OS PAIS ENVELHECEM
Talvez a mais rica,forte e profundaexperiência dacaminhadahumana seja a deter um filho.
Ser pai oumãe é provaros limites queconstituem osal e o mel doato de amaralguém.
Quando nascem,    os filhos    comovem     por sua  fragilidade,  seus imensosolhos, sua      inocência e     graça.
Eles chegam ànossa vida compromessas deamorincondicional.Dependem denosso amor, doscuidadosque temos.
E retribuem comgestos queenternecem.Mas os anospassam e osfilhos crescem.
Escolhemseus próprioscaminhos,parceiros eprofissões.
Trilham novosrumos, afastam-seda matriz.
O tempo se encarrega da formaçãode novas famílias. Os netos nascem.Envelhecemos.E entãoalgo começaa mudar.
Os filhos já não   têm pelos pais    aquela atitude        de antes. Parece que agora só os ouvem para    fazer críticas,r...
Já não brilhamais nos olhosdeles aquelaadmiração dainfância.
E isso é uma dorimensa para ospais.
Por mais quedisfarcem, todo paie mãe percebem as mínimas faíscas no  olho de um filho.
Apenas   passaram-se alguns anos e    parece que         foram  esquecidos,os   cuidados e a  sabedoria que      antes era...
Aos poucos,a atitude dosfilhos se tornacada vez maisimpertinente.Praticamentenão ouvem maisos conselhos.
A cada diademonstram     mais impaciência.    Acham que os paistêm opiniões  superadas,   antigas.
Pior é       quando     implicam       com as       manias,    os hábitos      antigos,as velhas músicas.
E tentam fazer  os velhos pais  adaptarem-seaos novos tempos,     aos novos     costumes.   Quanto mais  envelhecem os   p...
Quando elesEstão bemidosos, já nãodecidem o quequerem fazerou o quedesejam comere beber.
Raramente são ouvidos quando tentam fazeralgo diferente.   Passeios,comida, roupas,médicos, tudo,  passa a ser decidido pe...
E, no entanto,os pais estãoapenas idosos.Mas continuamem plena posseda mente.Por que entãodesrespeitá-los?
Por quetratá-los comose fosseminúteis oucrianças semdiscernimento?
E, no entanto, no fundodaqueles olhos cercadosde rugas,há tantoamor.Naquelasmãostrêmulas, hásempre umgesto queabençoa,acar...
A cada dia que nasce, lembre-se,está mais perto o dia da separação
Um dia, ovelho pai jánão estará    aqui. O cheirofamiliar damãe estará ausente.
As roupasfavoritas parasempre dobradassobre a cama,
os chinelos em umcanto qualquer da      casa.Então, valorize o tempo de agora   com os pais     idosos.
Paciência com elesquando se recusam    a tomar os remédios, quando      falaminterminavelmente  sobre doenças,quando se qu...
Abrace-osapenas, enxugue   as lágrimas deles, ouça ashistórias, mesmo    que sejam    repetidas,    e dê-lhes     atenção,...
Acredite: dentro daquele velho  coração brotarão todas as     flores da esperança         e da alegria.
Texto: do Momento Espírita Formatação:   Gladis MaiaImagens: da Internet e do     arquivo pessoal   Música: da Internet
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os pais envelhecem

408 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os pais envelhecem

  1. 1. OS PAIS ENVELHECEM
  2. 2. Talvez a mais rica,forte e profundaexperiência dacaminhadahumana seja a deter um filho.
  3. 3. Ser pai oumãe é provaros limites queconstituem osal e o mel doato de amaralguém.
  4. 4. Quando nascem, os filhos comovem por sua fragilidade, seus imensosolhos, sua inocência e graça.
  5. 5. Eles chegam ànossa vida compromessas deamorincondicional.Dependem denosso amor, doscuidadosque temos.
  6. 6. E retribuem comgestos queenternecem.Mas os anospassam e osfilhos crescem.
  7. 7. Escolhemseus próprioscaminhos,parceiros eprofissões.
  8. 8. Trilham novosrumos, afastam-seda matriz.
  9. 9. O tempo se encarrega da formaçãode novas famílias. Os netos nascem.Envelhecemos.E entãoalgo começaa mudar.
  10. 10. Os filhos já não têm pelos pais aquela atitude de antes. Parece que agora só os ouvem para fazer críticas,reclamar, apontar falhas.
  11. 11. Já não brilhamais nos olhosdeles aquelaadmiração dainfância.
  12. 12. E isso é uma dorimensa para ospais.
  13. 13. Por mais quedisfarcem, todo paie mãe percebem as mínimas faíscas no olho de um filho.
  14. 14. Apenas passaram-se alguns anos e parece que foram esquecidos,os cuidados e a sabedoria que antes erareferência para tudo na vida.
  15. 15. Aos poucos,a atitude dosfilhos se tornacada vez maisimpertinente.Praticamentenão ouvem maisos conselhos.
  16. 16. A cada diademonstram mais impaciência. Acham que os paistêm opiniões superadas, antigas.
  17. 17. Pior é quando implicam com as manias, os hábitos antigos,as velhas músicas.
  18. 18. E tentam fazer os velhos pais adaptarem-seaos novos tempos, aos novos costumes. Quanto mais envelhecem os pais, mais os filhos assumem o controle.
  19. 19. Quando elesEstão bemidosos, já nãodecidem o quequerem fazerou o quedesejam comere beber.
  20. 20. Raramente são ouvidos quando tentam fazeralgo diferente. Passeios,comida, roupas,médicos, tudo, passa a ser decidido pelos filhos.
  21. 21. E, no entanto,os pais estãoapenas idosos.Mas continuamem plena posseda mente.Por que entãodesrespeitá-los?
  22. 22. Por quetratá-los comose fosseminúteis oucrianças semdiscernimento?
  23. 23. E, no entanto, no fundodaqueles olhos cercadosde rugas,há tantoamor.Naquelasmãostrêmulas, hásempre umgesto queabençoa,acaricia.
  24. 24. A cada dia que nasce, lembre-se,está mais perto o dia da separação
  25. 25. Um dia, ovelho pai jánão estará aqui. O cheirofamiliar damãe estará ausente.
  26. 26. As roupasfavoritas parasempre dobradassobre a cama,
  27. 27. os chinelos em umcanto qualquer da casa.Então, valorize o tempo de agora com os pais idosos.
  28. 28. Paciência com elesquando se recusam a tomar os remédios, quando falaminterminavelmente sobre doenças,quando se queixam de tudo.
  29. 29. Abrace-osapenas, enxugue as lágrimas deles, ouça ashistórias, mesmo que sejam repetidas, e dê-lhes atenção, afeto...
  30. 30. Acredite: dentro daquele velho coração brotarão todas as flores da esperança e da alegria.
  31. 31. Texto: do Momento Espírita Formatação: Gladis MaiaImagens: da Internet e do arquivo pessoal Música: da Internet

×