No dia 23 de outubro de 2012 a Escola Estadual Profª    Heloiza T. Murbach Lacava visitou o Centro de  Educação Ambiental ...
Confira a seguir fotos dotrabalho realizado em sala deaula e, na sequência, algumas         redações!
FOGUETE
CAMINHÃO
BALANÇA
CARRINHO
COFRE    EPORQUINHO
BONECO  EBONECA
BALEIRO
ROBÔS
Redações
NOME: João Pedro Lima da Silva - 5ª série C                    A TRISTE HISTÓRIA DO GARFINHO          Eu estava lá        ...
NOME : Guilherme Cassiano - 5ª série CATERRO SANITÁRIO             Olá sou uma sementinha que me enterraram de baixo da te...
NOME : Rodrigo A. Nascimento - 5ª série CATERRO SANITÁRIO            Eu sou uma semente, fui plantada , regada e me transf...
NOME : Amanda A. da Silva – 5ª série AATERRO SANITÁRIO             Eu sou o papel. O papel é extraído do vegetal, no Brasi...
NOME : Thais Zague Pereira de Souza – 5ª série AATERRO SANITÁRIO              Olá estou aqui para contar sobre a minha vid...
NOME: Milena Souza Sodré - 5ª série BATERRO SANITÁRIO            Eu era uma bela árvore , eu vivia na floresta com minhas ...
NOME: Gabriela da Silva de Souza – 5ª série BATERRO SANITÁRIO- RECICLAGEM             Olá, sou um minério extraído da natu...
Parabéns pelo trabalho!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ee heloiza

1.644 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.644
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.229
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ee heloiza

  1. 1. No dia 23 de outubro de 2012 a Escola Estadual Profª Heloiza T. Murbach Lacava visitou o Centro de Educação Ambiental do Instituto Estre em Paulínia com os alunos do 6º ano.Após a visita, foram confeccionados vários trabalhos reaproveitando materiais e também, a partir dasobservações feitas no aterro, foram produzidos textos.
  2. 2. Confira a seguir fotos dotrabalho realizado em sala deaula e, na sequência, algumas redações!
  3. 3. FOGUETE
  4. 4. CAMINHÃO
  5. 5. BALANÇA
  6. 6. CARRINHO
  7. 7. COFRE EPORQUINHO
  8. 8. BONECO EBONECA
  9. 9. BALEIRO
  10. 10. ROBÔS
  11. 11. Redações
  12. 12. NOME: João Pedro Lima da Silva - 5ª série C A TRISTE HISTÓRIA DO GARFINHO Eu estava lá Virei um garfo sozinho e solitário muito bonito quando me extraíram fui para loja e da terra fui retirado e fui vendido Fui levado por caminhão Para onde fui e um banho tomei fui mal usado fui levado para máquina e alumínio eu virei me enfiaram na boca e fiquei babado. Fui moldado a mão e fiquei pontudo já na parte de trás fiquei “bundudo”
  13. 13. NOME : Guilherme Cassiano - 5ª série CATERRO SANITÁRIO Olá sou uma sementinha que me enterraram de baixo da terra na Amazônia , depois que eu fuienterrado, era a chuva que me regava, eu cresci até que as raízes saíram, eu cresci, cresci e virei um eucalipto adulto. Ao passar o dia eu ouvi um barulho muito alto, eu me assustei, quando eu percebi que chegaram váriasmáquinas florestais perto de mim , ele pegou a ponta das máquinas e me cortaram, me colocou em um caminhão comoutras árvores , dirigiram até a fábrica de processamento de papéis , chegando lá, eu passei na máquina que medescascou, depois cortaram-me em pedaços pequenos, depois eles trituraram, esquentaram, molharam até pararpor uma máquina que virei um papel de caderno, junto com outras folhas sulfites, colocaram uma capa para ocaderno de desenho, me colocaram em um caminhão e me levaram até uma loja “papelaria”, lá uma criança comprouesse caderno e levou até a escola, eu era a segunda folha do caderno lá ele desenhou um carro em mim, depois elearrancou a folha e me jogou no lixo. Lá as funcionárias da escola me recolheu junto com outras folhas e me levou aos tambores da coletaseletiva (plásticos, vidros, papéis, etc.). Depois de ser devidamente separado, um caminhão me pegou e levou até umlugar onde eles colocaram todos os papéis , inclusive eu, depois veio um caminhão e colocou todos os materiaisrecicláveis e me levou até o Aterro Sanitário de Paulínia (Instituto Estre), lá eles me colocaram em um lugar específicode materiais recicláveis , depois eu passei por esteira (TIRANOSSAURO) e fui separado com outros papéis . No final dareciclagem virei um fliperama de papel e fui colocado em uma exposição no Instituto Estre.
  14. 14. NOME : Rodrigo A. Nascimento - 5ª série CATERRO SANITÁRIO Eu sou uma semente, fui plantada , regada e me transformei em uma linda árvore. Depois de um tempo , fui cortada e me levaram a um lugar onde me deram forma. Me juntaramcom um tal de grafite de origem desconhecida , me levaram a uma loja e logo fui comprado e meusaram, mas quando minha ponta quebrou e eu estava pequeno, descartaram-me . Fui levado de caminhão ao aterro sanitário, onde passei por várias etapas e muitas máquinas. Conheci outros objetos que foram compactados e enterrados comigo, então colocaram umacamada que chamava “manta”. Sua função é não deixar a nossa sujeira contaminar o solo. Essa é a minha história.
  15. 15. NOME : Amanda A. da Silva – 5ª série AATERRO SANITÁRIO Eu sou o papel. O papel é extraído do vegetal, no Brasil o mais utilizado é o eucalipto . A produção do papel é de forma renovável , ou seja, quando em uma área é feito o corte de umaplantação de eucalipto, novas árvores são replantadas no local , acho que demora uns 5 a 10 anos para sercortada. Depois que os troncos são recolhidos, esses são transformados em cavacos (são pequenospedaços ). Os cavacos vão para um digestor e são cozidos a 1700 C por 2 horas. Lavagem- obtenção de celulose não branqueada (cor natural da madeira ) Para produzir a celulose branqueada é utilizado substância química e o gás ozônio (papel branco). Fui para as lojas e fui comprada e usada e depois fui para o lixo reciclável .
  16. 16. NOME : Thais Zague Pereira de Souza – 5ª série AATERRO SANITÁRIO Olá estou aqui para contar sobre a minha vida para você , a vida do sapato sintético. Tudo começou com a necessidade do homem , por isso foram surgindo vários sapatos, de acordocom cada época . Na época de hoje o sapato mais usado é o sapato sintético, como eu e meus irmãos.Principalmente é extraído do petróleo. Muitas vezes ele é extraído do fundo do mar, mas também há petróleono subsolo. Depois de retirado o petróleo, ele vai para uma fábrica que é feito o plástico . A produção dosapato utiliza: o designer, a modelagem , a costura e o preposto. Após ficar pronto eu fui embalado. Viajei de caminhão, meus primos de avião, e meus tios denavio, por ter viajado de caminhão fui distribuído aqui perto, em uma loja muito bonita, onde fui compradopor uma moça muito simpática. Mas infelizmente o pé dela cresceu. Quase fui jogado no lixo , mas você mepediu. Tenho certeza que vai gostar de mim.
  17. 17. NOME: Milena Souza Sodré - 5ª série BATERRO SANITÁRIO Eu era uma bela árvore , eu vivia na floresta com minhas amigas, era muito feliz, até que um dia ohomem foi lá e cortou todas nós.E era muito triste ver toda aquela floresta derrubada e todas fomos levadas para a fábrica, lá nós sofremosvárias transformações para se transformar em um papel. E fomos para a distribuição, que é a venda, até que uma pessoa nos consumiu e lá na casa dessapessoa todo mundo sabia reciclar. Até que nós fomos descartadas, e amanhã todas nós já vamos voltar para o ciclo. Voltou tudo denovo, eu e elas fomos para a casa de uma pessoa que não sabia reciclar, elas rasgaram-nos e fomos jogadas nolixo e fomos parar num lixão e agora estou muito triste.
  18. 18. NOME: Gabriela da Silva de Souza – 5ª série BATERRO SANITÁRIO- RECICLAGEM Olá, sou um minério extraído da natureza, sou transportado para as fábricas, onde passo porvários processos, até me transformar em alumina, e depois de alguns processos transformado em alumínio . Edepois em uma latinha. Cheguei, e fui logo pra geladeira, depois de três dias, eu fui comprado por um atleta. Ele chegouem sua casa e me pôs no congelador, passaram-se mais ou menos uma hora e ele chegou, tirou-me daquelelugar frio e escuro, e me colocou em cima da mesa, isso já era noite, ele pegou pipoca, foi para o sofá. Ele estava assistido futebol, ele consumiu o “refri”, e como todo telespectador, dormiu lá mesmo. De manhã cedo, ele limpou a sala e saiu com um saco preto de lixo, com lixo, bastantelixo, inclusive eu. Ele ia jogar num terreno baldio, mas um senhor que cata lixo recicláveis, avisou, se ele fizesseo que planejava, o meio ambiente podia sofrer sérios danos, então ele foi pra casa, separou e reciclou, e hojesou uma nova latinha. Viva a reciclagem!
  19. 19. Parabéns pelo trabalho!

×