Bivim 445 setembro 2013 site

339 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
339
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bivim 445 setembro 2013 site

  1. 1. Boletim Informativo da Igreja Adventista da Promessa - Vila Medeiros Setembro – 2013 – nº 445 – ANO XXXV www.iapvilamedeiros.com.br iapvilamedeiros@terra.com.br | iapvilamedeiros@hotmail.com Mas devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados do Senhor, por vos ter Deus elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade. IITessalonicenses 2:13
  2. 2. 2 A videira e seus ramos Na passagem de João 15.1-17, Jesus usou a videira e seus ramos a fim de relatar o tipo de relacionamento que deve existir entre Ele e o crente, a fim de que o crente produza fruto espiritual. Não é preciso que alguém seja jardineiro para perceber que, o que realmente é importante em uma videira é a qualidade das uvas que ela produz. Isso pode ser visto na maneira como Jesus falou sobre os ramos da videira: 1) Há ramos que não produzem frutos – esses são cortados da videira! Jo 15.2). O propósito do ramo da videira é produzir fruto. Se algum ramo não produzir fruto, não tem qualquer utilidade para o agricultor que cuida da vinha, devendo ser cortado fora. Um triste exemplo desse tipo de julgamento encontra-se na história da nação de Israel. Israel tinha por finalidade ser a videira de Deus, refletindo o amor, a misericórdia, a bondade e a glória de Deus entre as nações. Porém, a nação de Israel falhou e seguiu-se o seu julgamento. Eis o que Deus disse sobre o fracasso de Israel: “Que mais se podia fazer ainda à minha vida, que eu não lhe tenha feito? E como, esperando eu que dessas uvas boas, veio a produzir uvas bravas? Agora, pois, vos farei saber o que pretendo fazer à minha vinha: Tirarei a sua sebe, para que a vinha sirva de pasto; derribarei o seu muro, para que seja pisada; torná-la-ei em deserto...” (Is 5.4-6; ver também Rm 11.21). 2) Há ramos que não permanecem vinculados à videira – são lançados no fogo e são queimados.“... não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira...” (Jo 15.4). É impossível que esses ramos produzam fruto, visto que não fazem parte da videira. Quando um ramo é cortado de uma planta, logo começa a secar e morrer? Visto que foi cortado, a vital conexão com a planta se interrompe e o ramo acaba morrendo. Os recursos que produzem a vida não podem mais fluir para aquele ramo; e, sem isso, ele rapidamente perece. Estando seco é apanhado e queimado no fogo. A salvação é uma experiência real, em que o crente entrega-se ao seu Salvador, mediante a fé, e torna-se uma nova criação. A salvação EDITORIAL 2
  3. 3. 3 é um elo real que nos transmite a vida que provém de Jesus Cristo, é uma permanente relação que se estabelece com Ele. Ele é a videira e nós somos os ramos (Jo 15.5). Estar em Cristo não significa meramente tornar-se membro de alguma organização religiosa, ou submeter-se a um conjunto de regras. Antes, é a entrega de nossa vida a Ele, bem como o desejo de sermos transformados à Sua imagem, pelo poder do Espírito Santo. 3) Há ramos que produzem frutos – eles são podados e limpos. “... e todo (ramo) que dá fruto, limpa, para que produza mais fruto ainda” (Jo 15.2). O agricultor quer que os recursos produtores de vida da videira fluam até o fruto, e não somente aos raminhos e às folhas. Portanto, a fim de produzir um fruto melhor e mais abundante, um processo necessário para a videira é a poda de seus ramos. O plano de Deus para nós é que produzamos muito fruto. Ele nos dá o Seu Espírito Santo, para habitar em nós, para nos santificar. Ser santificado significa ser separado do pecado, ser consagrado a Deus e moldados segundo a imagem de Cristo (Rm 8.29). As palavras todo ramo que dá fruto, limpa, refere-se à santificação ensinada em 2 Tessalonicenses 2.13: “... Deus vos escolheu desde o princípio para a salvação, para santificação do Espírito Santo, verdade”. Por que é necessário o processo da poda? Quando uma pessoa expressa verdadeira fé em Jesus, como seu Salvador, e nasce do alto, pelo poder do Espírito, não significa que ela alcançou imediatamente a perfeição. Foi apenas o início do processo da transformação, segundo a natureza de Cristo. É um processo pelo qual ele vai mostrando sinais de produção de fruto em sua vida espiritual. A poda espiritual desenvolve uma maior evidência da natureza de Cristo, levando o cristão ao estado da maturidade espiritual. No amor de Cristo, Pr. Josiel Euzébio Peixoto
  4. 4. 4 AGENDA 4 Social do Dijap, após o culto Reunião dos departamentos, 15h30 Conectados 6, (Pais e Filhos) 16h30 – Dijaps das 5 Igrejas – IAP Vl. Medeiros Bazar do Dijap, 9h Social da Sofap, após o culto Culto da Somap, 20h Dia de Missões e Evangelismo Ceia do Senhor, 18h30 Social do Dijap, após o culto Dia do Unionista Culto da Primavera, 10h15 – Sofap “Culto Ação de Graças”, às 19h – 50 anos de regência da Dsa. Naíde Chá do Amigo, 17h – Sofap Social do Grupo Ide, após o culto Culto da Sofap, 20h Pôr-do-sol do grupo Ide, 18h30 (Dia do Surdo) “Festival da Tilápia” - SOMAP/JUNTA Social da Somap, após o culto 1 7 7 8 8 11 12 14 15 15 21 21 22 22 25 28 29 29 Dia 14 de setembro às 18h30 Ceia do Senhor!
  5. 5. 55 Visite o site oficial da igreja www.portaliap.com.br | www.iapvilamedeiros.com.br Sábados – inicio às 10h15 07 Miss. Jailton Souza Silva 14 Pr. Magno Batista da Silva 21 Dsa. Eliane Salvador C. da Silva 28 Pr. José Lima de Farias Filho Domingos – início às 19h 01 Pr. Miguel Correa 08 Pr. Josiel Euzébio Peixoto 15 Miss. Felipe José 22 Dá. André Levi do Amaral 29 Pr. Miguel Correa Quartas-feiras – inicio às 20h 04 Dá. Abner Marques Resende 11 Pb. Cláudio Pereira da Cruz 18 Sem. Emerson Cardoso   25 Dsa. Valdecy Pereira da Cruz ESCALA DE PREGADORES
  6. 6. 6 Quem pode contar as obras poderosas do SENHOR? Quem anunciará os seus louvores? Salmos 106:2 ESCALA DE DIREÇÃO E MÚSICA Sábados 07 Dá. Douglas Charlene e Carol Grupo de Louvor Coral 14 Ir. Eduardo Eliane Salvador Grupo de Louvor Coral 21 Dá. Osny Amanda Fonseca Grupo de Louvor Coral 28 Dsa. Gersonita Julia Fonseca Grupo de Louvor Coral Domingos 01 Dsa. Gersonita Aniversário da Igreja Grupo de Louvor 08 Ir. Kátia Izidoro Wellington Celestino Grupo de Louvor 15 Dá. Douglas Pr. Josiel Grupo de Louvor 22 Ir. Eduardo Carlos Ubiratã Grupo de Louvor 29 Dá. Osny Francinaldo Grupo de Louvor Quartas-feiras 04 Ir. Eduardo Pr. Josiel Grupo de Louvor 11 SOMAP Grupo de Homens Grupo de Louvor 18 Dá. Osny Francinaldo Grupo de Louvor 25 SOFAP Sofap Grupo de Louvor
  7. 7. 7 01 Lazaro Fonseca Junior 01 Luciano José Castro Pereira 02 Mariana Neves Veloso Lisboa 03 Heverton de Jesus 05 Zinê Sodré da Nobrega 06 Aldemir Vicente de Lima 06 Maristela Montanheiro de Paula 06 Regiane Nabor Rangel 06 Stephany Nicolle Montanheiro de Paula 06 Thiago Morello de França 06 Valdelice de Lima Ribeiro 07 Cristina de Fátima Hernandez 09 Gisela Faria Rocha 10 Alice Vieira da Silva Souza 10 Janaína Viroti Antiqueira 10 Rafael Houch Micheski 10 Rosangela Daniel Hirokado 15 Gislaine Quental Pereira 15 Jonas Alves do Nascimento 15 Mariana Mendes de Oliveira 15 Severina Mendes Barros 16 Arthur Miguel da Costa Silva 17 Beatriz Pinheiro Isidoro 18 Cícero Passarim 18 Leandra da Costa Soares Silva 18 Marcos Elias de Oliveira 22 Diana Tereza Correa Vieira 22 Vicente Mendes da Cunha 25 Alexandre dos Santos 26 José Lima de Farias Filho 26 Giane de Fatima C. Duquinha Quental 27 Mariana Bellia Leonardo 28 Caio Felipe Clementino Brito 28 Elenita Conceição dos Santos 28 Elias Queiroz Morais 28 Irma Bosquetti de Carvalho 28 Jaime Sinclair Covre 28 Luiz Henrique Melo Fonseca 28 Renan Gonçalves Domingues Cypriano 30 Luiza de Souza Castro 30 Valmir de Oliveira ANIVERSARIANTES DO MÊS
  8. 8. A Junta Assistencial e a Sofap doam cestas básicas mensalmente às famílias que estão necessitadas. Se você está desempregado, procure as Dsa. Márcia C. F. B. da Silva e a Dsa. Zilá Vieira Peixoto. Cesta Básica Fale Conosco Igreja Adventista da Promessa – Rua Eurico Sodré, 275 – Vila Medeiros CEP: 02215-010 – São Paulo-SP - Tel. 2949-2689 Eloídes M. C. Nóbrega Tel: 2949-2689 / 99642-4149 Secretária: Zeladoria: Dsa. Marli - Tel. 2949-2157 Todas as terças e quintas na sala pastoral das 14h às 17h. Marque o dia e a hora que deseja ser atendido. Atendimento Pastoral Expediente da Secretaria De segunda a quinta das 8:30 às 17:30h e sexta das 8:30 às 13:00h. Nossa Missão “E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura”. (Marcos 16:15) aos sábados “Culto Divino” – início às 10h15 e aos domingos às 19h. www.iapvilamedeiros.com.br Pastor: Josiel Euzébio Peixoto – tel. Cel.:97590-1341 Vivo Res.: 2201-4163 josiel.peixoto@terra.com.br Co-Pastor: Magno Batista da Silva – tel.Cel.: 97548-1213 Vivo / prmagnodasilva@yahoo.com.br Diretor: Diácono Osny Fernandes dos Santos – tel.Cel.: 97339-1276 osnyfernandes@hotmail.com

×