Mãe das dores

287 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
287
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mãe das dores

  1. 1. Soneto: Mãe das dores Autor: Luiz Gonzaga PinheiroMúsica: Romance siciliano
  2. 2. Como explicar um amor tão extremado
  3. 3. Que enfrenta o mais rude sofrimento
  4. 4. E não desiste de amar um só momento
  5. 5. Tratando o enfermo como filho amado?
  6. 6. Como entender que um anjo que enternece
  7. 7. Até mesmo o mais vil dos assassinos
  8. 8. Desça aos infernos pelos clandestinos
  9. 9. Que jamais o honraram com uma prece?
  10. 10. Qual o mistério desse anjo. Qual seria?
  11. 11. E por que o chamaram de Maria
  12. 12. Cujo filho pregaram na cruz?
  13. 13. Talvez porque dos amores o mais vasto
  14. 14. O mais suave, puro, luminoso e casto
  15. 15. Seja o de mãe, berço de luz.
  16. 16. Mãe das dores Como explicar um amor tão extremado Que enfrenta o mais rude sofrimento E não desiste de amar um só momento Tratando o enfermo como filho amado?Como entender que um anjo que enternece Até mesmo o mais vil dos assassinos Desça aos infernos pelos clandestinos Que jamais o honraram com uma prece? Qual o mistério desse anjo. Qual seria? E por que o chamaram de Maria Cujo filho pregaram na cruz? Talvez porque dos amores o mais vasto O mais suave, puro, luminoso e casto Seja o de mãe, berço de luz.
  17. 17. Formatação: o caçador de imagens

×