Plano inicial de evolução

159 visualizações

Publicada em

bla bla

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
159
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano inicial de evolução

  1. 1. Plano Inicial de Evolução Tomei a liberdade de escrever este, digamos, tipo de memorando com o intuito de dar algumas opiniões que podem ou não ser aproveitadas ou alvo de críticas quer construtivas quer destrutivas. Com o aproximar do final release, existem algumas linhas gerais que podem tornar a guild mais forte num período de tempo mais curto, algo que passarei a explicar. De certeza que todos repararam no “MOTO” do jogo, Claim – Craft – Conquer! Quando o lemos, torna-se pomposo mas na realidade é basicamente a mecânica de funcionamento do jogo. Passarei a falar do “CLAIM”. No meu ponto de vista, tendo em consideração o facto de existirem Free Players e Patrons, não tenho a certeza se alguém comprou o Founder´s Pack, será pertinente os responsáveis da Guild assignarem aos membros tarefas básicas com o objectivo de maximizar a colecta de recursos e minimizar a utilização indevida dos famosos Labor Points. Isto porque, desta forma, evitaremos frases como: “preciso disto, quem tem? Ah deixa ver… não tenho… talvez o fulano A!” Assim sendo, estou basicamente a referir-me, por exemplo à nomeação de membros para ficarem responsáveis apenas pela colecta de Wood, outros pela de
  2. 2. Iron/Ore e assim sucessivamente. Claro está que neste caso o papel de “Free vs Patron” vai ser determinante. Na minha perspectiva, os “Free” ficarão encarregados da colecta e os “Patrons” do craft e farm. Muitos dirão, mas assim estou a ser prejudicado (free). Um pouco mas, se juntarmos esse sacrifício inicial ao produto que daí advém (casas construídas com maior celeridade, e consequente partilha, farms disponíveis e afins, provavelmente a objectividade da situação já se torna mais clara. Falando de duas das mais importantes Crafts do jogo, e acima referidas, Colecta de wood e ores, deixo aqui duas ressalvas que julgo serem úteis quer em termos de perspicácia quer em termos de “esperteza”. Existem duas formas de rapidamente verificarmos se uma árvore vai ou não dar-nos Wood. Basta colocar o cursor sobre a árvore em questão e aparecerão 4 opções: Uma pá que nos indica que apenas será possível recolher uma semente da respectiva árvore Um machado que indica ser possível recolher Madeira E finalmente, a designação do objecto onde podemos ver de imediato se dará recurso ou semente. Quando aparece apenas o
  3. 3. nome, no caso da imagem da direita “Clover”, significa que foi atingida a maturidade e será obtido o(s) respectivo(s) recurso(s). Na imagem da esquerda, com a designação de Small, Young sabemos de antemão que apenas teremos semente. No que concerne ao Mining, devemos levar em linha de conta o seguinte: quando fazemos a colecta, em algumas ocasiões aparece no mesmo local, o denominado “Fortuna Vein”. Isto significa que teremos a possibilidade de obtermos os seguintes recursos: Copper, Silver, Gold, Archeum, Crystals, e Precious gems. Por diversas vezes, apanhei “veins” destes que foram simplesmente deixados por outros jogadores. Além de ser algo a ter em conta, é também algo a ser explorado com atenção.

×