Desde 1998, Web e eu formamos o casal perfeito. Há momentos em que
implicamos um com o outro. Eu não quero saber dela e el...
Este texto que escrevo é a expressão máxima da importância da tecnologia na
minha vida pessoal-profissional. Representa o ...
Por outro lado, esse mesmo arquivo .doc que estou criando exemplifica bem a
minha vida profissional. Evito a adjetivação, ...
Outro detalhe que reflete a importância da tecnologia na minha vida é: essas
orações e períodos só existem pois estou cada...
Tecnologia incorporada ao meu DNA (MAM)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tecnologia incorporada ao meu DNA (MAM)

721 visualizações

Publicada em

Por Marcelo Alexandre Marchi.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
721
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnologia incorporada ao meu DNA (MAM)

  1. 1. Desde 1998, Web e eu formamos o casal perfeito. Há momentos em que implicamos um com o outro. Eu não quero saber dela e ela, tampouco, de mim. Às vezes, ficamos dias sem se falar, mas quando nos revemos, vivemos um romance tórrido. Simplesmente com essa analogia, já poderia dizer sucintamente o papel da tecnologia na minha vida pessoal e profissional – a internet ocupa um papel central dentro dela. Mas como jornalista, prefiro ir além das obviedades.
  2. 2. Este texto que escrevo é a expressão máxima da importância da tecnologia na minha vida pessoal-profissional. Representa o meu ser, o meu pessoal, na medida em que me desnudo nele, apresentando ao interlocutor tudo o que sou, querendo ou não. Uma redação é a expressão máxima da subjetividade. A minha escolha das palavras, meu jeito de dissertar, se vou optar por parágrafos mais longos ou curtos etc. Até dou indícios a você, leitor, de qual é a minha frequência de leitura, já que poderá notar se tenho maior ou menor grau de domínio do código da língua.
  3. 3. Por outro lado, esse mesmo arquivo .doc que estou criando exemplifica bem a minha vida profissional. Evito a adjetivação, tão abominada no jornalismo. Apago vários trechos com o backspace, cometo alguns erros de digitação usuais, copio e colo pedaços de texto ou simplesmente arrasto-os de uma linha a outra. O Word me facilita tanto a vida. Poderia escrever no papel, todavia não quero. O papel é branco e adquire alguma pouca cor com a caneta. Aqui no processador de texto, tudo é tão mais colorido. Sou obrigado a riscar, rasurar e depois ainda tenho o trabalho de reescrever tudo – o tradicional “passar a limpo”. Agradeço a Bill Gates por me poupar desse trabalho árduo.
  4. 4. Outro detalhe que reflete a importância da tecnologia na minha vida é: essas orações e períodos só existem pois estou cadastrado em um serviço de busca de empregos on-line. Já escrevi sobre tecnologia em outros momentos de minha vida, vide hiperlink. Mas o fiz de maneira descontraída, sem me preocupar muito com os reflexos daquela escritura. Obviamente escrever um texto defendendo sua posição sobre determinado assunto gera repercussão, entretanto não me preocupou tanto como este. Uma vez que aqui, pessoal e profissional se misturam de tal forma que se assemelham a um anagrama. Se essa redação agradar, posso ter uma chance profissional. Do contrário, serei apenas mais um dos milhares de textos lidos cujo destino final é a lixeira. Você pressionará o delete – ou um dispositivo similar em arquitetura da web – e sumirei de sua vida. Mas, tenha certeza disto: a tecnologia continuará impregnada na minha – e só ela me permite que faça um hiperlink para o começo deste texto. *** Texto escrito para uma seleção de vaga on-line cujo tema - sem sal, sem pimenta - era a importância da tecnologia na minha vida pessoal e profissional. Quando me dirijo ao leitor ou a você, na verdade, estou me referindo ao responsável pela vaga. Nem sempre temas ruins obstruem totalmente a nossa criatividade.

×