Cloud computing e
arquiteturas shared-
disk e shared-nothing
Alexandre Saudate (@alesaudate)–
Quem sou eu?
• Arquiteto SOA e instrutor na SOA|Expert, com oito
anos de experiência
• Autor dos livros “SOA Aplicado: int...
Porquê utilizamos cloud computing?
Porque temos custos variáveis!
• Sazonalidade (diária ou por épocas do ano)
• Crescimento inesperado ou incerto
• Utilizaç...
Se os custos são variáveis, e usar
cloud é bom porquê o número de
máquinas também é variável...
... Precisamos de uma arqu...
Como funciona uma
arquitetura tradicional
Ou, ainda pior:
Ambos os modelos são péssimos!
Qual a solução?
A arquitetura shared-disk prevê que os nós são
stateless, ou seja, não importa qual nó será utilizado
para atender à requi...
Este modelo possibilita que, na camada de
aplicação, seja possível adicionar nós à vontade.
Mas... ainda há um problema: o...
Complexo?
Para que a arquitetura seja shared- nothing, basta
que a camada de dados também seja shared-
nothing.
Temos vários represe...
Exemplo: shared-nothing
com GemFire
Ou, simplesmente...
Tanto em shared-disk quanto em shared-nothing, usar
SOA é fundamental
Os nós conversam uns com os outros utilizando
serviç...
Mas Alexandre, isso me parece muito teórico!
Quem usa isso?
Conclusão
• Utilizar shared-disk e/ou shared-nothing em cloud
não é simplesmente uma boa alternativa, é item
obrigatório
•...
Dúvidas?
Obrigado!
Cloud computing e arquiteturas shared disk e shared-nothing
Cloud computing e arquiteturas shared disk e shared-nothing
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cloud computing e arquiteturas shared disk e shared-nothing

698 visualizações

Publicada em

Minha short talk sobre shared-disk e shared-nothing no QCon 2013

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
698
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cloud computing e arquiteturas shared disk e shared-nothing

  1. 1. Cloud computing e arquiteturas shared- disk e shared-nothing Alexandre Saudate (@alesaudate)–
  2. 2. Quem sou eu? • Arquiteto SOA e instrutor na SOA|Expert, com oito anos de experiência • Autor dos livros “SOA Aplicado: integrando com web services e além” e “REST: Construa API’s inteligentes de maneira simples”
  3. 3. Porquê utilizamos cloud computing?
  4. 4. Porque temos custos variáveis! • Sazonalidade (diária ou por épocas do ano) • Crescimento inesperado ou incerto • Utilização de recursos apenas por um período de tempo • Etc.
  5. 5. Se os custos são variáveis, e usar cloud é bom porquê o número de máquinas também é variável... ... Precisamos de uma arquitetura que ofereça o mesmo grau de flexibilidade
  6. 6. Como funciona uma arquitetura tradicional
  7. 7. Ou, ainda pior:
  8. 8. Ambos os modelos são péssimos! Qual a solução?
  9. 9. A arquitetura shared-disk prevê que os nós são stateless, ou seja, não importa qual nó será utilizado para atender à requisição. Desta forma, ou parte do estado é persistido em disco ou no próprio cliente. Falar em sessões, nesta arquitetura, não faz sentido.
  10. 10. Este modelo possibilita que, na camada de aplicação, seja possível adicionar nós à vontade. Mas... ainda há um problema: o banco de dados é compartilhado entre as máquinas, tornando –se um single point of failure (ponto único de falha), e limitando a escalabilidade. Solução: não compartilhar nada, nem mesmo o banco de dados.
  11. 11. Complexo?
  12. 12. Para que a arquitetura seja shared- nothing, basta que a camada de dados também seja shared- nothing. Temos vários representantes de gerenciadores de dados que seguem essa arquitetura, como o Apache Cassandra, VMWare GemFire, Apache Hadoop, etc.
  13. 13. Exemplo: shared-nothing com GemFire
  14. 14. Ou, simplesmente...
  15. 15. Tanto em shared-disk quanto em shared-nothing, usar SOA é fundamental Os nós conversam uns com os outros utilizando serviços, e não através de compartilhamento de sessão. Assim, cada máquina (ou grupo de máquinas) da aplicação corresponde a uma faceta desta.
  16. 16. Mas Alexandre, isso me parece muito teórico! Quem usa isso?
  17. 17. Conclusão • Utilizar shared-disk e/ou shared-nothing em cloud não é simplesmente uma boa alternativa, é item obrigatório • Também é fortemente recomendado utilizar SOA para obter dados: “Create a shared nothing infrastructure. Infrastructure can become a shared resource for development and deployment with the same downsides as shared resources in your logic and data tiers. It can cause locking and blocking and dead lock. A service oriented architecture allows the creation of a parallel and isolated development process that scales feature development to match your growth.” (http://highscalability.com/amazon-architecture)
  18. 18. Dúvidas?
  19. 19. Obrigado!

×