Nordeste vem ajudando o Beach Tennis a se popularizar no país

175 visualizações

Publicada em

A mídia esportiva brasileira pode até não reconhecer, mas o Beach Tennis é um dos esportes que mais vem ganhando popularidade no país. Prova disto, são os milhares de adeptos, por todo o território, mas principalmente no Nordeste, como vem ocorrendo, já que no Circuito Potiguar Cyrela Plano&Plano de Tênis, por exemplo, as inscrições vêm dobrando nas contagens. Se na primeira etapa da competição foram 200 participantes, entre masculino, feminino e duplas mistas, a segunda edição do torneio contou com mais de 500 atletas, enquanto a terceira - que acontece entre os dias 19 a 29/11, ainda com inscrições abertas - o número estimado é ainda maior.


O Beach Tennis é regido pelo International Tennis Federation (ITF), mesmo órgão responsável pelo Tênis convencional, de quadra, mas é importante ressaltar que o desenvolvimento do esporte no país aconteceu depois da criação da Associação dos Jogadores de Beach Tennis (AJB), que reuniu diversos atletas e passou a defender os interesses dos praticantes. tualmente, o Brasil é a segunda maior potência no Beach Tennis, ficando atrás apenas da Itália, pátria mãe do esporte. As cidades brasileiras referência no Beach Tennis são: Rio de Janeiro, Santos, Fortaleza, Vitória, Vila Velha, Balneário Camboriú, Porto Alegre, Mogi das Cruzes, Guarujá, João Pessoa, Novo Hamburgo (RS), Natal (RN),Cachoeiro de Itapemirim,(ES) , Marataizes(ES), Porto Seguro, Campinas e Araraquara.

Criado em 1980 na Itália, mais precisamente na província de Ravena, o Beach Tennis só chegou ao Brasil em 2008. No entanto, o esporte já superou a marca de um milhão de praticantes espalhados pelo mundo, principalmente em países - além do Brasil e da Itália - como os Estados Unidos, Portugal, França, Rússia, Japão, Espanha, República Tcheca e Austrália. Democrático, para começar as jogar, além de um espaço que conte com areia da praia, os interessados precisam investir em média R$600 para implantação de uma quadra, com as redes e marcações, de vestimentas leves, que proporcionem mobilidade, conforto e ventilação, além, claro, de uma raquete que pode ser encontrada em lojas de material esportivo de R$200 a R$350.

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
175
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nordeste vem ajudando o Beach Tennis a se popularizar no país

  1. 1. Nordeste vem ajudando o Beach Tennis a se popularizar no paísETTORE REGINALDO TEDESCHI
  2. 2. A mídia esportiva brasileira pode até não reconhecer, mas o Beach Tennis é um dos esportes que mais vem ganhando popularidade no país. Prova disto, são os milhares de adeptos, por todo o território, mas principalmente no Nordeste, como vem ocorrendo, já que no Circuito Potiguar Cyrela Plano & Plano de Tênis, por exemplo, as inscrições vêm dobrando nas contagens.
  3. 3. Se na primeira etapa da competição foram 200 participantes, entre masculino, feminino e duplas mistas, a segunda edição do torneio contou com mais de 500 atletas, enquanto a terceira - que acontece entre os dias 19 a 29/11, ainda com inscrições abertas - o número estimado é ainda maior.
  4. 4. O Beach Tennis é regido pelo International Tennis Federation (ITF), mesmo órgão responsável pelo Tênis convencional, de quadra, mas é importante ressaltar que o desenvolvimento do esporte no país aconteceu depois da criação da Associação dos Jogadores de Beach Tennis (AJB), que reuniu diversos atletas e passou a defender os interesses dos praticantes. tualmente, o Brasil é a segunda maior potência no Beach Tennis, ficando atrás apenas da Itália, pátria mãe do esporte.
  5. 5. As cidades brasileiras referência no Beach Tennis são: Rio de Janeiro, Santos, Fortaleza, Vitória, Vila Velha, Balneário Camboriú, Porto Alegre, Mogi das Cruzes, Guarujá, João Pessoa, Novo Hamburgo (RS), Natal (RN),Cachoeiro de Itapemirim,(ES) , Marataizes(ES), Porto Seguro, Campinas e Araraquara.
  6. 6. Criado em 1980 na Itália, mais precisamente na província de Ravena, o Beach Tennis só chegou ao Brasil em 2008. No entanto, o esporte já superou a marca de um milhão de praticantes espalhados pelo mundo, principalmente em países - além do Brasil e da Itália - como os Estados Unidos, Portugal, França, Rússia, Japão, Espanha, República Tcheca e Austrália.
  7. 7. Democrático, para começar as jogar, além de um espaço que conte com areia da praia, os interessados precisam investir em média R$600 para implantação de uma quadra, com as redes e marcações, de vestimentas leves, que proporcionem mobilidade, conforto e ventilação, além, claro, de uma raquete que pode ser encontrada em lojas de material esportivo de R$200 a R$350.

×