que você é socialmente intitulado ou não intitulado pra agir de acordo. Embora você não perceba a extensão disso, você está processando o mundo através dessa pequena semente em sua mente que é sua identidade. Como criaturas sociais temos a capacidade de dominar e ditar a energia de qualquer ambiente social. Mas como uma regra, é nossa crença sobre quem somos que dita quanto desta capacidade nós na verdade usamos. Identidade pode ser considerado como uma construção mental que dá à você ambos poder como também limitações. Pode te dar confiança em algumas situações porque você sabe o seu valor e age de acordo. Mas em outras situações também pode impedi-lo de fazer coisas que te ajudaria, porque você pensa “Este não sou eu.” Você pode sempre reconhecer isso quando a identidade de um cara está o limitando pelo olhar de desanimado vidrado feito filhote de cachorro expresso em seus olhos, e o irracional “Este não sou eu” ou a desculpa “Eu estou muito ocupado” sempre que você fala sobre qualquer coisa que iria além das restrições comportamentais da identidade dele. A mente dele está literalmente bloqueando e rejeitando qualquer coisa que possa forçar ele assumir uma identidade de valor mais alto do que ele acha que merece. Identidade é um desses conceitos que você deve identificar em você mesmo, porque ficar bom com as mulheres (ou ficar até melhor) lhe exige continuamente evoluir em um nível de identidade profunda. Quase invariavelmente, o que diferencia um cara que pode apenas segurar uma conversação pelo tempo que ele está entretendo e um cara que pode realmente sugar uma garota pra sua realidade, é seu profundo senso de identidade se ele é capaz ou não disto. Este é o porque de uma mulher não ter sexo com você, por causa simplesmente da forma que você age. Ela faz sexo com você por causa quem você é. Quando uma mulher te conhece pela primeira vez, ela adia ter sexo esperando até ela ter gastado tempo suficiente com você pra julgar seu caráter. Isso é, se você é ou não realmente o homem que você projeta ser – seu senso de valor, poder e individualidade. Se sua personalidade mantem ela cativada até que ela esteja convencida de que você é de fato aquele homem atraente, ambos em suas ações como também seu senso de quem você é, então ela vai querer sexo. Contudo, se ela sente até mesmo a mais leve incongruência, ela perderá a atração instantaneamente e vai cair fora. Assim, se você quer ser atraente e não apenas entretenimento, você deve evoluir ambos suas habilidades sociais como também seu senso de quem você é a um ponto de congruência total. REGRA: Sua identidade pode ser de alto valor ou de baixo valor ou qualquer coisa entre isso – e o valor de sua identidade é algo que você cultiva baseado na capacidade que você pensa que tem pra ter um impacto dominante em sua ambiente social, e como bem você pensa que pode lidar com boas e más reações que acompanha isto. Se você percebe isso ou não, existe uma ideia em sua mente sobre quanto de sucesso você merece na vida – ou quanto de valor você é capaz de cultivar como o ''cara'' que você se identifica ser. Quanto de sucesso você imagina que você é capaz de ter com as mulheres é uma parte daquele auto-conceito também. Poder é um conceito multi-camada, no senso daquele sentimento de capacidade de ter sucesso com as mulheres está ligado ao sentimento de capacidade de sucesso na vida. Muitas pessoas notam que a melhor parte de estudar pra ficar bom com as mulheres é que sua inclinação pra companhia feminina motiva eles a se tornar uma pessoa melhor. A confiança que eles desenvolvem pra pegar mulheres acaba se estendendo pra outras áreas de
  • 21. suas vidas. Um cara que se sente confiante com mulheres é o mesmo cara que se sente capaz de começar conversas, dizer o que pensa, ser o centro de atenção, socializar com outras pessoas carismáticas, ditar a vibe das interações, criar tendências do que é foda, e expressar sua personalidade livremente. Seu senso de poder não faz ele detestável ou um conversador tirano. Pelo contrário, isso faz ele confiante que quando ele assumir uma identidade de alto valor as pessoas gostarão – como um músico que sobe no palco e todos gostam porque ele oferece valor. REGRA: Um cara de alto valor com um forte senso de quem ele é, basicamente tem caminho livre com mulheres (com pessoas em geral, na verdade). Pela maioria dos padrões das pessoas, é quase absurdo ver como rapidamente as mulheres respondem à este tipo de confiança. Quando uma mulher conhece um cara que se sente completamente confiante pra conversar com ela, brincar com ela, contar historias e geralmente liderar a interação, ela responde bem automaticamente. Ele está dentro. Mas se um cara não está confortável fazendo estas coisas, ela geralmente ignora ele. Este é o porque da forma que as mulheres respondem você (quanto valor você tem) começa de sua identidade. Assim de onde vem sua identidade? É muito importante perceber que seu auto-conceito está sempre evoluindo através de sua interação com o mundo – sempre em reação a resposta social que você adquire de outras pessoas. Vamos dizer que você tenta assumir um papel de valor mais alto e você é aceito por isso. De repente, sua identidade é reforçada como sendo de valor mais alto. Mas vamos dizer que você tenta assumir um papel de valor mais alto e você não é aceito por isso (talvez as pessoas tirem sarro de você). De repente você percebe que não deveria tentar mais, e sua identidade acaba limitando você no futuro. Como seres humanos, estamos programados pra sermos sociais. E como criaturas sociais nós estamos sempre engajados no processo de obter resposta social, a qual nos influencia reagir, adaptando nossa identidade pra melhor ou pior. DEFINIÇÃO: ''RESPOSTA SOCIAL'' OU ''ECO'' Nossa mente vive em um estado perpetuo de ''eco'' com pessoas em torno de nós. O que isso significa é que nossa mente está continuamente engajada em um subprocesso de referencia cruzada e validando nosso conhecimento com o conhecimento de outros. Através deste processo sutil e constante nossa mente extrai ''resposta social,'' variando da mais extrema sutil sub-comunicações a mais claras respostas óbvias – todos os quais estão continuamente moldando e remoldando nossas ideias sobre quem somos e o mundo que vivemos. Se você percebe isso ou não, sua interpretação de realidade é muito subjetiva e maciçamente influenciado pela resposta que você adquire de seu ambiente social. É por isso que para uma pessoa que visita uma terra estrangeira, ali pode ser uma experiência do qual é conhecido como ''choque cultural'', onde eles sentem uma desconexão surreal de seu ambiente. E da mesma forma, pra uma pessoa isolada muito tempo da sociedade, aí pode ter lapsos de sanidade, onde eles não podem mais se relacionar com as normas sociais. Podemos conceituar resposta social como um espelho através da qual as formas que agimos estão referencialmente cruzados e validados. Por causa da resposta social temos uma ideia de como agir “normal” – reconhecer nosso status e como agir de forma que se alinha com isso. Através de nossa interação com o mundo obtemos alguns conceitos dos comportamentos que significa quem são as pessoas,
  • 22. que papeis elas desempenham e seu valor social dentro de um grupo. Em ambos níveis consciente e subconsciente, temos uma ideia do que um cara de alto status e um cara de baixo status se parece. Temos visto todas as pessoas de alto status e baixo status. Se estamos consciente disso ou não, nossa mente reconhece a diferença e responde emocionalmente. Então aqui está o porque a resposta social é importante. REGRA: Se no processo contínuo de ''eco'' você recebe resposta social que te fala que seu status está aumentando ou diminuindo, sua mente sentirá pressão social pra reagir assumindo a identidade que você entende ser mais adequado a situação no momento. Como criaturas sociais somos adaptáveis. Se estamos em um ambiente onde temos ou não temos status, nós sentiremos isso e sentimos pressionados a entrar nos comportamentos que nossa mente reconhece como sendo adequado ao papel. É por essa razão que uma menina de uma cidade pequena onde ela é popular sempre assumirá uma personalidade totalmente diferente quando ela estiver em uma cidade grande onde ela não conhece ninguém e meninas bonitas estão a vista em toda parte. A confiança dela mudará, os tipos de zoações que ela irá sorrir mudará, e os tipos de pessoas que ela estará disposta sair mudará também. Agora, antes de irmos fundo por esse caminho tem que está compreendido que todas as pessoas reagem a pressão social diferentemente. Algumas pessoas reagem muito obviamente enquanto outras não reagem nem um pouco. Isto depende de um conceito em sua mente chamado de seu ''critério de poder.'' DEFINIÇÃO: ''CRITÉRIO DE PODER'' Seu ''critério de poder'' é o critério que você acha que você precisa encontrar a fim de se sentir possibilitado assumir uma identidade de alto valor, e agir de forma que as mulheres acham atraente. Dependendo de como sua mente está programada, seu critério de poder será composto de um ou vários dos seguintes: Padrões sociais superficiais: Quando você acha que você satisfez os padrões tipicamente ilusório do condicionamento social (beleza, dinheiro, sucesso, coisas legais, etc...) Alianças: Quando você tem aceitação garantida por causa das alianças (ser amigo de pessoas com alto status, ter uma namorada gostosa, ter um monte de amigos ao redor, etc...) Competências: Quando você tem alguma coisa que faz as pessoas querer alguma coisa de você (acesso à algo exclusivo, ter conhecimento ou especialidade que as pessoas queiram aprender, ter brincadeiras ou histórias ou habilidades que envolve as pessoas por um período de tempo, etc...) Desempenhar papéis: Quando uma circunstância temporária chama você pra assumir um papel que não reflete quem normalmente você pensa quem você é (ser o professor em uma situação de professor/estudante, estar em um papel respeitado ou profissional, estar rodeado por apenas pessoas de menor status, assim preencher papel de alto valor pela falta, etc...) Identidade: Quando você tem uma crença interna de poder como sendo uma parte de quem você é. Quando seu critério de poder é encontrado sua mente te fala “Você agora está possibilitado assumir comportamentos sutis de alto valor que você percebeu em outros.” Sua mente comunica isso pelo estado emocional que isso lhe dá. Este fenômeno é sempre chamado ''entrar no estado.'' Estar em estado é uma experiência poderosa. Frequentemente, a coisa que literalmente
  • 23. vicia os caras melhorar com as mulheres é o estado que eles saem disso. Quando você estar em estado, o mundo é sua ostra. Sua mente quieta, e tudo que você faz funciona. Seu humor bomba, suas histórias detonam, e as pessoas seguem sua liderança. O cara que está mais em estado geralmente tem o “imã” mais forte de atenção – por assim dizer. Existem diferentes formas de pensar sobre porque estado tem esse impacto, mas uma explicação convincente se resume a isso: Estado é uma reflexão de identidade, e sua identidade é uma reflexão de valor social. Portanto, quem está mais em estado deve ser a pessoa com o mais alto valor social. Além disso, como uma parte da natureza humana existe valor inerente nas pessoas que expressam suas personalidades de um lugar de autenticidade. Sua personalidade é uma reflexão de suas experiências de vida. Existe algo pra ser aprendido disso. Suas escolhas de humor ou estilo, por exemplo, são reflexões da forma que você interpreta o mundo e as emoções que você quer evocar nisso. Quando você está em estado você está expressando sua personalidade sem todas as impurezas da ordem do dia. Você não está tentando impressionar ou persuadir ou sujeita-se. Sua comunicação é mais autentica, por assim dizer. As pessoas valorizam isso. É sempre dito que quando você está em estado você está mais conectado ao seu autentico eu. Você não está reagindo como você acha que os outros querem que você seja. Você está apenas expressando sua personalidade e compartilhando sua energia com as pessoas, e eles podem sentir que você está apenas oferecendo valor porque você está acima da necessidade de reação deles. Por todas estas razões, está em estado implica valor social. Outra forma de pensar sobre seu estado é como um sistema emocional que te fala se você tem ou não aceitação. Afinal, uma razão que nós precisamos ter um emoção que nos fala se estamos ou não capacitados pra assumir uma identidade de alto valor, é nos falar se ganharemos aceitação ou não, ou perderemos aceitação por isso. DEFINIÇÃO: ''SENSO DE ACEITAÇÃO'' E ''ESTADO'' Seu ''senso de aceitação'' é uma emoção que auto indica à você quando seu valor dentro de um grupo está aumentando ou diminuindo. Isso é o sentimento de validação, de está ''em estado'' ou ''fora de estado,'' que te fala se sua identidade está trabalhando por você ou não pra garantir aceitação. Da mesma forma que sentimos prazer de ser aceitos, a falta de aceitação social pode nos fazer sentir um desconforto emocional ou até mesmo paralisia que é similar ao perigo a nossa segurança física. Enquanto na sociedade moderna isso não é sempre relevante, estamos programados perceber aceitação social e sobrevivência como estando inter-relacionados. Uma maneira útil de conceituar seu senso de aceitação é como um sentimento que existe dentro de você o tempo todo. É uma emoção que você experimenta, como felicidade ou tristeza ou qualquer outro sentimento. A única diferença é que isso não é um sentimento que você é geralmente ensinado a perceber, assim você não estará ciente disso a menos isso significadamente aumente ou diminua. Como um som de fundo em uma boate, não é algo que você tende focalizar, porque ele sempre está lá. Só quando o nível do som de fundo fica mais alto ou mais baixo que você notará – que você irá perceber imediatamente. Esse estado de oscilação é algo que você sentirá dependendo se seu critério de poder foi encontrado ou não. Mais uma vez, falamos de cinco critérios de poder que afeta seu estado: Padrões sociais superficiais, alianças, competências, desempenho de papeis e identidade. Vamos ver os critérios mais de perto.
  • 24. CRITÉRIO DE PODER – PADRÕES SOCIAIS SUPERFICIAIS: Relembre alguns anos atrás, quando você aderiu a um novo corte de cabelo ou comprou um camisa. Você sabia que estava elegante. As meninas olhavam pra você e as pessoas pareciam te dá mais respeito. Obviamente, aquilo te fez sentir bem e você até mesmo desempenhou o papel. No momento você provavelmente pensou que isso foi o novo corte de cabelo ou a roupa que você comprou que lhe deu respostas positivas. Mas analisando isto: o tempo passou e seu estilo mudou. Se você vestisse a mesma roupa que você vestiu alguns anos atrás, você sentiria a mesma confiança? Provavelmente não. As pessoas responderiam diferente a mesma roupa, porque a forma que a roupa fez você sentir mudou. No momento, você sentiu como tivesse encontrado um dos critérios de poder socialmente condicionado – beleza. Como resultado, sua antecipação de aceitação social lançou você no estado e seus comportamentos fluíram de lá. A forma que as pessoas responderam à você foi apenas uma profecia auto realizável. Vamos imaginar um ET de outro planeta que vem visitar a Terra. Esse ET parece e fala como um ser humano comum, exceto que ele tem 1 metro de altura, calvo e totalmente liso. Agora o que é interessante sobre esse ET é que em seu planeta, ser baixinho é visto como melhor porque não requer que coma muita comida pra se sustentar. Calvície, da mesma forma é um sinal de maturidade e em seu planeta maturidade é uma qualidade atraente em um homem. Além disso, pelo sistema de valores de seu planeta, viajar e ter riquezas de experiências é mais admirado do que sentar em um escritório o dia todo e acumular mais dinheiro que qualquer um poderia necessitar. De fato, o último é considerado ser conformista e genérico. Por todas essas razões (que não faz sentido a algumas pessoas no planeta terra) nosso baixinho, calvo e liso, mas bem viajado ET tem tido um vida de experiências positivas que dá a ele a crença que ele merece apenas o melhor. Então, quando ele chega na Terra e ver que sua concorrência apenas são esses caras altos, cabeludos e que se vangloria pra as mulheres sobre quanto dinheiro eles tem, ele estala em estado e pensa pra si mesmo, “Este é meu dia de sorte.” É isso que significa um senso de poder baseado em padrões sociais superficiais – sentir que você encontrou os padrões superficiais da sociedade e se sentir confiante como resultado. CRITÉRIO DE PODER – ALIANÇAS: Vamos imaginar um cara que nunca teve uma namorada. Ele era socialmente desajeitado, um pouco inseguro e parecia ansioso a maior parte do tempo. Eventualmente, uma garota tem uma ligação com ele, apesar disso eles se tornam um casal. De repente, nosso cara tímido socialmente desajeitado realmente relaxa e até mesmo se torna um cara melhor pra sair (vamos imaginar que ele não é o tipo que deixa seus amigos pra fica sozinho com ela.) Anteriormente ele andava com um baixo senso de aceitação e isso afetava ele em muitos níveis. Mas sua ''aliança'' (por assim dizer) com sua namorada nova dá a ele algumas ''respostas sociais'' positivas, e ele começou a se sentir mais confiante. O grande negocio disso é que outras garotas começam a notar isso e fica interessadas também, a qual funciona como um espiral ascendente a sua confiança. Claro, no passado, ele estava experimentando um efeito espiral a sua confiança também. O espiral estava apenas dirigindo seu estado na posição oposta. Talvez você esteve em uma festa onde você não conhecia ninguém. No começo da noite
  • 25. você pôde ter sentido desconectado do ambiente. Mas enquanto a noite avançava você conheceu algumas pessoas que reagiu razoavelmente bem, e com todas as pessoas novas que você conversou, você começou a se sentir mais seguro de si mesmo. Enquanto no começo da noite você lutou pra pensar a coisa perfeita pra dizer, no fim da noite você estava tão ''no clima'' que você não cometeria nenhum erro. Você poderia ir falar impensadamente com as pessoas e sugar elas pra qualquer coisa que você tinha dito. Você poderia contar histórias, zoar, ou até mesmo pegado as meninas e dado uma volta com elas... E todos amariam isso. Isso que significa senso de poder que vem de ter alianças – sentir que as pessoas que gostam de você te dá um alto valor, e se sentir confiante como resultado. CRITÉRIO DE PODER – COMPETÊNCIAS: Quando você sabe que tem algo que as pessoas querem de você, sua inclinação será de assumir um identidade de valor mais alto. Esse é o porque as garotas estão sempre em estado quando elas saem a noite nas baladas – elas sabem que existem estoques de homens que querem alguma coisa delas. (Embora esse é também o porque de muitas dessas mesmas mulheres ter um período difícil em se ajustar as mudanças naturais da idade). Quando você tem acesso à uma festa exclusiva, ou um violão que todos querem ouvir você tocar, ou uma historia que todos querem ouvir, você sente mais confiante do que quando você não tinham essas coisas. Vamos imaginar um cara que nunca abordou uma mulher em sua vida. Ele está muito nervoso pra se aproximar, porque seu senso de identidade fala pra ele “Não comece conversar com as meninas porque você não é capaz de tomar o tempo ou atenção delas.” Então, pra ajudá-lo, você dá a ele o que ele pensa que são os abridores perfeitos e até mesmo um passo a passo pra começar conversações. Isso dá a ele muita confiança, mesmo porque ele não se sentindo capaz de se aproximar das garotas, ele tem as técnicas de um cara que é capaz. Isso é ótimo, porque não é ele que está em julgamento, mas as técnicas. Se alguma coisa der errado, não foi ele, mas apenas algumas técnicas ruins ou talvez a execução. Felizmente, ele até mesmo não está pensando nisso. O que ele está focado é em seu novo senso de confiança de ter uma competência que as pessoas querem – entretenimento. De fato, ter uma uma ótima historia e técnicas dá a ele valor. Eles estão entretendo, e por um período de tempo eles segurarão a atenção das pessoas. O problema é que uma vez que as técnicas acabam, a mente do cara fala pra ele “Pare de falar – o que você tem a dizer não é bom o bastante pra ser dito,” e ele adquire o que é conhecido como ''Síndrome de eu estou sem material.'' Claro, ele tem uma experiência de vida pra falar a respeito, como também uma habilidade de se relacionar com as pessoas. Mas porque seu estado cai, logo que as técnicas acabam, a mulher sente isso e perde a atração por ele. Ele pensa que elas caíram fora porque ele ficou sem técnicas (sua competência), mas o que na realidade ele ''acabou'' foi seu estado (sua confiança). Isso que significa senso de poder que vem de ter competências – sentir que tem alguma coisa que as pessoas querem, lhe dar valor, e se sentir confiante como resultado. CRITÉRIO DE PODER – DESEMPENHO DE PAPÉIS: Como criaturas sociais estamos programados assumir os papéis que são esperado de nós, e assumir as características de que pensamos que as pessoas querem que nós sejamos. Algo fascinante e poderoso acontece quando você assume um papel que você normalmente não
  • 26. exerce. No pior dos acontecimentos – desastres ou emergências – existem sempre pessoas comuns que viram improváveis heróis e toma controle da situação. Suas coragens não vem apenas de ter um sistema de valores que vai além de seus medos, mas também de conhecer do que eles tem que ser naquele momento e entrar no papel. Existem certos papéis que são universais em todas as sociedades – os líderes, os liderados, e todos aqueles entre os dois. Como criaturas sociais nós reconhecemos esse papéis, e nos deslocamos ao papel que imaginamos se adequar melhor em nós. O problema disso, porém, é que na sociedade onde as pessoas estão constantemente competindo por dominância um sobre o outro, a pressão social que a maioria das pessoas sofrem em suas vidas inteiras é aceitar um papel inferior. Independente de qualquer papéis inferiores que você poderia assumir embora, em alguns pontos de sua vida você é provavelmente chamado a assumir um papel de alto valor. Talvez você sinta mais dominante no trabalho ou quando você está ensinando alguém alguma coisa ou quando você tem uma namorada que espera o melhor de você. Se você está em um clube, e seu amigo não é bom com as mulheres quanto você, você provavelmente se achará tomando a liderança e sentindo um ótimo estado emocional . Você estará tão envolvido em executar o papel que é esperado de você – o papel que seu amigo está literalmente te dando – que você não hesitará ou pensará duas vezes. Por outro lado, se você estar com um cara que tem mais habilidade do que você, você pode se achar vendo o que ele está fazendo, e ter um momento difícil ao executar seu próprio jogo, porque você está tentando se igualar com ele. Fazendo isso, você estará reforçando o estado dele, porque você está dando a ele resposta social que ele é capaz de assumir um papel de maior dominância. Papéis estão constantemente sendo trocados. Se dois caras estão conversando com a mesma menina, e um cara tem um punho firme do papel de dominância do que o outro, o outro cara sentirá seu estado cair, porque ele sente que o papel de alto valor foi tirado dele. Seu estado dirá a ele que o papel que ele estava exercendo antes, agora foi ocupado por outro, e ele reagirá assumindo um papel que é mais submisso. As pessoas frequentemente se tornam dependentes dos papéis que eles exercem pra ficar em estado. Eles necessitam de resposta social – seja das mulheres ou de seus amigos – pra sentir que eles são a pessoa quem eles querem ser. Isso que significa senso de poder que vem de desempenhar um papel – sentir que o ambiente social está colocando você em um papel de alto valor, e se sentir confiante como resultado. CRITÉRIO DE PODER – IDENTIDADE: O critério de poder final é identidade. Quando você sente um senso de poder por causa de sua identidade, certas coisas acontecem: - Você não necessita pensar que você encontrou os padrões superficiais da sociedade pra sentir confiante. - Você não necessita que as pessoas, amigos ou garotas sejam legais com você pra sentir confiante. - Você não necessita ter alguma coisa que as pessoas querem de você pra sentir confiante. - Você não necessita que outras pessoas coloquem você em um papel de alto valor pra sentir confiante. Tudo isto são formas de confiança situacional, que é uma forma de confiança inferior e inautêntica.
  • 27. Confiança situacional pode atrair as mulheres temporariamente, mas nunca é totalmente estável porque oscila dependendo das circunstâncias. Como uma mulher espera pra ter sexo com você até que ela tenha jugado seu caráter, é inevitável que seu estado caia em algum ponto e sua incongruência virá à tona. E quando isso acontecer, ela perderá a atração e cairá fora. Quando você tem um senso de poder que vem de sua identidade, ao invés disso você tem o que é conhecido como confiança central. DEFINIÇÃO: CONFIANÇA CENTRAL ''Confiança central'' vem de uma convicção inabalável de quem você é e o que você merece na vida. É uma confiança que não oscila – que mantém seu estado estável o tempo todo independente da situação – porque você sabe que sua aceitação em alguma situação particular nunca é uma ameaça a seu completo bem estar. Confiança central pode ser difícil de encontrar, e é algo que você cultiva pela forma que você vive sua vida no dia a dia. A maioria das pessoas andam através da vida em um transe, raramente parando pra analisar as reais razões por trás de suas ações. Elas ignoram as verdades desconfortáveis de suas existências e reagem ao mundo em piloto automático emocional. Em vez de conceber uma visão cristalina de como ser a pessoa que elas querem ser, elas esperam os outros determinar isso por elas. A vida é cheia de pressões – pressão pra agir de certa maneira, pressão pra parecer com certo tipo de pessoa, pressão pra adotar os gostos de valores de outras pessoas. Há sempre uma tentação pra ser atraído pra essas pressões e colocar mais valor no que as outras pessoas pensam de você do que você pensa de você mesmo. Mas afinal, quando você cede seu poder assim você se vende. Você é um indivíduo. Seu valor começa aí. Confiança central vem do conhecimento que há apenas um você, e portanto há apenas uma pessoa que tem acesso as suas perspectivas e experiências. Você é único, e por essa razão que ninguém pode tirar de você o seu valor. Você apenas pode perder isso por sua própria decisão. E essa decisão é feita quando você sucumbe a facilidade de viver a vida como um genérico e um conformista. Sua identidade – seu poder, seu valor, sua autenticidade – pode ser apenas determinado por você mesmo. Outras pessoas podem pressionar você com seus papéis e seus padrões tudo que eles querem, assim como você pode fazer com eles. Mas não há ninguém que possa te dizer quem você é, a menos você decida operar nas interpretações deles. Esse é o porque quando você decide que sua perspectiva é fascinante, ela se torna fascinante. E quando você decide que sua historia é foda, ela se torna foda... Não é a perspectiva ou historia particular, mas a autenticidade por trás delas que é fascinante e foda. As pessoas estão interessadas em descobrir o que você pensa é interessante – quais são suas perspectivas e experiências – não o que você pensa vai impressionar elas. Sua habilidade de expressar sua personalidade de um lugar de autenticidade é impressionante por si só. REGRA: Você não necessita de coisas como aprovação superficial, alianças, competências ou desempenhar papéis pra se sentir poderoso. Seu valor se encontra em sua habilidade de ser único e expressar isso. Valor se resume a atitude. Como um indivíduo que pensa por si só, sua história, seu humor e suas perspectivas são fascinantes e tem valor. Quando você cultiva uma personalidade que você acha que é autêntica e você transmite isso com poder e convicção, os outros pensarão assim também. Isto apenas depende quão forte você acredita ser poderoso – não apenas interpretar o papel – mas ser o cara cuja identidade é dominar e expressar sua personalidade livremente. Porque
  • 28. quando você carrega esse tipo de atitude poderosa com você, sua confiança se projeta exteriormente e atrai as pessoas. É dessa forma que a dinâmica social funciona. Não é apenas uma ideia ou uma forma que as coisas ''deveriam ser.'' É o modo real que as coisas verdadeiramente acontecem entre as pessoas. Vamos ver porque é tão importante ter um forte senso de quem você é, e um estado inabalável. DEFINIÇÃO: ''MOLDURA'' do inglês frame ''Moldura'' é outro termo pra uma interpretação ou uma crença. É uma janela através da qual as pessoas veem e interpretam realidade. ''Sua Moldura'' é sua interpretação de realidade. E a ''força de sua moldura'' é quão firme é sua interpretação de realidade – até que ponto suas crenças sobre você próprio e o mundo pode ser ou não afetada por outras pessoas. As molduras das pessoas (ou interpretações) são inteiramente subjetivas, e elas estão sempre disponíveis à vista. Como criaturas sociais, estamos sempre envolvidos no processo de “ecoar” um com o outro pra ver qual moldura de realidade é mais determinada, e nossa tendência é adotar as crenças da pessoa que projeta a determinação mais firme e a menor reação emocional as molduras conflitantes das outras pessoas. Você pode imaginar o “eco” como uma rede de correntes elétricas, e as pessoas como fusíveis, todos interconectados um com o outro. A pessoa com o fusível mais forte (moldura mais forte) pode receber a maior pressão externa e direcionar a corrente em qualquer direção que lhe agradar, enquanto os fusíveis mais fracos se queimam assim que a corrente flui através deles. Quem tem a moldura mais forte normalmente terá a maior influencia social – a maioria das pessoas reagem a sua moldura. Esse é o porque que ter um forte senso de valor central e poder é tão importante. REGRA: Uma forte moldura é auto realizável. O mundo é qualquer coisa que você pensar que é. Pra ilustrar, vamos considerar o seguinte. Se você é elogiado e sua moldura é que você é merecedor disso, você provavelmente tomará isso como um elogio. Mas se você é elogiado e sua moldura é que você não é merecedor disso, você provavelmente tomará isso como condescendência ou manipulação. De qualquer maneira, sua interpretação (ou moldura) determinará a forma que você reage, e as pessoas serão puxadas pra qualquer que seja a crença que você tem sobre você próprio. Se eles estavam sendo condescendentes mas você tomou isso como um elogio independentemente, eles começarão aceitar sua moldura porque você está mais certo de quem você é do que eles, e sua moldura dominará os deles. Da mesma forma, se você é zoado e sua moldura é que você não tem nada de está inseguro com isso, então você provavelmente tomará isso com uma brincadeira e brincará de volta. Mas por outro lado, se você toma isso como um lembrete de como mal você se sente sobre você mesmo, então você reagirá e as pessoas que te zoaram verá que elas tinham razão. O modo engraçado de como tudo isso funciona, é que mesmo as zoações não foram uma brincadeira, contanto que você interpreta desta forma e brinca de volta então você controlará a moldura de modo que todos pensará que isso era uma brincadeira de qualquer forma. E porque sua interpretação agiu como uma profecia auto realizadora, isso reforçou mais ainda sua moldura já existente – fazendo o mundo da forma que você acredita. REGRA: Quando você tem a moldura mais forte, você consegue determinar seu próprio valor e onde você se encontra em relação aos outros. Você determina quem você é. As