Trabalho raind 20-02-2014

198 visualizações

Publicada em

RAID, definição técnica.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
198
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho raind 20-02-2014

  1. 1. SENAC MINAS - IPATINGA RAIND Técnico em Redes de Computadores
  2. 2. CONCEITO Raind RAID, sigla de Redundant Array of Independent Disks (Conjunto Redundante de Discos Independentes), é um mecanismo criado com o objetivo de melhorar o desempenho e segurança dos discos rígidos existentes em um PC qualquer, através do uso de HDs extras. Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/aumentar-desempenho/2367-o-que-e-raid- .htm#ixzz2ttLjv7YR Importante: Raind não substitui o backup, pois o mesmo tem principal função de melhor o desempenho e a disponibilidade dos dados. Palavras Chaves Dados – Informação primária. São símbolos quantitativos e qualitativos. Espelhamento – Cópia idêntica dos dados, sofrendo alterações simultaneamente com o mesmo. Ação efeito de espelhar. Paridade – Similaridade do dado, informação pra restituir os dados. Redundância – Repetição de coisas. Exe.: “Certeza absoluta”, “veja com seus próprios olhos”, “menina moça”...
  3. 3. RAID 0 Nesta conjunto de disco as informações são divididas iguais entre os HDs de forma quantitativa. E os HDs são reconhecidos como se fossem apenas 1.
  4. 4. RAID 1 Sistema de espelhamento da informação. Um HD contém a informação é o outro contém os arquivos de espelho, tudo que é feito no primeiro HD é levado para o segundo de forma idêntica.
  5. 5. RAID 4 O RAID 4 funciona com três ou mais discos iguais. Um dos discos guarda a paridade (uma forma de soma de segurança) da informação contida nos discos. Se algum dos discos avariar, a paridade pode ser imediatamente utilizada para reconstituir o seu conteúdo. Os discos restantes, usados para armazenar dados. O RAID 4 é ajustado para ambientes que requerem muitas leituras pequenas e simultâneas.
  6. 6. RAID 5 O RAID 5 é frequentemente usado e funciona similarmente ao RAID 4, mas supera alguns dos problemas mais comuns sofridos por esse tipo. As informações sobre paridade para os dados são distribuídas ao longo de todos os discos, ao invés de serem armazenadas num disco dedicado, oferecendo assim mais desempenho que o RAID 4, e, simultaneamente, tolerância a falhas.
  7. 7. RAID 0+1 É uma combinação dos níveis 0 (distribuição quantitativa) e 1 (espelhamento), onde os dados são divididos entre os discos para melhorar o rendimento, mas também utilizam outros discos para duplicar as informações. Assim, é possível utilizar o bom rendimento do nível 0 com a redundância do nível 1. No entanto, é necessário pelo menos 4 discos para montar um RAID desse tipo. Tais características fazem do RAID 0 + 1 o mais rápido e seguro, porém o mais caro de ser implantado.
  8. 8. RAID 1+0 O RAID 1+0, ou 10, exige ao menos 4 discos rígidos. Cada par será espelhado, garantindo redundância, e os pares serão distribuídos, melhorando desempenho. Até metade dos discos pode falhar simultaneamente, sem colocar o conjunto a perder, desde que não falhem os dois discos de um espelho qualquer — razão pela qual usam-se discos de lotes diferentes de cada ‘lado’ do espelho. É o nível recomendado para bases de dados, por ser o mais seguro e dos mais velozes.
  9. 9. CONCLUSÃO Raid não substitui o Backup. Raind é uma configuração que objetiva melhorar o desempenho e a segurança dos HDs exclusivamente de ambientes corporativos.

×