Discurso TransmissãO 2

690 visualizações

Publicada em

Discurso TT-Miguel Loureiro

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
690
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Discurso TransmissãO 2

  1. 1. Transmissão de Tarefas 2008/09 – 2009/10 Caros amigos! Uma saudação especial para todos e cada um em particular… registando que há uns que não puderam estar presente e outros também não… 1. Até parece que é a 1ª vez… e agora percebo o nervosismo da minha filha quando casou… e o meu contrato é só por um ano! 2. Não vou falar muito de Rotary porque quem sabe dispensa, quem não sabe não ficaria a saber, mas mesmo assim vou arriscar duas metáforas estapafúrdias, em que penso duas vezes todos os dias: para os mais novos e os mais empenhados, Rotary é como a pasta de dentes, que por muito vazia que pareça, tem sempre matéria que chegue para o efeito e para os menos comprometidos, Rotary é como o roll-on do desodorizante, que mesmo esgotado há muito, ficamos com a sensação de que cumprimos a obrigação. 3. E tenho que dizer, que o Governador do Distrito 1970 para este ano é o nosso Companheiro do R. C. de Vila Real, Manuel Cordeiro e que ainda não sabemos quando será a sua Visita Oficial. 4. Tenho que dizer também que o Presidente do RI para 2009-10 é John Kenny, do Rotary Club de Grangemouth, Escócia, que foi Director da Faculdade de Direito, Juiz e Notário, é actuante no movimento Escuta e é membro e administrador adjunto do conselho Presbiteriano da Igreja da Escócia, nomeado pela Rainha Elizabeth II (nos últimos anos os Presidentes de RI vêm dos mais variados credos religiosos, etnias e culturas, o que atesta a apregoada igualdade na diversidade) e que escolheu como lema seu: “O Futuro do Rotary Está nas Suas Mãos”, o que me deixa um pouco à vontade e até me facilitou a aceitação da Tarefa, porque nunca serei eu o responsável pelo futuro do clube ou do movimento, senão o lema seria “O Futuro de Rotary Está nas Minhas Mãos”… Certo? 5. A propósito, deste bisar como Presidente (o que é mau e se vai generalizando no Distrito), quiseram convencer-me de que era uma honra, porque eu seria o 4º repetente (nem medalha de bronze, mas enfim!) e fiquei desconfiado com a esmola, porque há mais quem precise… 6. Depois veio o meu Padrinho, o Companheiro Rui Terroso dizer-me que como ele não poderia ser Presidente, este mandato seria o que lhe corresponderia e mais uma vez pensei que se a “coisa der para o torto”, devem responsabilizá-lo, a ele… inimputabilidade absoluta!!! 7. Mas a única razão, ou a mais forte, que justifica o aceitar repetir esta Tarefa, veio do Companheiro e Past-Governador Madureira Pires, que estava ao meu lado e disse: “Se fosse mais novo e tivesse saúde, eu oferecia-me.” Aí eu percebi que o caso era sério e que o clube, com 45 anos de serviços, poderia entrar em crise (tinha que falar da Crise), e pôr em causa 45 anos da vida rotária dos nossos 5 Fundadores e apesar da minha idade, mas com esta aparência saudável, só tinha uma opção a fazer, que era dizer SIM, depois de consultar os “astros” e arregimentar novos recrutas. 8. Como hoje em dia a estatística é importante para a mensagem, embora a mensagem é que seja importante, aqui vão uns números sobre ROTARY INTERNATIONAL, para entendermos as prioridades de acção: • 1.220.413 Rotários | 33.260 Clubes Rotários | 534 Distritos (há 195 países no Mundo e Rotary está em 166) • 171.856 Rotaractistas | 7.472 Rotaract Clubs Hoje já somos 1.220.416 e pela nossa parte o Rotary crescerá! 9. Se quisermos enquadrar o nosso clube no nosso Distrito, veremos que: Quanto ao Quadro Social o R.C. Póvoa de Varzim tinha em 2008/09 Hoje já somos 40 e seremos mais, mas o número não é o mais importante, como veremos à frente. Se tivermos em conta a Média da Idade dos sócios do Distrito 1970, que é de 57,5 e que a do Discurso – Presidente: Miguel Loureiro 1
  2. 2. Transmissão de Tarefas 2008/09 – 2009/10 nosso Clube é de 61 anos, teremos que concluir que somos um clube de muita gente “experiente”, ocupando o 15º lugar dos mais idosos, num universo de 85 clubes. Por um lado, vantagens, por outro limitações e por isso vamos fazer o milagre de rejuvenescer o clube, sem que cada um de nós continue a fazer anos, inexoravelmente… Mas, se analisarmos a frequência dos nossos Companheiros durante o ano 2008/09, sabendo que o mínimo exigível é de 60%, constataremos uma realidade incómoda e que tem que ser sanada, porque só atingimos 43,42%, o que nos coloca em 37º lugar, nos 50% de clubes que registaram a frequência. É bom dizer, que este mal se alastra e por este andar qualquer dia teremos uma verdadeira “pandemia”. 10. Feito o desenho do clube, cada um que tire as suas conclusões, mas uma coisa é certa, sem companheiros não há clube, sem clube não há companheirismo, sem companheirismo não há futuro em Rotary. Pensem nisto, porque a 1ª meta do Clube tem que ser a RETENÇÃO e o DESENVOLVIMENTO DO QUADRO SOCIAL e com mulheres, que vai ter! 11. A 2ª meta do Clube tem quer ser o aumento da FREQUÊNCIA, porque temos 2 projectos grandes do clube e todos somos necessários: • O 1º é o Rotaract, que como antecâmara de Rotary tem que ser acompanhado, incentivado, desenvolvido, informado e formado na filosofia rotária, porque são ou devem ser o nosso braço activo (direito ou esquerdo, aqui não há 3ª ou 4ª via), simplesmente porque são patrocinados por nós e fomos nós que os metemos nisto; • E o 2º é a Universidade Sénior da Póvoa de Varzim, do Rotary Club, que nasceu em força em 2007/08, aumentou a procura em 2008/09, mas no final deste ano lectivo teve um aumento negativo (esta é uma piadinha para os economistas e gestores), que nos tem que deixar alerta e actuantes, porque tem que continuar, mesmo tendo em conta o “Deve e Haver”, porque Rotary Deve SERVIR uma faixa etária que precisa de se sentir viva e viver com qualidade e porque Rotary tem que Haver pessoas (alunos e Professores voluntários) e parcerias com instituições ou empresas, com a mesma consciência social que nós temos que ter, NÓS, TODOS OS PRESENTES! 12. Mas temos outra tarefa importante, que é, usando as Tecnologias da Informação e Comunicação, ir informando, abrindo o clube à comunidade e interagindo, com a utilização em força do Blogue, que tem estado subaproveitado. 13. E quem vai levar estes propósitos até às metas? (dizer objectivos já tem conotação negativa e cheira a trabalhos forçados) A DIRECÇÃO é claro e que é composta pelos Companheiros, que passo a apresentar: Presidente 2009/19 Miguel Rodrigues Loureiro Presidente 2008/09 Carlos Alberto Santos da Costa Presidente 2010/11 Manuel Joaquim Craveiro Protocolo Fernando Manuel Ribeiro de Castro Secretário João do N. Saldanha Rosa Tesoureiro José Oliveira Pereira Tesoureiro Domingos Martins da Silva Barros Relações Públicas João Paulo Costa e Silva Serviços Internos Eugénio Joaquim Proença Fernandes Serviços Profissionais Afonso Pinhão Ferreira Serviços à Comunidade Ilídio Novais de Matos Pereira Serviços Internacionais Lam Peng San Delegado à FRP Alberto Eiras Gomes dos Santos Delegado à RF David Alfredo Mendonça Oliveira Santos Delegado ao Rotaract Sérgio Lordelo Universidade Sénior Serafim Salgado Amaro Afonso António Augusto Sá Couto Jorge Manuel de Guimarães Caimoto Presidente Rotaract Liliana Pontes Discurso – Presidente: Miguel Loureiro 2
  3. 3. Transmissão de Tarefas 2008/09 – 2009/10 14. Mas para as nossas reuniões, que são semanais, às 3ª feiras, pelas 21H30, vamos cumprir os temas rotários de cada mês, cruzando-os com temas das Nações Unidas, a começar com o de 2009, “Ano Internacional da Aprendizagem dos Direitos Humanos” e o de 2010 “Ano Internacional para Aproximação de Culturas”. O Programa desenhado e que já alguns conhecem, será consensualizado em Assembleia-geral, para que os compromissos nos comprometam. 15. Finalmente, e porque o cunho de cada mandato reflecte o cunho do seu Presidente, na 26ª Conferência de Espinho, António Hallage, Representante do Presidente de RI, falou de valores e de ideais do Rotary e das metas a atingir. E deixou um repto: “O Rotary deve ser revolucionário, renovar o processo de evolução. As jornadas intelectuais têm que se transformar em jornadas de acção”. E porque estou de acordo, será este o caminho, que iremos fazendo, caminhando… e espero que lado a lado!!! 16. E acabo com uma quadrinha do Mário Quintana, que se chama: Das utopias Se as coisas são inatingíveis... ora! não é motivo para não querê-las... Que tristes os caminhos, se não fora a mágica presença das estrelas! Obrigado pela presença e pela paciência… Discurso – Presidente: Miguel Loureiro 3

×