Região geoeconômica Centro-
            Sul do Brasil
  INTRODUÇÃO
Convido você a fazer um rápido passeio desde
os pampas ...
3 – Relacionar as principais características dos apectos geográficos
abaixo:

   •   Clima, relevo, vegetação e hidrografi...
AVALIAÇÃO
Vamos ver quais os critérios de avaliação utilizados e quais foram os
aspectos mais valorizados?

              ...
Alguma
                                                  criatividade
                        Falta de criatividade       ...
Nome:   Pietra & Beatriz
                     7° a Profª Márcia

                 História do Café




A história e desenv...
ALGUMAS FORMAS DE
       CONSUMO DO CAFÉ NO
            MUNDO




Que o café é, ao lado da cerveja, a bebida mais popular ...
* África e Oriente Médio: é comum acentuar o sabor do
café com algumas especiarias, tais como canela e
cardomomo, alho ou ...
Relevo


No extremo leste encontra-se um conjunto de terrenos elevados que são
chamados de planaltos e serras do Atlântico...
Clima


Essa região é caracterizada por vários climas diferentes, mas apenas três
climas predominam em grande parte dos es...
Nessa região estão localizadas muitas das bacias hidrográficas mais
importantes do Brasil, destacando a Bacia do rio Paran...
de São Paulo, caracterizado pelas árvores retorcidas com raízes profundas,
caule muito duro e com folhas que secam no inve...
O desempenho de cultivares varia,
normalmente, com os ambientes, de modo
que uma cultivar dificilmente é a melhor em
todas...
apropriada definição de estabilidade e quanto
        aos métodos para quantificá-la.




      Recursos minerais




Como...
Da mesma maneira que aqui, cada país tem suas reservas minerais

específicas com vocação para metais, gemas ou mesmo petró...
As indústrias metal-mecânica, álcool e açúcar, têxtil, automobilística
e de aviação; os setores de serviços e financeiro; ...
O turismo constitui uma das maiores atividades econômicas do
mundo contemporâneo. Sua importância é destacada em diversos
...
Os combustíveis fósseis são a maior fonte de emissões de gases de efeito
estufa no mundo e será inevitável olhar para eles...
Num futuro não muito distante, será bem possível encontrar ônibus
movidos a etanol circulando pela cidade. Os biocombustív...
adensamento urbano possuem entre si e como se relacionam ao nível
local e em níveis de organização territorial mais amplos...
Rio de Janeiro




Praia Grande
São Paulo




Pantanal
Pantanal




Campo Grande / Ms
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pietra Centrosul..

2.097 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.097
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pietra Centrosul..

  1. 1. Região geoeconômica Centro- Sul do Brasil INTRODUÇÃO Convido você a fazer um rápido passeio desde os pampas do Rio Grande do Sul até as belas paisagens do cerrado do Tocantins. Este grande complexo, rico em diversidades econômicas, culturais e politicas é o CENTRO – SUL. TAREFA no Brasil 1 – Apresente um 2 - ALGUMAS FORMAS DE CONSUMO DO CAFÉ NO MUNDO O café é, ao lado da cerveja, a bebida mais popular do planeta. Apesar da preferência, as suas formas de consumo são tão diversas, que podem fazer com que o consumidor mais desavisado tenha grandes surpresas. Pesquise e Veja como o café é consumido em alguns lugares do mundo: • França : o produto, muitas vezes, é bebido juntamente com chicória; • Austria • África e Oriente Médio • Bélgica • Itália • Cuba • Grécia • Sul da Índia • Alemanha • Suiça • México
  2. 2. 3 – Relacionar as principais características dos apectos geográficos abaixo: • Clima, relevo, vegetação e hidrografia. • Agropecuária ontem e hoje. • Recursos minerais e Indústria. • Os Centros Urbanos, turismo e os meios de transportes. 4 – Mapa do Brasil geoeconômico com destaque apenas o complexo estudado. Relacionar os estados e capitais que fazem parte do mesmo. 5 – Inserir imagens dos principais pontos turísticos de cada dessa região e informações sobre as mesmas. RECURSOS Formar grupo de no máximo 04 alunos e seguir a tarefa solicitada acima. Organizar a pesquisa e criar um BLOG. Após o período proposto posteriormente, todos componentes do grupo deverá apresentar seu blog aos demais colegas.
  3. 3. AVALIAÇÃO Vamos ver quais os critérios de avaliação utilizados e quais foram os aspectos mais valorizados? 1 2 3 Parâmetro Insuficiente Suficiente Bom/Ótimo Razoável Fraco recolhimento Bom recolhimento Busca de recolhimento da da informação da informação Informação informação sugerida sugerida sugerida Informação bem Informação pouco Informação Organização da organizada, organizada e organizada e Informação coerente e bem incoerente coerente estruturada Razoável Bom / Ótimo Fraco desempenho desempenho desempenho das das tarefas propostas das tarefas tarefas propostas Desempenho propostas Individual Não cumprimento do Conclusão da prazo Cumprimento do tarefa antes do prazo prazo determinado. Razoável organização e distribuição das Boa dinâmica de Má organização e tarefas pelos grupo distribuição das elementos do tarefas pelos grupo Boa aceitação de elementos do grupo sugestões dos Aceitação de elementos do Desempenho do Não aceitação de sugestões dos grupo Grupo sugestões dos elementos do elementos do grupo grupo Bom desempenho (3 ou 4 elementos) das tarefas Fraco desempenho Razoável propostas das tarefas propostas desempenho das tarefas Conclusão da Não cumprimento do propostas tarefa antes do prazo prazo definido Cumprimento do prazo
  4. 4. Alguma criatividade Falta de criatividade Apresentação dos trabalhos de uma Alguma Pouca originalidade forma bastante Apresentação do originalidade segura, bastante Trabalho Final Insegurança na clara e com Apresentação apresentação dos criatividade e dos trabalhos de trabalhos originalidade uma forma segura e clara CONCLUSÃO Com a relização deste trabalho você pode conhecer melhor o complexo brasileiro que moramos e seus diferentes aspectos sociais e economicos. Indicações para pesquisa: http://www.abic.com.br/scafe_historia.html http://www.abic.com.br/scafe_curiosidades.html#consumo http://www.abic.com.br/scafe_historia.html http://www.projetoimigrantes.com.br/int.php?dest=hist http://orbita.starmedia.com/geoplanetbr/centrosul.html http://www.escola24h.com.br/antenado/especiais/turismo/comidas_tipicas.htm http://www.abresi.com.br/htmls/centro/comida_tipica_centrooeste.htm http://www.citybrazil.com.br/sp/ilhacomprida/turismo.htm http://www.abresi.com.br/htmls/centro/ponturist_centrooeste.htm http://www.abresi.com.br/htmls/centro/centrooeste_caldasnovas.htm http://abresi.com.br/htmls/infogerais_centro_oeste.htm http://www.abresi.com.br/htmls/infogerais_sul.htm www.pontagrossacvb.com.br/index.php?menu=galeria&gal=9 www.hospedevip.com.br/minas-gerais.html www.pousoalegre.mg.gov.br/cidade_turismo.htm www.lokaliza.com.br/folclore/ www.abresi.com.br/htmls/sul/comida_tipica_sul.htm www.abresi.com.br/htmls/comida_tipica_sudeste.htm www.suapesquisa.com/musicacultura/historia_festa_junina.htm www.diasmarques.adv.br/pt/historico_imigracao_brasil.htm www.braziltour.com.br www.cdbrasil.cnpm.embrapa.br http://orbita.starmedia.com/geoplanetbr/centrosul.html www.infoescola.com/geografia-complexos_regionais_centro_sul-248.html www.comciencia.br/200404/reportagens/06.shtml Disciplina:Geografia
  5. 5. Nome: Pietra & Beatriz 7° a Profª Márcia História do Café A história e desenvolvimento da bebida que conhecemos como café é variada e interessante, envolvendo ocorrências diversas, intrigas políticas e disputas por riqueza e poder. Conta uma história que um pastor de ovelhas de nome Kaldi soube dos efeitos dos grãos de café pelo comportamento de suas ovelhas ao consumi-lo. Ele percebeu que suas ovelhas tornavam-se hiperativas depois que comiam as “frutinhas vermelhas” de uma certa planta enquanto faziam o percurso para trocarem de pasto. Ele tentava tranqüilizá-las, mas era inútil. Não conseguia diminuir a hiperatividade de suas ovelhas. A história conta que um monge foi acusado de estar “possuído pelo demônio das frutinhas vermelhas”. Porém logo se descobriu que a frutinha provinda dessa planta de folhas verdes brilhantes podia ajudá-los a permanecer em vigília mais facilmente para orarem por toda noite.
  6. 6. ALGUMAS FORMAS DE CONSUMO DO CAFÉ NO MUNDO Que o café é, ao lado da cerveja, a bebida mais popular do planeta todos sabem. Contudo, as formas de consumo do produto são tão diversas, que podem fazer com que o tomador mais desavisado tenha grandes surpresas. Veja como o café é consumido em alguns lugares do mundo: * França: o produto, na maioria das vezes, é bebido juntamente com chicória. * Áustria: pode-se beber o produto juntamente com figos secos, sendo que em Viena, a capital do país, é uma tradição o oferecimento de bolos e doces para acompanhar o café com chantilly.
  7. 7. * África e Oriente Médio: é comum acentuar o sabor do café com algumas especiarias, tais como canela e cardomomo, alho ou gengibre. * Bélgica: o produto é servido com um pequeno pedaço de chocolate, colocado no interior da xícara, que será derretido quando entrar em contato com o café. * Itália: o café expresso preto é servido em xícaras pequenas, acompanhadas de tiras de limão. * Grécia: o café é acompanhado por um copo de água gelada. * Cuba: o café é bebido bastante forte e doce, e em um só gole. * Sul da Índia: o café é misturado com açúcar e leite e servido com doces. * Alemanha: é servido com leite condensado ou chantilly. * Suíça: adiciona-se ao café um licor, o "kirsch". * México: em muitos lugares, o café é oferecido gratuitamente e pode ser consumido em grandes quantidades. O chamado café americano, como é conhecido no México, é o mais consumido e é uma cópia do que se bebia até poucos anos nos Estados Unidos: aguado e com pouco sabor.
  8. 8. Relevo No extremo leste encontra-se um conjunto de terrenos elevados que são chamados de planaltos e serras do Atlântico-leste-sudeste. No litoral encontram-se as escarpas, que são terrenos acima de 1000 metros de altura, como a Serra do Mar e a Serra da Mantiqueira. Na porção central localizam-se terras de baixas e médias altitudes, classificadas como planaltos e chapadas da bacia do Paraná. Essas áreas sofreram intensos derrames vulcânicos nas eras anteriores dando origem a um solo extremamente fértil. No noroeste a paisagem é caracterizada pelos planaltos e serras de Goiás- Minas, que são um grande divisor de águas entre as bacias hidrográficas Amazônica, do Araguaia-Tocantins e do Paraná. Na extremidade oeste localizam-se a planície e o pantanal mato-grossense. Na extremidade sul localizam-se os planaltos do Uruguai, que são banhados pelo rio Uruguai.
  9. 9. Clima Essa região é caracterizada por vários climas diferentes, mas apenas três climas predominam em grande parte dos estado, sendo o clima subtropical, localizado em toda Região Sul e em parte do estado de São Paulo, o clima tropical, predominante na maior parte do Centro-Sul e o clima tropical de altitude, predominante em áreas serranas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Possui as quatro estações bem definidas, com invernos frios e secos e verões quentes e chuvosos. A temperatura supera os 30°C no verão e raramente caem para menos de 18°C. No inverno, a temperatura mínima no sul pode ser inferior a 10°C, principalmente em São Joaquim e região, na Serra Gaúcha (Gramado e Canela) e até em Curitiba. No mês de Agosto (principalmente no final), uma massa de ar quente e seco predomina na região Sul e sudeste, o que faz o clima ser quente(podendo superar os 30°C até na região sul) e seco (chove menos de 40 mm nesse período). Hidrografia
  10. 10. Nessa região estão localizadas muitas das bacias hidrográficas mais importantes do Brasil, destacando a Bacia do rio Paraná, a Bacia do Paraguai, a Bacia do Uruguai e a Bacia do Araguaia-Tocantins. Nessa região também se encontra a nascente do rio São Francisco, bem como alguns afluentes que compõe a sua bacia hidrográfica. Em São José dos Pinhais - PR há a nascente do Rio Iguaçu, um rio muito importante para a região, pois fornece água para os agricultores e na divisa com a Argentina vai para as Cataratas do Iguaçu, o que faz surgir vários turistas. Vegetação A Região Centro-Sul possui vários ecossistemas diferentes. Se destacam a Floresta Atlântica , onde possui alguns pequenos trechos preservados onde se preservam espécies de animais e vegetais em risco de extinção . Outro ecossistema que se destaca é o Cerrado localizado em Goiás, Mato Grosso, parte de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e parte do centro-norte
  11. 11. de São Paulo, caracterizado pelas árvores retorcidas com raízes profundas, caule muito duro e com folhas que secam no inverno. No Paraná, no Rio Grande do Sul, e em Santa Catarina se destaca a Mata das Araucárias, que têm como característica arvores muito grandes que resistem ao frio da região e que produzem a sua semente conhecida como pinhão, que é usada nas festas tradicionais e muito apreciada no exterior. Outro tipo de vegetação da região centro-sul é a Mata Tropical, que vêm sendo devastados em vem virtude da expansão das áreas de cultivo e de pastagens. Ela pode ser encontrada em todos os estados da região centro- sul,mas em pequena parte de Santa Catarina e Mato Grosso. Obs.: O complexo do Pantanal só é encontrado nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Centro-Sul O Centro-Sul e o complexo regional de maior importância política e econômica do país. Neste estão situados a capital nacional, Brasília e as metrópoles onde se encontram a maior parte da produção e da riqueza do BRASIL: São Paulo e Rio de Janeiro.olá Emílio. Agropecuária
  12. 12. O desempenho de cultivares varia, normalmente, com os ambientes, de modo que uma cultivar dificilmente é a melhor em todas as condições de cultivo. A resposta diferenciada das cultivares à variação ambiental denomina-se interação cultivares x ambientes. Isto significa que os efeitos genéticos e ambientais não são independentes. Eberhart & Russell (1966) propõem que uma região para a qual se pretenda desenvolver cultivares pode ser dividida em sub-regiões dentro das quais a interação passa a ser não- significativa. Todavia, mesmo com este refinamento, as interações podem permanecer elevadas, considerando que a estratificação do ambiente não reduz a interação cultivares x anos, nem controla eficazmente as variações imprevisíveis do ambiente (Allard & Bradshaw, 1964). Ramalho et al. (1993) enfatizam que a interação não só interfere na recomendação de cultivares, mas também dificulta o trabalho do melhorista na seleção das melhores cultivares. Assim, para minimizar os efeitos da interação cultivares x ambientes e ter maior previsibilidade de comportamento, de forma eficiente e racional, é necessário identificar cultivares mais estáveis. Há, também, a necessidade de identificar cultivares adaptadas às condições específicas de cada ambiente. Uma cultivar de sucesso deve apresentar, em diferentes condições de ambiente, alta produtividade, e sua superioridade deve ser estável. Os melhoristas estão de acordo sobre a importância da estabilidade da alta produtividade, mas divergem quanto à mais
  13. 13. apropriada definição de estabilidade e quanto aos métodos para quantificá-la. Recursos minerais Como já vimos cada formação geológica é capaz de formar um tipo específico de minério, e cada minério é encontrado apenas em regiíµes propícias, sendo estas determinada pela geologia da região. Nas últimas ediçíµes vimos sobre a distribuição dos minérios no Brasil, no estado, e no resto do mundo a situação é a mesma cada região sendo agraciada com determinados tipos de minérios. As reservas minerais do Brasil são inúmeras, sendo que algumas são capazes de suprir o mercado por mais de 1000 anos. Porém, a maioria varia entre 50 e 200 anos, já algumas de grande importãncia, como o fósforo, tem suas reservas estimadas com vida útil de aproximadamente 30 anos. Muitas outras substãncias não têm reservas conhecidas ou de grande importãncia no país, dependendo totalmente de material vindo de fora.
  14. 14. Da mesma maneira que aqui, cada país tem suas reservas minerais específicas com vocação para metais, gemas ou mesmo petróleo, visto que todos os países do mundo necessitam importar algum tipo de minério. Ao ritmo que anda a utilização de minérios no mundo para os próximos 200 anos é seguro o fornecimento de quase todos os tipos de minério. Países de maior área continental apresentam uma maior diversidade de minérios e desta maneira acaba agraciado com este recurso essencial para nosso modo de vida. Devido aos efeitos da globalização e também í s facilidades de se transportar matéria-prima pelo mundo, em poucos dias o minério atravessa oceanos, de um continente para outro, de forma barata e eficiente. A exemplo disto temos o ferro do Brasil, que é exportado para todo o mundo por navios. Cada dia mais fica evidente a globalização neste setor. Comandado pela oferta e procura e pelos preços, hoje compra-se e vende minérios como se não existisse fronteiras. Indústria
  15. 15. As indústrias metal-mecânica, álcool e açúcar, têxtil, automobilística e de aviação; os setores de serviços e financeiro; e o cultivo de laranja, cana de açúcar e café formam a base de uma economia invejável a muitos países. Além disso, oferece boa infra-estrutura para investimentos, devido as boas condições das rodovias. Turismo Bonito / ms
  16. 16. O turismo constitui uma das maiores atividades econômicas do mundo contemporâneo. Sua importância é destacada em diversos segmentos. Entre eles aparece o turismo cultural, um segmento ainda pouco estudado, mas de grande importância no cenário turístico internacional e brasileiro. Palavras-chaves: Turismo – Turismo Cultural – Patrimônio histórico e cultural – Economia – Brasil Transporte
  17. 17. Os combustíveis fósseis são a maior fonte de emissões de gases de efeito estufa no mundo e será inevitável olhar para eles e pensar em alternativas mais limpas. O assunto, certamente, será bastante comentado durante a COP-15, em Copenhague, e a maior parte dos países desenvolvidos vai ter que investir pesado nesta área se quiser cumprir suas metas de redução de emissões. No Brasil, é o desmatamento o maior responsável por termos nos tornado o quarto maior emissor de carbono no planeta. Ainda assim, em grandes centros urbanos, o setor de transportes e o consumo de diesel e gasolina respondem pela maior parcela dos gases de efeito estufa que mandamos para a atmosfera. Ainda que o Brasil não faça parte do grupo de países que tenha metas numéricas em Copenhague, terá que assumir compromissos de redução do crescimento de suas emissões, que sejam quantificáveis, reportáveis e verificáveis, como prevê o “Mapa do Caminho de Bali”. Isso quer dizer que, entre as medidas que tomaremos internamente, uma delas vai estar relacionada ao uso de combustíveis fósseis. Para o presidente do Instituto Ethos, Ricardo Young, os motoristas que continuarem optando pelo diesel ou pela gasolina terão de pagar caro por isso. Além de incentivos para o uso do carro flex, que já representa 94% da frota de veículos novos que chega ao mercado, haverá espaço para os carros híbridos, que sejam, ao mesmo tempo, elétricos e utilizem fontes renováveis como o álcool. Priscila Claro, professora e pesquisadora em sustentabilidade do Insper (ex-Ibmec SP), alerta: “Precisamos pensar se estamos dispostos não apenas a usar carro flex, mas também a ir de ônibus ou de bicicleta para o trabalho”. Tasso Azevedo, assessor especial do Ministério do Meio Ambiente, diz que é provável que, daqui para frente, as atividades mais emissoras de carbono sofram taxações, que podem ser repassadas ao consumidor, ou sejam alvo de mecanismos de imposto cruzado. “Quem tem carro pagaria mais taxas do que quem usa transporte público ou, enquanto os impostos do transporte público se tornariam menores, os impostos sobre o privado seriam mais altos”. Esses valores poderiam ser revertidos para o subsídio de melhorias e expansões de meios de transporte coletivos.
  18. 18. Num futuro não muito distante, será bem possível encontrar ônibus movidos a etanol circulando pela cidade. Os biocombustíveis também se mostram como uma opção mais interessante quando a preocupação é a geração de empregos, já que eles demandam de duas a três vezes mais postos de trabalho em relação ao petróleo. O economista Ladislau Dowbor ainda lembra que os investimentos em transporte público pode melhorar os congestionamentos, que hoje geram, só para a cidade de São Paulo, um prejuízo anual de R$ 33 bilhões. Isso sem falar na diminuição da violência no trânsito e dos efeitos nocivos sobre nossas vias respiratórias. “As soluções são conhecidas e muito mais baratas do que a compra de um carro individual”, afirma Dowbor. Ele faz a seguinte conta: “Imagine que sejam feitos investimentos no metrô, que é a solução mais óbvia para cidades de grande porte. Se, com isso, conseguirmos reduzir em uma hora por dia o tempo perdido no trânsito pelos cinco milhões de pessoas ativas no município de São Paulo, e estimarmos em dez reais o valor da hora do paulistano, serão R$ 50 milhões por dia. Ou seja, a cada dez dias pagaríamos um quilômetro de metrô”. Outras soluções para diminuir o uso de combustíveis como trabalhar em casa e incentivar a carona compartilhada nas empresas estão entre as possibilidades. Nossos hábitos de turismo também podem sofrer alterações. Em função da redução de emissões, pode ser que haja incentivos ao turismo regional, o que evitaria o uso de aviões, grandes poluentes de CO2. centros urbanos Estudo do adensamento urbano formado nos últimos 30 anos de povoamento na porção Centro-Sul de Rondônia localizado na região amazônica brasileira, e do papel espacial desempenhado pelas cidades pioneiras localizadas nessa área. A partir do conceito de sistemas urbanos como sistemas abertos, investiga-se as relações entre as cidades do adensamento urbano de forma a se observar a possível formação de um sistema espacial e quais as condições para isso. Em seguida, pesquisa-se a atuação de algumas das cidades pioneiras do adensamento urbano na intermediação entre fluxos de pessoas, mercadorias e informações de longa e curta distâncias. Acredita-se que esse trabalho pode fornecer subsídios à futuras políticas territoriais que venham a ser implementadas na área, apontando o grau de interdependência que os núcleos do
  19. 19. adensamento urbano possuem entre si e como se relacionam ao nível local e em níveis de organização territorial mais amplos. Mapa geoeconomico Principais pontos turísticos
  20. 20. Rio de Janeiro Praia Grande
  21. 21. São Paulo Pantanal
  22. 22. Pantanal Campo Grande / Ms

×